Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola


(51) 99843-7700

SOBRE ESTA SEÇÃO
Imagens que marcaram época, sons inesquecíveis, personagens que fizeram história. Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui, recordar é mais do que viver. É saber, é contextualizar, é rememorar. Viaje no tempo.
 
LEIA AQUI as colunas anteriores
 
Terça, 15 de maio de 2018
Os 65 anos do Ituano

O dia é de festejo no Galo Altaneiro, que tem entre seus títulos a Série A2 de SP em 1989 e o Campeonato Paulista (sem os grandes) e a Copa Paulista ambos em 2002.

A maior glória da agremiação de Itu aconteceu no Pacaembu e começou em 6 de abril de 2014, quando Cristian mandou no alvo e fez 1 x 0 no Santos. A Rádio Cidade FM transmitiu tudo com o narrador Nilson Duarte, o repórter Benjamin Pasce e o apresentador Renato Alves. A cobertura deles mereceu uma reportagem de Isabela Labate na TV Bandeirantes.



Exatamente uma semana depois, tensão: o Santos igualou a parada com Cícero. Pênaltis necessários e Neto (dois anos e meio depois um dos sobreviventes da tragédia da Chapecoense) parou em Wagner, que assegurou a conquista do Paulistão de 2014 pelo Ituano, desta vez enfrentando os grandes clubes do estado e sendo o primeiro interiorano a bater um deles na final desde a Inter de Limeira contra o Palmeiras em 1986. A transmissão da Rede Bandeirantes é muito especial pois, sem que ninguém fizesse a mínima ideia daquilo, foi a última de Luciano do Valle, que morreria seis dias depois. Com ele estiveram Neto, Fernando Fernandes e André Galvão, além de Milton Neves na apresentação do "Terceiro Tempo".



No mesmo 2014, o Galo conseguiu sua até hoje única vitória diante do São Paulo jogando no Morumbi. Esquerdinha anotou o 1 x 0 que ajudou a eliminar o Corinthians ainda na primeira fase. A Rádio Globo documentou com Oscar Ulisses, Maércio Ramos e Gustavo Zupak, este cobrindo o 0 x 0 corintiano com o Penapolense naquele 16 de março.



Por falar no Corinthians: somente uma vez o Ituano o venceu. Foi no Pacaembu em 27 de janeiro de 2007, pelo Campeonato Paulista, com um único torcedor rubro-negro no setor dos visitantes. Sorato (aquele!) guardou duas no alvo e Christian (ex-dupla Grenal) diminuiu. Milton Leite e João Carlos Assumpção contaram tudo no Premiere.



Um grande que foi superado algumas vezes foi o Palmeiras, sobretudo no Novelli Jr. Assim foi no Campeonato Paulista de 1991, quando Alexandre Rosas (conta) - numa lambança pra lá de miserável - e Marcinho assinalaram o 2 x 1 dos rubro-negros de Itu. Na TV Gazeta, os gols tiveram a apresentação de Paulinho Arapuã.



Outro momento importantíssimo do Ituano foi o título da Série C do Campeonato Brasileiro em 2003. Na última rodada do quadrangular final, em 7 de dezembro, o time já havia confirmado o acesso, mas queria o título no Almeidão. Saiu na frente, mas tomou a virada do Botafogo, que foi para o intervalo com 3 x 2 de frente e chegou aos 4 gols com um show pessoal de Nilson Sergipano. Mas Isaías e Jabá arrancaram um empataço e levaram a taça para SP. Repórter da TV Cabo Branco, Morib Macedo teve sua matéria apresentada por Maurício Torres no "Globo Esporte".



Para encerrar, voltemos a 7 de abril de 2010. Na última rodada do Paulistão, o Ituano era obrigado a vencer para não ser rebaixado. Porém, a Portuguesa abriu frente no Canindé com Paulo Sérgio e Luiz Carlos. Aquele era o último jogo da carreira de Juninho Paulista, revelado no Galo e agora seu dirigente. Sairia o pentacampeão mundial pela porta dos fundos? Que nada. A virada começou com ele, continuou com Lincoln e terminou com o também pentacampeão mundial Roque Júnior. Foi impossível para Juninho conter as lágrimas após 90 minutos que iniciaram no inferno e acabaram no céu. Com trechos da narração de Odinei Ribeiro, o "Globo Esporte" exibiu um VT muito legal de Tiago Leifert e Abel Neto sobre esta epopeia.

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.