ATENÇÃO: página melhor visualizada em Internet Explorer 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

PAPO DE MÍDIA: RETROSPECTIVA 2008

Rádio e TV pelo Brasil (parte 1)

Rádio e TV de Minas Gerais

No rádio, um incidente movimentou a Itatiaia em julho. Itair Machado, presidente do Ipatinga, acusou Roberto Abras, histórico setorista do Atlético, de só falar bem do alvinegro por dele receber dinheiro. Os colegas de emissora saíram em sua defesa com unhas e dentes. Com o mesmo ardor, também em julho, o plantão Marco Antônio Bruck segurou sozinho a bronca por mais de 10 minutos, devido a uma queda no som direto do Mineirão, onde o Galo enfrentava o Vitória. A boa nova foi em março, quando iniciou o "Bola na Área", programa semanal exibido na TV Alterosa que mescla profissionais dos dois veículos.

Willy Gonser teve uma emoção bacana em fevereiro: Galo x Democrata de Governador Valadares foi o primeiro jogo em que trabalhou ao lado do filho Guilherme. Depois, em duas vezes faltou voz. Na primeira, em maio, Willy não narrou a final estadual Galo x Cruzeiro, sendo substituído por Mário Henrique. E na segunda, em julho, ele transmitiu Atlético x Coritiba completamente afônico, mesmo com outros narradores disponíveis para escala. Já o titular cruzeirense Alberto Rodrigues foi reeleito vereador de Belo Horizonte. Também concorreu e foi eleito o repórter João Vitor Xavier.

Nas outras emissoras, destaques no primeiro semestre: em janeiro, a Inconfidência lançava Marina Torres como a primeira mulher comentarista do rádio mineiro; e em março, Fábio Pinel saía da Globo.

Já na TV, uma briga lamentável marcou o pós-final de Campeonato Mineiro. Depois de um bate-papo virtual sobre Atlético x Cruzeiro, os representantes dos dois times no "Alterosa Esporte", Serginho e Bolivar, trocaram agressões e foram demitidos pela emissora, que retirou os símbolos dos times do programa, deixando um ar de debate tradicional. Como o formato não deu certo, semanas depois, a "Bancada Democrática" voltou, com Bauxita e Dudu nos lugares dos brigões. Um deles, Serginho, transferiu-se para o "Minas Esporte", da Band.

Na Globo, as únicas mudanças aconteceram em março, com a saída de Sônia Mineiro, que assumiu a TV Galo (webcanal oficial do Atlético), e volta de Rogério Ferreira, que estava no jornalismo geral. Em agosto, as mudanças foram no Vale do Aço. Globo e Record trocaram de emissoras, com a TV dos Vales tornando-se global e a TV Leste virando recordiano. São Paulo x Vasco foi a primeira partida mostrada na nova afiliada da Globo, para a qual migrou o repórter Jaime Júnior, que passou a narrar as partidas do Ipatinga pelo Premiere Futebol Clube.

***

Rádio e TV do Paraná

Com a ampliação na cobertura nacional devido à exibição do Paranaense pelo PFC, a RPC aumentou sua equipe. Chegaram os narradores Luiz Augusto Xavier (da Rádio CBN) e Felipe Lestar (da RIC TV), e o novo comentarista titular, Raul Plassmann. Foi uma exibição aquém do desejado, já que a finalíssima não pôde ser mostrada pois nela estava o Atlético, que não liberou a transmissão de seus jogos. Restou à afiliada da Globo exibir a decisão do Campeonato Carioca. Para 2009, não há risco parecido pois, no contrato acertado em dezembro, o Furacão também autorizou a transmissão.

Quem voltou a ter esporte foi a CNT, que estreou em março o "Balanço Esportivo", feito com a equipe da Rádio Banda B. Em julho, quem estreou foi Jorge Kajuru na Rede Massa, afiliada do SBT de propriedade de seu amigo Ratinho. Ele ganhou o comentário diário "Kajuru Sem Controle", na "Tribuna no Esporte".

No rádio, Oldemar Kramer foi o nome do ano, inicialmente pelo feito de completar em setembro 50 anos de carreira, em ativa pela Difusora, mas depois com seu triste falecimento ocorrido na véspera de Natal, muito deprimido pelo fim do esporte na Clube Paranaense. A Difusora teve alguns movimentos em 2008, o mais importante deles a saída do narrador Jacir de Oliveira rumo à Guaíba de Porto Alegre, em agosto. Outro destaque foi para a Rádio Mais, que lançou sua equipe em março e a terminou em maio, pois os profissionais saíram após a prisão do dono da emissora, o ex-deputado Ricardo Chab.

Todas as emissoras tiveram uma complicação em abril, quando o Atlético inventou de cobrar direitos de transmissão delas para seus jogos, fato que gerou liminares e controvérsias mil. No fim das contas, a cobrança ficou só na vontade. Em julho, novidade bem-vinda: as rádios obtinham liberação da "Voz do Brasil" às 19h, o que facilitava para transmissões de jogos nesta faixa. Por fim, Londrina importou um profissional conhecido de São Paulo: o repórter Valmir Jorge chegou à Paiquerê em maio.

***

Rádio e TV de Pernambuco

Pernambuco esteve no olho do furacão no meio do ano em duas ocasiões: a desordem nos Aflitos com a detenção de André Luís em Náutico x Botafogo e a final da Copa do Brasil entre Sport e Corinthians. Os cronistas locais criticaram fortemente jornalistas do eixo RJ/SP ou que culpavam a Polícia de Pernambuco pelo acontecimento nos Aflitos ou que não davam crédito algum ao Leão na decisão nacional.

Dito isto, a TV teve uma troca expressiva logo em janeiro: Léo Medrado saiu da Globo Nordeste. As mudanças mais imediatas disso: Rembrandt Jr. e Georgia Kyrillos assumiram a apresentação do "Lance Final", aos domingos, e na reportagem chegavam Tiago Medeiros e Rodrigo Raposo, este saído da Rádio Transamérica. Léo estreou na Tribuna, afiliada da Record, em maio, com o programa "Tá na Rede". Enquanto isso, na Globo, Rembrandt deu uma esticada a um Estado vizinho, para narrar a decisão da Copa TV Sergipe de Futsal. No fim do ano, Rodrigo estreou como narrador em jogos do PFC. Ainda na TV pernambucana, destaque para a Universitária, que fechou acordo em julho para mostrar partidas do Santa Cruz na Série C do Campeonato Brasileiro.

No rádio, em maio, faleceu José Santana, grande ex-comentarista da Jornal. Esta emissora, aliás, completou 60 anos em julho, com o "Escrete do Rádio" tendo participação fundamental em sua história. Também no mês em questão, um de seus narradores, Natan Oliveira, sofreu um forte acidente de carro, felizmente sem maiores danos para ele. Já a Transamérica acertou duas novidades. Uma já foi em julho: Zé do Carmo voltando a comentar, em substituição a Álvaro Filho. E em novembro, era anunciado para 2009 Wilson Souza de Mendonça, que comentará arbitragem assim que encerrar a carreira.

***

Rádio e na TV de Santa Catarina

Não foi um ano propriamente tranquilo, muito ao contrário. No início do Campeonato Catarinense, explodiu a polêmica da cobrança de direitos de transmissão das rádios. As emissoras mobilizaram-se contra a idéia e acabaram vencendo a parada. A partir do meio do ano, com mais força a partir de outubro, a RBS TV mexia seus pauzinhos para retomar a exibição do Catarinão em 2009. Conquistado isso por parte dos clubes e da Federação, a volta era anunciada com pompa e circunstância na programação. Só que a RIC, tendo o contrato da então Record SC, exigia o cumprimento dele, que previa a transmissão até a edição justamente de 2009. Até o final do ano, a rixa entre os canais prosseguiu sem que uma definição houvesse.

Ainda na TV catarinense, o bloco local do "Globo Esporte" teve uma cara nova: Roberta Garcia, conhecida apresentadora de programas radicais que ficou por anos na ESPN Brasil, cobriu toda a licença-maternidade de Suyanne Quevedo, que reassumiu o programa em outubro. Também no fim do ano, o SBT exibiu a Copa Santa Catarina, tendo em si um pênalti aplicado por Sílvio Santos: a final estava marcada para 18h15 em um dia de semana, só que no dia do jogo, a rede havia mudado pela enésima vez a programação. Resultado: transmissão aberta às 18h30, com 7 minutos de futebol.

Outros destaques

Rádio da Capital - Em maio, a Guarujá juntou-se à Rede Eldorado, veiculando as transmissões da Eldorado/ESPN sem deixar de fazer as suas próprias.

Rádio do Interior - Criciúma ouviu em julho o surgimento da equipe esportiva da Transamérica, capitaneada por dois grandes nomes: Mário Lima e Milioli Neto.

MAIS "RETROSPECTIVA 2008" CLICANDO AQUI

 

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição: Edu Cesar - E-mail: papodebola@gmail.com