Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar traz o que é notícia envolvendo a imprensa esportiva, neste que é um espaço pioneiro sobre o assunto. Mudanças de emissoras, direitos de transmissão de campeonatos, grandes reportagens, bolas fora e muito mais.
 
LEIA AQUI as colunas anteriores
 

Terça, 15 de junho de 2021
Mudarei o nome deste site para "Não é Novidade Para Ninguém"

Se eu não der um jeito em mim mesmo, assim terei que fazer nos próximos dias - e peço sua licença para, antes dos assuntos do dia que você já sabe muito bem quais são por ter visto na televisão, escutado no rádio ou lido em tudo quanto é site, blog e rede social, dizer algumas das coisas que tenho trancadas na goela há muito tempo.

Por muitos anos de atualização deste PB, por sempre atualizá-lo de madrugada, muita gente brincava que eu "não dormia". Mas já há muito tempo isso acabou, são raras as madrugadas nas quais fico acordado. Geralmente, tenho dormido no fim de noite e acordado ou no finalzinho da madrugada ou mesmo no começo da manhã - e aí entra o maior pecado meu mesmo, unicamente meu: não deixo nada pronto das pautas das duas colunas diárias já no fim da noite porque sempre preferi fazer tudo na madrugada por nela o noticiário estar "parado" e eu conseguir separar tudo, editar tudo e escrever tudo de uma forma que pudesse valer por um dia inteiro pois não tenho condição de ficar 24 horas na internet atualizando tudo de tudo "em tempo real" igual a um grande portal com diversas pessoas.

Mas ainda assim, melhor do que isso eu poderia fazer, é um mea culpa que faço. Dormindo de madrugada sem ter nada pronto na noite anterior, chega o começo da manhã e me vejo tendo que fazer tudo "no corridão" para que a atualização não seja tão tardia - mas acaba sendo, porque só para juntar os assuntos ao visitar mais de 30 sites diariamente eu levo mais ou menos uma hora e pouco, e com isso de "Datas em 0 ou 5" que tenho adicione mais um tempo de pesquisas que faço, o mesmo para alguns dos temas das duas colunas diárias. Num caso como o de ontem, por exemplo, mais prejudicial ainda isso é não só para mim, mas também para vocês leitores porque acumula dois dias numa só tacada, já que depois da manhã de sábado só volto a ler os mais de 30 sites na noite de domingo.

No sábado, eu já havia publicado a edição conjunta de sábado + domingo da "24 Horas" muito tardiamente, depois das 14h - isto é: publicaria. Só que eu assistia Dinamarca x Finlândia enquanto a editava e aí deu a tensão desesperadora do Eriksen, fiquei a vê-la atentamente e fiquei tão tenso pelo receio de 17 anos depois voltar a ver um jogador morrer em campo que me perdi completamente e só subi a coluna depois das 16h a ponto de não só incluir esse acontecimento, mas dele ser a chamada central da coluna na capa do site (e cada coluna que escrevo levo em média duas horas e pouco só escrevendo, tantas que são as laudas ao tentar deixá-las mais abrangentes possíveis sempre dentro daquilo que acompanho e que acho importante nelas incluir, afinal de contas, ainda é um site de cunho pessoal, como sempre foi). O "Papo de Mídia" demorou mais tempo, só fui conseguir publicá-lo ali pelas 22h ou 23h.

Quando chegou o domingo, acordei bem cedo, às 9 da manhã, e até por ser domingo acabei passando o dia todo na internet acompanhando os eventos esportivos do dia, comentando no Twitter como gosto de fazer sempre - e já quero entrar no assunto Twitter em seguida, ele tá no contexto. Bom, quando chegou 11 da noite, jantei tardiamente. Apenas ali eu começaria a editar o PB de segunda-feira, que por abranger sábado e domingo (não atualizo o site aos domingos porque sempre foi um dia de nula procura comparado aos outros seis e também pra me dar uma pequena folga dele) "acumula dois dias em um só". Acontece que tenho um crônico problema de sentir soneira depois que faço refeições reforçadas de sal. Deitei um pouco, querendo só descansar uma horinha e pouco. Acordei 6 da manhã.

Com isso, como "condensar um fim-de-semana" em apenas quatro ou no máximo cinco horas para publicar tudo de manhã ainda, como há anos tento voltar a fazer para sempre falhar miseravelmente? Impossível ficou. No caso de ontem, às duas colunas diárias adicionei a edição de um "Raridade Rara" (seção que, justamente pela falta de tempo e por querer fazê-la sempre a mais caprichada possível e não "nas coxas", como infelizmente sei que sai volta e meia) sobre os 50 anos do "Sala de Redação", da Rádio Gaúcha. Levei uma hora e pouco a fazê-la entre pesquisa de áudios e vídeos, escrita e publicação - repriso: eu não tenho o hábito de deixar coisas prontas tão previamente, prefiro sempre fazer "na hora" pois vai que deixo algo pronto previamente e perco algo no caminho até a publicação.

Quando consegui publicar a "24 Horas" desta segunda, já passava das 2 e meia da tarde. Procurei fazer a coluna mais abrangente possível de assuntos, claro, destacando as rodadas do Campeonato Brasileiro, da Copa América, da Eurocopa, de Roland Garros, os temas do "Sintonia PB", as "Datas em 0 ou 5", três "Clipe do Dia", no caso dos destaques às competições esportivas tentando sempre colocar algumas referências diferenciadas ou curiosas sobre elas na impossibilidade de melhor análise técnico-tática por completamente burro que sou para comentar um jogo com efetiva propriedade. Para fazer o "Papo de Mídia", levaria mais três horas e pouco. Só que eu publicaria ali pelas 6 da tarde, quando muita coisa já estaria superada por durante a manhã e a tarde surgirem outros assuntos ou atualizações que me fariam ter que re-editar boa parte do que teria por fazer, levando mais e mais tempo ainda.

Explico isso tudo por um único e simples motivo, nada além disso: contextualização sobre tanto atrasos nas publicações de colunas quanto mesmo falta das mesmas. Nestes 18 anos não tenho e nunca tive ajuda de outras pessoas em tudo de tudo, até hoje sou eu que toco sozinho a edição completa deste PB, selecionando assuntos para destacar aqui, editando páginas, escrevendo colunas... Não que eu não tenha pensado em ter ajuda em algum momento, mas repriso algo já citado parágrafos antes: ainda é um site de cunho pessoal, coloco coisas que eu ache ser interessantes de destaque, grande parte delas do meu próprio interesse. E por melhor, mais qualificada e mais sensacional que fosse outra pessoa, talvez ela não fizesse isso ou aquilo do mesmo jeito que eu até em pequenas bobagens irrelevantes, como chamar um time desse jeito ou daquele, colocar uma linha ou um parágrafo a mais, enfim.

Tenho plena ciência de que isso também prejudica exponencialmente a repercussão - a ponto dela ser praticamente inexistente - deste site naquele que tenho como grande termômetro para tanto, que é o Twitter, rede social que mais acompanho porque com o Facebook admito ter perdido a paciência por motivos diversos (só não saindo dele pois só nele tenho contato direto com várias pessoas que considero importantes e que não me seguem no microblog por nele a maioria dos posts ser sobre futebol, e sem o Face não teria o mesmo contato direto) e porque até estou no Instagram, mas é muito "ilha da fantasia" e mais vejo do que posto, praticamente não tenho nada postado lá - e sei que precisaria ter, mas é um ambiente muito voltado para fotos do gênero "a vida é linda e perfeita". Enfim...

Desde sempre publico chamadas do PB no Twitter sempre que acabo de publicar suas atualizações, mas talvez o jeito como eu o faça colabore diretamente para sua repercussão nula por lá, diferentemente do que vejo com outros sites até parecidos (especialmente que bebam na fonte da coluna "Papo de Mídia", que é sim uma pioneira na internet pois antes dela ninguém abordava na internet a imprensa esportiva do que jeito que faço há 18 anos). Pode ser porque eu faça "colunões" reunindo variados assuntos, o que faço porque, se fico dedicado em média oito horas por dia na produção delas, gostaria que o máximo possível deles fosse lido. Além disso, a maioria deles não acho que renda "matérias inteiras", em duas linhas ou três condenso o principal de cada um e pronto. Deve ter a ver com isso, mas é que prefiro condensar muitos assuntos num espação grandão do que "30" links com duas ou três linhas míseras.

Mas enfim: por mais que eu viva fazendo brincadeiras "depreciativas" a meu próprio respeito - que sei que passam da conta, já tive a atenção chamada por vários amigos virtuais quanto a isso, mas que acabo fazendo por receio de, ao querer valorizar o que faço e enaltecer uma dedicação e um empenho na produção do site, não saber onde está a linha tênue que separa valorização e enaltecimento da soberba, da empáfia e da arrogância, o que muito mal me deixaria antes de qualquer coisa -, ainda assim acho que o que faço tem valor, tem qualidade, não é algo ruim. Se eu fosse ruim, se eu não tivesse alguma virtude, nem duraria 18 anos no ar e nem teria várias pessoas na leitura em boa parte ou mesmo quase todos eles. Nada disso, no entanto, me serve de conforto quando percebo que números não batem e a incoerência paira no ar, aí eu me detendo mais especificamente no incômodo que sinto com o Twitter.

O microblog aponta que tenho neste momento 28 mil e 900 seguidores - já foi maior o número, mas muita gente torrou o saco das minhas groselhas vencidas e parou de me acompanhar por lá (inclusive gente importante e que muito curto e há tempos acompanho da imprensa esportiva de televisão, rádio, jornal e internet, no que condenados de forma alguma serão da minha parte em absoluto e jamais, nem por isso eu deixando de ficar chateado porque, se pararam de me acompanhar, algo de errado fiz que lhes desagradou a ponto de não mais quererem acompanhar o que escrevo).

Mas voltando: apontados são 28 mil e 900 seguidores. É um número evidentemente inverídico. Se verdadeiro fosse, não haveria uma repercussão tão baixa, por exemplo, das colunas que publico neste PB, seja das chamadas que faço assim que as jogo no ar, seja por alguma citação espontânea do tipo "li, gostei e vou repercutir por lá". Um pensamento que tenho sobre o Twitter é simples e direto: tuíte bom é tuíte retuitado. Sim, nem sempre a lógica é essa porque tem gente que cobre editorias variadas e muitas vezes retuita algo não por endosso ou concordância e sim para exposição de um pensamento ou manifesto, por mais absurdo ou mesmo cruel que seja, dentro do tema que cobre. Mas enfim: para um número de 28 mil e 900, ter quando muito uma dezena de curtidas nas chamadas evidencia erros meus.

Aí entra o título desta edição de hoje, que penso se não devo adotar como novo nome deste site: "Não é Novidade Para Ninguém". Pare, pense e conclua: o que é que tem de diferente aqui em relação ao que há em outras páginas? Praticamente nada. Um dia já tive algumas informações que lancei em primeira mão, tive sim e alegre e orgulhoso por elas fico por terem sido belos gols. Mas sem isso, sobra o quê? Pegue, por exemplo, a "24 Horas" desta segunda. Veja bem ela de ponta a ponta. O que é que há de diferente em relação a outros lugares, de acréscimo especificamente meu? Não há nada. Tudo que nela está é encontrado em outros sites, bastando procurar. O próprio "Papo de Mídia", não há mais nada "meu" nele, tudo que publico as pessoas acharão em outras tantas páginas de portais.

E por qual motivo sigo fazendo isso tudo, se não é novidade para ninguém o que publico? Talvez teimosia, talvez porque eu não saiba fazer outra coisa tão bem quanto faço isso aqui (e nem isso devo fazer bem, só ver que as pessoas não repercutem, as pessoas não comentam, as pessoas não destacam o que trago aqui, nem sequer xingamentos e ofensas pesadas recebo por causa do que publico), talvez uma tentativa de "reafirmação", de que "sou capaz" nem sei direito do quê... Não sei nem como cheguei aqui, só sei que ninguém mais está lendo pois cansou e caiu fora. Mas eu precisava botar pra fora, tem anos e anos que seguro isso. E se alguém souber dar uma dica de caminho a seguir, procedimento a fazer, sugira, indique, reivindique. Se o que faço do meu jeito não agrada às pessoas, que as pessoas digam como querem ser agradadas. Quem sabe aí o que eu faço ganhe efetiva repercussão.

Vamos à coluna do dia em si, se é que sobrou alguém na leitura. Afinal, nada a seguir é novidade para ninguém.

Destaques da Copa América

Afogando em números do SBT I A assessoria de imprensa da emissora divulgou ter liderado em cinco capitais com Brasil x Venezuela no domingo entre 18h e 19h55, período total da partida em si: Recife com 18,6 pontos contra 17,5 da Globo e 5,6 da Record (Clube); Fortaleza com 17 (Jangadeiro) contra 11,7 da Globo (Verdes Mares) e 7,8 da Record (Cidade); Manaus com 16 (O Norte) contra 12,6 da Globo (Amazônica) e 3,6 da Record; Brasília com 15,6 (melhor audiência aos domingos no horário desde os 16,2 de 3 de julho de 2016) contra 12,3 da Globo e 4,2 da Record; e Goiânia com 13,2 (Serra Dourada) contra 13 da Globo (Anhanguera) e 7,4 da Record.

Afogando em números do SBT II Outras praças renderam 2º lugar: São Paulo com 14 pontos e 22% (melhor audiência aos domingos no horário desde os 14,3 de 14 de setembro de 2008 e 12,7 contando o pré e o rápido pós das 17h35 às 20h), contra 16,8 da Globo e 7,6 da Record; Curitiba com 13,7 (Rede Massa) contra 15,8 da Globo (RPC) e 9,1 da Record (RIC); Porto Alegre com 12,7 e 19% (melhor audiência aos domingos no horário desde os 14 de 2 de novembro de 2008) contra 19,9 da Globo (RBS) e 5,7 da Record; Rio de Janeiro com 12 e 19% (melhor audiência aos domingos no horário desde os 12,2 de 19 de março de 2017) contra 19,1 da Globo e 7 da Record; Salvador com 11,8 (Aratu) contra 12,8 da Globo (Rede Bahia) e 10,2 da Record; Belo Horizonte com 11 (Alterosa) contra 18,2 da Globo e 10,4 da Record; e Florianópolis com 10,8 (SCC) contra 17,9 da Globo (NSC) e 5,4 da Record (ND).

A volta do Amarelinho Diferentemente do ocorrido em torneios FIFA, não houve veto à exibição do mais simpático mascote da televisão esportiva durante a bola rolando, o que permitiu sua reaparição após mais de duas décadas com as mesmas reações clássicas da década de 1990, como alegria, choro, irritação... Golaço do SBT.

Abertura da transmissão no modelo antigo Mais um gol do SBT: começá-la com uma abertura nos moldes abandonados por tudo quanto é emissora nos últimos vinte anos, com letreiros identificando o jogo que passará, o local de realização e, principalmente, a equipe de microfone. Ali estavam creditados Téo José como narrador, Mauro Beting e Edmilson como comentaristas, Nadine Basttos como analista de arbitragem e André Galvão como repórter. Sinto falta disso, ninguém mais faz isso nas transmissões esportivas, eu achava um barato e nunca entendi o abandono geral de tal expediente, que por último foi feito pelos próprios SBT e ESPN Brasil no Paulistão de 2003 - sendo que a ESPN Brasil ainda repetia a mesma abertura identificada na volta para o segundo tempo.

Gol histórico para o SBT O do Marquinhos, que abriu os 3 x 0 sobre a Venezuela, foi o primeiro da Seleção Brasileira principal a ser mostrado pela emissora desde o do Ronaldo no 1 x 1 com a Holanda na semifinal da Copa do Mundo de 1998. "Você é louco, você não sabe nada, ninguém te repercute no Twitter porque você mente, porque você é um tonto! Copa Ouro de 2003, porra! Eu vi, eu não esqueci nunca!!!" É que ali o Brasil era sub-23, não o principal.

Glauco Pasa na Copa América Do Coletiva: o repórter do SBT de Porto Alegre está cobrindo cinco partidas do torneio entre Brasília e Goiânia. Nada mais justo e correto recorrerem à larga experiência de quem foi por duas décadas o principal repórter esportivo da Rede Globo no Rio Grande do Sul quando atuante na RBS TV.

Briga SBT x Globo Sexta-feira, na ironia máxima, o perfil do SBT Sports no Twitter "agradeceu à iniciativa da Globo, ao que tudo indica, de enviar à imprensa especializada em TV um histórico de melhores e piores resultados de audiência da Copa América", afirmando esperar "que o objetivo da divulgação seja só uma forma de valorizar o torneio e não de incentivar notícias negativas sobre esta edição". Já no domingo à noite, o perfil do GloboEsporte postou: "Andei lendo os comentários e acho que vocês sabem que não temos os direitos de transmissão da Copa América." (emoji de risadas) "Mas a cobertura do @geglobo continua: temos as últimas notícias das seleções, a tabela atualizada, e você acompanha os jogos em tempo real!" Oficial: televisivamente falando, voltamos às décadas de 1980 e 1990.

Seleção na Copa América causando mais mudanças no Brasileirão Diversas foram feitas pela CBF para as próximas rodadas, afetando também a televisão. No caso da Globo, as partidas da quarta-feira da semana que vem foram transferidas para a quinta devido a Brasil x Colômbia, sendo elas Cruzeiro x Vasco (Série B), Bahia x Athletico Paranaense e Grêmio x Santos, que substitui São Paulo x Cuiabá como jogo SP. Já a noite do domingo (dia 24) será lotadíssima tanto devido a estas pelejas mudadas para quinta-feira quanto por causa de Brasil x Equador às 18h. Saca só: às 20h, Palmeiras x Bahia, Grêmio x Fortaleza e Athletico Paranaense x Chapecoense; e às 20h30, Santos x Atlético Mineiro, Ceará x São Paulo, América x Internacional, Sport x Cuiabá, Vasco x Brusque e CSA x Cruzeiro.

Copa América causando uma disputa Nordeste x Europa "Esse Zé Chulé tá cada vez mais lelé da cuca, depois fica dizendo que ninguém repercute suas asneiras idiotas no Twitter... Claro, ninguém é bocó suficiente para cair nessa conversa fiada". Conversa fiada nenhuma, apenas realidade pura: a TNT evita ao máximo colocar suas partidas do Campeonato Brasileiro simultâneas às do SporTV dentro da competição no segmento TV por assinatura. Nesta quinta, Sport x Grêmio foi antecipado das 21h pras 19h devido a Brasil x Peru. 19h era o horário de Ceará x Bahia. Para reinar sozinha em termos de Série A brasileira entre os canais pagos "abertos" (leia-se: sem botar o pay-per-view na história), antecipou o clássico nordestino para 16h, mesmo horário de Holanda x Áustria pela Eurocopa. Só isso.

Ineditismo na ESPN Brasil (acredito) Fiquei com a pergunta do seguidor twitteiro Edison Santiago na cabeça desde domingo: qual teria sido o último jogo da Seleção Brasileira que o canal da Disney transmitiu com exclusividade na TV por assinatura igual será nestes da Copa América. Se considerarmos apenas a principal - e automaticamente isto excluiria a já citada Copa Ouro de 2003 por ter sido ali a sub-23 -, provavelmente tenha sido a primeira vez nos 27 anos de existência dela desde que ainda TVA Esportes no nascedouro, pois não me recordo, sincera e honestamente de neste período alguma partida do Brasil em TV por assinatura ter deixado de passar no SporTV. Talvez até tenha havido, talvez até eu mesmo tenha registrado um dia neste PB, mas agora eu não lembro, palavra.

Internet problemática na ESPN/Fox Assim foi notado nas primeiras transmissões dela. Domingo, o sinal caiu durante Colômbia x Equador e Zé Elias precisou enrolar sozinho por alguns minutos. Já nesta segunda, a conexão do Paulo Andrade não colaborou com ele, deixando esquisito seu sempre vibrante grito de gol do tento do Messi para a Argentina no empate com o Chile. Claro, óbvio e evidente que a Disney tem procurado preservar ao máximo sua equipe, no que está certíssima enquanto tão dolorosos e intermináveis tempos pandêmicos como estes persistirem. Mas por ser a Copa América exclusiva dela e por praticamente tudo dela só ali passar devido ao SBT mostrar somente as partidas do Brasil e a finalíssima, ao menos o narrador poderia estar no estúdio, nem que fosse somente ele.

Por falar nisso, aliás... O UOL Esporte publicou uma reportagem bem boa do Brunno Carvalho sobre as narrações caseiras que os locutores da ESPN e do Fox Sports têm feito neste mais de ano e tanto, destacando arrumações que fizeram em suas residências para ajustar o local de trabalho, poréns diversos... O material pegou como base a narradora Luciana Mariano e os narradores Nivaldo Prieto, Rômulo Mendonça e Fernando Nardini.

É a Copa América não "America Cup", holy shit! Crítica muito pertinente do Leonardo Dahi, repórter da Rádio CBN: "É realmente difícil de entender por que o torneio de seleções de um continente onde um país fala português e os outros nove falam espanhol tem toda a sua comunicação nas transmissões de TV feita em inglês."

Copa América no rádio I As sete emissoras que pagaram US$ 20 mil pelo sublicenciamento dos direitos tiveram estes narradores no Brasil x Venezuela: Bandeirantes com Ulisses Costa, BandNews com Marcelo do Ó, Gaúcha com Marcelo de Bona, Itatiaia com Milton Naves, Jornal com Alexandre Costa, Jovem Pan com Nilson Cesar e Transamérica com Éder Luiz. De todas, apenas duas não tiveram os locutores titulares: Gaúcha, da qual Pedro Ernesto Denardin fez Bahia x Internacional no próprio domingo; e Jornal, da qual Aroldo Costa fez Guarani x Náutico na sexta.

Copa América no rádio II Louco demais isso, mas verídico: do Rio de Janeiro, que tanto jogos receberá no Nilton Santos quanto a finalíssima receberá no Maracanã, nenhuma rádio comprou os direitos da competição. Nem Tupi, nem Globo/CBN, nem Nacional, nem Roquette Pinto... Há apenas três alternativas no caso das partidas do Brasil, todas em rede com São Paulo: Bandeirantes (cuja filial AM, tirando o "Jornal Primeira Hora", é uma pura, mera e simples terceirizadora de horários em tudo quanto é horário de todos os dias da semana), BandNews FM e Jovem Pan (que veicula os jogos da Seleção também na rede musical FM, não somente na rede News AM).

Copa América no rádio III Nesta segunda, Argentina x Chile teve transmissão no dial AM/FM apenas e tão somente por Bandeirantes e Jornal, compreensível devido à faixa das 18h, que em muitas das veiculadoras possui "carros-chefe" de grade: BandNews FM com "O É da Coisa", Gaúcha com "Hoje nos Esportes", Itatiaia com "A Turma do Bate-Bola" e Transamérica com "CNN Prime Time". A Jovem Pan até fez o jogo, mas somente pelo YouTube pois no dial manteve "Os Pingos nos Is" - também Paraguai x Bolívia foi apenas no YT, o dial manteve normal o semanal "Direto ao Ponto". No caso da Rede Bandeirantes de Rádio, há três filiais e afiliadas com grade local no fim de tarde: Porto Alegre não veiculou o jogo (nem veiculou Brasil x Venezuela por preferir o pós do Grêmio e o pré do Internacional), Goiânia esteve em rede e Campinas e Ribeirão Preto rodaram só o 2º tempo, após a "Bandeirantes Esportiva".

Copa América no rádio IV Observação do José Alberto Andrade, da Rádio Gaúcha: "Conmebol cada vez mais sensacional. Numa Copa América no Brasil, coloca um oficial de imprensa estrangeiro e que fala mal o português para a entrevista do técnico do Brasil". Bastou ouvir na hora da pergunta do Álvaro Damião: "Rádio Itataia". Sim, assim mesmo: "Itataia". Comeram o primeiro "i" do nome. A Confederação Sul-Americana já não tem sabido fazer as coletivas na Libertadores, não seria na Copa América que melhoraria - mas não precisava piorar também.

Outros destaques

Uma segunda de primeira para Renata Mendonça A comentarista do SporTV, já vista na TV Globo apenas no Rio de Janeiro por algumas semanas do ano passado ao fazer o esporte do "Bom Dia Rio", transmitiu um jogo na rede aberta pela vez primeira no amistoso feminino Brasil x Canadá, em trio estando com Galvão Bueno e Júnior. Cortado este laço de abertura, agora espero vê-la também jogos masculinos não demora muito pois merece.

Afogando em números Do TV Pop, audiências da Globo em São Paulo: na sexta, 11,7 pontos em Brasil x Rússia; no domingo, 8,7 em Inglaterra x Croácia e 17,1 em Atlético Mineiro x São Paulo; e na segunda, 12 em Brasil x Canadá.

Campeonato Brasileiro regionalizado Transmitido por RBS e RPC no domingo na base do "cada um na sua", Grêmio x Athletico Paranaense teve veiculada no portal GloboEsporte a narração gaúcha do Luciano Périco, acessível mesmo por quem recebia no televisor a paranaense do Linhares Júnior. Em casos assim (duas transmissões da mesma partida), acho que o GE deveria disponibilizar ambas para o internauta escolher uma ou outra.

Esporte da RBS TV de luto Por mais de duas décadas cinegrafista esportivo da afiliada da Globo, com trabalhos não apenas locais, mas também nacionais e internacionais de destaque, Ney Morrudo faleceu no domingo aos 55 anos em consequência do diabetes. O minuto de silêncio de Grêmio x Athletico, além das quase 490 mil vítimas da Covid-19, foi dedicado também para ele, homenageado no ar pelo narrador Luciano Périco.

Jorge Allan deixou a Rede Bahia Do Genildo Lawinsky: o comentarista saiu da afiliada da Globo após 23 anos, na qual era gerente de esportes, cargo agora assumido pelo ex-produtor Hildázio Júnior.

Quem vai transmitir o Campeonato Mineiro a partir de 2022? Do Thiago Nogueira em O Tempo: detentora até a edição deste ano, a Globo tem prioridade na renovação e deve dar resposta até o fim deste mês, mas não pretendendo manter os valores pagos até agora de R$ 14,3 milhões tanto para Atlético quanto para Cruzeiro, R$ 4 milhões para o América e R$ 1 milhão para cada interiorano. Há três veículos interessados, mas ainda sem fazer ofertas: TV Record Minas, TV NSports (que exibiu este ano os jogos sem Globo, SporTV e Premiere) e WarnerMedia. De Diego Garcia e Henrique André no UOL Esporte: a WarnerMedia pensa no torneio para o novo streaming HBO Max.

SBT na Olimpíada de Tóquio Do Flávio Ricco no "Canal 1": residente no Japão, a repórter Érika Okasaki fará um trabalho freelancer para a emissora durante os Jogos.

Fórmula Indy na TV Cultura As corridas do último fim-de-semana em Detroit tiveram Rodrigo Mattar participando de casa, com a dupla no estúdio sendo formada por Geferson Kern e pelo recém-chegado Bruno Vicaria, que estreou no domingo anterior como comentarista da também estreada Mercedes-Benz Challenge.

Edílson apagado de foto da torcida do Palmeiras Uma imagem gigante do time campeão paulista de 1993, colocada na arquibancada do Gol Sul do Allianz Parque para o dérbi de sábado contra o Corinthians, teve um símbolo da Mancha Alviverde colocado no lugar do rosto do ex-atacante e hoje comentarista da TV Bandeirantes, que depois até falou no Instagram em "história não se apaga" e tudo mais. A história realmente não se apaga, não é apagado o gol que ele fez nos 4 x 0 decisivos, não é apagado aquele gol extraordinário no clássico do Paulista de 1994... só que Edílson hoje é tão corintiano assumido que provoca, tripudia e tira sarro dos palmeirenses direto e reto. Diante disso, é perfeitamente compreensível que palmeirenses não gostem mais dele, da mesma forma que compreensível seria se ele tivesse sido campeão pelo Corinthians, se assumisse palmeirense e fizesse o mesmo com os alvinegros.

Roland Garros com duas transmissões diferentes na Band Diferentemente do que acontece na Fórmula 1 e esporadicamente em outros eventos, a excepcional final masculina felizmente mostrada em televisão aberta no domingo teve duas coberturas distintas: a do "Show do Esporte" na TV Bandeirantes contou com Álvaro José e Flávio Saretta, enquanto a do BandSports foi feita por Oliveira Andrade e Chiquinho Leite Moreira.

Tênis afetou a Copa do Brasil Sub-20 Novak Djokovic x Stefanos Tsitsipas acabou passando das 14h e mexeu com Coritiba x Botafogo. A Bandeirantes colocou o futebol a partir dos 23 minutos do 1º tempo, minuto seguinte ao gol coxa-branca. Já o SporTV 3 começou sua transmissão pelo portal GloboEsporte (um dos dois veiculadores na internet, o outro sendo o Eleven Sports, ex-MyCujoo) e botou ela na telinha em si apenas no intervalo.

Renata Silveira, simplesmente Renata Silveira A narradora do SporTV passou no sábado pela maior prova de fogo da sua carreira ao documentar toda a tensão e o desespero causados pela situação de morte súbita e ressuscitamento do Eriksen em Dinamarca x Finlândia. Foi nítido o estado de nervosismo dela com tudo aquilo, mas mesmo assim ela mostrou segurança de veterano para, ainda que abalada, segurar o tranco ao lado do Paulo Nunes no estúdio. Quando a partida foi retomada após uma hora e 45 minutos e Renata voltou a narrá-la, ela foi vista simultaneamente em gravação na TV Globo como convidada da Fernanda Gentil no "Se Joga", onde lembrou que tanto a própria ex-repórter esportiva quanto Vanessa Riche foram duas de suas grandes inspirações. Aos 5 minutos da 2ª etapa, Dinamarca x Finlândia passou para o SporTV 3 para que Bélgica x Rússia fosse feito completo no SporTV em si.

Paulo Vinícius Coelho cantor Aconteceu no Palmeiras x Corinthians de sábado, no Premiere, quando de uma longa demora em revisão no vídeo para anulação de um gol alviverde. O comentarista chegou a melodiar um verso de "Faroeste Caboclo", da Legião Urbana, mas foi exatamente aí que a arbitragem tomou sua decisão.

Por falar no Premiere... ele poderá ser assinado agora por usuários do Amazon Prime Video dentro da plataforma Prime Video Channels por R$ 79,90, mesmo valor cobrado pelos assinantes de operadoras de TV.

Automobilismo feminino no SporTV Com sua segunda edição iniciada no fim deste mês e composta apenas por mulheres guiando os monopostos, a W Series será transmitida aqui no Brasil pelo canal da Globo.

SporTV "já definiu" dias e horários da ida das oitavas da Copa do Brasil em julho Assim está na página dela no site do "Festival do Esporte", combo de eventos que o canal mostrará. Conforme o apontado ali, a divisão será assim: na terça 27, às 19h e às 21h30; na quarta 28, às 16h30, às 19h e às 21h30; e na quinta 29, às 18h30 e às 21h.

Afogando em números da TV paga Do Lance!: na quinta-feira passada, o SporTV liderou na TV por assinatura com Coritiba x Flamengo, dentre os canais esportivos obtendo 79% de participação.

Mariana Spinelli não está envolvida em caso de racismo É uma homônima dela, isso sim, que compõe um casal que cometeu um ato sempre repugnante como esse contra um moço, ato este gravado em vídeo e difundido nas redes sociais. Muitos descerebrados não sacaram que a Mariana Spinelli envolvida não era a apresentadora do "Sportscenter" na ESPN Brasil, que nem está no Rio de Janeiro do triste caso em questão pois permanece em São Paulo, fora que uma coisa nojenta e horrível dessas nem de longe faz parte do feitio dela, muito bem provida de valores que é. Infelizmente, a jornalista teve que fazer um esclarecimento por causa de gente que passou a atacá-la.

Disney à procura de mais uma narradora Do Flávio Ricco no "Canal 1": a ESPN procura mais uma narradora para sua equipe, hoje tendo somente Luciana Mariano após as saídas da Renata Silveira e da Natália Lara.

Paulo Soares reapareceu na sede da ESPN Depois de um ano e dois meses, o narrador e apresentador do "Sportscenter" - que tem estado fora do ar enquanto a pandemia permanece, não sei dizer por qual motivo - voltou ao prédio da emissora em São Paulo, prometendo retornar em breve às transmissões e aos programas.

Napoleão de Almeida homenageou Jacir de Oliveira O locutor da Rádio Transamérica de Curitiba permanece internado devido ao coronavírus e o narrador do DAZN "tomou emprestado" seu "olha o gol, olha o gol, olha o gol, tá lá, tá lá, tá lá!!!" no tento do Paraná no empate de domingo com o Figueirense. Força, Jacir!!!

A primeira divisão de prefixos envolvendo FM estendido Uma rádio dividir dois prefixos com jogos diferentes é a coisa mais normal do mundo aqui, ali e acolá. Mas isso acontecer sendo um dos prefixos do novo FM estendido acho que ainda não aconteceu antes do domingo, quando a Banda B se separou às 16h, logo após fazer com exclusividade no dial a ida decisiva so sub-20 Coritiba x Botafogo. Enquanto o tradicional AM 550 ficou só com Grêmio x Athletico, o novo FM 79,3 transmitiu Paraná x Figueirense, o que faz deste o primeiro jogo de futebol transmitido apenas, tão somente, única e exclusivamente por um prefixo de FM estendido do rádio brasileiro (até onde sei).

Narrador preso no elevador Aconteceu sábado na Arena Joinville com Flávio Júnior, da 89 FM. Por causa disso, o repórter Gabriel Fronzi teve que narrar Joinville x Aimoré até Flávio enfim chegar aos 17 minutos do 1º tempo.

Os 50 anos do "Sala de Redação" Seguem sendo alvo de muitas homenagens por ocasião da efeméride desta segunda-feira, dia no qual Pedro Ernesto Denardin, Adroaldo Guerra Filho, Maurício Saraiva, Diogo Olivier, Leonardo Oliveira, David Coimbra, Alex Bagé e Luciano Potter se reuniram na redação do jornal Zero Hora, ponto de origem do programa da Rádio Gaúcha, junto deles estando o ex-presidente da RBS, Nelson Sirotsky, e o atual executivo central do grupo, Cláudio Toigo. Na virada de domingo para segunda, foi transmitido o primeiro de quatro especiais publicados inicialmente em podcast, que por uma hora reuniu Ruy Carlos Ostermann e Lauro Quadros. Já no sábado, a RBS TV mostrou a 1ª de duas partes de um documentário, com muitas e preciosas imagens de arquivo e depoimentos de ex-integrantes como Luiz Carlos Silveira Martins e Kenny Braga, além de ouvintes da atração.

O retorno de José Silvério ao rádio A estreia dele na Capital, no Palmeiras x Corinthians de sábado, foi marcada não apenas por um gol de cada time, mas também pela mostra de que, um ano e três meses depois, o "Pai do Gol" continua muito bem e não perdeu o pique. Uma belíssima reportagem sobre seu retorno aos microfones foi feita pelo Alex Sabino na Folha de S.Paulo, enquanto há duas curiosidades: não houve participação de comentaristas na bola rolando, Silvério interagiu apenas com os repórteres Fábio Lázaro e Thiago Fernandes (ainda bem, porque os comentaristas da Capital são Vanderlei Luxemburgo e Andrés Sanchez); e apenas, tão somente, única e exclusivamente no AM 1040 a narração dele ganhou "eco" através do "reverb", conforme registrado a partir do seu rádio portátil pelo Rodney Brocanelli no Radioamantes - o "reverb" da Capital não existe nem no FM 77,5, nem no áudio do site e nem no YouTube.

O "terror dos adversários paulistas" segue à toda (rs) Tenho feito esta brincadeira descontraída com Isabelly Morais pois, desde que ela começou a reportar jogos na Rádio Bandeirantes sempre fazendo os adversários dos quatro grandes de SP, quase sempre o clube que ela cobre vence a partida - e isto é fato comprovado com números. Domingo foi mais um desses dias: ela reportou o Atlético contra o São Paulo. Placar final: 1 x 0 pros mineiros.

Fábio Piperno na Rádio Jovem Pan Aconteceu nesta segunda, quando o comentarista do BandSports participou como entrevistador convidado do semanal noturno "Direto ao Ponto", que teve Vampeta como entrevistado. Primeira vez, nesses anos todos que o acompanho, que vi o Piperno em algo fora da Rede Bandeirantes. "Tá biruta das ideias mesmo, zé mané! Ele comentou a Champions League no Sports+, que não era da Band e sim da Sky! Tonto!" Tonto nada, mas a Sky não é concorrente da Bandeirantes igual a Pan é, estamos falando de um "Montéquios vs. Capuletos" do rádio esportivo de São Paulo - ou ainda hoje não bate um tantinho de estranhamento ao ouvir Milton Neves na Rádio Bandeirantes e escutar Mauro Beting na Jovem Pan? A isso que me refiro, me fiz bem entender?

Prêmio Comunique-se 2021 I Anunciados os 10 nomes mais votados de diversas categorias, dentre os quais os cadastrados devem escolher um em cada uma até 23h59 de 4 de julho, com os três mais votados passando de fase. Três categorias são específicas de esportes: em Mídia Falada, concorrem André Hernan, Paulo Vinícius Coelho, Thiago Oliveira (todos Globo/SporTV), Bruno Formiga, Vitor Sérgio Rodrigues (ambos TNT), Marília Ruiz (TV Bandeirantes, BandSports e Rádio Capital), Mauro Beting (SBT, TNT e Rádio Jovem Pan), Mauro Cezar Pereira (UOL e YouTube), Milton Neves (Rede Bandeirantes) e Rafael Oliveira (TV Bandeirantes e DAZN); em Mídia Escrita, temos André Kfouri, Carlos Eduardo Mansur (ambos O Globo), Antero Greco, Juca Kfouri, Julianne Cerasoli, Marília Ruiz, Mauro Cezar Pereira, Rodrigo Mattos (todos UOL), Paulo Vinícius Coelho (GE) e Vitor Sérgio (TNT Sports).

Prêmio Comunique-se 2021 II Já em Locutor Esportivo, indicados estão: André Henning, Luís Felipe Freitas (ambos TNT), Cléber Machado, Everaldo Marques, Gustavo Villani, Luís Roberto (todos Globo/SporTV), João Guilherme, Paulo Andrade (ambos ESPN/Fox), Téo José (SBT) e Ulisses Costa (Rádio e TV Bandeirantes). Mais esportivos em outras categorias: em Jornalista de Propaganda & Marketing, Erich Beting (Máquina do Esporte); em Jornalista Empreendedor, Erich (Máquina), Andrei Kampff (Lei em Campo) e João Pedro Paes Leme (Play9); em Influenciador Digital, Bruno Formiga e Casimiro Miguel; em Jornalista Podcaster, Rodrigo Alves (Vida de Jornalista); em Repórter em Mídia Falada, André Hernan (Globo/SporTV) e Rodrigo Viga (Jovem Pan); e em Repórter Internacional, Eduardo Barão, Felipe Kieling, Mariana Becker (todos TV Bandeirantes), Jamil Chade (BandSports) e Natalie Gedra (ESPN/Fox).

Vem aí o livro do Filipe Duarte O repórter do jornal Zero Hora escreveu "Escola Gaúcha de Futebol - A Árvore Genealógica dos Treinadores do Rio Grande do Sul". São 11 capítulos que vão de Otto Pedro Bumbel até Tite, passando por Ênio Andrade e Renato Portaluppi. Prefácios de Sérgio Xavier e Roger Machado. Integrante da "Coleção Campo de Jogo", a obra já tem pré-venda no site da Editora Ludopédio e enviada começará a ser a partir de 10 de agosto. No próximo sábado, às 14h30, Filipe fará uma palestra virtual sobre o livro.

TRANSMISSÕES ESPORTIVAS NA TV E NA WEB
Obs.: horários de Brasília.

Terça, 15/06/2021
06:00 - Tênis, ATPs de Halle e de Londres: várias partidas - ESPN
11:30 - Vôlei, Liga Masculina das Nações: Itália x EUA - SPORTV 2
13:00 - Futebol, Eurocopa: Hungria x Portugal - SPORTV
14:30 - Vôlei, Liga Masculina das Nações: Brasil x Eslovênia - SPORTV 2
16:00 - Futebol, Eurocopa: França x Alemanha - SPORTV
17:00 - Vôlei, Liga Masculina das Nações: Holanda x França - SPORTV 2
19:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: CSA x Guarani - SPORTV e PREMIERE
19:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Náutico x Vila Nova - PREMIERE
20:00 - Beisebol, MLB: Chicago Cubs x New York Mets - FOX SPORTS
21:00 - Hóquei no Gelo, NHL: New York Islanders x Tampa Bay Lightning - ESPN
21:30 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Goiás x CRB - SPORTV e PREMIERE
21:30 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Confiança x Brasil - PREMIERE
21:30 - Basquete, NBA: Milwaukee Bucks x Brooklyn Nets - SPORTV 2
22:00 - Basquete, WNBA: Chicago Sky x Minnesota Lynx - ESPN 2
23:00 - Beisebol, MLB: Philadelphia Phillies x Los Angeles Dodgers - FOX SPORTS
*************************************************
EVENTOS SOMENTE PELA INTERNET
06:00 - Tênis, WTA de Berlim: várias partidas - ESPN PLAY
07:30 - Tênis, WTA de Birmingham: várias partidas - ESPN PLAY
18:00 - Futsal, LNF: ACBF x Juventude - TV NSPORTS
21:00 - Beisebol, Liga Mexicana: Toros x Rieleros e Leones x Guerreros - ESPN PLAY
21:15 - Beisebol, Liga Mexicana: Pericos x Mariachis - ESPN PLAY


Quarta, 16/06/2021
06:00 - Tênis, ATPs de Halle e de Londres: várias partidas - ESPN
10:00 - Futebol, Eurocopa: Finlândia x Rússia - SPORTV
10:00 - Vôlei, Liga Masculina das Nações: Japão x Polônia - SPORTV 2
13:00 - Futebol, Eurocopa: Turquia x País de Gales - SPORTV
13:00 - Vôlei, Liga Masculina das Nações: Canadá x Alemanha - SPORTV 2
15:20 - Futebol, Campeonato Paranaense: Athletico x Paraná - REDE MASSA (PR), FURACÃO LIVE (Internet) e TWITCH (Internet)
16:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Remo x Vitória - PREMIERE
16:00 - Futebol, Eurocopa: Itália x Suíça - SPORTV
16:00 - Vôlei, Liga Masculina das Nações: Brasil x Irã - SPORTV 2
18:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Operário x Sampaio Corrêa - PREMIERE
19:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Internacional x Atlético Mineiro - SPORTV (RS assiste no Premiere)
19:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro: São Paulo x Chapecoense - PREMIERE
19:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Vasco x Avaí - PREMIERE
20:30 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Corinthians x Red Bull Bragantino - PREMIERE
20:30 - Basquete, NBA: Atlanta Hawks x Philadelphia 76ers - ESPN
21:30 - Futebol, Copa do Brasil: Flamengo x Coritiba - GLOBO (menos SP, RS, Belo Horizonte, Grande BH e regiões de Araxá, Montes Claros, Coronel Fabriciano e Varginha), SPORTV e PREMIERE
21:30 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Juventude x Palmeiras - GLOBO (SP e RS), TNT (menos RS) e PREMIERE
21:30 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Ponte Preta x Cruzeiro - GLOBO (Belo Horizonte, Grande BH e regiões de Araxá, Montes Claros, Coronel Fabriciano e Varginha), SPORTV 2 e PREMIERE
22:00 - Hóquei no Gelo, NHL: Montreal Canadiens x Vegas Golden Knights - ESPN 2
22:05 - Futebol, Amistoso Feminino: EUA x Nigéria - FOX SPORTS
23:00 - Basquete, NBA: Los Angeles Clippers x Utah Jazz - ESPN
*************************************************
EVENTOS SOMENTE PELA INTERNET
15:00 - Futebol, Campeonato Potiguar: Globo x ABC (final, ida) - YOUTUBE BAND RN
15:00 - Futebol, Gaúcho Segunda Divisão: Gaúcho x Elite - FGF TV
16:00 - Futebol, Brasileiro Série C: Oeste x Mirassol - TV NSPORTS
17:00 - Futsal, LNF: Cascavel x Blumenau - TV NSPORTS


Quinta, 17/06/2021
06:00 - Tênis, ATPs de Halle e de Londres: várias partidas - ESPN
10:00 - Futebol, Eurocopa: Ucrânia x Macedônia do Norte - SPORTV
10:00 - Vôlei, Liga Masculina das Nações: Brasil x Austrália - SPORTV 2
13:00 - Futebol, Eurocopa: Dinamarca x Bélgica - SPORTV
13:00 - Vôlei, Liga Masculina das Nações: Holanda x EUA - SPORTV 2
16:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Ceará x Bahia - TNT (menos CE) e PREMIERE
16:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro: América Mineiro x Cuiabá - PREMIERE
16:00 - Futebol, Campeonato Paraibano: Campinense x Sousa (final, ida) - REDE PARAÍBA (PB) e JORNAL DA PARAÍBA (Internet)
16:00 - Futebol, Eurocopa: Holanda x Áustria - SPORTV
16:00 - Vôlei, Liga Masculina das Nações: Alemanha x Polônia - SPORTV 2
16:00 - Golfe, Campeonato Aberto dos EUA: 1ª rodada - ESPN
18:00 - Futebol, Copa América: Colômbia x Venezuela - FOX SPORTS
18:30 - MMA, PFL 5: Rory MacDonald x Gleison Tibau - COMBATE (duas primeiras lutas também no SporTV 3)
19:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Sport x Grêmio - SPORTV (PE assiste no Premiere)
19:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Fluminense x Santos - PREMIERE
19:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Atlético Goianiense x Fortaleza - PREMIERE
19:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Londrina x Botafogo - PREMIERE
19:30 - Basquete, Copa América Feminina: quartas-de-final - SPORTV 2
21:00 - Futebol, Copa América: Brasil x Peru - SBT e ESPN BRASIL
21:00 - Hóquei no Gelo, NHL: Tampa Bay Lightning x New York Islanders - ESPN 2
21:30 - Basquete, NBA: Milwaukee Bucks x Brooklyn Nets - ESPN
22:30 - Basquete, Copa América Feminina: quartas-de-final - SPORTV 2
*************************************************
EVENTOS SOMENTE PELA INTERNET
15:00 - Futebol, Brasileiro de Aspirantes: Red Bull Bragantino x Corinthians, Santos x Ceará, Juventude x Fluminense, Grêmio x Coritiba, Ponte Preta x Bahia, Vitória x Avaí, Fortaleza x Figueirense e CRB x Cuiabá - ELEVEN SPORTS
16:00 - Futebol, Brasileiro Feminino Série A2: Atlético Mineiro x Chapadão
20:00 - Futsal, LNF: Magnus x Corinthians - TV NSPORTS


Sexta, 18/06/2021
05:00 - Velocidade, Fórmula 3: treino do GP da França - BANDSPORTS
06:00 - Velocidade, Fórmula 1: 1º treino do GP da França - BANDSPORTS
06:00 - Tênis, ATPs de Halle e de Londres: quartas-de-final - ESPN
08:15 - Velocidade, Mundial de Motovelocidade: treino livre do GP da Alemanha - FOX SPORTS
08:50 - Velocidade, Fórmula 3: classificação do GP da França - BANDSPORTS
10:00 - Futebol, Eurocopa: Suécia x Eslováquia - SPORTV
10:00 - Velocidade, Fórmula 1: 2º treino do GP da França - BANDSPORTS
10:00 - Vôlei, Liga Feminina das Nações: Brasil x Coreia do Sul - SPORTV 2
12:00 - Surfe, Liga Mundial: etapa de Surf Ranch Pro (1º dia) - ESPN PLAY
13:00 - Futebol, Eurocopa: Croácia x República Tcheca - SPORTV
13:00 - Vôlei, Liga Feminina das Nações: Polônia x EUA - SPORTV 2
16:00 - Futebol, Eurocopa: Inglaterra x Escócia - SPORTV
16:00 - Vôlei, Liga Feminina das Nações: Turquia x Holanda - SPORTV 2
16:00 - Golfe, Campeonato Aberto dos EUA: 2ª rodada - ESPN
16:00 - Surfe, Liga Mundial: etapa de Surf Ranch Pro (1º dia) - ESPN 2
18:00 - Futebol, Copa América: Chile x Bolívia - FOX SPORTS
18:00 - Velocidade, Fórmula Indy: 1º treino do GP de Road America - COM BRASIL
19:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Sub-17: Athletico Paranaense x Vasco - SPORTV
19:10 - Basquete, Copa América Feminina: Brasil x EUA (semifinal) - SPORTV 2
20:00 - Beisebol, MLB: Oakland Athletics x New York Yankees - FOX SPORTS
20:30 - Basquete, NBA: Philadelphia 76ers x Atlanta Hawks - ESPN
21:00 - Futebol, Copa América: Argentina x Uruguai - ESPN BRASIL
21:00 - Hóquei no Gelo, NHL: Vegas Golden Knights x Montreal Canadiens - ESPN 2
21:30 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Brasil x Goiás - SPORTV e PREMIERE
22:10 - Basquete, Copa América Feminina: Canadá x Porto Rico (semifinal) - SPORTV 2
23:00 - Basquete, NBA: Utah Jazz x Los Angeles Clippers - ESPN
*************************************************
EVENTOS SOMENTE PELA INTERNET
06:00 - Tênis, WTA de Berlim: várias partidas - ESPN PLAY
07:30 - Tênis, WTA de Birmingham: várias partidas - ESPN PLAY
09:30 - Futebol, Brasileiro Feminino Série A2: Atlético Goianiense x Fluminense - ELEVEN SPORTS CBF TV
09:30 - Turfe: Royal Ascot - ESPN PLAY
12:00 - Velocidade, Stock Car: 2º treino da etapa de Mogi Guaçu - YOUTUBE STOCK CAR
15:00 - Futebol, Brasileiro Feminino Série A2: Santos Dumont x Ceará - ELEVEN SPORTS CBF TV
16:30 - Futebol, Brasileiro Feminino Série A2: Brasil de Farroupilha x Vasco, América Mineiro x Chapecoense, Ponte Preta x Athletico Paranaense, Vila Nova do Espírito Santo x Red Bull Bragantino, Sport x Criciúma, América de Natal x Náutico, Cefama x Vitória, Fortaleza x Paraíso, Botafogo da Paraíba x UDA, Aliança x Juventude Conquista, Mixto x Cresspom, Oratório x Esmac, Real Ariquemes x Iranduba e Tiradentes x JC - ELEVEN SPORTS CBF TV
18:00 - Futsal, LNF: Foz Cataratas x Pato - TV NSPORTS
19:00 - Futebol, Brasileiro Feminino Série A2: Assermurb x São Raimundo de Roraima - ELEVEN SPORTS CBF TV
20:00 - Futebol, Brasileiro Série C: Tombense x Ferroviário - TV NSPORTS
21:00 - Velocidade, Nascar Truck Series: etapa de Nashville - ESPN PLAY
21:00 - Beisebol, Liga Mexicana: Sultanes x Rieleros e Piratas x Pericos - ESPN PLAY
21:05 - Futebol, MLS: New York Red Bulls x Nashville SC - DAZN
23:00 - Futebol, USL: Real Monarchs x El Paso Locomotive - ESPN PLAY
23:05 - Futebol, MLS: Real Salt Lake x Vancouver Whitecaps - DAZN

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.