.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros

.

.

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

PAPO DE MÍDIA: COLUNA
Informações e opiniões sobre a imprensa esportiva

"

Agenda da TV
Eventos ao vivo e/ou em VT inédito.
Obs.: horários de Brasília.


Sexta, 2/12/2016
5:00 - Judô, Grand Slam: etapa do Japão - SPORTV e BANDSPORTS
6:30 - Tênis, IPTL: Japan Warriors x Indian Aces - ESPN
9:00 - Inverno, Copa do Mundo de Cross Country: etapa da Noruega - SPORTV2
10:30 - MMA, One Championship Age of Domination: várias lutas - EI MAXX
17:30 - Futebol, Campeonato Alemão: Mainz x Bayern de Munique - ESPN BRASIL
17:45 - Futebol, Campeonato Italiano: Napoli x Internazionale - ESPN
18:30 - Futebol, Campeonato Português: Marítimo x Benfica - EI MAXX e BANDSPORTS
19:00 - Vôlei, Superliga Masculina: Bento Vôlei x Sada Cruzeiro - SPORTV
19:00 - Handebol, Quatro Nações Feminino: Eslováquia x Cuba - SPORTV2
21:00 - Handebol, Quatro Nações Feminino: Brasil x Uruguai - SPORTV
22:00 - Artes Marciais, WGP 35: Final Tour - ESPORTE INTERATIVO, SPORTV2, COMBATE e BANDSPORTS
22:00 - Futebol Americano, NCAA: Ohio x Western Michigan - ESPN+
23:00 - Basquete, NBA: Chicago Bulls x Cleveland Cavaliers - ESPN
1:30 - Basquete, NBA: Denver Nuggets x Houston Rockets - ESPN
2:00 - Boxe: Esquiva Falcão x Luis Hernandez - SPORTV
4:00 - Futebol, Copa Feminina do Mundo Sub-20: EUA x Japão (terceiro lugar) - SPORTV2
4:00 - Tênis, IPTL: Indian Aces x Singapore Slammers - ESPN (em andamento)

Sábado, 3/12/2016
5:00 - Judô, Grand Slam: etapa do Japão - SPORTV2 e BANDSPORTS
6:30 - Tênis, IPTL: Japan Warriors x UAE Royals - ESPN+
7:30 - Futebol, Copa Feminina do Mundo Sub-20: Coreia do Norte x França (final) - BAND e SPORTV2
9:00 - Automobilismo, FIM Moto 2: etapa da Espanha - BANDSPORTS
10:00 - Futebol, Campeonato Espanhol: Granada x Sevilla - FOX SPORTS
10:00 - Futsal, Liga Espanhola: Inter Movistar x Santiago - EI MAXX 2
10:15 - Rúgbi, Aviva Premiership: Bath x Saracens - ESPN+
10:30 - Futebol, Campeonato Inglês: Manchester City x Chelsea - ESPN BRASIL
10:30 - Rúgbi, Sevens World Series: etapa do Catar - BANDSPORTS
11:00 - Handebol, Quatro Nações Feminino: Brasil x Eslováquia - SPORTV2
12:30 - Futebol, Campeonato Alemão: Borussia Dortmund x Borussia Monchengladbach - FOX SPORTS
12:30 - Futebol, Campeonato Alemão: Hoffenheim x Colônia - FOX SPORTS 2
12:30 - Futebol, Campeonato Alemão: Werder Bremen x Ingolstadt - WATCH ESPN (Internet)
13:00 - Futebol, Campeonato Inglês: Tottenham x Swansea - ESPN+
13:00 - Futebol, Campeonato Inglês: Sunderland x Leicester - WATCH ESPN (Internet)
13:00 - Futebol, Campeonato Inglês: Crystal Palace x Southampton - WATCH ESPN (Internet)
13:00 - Futebol, Campeonato Inglês: Stoke City x Burnley - WATCH ESPN (Internet)
13:00 - Futebol, Campeonato Inglês: West Bromwich x Watford - WATCH ESPN (Internet)
13:15 - Futebol, Campeonato Espanhol: Barcelona x Real Madrid - ESPN BRASIL
14:00 - Futebol, Campeonato Francês: Montpellier x Paris Saint Germain - SPORTV2
14:00 - Basquete, NBB: Flamengo x Paulistano - BAND
14:10 - Vôlei, Superliga Feminina: Minas x Vôlei Nestlé - REDETV!
15:00 - Futebol Americano, NCAA: Navy x Temple - WATCH ESPN (Internet)
15:00 - Futebol Americano, NCAA: Western Kentucky x Louisiana Tech - WATCH ESPN (Internet)
15:30 - Futebol, Campeonato Inglês: West Ham x Arsenal - ESPN+
15:30 - Futebol, Campeonato Espanhol: Leganés x Villarreal - ESPN
15:30 - Futebol, Campeonato Alemão: Red Bull Leipzig x Schalke 04 - FOX SPORTS
16:15 - Futebol, Campeonato Português: Sporting x Vitória de Setúbal - EI MAXX 2 e BANDSPORTS
16:45 - Futebol, Campeonato Holandês: Roda JC x PSV Eindhoven - WATCH ESPN (Internet)
17:00 - Futebol, Copa RS Sub-20: Fluminense x Nacional do Uruguai - SPORTV
17:00 - Futebol, Campeonato Francês: Monaco x Bastia - SPORTV2
17:45 - Futebol, Campeonato Italiano: Juventus x Atalanta - FOX SPORTS
17:45 - Futebol, Campeonato Espanhol: Atlético de Madrid x Espanyol - FOX SPORTS 2
18:00 - Artes Marciais, K-1 World GP: várias lutas - COMBATE
18:30 - Futebol, Campeonato Português: Porto x Braga - EI MAXX e BANDSPORTS
19:00 - Futebol, Copa RS Sub-20: Internacional x Corinthians - SPORTV
19:00 - Vôlei, Superliga Masculina: SESI x Taubaté - SPORTV2
19:00 - Futsal, Campeonato Gaúcho: ACBF x Atlântico (final, volta) - SPORTV3
20:30 - Futebol, Campeonato Colombiano: Independiente Santa Fé x Independiente Medellín - BANDSPORTS
22:00 - Hóquei no Gelo, NHL: Vancouver Canucks x Toronto Maple Leafs - ESPN+
22:30 - Futebol, Campeonato Colombiano: Atlético Nacional x Millonarios - BANDSPORTS
22:30 - MMA, UFC Fight Night: Demetrius Johnson x vencedor do TUF - COMBATE
22:45 - Futebol Americano, NCAA: Wyoming x San Diego - WATCH ESPN (Internet)
23:00 - Basquete, NBA: Memphis Grizzlies x Los Angeles Lakers - ESPN
23:00 - Futebol Americano, NCAA: Virginia Tech x Clemson - WATCH ESPN (Internet)
23:30 - Basquete, NBA: Toronto Raptors x Atlanta Hawks - SPORTV
3:00 - Tênis, IPTL: Indian Aces x UAE Royals - ESPN

Domingo, 4/12/2016
5:00 - Judô, Grand Slam: etapa do Japão - SPORTV, EI MAXX e BANDSPORTS
6:30 - Tênis, IPTL: Japan Warriors x Singapore Slammers - ESPN
9:00 - Futebol, Campeonato Espanhol: Betis x Celta - WATCH ESPN (Internet)
9:00 - Atletismo: Volta Internacional da Pampulha - GLOBO (dentro do "Esporte Espetacular")
9:30 - Futebol, Campeonato Italiano: Milan x Crotone - FOX SPORTS
9:30 - Atletismo: Maratona de Cingapura - BANDSPORTS (gravado)
11:30 - Futebol, Campeonato Inglês: Bournemouth x Liverpool - ESPN BRASIL
11:30 - Futebol, Campeonato Holandês: Feyenoord x Sparta - WATCH ESPN (Internet)
12:00 - Futebol, Campeonato Italiano: Lazio x Roma - ESPN
12:00 - Futebol, Campeonato Italiano Série B: Verona x Perugia - BANDSPORTS
12:00 - Futebol, Campeonato Francês: Rennes x Saint-Etienne - SPORTV
12:30 - Futebol, Campeonato Alemão: Darmstadt x Hamburgo - ESPN+
13:15 - Futebol, Campeonato Espanhol: Athletic Bilbao x Eibar - FOX SPORTS
13:45 - Futebol, Campeonato Holandês: Ajax x Groningen - WATCH ESPN (Internet)
14:00 - Futebol, Campeonato Inglês: Everton x Manchester United - ESPN BRASIL
14:00 - Futebol, Campeonato Francês: Olympique x Nancy - SPORTV
14:00 - Automobilismo, Superbike Brasil: etapa de São Paulo - FOX SPORTS 2
14:30 - Futebol, Campeonato Alemão: Augsburg x Eintracht Frankfurt - WATCH ESPN (Internet)
15:00 - Vôlei, Italiano Masculino: Modena x Civitanova - BANDSPORTS
15:30 - Futebol, Campeonato Espanhol: Sporting Gijón x Osasuna - WATCH ESPN (Internet)
15:30 - Basquete, Liga ACB: jogo a confirmar - FOX SPORTS 2 (gravado)
16:00 - Futebol Americano, NFL: Miami Dolphins x Baltimore Ravens - ESPORTE INTERATIVO
16:00 - Futebol Americano, NFL: New England Patriots x Los Angeles Rams - ESPN
16:00 - Futebol Americano, NFL: Atlanta Falcons x Kansas City Chiefs - ESPN+
17:00 - Futebol, Copa RS Sub-20: Vasco x Peñarol - SPORTV
17:45 - Futebol, Campeonato Espanhol: Valencia x Málaga - FOX SPORTS 2
17:45 - Futebol, Campeonato Francês: Nice x Toulouse - SPORTV2
18:00 - Hóquei no Gelo, NHL: Los Angeles Kings x Montreal Canadiens - WATCH ESPN (Internet)
19:00 - Futebol, Copa RS Sub-20: Grêmio x Palmeiras - SPORTV
19:25 - Futebol Americano, NFL: Pittsburgh Steelers x New York Giants - ESPN
19:45 - Futebol, Campeonato Italiano: Fiorentina x Palermo - FOX SPORTS 2 (gravado)
21:00 - Futebol, NCAA Feminina: final - WATCH ESPN (Internet)
22:00 - Basquete, NBA: Oklahoma City Thunder x New Orleans Pelicans - SPORTV2
23:30 - Futebol Americano, NFL: Seattle Seahawks x Carolina Panthers - ESPORTE INTERATIVO e ESPN

Segunda, 5/12/2016
15:30 - Futebol, Copa RS Sub-20: Internacional x Fluminense - SPORTV2
17:30 - Futebol, Copa RS Sub-20: Corinthians x Ponte Preta - SPORTV
17:45 - Futebol, Campeonato Espanhol: La Coruña x Real Sociedad - ESPN
17:45 - Futebol, Campeonato Escocês: Motherwell x Celtic - FOX SPORTS 2 (gravado)
18:00 - Futebol, Campeonato Inglês: Middlesbrough x Hull City - ESPN BRASIL
19:30 - Futebol, Campeonato Belga: Brugge x Oostende - FOX SPORTS 2 (gravado)
20:00 - Futsal, LNF: Magnus x Corinthians (final, ida) - SPORTV
22:00 - Hóquei no Gelo, NHL: Pittsburgh Penguins x Ottawa Senators - ESPN+
22:30 - Basquete, NBA: Toronto Raptors x Cleveland Cavaliers - SPORTV2
23:30 - Futebol Americano, NFL: New York Jets x Indianapolis Colts - ESPN
Sexta, 2 de dezembro de 2016
Nunca o futebol me deixou tão triste

26 anos meus de futebol. De todas as tristezas dele que acompanhei neste período, nenhuma me pegou mais fundo, me deixou mais desabado do que esta. Pela história de um clube emergente no maior momento de sua existência, pelas histórias da delegação que já fazia história e buscava algo mais. Pela maior tragédia em quantidade de perdas de uma só vez que o jornalismo esportivo brasileiro teve em todos os tempos. Algumas destas perdas jornalísticas me doeram demais. Gente que eu acompanhava, admirava e tive a alegria de conhecer pessoalmente. Enfim... tudo me tirou de rumo, tudo me deixou perplexo. Terça-feira fiquei direto no Twitter por 18 ou 19 horas postando muito. Chocado, entristecido, estarrecido. Somente agora, passadas mais de 72 horas, consegui colocar a cabeça mais ou menos no lugar para fazer novas inéditas para este PB.

Por 35 anos, o dia 29 de novembro me era um dos três mais significativos de cada ano por um único motivo, de caráter pessoal: o aniversário da minha mãe, dona Mara (os outros sendo 25 de novembro, aniversário da minha avó Cristina, e 16 de setembro, o meu próprio). De hoje em diante, 29 de novembro também me será significativo na paixão que norteia minha vida, que definiu o rumo dela. O dia em que o futebol mais me entristeceu. E devido à consternação geral, não teve comemoração aqui em casa - e nem teria na verdade pois temos vivido um momento muito complicado e que me deixa desanimado há bastante tempo. Mas claro que algo a mais eu faria, pombas, é o aniversário da mãe. Mas neste 2016, fiquei somente em um abraço carinhoso. A mãe não ficou braba. Ela entendeu que brabo até agora estou eu, com o inconformismo por não acreditar que tudo isso aconteceu.

Que aqueles que partiram muito antes da hora no nosso julgamento e no nosso desejo (por mais que se diga que a hora da partida está escrita) descansem em paz. Que familiares, amigos e colegas sejam fortes como jamais foram em qualquer outro momento. Que a Chapecoense seja forte. Que a cidade de Chapecó seja forte. E tomara que o futebol nunca mais me deixe tão arrasado igual me deixou neste 29 de novembro de 2016.

Um voo para a eternidade

*Somente seis pessoas sobreviveram e estamos todos rezando que elas se recuperem o melhor possível dentro das possibilidades: os jogadores Neto, Alan Ruschel e Follmann, este o mais afetado para sempre ao ter amputada uma das suas pernas; o jornalista Rafael Henzel, que é narrador e comunicador da Rádio Oeste Capital FM e que já trabalhou em afiliadas da Globo como a RBS TV na própria Chapecó e a TV Rio Sul em Resende (foi a partir desta época que passei a acompanhá-lo, na metade dos anos 2000, quando um sem-número de clássicos e outros jogos eram mandados pelos grandes clubes do RJ em Volta Redonda e quase todos tinham a participação dele fazendo a reportagem nas transmissões do SporTV); e os tripulantes Ximena Suárez e Erwin Tumiri. De tão partido em cacos que ficou o avião, é um milagre quase inacreditável que tenhamos tido sobreviventes.

*Ficam as lembranças da delegação da Chapecoense, que não era assim que queríamos que entrasse para a história e sim esportivamente, fazendo duas grandes jornadas contra o campeão da Libertadores: Danilo, Gimenez, Dener, Caramelo, Marcelo, Filipe Machado, William Thiego, Josimar, Gil, Sérgio Manoel, Matheus Biteco, Cléber Santana, Arthur Maia, Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel, Canela, Caio Júnior, Duca, Anderson Paixão, Márcio Koury, Rafael Gobbato, Pipe Grohs, Cezinha Cunha, Sérgio de Jesus, Adriano Bitencourt, Anderson Buião, Cleberson Silva, Anderson Donizette, Chinho di Domenico, Cadu Gaúcho, Mauro Stumpf, Sandro Pallaoro, Nilson Folle Jr., Décio Burtet Filho, Jandir Bordignon, Gilberto Thomaz, Mauro Dal Bello, Edir Félix de Marco, Ricardo Porto e os convidados Delfim de Pádua Peixoto Filho e Daví Barela.

*As equipes esportivas nacionais de televisão tiveram 9 perdas. Seis foram apenas no Fox Sports: o narrador Deva Pascovicci, o comentarista Paulo Júlio Clement, o ex-jogador e comentarista Mário Sérgio, o repórter Victorino Chermont, o cinegrafista Rodrigo Santana e o coordenador de transmissão Lilácio "Jumelo" Pereira. Três foram da Rede Globo: o repórter Guilherme Marques, o produtor Guilherme Van der Laars e o cinegrafista Ari Jr. Este trio gravaria uma reportagem sobre a final da Sul-Americana para o "Esporte Espetacular".

*Os veículos de Santa Catarina tiveram 11 perdas. 5 foram da RBS: o repórter Giovane Klein, o cinegrafista Djalma Araújo e o técnico de externas Bruno Mauri, todos da RBS TV; o repórter André Podiacki, do Diário Catarinense; e o repórter Laion Espíndola, do GloboEsporte.com. Todas as rádios tiveram perdas: da Super Condá, o narrador Gelson Galiotto e o repórter Edson Luiz Picolé; da Chapecó, o narrador Fernando Doesse e o comentarista Douglas Dorneles; da Oeste Capital, o repórter Renan Agnolin; e da Vang FM de Xaxim, o narrador Jacir Biavatti. Renan e Jacir também trabalhavam na RIC TV, o que garantiria uma cobertura ampla na afiliada da Record.

*Após um plantão depois das 4h, a Rede Globo mudou a programação para dar espaço à tragédia. O "Hora 1" foi até 6h45, passando para edições micro dos "Bom Dia" estaduais. O "Bom Dia Brasil" começou às 7h e foi até 10h40, cancelados sendo "Mais Você" e "Bem Estar". O "Globo Esporte" desde terça-feira é em edição única para toda a rede, apresentada pelo Alex Escobar. Localmente, a RBS TV de Santa Catarina começou o "Jornal do Almoço" às 11h50 e exibiu o especial "Tragédia no Futebol" às 14h, logo após o "Jornal Hoje".

*Galvão Bueno participou de todo o "Bom Dia Brasil" ao lado do Rodrigo Boccardi e disse no "Encontro com Fátima Bernardes" não ter mais vontade de narrar futebol este ano. Escalado que estava para Grêmio x Atlético Mineiro, isso deve tirá-lo da Copa do Brasil na quarta que vem - a não ser que a emissora faça questão de tê-lo ali. Dois dias depois, respondeu no Instagram para um seguidor que deseja transmitir uma partida da Chapecoense. Como ela provavelmente só volte a campo em 2017, ali será quando poderá fazê-lo. Da Lígia Mesquita na Folha de S.Paulo: não houve convocação da emissora, foi o próprio narrador que quis participar dos trabalhos.

*À noite, Galvão foi de SP até o RJ fazer o "Jornal Nacional", que teve Heraldo Pereira no lugar do William Bonner, que na mesma terça-feira perdeu o pai, e Giuliana Morrone, que cobre as férias da Renata Vasconcellos. A edição foi até 22h e teve dois momentos agudos: na matéria do Guilherme Pereira sobre os jornalistas falecidos nos outros veículos de comunicação, a narração do Deva Pascovicci pelo Fox Sports em Chapecoense x San Lorenzo foi mostrada; e o término foi com uma salva de palmas que uniu os três apresentadores e toda a redação. Foram enviados para a Colômbia os repórteres Ari Peixoto, Lília Teles e Marcos Uchôa, enquanto Alberto Gaspar foi até Chapecó reforçar o trabalho dos repórteres de rede da RBS, como Ricardo von Dorff e Kíria Meurer.

*Antes do "Cinema Especial" desta quarta, que teve Russell Crowe em "Noé", uma mensagem especial na voz do Galvão explicou que a família do futebol estava de luto e que a transmissão de jogo voltará na próxima semana. Na sequência, o "Profissão Repórter" teve derrubada sua pauta original da semana (que admito nem sequer ter sabido qual seria) e foi todo dedicado à tragédia do voo da Chapecoense, feito quase em cima da hora da exibição, já que mostrado todo gravado, mas com imagens recentíssimas, de uma ou duas horas antes.

*Na quarta-feira, o "Globo Esporte" mostrou uma reportagem inédita que Giovane Klein havia feito para exibição neste dia na edição catarinense com o preparador físico Anderson Paixão e fez um "GE 10" com 10 momentos marcantes da Chapecoense em 2016. Na defesa do Danilo contra o San Lorenzo, uma nova homenagem para Deva Pascovicci com sua narração pelo Fox Sports e uma filmagem feita da torcida mostrando a visão dela atrás da goleira. O vídeo foi do Lucas de Senna, apresentador da edição matogrossense do "GE" na TV Centro América, que está de férias em Santa Catarina e decidiu assistir o jogo. Em outros momentos, o mesmo lance também foi exibido com a igualmente muito boa narração do SporTV, na qual Linhares Jr. soltou: "Danilo merece uma placa na Arena Condá!" Depois de tudo, não apenas Danilo; toda a Chapecoense merece placas.

*Na Rede Bandeirantes, "Jogo Aberto" e a versão SP "Os Donos da Bola" foram todas dedicadas à tragédia na terça e na quarta. O programa da Renata Fan teve os participantes do debate SP + MG reunidos desde o início até o final. A matriz de SP enviou Gustavo Berton para Chapecó e três repórteres do jornalismo geral: Rodrigo Hidalgo e Valteno de Oliveira para a Colômbia e Lívia Zuccaro até o oeste de Santa Catarina.

*Outros repórteres das TVs abertas enviados pelas matrizes até os locais centrais do fato: a Record com Jean Brandão e Giuliano Marcos em Chapecó e Leandro Stoliar em Medellín; o SBT com Juliana Maciel em Chapecó e Darlisson Dutra e Patrícia Vasconcellos em Medellín; e RedeTV! com João Paulo Vergueiro em Chapecó e Jacques Gomes Filho em Medellín. De todos estes, apenas Jean e João são da editoria de esportes.

*(Tópico atualizado) Muitos repórteres de televisão saíram daqui de Porto Alegre para cobrir a comoção em Chapecó e o velório a acontecer na Arena Condá, seja para coberturas locais ou auxiliando as redes nacionais: a RBS com Leonardo Muller; a Band com Filipe Peixoto e Caco da Motta; a Record com Cristiano Dalcin; e o SBT com Andrei Rossetto e Bruna Ostermann. Deles, apenas Leonardo é da editoria de esportes, enquanto os demais cobrem assuntos gerais (Caco já foi dos esportes por muito tempo e agora coordena o radiojornalismo da Band). Ainda na RBS, tanto aqui quanto em Santa Catarina, boletins têm sido exibidos direto de Medellín com Rodrigo Lopes, repórter internacional do jornal Zero Hora, que tem feito uma cobertura multimídia para todos os veículos do grupo. A RBS catarinense também enviou Talita Rosa, do geral de Florianópolis, para a Colômbia.

*As emissoras abertas mandaram mal na quarta-feira à noite ao não abrirem espaço para exibirem a um público potencialmente muito maior que o atingido pelas operadoras de TV paga a linda homenagem no Atanásio Girardot em homenagem às vítimas da tragédia. Não sei por qual motivo isto não foi feito, mas fica a crítica sobretudo pela falta ao vivo de um dos mais importantes registros jornalísticos deste 2016.

*Um avião particular foi providenciado por Globo e Fox Sports para levar de volta ao Brasil os corpos dos seus profissionais falecidos no acidente, três da emissora aberta e seis do canal fechado.

*Dois dos falecidos da Globo, os Guilhermes Marques e Van der Laars ganharão do Botafogo homenagens no Nilton Santos. Alvinegros, darão nomes às cabines de TV dela e do SporTV, sendo mais jornalistas homenageados pelo Fogão, assim como Armando Nogueira, Luiz Mendes, Sandro Moreyra e Oldemário Touguinhó. Veio da memória do Marques um dos momentos mais marcantes da cobertura: o vivo do Ari Peixoto no "Jornal Hoje", quando desabou nas lágrimas ao informar a saída do caixão do companheiro de emissora. Já Ari Jr. será velado na Serrinha, sede do Goiás, clube do qual era grande torcedor. Além dos próprios colegas globais, um que sentiu demais a partida do repórter cinematográfico foi Téo José, também esmeraldino igual a ele. Ambos começaram juntos na TV Serra Dourada (SBT) antes de vencerem nacionalmente e seguiam grandes amigos.

*Um veículo sem vítimas na tragédia foi o SporTV, cujos profissionais foram enviados a Medellín em voos distintos. A repórter Lívia Laranjeira e o cinegrafista Erci Moraes já estavam ali desde o início da segunda-feira, enquanto Júlio Oliveira e Raphael Rezende foram em outro voo na virada de segunda para terça. Foi por isso que Lívia e Erci, com reforço de Fabrício Crepaldi, foram a primeira equipe brasileira a reportar ao vivo as consequências da queda do avião. Ela ficou horas e horas seguidas no ar entre SporTV e também Rede Globo. Lívia é uma repórter jovem, com toda uma vida profissional pela frente, mas com tão pouco tempo no ar já viveu aquela que foi a sua maior prova de resistência jornalística emocional. Seu trabalho no canal vem a partir de 2014, revelada na geração daquele ano do "Passaporte", quando sua cobertura na Copa do Mundo foi toda sobre a Costa Rica. Um depoimento extenso de tudo que sentiu, viveu e experimentou foi concedido ao site da BBC, um registro fundamental.

*A Júlio, Raphael e Lívia, se somaram na cobertura Bruno Côrtes a partir dos EUA e Edgar Alencar a partir do RJ. Veio do Edgar mais uma manifestação tocante, quando cumprimentou com as duas mãos o sub-tenente Marlon, que ficou de guarda após a ida dos socorristas no local do infortúnio e, ao escutar gritos, improvisou uma maca e ali começou o resgate do zagueiro Neto, que assim pôde ser incluído no grupo dos sobreviventes. O apresentador do "Planeta SporTV" disse ter sentir mais mãos além das suas duas a saudar aquele homem naquele momento. Não tenha a menor dúvida, Edgar. Todas as dos familiares e dos amigos do jogador "estavam" ali também.

*Uma cena emocionante ao vivo no "Seleção SporTV" desta sexta-feira, ao vivo na Arena Condá: Alaíde, a mãe do falecido goleiro Danilo, deu um abraço solidário no repórter Guido Nunes para se solidarizar com a classe jornalística pelos colegas que morreram. Só um coração de pedra não fica tocado por estas imagens.

*Terça-feira, quando ainda o acidente era uma notícia praticamente "do minuto" e pouco antes eram confirmadas as mais de sete dezenas de mortes, o "Redação SporTV" teve dois momentos que já fazem parte da sua história de 12 anos e meio no ar: Carlos Cereto indo à redação em SP no meio de suas férias por fazer questão de prestar uma homenagem aos colegas do Fox Sports com os quais trabalhou tanto no SporTV quanto na Rádio Globo; e André Rizek pedindo licença à Fox para, sem fazê-lo através das maneiras legalizadas com autorização e tudo mais dada a excepcionalidade da ocorrência, homenagear Deva Pascovicci reproduzindo o lance decisivo de Chapecoense x San Lorenzo na voz dele pela emissora concorrente através de um vídeo via internet.

*Votos de muita força e superação merecem demais os profissionais do Fox Sports, que não sei nem como estão conseguindo lidar com este soco no estômago que foi perder seis companheiros de uma só vez. Impactou muito a iniciativa do #90MinutosdeSilêncio na quarta-feira, a tela preta com esta hashtag no período que corresponderia aos dois tempos de Atlético Nacional x Chapecoense, com intervalo preenchido por depoimentos dos colegas sobre os companheiros perdidos. Na terça e na quarta, todos os programas normais foram derrubados para dar lugar a uma cobertura contínua o dia inteiro. A tentativa de retorno à normalidade se deu a partir desta quinta-feira, com as voltas dos programas fixos da grade, mas claro que com o luto predominando - e assim será por muito tempo.

*Do Gabriel Vaquer no NaTelinha: boa parte dos profissionais foi dispensada na terça e na quarta devido ao estado de choque, sendo o caso mais grave o da equipe do "Bom Dia Fox", que ficou devastada. Deste programa fazia parte Paulo Júlio Clement, que era o comentarista principal. (NaTelinha, Gabriel Vaquer) Em vídeo partilhado pelo apresentador Felipe Motta, gravado no aeroporto antes do embarque, PJ e Victorino trocaram uma ideia sobre a final da Sul-Americana e o comentarista disse: "o céu é o limite". Hoje, machuca escutar isso.

*A última partida narrada por Deva Pascovicci aconteceu no domingo: Osasuna 0 x 3 Atlético de Madrid, pelo Campeonato Espanhol. Na segunda etapa, ele ganhou parabéns do comentarista Rodrigo Bueno ao ter "olhos de lince" para notar um pênalti escandaloso que a arbitragem não marcou. O último gol na voz do "Pavarotti" foi do atleticano Carrasco. De cabeça baixada e cara fechada. Como até agora estamos todos nós.

*A partida do Deva foi lastimada não só pelo Fox Sports, mas também pelas rádios de São José do Rio Preto que estavam sob seu comando: a CBN Grandes Lagos e a Antena 1. Uma longa e linda homenagem também foi dada pela Rádio CBN de São Paulo, na qual esteve de 2005 até o fim do ano passado. Nela, foi pelo comentarista Álvaro Oliveira Filho que eu soube que foi por causa do narrador que algo sempre especial me prendia no futebol da CBN: o áudio-ambiente reforçado, cheio, de fazer o ouvinte se sentir no estádio mesmo não estando nele. Foi ideia do Deva, que deu a dica para a compra de microfones super-potentes. Não era ótimo apenas narrando.

*As salas onde ficam as cabines de TV da Arena Corinthians passarão a se chamar "Sala Lilácio Pereira Jr." em homenagem ao coordenador de transmissões. O Fluminense vai dar o nome de PJ Clement à sala de imprensa do seu novo CT e o Flamengo dará a Victorino Chermont o nome da nova sala de imprensa do Ninho do Urubu. Rubro-negro, Vitu voltou apenas há poucos anos a vestir a camisa do clube e assistir seus jogos no estádio quando estava de folga. Motivo mais do que justificável: seu filho pequeno ia junto, assim sendo iniciado no futebol.

*Também Chermont ganhou lembranças especiais de colegas e amigos. Duas destaco especialmente: a do Sandro Gama, que rememorou em reportagem da Mariana Procópio na Band que foi abrigado pelo Vitu em sua residência por 3 anos quando chegou do Espírito Santo para também trabalhar na produção da Rádio Globo e nela dormia por não ter onde morar; e a do Addison Coutinho, que partilhou no Facebook ter sido quem levou Victorino do rádio para a televisão ao convidá-lo para compor a equipe da Band/Traffic a partir de 1999.

*Mário Sérgio teve publicada pelo UOL Esporte uma entrevista inédita dele para Luiza Oliveira e Vinícius Mesquita, na qual lembrou que não quis virar treinador e sim que foi buscado para tanto pois gostava era de comentar na TV e, assim congelava seu contrato na Bandeirantes para trabalhar na casamata por um ou dois anos por um dinheiro 10 vezes maior que o ganho na televisão e que, somada uma boa quantia, saía rápido e retornava para a Band. Em outro ponto, ele reconheceu como "uma besteira" a briga com Rodrigo Bueno no "Fox Sports Show" e se disse "extremamente preconceituoso" naquele episódio, no qual aprendeu que os outros devem ser ouvidos.

*Nem mesmo seis décadas de experiência na televisão sustentaram Sílvio Luiz no "RedeTV! News" da terça, quando nem sequer conseguiu falar direito ao ficar emocionado com a lembrança de Mário Sérgio, histórico colega de Bandeirantes na fase "Canal do Esporte" dos anos 90. Uma imagem que particularmente me doeu muito por ser até hoje fã histórico daquela equipe, na qual esta dupla foi das que mais acompanhei. Imagem que não quero mais assistir, igual não quero mais ver aquela do choro do Nivaldo Prieto ao lembrar do Luciano do Valle.

*Também colega do "Vesgo" na Band, Octávio Muniz lembrou do ex-jogador em vídeo no Facebook e recordou dois episódios para ele inesquecíveis: ajudar a socorrê-lo de um problemaço de saúde justamente em Medellín quando da final Nacional x Grêmio da Libertadores de 1995 e receber ajuda dele para custear o aluguel de casa - num momento em que tinha uma filha pequena - após sua demissão da emissora dois anos depois.

*Edmundo revelou que faria Atlético Nacional x Chapecoense e que teve um contratempo que fez com que Mário viajasse no seu lugar. O "Animal" é outro que merece muita força, diante desta situação terrível.

*Recentemente saído do Fox Sports, Mauro Beting pediu desculpas à emissora e à família de Mário por causa de coisas que falou em caráter particular para um grupo de Whatsapp logo após a confirmação da tragédia, no qual partilhou uma insatisfação que o ex-jogador teria, conforme relatado pela ex-esposa. O hoje comentarista do Esporte Interativo procurou deixar claro não haver culpa de ninguém e que apenas acabou desabafando de forma impensada ao ser tomado pela tristeza, mas que o fez para amigos que estavam preocupados. Não vou condenar o Mauro por isso pois o que é de caráter particular deve permanecer assim sempre. O errado da história foi quem passou adiante este áudio, sabe-se lá com qual intenção, mas que não agiu legal.

*Contrariando o habitual destes momentos (habitual, não necessariamente correto), o Esporte Interativo decidiu por motivação editorial não entrevistar nenhum familiar das vítimas da tragédia em Medellín para suas dores serem respeitadas. Em termos de enviados, da parte dele foram Rodrigo Fragoso à Colômbia e César Fabris e Giovani Martinello para Chapecó. O Gigio é desta cidade, certamente também está virado na tristeza.

*Chapecó, para onde foram Gabriela Moreira e Mendel Bydlowski pela ESPN Brasil. Dela, veio uma entrevista exclusiva que naturalmente ganhou grande repercussão por razões desnecessárias de explicação: a dada pelo Pelé na sua casa em Santos para Helvídio Mattos. Também veio do canal três momentos fortes: Rogério Vaughan só relatar, sem grito de "goool!", os de Liverpool 2 x 0 Leeds United; Rafael Ribeiro se emocionar ao recordar do Guilherme Marques por ambos serem torcedores do Salgueiro e partilharem coberturas de carnaval em veículos diferentes; e especialmente Mário Marra, que se lavou nas lágrimas ao declarar seu amor pelo ex-colega de CBN, Deva Pascovicci. Foi uma dupla grande, das que mais gostei de curtir no rádio esportivo.

*Uma crítica do Flávio Ricco no "Canal 1": ao BandSports, que continuou com sua programação normal ao invés de ter alguém para atualizar as informações do voo da Chapecoense, mesmo com as chefias a postos na redação.

*De todas as histórias referentes aos radialistas chapecoenses, uma que mexeu muito foi a do Ivan Carlos, da Super Condá, que cedeu seu lugar na narração do jogo na Colômbia para Gelson Galiotto, que desejava transmitir uma decisão internacional e ficara muito contente com a oportunidade. É o tipo da história na qual não dá para dizer que há um alívio por estar vivo devido à memória do companheiro que se foi naquele que seria seu lugar. Triste demais. Em tempo, algo que só neste momento fui saber: que Ivan é irmão do Cleiton César, narrador titular da RBS TV e repórter em Chapecó, outro que também tem trabalhado um monte desde terça-feira.

*Quase todos os radialistas enviados a Medellín se reuniram na semana passada para um jantar de fim de ano, conforme contado por Fernando Donner Neto, da Chapecó AM. (UOL Esporte, Bruno Freitas)

*As rádios daqui de Porto Alegre enviaram repórteres ao oeste catarinense para cobrir o clima na cidade após a tragédia: a Guaíba com o esportivo Felipe Nabinger, a Gaúcha com o geral Eduardo Matos e a Bandeirantes com um de cada editoria (o esportivo Mateus Trindade e o geral Alessandro Di Lorenzo). Já a Itatiaia enviou Álvaro Damião, que por aqui estava desde domingo para Inter x Cruzeiro e que ficaria para Grêmio x Atlético Mineiro.

*O Figueirense dará os nomes de dois jornalistas falecidos para dependências de sua sede. André Podiacki será o nome da sala de imprensa do Orlando Scarpelli e Djalma Araújo o de um espaço na sala do CFT do Cambirela. O Avaí também prestará homenagens na Ressacada, dando o nome do repórter do Diário Catarinense à Cabine de Imprensa Escrita e o do repórter cinematográfico da RBS à Cabine Central de TVs.

Momento Raridade Rara (luto)

Quando faço este tópico, é para lembrar acontecimentos legais, ocasiões importantes e até mesmo ocorrências doídas, mas históricas no significado e, por isso mesmo, necessárias de rememoração. Mas fazer um tópico assim numa circunstância dessas é algo que jamais eu gostaria de fazer. Fica como uma singela homenagem, espero:

De 2014, Palmeiras 0 x 2 Sport pelo Brasileirão com Aroldo Costa na Rádio Jornal. O primeiro gol do Allianz Parque foi marcado por Ananias. Quem sempre lembrou disso foi Ricardo Martins, da 105 FM, que desde então chamava de maneira brincalhona o estádio palmeirense de "Ananias Parque".

De 2006, Santos 2 x 0 Portuguesa no título paulista com Milton Leite no SporTV. Primeiro gol de Cléber Santana.

De 2013, Paraná 0 x 1 Chapecoense na Série B com Luiz Augusto Xavier e Gil Rocha no SporTV. O gol de Bruno Rangel, maior goleador do clube na história, subiu o Verdão do Oeste para a Série A em 2014.

Três momentos de Caio Júnior: de 1985, Grêmio 2 x 1 Internacional na final gaúcha com Celestino Valenzuela na RBS TV (o segundo gol foi dele); de 1997, Paraná 3 x 0 Coritiba praticamente dando o título estadual aos tricolores em reportagem de Dorival Chrispim na CNT (dois gols do Caio); e de 2013, Bahia 3 x 7 Vitória (por ele treinado) na ida da decisão estadual com Thiago Mastroianni na Rede Bahia. Em tempo: além do futebol dentro e fora das quatro linhas, Caio Júnior foi também comentarista, sempre em Curitiba, tendo passagens pela "Mesa Redonda" da CNT no fim dos anos 90, pela Rádio Banda B de 1999 a 2001 e pelo SporTV em 2003.

De 2011, Chapecoense 1 x 0 Criciúma na final catarinense com Fernando Doesse na Rádio Chapecó. Gol rodado no "Redação SporTV", com André Rizek e Lédio Carmona. Assíduo Schardong foi do "Redação AM".

De 2012, uma reportagem de Giovane Klein (então Giovane Victória) na TV Pampa de Pelotas sobre a vida dos moradores de rua. Ele passou duas noites ao lado deles para mostrar melhor suas realidades.

De 2012, uma reportagem de Guilherme Marques apresentada por Luciana Barreto no "Repórter Brasil", da TV Brasil, sobre um incêndio no Hospital Pedro Ernesto, no Rio de Janeiro.

De 2010, um "Globo Esportivo" na Rádio Globo SP. Paulo Júlio Clement, Oscar Ulisses, Osvaldo Pascoal e Juca Kfouri bateram um ótimo papo com Cléber Machado no quadro "Galeria do Esporte".

Passo para Deva Pascovicci. Ah, Deva... Como ficar sem suas narrações? Bom, em 28 de setembro do ano passado, este "PM" o homenageou com um "Raridade Rara" nos seus 50 anos, incluindo algumas observações sobre sua carreira e citações profissionais que não li nos relatos desta semana. Por agora, faço dois destaques. O primeiro: São Paulo 2 x 2 Santos, final do Paulista 2000, na íntegra do SporTV com ele, Mário Sérgio, Carlos Lima e Elias Awad. Foi desta partida que tanto o "Redação SporTV" quanto o "Jornal Nacional" extraíram imagens e lances para recordar dele narrando na Globosat. E o segundo: Palmeiras 0 x 0 Grêmio, Brasileiro 2012, num dos famosos clipes musicais de melhores momentos que a CBN rodava nos intervalos. Em SP, os clipes cabiam ao apresentador Leandro Mota. Naquela noite, o narrador citou uma canção que tinha sido o primeiro prefixo FM que escutara e falei pra ele no Twitter que o grupo era muito bom e deveria virar clipe, mas Deva disse que Mota só curtia rock. Aí, veio a surpresa: o pedido do "Pavarotti" foi atendido e rendeu estes pouco menos de 3 minutos sensacionais em um jogo nada sensacional. A canção: "Going Back To My Roots", com Odyssey.

Mário Sérgio Pontes de Paiva... Aí, preciso de um pouco mais de espaço. Primeiro, três destaques do "Vesgo" jogando: de 1979, Internacional 1 x 0 Goiás no Brasileirão com gol dele contado na Rádio Gaúcha por Roberto Brauner, Ruy Carlos Ostermann, Wianey Carlet, Darci Filho e Raul Moreau (gol reprisado no "Esporte e Cia." de quinta para sexta durante entrevista do Rafael Colling com João Guilherme); de 1981, um depoimento de avaliação até então da sua carreira para Gilson Ribeiro na Rede Globo (futuro colega de Band); e de 1983, Grêmio 2 x 1 Hamburgo no Mundial Interclubes com Armindo Antônio Ranzolin, Lauro Quadros, João Carlos Belmonte e Joabel Pereira na Rádio Guaíba (e a citação no segundo gol a algo que a filmagem japonesa não registrou: "Mário Sérgio ergue as mãos para o céu, como agradecendo a Deus pelo gol de Renato!!!"). Do Mário comentarista, são dois destaques dele na Bandeirantes, "o Canal do Esporte", ambos na parceria inesquecível com Sílvio Luiz: de 1990, Corinthians 2 x 1 Atlético Mineiro com reportagem de Flávio Carvalho; e de 1994, "Apito Final" mostrando uma pelada amigável com a equipe da emissora na Copa do Mundo nos EUA e dois momentos "harmônicos" de Mário e Sílvio na quadra devidamente zoados por José Luiz Datena e Jota Júnior no VT e Luciano do Valle no estúdio.

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "24 Horas").

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
INSTAGRAM: EduCesarPapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA COLUNAS ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.