.

 

  NOSSAS SEÇÕES
  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  O Jogo da Minha Vida
  Papo Especial
  Sites Parceiros
  Anuncie Aqui

24 HORAS - RETROSPECTIVA 2007

Esportes

Troféu Ai Madrecita Mia
Brasil, bicampeão da Copa América com chocolate sobre a Argentina.

Troféu Alien do Ano (Estrangeiro nos EUA)
Dirk Nowitzki, primeiro MVP europeu da história da NBA.

Troféu Amoreco do Ano
Jade Barbosa, que ganhou a torcida com seus grandes desempenhos e doçura de menina.

Troféu Ana Maria Braga (Acooorda, Menina!)
Fábio, do Cruzeiro, que cochilou e estava fora do gol quando o Atlético marcou 4 x 0, na final do Campeonato Mineiro.

Troféu André Rocha (Olho Tático)
Losango triplo, o esquema tático de Vicente Limberger que ganhou até análise de Paulo Vinícius Coelho.

Troféu Aperto no Coração
Éder Ayres, torcedor do Flamengo, desempregado e com uma filha para cuidar, que deu R$ 100,00 ao clube para ajudar a quitar os salários atrasados.

Troféu Apressado Come Cru
CBF, que puxou para sábado todas as partidas das três séries do Brasileiro e, como o Brasil jogou neste mesmo dia pelas quartas-de-final da Copa América por
não se classificar em primeiro na sua chave, deixou o domingo inteiro sem jogos nacionais.

Troféu Armando Marques
Paulo Roberto Ferreira, que iniciou Rio Claro x Barueri, pelo Campeonato Paulista, sem bola.
***
Wilson Souza de Mendonça, que marcou tiro de meta num gol legal do Vera Cruz sobre o Central, pelo Campeonato Pernambucano.
***
Marcos Tadeu Nunes, que marcou adiantada de Diego Cavalieri, do Palmeiras, quando este defendeu em cima da linha o pênalti de Adeílson, do Ipatinga, pela Copa do Brasil.
***
Carlos Eugênio Simon, que não deu um pênalti em Tchô, do Atlético Mineiro, no jogo com o Botafogo, pela Copa do Brasil.
***
Leonardo Gaciba da Silva, que influiu em Paraná x São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro, marcando um pênalti inexistente para os são paulinos e anulando um gol legal dos paranistas.
***
Oscar Ruiz, que validou o pênalti decisivo de Brasil x Uruguai, pela Copa América, quando Doni quase foi à linha da pequena área para defender a cobrança de Lugano.
***
Luiz Antônio Silva Santos, que deu pênalti para o Internacional contra o Atlético Paranaense, pelo Campeonato Brasileiro, quando o lance foi fora da área.
***
Alcides Zawaski Pazetto, que anulou três vezes o pênalti de Anderson Lima, do Coritiba, contra o Ipatinga, pela Série B do Campeonato Brasileiro, validando somente na quarta cobrança.

Troféu Aurélio Miguel
Tiago Camilo, João Derly e Luciano Corrêa, levando o Brasil ao topo no Mundial de Judô.

Troféu Barato Cortado
Conmebol, que mudou a regra da Libertadores para impedir uma final entre dois times do mesmo país devido às duas finais seguidas entre brasileiros.

Troféu Ben Johnson
Dodô, cujo doping manchou um ano que deveria ser marcado somente por lindos gols.
***
Jaqueline, que perdeu o Pan por um doping estúpido.
***
Marcão e Romário, pegos no doping por substâncias capilares que em 2008 não serão considerados mais doping.
***
Rebeca Gusmão, indiscutivelmente o doping do ano.

Troféu Bigorna Parida
Romário, que demorou um tempão, mas finalmente atingiu o objetivo do milésimo gol.

Troféu Bola de Meia, Bola de Gude
São Paulo e Flamengo brigando pela taça das bolinhas.

Troféu Bola Murcha
Manchester United, que empilhou mais de 20 chances de gol contra o Reading, na primeira rodada do Inglês 2007/2008, e ficou no 0 x 0.

Troféu Caras
David Beckham, que foi jogar nos Estados Unidos, viu seu Los Angeles Galaxy ser eliminado da MLS e, como sempre, foi mais manchete fora do campo do que dentro dele.

Troféu Cavalice Bandida
Sessa, do Vélez Sarsfield, que chutou o rosto de Palacio, do Boca Juniors, pela Libertadores.
***
Edmundo, do Palmeiras, que chutou por trás Miranda, do São Paulo, no Campeonato Paulista.
***
Coelho, do Atlético Mineiro, que deu um chega pra lá em Kerlon, do Cruzeiro, no Campeonato Brasileiro.
***
Gavilán, do Grêmio, que respondeu às provocações de Valdívia, do Palmeiras, dando um soco.
***
Todo o primeiro tempo de Santos x Vasco, pelo Campeonato Brasileiro, com uma série de operações a céu aberto não punidas pela arbitragem.

Troféu Chespirito (Só Não é Mais Burro Por Falta de Vitaminas)
Marília, que por causa de duas derrotas demitiu o técnico Jorge Raulli, após ele empilhar 10 vitórias seguidas na Série B do Campeonato Brasileiro.
***
Aílton, do Corinthians, que cometeu contra o Náutico o pênalti mais babaca da temporada.
***
Jorge Silveira, técnico do Brasil, que fez quatro alterações no jogo com o Peru, pelo Sul-Americano Sub-15.

Troféu Chiquinha (Ué! Ué! Ué, ué, uééé!)
Presidentes de Remo e Santa Cruz, que acusaram irregularidades na Série B do Brasileiro somente após a confirmação dos rebaixamentos dos times.

Troféu Coisa Mais Linda
Torcida do Flamengo, que deu show atrás de show no Campeonato Brasileiro.

Troféu Congresso Nacional (Prometeu Mas Não Cumpriu)
Vasco e Criciúma, que pareceram ser sensações de suas séries no Campeonato Brasileiro, mas só pareceram.

Troféu Coração Valente
Fabrício Carvalho, que voltou ao futebol dois anos depois, jogando pelo Goiás.

Troféu Datena (Cadeia Nele)
Lori Sandri, então técnico do América, detido no jogo com o Sport, pelo Brasileiro.

Troféu Desbravando Terras Insólitas
Jardel, que começou o ano jogando no Chipre e, no segundo semestre, se mandou para a Austrália.

Troféu Desgraçado Desalmado
Mikhail Zubkov, técnico que agrediu a própria filha, Kateryna Zubkova, durante o Mundial de Esportes Aquáticos.

Troféu Deus nos Acuda
Brasil eleito país-sede da Copa do Mundo de 2014.

Troféu Do Céu ao Inferno
Obina, do Flamengo, que marcou sobre o Vasco, na final da Taça Guanabara, e se lesionou ao mesmo tempo, parando seis meses.

Troféu Doeu em Mim
Terry, do Chelsea, que teve o rosto chutado por Diaby, do Arsenal, na final da Copa da Liga Inglesa.
***
João Vitor, do Paraná, que teve o braço partido em dois ao tomar um chute de Souza, do Flamengo, pela Libertadores.
***
Robert Kubica, que sofreu um acidente horroroso no GP do Canadá de Fórmula 1 e, milagrosamente, viveu.
***
Dario Franchitti, que protagonizou um mega-acidente no GP de Michigan da Fórmula Indy.

Troféu Eduardo Araújo (Ele é o Bom, é o Bom, é o Bom)
Kaká, Melhor do Mundo, Bola de Ouro e campeão europeu e mundial.

Troféu Eduardo Guedes (Rocambole do Ano)
Superliga de Vôlei e seus quatro "mini-torneios" e final em jogo único.

Troféu Esse Até a Minha Avó Fazia (Os Gols Feitos Mais Perdidos do Ano)
Roger, do Corinthians, na derrota para o São Paulo, no Campeonato Paulista.
Dinélson, do Corinthians, no empate com o São Paulo, no Campeonato Brasileiro.
Juan, do Flamengo, na vitória sobre o Goiás, no Campeonato Brasileiro.
Finazzi, do Corinthians, no empate com o Internacional, no Campeonato Brasileiro.

Troféu "Estréia Linda"
Carlos Alberto Parreira, que estreou na África do Sul empatando com a "fortíssima" Suazilândia.

Troféu Eu Tenho a Força
Sport, campeão pernambucano com apenas uma derrota em 18 jogos.

Troféu Fenômeno Esportivo
Diego Hypólito, imbatível na ginástica artística.

Troféu Ferro na Boneca
Gandula que atacou Marcão, do Comercial, com um ferro durante o clássico com o Botafogo, pela Série A2 do Campeonato Paulista.

Troféu Flávia Freire (Bomba D'Água do Ano)
GP do Japão de Fórmula 1, o mais divertido da temporada justamente por conta da chuva.

Troféu Frustração do Ano
Mariana Brochado, que não se classificou para o Pan.

Troféu "Gracinhas" do Ano
STJD, que aplicou um monte de ganchos e anulou e/ou reduziu a maioria deles.

Troféu Hepatite
Palmeiras e sua camisa "amarelo marca-texto".

Troféu Hiltor Mombach
Campeonato Holandês, que teve três times chegando na última rodada lutando pelo título e o PSV campeão por marcar um gol a mais que o Ajax.

Troféu Ibsen Pinheiro (Clássico Arruma e Desarruma Casa?)
Flamengo, campeão carioca sem ter ganho um clássico sequer.

Troféu Inacreditável
Desfecho da temporada da Fórmula 1, com os inesperados erros de Lewis Hamilton e a improvável virada de Kimi Raikkonen.

Troféu Incrível! Fantástico! Extraordinário!
Edu Cesar, que acertou os 10 palpites da rodada 10 da Série B do Campeonato Brasileiro.

Troféu Ingratidão do Ano
Adriano Gabiru, dispensado pelo Internacional mesmo sendo autor do gol do título mundial de 2006.

Troféu Injustiça do Ano
Amanda Romeu, a saborosa delícia que não foi eleita musa do Atlético Mineiro no concurso Musas do Brasileirão.

Troféu INSS
Arce, que pendurou as chuteiras e deixará saudades em gremistas e palmeirenses.
***
Sílvia Regina de Oliveira, que pendurou o apito e deixará saudades em Eduardo Affonso.

Troféu Ironia do Ano
Nelson Piquet perdendo a carteira de motorista.

Troféu Irresponsabilidade do Ano
A tragédia da Fonte Nova, que resultou em sete mortes.

Troféu Já Fui e Já Regressei
Abel Braga, que saiu do Inter após os fiascos do primeiro semestre e, passados alguns meses, voltou sem ter ido para outro clube.
***
Cuca, que deixou o Botafogo e, uma semana e meia depois, voltou a treiná-lo.

Troféu Juan Figer (Negociação do Ano)
Alexandre Pato, vendido pelo Internacional ao Milan.

Troféu Juca Kfouri
Positivo: Onaireves Moura, preso e saído da presidência da Federação Paranaense.
***
Negativo: Ricardo Teixeira, reeleito pela enésima vez na CBF e vitorioso na obtenção da suspensão da CPI do Corinthians.

Troféu Libido Futebolística
Sophia Loren, ainda sexy com mais de 70 anos, que prometeu um strip-tease aos jogadores do Napoli se voltassem à Série A do Campeonato Italiano.

Troféu Luciano do Valle (É de Placa! É de Placa!)
Eles: Messi, do Barcelona, que "clonou" Maradona na Copa de 86 no jogo com o Getafe, pela Copa do Rei.
***
Elas: Marta, do Brasil, com um drible inédito contra os Estados Unidos, pelo Mundial Feminino.

Troféu Maguila
Felipão, que quase deu um soco no sérvio Dragutinovic.

Troféu Mais Perdido Que Cego em Tiroteio
Polícia do Paraná, que achou que Portuguesa x Coritiba, pelo Campeonato Paranaense, seria em Londrina e foi para lá. Só que o jogo foi em Curitiba...

Troféu Marginais do Ano
Feyenoord, expulso da Copa da UEFA por incidentes aprontados por sua torcida na partida contra o Nancy, no ano anterior.
***
Quebra-pau entre as torcidas de Corinthians e Palmeiras, na final do Rio/São Paulo de Showbol.
***
Pancadaria no vestiário da Arena da Baixada entre jogadores de Atlético Paranaense e Grêmio.
***
Morte de torcedor em Atalanta x Milan provoca suspensão da rodada do Campeonato Italiano.
***
Conflito entre torcidas de Flamengo e Vasco durante jogo do Carioca de Basquete causa a morte de um rubro-negro.

Troféu Mascarado do Ano
José Mourinho, que se intitulou o melhor técnico da história de Portugal.

Troféu Me Belisca Que Devo Estar Sonhando
Os três jogos entre Pete Sampras e Roger Federer, craques em suas gerações.

Troféu Me Dá Um Dinheiro Aí
Jajá, do Guarani, que comemorou o gol sobre o Tupi, pelo Campeonato Mineiro, e recebeu R$ 20,00 de um torcedor.
Diogo Silva, ouro no judô do Pan mesmo com uma verba de apenas R$ 600,00 a cada três meses.

Troféu Mega-Sena
Tony Parker, campeão da NBA pelo San Antonio Spurs e casado com a deusa Eva Longoria.

Troféu Milton Neves
João Bosco Vaz, pelo lançamento do Museu do Esporte.

Troféu Minissérie Alvinegra
Os quatro jogos seguidos, contando Brasileiro e Sul-Americana, entre Corinthians e Botafogo.

Troféu Morena do Ano
Nicole Bahls, a espetacular musa do Paraná que venceu com sobras o Musas do Brasileirão.

Troféu Mulher do Ano
Ana Paula Oliveira, que comprou brigas com Santos e Botafogo por erros de arbitragem e com CBF e FIFA por sair nua na Playboy.

Troféu Musa Esportiva do Ano
Hope Solo, goleira da seleção norte-americana de futebol.

Troféu Não Confie Um Cheque a Estas Mulheres
Seleção feminina de vôlei, que acumulou uma série de derrotas incríveis.

Troféu Nem Vi Ele Passar
Mário Sérgio, que ficou três jogos no Botafogo e perdeu os três.

Troféu Novelo de Lã (Rolo do Ano)
Thiago Neves, Fluminense, Paraná, Palmeiras e sabe lá Deus quem mais.

Troféu Papagaiada do Ano
CBF, que adiou várias partidas do Campeonato Brasileiro no Rio por causa do Pan.

Troféu Papelão É Pouco
Juventus, que vencia o Figueirense até os 38 minutos do segundo tempo, mas tomou a virada e perdeu o título do primeiro turno do Campeonato Catarinense.
***
Internacional, eliminado da Libertadores e do Campeonato Gaúcho ainda na primeira fase.
***
Barcelona, eliminado da Copa do Rei levando 4 x 0 do Getafe, após fazer 5 x 2 na ida.
***
Seleção Brasileira, eliminada de forma patética do Mundial Sub-20 pela Espanha.
***
Basquete norte-americano no Pan, eliminado de forma risível.
***
Paysandu e Guarani, eliminados de forma precoce da Série C do Campeonato Brasileiro.
***
Botafogo, que vencia o River Plate em pleno Monumental de Nuñez, pela Copa Sul-Americana, e permitiu a virada nos minutos finais.
***
Inglaterra, fora da Eurocopa de 2008 perdendo em casa para a já classificada Croácia.
***
Santa Cruz, ridículo no Campeonato Pernambucano, na Copa do Brasil e na Série B do Brasileiro.
***
Corinthians, pelas eliminações precoces no Paulista e na Copa do Brasil, rebaixamento no Brasileiro e escândalos que dominaram as páginas policiais.

Troféu Paris Hilton (Paixão Reprimida)
Natanael Felipe Rhoden e suas constantes citações ao volante Edmílson, ex-Grêmio.

Troféu Paul Robinson
Júlio César, do Botafogo, que deu uma furada no jogo com o Náutico, pelo Brasileirão.

Troféu Pé de Valsa do Ano
Helio Castroneves, campeão do "Dancing With The Stars".

Troféu Pé Furado
Dodô, do Botafogo, que perdeu cinco chances claras de gol no empate com o Palmeiras, pelo Brasileirão.

Troféu Penas Pra Que Te Quero
Saja, do Grêmio, que comeu um frangaço que contribuiu para a derrota pro Figueirense, no Campeonato Brasileiro.

Troféu Phil Collins (I Cannot Believe It's True)
Gremistas e colorados unidos pelo rebaixamento do Corinthians.

Troféu Professor Pardal
Afonso Alves, a invenção de Dunga que ganhou notoriedade pelos sete gols marcados numa partida do Heerenveen.

Troféu Proibido Para Menores
Mario Gomez, do Stuttgart, que fez um "gol de pinto" contra o Bayern de Munique, pelo Campeonato Alemão.

Troféu Punição Inútil
Patrick Head, da Williams, considerado culpado pela morte de Ayrton Senna, mas livre pois o caso prescreveu.

Troféu Reencontro do Ano
Danrlei, que reencontrou a torcida do Grêmio defendendo o São José de Porto Alegre, pelo Campeonato Gaúcho.

Troféu Roberto Avallone (Aqui Tem Comando)
Romário, que se aventurou como técnico do Vasco por um jogo e, no fim do ano, foi confirmado no cargo para a Taça Guanabara.

Troféu Roberto Rojas
Bosco, do São Paulo, que fingiu ter sido ferido após o jogo com o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro.
***
Dida, do Milan, que encenou uma agressão de um torcedor do Celtic, pela Liga dos Campeões.

Troféu Rogério Ceni
Tiago, da Portuguesa, que marcou mais gols na temporada que o são paulino, no ano em que este tornou-se o maior goleiro-artilheiro da história.

Troféu Romário
Luís Fabiano, que mostrou contra o Uruguai uma atuação digna de camisa 9 como a Seleção custou a ter o ano inteiro.

Troféu 'S Wonderful, 'S Marvelous
Cerimônia de abertura do Pan, um espetáculo inesquecível.

Troféu Serginho
Puerta, do Sevilla, que desmaiou durante o jogo com o Getafe, pelo Campeonato Espanhol, e morreu pouco depois.

Troféu Sou Brasileiro e Não Desisto Nunca
Seleção feminina de futebol, ouro no Pan e vice-campeã mundial, apesar da falta de apoio e incentivo.

Troféu Sujeira do Ano
O escândalo da espionagem na Fórmula 1

Troféu Tal Pai, Tal Filho
Nelsinho Piquet, confirmado na Renault para 2008.

Troféu Tava Bom Demais...
Racha entre Ricardinho e Bernardinho na seleção masculina de vôlei.

Troféu Telê Santana
Joel Santana, que driblou as piadas e foi brilhante na condução do Flamengo à Libertadores.

Troféu Terceira Guerra Mundial
Botafogo x São Paulo, jogo que acirrou como nunca a rivalidade RJ/SP.

Troféu UTI
FIFA, que se voltou contra jogos em altitude além do aceitável e ganhou inimigos como Evo Morales.

Troféu Time da Virada
Grêmio, que conseguiu três viradas "impossíveis" em mata-mata: contra o Caxias, no Campeonato Gaúcho; e contra Defensor e São Paulo, na Libertadores.

Troféu Trouxas do Ano
Vampeta e Souza, que ficaram trocando farpas babacas.

Troféu Várzea Perde
Sumiço de fios que ligavam a energia do estádio causam o adiamento de Nacional x Barras, pela Série C do Brasileiro.

Troféu WC
Saja, do Grêmio, que aproveitou um pênalti de seu time contra o São José de Cachoeira, pelo Campeonato Gaúcho, para fazer xixi atrás de uma placa de publicidade protegido por uma toalha.
***
Francisco Gílson, árbitro, que interrompeu Esporte x Patos, pelo Campeonato Paraibano, para ir ao banheiro.
***
Kadijevic, do Defensores de Belgramo, que foi ao banheiro durante o jogo com o Sarmiento, pela Série C do Campeonato Argentino.

Troféu YMCA
José Cyrillo Júnior, dirigente do Palmeiras, versus Richarlyson.

ÍNDICE DA
RETROSPECTIVA 2007

 

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição: Edu Cesar - E-mail/MSN: papodebola@gmail.com

.