Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola


(51) 99843-7700

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar comenta os resultados dos campeonatos de futebol e o dia-a-dia dos clubes. Destaque para o que de principal ocorre em todas as modalidades e ainda os tópicos não-esportivos "Sintonia PB", "Clipe do Dia" e "Bela do Dia".
 
LEIA AQUI as colunas anteriores VEJA AQUI as "Belas do Dia" anteriores
 
Segunda, 18 de janeiro de 2021
Vacina que devolve a esperança no amanhã melhor



Que a imagem de ontem à tarde da enfermeira Mônica Calazans, primeira brasileira a receber uma vacina contra a Covid-19 num 17 de janeiro de 2021 para a história, seja símbolo de um novo tempo. Tempo de esperança, esperança de que a ciência vença e de que a partir de agora e nos próximos tempos a partir desta segunda-feira chegue a vez de cada um de nós para começarmos a derrotar aos poucos o coronavírus. Já sofremos muito, muitos se perderam no caminho - e este verso vale não só na primavera, mas também no verão e nas outras duas estações. Precisamos ter o direito de sonhar, de torcer, de acreditar. Que sofra agora quem nos fez sofrer pois, apesar de vocês, amanhã há de ser outro dia. Com o peito um pouco mais aliviado porque a esperança de um futuro melhor haverá de vencer as pessoas ruins que só querem o bem próprio e não o benefício coletivo, vamos começar a coluna.

Uma reviravolta extraordinária do Vila Nova



Após um ano de queda, o Tigre goiano está de volta à Série B para 2021. Dependia apenas de si no desfecho do Grupo C da fase semifinal desta Terceirona enquanto o Santa Cruz abotoava o Brusque. Num espaço de seis minutos e nada mais, Emanuel Biancucchi (aquele mesmo, o primo do Messi) substituiu Alan Mineiro, assinou o 1 x 0 que deixou seu time com vaga tanto na próxima Bêzona quanto na decisão desta atual Série C e depois foi expulso. Que participação ligeira a dele! Ligeira e mais mortífera que a máquina, como diria Martin Riggs.

Ao postar #TáPago nas redes sociais, o Vila se sentiu vingado por 1999, quando credita a um "jogo de comadres" entre Santa e Goiás, terminado 0 x 0, a perda do caneco daquela segunda divisão. Foram 10 pontos contra 9 do Brusque, 8 do Santa (que irá para o quarto ano consecutivo na terceira divisão, queda violentíssima na pior hora possível) e 5 do Ituano. Sobem Vila, Brusque, Londrina e Remo, os paraenses sendo os adversários dos goianos na finalíssima com ida no Centro-Oeste e volta no Norte nos dois próximos sábados. Na coluna de ontem, falei sobre a classificação do Tubarão nos minutos finais, derrubando o Ypiranga e o Paysandu no Grupo D.

São Paulo de novo bobeando e Inter e Galo mais um pouco se aproximando



Três jogos sem vitória, um ponto ganho nestes nove. A gordura são-paulina acabou e, por mais que tenha chegado ao terceiro jogo sem derrota na Arena da Baixada (mas não ao terceiro sucesso consecutivo) graças à "perninha" do Tchê Tchê para assegurar o 1 x 1, o time do Fernando Diniz tá abrindo espaço para uma emoção que em dado momento não se pensava mais que o Campeonato Brasileiro fosse ter. O Athletico Paranaense teve como boa notícia o pouco menos de meia hora em campo do Vitinho, que não jogava havia quase cinco meses e que recuperou-se de uma infecção, tão séria que em dado momento parou na UTI. Superação da vida, persistência em dar a volta por cima.



Ainda líderes, os tricolores agora têm apenas um ponto acima do Internacional do Abel Braga, que reprisou algo que ele mesmo obtivera pela vez última em 2006: seis vitórias consecutivas. Mas não foi sem emoção. Os dois gols de frente antes dos 10 minutos foram enganosos pois logo em seguida o Fortaleza diminuiu para, mesmo inferior em campo, empatar na segunda etapa - e por muito pouco não virar na sequência. Só que era para ser noite vermelha mesmo, vide o desempate e a consumação em autogol dos 4 x 2 que mantiveram os cearenses encrencadíssimos. Também ontem, Atlético por Atlético, o Mineiro aplicou 3 x 1 no Goianiense e o Hyoran fez um golaço sensacional.



Dos três cariocas em campo, só o Fluminense do Marcão curado da Covid se deu bem ao ganhar de um ainda periclitante Sport por 1 x 0. Vanderlei Luxemburgo aprontou de novo e, depois do Palmeiras, agora foi o Vasco que tomou fumo como mandante diante do Coritiba em um 1 x 0 que estreou Gustavo Morínigo e cessou 10 pelejas de jejum. Já Diego Loureiro até se esforçou ao máximo na primeira atuação após dois anos, mas deu Santos pela 3ª vez consecutiva com um 2 x 1 que fez o Botafogo completar quatro derrotas seguidas. Por fim, três pênaltis (o do 1º gol paulista muito forçado) e deu Red Bull Bragantino desempatando para 2 x 1 sobre o Ceará no último lance.

A segunda-feira colocará mais molho nesse saboroso prato que virou a busca pela liderança do campeonato pois teremos o Flamengo fechando a rodada contra o Goiás (esmeraldinos não vencem os flamenguistas em casa há cinco jogos desde 2009 - o êxito de 2014 não conta pois foi em Cuiabá) e, sobretudo e especialmente, o atrasado Palmeiras x Corinthians que colocará frente a frente um Verdão vindo de partidas anormais diante de River Plate e Grêmio, mas muito bem com Abel Ferreira no geral (13 vitórias, 5 empates e 3 derrotas), contra um Coringão há sete jogos sem derrota (cinco vencidos) e que só perdeu dois de oito dérbis no Allianz Parque (quatro vencidos).

A turma de cima está assim depois de 30 rodadas (um asterisco para jogo a menos e dois asteriscos para quem terá uma partida a menos depois de atuar nesta segunda): em 1º, São Paulo com 57; em 2º, Internacional com 56; em 3º, Atlético Mineiro* com 53; em 4º, Grêmio* com 50; em 5º, Flamengo** com 49; e em 6º, Palmeiras** com 48. Já a turma de baixo está assim: em 14º, Sport, Vasco* e Fortaleza com 32; em 17º, Bahia com 29; em 18º, Goiás com 26; em 19º, Coritiba com 25; e em 20º, Botafogo com 23. Não custa lembrar: Bahia x Corinthians ficou para dia 28 devido ao clássico paulistano atrasado, por isso os tricolores só voltam a jogar nesta quarta, contra o Athletico.

Chapa quentíssima na zona de baixo da Bêzona



Critérios de desempate. Eles definem, neste momento, o Vitória abrindo o Z4 da Série B. Vitória, que não faz jus ao nome pois é justamente uma vitória a menos que deixa ele abaixo de Náutico e Figueirense. Os baianos empataram em 0 x 0 com a Chapecoense, que continua um ponto atrás do ainda líder América Mineiro em 35ª rodada na qual ambos igualaram. Mesmo tomando 2 x 0 da Ponte Preta e sendo besta fora de casa ante ser bestial em seus domínios, o Náutico escapa pelo mesmo motivo do Figueirense: uma vitória a mais - e os pernambucanos ficam atrás dos catarinenses no saldo (menos 10 a menos 4). Mas estando fora dos quatro últimos, é o de menos.



É só porque faltam nove pontos por disputar e deverá ser impossível tirar a diferença de cinco que separa o Cruzeiro do 17º lugar, nada no entanto que ofereça o mínimo alívio que seja para o vexame histórico que é ser o primeiro clube grande a ficar dois anos seguidos na segunda divisão na era dos pontos corridos, dando para debater na proporção do contexto se isso é inferior, iguala ou mesmo supera o Fluminense do formulismo de 1998, que foi rebaixado para a Terceirona. O 1 x 0 devolveu o Juventude aos quatro primeiros pois fez sua parte como não fez o CSA ao ficar no 1 x 1 com o Avaí, em jogo do qual falei na coluna de ontem por causa desse absurdo sanitariamente irresponsável que foi permitir que Valdívia jogasse estando infectado pelo coronavírus - e a contraprova deu positivo.

Após estas pelejas já destacadas e também um Oeste 0 x 1 Confiança de gol surgido a partir de pênalti pra lá de "Mandrake", eis a classificação a três rodadas do desfecho: em 1º, América (subido) com 68; em 2º, Chapecoense (subida) com 67; em 3º, Cuiabá com 58; em 4º, Juventude com 55; em 5º, CSA com 53; em 6º, Ponte Preta e Operário com 51; em 8º, Avaí com 49; em 9º, Sampaio Corrêa e Guarani com 48; em 11º, Brasil com 47; em 12º, CRB com 46; em 13º, Confiança com 45; em 14º, Cruzeiro com 44; em 15º, Figueirense, Náutico e Vitória com 39; em 18º, Paraná com 36; em 19º, Botafogo de Ribeirão Preto com 34; e em 20º, Oeste (rebaixado) com 26.

Neste meio de semana, que marcará a antepenúltima rodada desta Segundona, poderemos ter o líder ficando a uma rodada do título e as confirmações de mais um acesso e de mais um rebaixamento. Seis jogos acontecerão amanhã: às 16h, Brasil x América Mineiro; às 19h15, Avaí x Juventude, Botafogo x CSA, CRB x Figueirense e Confiança x Sampaio; e às 21h30, Paraná x Cuiabá. Na quarta, tem às 16h Guarani x Vitória, às 19h15 Náutico x Oeste e às 21h30 Cruzeiro x Operário. Por fim, quinta-feira tem às 17h45 (horário diferente) Chapecoense x Ponte.

Os destaques de anteontem, ontem e hoje

Brasileirão Série D Semifinal aberta por Mirassol 4 x 0 Altos (pauladaça sofrida pelos piauienses um fim-de-semana depois de se classificarem tocando 5 x 1 no Marcílio Dias) e Floresta 1 x 1 Novorizontino.

Brasileirão Sub-20 Finalíssima aberta pelos 2 x 1 do Atlético Mineiro sobre o Athletico Paranaense.

Brasileirão Feminino A2 Botafogo e Napoli decidirão o título. As cariocas marcaram 2 x 1 ontem e 3 x 2 totais no Bahia, enquanto as catarinenses bateram o Real Brasília nos pênaltis por 5 x 4 após 1 x 1 no tempo normal.



Copa Diego Maradona Boca Juniors campeão por 5 x 3 nos pênaltis, verdade. Dá uma acalmada na turbulência deixada pela eliminação da Libertadores para o Santos. Mesmo assim, ficou reforçado que esse Boca não é o Boca ao qual me habituei esses anos todos. Aquele multicampeão que tanto tocou o terror nos brasileiros e papou com muito merecimento tudo quanto foi caneco jamais deixaria o Banfield fazer 1 x 1 aos 50 e meio da etapa final.

Copa Sul-Americana Braian Romero trincou, o Defensa y Justicia derrotou o Coquimbo Unido por 4 x 2, confirmou a decisão toda argentina contra o Lanús no próximo sábado e, além disso, está confirmada a Recopa Sul-Americana entre um brasileiro do estado de São Paulo (Santos ou Palmeiras) e um argentino.

Supercopa da Espanha Athletic Bilbao campeão pela 3ª vez ao empatar a um minuto do fim do tempo regulamentar e virar na prorrogação para 3 x 2 sobre o Barcelona, que viu Messi ser expulso pela vez primeira em 753 partidas pelo clube e apenas a terceira na carreira (as anteriores pela Argentina, tanto contra a Hungria em amistoso de 2005 quanto diante do Chile no 3º lugar da Copa América de 2019). Tuíte do perfil "Corneta Europa" no Twitter que preciso trazer completo: "Desde o ano passado, a Supercopa da Espanha passou a ter quatro times para vender mais Barcelona x Real Madrid para árabes. Resultado: seis jogos até aqui e nenhum foi Barcelona x Real Madrid; e nenhum dos campeões era o atual campeão nem da Liga, nem da Copa do Rei. Planejamento."

Campeonato Italiano A Internazionale ganhou da Juventus por 2 x 0 e igualou os 40 pontos do Milan, que hoje visitará o Cagliari e pode novamente seguir em primeiro isolado se ao menos empatar.

Campeonato Inglês O Manchester United continua líder com 37 pontos em 18 jogos após o 0 x 0 com o Liverpool, quarto com 34 em 18 por estar atrás dos 35 em 18 do Leicester, que bateu o Southampton por 2 x 0, e do vice-líder com 35 em 17 Manchester City, que enfiou 1, 2, 3, 4 x 0 no Crystal Palace. A parada tá bonita pois o Tottenham foi aos 33 pontos em 18 partidas com 3 x 1 diante do Sheffield, enquanto o Everton soma 32 em 17.

Campeonato Inglês Série B Não mais jogador desde a última sexta, Rooney agora é efetivamente, apenas e tão somente técnico do Derby County, que tomou 1 x 0 do Rotherham e é o penúltimo, com 19 pontos.

Campeonato Alemão Bayern de Munique "campeão de inverno" pois derrotou o Freiburg por 2 x 1, foi aos 36 pontos e livrou quatro para o RB Leipzig, que ficou no 2 x 2 com o Wolfsburg nesta 16ª rodada.

Campeonato Francês Paris Saint Germain e Lille co-líderes com 42 pontos após 20 rodadas. Sem Mauricio Pochettino, infectado pela Covid, o Paris venceu o Angers por 1 x 0. Já o Lille ganhou do Reims por 2 x 1. Por sua vez, o Lyon sofreu 1 x 0 do Metz, parou nos 40 e perdeu uma invencibilidade de 16 partidas desde 18 de setembro do ano passado (dois dias depois que completei 39 anos, mas isso não vem ao caso).

Segunda de primeira na reverência a cracaços da casamata



Os dois ganharam muito em campo e venceram mais ainda fora dele. Ambos estão de aniversário hoje.

Um foi zagueiro do Barcelona. Foi campeão europeu em 1992 (mas não mundial porque o São Paulo de Telê Santana brilhantemente não deixou), da Recopa Europeia em 1997, duas vezes da Supercopa da Europa nos dois referidos anos, seis vezes do Espanhol (tetra de 1991 a 1994 e bi entre 1998 e 1999), duas da Copa do Rei (bi em 1997 e 1998) e quatro vezes da Supercopa da Espanha (bi em 1991 e 1992, além de 1994 e 1996).

Como técnico - o mais revolucionário do seu tempo (e ainda assim tão mal entendido por tantos copiadores que não sacam o que torna ele histórico) -, no Barça venceu os Mundiais, as Ligas dos Campeões e as Supercopas da Europa de 2009 e 2011, foi tri espanhol e da Supercopa da Espanha de 2009 até 2011 e vencedor da Copa do Rei em 2009 e 2012. No Bayern de Munique, faturou Mundial e Supercopa da Europa em 2013 e a Copa da Alemanha em 2014 e 2016, sendo tri alemão de 2014 a 2016. Hoje no Manchester City, foi bi da Premier League e da Supercopa da Inglaterra em 2019 e 2019, campeão da Copa da Inglaterra em 2019 e tri da Copa da Liga de 2018 a 2020.

O outro foi meio-campista. No River Plate, fez história ao ganhar a Libertadores de 1996, a Supercopa de 1997 e seis Argentinos entre Apertura e Clausura. Pelo Monaco, foi campeão francês e da Supercopa nacional em 2000 e da Copa da Liga Francesa em 2003. No Paris Saint Germain, faturou a Copa da Liga em 2008, mesmo ano no qual venceu a Copa Aberta dos EUA pelo DC United. No Nacional, papou o Uruguaio de 2011. E pela seleção argentina, foi ouro nos Jogos Pan-Americanos de Mar del Plata em 1995 e mundial de juniores em 1997.

Como treinador, foi campeão uruguaio pelo Nacional em 2012 e, sobretudo e especialmente, tem no River Plate atual uma passagem extraordinária, que faz dele - e não é a eliminação da atual Libertadores para o Palmeiras que muda esta condição - o principal D.T. da América do Sul na atualidade. São duas Libertadores em 2015 e 2018, a Copa Sul-Americana de 2014, as Recopas Sul-Americanas de 2015, 2016 e 2019, a Supercopa Euroamericana e a Copa Suruga ambas em 2015, a Supercopa Argentina em 2017 e o tri da Copa Argentina de 2015 a 2017.

Não apenas hoje, mas todos os dias o futebol deve reverências mil a Josep Guardiola, que nesta segunda-feira está completando 50 anos, e a Marcelo Gallardo, que celebra nesta data 45 anos. Feras!!!

Curtinhas Esportivas



O árbitro da final da Libertadores Será o argentino Patricio Loustau que comandará Palmeiras x Santos dia 30, no Maracanã, às 17h. Ezequiel Brailovsky e Diego Bonfa serão os bandeirinhas, com Mauro Vigliano no vídeo. Anteontem, Patricio apitou os 3 x 1 do Vélez Sarsfield sobre o Rosario Central, pela final da fase complementar da Copa Diego Maradona, e expulsou três atletas dos 33 aos 43 do segundo, dois do perdedor e um do ganhador.

Muriel recebeu alta O goleiro do Fluminense ficou em observação médica por dois dias depois de uma concussão em treino na última sexta após tomar uma bolada no rosto, felizmente nada de grave com ele.

Árbitras passaram nos testes físicos da FIFA Edina Alves e Neuza Back obtiveram os índices exigidos para árbitros e assistentes de torneios da entidade e estão asseguradíssimas no Mundial do Catar.

Luto na canoagem brasileira Presidente da Confederação Brasileira, João Tomasini Schwertner morreu ontem aos 61 anos após um mês internado em Curitiba depois de testar positivo para o coronavírus.

James Harden estreou no novo time da NBA Ex-Houston Rockets, o "Barba" estreou no Brooklyn Nets com vitória por 122 x 115 sobre o Orlando Magic com direito a triplo-duplo (40 pontos, 12 rebotes e 14 assistências).

Definidas as finais de conferência da NFL A Nacional será decidida por Green Bay Packers, que fez 32 a 18 no Los Angeles Rams, e Tampa Bay Buccaneers, que aplicou 30 x 20 no New Orleans Saints. Já a Americana tem no desfecho Kansas City Chiefs, que bateu o Cleveland Browns por 22 x 17, e Buffalo Bills, que abotoou o Baltimore Ravens por 17 x 3 para retornar à decisão da conferência depois de 27 anos. Jogos no próximo domingo.

Mundial Masculino de Handebol Depois dos 32 x 32 com a Tunísia, o Brasil enfrentará amanhã a Polônia.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:



A volta do "Pijama Show" em Santa Catarina Em iniciativa própria da NSC (e que, por não envolver a RBS, fará com que não haja transmissão da atração aqui no Rio Grande do Sul, que seguirá com a grade musical normal), o "Pijama Show" estará de volta à Rádio Atlântida a partir desta noite, das 22h às 0h. O clássico programa apresentado por Everton Cunha - "or simply the best Mr. Pi de Pijama" - foi ao ar originalmente na estação FM de 1998 até 2015, quando deixou tanto a frequência modulada quanto o dial de Santa Catarina e do interior da aldeia pampeana por ser migrado para a Farroupilha AM daqui de Porto Alegre, na qual permaneceu até a extinção em 2016. Desde então, Everton passou pela Fan FM de Cachoeira do Sul e pela Rádio Bandeirantes porto-alegrense (nesta última diferenciando-se do comunicador musical ao ser apresentador esportivo), por último estando na Mix FM daqui.



As tranças da Tábata na Globo Destacou-se no "MGTV - 1ª Edição" de anteontem um vivo da repórter Tábata Poline, que cobria as consequências da chuva em um bairro do oeste de Belo Horizonte, pois ela ostentou tranças no cabelo, saindo do padrão histórico imposto há décadas não só no Plim-Plim, mas em todas as emissoras brasileiras nos noticiários - padrão sem o mínimo de nexo, diga-se. A jornalista escreveu no Twitter que, mais do que ser uma questão estética (e não foi isso), poder usar tranças em um telejornal de canal aberto é a afirmação da identidade negra e da luta contra tudo que se sofre desde sempre, esperando que ela seja uma ponte para as que estão por vir rumo ao topo. Não quero afirmar nada porque pode ter tido mais algum ou alguns exemplos e eu não saber deles, mas tranças antes da Tábata acho que só vi uma ou duas vezes ano passado com a Cynthia Martins no "Band Notícias".

"Manhattan Connection" no "Roda Viva" Estreado depois de amanhã na TV Cultura após 28 anos de Globosat entre GNT e GloboNews, o programa feito nos Estados Unidos terá seus apresentadores Lucas Mendes, Diogo Mainardi e Caio Blinder participando nesta noite do tradicional programa de entrevistas, às 22h.



Renato Lombardi, o holograma da Record Afastado dos estúdios desde novembro após somente um mês depois do retorno presencial devido à dispensa dos veteranos após Luiz Bacci ter tido coronavírus, o tradicional comentarista regressou nesta segunda à edição paulistana do "Balanço Geral" como holograma através de tecnologia de chroma na casa dele, com sinal enviado por mochilink e tudo ajustado para que a imagem dele seja projetada no estúdio de forma a permitir sua interação com os apresentadores Reinaldo Gottino e a "venenosa" Fabíola Reipert. O recurso é conhecido do nosso vídeo pois, como lembrou o excelso conviva twitteiro Neto Souza, o SporTV já lançara mão dele na Olimpíada de 2012 para colocar comentaristas no RJ "ao lado" de Galvão Bueno em Londres.

Bela do Dia: Marcela Lourenzetto

Marcela Lourenzetto, repórter e apresentadora da Rádio CBN. A imagem dela no vídeo ao vivo nos canais da emissora, vibrando efusivamente quando a Anvisa aprovou por unanimidade o uso emergencial das vacinas contra o coronavírus, viralizou no Twitter com total razão. Você, eu, todos nós, assim tenho certeza, tiveram a mesma reação pois todos queremos as vacinas, venham de onde vier, para que enfim iniciemos a derrota desta doença que é a pior praga do mundo em mais de um século e daqui a poucos anos, se não por inteiro, ao menos em grande parte a normalidade esteja de volta e possamos nos encontrar em grande quantidade sem risco de ficarmos doentes, possamos dar abraços e beijos sem medo de infecção, enfim. Muito humanismo demonstrou a Marcela. O bom jornalista também é aquele que vivencia o fato e se emociona com ele. Boa, guria!

Rita Lisauskas estreando na CNN Brasil Dia da jornalista ex-RedeTV!, Bandeirantes, SBT, Record, Centro América (Globo MT) e Canal Rural começar a fazer o "Liberdade de Opinião" às 14h30, dentro do "Visão CNN" apresentado pela Carla Vilhena e em mais um espaço para este quadro além do matinal exibido no "Novo Dia".

Phelipe Siani saiu do "Live CNN" Foram 10 meses dele no programa do fim de manhã, feito nos três primeiros meses com a esposa Mariana Palma. O casal não emplacou - ele ainda durou um tempinho a mais do que ela, deslocada para o fim de noite no "CNN Tonight". Atualmente, Marcela Rahal e Daniel Adjuto estão neste jornal.

Morre Phil Spector Lendário produtor musical, ele morreu anteontem aos 81 anos. Seu trabalho na música incluiu associação com bandas e cantores como Beatles em "Let It Be", John Lennon em "Imagine", Ben E. King em "Spanish Harlem", Ronettes em "Be My Baby" e Righteous Brothers em "You've Lost That Loving Feeling", entre outros. Porém, a qualidade musical não abafa o fato de que foi uma pessoa em fato podre, vide abusos cometidos com a esposa Ronnie Bennett (vocalista dos Ronettes), dar tiros durante gravações de discos com Lennon e Ramones, além do pior de tudo - sim, piora: matar a comediante Lana Clarkson em 2003. Por isso, morreu na cadeia.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Datas em 0 ou 5

É um hábito desta "24 Horas" de bastante tempo e que será mantido aqui ao observar datas importantes que completam 5, 10, 25, 40, 65, 100 anos, enfim, sempre em 0 ou 5 pois é como consigo me organizar  melhor. As desta segunda, 18 de janeiro, são estas:

*100 anos do nascimento de Danny Kaye, falecido em 1987 e ator e cantor de filmes como "Natal Branco" e "Cara-de-Pau".

*55 anos de André Ribeiro, ex-piloto e vencedor da primeira Rio 400 da Fórmula Mundial em 1996.

*50 anos de Christian Fittipaldi, ex-piloto que correu na Fórmula 1 de 1992 a 1994 (ano no qual seu grave acidente nos treinos livres foi a primeira senha daquele que seria o trágico fim-de-semana do GP de San Marino) e na Mundial de 1995 até 2002.

*25 anos da morte de Alberto Ruschel, nascido em 1918 e ator de "O Cangaceiro" e de filmes da produtora Atlântida.

*20 anos do Vasco campeão da Copa João Havelange ao marcar 3 x 1 no São Caetano em final remarcada após a quase tragédia de 30 de dezembro de 2000 (a famosa partida do uniforme com o logo do SBT).

Clipe do Dia: David Ruffin

Há 80 anos nascia este integrante dos Temptations, falecido em 1991. É dele a voz de "My Girl" em 1965.



Clipe do Dia: Bobby Goldsboro

Segunda-feira que marca os 80 anos do nascimento dele, que brilhou em 1968 melodiando "Honey".



Clipe do Dia: Tom Bailey

65 anos completa o vocalista dos Thompson Twins, de grande sucesso em 1983 com a baita "Hold Me Now".



Clipe do Dia: Glenn Frey

Perdíamos há cinco anos completados nesta segunda o cantor dos Eagles de 1971 até 1980 e de 1994 até sua morte. Nascido em 1948, eternizou em 1984 o classicaço tema de "Um Tira da Pesada": "The Heat is On".



Clipe do Dia: "Êta Mundo Bom"

Recentemente reprisada pela Globo, esta popular novela das seis escrita por Walcyr Carrasco e estrelada por Sérgio Guizé na "mó vibe Mazaropi" estreava há 5 anos. Abertura com Suricato, "O Sanfoneiro Só Tocava Isso".



Arremate

Coronavírus já vitimou no Brasil quase 210 mil dos quase 8 milhões e 500 mil infectados. Força e solidariedade.

"24 Horas" volta rezando que um dia este mal cesse ou diminua drasticamente.

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.