Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola


(51) 99843-7700

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar comenta os resultados dos campeonatos de futebol e o dia-a-dia dos clubes. Destaque para o que de principal ocorre em todas as modalidades e ainda os tópicos não-esportivos "Sintonia PB", "Clipe do Dia" e "Bela do Dia".
 
LEIA AQUI as colunas anteriores VEJA AQUI as "Belas do Dia" anteriores
 
Quarta, 11 de novembro de 2020
O pouco que rende muito na Chapecoense



Em algum momento você já deve ter lido ou escutado de alguém algo mais ou menos nessa linha: "prefiro ganhar 6 jogos por 1 x 0 do que um por 6 x 0". Eu mesmo já falei algumas assim, tipo reclamar que alguns times gastaram demais a cota de gols numa só vez por eles fazerem falta em outras. Mas com a Chapecoense, isso não tem acontecido.

Sim, teve aquela vez que ela ganhou por 5 x 0 da Ponte Preta. Mas no mais, basicamente os triunfos são por 1 x 0, como ontem diante do CSA. Faz poucos gols, tanto que com apenas 22 em 21 partidas marcou menos do que simplesmente 10 times da Série B - o melhor ataque é o do Juventude com 28 gols, seguido de Sampaio Corrêa e do próprio CSA com 27. Só que continua tendo míseros 5 gols sofridos, quase 3 vezes a menos que o segundo menos vazado, o América Mineiro com 13. O time do Umberto Louzer preza pela eficiência máxima. Pouco que vale muito.

São agora 18 jogos gerais sem derrota do Verdão do Oeste, dos quais 11 vencidos. Líder com 44 pontos obtidos em 12 vitórias, 8 empates e 1 derrota, voltará a campo na sexta-feira da semana que vem, visitando o Sampaio Corrêa. O Azulão do Mutange perdeu depois de 6 vitórias consecutivas em casa, ficando com 28 pontos e mais distante do 4º colocado Juventude, que tem 34. Sábado da semana que vem, visitará o Cuiabá. Os alagoanos estão atrás do Confiança, que foi aos 29 pontos com 1 x 0 sobre o Botafogo de Ribeirão Preto, estacionado nos 18 e vice-lanterna, a 3 pontos do 16º colocado. Sexta da semana que vem, tem Avaí x Confiança e Guarani x Botafogo.

Começam as quartas da Copa do Brasil

É uma maratona de 7 horas seguidas, começa às 4 e meia da tarde e vai até 11 e meia da noite. Haja fôlego! Arrancada com Palmeiras x Ceará, que já destaquei previamente na coluna de ontem para ter mais tempo disso no ar.

Às 7 da noite, um duelo inédito: Cuiabá x Grêmio. Vindo de derrota e com 3 baixas nas últimas 7 apresentações (das quais 2 vencidas), o Dourado está invicto em casa neste ano. Depois de tomar 1 x 0 do Paysandu na ida da final da Copa Verde (da qual acabaria campeão na volta ao ganhar nos pênaltis), são 16 mandos sem derrota, dos quais 11 vitoriosos. Já o Tricolor não perde há 8 pelejas e ganhou as 5 últimas, tendo só uma derrota nas últimas 12 presenças, das quais 8 exitosas. Fora de casa, são 3 vitórias seguidas e 4 partidas sem ser superado.

Retornado ao Mato Grosso depois de 10 anos desde um 3 x 1 sobre o Araguaia justamente pela CB, o Grêmio enfrentará um clube fundado pelo saudoso ex-atacante Gaúcho, que foi seu atleta não em 1985, como erradamente consta na Wikipédia e em "trocentos" sites variados, mas em fato em 1987, como constado na excelente Grêmiopedia. Naquele ano ele atuou apenas 6 vezes oficialmente, sendo duas pelo Gauchão e 4 na Copa União, e outras 10 em amistosos, num deles marcando seu único tento pelos gaúchos, num 2 x 2 com o suíço Sion. A horas da bola rolar, o Cuiabá perdeu seu treinador pois Marcelo Chamusca aceitou proposta do Fortaleza. Eita nóis!!!

Depois, teremos Internacional x América Mineiro às 9 e meia da noite. Pela 7ª vez com Abel Braga na casamata apenas um dia depois de retornar para substituir Eduardo Coudet (e agora também com o auxiliar permanente Osmar Loss, que deixou a coordenação da base do Corinthians), esteve irregular nos últimos 6 jogos com o argentino: 2 vitórias, 2 empates e 2 derrotas, isso depois de 5 vitórias e 2 empates. Como mandante, a equipe ainda com ele tem uma derrota nas últimas 15 pelejas, mas empatou duas das últimas 3. São 6 mandos de invencibilidade, dos quais 4 exitosos. Já o Coelho do Lisca não se dá bem há 3 atuações, vindo de dois empates, mas perdeu apenas um dos últimos 13 compromissos, dos quais 7 vitoriosos. Até perder pro Avaí, emendou 3 visitas triunfantes.

É a 3ª vez que gaúchos e mineiros se enfrentam na Copa do Brasil. Em 1998, cada um venceu pela primeira fase por 1 x 0 e a volta foi aqui em Porto Alegre, com o América vencendo nos pênaltis por 4 x 2. Já em 2013, deu Inter pela 3ª fase com 3 x 1 aqui e 1 x 1 em Belo Horizonte. Historicamente é o Colorado que se dá melhor neste embate ao ter 12 vitórias em 20 contendas, mas de 2013 para cá tá mais parelho: 3 vitórias, 2 empates e 2 derrotas. Especificamente no Beira-Rio, o América ganhou uma única vez (em 90 minutos, claro): 1 x 0 pela Sul/Minas de 2000.

Por fim e também às 9 e meia, um Flamengo x São Paulo que promete demais tanto por vir apenas 1 semana e meia depois daquele 4 x 1 inesquecível dos paulistas quanto pela estreia do Rogério Ceni como substituto do Domènec Torrent nos cariocas, ainda mais outra vez contra o clube do qual tornou-se ídolo histórico e novamente frente a frente com ele após a eliminação do Fortaleza nos intermináveis pênaltis pelas oitavas. O Mengão vem de duas goleadas sofridas nos dois últimos domingos, triunfando na outra porfia. Antes dessas 3, tinha ficado invicto por 12 depois daqueles 5 x 0 aplicados pelo Independiente del Valle, se dando bem em 9 delas.

Já o Tricolor do Fernando Diniz chega após 3 vitórias consecutivas e uma derrota em 11 jogos, dos quais 6 ganhados. Fora de casa, só perdeu uma das últimas 5 jornadas, ganhando 3 delas. Além disso tudo do momento, o histórico também é atração. Este será o 5º mata-mata em dois jogos entre eles. O Flamengo se deu bem em dois deles: semifinal do RJ/SP de 1997, com 1 x 0 no Rio e 3 x 1 fora; e final da Copa dos Campeões de 2001, quando venceu por 5 x 2 em João Pessoa e depois sofreu 3 x 2 em Maceió. Nos outros, ambos em 1993, deu São Paulo: quartas da Libertadores com 1 x 1 no RJ e 2 x 0 em casa; e final da Supercopa, com duplo 2 x 2 e êxito nos pênaltis em SP.

Os são-paulinos não perdem para os flamenguistas há 6 partidas gerais desde 2017, vencendo 3 delas, e no Maracanã especificamente desde 2015. O Maracanã é um estádio onde o São Paulo gosta de encarar o Flamengo, que se deu bem de 1951 até 1997, com 10 vitórias, 4 empates e 2 derrotas. Mas de 1998 até agora, são 9 vitórias paulistas, 4 cariocas e 5 empates. O equilíbrio ficou maior de 2007 para cá, com 3 vitórias rubro-negras, 2 empates e 4 vitórias tricolores. Tudo de tudo resulta em 17 vitórias do Flamengo, 15 do São Paulo e 11 empates.

Partida atrasada do Brasileirão

Pendente da 18ª rodada por causa do São Paulo x Fortaleza da Copa do Brasil, tem hoje Bahia x Fortaleza aos 15 pras 7 da noite, primeiro jogo do Tricolor do Pici sem Rogério Ceni, pela vez segunda fora dele e cuja despedida foi na derrota para o Athletico Paranaense no sábado passado - que, aliás, o clube quer anular junto ao STJD alegando erro de direito no gol seu anulado pela arbitragem de vídeo e no tento da virada do Furacão.

Os baianos liderados pelo Mano Menezes vêm de dois sucessos seguidos e 4 mandos vitoriosos consecutivos, enquanto os cearenses perderam as duas últimas e não ganham há 3 duelos. O encontro deles no ano passado deu ao Leão sua primeira vitória sobre o Esquadrão após 8 tentativas infrutíferas desde 2009, ainda que 6 delas empatadas. O Fortaleza ganhou do Bahia em Salvador uma única e longínqua vez: 1 x 0 pelo Torneio dos Campeões de 1982. Nas últimas 13 pelejas desde 2004, são 8 empates, 2 vitórias baianas e 3 cearenses.

Curtinhas Esportivas

Surto de coronavírus no Santos São 13 só no time masculino: os jogadores Alison, Alex, Jobson, Diego Pituca, Sandry, Jean Mota e Vladimir, que se somaram a João Paulo, Lucas Veríssimo e Madson, além dos auxiliares Cuquinha e Eudes Pedro, juntados ao preparador de goleiros Arzul, o gerente de futebol Jorge Andrade e o médico Guilherme Faggioni - fora, claro, o técnico Cuca. E no time feminino são 22, pois confirmaram mais 3 jogadoras depois das 14 inicialmente confirmadas, além de 5 membros da comissão técnica. Simplesmente inacreditável isso no Peixe. Mais inacreditável ainda a Federação Paulista ter sido criminosamente insensível de não adiar a partida das Sereias da Vila contra o São José, esta tarde. Assim, não resta outra alternativa: o Santos não irá a campo e perderá por W.O.

Técnico do Coritiba também com Covid-19 Recém-estreado no 2 x 2 com o Internacional, Rodrigo Santana já ficará fora por alguns dias em recuperação. O auxiliar Pachequinho comandará o time por enquanto. Antes ainda de domingo passado, o Coxa havia registrado 5 casos de jogadores infectados. É outro que deve abrir o olho.

Marcelo Cabo voltou ao Atlético Goianiense Oficializado ontem o retorno do técnico, que estava no CRB.

Gago aposentou-se aos 34 anos Por último atuante no Vélez Sarsfield, pelo qual foi campeão argentino em 2013, ele pendura as chuteiras após ganhar um Apertura, um Clausura, a Sul-Americana de 2005 e duas Recopas Sul-Americanas pelo Boca Juniors e mais um bi espanhol, uma Supercopa da Espanha e uma Copa do Rei pelo Real Madrid. Pela seleção nacional, foi campeão mundial de juniores em 2005 e ouro olímpico em 2008.

Temos data para a NBA 2020/2021 A nova temporada começará em 22 de dezembro. 72 jogos para cada time.

Luto na NBA Morreu aos 86 anos Tom Heinsohn, partícipe dos 17 títulos do Boston Celtics tanto como jogador (8 canecos) quanto como treinador (mais dois) e, depois de aposentado, analista da equipe.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

Força, Amapá!!! 9º dia consecutivo com praticamente todo o estado sofrendo as consequências de um apagaço de energia elétrica, que está voltando aos poucos, verdade, mas ainda muitíssimo longe do ideal. Resolvam isso de uma vez por todas o quanto antes! Não dá para deixar essas pessoas assim por muito mais tempo, não há sanidade e resistência física suficiente. Pombas! O Amapá pede socorro! Mais um episódio vergonhoso para nossa história.

Xicão Tofani deixou o CTI Internado há mais de 1 mês devido ao coronavírus, o comunicador da Rede Pampa (debatedor do "Atualidades Pampa" na afiliada da RedeTV! e atuante em programas da Rádio Grenal) agora está em um quarto do Hospital de Clínicas, aqui em Porto Alegre, com quadro estável. Ele tem 68 anos.

Debate na Bandeirantes Rio Interior A filial de Barra Mansa promoverá nesta quarta o segundo debate dos candidatos à prefeitura de Volta Redonda, às 22h50, novamente com Yasmin Bachour como mediadora.

Jornalista candidata sofreu atentado Aconteceu em São Vicente, onde concorre à prefeitura Solange Freitas, por muitos anos repórter da TV Tribuna (Globo Baixada Santista). Na manhã desta quarta, o carro onde ela estava foi alvo de tiros, tiros e mais tiros. Só não morreu ninguém que nele estava pois o veículo era blindado. Meu Deus!!!

Crime chocante no Rio de Janeiro Assassinado nesta madrugada o cineasta Cadu Barcellos, aos 34 anos, esfaqueado que foi por bandidos no centro da cidade. Ele era assistente de direção do "Greg News", da HBO, e dirigiu e roteirizou a série "Mais x Favela", do Multishow, além de dirigir um episódio do filme "Cinco Vezes Favela - Agora por Nós Mesmos", que Cacá Diegues e Renata Almeida Magalhães lançaram em 2010. Que triste!!!

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Datas em 0 ou 5

É um hábito desta "24 Horas" de bastante tempo e que será mantido aqui ao observar datas importantes que completam 5, 10, 25, 40, 65, 100 anos, enfim, sempre em 0 ou 5 pois é como consigo me organizar melhor. As desta quarta, 11 de novembro, são estas:

*100 anos do América, campeão cearense em 1935 e 1966.

*95 anos do nascimento de Jonathan Winters, falecido em 2013 e ator de filmes como "Deu a Louca no Mundo" e de séries como "Mork & Mindy".

Bela do Dia: Victoria Abel

Victoria Abel, repórter da Rádio CBN de São Paulo. Hoje não temos "a bela do dia" e sim "Abel do Dia", uma lindona muito "victoriosa" em tudo que faz.

*85 anos do nascimento de Bibi Andersson, falecida no ano passado e atriz de filmes de Ingmar Bergman, como "O Sétimo Selo", "Morangos Silvestres" e "No Limiar da Vida".

*80 anos ao dobrado: de Alexandre Garcia, comentarista da CNN Brasil e de várias rádios brasileiras, ex-apresentador da TV Globo e com passagem pela TV Manchete; e de Antônio Pedro, humorista que fez a "Escolinha do Professor Raimundo" e a "Zorra Total", atuante revisto no Viva com personagens nas novelas "Sassaricando" e "Explode Coração", além de também ter feito "Malhação".

*60 anos ao dobrado: de Stanley Tucci, ator indicado ao Oscar de coadjuvante por "Um Olhar do Paraíso"; e de Peter Parros, ator da série "A Super Máquina".

*55 anos de Max Mutchnick, criador da série "Will & Grace" junto com David Kohan.

*35 anos da exibição de "AIDS - Aconteceu Comigo" pela NBC, primeiro grande filme a falar abertamente sobre o vírus HIV, dirigido por John Erman e estrelado por Aidan Quinn, Gena Rowlands e Ben Gazarra.

*25 anos da morte de Nhá Barbina, atriz e humorista nascida em 1915 e que fez "A Praça é Nossa" e a novela "Meus Filhos, Minha Vida" no SBT, além da minissérie "Rabo de Saia" na Globo e vários filmes.

Arremate

Coronavírus já vitimou no Brasil 163 mil dos mais de 5 milhões e 700 mil infectados. Força e solidariedade.

"24 Horas" volta rezando que um dia este mal cesse ou diminua drasticamente.

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.