Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola


(51) 99843-7700

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar comenta os resultados dos campeonatos de futebol e o dia-a-dia dos clubes. Destaque para o que de principal ocorre em todas as modalidades e ainda os tópicos não-esportivos "Sintonia PB", "Clipe do Dia" e "Bela do Dia".
 
LEIA AQUI as colunas anteriores VEJA AQUI as "Belas do Dia" anteriores
 
Segunda, 9 de novembro de 2020
Inter líder após o Galo bater o Fla

Em síntese, é o resumo da 21ª rodada do Brasileirão. Empatar em casa com um time da zona de baixo não foi nada bom para o Internacional, mas um ponto bastou para ficar na frente do Flamengo, que tomou mais uma sova daquelas, na reabilitação do Atlético Mineiro após tempos encrespadíssimos. O Fluminense tomou fumo e perdeu terreno, enquanto o São Paulo tá bem e com os jogos a menos, além do Palmeiras se animar. Até o Grêmio sonha.



Primeiro, destaco o Internacional, que por duas vezes esteve na frente e em ambas cedeu a igualdade ao Coritiba. Quando o 2º gol aconteceu, os gaúchos já estavam com um a menos pois Heitor fora expulso - e expulso diretamente, o que deixará ele fora por duas partidas pois também tomou suspensão pelo 3º amarelo. O 2 x 2 foi o 3º empate dos comandados do Eduardo Coudet em 6 apresentações gerais (2 vencidas), enquanto Rodrigo Santana estreou numa equipe fracassada pela 3ª vez seguida em 5 jogos (2 faturados). O Colorado não perde para o Coxa há 8 anos e 11 jogos gerais (8 ganhos) e, especificamente como mandante, há 18 anos e 14 duelos (9 triunfados).



Aí, veio um Atlético Mineiro avassalador já com 1 x 0 aos 3 minutos e 2 x 0 aos 7, voltando a marcar depois de 5 tempos inteiros sem bola na rede. Na base do "2 vira e 4 acaba", o Flamengo sofreu um 4 x 0 que resultou em dois quatrilhos por dois domingos consecutivos. Foi a primeira vitória alvinegra sobre os rubro-negros no Mineirão desde os 4 x 1 da Copa do Brasil de 2014 no geral e desde os 3 x 1 de 2005 especificamente na Série A, além da primeira por ao menos 4 gols de diferença desde os 4 x 0 no Independência também em 2014, aí pelo Brasileirão. Maior vitória atleticana sobre os flamenguistas neste palco, só não sendo a maior absoluta por essa ainda ser a de 6 x 1 em 2004, no Ipatingão. Mesmo suspenso, Jorge Sampaoli teve uma equipe sua atropelando o Flamengo outra vez, tal qual já fora nos 4 x 0 da Universidad de Chile na Sul-Americana de 2011, nos 4 x 0 do Santos da última rodada do ano passado e agora neste ano, quando venceu as duas pois não nos esqueçamos do 1 x 0 da estreia no Rio de Janeiro.

O Galo voltou a se dar bem depois de 4 fracassos (2 perdidos) e o Mengão venceu 2 das últimas 5 atuações gerais (2 perdidas), só não sendo vazado em 5 dos 23 compromissos com Domènec Torrent na casamata - em três esteve de fora devido à Covid -, 37 gols sofridos para 38 anotados. Claro que são 13 vitórias, 4 empates e 6 derrotas, mas enquanto os mais sucessos foram por 5 x 3 no Bahia e 5 x 1 no Corinthians, as maiores pauladas foram por 3 x 0 do Atlético Goianiense, 5 x 0 do Independiente del Valle, 4 x 1 do São Paulo e agora essa. Segunda pior defesa da divisão principal com 29 gols, atrás apenas do Goiás com 33. Os cariocas não perdiam duas seguidas tomando ao menos 4 gols desde 2009, quando emendadas derrotas por 4 x 2 para o Sport e 5 x 0 para o Coritiba. Consequência: o Flamengo mandou embora o espanhol no começo da tarde desta segunda-feira. Uma tremenda bomba.



O Fluminense poderia ter tirado proveito disso, mas voltou a perder depois de 8 jogos (5 ganhos). Odair Hellmann diante do Grêmio geralmente não consegue sucesso. O 1 x 0 rendeu a 5ª vitória consecutiva geral e invencibilidade de 8 partidas para Renato Portaluppi e seus Blue Caps. Nas últimas 6 aparições no RJ, são agora 4 vitórias do novo time de Pinares, meia adquirido junto à Universidad Católica por 2 anos, diante dos tricolores locais. Os gaúchos normalmente priorizam as copas em detrimento ao Brasileirão, mas a proximidade da liderança permite até um sonho.



Sonho quem também tem é o São Paulo, ainda mais por ter 3 jogos atrasados. Os 2 x 1 sobre o Goiás, com direito a um gol de empate até agora rendendo um bafafá daqueles - achei que ela entrou inteira, mas só o chip na bola tiraria 100% esta dúvida -, deram a Fernando Diniz e cia. a 3ª vitória geral seguida, sendo apenas uma derrota nos últimos 11 compromissos (6 vencidos) depois da eliminação da Libertadores naquela derrota para o River Plate. Já a esquadra do Enderson Moreira completou 10 fracassos consecutivos (6 perdas) após o êxito diante do Internacional, único nas últimas 15 jornadas (9 derrotadas). 4ª vitória são-paulina sobre os esmeraldinos em SP nos últimos 8 jogos, 4 vitórias para cada. E nada de empate neste embate em território bandeirante há 17 anos.



A menos de 12 horas da bola rolar em São Januário, o Vasco teve Luiz Roberto Leven Siano ganhando a eleição presidencial tumultuadíssima do sábado, que nem se sabe se será validada por causa de uma decisão do STJ no sentido de anulá-la. O primeiro jogo com dois times brasileiros treinados por portugueses na história da Série A - e segundo no geral pois o outro foi Flamengo do Ernesto Santos 2 x 2 São Paulo do Joreca num amistoso na própria Colina em 1947, soube dessa pelo Paulo Vinícius Coelho - colocou frente a frente os cruzmaltinos do Ricardo Sá Pinto e o Palmeiras do Abel Ferreira, colegas enquanto jogadores há 15 anos e o "paulista" auxiliar do "carioca" no júnior do Sporting em 2011. Um pênalti convertido por Luiz Adriano no rebote deu a vitória ao Verdão, 6ª geral com apenas um gol sofrido para 16 anotados, isso depois daquelas 4 derrotas seguidas. Lembra aquilo de "Troféu Oeste de Empatite Aguda"? Esquece. Os palestrinos não empatam há 12 prélios, dos quais 8 faturados.

Sem Felipe Melo nos próximos 4 meses depois de torcer o tornozelo - ele, que escapou de ser expulso naquela chave de braço "a la MMA" no Léo Matos no primeiro tempo -, o Verdão não perde há 5 pelejas gerais em 5 anos e há 5 específicos nos últimos 8 anos em São Januário para o Cruzmaltino, que chegou ao 3º fracasso consecutivo e tem uma mísera vitória nas últimas 13 porfias (8 perdidas). Só no Brasileirão, são 9 rodadas mal sucedidas, marca negativa que não acontecia desde 2008 e 2015, coincidentemente anos de rebaixamento. Será que...?

Um pênalti controverso - sim, a bola bateu no braço do Marcelo Benevenuto, mas foi ocasional - fez o Bahia ganhar do Botafogo por 1 x 0 aos 54 minutos do segundo tempo, resultando numa rodada não só com derrotas dos 4 cariocas, mas sem um mísero golzinho pró deles que fosse. Vindo da viradaça na Sul-Americana, o Esquadrão hoje do Mano Menezes não emendava dois êxitos desde os diante de Coritiba e Bragantino ainda na metade de agosto, ainda com Roger Machado, e agora só perdeu 2 dos últimos 6 compromissos gerais (3 faturados). Já o Fogão, tocado interinamente pelo preparador de goleiros Flávio Tenius antes da chegada do já em solo carioca desembarcado Ramón Díaz, se deu mal pela 6ª vez seguida (3 perdidas). 5º sucesso tricolor diante dos alvinegros nos últimos 7 encontros.

Com Cuca internado devido ao coronavírus, o Santos reprisou o 1 x 1 do outro jogo com Cuquinha na casamata, ali diante do Corinthians e agora contra o Red Bull Bragantino. Léo Ortiz fez os dois gols da noite, tanto o contra - que em fato nem sei se deveria ter sido validado pois a bola cruzada pelo Soteldo bateu no seu braço e isso deveria resultar em pênalti - quanto o de empate aos 50 do segundo. O Peixe termina 2020 sem ganhar do Massa Bruta, todos os enfrentamentos entre eles empatados. Os alvinegros praianos só perderam uma vez em 6 aparições em Bragança Paulista no século 21, mas na Série A o hoje BragaBull não perdeu nenhuma das 3 vezes ali. O time do Maurício Barbieri fracassou pela 4ª vez seguida, mas ao menos evitou a 4ª derrota. Já o Santos tem somente uma vitória nos últimos 5 cotejos gerais (2 perdidos) e tomou 12 gols nas últimas 9 apresentações. Vaza horrores a defesa.

No reencontro de Vagner Mancini com seu ex-time - que, por sua vez, despediu-se de Eduardo Souza pois contrataram Marcelo Cabo, do CRB, que chegará assim que ficar curado da Covid-19 -, o Atlético Goianiense abriu os trabalhos, mas o Corinthians chegou ao 1 x 1 num pênalti polêmico (às vezes acho que foi, às vezes que não foi). Primeiro empate entre eles em Goiânia após 3 vitórias seguidas dos paulistas e só uma dos locais. Derrotado foi o alvinegro Otero com a perda das lentes de contato dentárias ainda no tempo primeiro, o que rendeu uma cena extremamente inusitada com quatro delas na mão do árbitro - elas corrigem imperfeições e clareiam o sorriso, não custando pouca coisa, não (de mil a dois mil mangos). O Dragão emenda 6 fracassos, mas ao menos escapou da 5ª derrota consecutiva. Já o Coringão tem apenas uma derrota nas 5 rodadas de divisão principal com Mancini, 3 delas bem-sucedidas.

Com muita reclamação de Rogério Ceni e associados contra a arbitragem - especialmente num gol seu anulado e na virada marcada por um choque forte no qual não deram falta -, o Athletico Paranaense cessou a série de 11 fracassos consecutivos (8 perdidos) e 5 derrotas seguidas ao marcar 2 x 1 no Fortaleza, que pela 3ª vez se deu mal, tendo agora somente 2 vitórias nas últimas 7 apresentações. Alívio para Paulo Autuori e cia. Enquanto isso, Ceará e Sport ficaram no 0 x 0. O Vozão do Guto Ferreira e do pela 200ª vez presente Samuel Xavier não perde há 5 atuações (2 vencidas) e só caiu uma vez nas 8 últimas (3 vencidas), enquanto o Leão do Jair Ventura - imitado pelo Ricardo Marques Ribeiro em mais uma cena patética - não perde há 3 jogos (1 vencido) e não foi vazado neles, mas tendo apenas um gol anotado nas últimas 4 jornadas. Foi a 6ª vez seguida sem derrota do Ceará como mandante diante do Sport.

Vamos à classificação do Campeonato Brasileiro, sempre lembrando que asterisco indica jogo a menos: em 1º, Internacional com 36; em 2º, Atlético Mineiro* e Flamengo com 35; em 4º, São Paulo*** com 33; em 5º, Fluminense com 32; em 6º, Palmeiras* e Santos com 31; em 8º, Grêmio* com 30; em 9º, Sport e Corinthians com 25; em 11º, Fortaleza** e Ceará* com 24; em 13º, Atlético Goianiense com 23; em 14º, Bahia* com 22; em 15º, Coritiba, Bragantino e Botafogo* com 20; em 18º, Vasco** e Athletico Paranaense* com 19; e em 20º, Goiás** com 12.

O meio de semana terá jogo atrasado na quarta, Bahia x Fortaleza da 18ª rodada às 18h45. Já a 21ª será quase toda no próximo sábado: 16h30 com Santos x Internacional e Sport x Vasco; 17h com Goiás x Athletico; 19h com Corinthians x Atlético Mineiro, Fortaleza x São Paulo e Grêmio x Ceará; e 21h30 com Flamengo x Atlético Goianiense e Palmeiras x Fluminense. E na segunda que vem, 18h com Coritiba x Bahia e 20h com Botafogo x Bragantino.

Os destaques da Série B

Falei na coluna de ontem sobre Chapecoense 0 x 0 Oeste (o Verdão do Oeste está atento e renovou até o ano que vem com Umberto Louzer, técnico com 18 vitórias em 30 apresentações), América Mineiro 1 x 1 Ponte Preta (3º jogo sem vitória do Coelho depois daquelas 6 vitórias consecutivas, tudo no geral) e Brasil 3 x 0 Cuiabá (o Dourado teve um mistaço-aço-aço diante do Xavante do estreado Cláudio Tencati). Ainda anteontem, o Operário do Matheus Costa finalmente venceu após 5 partidas com 1 x 0 sobre o Figueirense, que se deu bem uma vez nas últimas 8 jornadas.



Ontem, o Sampaio Corrêa virou para 2 x 1 sobre o Vitória e somou o 3º sucesso nas últimas 4 apresentações, tendo apenas uma derrota nos últimos 15 jogos gerais (9 vencidos), ao passo que os baianos não ganham há 9 presenças (5 perdidas), com um sucesso nas 12 últimas atuações (6 perdidas). Vida dura pro Eduardo Barroca, 12 fracassos seguidos somando Coritiba e Vitória, 6 em cada e 9 deles derrotados. Só não veio G4 pro Bolívia Querida pois um gol em flagrante impedimento deu o 1 x 0 ao Juventude diante do CRB, 5 partidas de invencibilidade. Sem Marcelo Cabo, que volta ao Atlético Goianiense, o Galo da Pajuçara agora será treinado por Ramon Menezes, ex-Vasco.

Com apenas dois asteriscos do pendente Sampaio x Náutico do dia 17, vamos à classificação: em 1º, Chapecoense com 41 pontos; em 2º, América e Cuiabá com 36; em 4º, Juventude com 34; em 5º, Sampaio* e Ponte com 31; em 7º, Paraná com 29; em 8º, CSA com 28; em 9º, Avaí com 27; em 10º, CRB, Operário e Confiança com 26; em 13º, Brasil com 25; em 14º, Guarani com 24; em 15º, Cruzeiro com 23; em 16º, Vitória com 21; em 17º, Náutico* com 20; em 18º, Figueirense com 19; em 19º, Botafogo de Ribeirão Preto com 18; e em 20º, Oeste com 8.

A 21ª rodada começará às 8 da noite de hoje com Cruzeiro x Guarani. Os mineiros têm 10 pontos ganhos em 12 disputados com Luiz Felipe Scolari, melhor desempenho nestas 4 rodadas em questão, acima dos 9 do Sampaio Corrêa (só nos 12 correspondentes, sem contar aquele 0 x 0 atrasado com o Brasil) e do Juventude, dos 8 da Chapecoense e dos 7 do América - nestes 12 pontos, o Cuiabá somou apenas 4, pra se ter ideia. Já os campineiros vêm bem com Felipe Conceição, tendo 4 vitórias, 1 empate e 1 derrota, 13 pontos em 18 disputados.

Demais pelejas: amanhã, CSA x Chapecoense às 19h e Confiança x Botafogo às 21h30; na quinta, Vitória x Figueirense às 21h30; na sexta, Ponte Preta x Brasil às 16h, Operário x Náutico às 16h30, Avaí x Paraná às 18h30 e Oeste x CRB às 19h15; e no sábado, Juventude x Sampaio Corrêa (!!!!!) às 19h e Cuiabá x América às 21h30.

Lembrete importante: tem Copa do Brasil

Quartas-de-final começando nesta quarta, maratona de 7 horas consecutivas de ação com Palmeiras x Ceará às 16h30, Cuiabá x Grêmio às 19h e Flamengo x São Paulo e Internacional x América Mineiro às 21h30.

Os destaques de anteontem, ontem e hoje

Brasileirão Série C Mesmo sem titulares devido ao coronavírus, o Santa Cruz fez 2 x 0 no Vila Nova e se garantiu na próxima fase com 4 rodadas de antecipação, tendo apenas 1 derrota em 14 apresentações e 6 vitórias seguidas. A grande goleada foi a que determinou o rebaixamento do Imperatriz com 1 mísero empate na estreia e 13 derrotas sequenciais, a última por 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 x 0 para o Botafogo da Paraíba. Se o Grupo A é liderado pelo Santa com 33 pontos, o Grupo B é comandado pelo Brusque, 27 pontos e que hoje receberá o Boa Esporte.

Brasileirão Série D As principais goleadas do fim-de-semana: Itabaiana 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 x 0 Jacyobá, Bahia de Feira 1, 2, 3, 4, 5 x 0 Palmas, Nacional de Rolândia 0 x 1, 2, 3, 4, 5 Portuguesa da Ilha do Governador, Ferroviária 1, 2, 3, 4, 5 x 1 Toledo e Afogados 0 x 1, 2, 3, 4 América de Natal. Dois jogos aconteceram mesmo com um dos times extremamente prejudicado por surtos de coronavírus: a do Villa Nova sem 12 atletas, ficando no 1 x 1 com o Tupynambás, e a do Rio Branco, sem mais da metade do elenco e ainda sem o técnico, 1 x 1 em embate acreano com o Galvez.



Brasileirão Feminino Com Pia Sundhage presente na Arena Barueri e o VAR anulando um pênalti para as mandantes em sua primeira intervenção na história da competição (à qual chega nesta semifinal e também na finalíssima), o Avaí/Kindermann da goleira Bárbara e das meias Duda e Júlia Bianchi - as três convocadas para amistosos do Brasil contra a Argentina no fim do mês - conseguiu um ótimo resultado fora de casa por 3 x 1 sobre o São Paulo. Já Palmeiras e Corinthians ficaram no 0 x 0. Com isso, pênaltis só teremos destas maneiras: sábado em Florianópolis, se as são-paulinas vencerem por 2 gols de diferença; e segunda que vem em Itaquera, com qualquer novo empate.

Campeonato Inglês A dose dupla de Manchester versus Liverpool teve o United tocando 3 x 1 no Everton, com direito ao primeiro gol de Cavani pelos Diabos Vermelhos, e o 1 x 1 do City com os Reds. O grande triunfo foi o do Chelsea, 4 x 1 no Sheffield United e 4 vitórias seguidas. Já o Tottenham fez 1 x 0 no West Bromwich e Harry Kane tornou-se o 10º jogador da história da Premier League a chegar aos 150 gols marcados.

Campeonato Espanhol O Real Madrid tomou 4 x 1 fora de casa do Valencia com 3 gols de pênalti de Carlos Soler, apenas o 3º atleta em 91 anos de certame a obter esta proeza, igualando Peternac pelo Valladolid contra o Oviedo em 1996 e Di Stéfano pelos próprios merengues diante do Celta em 1958. O Barcelona meteu 5 x 2 no Betis e Messi saiu do banco para anotar 2 vezes e chegar aos 640 tentos pelos catalães, ficando a uma dobra de igualar Pelé com 642 proezas pelo Santos enquanto maior goleador por um só clube. E o Atlético de Madrid fez 4 x 0 no Cádiz.

Campeonato Italiano A Juventus ficou no 1 x 1 com a Lazio, que tá mal faladíssima pois parece que andou fraudando resultados de testes de Covid. O Milan ficou 2 x 2 com o Verona tanto apesar quanto por causa do Ibrahimovic, que perdeu um pênalti, mas que marcou o empate aos 47 do segundo. E nos 2 x 0 sobre a Sampdoria, o Cagliari teve João Pedro chegando a 5 gols nas 7 primeiras rodadas, algo que o clube não tinha desde Gigi Riva há 52 anos.

Campeonato Alemão Não foi um bom fim-de-semana para os Borrusias. O Dortmund tomou 3 x 2 do Bayern de Munique, que pela 300ª teve Lewandowski (259 gols) e que pela 8ª vez nos últimos 11 jogos de Bundesliga derrotou o rival, exitoso apenas 2 vezes. Já o Monchengladbach até fez 3 gols, mas deu Bayer Leverkusen por marcar 4.

Campeonato Francês Mesmo com 8 desfalques - incluindo Neymar e Mbappé - e com mais 3 perdas durante a bola rolando, o Paris Saint Germain fez 3 x 0 no Rennes. O empataço da rodada foi Lens 4 x 4 Reims, nesta sequência: de 1 x 0 para 1 x 2, de 1 x 2 para 2 x 2, de 2 x 2 para 2 x 4 e de 2 x 4 para 4 x 4 aos 45 e aos 46 do segundo.

Campeonato Português O Benfica do Jorge Jesus não ganha há 3 partidas gerais entre nacional e Liga Europa, tomou 3 x 2 do Braga. O Sporting fez 4 x 0 no Vitória de Guimarães e o Porto aplicou 3 x 1 no Portimonense.

Inglês Feminino O 1 x 1 do Tottenham com o Reading marcou a estreia de Alex Morgan nos Hotspurs e sua volta aos gramados depois de 1 ano e 3 meses, ela que vinha recuperando a forma física após ser mãe da Charlie.

Curtinhas Esportivas

Calamidade nas Sereias da Vila 14 atletas do Santos com coronavírus, que também infectou 3 membros da comissão técnica. Some a isso 5 jogadoras contundidas e mais uma goleira em fase final de gravidez. Não sobra quase ninguém para jogar contra o São José, depois de amanhã, pelo Paulistão. Terrível situação, terrível!

Mais uma mudança na Seleção Brasileira Com Casemiro (Real Madrid) fora por estar com coronavírus, Bruno Guimarães (Lyon) foi chamado pelo Tite para enfrentar Venezuela na sexta e Uruguai na terça da semana que vem.

Amistosos da Seleção Olímpica alterados Um deles, na verdade, além do local de ambos. Primeiro, André Jardine e cia. encarariam a Arábia Saudita e o Egito. Só que tem restrições sanitárias em território árabe, daí levaram as partidas para o Egito e agora haverá um triangular contra a seleção anfitriã e mais a Coreia do Sul.

Mais um "brasileiro" convocado Orejuela, do Grêmio, foi chamado pela Colômbia para enfrentar Uruguai e Equador pelas Eliminatórias. Com isso, ele não atuará nas quartas da Copa do Brasil contra o Cuiabá.

Vídeo íntimo causa corte na Rússia O capitão Dzyuba foi excluído do amistoso contra a Moldávia e dos compromissos pela Liga das Nações contra Turquia e Sérvia. Causa, motivo, razão e circunstância: vazou um vídeo dele se masturbando. A comissão técnica alegou excesso de negatividade e tensão para cortá-lo. Entendo... ou não.

Novak Djokovic iguala Pete Sampras O americano tinha ficado 6 anos no 1º lugar da ATP, entre 1993 e 1998, e agora é o sérvio que consegue isso neste ano, igualando o feito de 2011, 2012, 2014, 2015 e 2018.

E tá errada a Carol Solberg? Entrevistada pelo jornal O Globo, a jogadora de vôlei de praia disse ter certeza de que, se tivesse gritado "Bolsonaro mito!" ao invés de "fora, Bolsonaro!" naquela etapa do Circuito Brasileiro, nada teria acontecido a ponto dela ser advertida no sentido de que deveria calar a boca para não sofrer uma punição ainda pior do STJD. Ela citou os exemplos do Felipe Melo no Palmeiras e do Maurício e do Wallace na seleção de quadra, nada com eles aconteceu. Acredita ter sido pior no seu caso não só por se manifestar contrária ao presidente Jair Bolsonaro - algo que disse ter sido espontâneo, nada programado, como desabafo devido à situação muito ruim do Brasil sob diversos sentidos -, mas também por ser mulher, vide tratamentos que crê que homens não receberiam.

Começa a Superliga Feminina A temporada anterior não foi concluída devido ao estouro da pandemia da Covid-19, então, vamos para a 20/21 a partir desta noite com Curitiba x Nestlé e Pinheiros x Bauru.

Parabéns, Ana Sátila! Mais uma vitória dela na Copa do Mundo de canoagem slalom, prova C1 vencida na França. Ela repetiu o triunfo da etapa anterior, na Eslovênia. Mesmo sendo campeã mundial em 2018, a canoísta não tinha faturado ainda nenhuma etapa da Copa do Mundo. Neste 2020, já ganhou duas. Boa, guria!

Mais uma morte na Superbike Brasil Ou deveria se chamar "Supermorte Brasil"? Não digo isso zoando, não é nenhuma brincadeira, falo muitíssimo a sério. São 6 mortes na categoria desde 2015, sendo 5 na mesma Interlagos de ontem e outra em Goiânia. Quem tiver sensibilidade aguçada evite ver a imagem da derrapada que levou à batida no muro que matou Matheus Barbosa aos 22 anos. É forte demais e dói muito, te fará se sentir muito mal.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

Força, Amapá!!! 7º dia consecutivo com praticamente todo o estado sofrendo as consequências de um apagaço de energia elétrica, que está voltando aos poucos, verdade, mas ainda muitíssimo longe do ideal. Resolvam isso de uma vez por todas o quanto antes! Não dá para deixar essas pessoas assim por muito mais tempo, não há sanidade e resistência física suficiente. Pombas! O Amapá pede socorro! Mais um episódio vergonhoso para nossa história.

"Café com Bobagem" de volta ao Grupo Bandeirantes Saído da Transcontinental FM de Mogi das Cruzes, o grupo humorístico composto por Ênio Vivona, Ivan de Oliveira, Oscar Pardini, René Vanordem, Robson Bailarino e Zé Américo estreou hoje na Play FM de SP, diariamente às 12h. Eles foram revelados pela Bandeirantes FM em 1989.



Sábado de debates na Record Enquanto a rede nacional via a segunda edição do "Cidade Alerta", duas capitais ficaram com encontros entre candidatos à prefeitura logo depois do "Jornal da Record": João Pessoa, na TV Correio, e Fortaleza pela TV Cidade, primeira a fazer um debate em canal aberto. Bianca Saraiva foi a mediadora.

138 horas consecutivas ao vivo Assim ficou a GloboNews na última semana com a cobertura líder de audiência no segmento na apuração da eleição presidencial dos EUA, vencida por Joe Biden mesmo que a criança chorona que atende por Donald Trump teime em não reconhecer isso. O TV História registra que isso nunca havia acontecido, de uma emissora ficar tanto tempo assim seguidamente sem mostrar um único programa gravado, apenas e tão somente produções em tempo real. A maratona cessou à meia-noite de ontem para hoje, quando iniciada a reapresentação do "Fantástico". A CNN Brasil deu uma parada de 1 hora no sábado, mas chegou a 99 horas seguidas.



Por falar na CNN Brasil... hoje é dia de mais uma estreia, a mais aguardada devido ao ótimo momento em termos de repercussão, embora não fosse valorizado suficientemente e à altura como mereceria pela Globo: a do Márcio Gomes à frente do novo "CNN Prime Time", das 18h às 19h30, depois dele passando a vir o "Expresso CNN" da Monalisa Perrone. Além da TV paga e da internet, o jornal também entrará pelo radinho de pilha e do celular pois a CNN Rádio vai retransmiti-lo através da Rede Transamérica FM, que até aqui tinha um jornal próprio com Bel Campos.

Tem estreia também na Rádio CBN Nela chega Rodrigo Bocardi, que ocupará um microfone que um dia já foi de seu colega de "Bom Dia Brasil", o até agora quarentenado Chico Pinheiro, lá nos idos de 1996. É o novo "Ponto Final CBN", das 17h às 20h, com ele em SP e Carolina Morand no RJ, substituindo o "Jornal da CBN - 2ª Edição". Bocardi permanecerá normalmente no "Bom Dia SP" e no já citado matinal nacional na TV Globo.

Luto na televisão dos EUA O câncer vitimou Alex Trebek aos 80 anos. Desde 1984 ele apresentava o jogo "Jeopardy!", um dos mais populares programas estadounidenses, que ainda tem edições inéditas a ser exibidas até dezembro, gravadas que foram até o dia 29 do mês passado. O diferencial deste programa é que os competidores tem que dizer não qual é a resposta para a pergunta e sim qual a pergunta que leva à resposta dada. Trebek interpretou a si mesmo em diversas séries, como "Cheers", "Barrados no Baile", "Nanny", "Seinfeld" e "Como Eu Conheci Sua Mãe".

Luto na música Também o câncer - infelizmente sempre ele, essa duradoura praga - vitimou Bones Hillman aos 62 anos. Ele era baixista da banda Midnight Oil desde 1987, quando substituiu Peter Gifford.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Bela do Dia: Soraya Lauand

Soraya Lauand, nova repórter da CNN Brasil em São Paulo. Ela já tinha conquistado o interior quando foi repórter da TV TEM (Globo São José do Rio Preto). Agora é a hora dela conquistar a megalópole.

Datas em 0 ou 5

É um hábito desta "24 Horas" de bastante tempo e que será mantido aqui ao observar datas importantes que completam 5, 10, 25, 40, 65, 100 anos, enfim, sempre em 0 ou 5 pois é como consigo me organizar melhor. As desta segunda, 9 de novembro, são estas:

*100 anos do nascimento de Aloysio de Andrade Faria, banqueiro falecido neste ano e dono do Grupo Alfa, do qual faz parte a Rádio Transamérica.

*95 anos ao dobrado: do Mirassol, campeão paulista da A3 em 1997 e semifinalista da A1 neste ano; e do José Maria de Campos Maia, seu estádio.

*65 anos de Fernando Meirelles, diretor de filmes como "Cidade de Deus", "O Jardineiro Fiel", "Ensaio Sobre a Cegueira" e "Dois Papas".

*60 anos de Brehme, autor do gol do título mundial da Alemanha em 1990 e campeão de um Alemão, uma Copa e uma Supercopa da Alemanha pelo Kaiserslautern, de um Alemão e uma Supercopa da Alemanha pelo Bayern de Munique e de um Italiano, uma Supercopa da Itália e uma Copa da UEFA pela Internazionale.

*45 anos de Maria Ribeiro, atriz de novelas como "História de Amor" e "Império" na Globo e "A Escrava Isaura" e "Prova de Amor" na Record.

*35 anos de Garry Kasparov sendo o mais jovem campeão mundial de xadrez, tendo 22 anos quando derrotou Anatoly Karpov por 13 x 11 numa melhor de 24 jogos.

*5 anos da estreia de "Totalmente Demais", novela de Rosane Svartman e Paulo Halm, recentemente reprisada pela Globo e estrelada por Fábio Assunção, Felipe Simas, Humberto Martins e, sobretudo e especialmente, pelas maravilhosíssimas e deslumbrantérrimas Juliana Paes, Marina Ruy Barbosa, Vivianne Pasmanter e Juliana Paiva (sem contar Julianne Trevisol, Lavínia Vlasak, Jéssica Ellen, Olívia Torres, Aline Fanju e vamos simbora).

Arremate

Coronavírus já vitimou no Brasil mais de 162 mil dos mais de 5 milhões e 600 mil infectados. Força e solidariedade.

"24 Horas" volta rezando que um dia este mal cesse ou diminua drasticamente.

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.