Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola


(51) 99843-7700

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar comenta os resultados dos campeonatos de futebol e o dia-a-dia dos clubes. Destaque para o que de principal ocorre em todas as modalidades e ainda os tópicos não-esportivos "Sintonia PB", "Clipe do Dia" e "Bela do Dia".
 
LEIA AQUI as colunas anteriores VEJA AQUI as "Belas do Dia" anteriores
 
Segunda e terça, 2 e 3 de novembro de 2020
A trinca que manteve o Galo em terceiro

Obs.: edição especial de feriado, publicada originalmente na segunda-feira (dia 2) e com adicionais feitos na terça-feira (dia 3).



Internacional e Flamengo tiveram mais sorte que juízo por acabarem a 19ª rodada empatados na liderança do Brasileirão, os gaúchos na frente dos cariocas por 6 gols a mais de saldo. O Atlético Mineiro retomaria ela se ganhasse. Porém, o Palmeiras decolou na interinidade do Andrey Lopes e chegou ao 4º êxito consecutivo com um 3 x 0 que certamente deixou Abel Ferreira animado nos camarotes. São agora 8 partidas gerais sem derrota do Verdão para o Galo, mantido na 3ª posição e que venceu pela vez última num 1 x 0 de 2016, gol de Leandro Donizete, que neste fim-de-semana voltou ao futebol no 0 x 0 do seu Londrina com o Boa Esporte, pela Série C, quase 2 anos depois da última partida que fizera, uma derrota do América Mineiro por 4 x 0 para justamente o Palmeiras.

Os times do Jorge Sampaoli são conhecidos pelo ataque constante, mas há o outro lado da moeda: defesa que, bem explorada, pode causar estrago. Foi a 4ª vez que o Galo tomou uma trinca na mesma partida nesta Série A, as outras sendo nas derrotas por 3 x 1 tanto para Bahia quanto para Santos, além dos 4 x 3 sobre o Atlético Goianiense. Além disso, aconteceu algo que não ocorria desde 4 e 5 de junho de 2016: vitórias dos quatro grandes de SP numa mesma rodada da divisão principal nacional - naquela vez, o Palmeiras fez 2 x 1 no Flamengo e o São Paulo 1 x 0 no Cruzeiro, ambos visitantes, e o Corinthians 2 x 1 no Coritiba e o Santos 3 x 0 no Botafogo, ambos mandantes.

Nos últimos 6 jogos, o Atlético somou apenas 5 pontos com uma vitória e dois empates. Nos 6 anteriores, foram 15 conquistados em 5 vitórias. Já o Grêmio, que encerrou a última rodada da primeira metade - mas não a primeira metade em si -, chegou aos 10 pontos ganhos nos últimos 12 ao fazer 2 x 1 no Red Bull Bragantino em jogo tão horroroso até o primeiro gol que, em sinal de protesto, no começo da etapa final fiquei apenas escutando no rádio e liguei o televisor em "Distrito 21" (episódio da época que a Nadia Decotis ainda estava viva). Embora não anotasse, Churín estreou muito bem pois foi a partir de sua entrada que o time do Renato Portaluppi melhorou. Mas o resultado foi melhor que a atuação em si, até porque o Massa Bruta deu alguns sustos que geraram tensão.

Quatrilho são-paulino histórico no Maraca
Obs.: tópico atualizado na terça-feira.



Quando Pedro abriu o placar aos 5 minutos, parecia que seria mais uma vitória normal do Flamengo do Domènec Torrent. Mas depois, normal foi tudo o que não tivemos. O São Paulo igualou com Tchê Tchê, escapou do desempate quando Thiago Volpi deteve Bruno Henrique após revisão no vídeo confirmar um pênalti e virou no último lance antes do intervalo com o 6º gol nas últimas 4 partidas de Brenner. Depois dele, aumentou com Reinaldo em outro pênalti confirmado após revisão no vídeo, aí escapou da encostada tanto quando Volpi deteve Pedro na 3ª penalidade máxima apontada via VAR (3 também são os pênaltis que o goleiro defendeu dos 5 marcados contra os são-paulinos neste Brasileirão, nenhum convertido) quanto na bomba do Bruno no poste e, por fim, quatrilhou com Luciano. Que domingo! Talvez nem o tricolor mais otimista pensasse nisso - numa vitória talvez, mas não com um roteiro desses.

Existem aqueles "dias não". No caso rubro-negro, foi um "fim-de-semana não", pois esta goleada encerrou uma trinca negativa que teve ainda as perdas do basquete masculino na sexta-feira para o Quimsa da Argentina, pela Liga dos Campeões das Américas, e do vôlei feminino no sábado para o Praia Clube por 3 sets a 0, pelo Troféu Super Vôlei. A perda da invencibilidade de 12 partidas gerais significou a primeira derrota como mandante desde o 1 x 0 do Atlético Mineiro, na rodada inaugural, e outras marcas: vez primeira que toma 3 de diferença no Maracanã desde os 3 x 0 do Corinthians em 2015; vez primeira que toma 4 no outrora maior do mundo desde os 4 x 2 do Atlético Paranaense em 2013; vez primeira no Maraca que sofre 4 gols tomando 3 de diferença de um time de fora do RJ desde os 4 x 0 do Santos na Copa do Brasil; e especificamente na Série A, desde os 4 x 1 do Paraná em 1996.

Agora invictos há 9 rodadas e com apenas uma derrota nos últimos 9 jogos gerais (um perdido), os são-paulinos não anotavam 4 gols fora de casa desde fevereiro deste ano, nos 4 x 0 sobre o Oeste pelo Paulistão, e nacionalmente desde os 4 x 3 diante do Botafogo no próprio Rio em 2017. A última vitória por 3 ou mais de diferença fora de casa anotando 4 gols tinha sido em Brasília em 2015, um 4 x 0 sobre o Vasco. Se o papo for vitória especificamente no Maracanã por 3 ou mais de diferença marcando 4 vezes, tinha muito tempo da última vez: 4 x 1 sobre o Botafogo na final do RJ/SP do longínquo e distante 2 x 1. Feito que injeta um ânimo tremendo no time do Fernando Diniz para tentar a reviravolta na Sul-Americana nesta quarta, diante do Lanús do Sand, que fez história na derrota pro Boca Juniors por 2 x 1, pela Copa da Liga Profissional: autor de gol mais velho da história da Argentina (40 anos, 3 meses e 14 dias).

Um Davó, o outro deveu (e outras bossas da rodada)



Stevie Wonder cantou certa feita: "superstição não é o caminho". Mas tem horas que é, sim. Matheus Davó tinha apenas 32 minutos oficiais em dois jogos neste ano, o último deles havia mais de 3 meses e apenas por 5 minutos. Acabou titular do Corinthians contra o Internacional, diante do qual surgira com força ao marcar 4 gols numa só partida da Copa SP Júnior do ano passado pelo Guarani. Mesmo isso sendo futebol e não desfile das escolas de samba, a liberdade (liberdade, abre as asas sobre nós) foi muito bem aproveitada por ele para garantir o 1 x 0 dos paulistas. Apesar da derrota, os alvirrubros deram sorte de seguir na liderança pelo saldo com o tombaço do Flamengo.

Os gaúchos ainda escaparam de tomar o 2º gol por erradamente invalidado o do Luan, já que não achei ter havido falta do Ramiro no Marcelo Lomba - teve pé na perna, mas acidental numa dividida que acabou parecendo mais pênalti do goleiro até do que falta do volante, que recolheu a perna ao sentir a proximidade. Mas não fez falta para fins de êxito dos corintianos, que não são derrotados pelos colorados em Sampa City há 11 anos e que reagem com Vagner Mancini neste Brasileirão, goleada sofrida diante do Flamengo à parte: são 3 vitórias em 4 apresentações. Já o Inter perdeu a invencibilidade de 7 rodadas e perdeu o artilheiro Thiago Galhardo, expulso por quase inviabilizar a "zona do agrião" do Otero (rs), para a partida diante do Coritiba. Uma noite desastrosa do time de Eduardo Coudet.



Quem cresce positivamente, se não necessariamente pela bola no pé, mas pelos resultados é o Fluminense do Odair Hellmann. São 8 rodadas sem derrota, o que não acontecia havia 7 anos. O 1 x 0 diante do Fortaleza do desbocadaço (rs) Rogério Ceni - marcado pela expulsão contestadíssima do Roger Carvalho - encerrou a invencibilidade tricolor de 8 rodadas e 12 jogos gerais. Os alencarinos não se deram bem no sábado pois o Ceará limitou-se a um 2 x 2 com o Botafogo, que poderia ter ganhado se Victor Luís não cobrasse um tiro de meta num pênalti ainda na etapa inicial, isso depois do Honda converter. O Vozão não perde há 5 rodadas e perdeu apenas um dos últimos 7 jogos gerais (só 2 vencidos). Já o Fogão não ganha há 4 partidas gerais, isso depois de duas vitórias seguidas.

O Vasco até saiu na frente, mas tomou o 1 x 1 do Goiás e deu graças a Deus de escapar da virada tentada muito insistentemente até o último minuto. O Cruzmaltino não se dá bem há 8 rodadas e vinha de 5 derrotas consecutivas, tendo apenas um sucesso geral (contra o Caracas pela Sul-Americana) nas últimas 11 atuações, das quais 7 perdidas. Já o Esmeraldino acumula 9 insucessos consecutivos, dos quais 5 perdidos. Enquanto isso, o Santos fez 3 x 1 ainda no primeiro tempo sobre o Bahia para ter agora apenas uma perda nas últimas 5 presenças gerais (3 vencidas). Os tricolores, que precisam de reabilitação no torneio continental contra o Melgar na quinta-feira, têm apenas um êxito nas últimas 5 apresentações gerais (3 perdidos). Marinho tomou o terceiro e não pegará o Bragantino.

Dos paranaenses, quem se deu bem foi o Coritiba, que marcou 1 x 0 no Atlético para deixar Rodrigo Santana esperançoso de dias melhores a partir desta semana, quando assume a equipe. São 4 rodadas sem empate do Coxa, duas delas vitoriosas, enquanto o Dragão perdeu a 3ª consecutiva e não se dá bem há 4 comparecimentos. Quem se deu mal foi o Athletico, agora há 10 partidas sem saber o que é ganhar pois Thiago Neves, com dedicatória ao avô falecido e tudo, garantiu o 1 x 0 do Sport, que enfim voltou a vencer depois de 5 fracassos.

Como estamos, o que vem por aí e o que falta
Obs.: tópico novo.

A 19ª rodada acabou, mas a primeira metade do Campeonato Brasileiro ainda não pois faltam 8 partidas, quase uma rodada completa. Duas já têm dias e horários definidos: Vasco x Fortaleza, da 16ª, será no dia 19, às 7 da noite; e Bahia x Fortaleza, da 18ª, acontecerá no dia 11, aos 15 pras 7 da noite. As demais só Deus sabe quando teremos (ou nem Ele) por causa especialmente do choque de datas com Libertadores, Copa do Brasil e Sul-Americana: da 1ª, faltam Palmeiras x Vasco e Goiás x São Paulo; da 6ª, estão pendentes Atlético Mineiro x Athletico Paranaense e Grêmio x Goiás; da 16ª, está atrasada Ceará x São Paulo; e da 18ª, ainda não tivemos São Paulo x Botafogo.

Assim sendo, assim está a classificação (asterisco indica jogo a menos): em 1º, Internacional e Flamengo com 35 pontos; em 3º, Atlético Mineiro* e Fluminense com 32; em 5º, São Paulo*** e Santos com 30; em 7º, Palmeiras* com 28; em 9º, Sport, Fortaleza** e Corinthians com 24; em 12º, Ceará* com 23; em 13º, Atlético Goianiense com 22; em 14º, Botafogo* com 20; em 15º, Bahia*, Vasco**, Coritiba e Bragantino com 19; em 19º, Athletico* com 16; e em 20º, Goiás** com 12. Notem que na próxima rodada poderemos ter quatro times com pontuação de líder, por isso bom ver os critérios: Inter com 35 pontos, 10 vitórias, 14 de saldo e 30 gols pró; Fla com 35 pontos, 10 vitórias, 8 de saldo e 33 gols pró; Galo com 32 pontos e 10 vitórias; e Flu com 32 pontos, 9 vitórias, 8 de saldo e 29 gols pró. Além disso, lá embaixo temos o Coxa em 17º devido ao saldo (menos 8 contra 5 de Cruzmaltino e Esquadrão) e o BragaBull em 18º por uma vitória a menos que os outros três. E a proximidade permite várias mudanças no fim-de-semana.

Fim-de-semana, cuja 20ª rodada será mais trepidante que a equipe de reportagem da Rádio Globo do Rio de Janeiro. No sábado, teremos três jogos: às 18h, Athletico Paranaense x Fortaleza; às 19h, São Paulo (já sabedor se mantido na ou eliminado da Sul-Americana) x Goiás; e às 21h, Atlético Goianiense x Corinthians (no fim das contas no Olímpico mesmo pois não rolou a mudança pro Antônio Accioly). Domingo cheio: às 16h, Vasco x Palmeiras (o do returno antes do turno) e Inter x Coritiba; às 18h15, Atlético Mineiro x Flamengo (a principal peleja da rodada não terá Sampaoli na casamata pois pela 2ª vez tomou o 3º amarelo), Bahia x Botafogo e Red Bull Bragantino x Santos; e às 20h30, Fluminense x Grêmio (Flu já sabendo o que deu com os 3 primeiros) e Ceará x Sport.

Quem é que segura a Chapecoense na Série B?
Obs.: tópico atualizado na terça-feira.



Mais uma vitória dela, 2 x 0 num Confiança que não perdia em casa havia 8 mandos. São apenas 5 gols sofridos em 19 partidas, provavelmente um recorde em um único turno no formato de pontos corridos ida e volta no Brasil. Em 14 delas o Verdão do Oeste não foi vazado, superando os 13 adversários zerados do Corinthians no turno da Série A de 2017. Sim, são apenas 21 gols marcados, mas esse é um mérito enorme do time do Umberto Louzer: eficiência máxima. O pouco que faz rende um muito gigantesco. A segunda melhor defesa é a do América Mineiro, agora com 12 gols tomados depois do 1 x 0 do Avaí, que cessou a sequência de 5 vitórias no torneio e 6 gerais do Coelho. A derrota custou a perda da vice-liderança para o Cuiabá, que deitou e rolou diante do CRB para tocar um 3 x 0 bem de boa.

Os quatro primeiros são completados pelo Juventude, que fez o básico e anotou 1 x 0 no Guarani para livrar 3 pontos de frente do CSA, que chegou ao 6º triunfo seguido como mandante com os 3 x 1 diante do Náutico, e do Paraná, que mesmo com isso resolveu mandar embora o técnico Allan Aal após 12 vitórias, 10 empates e 14 derrotas, a última delas para o Cruzeiro, que pela 3ª vez nesta Bêzona "demitiu" um técnico depois de vencê-lo, vide Gerson Gusmão no Operário e Brigatti na Ponte Preta. O Sampaio Corrêa tem duas partidas a menos e tocou 3 x 0 no Oeste, que acabou a metade inicial da Série B com apenas uma mísera vitória e reles 7 pontos. Vai cair - e muito. O fim-de-semana teve ainda um "oxo" entre Operário e Botafogo de Ribeirão Preto que deve ter sido "lindo", rs.

Na segunda-feira, o Figueirense foi pro intervalo em vantagem, o que faria o Cruzeiro acabar mais uma rodada na zona do rebaixamento. Mas num espaço de apenas 5 minutos na metade complementar, a Ponte Preta empatou e virou para 2 x 1, voltando a fungar no cangote do G4 e deixando os catarinenses entre os quatro últimos, dos quais a Raposa escapou ao término desta jornada. Não vou falar que o time do Luiz Felipe Scolari esteja ainda apto a acesso, uma coisa de cada vez. Primeiro, dar tranquilidade e fugir da turma de baixo. E isso tá com cara de que acontecerá.

A classificação aponta (asterisco indica um jogo a menos): em 1º, Chapecoense com 40 pontos; em 2º, Cuiabá com 36; em 3º, América com 35; em 4º, Juventude com 31; em 5º, Ponte com 30; em 6º, CSA e Paraná com 28; em 8º, Sampaio** com 27; em 9º, Avaí e CRB com 26; em 11º, Confiança com 25; em 12º, Operário com 23; em 13º, Guarani e Vitória com 21; em 15º, Brasil* com 21; em 16º, Cruzeiro com 20; em 17º, Náutico* e Figueirense com 19; em 19º, Botafogo com 18; e em 20º, Oeste com 7. São 13 pontos do Rubrão para o 16º, mais de 4 rodadas.

Terça-feira com uma das duas partidas ainda pendentes: Brasil x Sampaio, pela 5ª rodada (depois faltará somente Sampaio x Náutico no dia 17, pela 11ª rodada, e aí tudo estará em dia). A 20ª rodada terá estes confrontos: na sexta, Botafogo de Ribeirão x Cruzeiro, Guarani x CSA e Náutico x Avaí todos às 19h15 e Paraná x Confiança às 21h30; no sábado, Brasil x Cuiabá às 16h, Figueirense x Operário às 16h30, América x Ponte Preta às 18h30 e Chapecoense x Oeste às 21h; e no domingo, Sampaio Corrêa x Vitória às 16h e CRB x Juventude às 18h15.

Os destaques destes dias de feriadão

Copa do Brasil (obs.: tópico novo) Duas voltas das oitavas na terça-feira: Cuiabá x Botafogo, vantagem do vice-líder da Série B por 1 x 0; e Internacional x Atlético Goianiense, vantagem do líder da Série A por 2 x 1.

Brasileirão Série C Líder do Grupo A com 30 pontos, o Santa Cruz aplicou 1, 2, 3, 4, 5, 6 x 1 no Imperatriz com um dos gols de Victor Rangel, que não anotava havia 15 partidas e que dedicou o tento ao filho Miguel, que recebeu alta médica há poucos dias depois de ser operado 3 vezes. 5 vitórias seguidas do Tricolor. Já no Grupo B, liderado pelo Brusque com 27 pontos, o resultadaço do fim-de-semana foi a revirada do São José de Porto Alegre, que abriu dois gols de frente, tomou o vira do Volta Redonda e revirou para um sensacional 4 x 3 aos 48 do segundo.



Brasileirão Feminino (obs.: tópico atualizado na terça-feira) A atual campeã foi eliminada nas quartas-de-final. A Ferroviária até ganhou no tempo normal por 1 x 0, o que necessitou dos pênaltis por dar 2 x 2 totais. Neles, o Palmeiras foi melhor e venceu por 4 x 2, marcando mais positivamente ainda seu começo na divisão principal. Com isso, não teremos um "revival" da final do ano passado e sim provavelmente o maior mata-mata da história do futebol feminino brasileiro, já que as palestrinas encararão o Corinthians, que venceu de novo o Grêmio, desta vez por 2 x 1 na segunda e 5 x 1 totais. A outra semifinal terá o São Paulo, que anotou 2 x 0 no Santos em Barueri - a bola não rolou na Vila Belmiro por ter Santos x Bahia pelo Brasileirão Masculino no mesmo dia -, encarando o Avaí/Kindermann, que chegou ao 1 x 1 com o Internacional para 4 x 3 totais a 10 minutos do fim. Corintianas e avaianas mandarão as voltas.

Campeonato Inglês O Arsenal fez 1 x 0 no Manchester United, a quem não batia em Old Trafford desde 2006.

Campeonato Italiano Recuperado do coronavírus, Cristiano Ronaldo entrou no segundo tempo e guardou duas no alvo nos 4 x 1 da Juventus no Spezia. Com uma meia bicicleta maravilhosa, Ibrahimovic assinou o 2 x 1 do Milan sobre a Udinese, 7º gol em 8 presenças na melhor arrancada inicial dos rubro-negros em 28 anos. E a viradaça da rodada foi da Lazio, que fez 4 x 3 no Torino ao empatar aos 50 e revirar aos 53 minutos da etapa final.

Campeonato Espanhol O Real Madrid tocou 4 x 1 no Huesca no dia em que Sergio Ramos completou 500 partidas pelo torneio e o Barcelona ficou no 1 x 1 com o Alavés, 4º fracasso seguido e pior campanha nos últimos 18 anos.

Campeonato Alemão O Bayern de Munique derrotou o Colônia por 2 x 1 e Thomas Muller igualou o recorde de vitórias pelo clube na competição: 250, mesma marca do ex-goleiro Oliver Kahn.

Curtinhas Esportivas

Troca-troca Sul/Minas O ex-colorado William Pottker é o novo atacante do Cruzeiro, adquirido até 2024. Por um ano a mais é o vínculo do ex-cruzeirense Maurício, novo meio-campista do Internacional.



Pancadaria na NFL (obs.: tópico atualizado) Foi nos 26 x 23 do New Orleans Saints sobre o Chicago Bears. Do nada, o wide receiver do Bears, Javon Wims, disparou dois socos em Gardner-Johnson, do Saints. Claro, Wims foi expulso. Como justo e devido castigo, o jogador do Chicago tomou duas partidas de suspensão.

Liga Futsal entrará no mata-mata Ficaram assim as oitavas, encerrada que foi neste fim-de-semana a primeira fase: Magnus de Sorocaba x Campo Mourão, Cascavel x Minas, Tubarão x São José, Praia Clube x Umuarama, Joinville x Assoeva, Pato x Atlântico, Corinthians x Foz Cataratas e ACBF de Carlos Barbosa x Joaçaba.

Luto no automobilismo brasileiro Um acidente na BR-365, em Uberlândia, vitimou Amadeu Rodrigues aos 65 anos. Chefe da equipe Hot Car na Stock Car, ele dirigia uma van e ela bateu na traseira de um caminhão do sábado. Amadeu retornava a São Paulo após a etapa de Goiânia da Endurance Brasil no mesmo dia.

Lewis Hamilton a uma corrida do título Destaquei na coluna de domingo a vitória dele no GP da Emília-Romanha, que faz com que precise de apenas uma vitória ou um 2º lugar somado à volta mais rápida no dia 15, na etapa da Turquia, para oficializar o 7º caneco na Fórmula 1 e igualar a marca histórica de Michael Schumacher.

Marcelo Melo 35 vezes campeão O brasileiro chegou a este feito no tênis com mais um título nas duplas, ele e o polonês Lukasz Kubot fazendo 2 x 0 no escocês Jamie Murray e no britânico Neal Skupski na final de Viena.

Luto por Tom Veiga, o Louro José



Quando escrevo este tópico, passa do meio-dia de segunda-feira. Até agora choca ter sabido da partida dele aos 47 anos, vitimado por um AVC. Até sexta-feira ele estava no ar normalmente no "Mais Você", manejando o boneco mais famoso da televisão brasileira ao lado da Ana Maria Braga, que não sei como é que consegue resistir a tantas provações de tudo quanto é tipo, possivelmente uma das pessoas públicas a mais ter que superar poréns desafiadores, seja os físicos de doenças que venceu e seja agora esse fortíssimo emocional. Eram 25 anos de parceria, os 4 primeiros na Record e os 21 seguintes na Globo entre "Note e Anote" e "Mais Você". Foi de dar um nó na garganta assistir o programa desta segunda, que Ana fez questão de fazer ao vivo para homenagear o amigo.

O personagem Louro José estreou em 6 de março de 1997, numa necessidade de manter a audiência infantil ligada por mais um tempo no começo do "Note e Anote" após a programação infantil da Record, que tinha das 8h30 às 11h os programas "Agente G", "O Mundo de Beakman" e "Mundo Maravilha" - o jornalismo só começava às 17h45, no "Cidade Alerta" do Ney Gonçalves Dias. Depois dela vinha ainda o "Forno, Fogão & Cia." até 11h30, quando então Ana Maria entrava no ar e ficava até passar pros faroestes do arco da velha da "Sessão Bang Bang" às 16h. O sucesso foi imediato, o "Note e Anote" já vivia um momento muito bom e melhorou ele a partir dali, tanto que Ana e Louro entraram naquela leva de ataques da Globo à concorrência entre 1999 e 2000, no qual também tiraram Jô Soares e Serginho Groisman do SBT e Luciano Huck da Bandeirantes. Parceria de uma vida. Parceria para sempre.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:



Luto no rádio de São Paulo: morreu Luiz Carlos Gertel (obs.: tópico novo) Notícia triste dada na segunda-feira, durante o programa "Acontece", pela própria Rádio Bandeirantes, na qual trabalhou de 1978 até 2015, levado a ela por Pedro Luiz Ronco, seu colega no jornal Folha da Tarde - Gertel cobriu a Copa do Mundo de 1974, na Alemanha Ocidental, pela Folha de S.Paulo. O repórter se notabilizou pelas crônicas da cidade de São Paulo em suas reportagens e, especialmente, pelo registro do começo de cada dia na metrópole durante os noticiários matinais, especialmente no "Pulo do Gato", marcantes sendo suas interações com o saudoso José Paulo de Andrade. Saudoso agora também o Gertel, que tinha 73 anos e ficou internado por duas semanas após sofrer uma queda na sua residência.



A primeira vez de Isabel Mega na TV Bandeirantes (obs.: tópico novo) Segunda-feira especial para a apresentadora do BandNews TV e do "Bastidores do Poder", da Rádio Bandeirantes, com sua primeira presença ancorando um noticiário da emissora aberta, o "Band Notícias", substituindo Cynthia Martins na escala de feriado.

Rádio Guaíba mudou sua programação Desde esta terça-feira, o "Bom Dia" passou a ser das 5h30 às 7h, com Voltaire Porto acompanhado de Fernanda Bagatini na apresentação. Depois, voltou ao ar depois de dois anos fora da grade o "Agora", jornalístico estreado originalmente em 1975 e agora ancorado pelo Guilherme Baumhardt até as 10h, quando veio o "Redação Guaíba - 1ª Edição" com a Fernanda até as 11h, estes dois regressos substituindo os extintos "Notícias em Meia Hora" e "Direto ao Ponto". Extinto também é depois de dois anos o vespertino jornal "Guaíba News", substituído das 16h às 17h pelo "Redação Guaíba - 2ª Edição", apresentado por Ricardo Pont.

Fortaleza ganhou uma nova emissora de televisão Estreou neste domingo a TV Otimista, canal pago acessível pelo 26 e 526 da Claro/Net, pelo 181 da Brisanet e pelo 103 da Multiplay, além de transmissão pela internet para todo o Ceará, o Brasil e o mundo. Já de cara, o primeiro grande destaque foi o primeiro debate - sim, primeiro apenas e tão somente agora - entre os candidatos à prefeitura da capital. O próximo será no sábado, na TV Cidade (Record).

Emissoras do SBT promoveram debates Foi no sábado, no incomum horário das 17h45 às 19h45: Santos na VTV, Araçatuba no SBT Interior, Divinópolis na Alterosa, São Luís na Difusora, Palmas na Norte Tocantins (ex-SBT TO) e especialmente Boa Vista na Tropical, debate marcado por um momento muito tenso, quando no meio dele uma parte do logo da rede despencou e acertou a cabeça da mediadora Marcela Rosa. Ainda bem, menos mal, que não pegou em cheio e sim de raspão, não resultando em algo mais sério para ela. Mas preocupou. Me lembrei de uma vez que a Mônica Silveira apresentava o "NETV" da Globo e um pedaço de ferro caiu na cabeça dela ao vivo.



Nova repórter na Globo Brasília Estreou no "DFTV - 2ª Edição" da quinta-feira passada: Karol Ávila, que os ouvintes da Rádio Gaúcha conhecem bem pois era a Karoline Ávila que dava as notícias de Rio Grande e Pelotas a partir da Gaúcha Zona Sul, especialmente no programa matinal "Gaúcha Hoje". Ela está na capital federal há 1 ano e 3 meses, tendo trabalhado nos ministérios da Cidadania e do Desenvolvimento Regional antes de ir pro Plim-Plim.

Jornalistas da NSC agredidos em Florianópolis (obs.: tópico novo) Inadmissível o que aconteceu com a repórter Bárbara Barbosa e o cinegrafista Renato Soder, que mostravam pessoas na praia do Campeche desrespeitando regras que não proíbem a permanência na faixa de areia. Valentões tentaram quebrar a câmera dele e o celular dela, que foi cercada pelos mesmos e ficou com marcas da agressão nos braços. Ninguém da Guarda Municipal ou da Polícia Militar estava por perto. Boletim de ocorrência foi registrado. Bárbara e Renato entrariam ao vivo no "Jornal do Almoço" desta segunda, o que acabou não acontecendo. Esses aí que fizeram isso devem ser tudo "cidadão de bem", essa classe odiável, abominável e detestável. Não gostaram de ser pegos com a boca na botija e ainda atacaram uma mulher, piorando o que já foi horrível por si só. Peguem todos eles e trancafiem numa cela, por favor.

Luto no jornalismo da Record Uma parada cardíaca vitimou no sábado Octávio Tostes, aos 62 anos. Na casa há 9 anos, o editor-executivo do "Jornal da Record" foi da TV Globo por outros 14, sempre nos bastidores. Passou ainda por TV Bandeirantes, O Globo, CBS Telenotícias, Cultura, TV Senac, TV Gazeta, AOL e Rede Amazônica.



Terça-feira de estreias na CNN Brasil A primeira será das 12h45 às 15h30, quando o "Visão CNN" passará a ser apresentado pela Carla Vilhena, que volta ao jornalismo factual após quase 3 anos da sua saída da Globo, sendo este um retorno à bancada, que sua já foi em tantos noticiários, do "Bom Dia SP" ao "Jornal Nacional", passando por "Jornal Hoje", "Jornal da Globo" e ainda "Jornal da Noite" e "Jornal Bandeirantes". A TV jornalística sentia muita falta dela, eu pessoalmente matarei muito a saudade de vê-la noticiando fatos diariamente. A outra estreia será das 15h30 às 18h, quando Daniela Lima ganhará no "CNN 360º" a companhia de Glória Vanique, que deixou a Globo após 13 anos, nos quais era destacada basicamente em São Paulo, agora passando a ter efetiva visibilidade nacional.

O "series finale" de Maisa Silva no SBT Foi no sábado, quando o último "Programa da Maisa" marcou a despedida dela da emissora após 13 anos. A partir da semana que vem, o "Triturando" preencherá a faixa das 14h30 às 15h45 - não será ainda nesta semana pois sábado, em versão reduzida neste ano, tem Teleton das 10h30 às 20h30.

Sem séries nas madrugadas da Globo A partir desta semana elas não mais passarão depois do "Conversa com Bial", que entregará diretamente para o "Corujão". Necessário isso. A grade tem subido de horário cada vez mais e mais, especialmente nisso de empurrar "A Força do Querer" até por volta das 23h por causa do sucesso da "Fazenda" na Record, e aí o espaço do filme era reduzidíssimo devido ao horário obrigatório de encerramento às 4h por causa do "Hora 1", o que fazia eles irem ao ar tesouradissíssimos. Paciência, era o que precisavam mesmo fazer.

Bela do Dia: Annie Ilonzeh

Annie Ilonzeh, atriz que por dois anos interpretou a paramédica Emily Foster em "Heróis Contra o Fogo", na qual entrou para cobrir a saída da Monica Raymund como Gabby Dawson. Pena que ela não retornará no 9º ano que ainda filmarão. Já estou sentindo bastante falta por antecipação.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Datas em 0 ou 5

É um hábito desta "24 Horas" de bastante tempo e que será mantido aqui ao observar datas importantes que completam 5, 10, 25, 40, 65, 100 anos, enfim, sempre em 0 ou 5 pois é como consigo me organizar melhor. As desta segunda-feira, 2 de novembro, são estas:

*70 anos da morte de George Bernard Shaw, dramaturgo nascido em 1856 e autor de obras como "Pigmaleão", que inspirou o espetáculo teatral "My Fair Lady".

*45 anos da morte de Pier Paolo Pasolini, cineasta nascido em 1922 e que dirigiu filmes como "Decameron", "Teorema" e "Salò ou os 120 Dias de Sodoma".

*40 anos de Lugano, ex-futebolista hoje diretor de relações institucionais do São Paulo, pelo qual foi campeão mundial, sul-americano e paulista em 2005 e brasileiro em 2006, além de bicampeão uruguaio pelo Nacional e duas vezes turco pelo Fenerbahce, fora a Copa América de 2011 pelo Uruguai.

*30 anos de Helton Leite, goleiro do Benfica e campeão catarinense pelo Criciúma e brasileiro da Série B pelo Botafogo.

*25 anos do Cruzeiro campeão da Copa Ouro da Conmebol ao ganhar por 1 x 0 no tempo normal e 4 x 1 nos pênaltis do São Paulo fora de casa, em jogo igualmente válido pela Supercopa dos Campeões da Libertadores.

*10 anos da morte de Andy Irons, surfista nascido em 1978 e tricampeão mundial de 2002 até 2004.

*5 anos da estreia de Sérgio Zambiasi como comunicador da Rádio Caiçara de Porto Alegre.

(obs.: tópico novo) As desta terça-feira, 3 de novembro, são estas:

*75 anos de Gerd Muller, ex-futebolista campeão mundial de 1974 e europeu de 1972 pela Alemanha Ocidental, além de uma terceirona alemã pelo Borussia Dortmund e um mundo de títulos pelo Bayern de Munique: Intercontinental de 1976, tri da Copa dos Campeões da Europa de 1974 até 1976, Recopa Europeia de 1967, quatro Copas da Alemanha, quatro Bundesligas e uma segundona alemã - isso sem contar as marcas: 68 gols em 62 partidas; artilheiro da Copa de 1970, com 10 gols; terceiro maior goleador absoluto em Copas com 14 tentos; terceiro maior artilheiro de uma só Copa, atrás apenas do húngaro Kocsis com 11 em 1954 e do francês Fontaine com 13 em 1958; maior goleador de um Alemão, 40 gols em 1972; maior goleador de Bundesligas, 7 edições; e maior goleador absoluto do torneio, 365 gols em 427 jogos.

*50 anos de Lúcia Mattos, apresentadora da TV Bandeirantes em 3ª passagem pela Band RS e ex-TVE de Porto Alegre e Rádio Globo de São José do Rio Preto, casada há mais de 25 anos com o ex-repórter esportivo, diretor geral e apresentador da versão gaúcha de "Os Donos da Bola", Leonardo Meneghetti, com quem forma o "Casal 20" da Bandeirantes porto-alegrense - e fora isso tudo, a Lúcia é uma das moças mais adoráveis, simpáticas e queridonas que já encontrei, sempre uma alegria enorme em todas as vezes que a vi pessoalmente.

*35 anos do primeiro Grande Prêmio da Austrália de Fórmula 1, cuja vitória de Keke Rosberg foi a 5ª e última de sua carreira e que teve apenas 8 pilotos da primeira à última volta, nenhum deles sendo nem o naquele 1985 pela vez primeira campeão Alain Prost, nem Ayrton Senna e nem Nelson Piquet, ali pela vez última piloto da Brabham.

*25 anos ao dobrado: de Alice Wegmann, atriz de novelas como "A Vida da Gente", "Boogie Oogie" e "Órfãos da Terra"; e do último capítulo de "A Próxima Vítima", novela clássica das 8 na Globo, quando soubemos que era Adalberto (o recentemente falecido Cecil Thiré) o autor dos assassinatos que deram o tom da trama.

*5 anos da morte de Toby, ex-futebolista nascido em 1962 e que foi campeão brasileiro de 1985 e paranaense de 1979 pelo Coritiba, além de bicampeão baiano pelo Vitória em 1990 e 1991.

Clipe do Dia: Herbert de Sousa
Obs.: tópico novo.

Terça-feira dos 85 anos do nascimento do sociólogo, falecido em 1997 e que foi homenageado por João Bosco e Aldir Blanc em "O Bêbado e a Equilibrista" - o trecho que fala do Brasil "que sonha com a volta do irmão do Henfil" diz respeito a ele, exilado entre 1971 e 1979, ano da gravação deste clássico por Elis Regina.



Arremate

Coronavírus já vitimou no Brasil mais de 160 mil dos mais de 5 milhões e 500 mil infectados. Força e solidariedade.

"24 Horas" volta rezando que um dia este mal cesse ou diminua drasticamente.

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.