Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola


(51) 99843-7700

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar comenta os resultados dos campeonatos de futebol e o dia-a-dia dos clubes. Destaque para o que de principal ocorre em todas as modalidades e ainda os tópicos não-esportivos "Sintonia PB", "Clipe do Dia" e "Bela do Dia".
 
LEIA AQUI as colunas anteriores VEJA AQUI as "Belas do Dia" anteriores
 
Segunda, 26 de outubro de 2020
No fim das contas, tudo permaneceu igual



Igual no placar e igual na pontuação para Internacional e Flamengo, ainda diferenciados somente no saldo. A melhor partida do Brasileirão 2020 poderia ter ido bem além do 2 x 2 pois chances não faltaram para os times de Eduardo Coudet e Domènec Torrent. O Colorado foi melhor na primeira parte, indo para o intervalo na frente, e o Mengão foi superior na segunda, igualando perto dos 50 do segundo com Everton Ribeiro. Thiago Galhardo guardou mais um e tem 15 para ser artilheiro do certame, enquanto Pedro manteve seu faro de gol em dia. O Inter não chegou à 5ª vitória seguida na competição, mas está invicto há 7 rodadas, tendo em termos gerais apenas uma derrota nas últimas 9 apresentações (4 vencidas). Já o Fla atravessou muito bem a 33 dias fortíssimos de bola rolando, invicto em 11 compromissos (8 faturados). São 5 partidas sem derrota gaúcha no Beira-Rio, 3 perdas dos cariocas.

O empate aqui em Porto Alegre foi da série "dos males, o menor" para o Atlético Mineiro, que finalizou 20 vezes contra somente 3 do Sport e, ainda assim - por somada sua incompetência ofensiva a uma marcação muito boa do adversário, com Luan Polli fazendo algumas excelentes defesas. Os comandados de Jorge Sampaoli estão em preocupante declínio, tendo apenas uma vitória nas últimas 5 partidas e somente 5 pontos ganhos nos 15 últimos. Mesmo que ganhasse, o Galo não conseguiria assumir a liderança neste fim-de-semana devido ao confronto direto entre Inter e Flamengo. Ainda assim, teria chance disso na outra rodada - ainda terá, mas só se ganhar do Palmeiras e os outros tomarem fumos respectivos de Corinthians e São Paulo. Já o Leão do Jair Ventura, que fez de Everson um espectador em local privilegiado, pôs por terra a série de 3 vitórias e não ganha há 5 jogos (4 perdidos).

Quem cresceu foi o Fluminense do Odair Hellmann, que depois de 7 anos voltou a ficar 7 rodadas invicto e quebrou uma série de 5 jogos em 3 anos sem sucesso diante do Santos, cujo 3 x 1 poderia ter sido 3 x 3 se dois gols fossem assinalados pela arbitragem, que viu faltas que não achei que aconteceram. Jogando de listrado em alusão ao último jogo de Pelé pelo clube em 1974, o Peixe teve mais um do Marinho, que deu soco no ar para homenagear o oitentão "Rei do Futebol" e foi aos 11 na artilharia, segundo melhor dela. Vitória confirmada pelos tricolores apenas aos 47 do segundo tempo. Sem empatar há 5 partidas gerais (3 vencidas), os paulistas tiveram a estreia de Ângelo, segundo mais jovem estreante profissional de sua história. Com 15 anos, 10 meses e 4 dias, ele superou em 11 dias o próprio Pelé no Corinthians de Santo André 1 x 7 Santos de 1956. O saudoso Coutinho é o mais jovem, 14 anos em 1958.



Outro reabilitado foi o Palmeiras, que teve duas quinas na Libertadores, mas vinha de 4 derrotas consecutivas na Série A. Os 3 x 0 sobre o Atlético Goianiense devolveram o ânimo aos palestrinos, especialmente a Luiz Adriano, que marcou duas vezes e findou uma seca de 7 presenças. Os goianos não perdiam havia 3 partidas e agora têm somente dois êxitos nos últimos 8 enfrentamentos. Foram duas vitórias de paulistas sobre goianos nesta rodada, a outra sendo do Red Bull Bragantino diante do Goiás não por 3 x 0 por perdida a 4ª penalidade máxima na competição (nenhuma parou no alvo), mas sim por 2 x 0 com direito a mais um lindo gol do Claudinho, que engatou uma sequência pessoal ótima. Antes eram 5 jogos sem vitória, agora são duas consecutivas. Já o Esmeraldino não se dá bem há 8 pelejas.

Enquanto isso, a dupla paranaense parece "estar a fim" de voltar pra Série B. Treinado pelo auxiliar Bernardo Branco Júnior devido a uma suspensão do Paulo Autuori ainda da época do Botafogo, o Athletico até saiu na frente, mas deu o empate para o Grêmio num atrapalhadíssimo gol contra e tomou o 2 x 1 numa bobeadaça inacreditável. 8 fracassos gerais seguidos do Furacão e 4 presenças gerais invictas do Tricolor, que só caiu uma vez nas 8 últimas (faturando metade). Com o Coritiba foi a mesmíssima coisa: saiu na frente, mas tomou a virada do Ceará, reabilitado após perder o título estadual. O Vozão não perde há 5 cotejos gerais (2 vencidos) e 4 rodadas nesta divisão principal, enquanto o Coxa tem apenas uma vitória nos últimos 7 compromissos (4 perdidos). Aliás, sobrou para Jorginho nessa história, demitido que foi depois de 13 apresentações (3 vitórias, 4 empates e 6 derrotas).

Com São Paulo x Botafogo e Bahia x Fortaleza adiados para ninguém faz a menos remotíssima ideia, apresento a classificação após 18 rodadas, sempre reforçando que asterisco indica jogo a menos: em 1º, Internacional e Flamengo com 35 pontos e 10 vitórias (gaúchos na frente dos cariocas por 15 a 11 no saldo); em 3º, Atlético Mineiro* com 17; em 4º, Fluminense com 29; em 5º, São Paulo*** e Santos com 27; em 7º, Palmeiras* com 25; em 8º, Fortaleza** e Grêmio* com 24; em 10º, Ceará* e Atlético Goianiense com 22; em 12º, Sport e Corinthians com 21; em 14º, Bahia*, Bragantino e Botafogo* com 19; em 17º, Vasco** com 18; em 18º, Athletico* e Coritiba com 16; e em 20º, Goiás** com 11.

A última rodada da metade inicial terá: sábado com Botafogo x Ceará, Coritiba x Atlético Goianiense, Santos x Bahia, Corinthians x Internacional e Fortaleza x Fluminense; domingo com Flamengo x São Paulo, Sport x Athletico e Goiás x Vasco; e segunda com Palmeiras x Atlético Mineiro e Grêmio x Red Bull Bragantino.

Tricolor por tricolor, deu o paulista e não o cearense



Adiantada devido à presença são-paulina na Sul-Americana nestes dois próximos meios de semana, a antecipada oitava-de-final da Copa do Brasil só foi concluída às 22 horas e 54 minutos, tão tardiamente que já tinha acabado o "Fantástico" até. O São Paulo teve Brenner dobrando e tinha o controle do jogo, mas aí acomodou-se, o Fortaleza foi para cima, diminuiu os 34 do segundo com David e empatou aos 46 com Roger Carvalho, algo alucinante pela forma como a partida se mostrou. Os pênaltis revelaram uma competência máxima dos batedores, já que 20 cobranças tiveram apenas e tão somente um erro, o decisivo, de Gabriel Dias detido por Thiago Volpi. Salva a pele do ontem suspenso Fernando Diniz, 7 jogos de invencibilidade e de volta às quartas após 5 anos. Rogério Ceni e cia. não perdem há 12 enfrentamentos, mas ficaram pelo caminho iguais às palavras daquela música da Gloria Estefan.

Não se sabe ainda quem os tricolores paulistas pegarão na próxima fase pois sorteio vai defini-la. Necessário, então, esperar os outros 7 enfrentamentos, cujas idas acontecerão nesta semana: na terça, Botafogo x Cuiabá; na quarta, Santos x Ceará, Atlético Goianiense x Internacional, Athletico Paranaense x Flamengo e Corinthians x América Mineiro; e na quinta, Bragantino x Palmeiras e Grêmio x Juventude. Os são-paulinos começarão a 2ª fase da Sul-A em casa nesta quarta, diante do Lanús, que não joga desde a suspensão do futebol na Argentina em março.

Só empate é muito pouco, Cruzeiro



Claro que podia ser pior, o Náutico ganhava até 40 do segundo. Mas empatar depois de largar com vitória no retorno do Luiz Felipe Scolari não é uma boa para os mineiros. Com 17 pontos em antepenúltimo, a Raposa foi alcançada pelo Botafogo de Ribeirão Preto, que vinha de 4 derrotas seguidas e que anotou 2 x 1 no Vitória, que não faz jus ao nome há 7 presenças (4 perdidas). O Guarani deu uma escapada, foi aos 21 ao marcar 2 x 1 no Avaí, que estava "disfarçado de Pelotas" por jogar de amarelo e azul, inspirado em uniforme dos primórdios. Já o Timbu do retornado Álvaro (que não jogava desde janeiro, contra o Decisão, devido a uma lesão grave no joelho esquerdo) deu sorte pois os 19 pontos são suficientes para passar o fim-de-semana fora dos quatro últimos devido ao Figueirense, que só chegou ao 1 x 1 com o Juventude e até o igualou em 19 pontos, mas ainda estando atrás no saldo por menos 4 a menos 5.

O empate foi suficiente para os gaúchos entrarem nos 4 primeiros com 28 pontos, já que a Ponte Preta ficou parada nos 27 ao tomar 1 x 0 do CRB, que entrou na briga pelo acesso ao chegar aos 26. A Macaca perdeu 5 dos últimos 7 jogos e tem um começo desastroso com o depois de 2 anos parado regressado Marcelo Oliveira: 3 derrotas em 4 partidas. O Paraná não deverá tomar o 4º lugar do Juventude nesta segunda, mesmo que finde a seca de 7 jornadas fracassadas diante do lanterna Oeste (7 pontos, 12 a menos que o Náutico), pois até igualaria em pontos, mas a bronca fica no saldo: 7 a 1. Quem perdeu terreno foi o Confiança, estacionado nos 25 ao tomar 2 x 1 do novo vice-líder: o indomável América Mineiro, 5 vitórias consecutivas e 9 rodadas sem derrota. São agora 35 pontos, um abaixo da Chapecoense e dois acima do Cuiabá, que tomou 3 x 0 do Sampaio Corrêa, que entrou na briga com 24 pontos.

Os destaques de anteontem, ontem e hoje

Brasileirão Série C A maior goleada da rodada foi do Remo sobre o Imperatriz, 1, 2, 3, 4, 5 x 0. Mas o maior resultado foi do Santa Cruz por 1 x 0 diante do Botafogo da Paraíba, depois de 9 meses e 12 jogos ex-clube do Leonardo Moura. São 16 apresentações invictas no Arruda e 27 pontos para os pernambucanos líderes do Grupo A, 5 acima dos paraenses. O Grupo B é liderado pelo Brusque, 27 pontos após 0 x 0 com o São José e 6 pontos acima do Ypiranga, que anotou 2 x 1 no Boa Esporte. Faltam 6 rodadas para o fim desta fase de decagonais.

Brasileirão Série D Os 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 x 0 do Pelotas sobre o São Caetano destaquei na coluna deste domingo, dia que teve outro resultado maluquete: 1, 2, 3 para o Jacyobá e 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 para o Potiguar. Não só 10 gols na mesma partida, como outra: 7 gols saíram dos 11 aos 33 minutos do segundo tempo.



Campeonato Brasileiro Feminino O Corinthians abriu excelente vantagem de 3 x 0 sobre o Grêmio em Porto Alegre, fazendo jus às campanhas absolutamente díspares dos dois times na fase inicial. As tricolores tiveram ausências devido ao coronavírus e ainda ficaram preocupadas pois Ana Alice, autora de um gol contra, sentiu um mal estar (dias muito abafados por aqui, não tá nada fácil) e precisou sair de ambulância, por isso a etapa final foi até os 55 minutos. Giovana Crivelari foi a dona da tarde com dois tentos. O Timão pode perder a volta na segunda-feira que vem, em São Paulo, por até dois gols de diferença. As outras quartas-de-final começarão nesta quarta, todas nos estádios principais dos envolvidos: Avaí/Kindermann x Internacional, São Paulo x Santos e Palmeiras x Ferroviária.

Campeonato Espanhol Num clássico melhor do que o esperado, o Real Madrid fez 3 x 1 sobre o Barcelona apenas nos instantes finais - e poderia ter sido mais, mas Neto salvou várias vezes a lavoura catalã. Zidane, enquanto técnico merengue, não sabe o que é perder em Camp Nou: 3 vitórias e 3 empates. Já Messi não marca há 6 clássicos.

Campeonato Inglês O Everton tomou 2 x 0 do Southampton, Manchester United e Chelsea "oxaram" e o Arsenal tomou 1 x 0 do Leicester, para quem não perdia em Londres há 47 anos.

Campeonato Alemão O Bayern de Munique atropelou o Eintracht Frankfurt por 1, 2, 3, 4, 5 x 0 com direito a 3 do Lewandowski, que chegou aos 500 gols na carreira e 10 em 5 jogos. E no Revierderby, deu Borussia Dortmund por 3 x 0 sobre o Schalke 04, um gol para cada centena de torcedores presentes.

Campeonato Francês Uma dobra do Kean, outra dobra do Mbappé e 4 x 0 do Paris Saint Germain no Dijon.

Campeonato Holandês Atropelamento sem dó e nem piedade do Ajax na maior goleada da história do torneio: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8... deixa eu tomar um fôlego... 9, 10, 11, 12, 13 x 0 diante do VVV Venlo. O VVV não conseguiu "venlo" direito, Ajax. Antony fez um gol e o senhor supremo das ações foi Lassina Traore, quina pessoal.

Curtinhas Esportivas

Venezuela desfalcará times brasileiros É que 4 jogadores aqui atuantes foram chamados pelo José Peseiro: Savarino, que desfalcará o Atlético Mineiro contra o Corinthians, do qual foi chamado Otero, outro ausente; Soteldo, do Santos, que não encarará o Internacional e pode também perder as quartas da Copa do Brasil; o mesmo pode acontecer também com Hurtado, do Red Bull Bragantino, que perderá a visita diante do Botafogo.

O futsal feminino voltou E as Leoas da Serra foram campeãs da Supercopa Brasileira, 4 x 1 para Amandinha e associadas sobre o Taboão da Serra. As salonistas não iam à quadra em pelejas oficiais desde março.

Até no golfe Rafael Nadal é bom! Disputando o Campeonato de Baleares no sábado, terminou em 10º lugar entre 60 competidores e ficou somente a 5 jogadas do líder Marc Schmidt. Quem é que segura o espanhol?

Individualmente não foi bem Regressado ao simples depois de 5 anos, Bruno Soares não foi para a chave principal do ATP de Viena. Um dos maiores duplistas do tênis, ele tomou 2 x 0 do húngaro Attila Balázs.

Tem campeões no vôlei masculino Deu Taubaté diante do Cruzeiro na final do Troféu Super Vôlei, 3 sets a 0.

Risco altíssimo de tragédia em Interlagos Foi durante a 2ª corrida da Copa Mercedes, momentos finais dela. Daqui a pouco, surge do nada um carro de passeio. Era de Renata Monti, que competia num outro evento automobilístico e se perdeu no caminho, ingressando na pista do autódromo paulistano - ela disse ao GloboEsporte que queria voltar para o estacionamento e, devido à falta de qualquer sinalização, entrou à esquerda quando deveria fazê-lo à direita. Ao perceber o que aconteceu, ela encostou no muro e ligou o sinal de alerta. Com a coisa mais calma e a orientação devida dos comissários, enfim Renata retornou para o evento do qual participava. Gente do céu!!!



Deu Scott Dixon na Fórmula Indy E ver Josef Newgarden ganhar a etapa derradeira em São Petersburgo não significou qualquer problema, já que era necessário apenas um 9º lugar para o 6º título na categoria. Deu pódio no fim das contas, 3ª posição! Foram 537 pontos do australiano contra 521 do americano, que era o atual campeão. As outras conquistas de Dixon foram em 2003, 2008, 2013, 2015 e 2018. E outra: ele nem precisou ganhar provas aos montes para chegar no topo. Após faturar as 3 primeiras, só ganhou mais uma das 11 seguintes. Regularidade define.

As marcas de Lewis Hamilton Além de agora ser o maior ganhador isolado de Grandes Prêmios na Fórmula 1 com 92 contra 91 de Michael Schumacher depois da vitória em Portugal - que destaquei na coluna deste domingo -, ainda na frente em títulos por 7 a 6 (mas será igualado numa das próximas 5 etapas restantes, a próxima delas na Itália em Emilia-Romagna domingo que vem), é o recordista em poles com 97 e recordista em pódios com 160. São 256 pontos contra 179 de Valtteri Bottas, a Mercedes pertinho com "PE" maiúsculo do troféu de construtores.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

Diego Casagrande de volta na Band RS Após mais de um mês primeiro internado e depois em recuperação da Covid-19, o jornalista gaúcho atuante na Flórida enfim retornou aos microfones nesta segunda-feira nos dois programas matinais que apresenta, tanto o "BandNews Porto Alegre - 1ª Edição" na BandNews FM quanto o "90 Minutos" na Rádio Bandeirantes. A situação dele foi muito delicada, mas na última semana enfim os médicos o liberaram.



Carla Vilhena é da CNN Brasil Depois de Márcio Gomes e Glória Vanique, ela é mais uma novidade do canal tanto para a programação da televisão em si quanto para o novo projeto exclusivamente via internet. Carla está fora do jornalismo factual desde o começo de 2018, quando deixou a Globo depois de 24 anos divididos em duas passagens (e não 34 anos, como tudo quanto é site aqui, ali e acolá - "here, there and everywhere", como cantaria Paul McCartney -, está dizendo ou por engano ou por comodismo preguiçoso, desconsiderando que ela ficou fora do Plim-Plim de 1987 até 1997, quando passou por TVE, Manchete e especialmente Bandeirantes; aliás, é tanto "34 anos de Globo" que daqui a pouco acharei que foi miragem aquele monte de "Jornal da Noite" e "Jornal Bandeirantes" com ela que assisti nos anos 90). Gostei muito disso pois sinto muita falta da Carla na televisão comum, que também sente falta dela.



Celso Freitas de volta ao "Jornal da Record" Sei pelo Flávio Ricco que o apresentador voltará hoje ao noticiário, do qual está fora do ar há 7 meses desde que a pandemia estourou. Com 67 anos, é o terceiro profissional do grupo de risco por idade a voltar para os estúdios da emissora em São Paulo, depois do Marcos Hummel (73) no "Câmera Record" e do Renato Lombardi (82) na edição paulistana do "Balanço Geral". Agora teremos Celso e Christina Lemos juntos, ela a sucessora da Adriana Araújo na bancada, na qual ele era substituído desde março por Sérgio Aguiar.

Denúncias contra Marcius Melhem Vindo desde dezembro do ano passado a partir da primeira, que foi feita por Dani Calabresa, o caso envolvendo o humorista, que deixou a Globo (na qual era responsável pelos seus humorísticos) há 2 meses, ganhou novos contornos anteontem através da Mônica Bergamo, que trouxe na Folha de S.Paulo um depoimento forte de Mayra Cotta, advogada criminalista que representa um grupo de atrizes que afirmam ter sido assediadas moralmente e sexualmente pelo Marcius, cuja nota de saída da emissora nada tinha sobre esta triste e abominável situação. A advogada falou porque, mesmo querendo contar suas histórias, as atrizes não queriam nem ter seus nomes divulgados (evidentemente, pois poderia haver represálias) e muito menos que detalhes fossem trazidos a público. O humorista se defendeu em nota enviada à Mônica e disse querer esclarecer tudo e provar sua inocência.

Só durou uma semana a ficha que caíra em mim Depois que acabou a estreia de "FBI" na Globo sexta-feira, me toquei que séries do super-produtor Dick Wolf passavam a estar em três canais diferentes na TV aberta, quando na televisão por assinatura são todas concentradas apenas e tão somente pelo Universal. Uma delas continua passando, que é "Lei & Ordem: Unidade de Vítimas Especiais" nos sábados da Bandeirantes, com índices bem interessantes para os atuais padrões. Mas a outra saiu do ar, que foi "Heróis Contra o Fogo", cujo 7º ano teve sua transmissão concluída pela Record na virada de sábado para domingo. Agora é esperar quando a 8ª temporada, atualmente reprisada pelo Universal nas noites de segunda, ganhará canal aberto. A "Supertela" substituirá "Chicago Fire" aos sábados.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Bela do Dia: Adele

Adele, cantora. A participação dela no "Saturday Night Live" deste fim-de-semana repercutiu de montão, mas músicas novas nada ainda, dito pela própria. Que venha o bendito álbum novo. Quem já nos deu preciosidades como "Someone Like You", "Set Fire To The Rain" e "Rolling in The Deep" tem bastante a oferecer. Vem, disco novo! Dá pra gente, Adele, mais um tostão da tua lindona voz.

Datas em 0 ou 5

É um hábito desta "24 Horas" de bastante tempo e que será mantido aqui ao observar datas importantes que completam 5, 10, 25, 40, 65, 100 anos, enfim, sempre em 0 ou 5 pois é como consigo me organizar melhor. As desta segunda, 26 de outubro, são estas:

*75 anos de Jaclyn Smith, atriz que foi a única a estar em todos os 110 episódios de "As Panteras" como Kelly Garrett de 1976 até 1981, contracenando com todas as outras anjos do Charlie (Farrah Fawcett como Jill no 1º ano e convidada do 2º ao 4º, Kate Jackson como Sabrina do 1º ao 3º, Cheryl Ladd como Kris do 2º ao 5º, Shelley Hack como Tiffany no 4º e Tanya Roberts como Julie no 5º) - além da Jaclyn, só quem esteve na série do começo ao fim foram David Boyle como Bosley e John Forsythe como a voz do Charlie.

*50 anos de Carlos Amarilla, ex-árbitro que comandou a final Brasil x Argentina da Copa América de 2004 e aquele tumultuado Corinthians x Boca Juniors das oitavas da Libertadores de 2013, além de ser absolvido em 2015 em um processo no qual foi acusado de queimar com uma frigideira o rosto da mãe de seus 3 filhos.

*45 anos do fim dos Jogos Pan-Americanos da Cidade do México.

*40 anos de Chivu, ex-futebolista romeno campeão nacional por Ajax, Roma e Internazionale, por esta sendo também campeão europeu e mundial em 2010.

Arremate

Coronavírus já vitimou no Brasil mais de 157 mil dos quase 5 milhões e 400 mil infectados. Força e solidariedade.

"24 Horas" volta rezando que um dia este mal cesse ou diminua drasticamente.

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.