Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola


(51) 99843-7700

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar comenta os resultados dos campeonatos de futebol e o dia-a-dia dos clubes. Destaque para o que de principal ocorre em todas as modalidades e ainda os tópicos não-esportivos "Sintonia PB", "Clipe do Dia" e "Bela do Dia".
 
LEIA AQUI as colunas anteriores VEJA AQUI as "Belas do Dia" anteriores
 
Quinta, 24 de setembro de 2020
A décima do Grêmio no mundo à parte que é o Grenal



O jogo maior do Rio Grande do Sul realmente é um mundo à parte, onde tudo que acontece no geral não vale necessariamente para ele especificamente. Semana passada, a impressão que ficara para o clássico da Libertadores é que a situação era mais favorável ao Internacional por ter derrotado o América de Cáli, mesmo que no sufoco, ao passo que o Grêmio perdera para a Universidad Católica e vinha de uma sequência ampla de empates e derrotas. Mas isso é a questão geral. Grenal é outra história. E nela, o Tricolor está reinante há 2 anos e chegou aos 10 clássicos sem derrota. Um 100 que valeu 10. No caso, 100 jogos pelo time do autor da proeza, Pepê.

A partida em si foi catastrófica na maioria do tempo, despertando mais interesse apenas na meia hora final, quando finalmente os dois times arriscaram mais em gol, embora não a ponto dela terminar boa e sim apenas razoável. Vanderlei precisou aparecer mais quando o Colorado atacou, mas o talento do jovem gremista superou Marcelo Lomba para garantir a 4ª vitória nos 5 Grenais desta temporada - e tem mais um daqui a 10 dias, pelo Brasileirão. Mais competentes os azuis do que os vermelhos, merecimento absoluto no êxito. D'Alessandro entrou nos minutos finais e completou 500 partidas pelo Inter, mas nada sequer perto do que de bom já viveu nele.

Além do Tricolor chegar aos 10 clássicos de invencibilidade e 6 sem ser vazado - e em termos de universo geral, à 3ª vitória nas últimas 15 partidas -, a estatística que me parece mais impressionante (pois uma dezena de jogos invicto o próprio Grêmio já conseguira outras vezes e o Inter também) é o Colorado completar 10 Grenais sem um jogador seu ir às redes, já que o último tento no 1 x 1 do ano passado foi contra. Em 3 décadas acompanhando futebol, nunca vi isso, de um time ficar 10 partidas sem seus próprios jogadores marcarem contra um arquirival. Pode até ter tido isso não digo necessariamente aqui e sim em outros clássicos, mas desconheço. Vexame histórico.

Além dos 10 clássicos de invencibilidade, marca que o Imortal não conseguia desde o 0 x 0 do Gauchão de 2001, Renato Portaluppi agora é o 2º treinador mais longevo do clube, com 365 partidas, uma acima de Luiz Felipe Scolari e a apenas 18 do recordista histórico Oswaldo "Foguinho" Rolla. Além disso, se aumentaram sua invencibilidade geral em clássicos, os gremistas quebraram uma marca colorada de 20 mandos sem derrota em Libertadores desde os 2 x 1 do Peñarol em 2011. Os associados de Eduardo Coudet (ou "Antonio Coudet", como dito algumas vezes em sua coletiva pelo assessor de imprensa da Conmebol) agora têm 3 derrotas nas últimas 4 atuações.

Mas pensando na busca pelas oitavas, ninguém está efetivamente mal. Os dois gaúchos agora têm 7 pontos e foram beneficiados pelo 1 x 1 do América de Cáli e da Universidad Católica, ambos com 4. Assim, dois empates ou uma vitória numa dessas partidas e história resolvida - se ambos ganharem já na semana que vem, depois o desfecho apenas resolverá qual deles acabará na frente. Terça que vem, os azuis receberão a "PUC do Chile" e os vermelhos visitarão o América. Antes disso, eles atuarão sábado à noite pelo Brasileirão. O Internacional receberá o São Paulo, aquele que "ganhou o 2º tempo" da LDU, enquanto o Grêmio visitará o líder Atlético Mineiro.

Enquanto isso, o Palmeiras "oxou" com o Guaraní e perdeu os 100%, mas segue liderando o Grupo B com 10 pontos, contra 7 dos paraguaios e 4 do próximo adversário em casa na quarta que vem, o Bolívar. O Tigre só tem 1. Resta saber se no domingo ele pegará mesmo o Flamengo pelo Nacional. Já no Grupo C, o Athletico Paranaense "ganhou de presente" a vitória do Colo-Colo, um 2 x 0 anotado pelos chilenos (leia-se: dois gols contra) antes ainda dos 15 do primeiro. Triunfante pela vez 3ª consecutiva e líder com 9 pontos contra 6 dos chilenos, o Furacão receberá na terça que vem o Jorge Wilstermann, que hoje encarará o Peñarol, ambos com 3 pontos.

Hoje no fim de noite, com o 1º tempo na quinta e o 2º na sexta, o Santos visitará o Delfín para fechar a trinca brasileira em território equatoriano. Líder do Grupo G com 7 pontos contra 1 do adversário, agora tem na cola o Defensa y Justicia, que ontem foi aos 6 pontos ao marcar 2 x 1 sobre o Olimpia, que parou nos 5.

Os destaques de ontem e de hoje

Copa do Brasil Extremos com "ex" de "eu era casado com ela": por um lado, nada de gol no clássico carioca que deu ao Botafogo a classificação pelo 1 x 0 da ida sobre o Vasco; e por outro lado, o Brusque saiu na frente e tomou um arrodião de virada do Ceará por 1, 2, 3, 4, 5 x 1 só ontem e 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 x 1 totais, com dobra do Rafael Sobis. A 4ª fase acabará hoje com Atlético Goianiense x Fluminense, vantagem carioca por 1 x 0. Depois, será preciso esperar a quinta-feira da semana que vem - não faço o menos remoto motivo de por que causa, motivo, razão ou circunstância tanta demora - para sabermos os duelos das oitavas, sem restrições de chaveamento, tudo possível.

Campeonato Brasileiro A 12ª rodada começou com o Sport se dando bem em casa uma vez mais, 1 x 0 sobre um cambaleante Corinthians com Thiago Neves estreando e gol marcado por Maidana num pênalti que ele demorou "5 dias" para bater. O Leão tem 17 pontos e é o 7º, enquanto o Coringão segue com 12 em 13º.

Campeonato Maranhense Nada de gol nem do Sampaio Corrêa e nem do Moto Club, que não perde há 5 clássicos nos últimos 3 anos. A decisão do título será no sábado e qualquer empate levará aos pênaltis.

Supercopa da Europa No 1º jogo UEFA com público desde a explosão da pandemia e 6 mil bilhetes disponibilizados, Bayern de Munique e Sevilla abrirão oficialmente a temporada 2020/2021 - "oficialmente", que digo, envolvendo os grandes clubes do continente, antes que alguém implique que não levei em conta a pré-grupos da Liga dos Campeões e a fase anterior, que teve o Benfica eliminado. Entenderam o que eu quis dizer... espero.

Campeonato Japonês Mesmo tomando 3 x 2 do Kawasaki Frontale, o Yokohama FC teve um jogador seu fazendo história: Kazu - sim, aquele Kazu mesmo, aqueeele - se tornou o jogador mais velho a atuar na primeira divisão nipônica, com nada mais e nada menos que 53 anos, 8 acima do antigo recordista, Masashi Nakayama. Resta cuidar se ele voltará a balançar as redes para superar o goleador mais velho, o "Galinho" Zico (41 anos).

Curtinhas Esportivas

Covid-19 em massa no Flamengo Se já era péssimo o panorama antes da vitória sobre o Barcelona, piorou muito depois dela por também infectados Domènec Torrent, o presidente Rodolfo Landim, o vice de futebol Marcos Braz, o vice de relações externas Luiz Eduardo Baptista e o conselheiro de futebol Dekko Roismann, além de mais 9 jogadores: Gabriel Batista, Léo Pereira, Gustavo Henrique, Thuler, Rodrigo Caio, Renê, Willian Arão, João Gomes e Everton Ribeiro - sem contar a situação do Lázaro, com coronavírus vide exame da CBF e sem coronavírus vide o da Conmebol. Ah: e tem ainda o ex-zagueiro Juan, que também estava no Equador. Pessoal do Barcelona vai ter que ser minuciosamente examinado, já que muitos dos novos contaminados estavam em campo.

O caso mais delicado de todos Passa a ser o deste Palmeiras x Flamengo marcado para domingo. Porque é aquilo que falei na coluna de ontem: como é que lá atrás, quando decidiu-se retomar o futebol mesmo com a pandemia ainda em alta, ninguém parou e pensou que uma situação dessas poderia acontecer para ser feito algum aditivo no regulamento do Brasileirão no tocante a ter esse ou aquele procedimento? Ou todo mundo - e não falo apenas do Flamengo, mas do próprio Palmeiras, de todos os outros 18 clubes e da CBF - pensou que os tais protocolos de segurança bastariam para minimizar o risco de contágio? Algo, aliás, derrubado já na 1ª rodada com aquela situação do Goiás, que forçou a suspensão da estreia contra o São Paulo. Ninguém pensou em algo assim?

E agora, o que fazer? Não havendo nada em regulamento sobre qual procedimento tomar, ficará aquilo de "casos omissos serão resolvidos pelos organizadores". Sanitariamente, o Flamengo fazer a ponte aérea torna-se um risco altíssimo pois há jogadores livres do coronavírus, mas que de qualquer maneira precisam constantemente ser revisados, podendo surgir outros contagiados a seguir. Além disso, podem levar em conta o desmonte estratosférico do atual campeão brasileiro, sem técnico e sem quase todos os titulares disponíveis. Não nos esqueçamos da queda de braço de bastidor, Flamengo pelo cancelamento e Palmeiras pela manutenção do jogo.

Reprisando e concluindo Não tinha que ter jogo nesta situação porque nem tinham que ter retomado o futebol, tanto que eu mesmo demorei a retomar estes escritos pois fiquei um tempão à margem dele por não voltar ao seu clima, mas não vou repetir ipsis literis o que falei ontem. A questão que fica para cancelar ou não acaba também relacionada a precedentes para sua manutenção, como alguns jogos das Séries B e C mantidos mesmo com algumas das equipes em situação igualmente seríssima de alto número de contagiados. Nada que fosse necessário cuidar e comentar se lá atrás não tivesse pressão pela retomada da bola rolando no pior momento possível. Olhos atentos.

Dois ex-presidentes falecidos no mesmo dia... de novo Sei pelo Thiago Olim de uma situação, por si só, pra lá de incomum, mas que fica mais inacreditável ainda por ser reprise. Ela envolve o Batatais, da Série A3 do Paulistão, ontem de luto pelas perdas dos ex-mandatários Dante Fioco aos 79 anos, de diversos problemas de saúde, e José Luís Lobanco Arantes, de câncer, ambos à frente do clube nos anos 1980. Ocorre que em 29 de junho, na mesmíssima data, o clube já havia se despedido dos ex-presidentes Luís Antônio "Da Lua", aos 59 anos, e Miguel Vicco, aos 77. Se é em história de ficção algo assim, criticariam a irrealidade. Mas é real demais.

Luis Suárez é do Atlético de Madrid 2 anos de vínculo com o uruguaio, que deixou o Barcelona após 6 anos.

Frank de Boer na casamata O ex-zagueiro sucede o também ex-beque Ronald Koeman, agora no Barça, como novo técnico da Holanda. Seu último clube foi o Atlanta United, do qual saiu há 2 meses.

Al Hilal excluído devido ao coronavírus Com apenas 11 jogadores disponíveis para enfrentar o Shabab Al Ahli devido a inúmeras ausências de contaminados, o atual campeão da Liga dos Campeões foi considerado desistente e está fora da competição. Um adiamento foi tentado, mas a Confederação Asiática negou. Uma escalação foi divulgada com 9 jogadores e 2 goleiros no banco para evitar um W.O., mas nada feito. Caso histórico.

Luto na Suécia Autor de um dos gols na final perdida por 5 x 2 para o Brasil na Copa do Mundo de 1958, Simonsson morreu aos 84 anos anteontem, de complicações pulmonares. 27 gols em 51 jogos pelos nórdicos.

Luto na NFL Morreu ontem Gale Sayers, aos 77 anos, vitimado por demência. O "Cometa de Kansas" defendeu o Chicago Bears de 1965 até 1971, aposentando-se às vésperas da temporada seguinte devido a muitas lesões. Sua amizade com Brian Piccolo fez deles a primeira dupla de negro e branco dividindo um quarto de concentração na história do campeonato. Piccolo foi vitimado por um carcinoma em 1969 e, dois anos depois, a história deles rendeu o telefilme "Glória e Derrota", que venceu 5 Emmys e no qual Sayers foi interpretado por Billy Dee Williams e Piccolo por James Caan - citei este filme, aliás, nas "Datas em 0 ou 5" da coluna da sexta-feira passada quando dos 90 anos do nascimento do intérprete do técnico Halas, Jack Warden, ganhador do Emmy de coadjuvante.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:



Emoção na Rádio CBN I Num ano marcado por tanta tristeza com a pandemia do coronavírus, por tanta maldade externada por tantas pessoas, por tanta falta de empatia e outros malefícios mais, um momento especialíssimo do "Estúdio CBN" serviu para acalmar os corações e reacender a chama da fé num amanhã melhor, em tempos que possam ser mais positivismos mesmo com tanta aura negativa nos rondando aqui, ali e acolá. A apresentadora Tatiana Vasconcellos registrou uma mensagem de ouvinte, que disse que ela e o outro apresentador do vespertino, Fernando Andrade, eram uma das formas de prevenção ao suicídio - e deu a si mesmo como exemplo, contando que escutou no ano passado, sem precisar a data (que, pesquisando, achei ser 19 de dezembro por ocasião do lançamento do livro "O Que Aprendi Com o Silêncio: uma Autobiografia") uma entrevista da Monja Coen Roshi.

Emoção na Rádio CBN II No momento em questão, o ouvinte passava um momento de aflição pessoal, desempregado e com ordem de despejo, e pensou em tirar a própria vida. Porém, uma frase da Monja mudou de vez a visão dele sobre tudo que vivia: "o suicídio é uma solução definitiva para um problema temporário". Após refletir, o ouvinte foi tomado por uma energia que lhe remotivou a seguir em frente. O tempo passou e felizmente ele, um paulistano chamado Thiago Silva, prosperou em todas as áreas. Por fim, disse que um dia espera poder encontrar Tati e Fernando para abraçá-los. Impactada e tomada pela emoção, a apresentadora não conseguiu dizer mais nada. Hélio Ribeiro disse um dia que o rádio era a maior oportunidade perdida de mudar o mundo. Escutando este espetacular acontecimento, creio que ele mudaria de opinião. O rádio mudou o mundo de um ouvinte.

Mudança no rádio de Aracaju Por falar na CBN: ela sairá do dial de Aracaju na semana que vem. Li no TudoRádio que o Sistema Atalaia divulgou que o prefixo FM 90,5 - coincidentemente, o mesmo da emissora global na matriz de São Paulo - dará lugar à Transamérica e, especialmente, à parceria dela com a nova CNN Rádio. A partir da quinta-feira da semana que vem, os 90,5 terão uma grade musical no padrão musical da Transamérica e chamadas de expectativa para a estreia efetiva no dia 16 de novembro, portanto, transição de 1 mês e meio.



Pessoal no Twitter chiou com o "SBT Meio-Dia" O noticiário da hora do almoço no SCC SBT de Santa Catarina não apenas destacou a transmissão do Grenal de ontem pela rede nacional e fez promoção dela, como foi muito além: dedicou por volta de 20 minutos ao jogo, teve entrada ao vivo do mirante do SBT RS com Marcelo Chemale e, sobretudo e especialmente, abriu com os apresentadores Maria Ester e Fernando Machado vestidos com as camisas dos dois clubes, ela de Internacional e ele de Grêmio. Muitos telespectadores se queixaram por um jornal catarinense fazer muito alarde em cima de algo de outro estado e não fazerem o mesmo auê em relação aos clubes locais, como o Brusque ontem contra o Ceará, ou quando tem um clássico como Avaí x Figueirense.

A editora-chefe do "SBT Meio-Dia" se pronunciou Jéssica Cescon, conterrânea e tricolor de quatro costados (foi blogueira do Grêmio no portal GloboEsporte), justificou a iniciativa devido ao SBT transmitir o Grenal, ter muitos gremistas e colorados no SC e ser um assunto leve. Ela afirmou que os adeptos da dupla porto-alegrense deram um retorno enorme no Whatsapp durante o jornal e pediu calma aos torcedores locais pois a parte boa do futebol é todo mundo ter a sua hora. Explicou que foi uma promoção de valorização a uma conquista da sua rede, afirmou que promover um Avaí x Figueirense da mesma maneira feita com o Grenal seria fazer propaganda para o concorrente que o transmitisse, mas que caso catarinenses estivessem na Liberta vestiriam até a Ponte Hercílio Luz para promovê-lo e completou que o jornal não tem esporte no seu roteiro mesmo que a felicidade pessoal dela esteja no futebol, mas que quem sabe a repercussão represente um avanço para uma abertura de espaço para ele.

Tem mamãe do ano na Rede Paraíba É a apresentadora do "Bom Dia Paraíba" nas TVs Cabo Branco de João Pessoa e Paraíba de Campina Grande, Denise Delmiro, que anunciou no Instagram sua 1ª gravidez.

Alerta nas ruas da cidade Foi Ernani Alves, que apresenta o "Cidade Alerta" da Record do Rio de Janeiro. Anteontem, com uma chuvarada com "CHU" maiúsculo na capital fluminense, ele deixou o estúdio e iniciou o programa como se fosse repórter dele, falando direto da região de Vargem Grande para mostrar a situação caótica e o trânsito de fim de tarde por ali. Posteriormente, ele retornou à Record e foi pro estúdio para a sequência do jornal.

Bandeirantes resgatará a passagem de Hebe Leio no Flávio Ricco que um especial de 2 horas, que ainda não tem data de exibição, recuperará momentos especiais da apresentadora quando ali esteve de 1979 até 1985, quando saiu para estrear no SBT no ano seguinte. Ronnie Von apresentará o especial e serão exibidos trechos de presenças de craques como Bibi Ferreira, Chico Xavier, Dercy Gonçalves, Edu Lobo, Elis Regina, Fausto Silva, Flávio Cavalcanti, Ivan Lins, Mazzaropi, Nara Leão, Ney Matogrosso e Ronald Golias.

Nostalgia na "Sessão da Tarde" da Globo Tem "Querida, Encolhi as Crianças", de 1989, às 3 da tarde. Sou "véio", sou da época que o SBT passava esse filme semana sim e semana também nos anos 90. (rs)

Bela do Dia: Taisa Pelosi

Taisa Pelosi, atriz e "merchandete" na Rede Vida. Não é por ser torcedora do Santos e hoje ter Santos em campo que trago essa loira graciosa e cativante, mas sim por causa do vídeo que viralizou no Twitter, dela imitando a cantora Joelma durante o programa "Bendita Hora", que levou o padre Juarez de Castro a uma crise de riso que até quase derrubou o microfone, eh, eh... A própria Rede Vida destacou o trecho e publicou nas redes sociais. A guria arrasou, velho!!!

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Datas em 0 ou 5

É um hábito desta "24 Horas" de bastante tempo e que será mantido aqui ao observar datas importantes que completam 5, 10, 25, 40, 65, 100 anos, enfim, sempre em 0 ou 5 pois é como consigo me organizar melhor. As desta quinta, 24 de setembro, são estas:

*90 anos do 1º jogo da NFL com refletores, vencido por Portsmouth contra Brooklyn.

*85 anos do nascimento de Gessy, ex-jogador falecido em 1989 e pentacampeão gaúcho de 1956 até 1960 pelo Grêmio.

*55 anos de Siboldi, ex-goleiro campeão da Libertadores de 1987 pelo Peñarol e que estava no Uruguai que perdeu para o Brasil de Romário em 1993.

*40 anos de Juliano Cazarré, ator que estava no ar em "Amor de Mãe" antes da pandemia estourar e que recentemente foi revisto nas tardes da Globo como o Adauto Chupetinha de "Avenida Brasil".

*30 anos do nascimento de Pessalli, jogador surgido no Grêmio e que defendia o Paraná quando morreu tragicamente num acidente de carro em 2017.

Clipe do Dia: Gerson King Combo

O rei do soul no Brasil sofria de diabetes e ela o levou ontem, aos 76 anos. A música negra neste país deve muito a ele enquanto um de seus grandes expoentes, é uma perda enorme. Um pouco do talento que se vai e que fica registrado em gravações e apresentações ao vivo pode ser conferido abaixo, diretamente de 2013, quando ele e a banda Funk Como Le Gusta tocaram deliciosamente o sonzaço "Funk Brother".



Arremate

Coronavírus já vitimou no Brasil 139 mil dos mais de 4 milhões e 600 mil infectados. Força e solidariedade.

"24 Horas" volta rezando que um dia este mal cesse ou diminua drasticamente.

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.