Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola


(51) 99843-7700

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar comenta os resultados dos campeonatos de futebol e o dia-a-dia dos clubes. Destaque para o que de principal ocorre em todas as modalidades e ainda os tópicos não-esportivos "Sintonia PB", "Clipe do Dia" e "Bela do Dia".
 
LEIA AQUI as colunas anteriores VEJA AQUI as "Belas do Dia" anteriores
 
Sábado, 19 de setembro de 2020
Público nos estádios? Com a pandemia ainda à toda???



Muitos atos de irresponsabilidade, tanto da parte dos governantes quanto da própria população, têm me deixado convicto de que o Brasil dobrará de ano para 2021 com a pandemia à toda. Começaremos o ano que vem ainda com a situação muito delicada. Só ver que em várias cidades e estados, quando a curva da gravidade da propagação do coronavírus dá uma descida, afrouxam bastante e liberam muitas coisas para voltar como se a normalidade estivesse voltando, aí tudo piora outra vez depois de alguns dias e a situação se agrava de novo. E lamentavelmente, o futebol corre um altíssimo risco de ser propagador da doença por mais um tempão caso esta ideia absurda, inaceitável e incabível com nosso momento de liberarem público parcial nos estádios do Brasileirão vá em frente.

A ideia é absurda, inaceitável e incabível especialmente nisso que vem do Rio de Janeiro, cuja prefeitura vive um momento caótico com denúncias de irregularidades e falcatruas aos montes - as quais têm implicâncias midiáticas com muitas matérias requentadas de denúncias contra falcatruas e afins variados da Globo por parte da Record sendo ela da Igreja Universal, da qual Marcelo Crivella é bispo. O mandatário carioca tá querendo que liberem 20 mil pessoas no Maracanã a partir do Flamengo x Athletico do dia 4 do mês que vem sob a patética justificativa de que "seriam 20 mil pessoas a menos nas praias do Rio". Pelo amor de Cristo, minha gente! Um erro não pode endossar outro! O absurdo que é esse monte de gente aglomerada nas praias da outrora Cidade Maravilhosa em tempos pandêmicos e de distanciamento social ainda necessário para evitar um maior alcance da Covid-19 não pode ser usado como argumento para o povo voltar aos estádios - até porque vocês acham, sinceramente, de verdade, que controlarão o distanciamento dos torcedores e o uso de máscaras?

Além disso tudo, que socialmente é o mais importante e grave para todos nós, há também o que seria um descritério técnico no Campeonato Brasileiro. Não é decente abrir público nos jogos só de uma cidade e nas outras não. Tem até esse lero do Andrés Sanchez dizer que o Corinthians não entrará em campo se isso acontecer, mas pode ser uma espécie de indireta do tipo: "ó, abre pra gente também, não nos deixa de fora disso". Não pode. Não é correto. Não é moral. Será imoral. Partidas com público têm um peso enorme de diferente em relação às de portões fechados - e uma coisa é um jogo ter mais público que o outro estando ambos abertos ao povo, outra é liberar para um e não para outros. Não digo isso por ser a cidade do Rio de Janeiro ou por ser Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo. Diria a mesmíssima coisa se fosse outra cidade e fossem outros clubes. Soa até como manobra política isso, já que Crivella está fragilizado e vem aí as eleições municipais. Pode usar isso como uma maneira de querer ganhar apoio pro seu lado, especialmente dos negacionistas, que acham que a pandemia não é tudo isso e só aprendem quando ou são infectados ou têm alguém querido infectado - e às vezes, nem assim aprendem.

Não é hora de público nos estádios ainda. Não é hora de volta à normalidade. Não enquanto não dermos em alta escala um enorme pé no freio. E ninguém tem que voltar na frente dos outros. Ou voltam todos juntos ou não volta ninguém. Igualdade. E só tem que voltar quando o Brasil minimizar a Covid-19. E por tudo que vejo, não creio nisso antes do começo do ano que vem.

Prossegue a 11ª rodada do Brasileirão

Três terços em ação neste fim-de-semana pois já tivemos São Paulo 2 x 0 Athletico no dia 26 do mês passado (os tricolores vão ao Equador para visitar a LDU na terça pela Libertadores) e Corinthians 3 x 2 Bahia na última quarta (por questão televisiva, a mesma que fará Jô enfrentar o Sport via ele, sempre ele - o efeito suspensivo - já na quarta que vem), além de Flamengo x Goiás ser apenas no dia 13 do mês que vem por falta de data livre até ali (o rubro-negro permanece no Equador após tomar 1, 2, 3, 4, 5 x 0 do Independiente del Valle anteontem e visitará o Barcelona já na terça).

O sábado à noite terá a dupla alencarina simultânea. 9º com 13 pontos, o Ceará visitará o Red Bull Bragantino, lanterna com 7. Com 12 pontos em 10º, o Fortaleza do Rogério Ceni - que dirá hoje no "Bola da Vez" da ESPN Brasil que não recebeu um só centavo do Cruzeiro até agora - recepcionará o líder (cada vez mais líder, sólido cada vez mais sólido, como diria Luiz Carlos Reche na Caldas Júnior das antigas) Internacional, com 20 pontos e pós-vitória cheia de emoção e sufoco ante o América de Cáli. Mais à noitinha ainda, Atléticos em ação: o Goianiense, 12º com 12, versus o Mineiro, vice-líder com 18.

Domingo à tarde tem Grêmio x Palmeiras, agora na tela da Globo após pintarem quarta passada no SBT. O Verdão é 6º com 17 e o Tricolor é 13º com 12 e vive um momento muito tenso não admitido por Renato Portaluppi em coletiva que deixou o povo zonzo ontem à tarde por tão desconectada do que se tem visto - fora o que já motivou brincadeiras do tipo "bingo" nas redes sociais, como sempre dar um jeito de falar em algum momento tanto do Inter quanto do Flamengo. Os gaúchos não têm mais Klauss Câmara como executivo de futebol. Também no Sul, o penúltimo Coritiba quer sair dos 8 pontos diante do Vasco, 3º com 17 e que não será treinado pelo Ramon, que testou positivo pro coronavírus.

Na esquina do fim da tarde com o início da noite, clássico alvinegro RJ/SP entre Botafogo, 17º com 9, e Santos, 7º com 15 e que fará o primeiro de 5 jogos fora de casa nos próximos 6 entre Série A e Libertadores. E bem no domingo à noitinha tem o Fluminense, 8º com 14, visitando o Sport, 15º com 11 e que já terá à disposição para estreia o faladíssimo Thiago Neves, que nesta semana causou com seu tuíte provocativo contra o Grêmio após a rescisão contratual e a derrota pra Católica, além de agora querer 20 milhas de "bolsos" e retratação pública do Atlético Mineiro pelo lero da contratação que não rolou por causa da revolta de sua torcida, que levou a direção a desistir dele. Que o Sport não sofra, só isso que espero.

Os destaques de ontem, hoje e amanhã

Campeonato Brasileiro Série B A 10ª rodada começou com um momento histórico do Náutico, que estreou um uniforme todo preto dentro da campanha "Vidas Negras Importam" (o que, evidentemente, deixou os racistas doídos demais) e reconheceu um passado de segregação em sua história. O time ganhava até os 48 do 2º tempo, quando a Chapecoense obteve o 1 x 1. Pernambucanos em 9º, com 14 pontos, e catarinenses em 3º, com 17. Já o 1 x 0 que levou o Confiança aos 11 pontos em 11º e o Guarani ainda com 8 em 16º foi assinado por Matheus Mancini, filho do Vagner Mancini, pela vez 1ª indo às redes profissionalmente. Jogos de hoje: América Mineiro x Figueirense (5º com 17 x 17º com 6), Ponte Preta x Operário (4ª com 17 x 7º com 15), CSA x Cruzeiro (20º com 4 x 14º com 8) e Cuiabá x Oeste (2º com 18 x 18º com 6). Amanhã, matinê para Avaí x Sampaio Corrêa (12º com 10 x 19º com 4).

Campeonato Brasileiro Série D Começa hoje e terá 64 grupos divididos em 8 octogonais. De clubes como São Caetano, Bangu, Joinville e Nacional de Manaus até outros como Tupynambás, Juventude do Maranhão, Ji-Paraná e Galvez, é mais gente correndo atrás da bola a partir deste fim-de-semana.

Campeonato Paulista Série A3 A vitória do 3 x 1 sobre o Desportivo Brasil foi uma superação com "SU" maiúsculo para o EC São Bernardo pelo seguinte: ele teve nada mais e nada menos que não um, não dois e nem 5, mas sim 18 - de-zoi-to!!! - casos de Covid-19 no grupo de jogadores. Tudo bem, ganhou, beleza e tal. Mas é absolutamente irresponsável permitir um jogo com um dos times nessa condição, meu Deus do céu! Ainda mais nestes tempos em que, teimosamente repito, a coisa não voltou ao normal apesar de negacionistas, endinheirados com prejú e maus-caráteres variados quererem empurrar isso goela abaixo da gente sem se importarem que depois um monte de gente fique doente e que muitas dessas pessoas percam a vida!!! Porra!!!

Curtinhas Esportivas

Seleção Brasileira convocada Tite chamou para os jogos das eliminatórias contra Bolívia aqui, dia 9, e Peru fora (eu disse "Peru fora" e não "peru de fora", não confunda), dia 13: os goleiros Alisson (Liverpool), Santos (Athletico) e Weverton (Palmeiras); os laterais Danilo (Juventus), Gabriel Menino (Palmeiras), Alex Telles (Porto) e Renan Lodi (Atlético de Madrid); os zagueiros Thiago Silva (Chelsea), Marquinhos (Paris Saint Germain), Felipe (Atlético de Madrid) e Rodrigo Caio (Flamengo); os meias Casemiro (Real Madrid), Fabinho (Liverpool), Bruno Guimarães (Lyon), Douglas Luiz (Aston Villa), Philippe Coutinho (Barcelona) e Éverton Ribeiro (Flamengo); e os atacantes Gabriel Jesus (Manchester City), Rodrygo (Real Madrid), Neymar (PSG), Everton (Benfica), Roberto Firmino (Liverpool) e Richarlison (Everton).

"Brasileiros" convocados pelo Uruguai O Flamengo teve Arrascaeta chamado pelo Uruguai para enfrentar Chile em casa, dia 8, e Equador fora, dia 13. Óscar Tabarez também chamou Viña, do Palmeiras.

Mundial de Clubes cancelado Nada dele rolar neste 2020, evidentemente. 1º ano sem tê-lo no atual formato desde aquele de 2001 que teria o Palmeiras como uma compensação pela ausência em 2000 e que acabou não saindo do papel.

Os dois vão perder o Grenal Zoeira em cima do fato de que Patrício Lousteau apitará o clássico da próxima quarta pelo simples fato de que foi ele que dirigiu as eliminações primeiro do Internacional e depois do Grêmio para o Flamengo no ano passado.

Gol de goleiro na Libertadores 10 anos depois Foi o de Viera nos 2 x 1 do Junior sobre o Barcelona, anteontem. O último tinha sido do Rogério Ceni na derrota por 2 x 1 pro Once Caldas, que tornara ele o maior artilheiro do São Paulo na história do torneio com 11 tentos, um acima de Muller e Pedro Rocha.

Thiago Alcântara trocou o Bayern de Munique pelo Liverpool Depois de 7 anos defendendo os bávaros - que ontem estrearam na Bundesliga esmagando, arrebentando, pisoteando, massacrando, estraçalhando e devorando o Schalke 04 por 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 x 0 -, ele assinou por uma longa duração não especificada com os ingleses.

Higuaín vai mesmo jogar nos EUA O Inter Miami é o novo time do argentino ex-Juventus.

De máscara na quadra de vôlei Foi Lucão nos 3 x 0 do seu Taubaté diante do Guarulhos, pelo Paulista Masculino. O adereço não é obrigatório na quadra de jogo, logo, o central usou por vontade própria, sendo o único dos jogadores a fazê-lo.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

Debates eleitorais na CNN O canal fará em novembro dois com os candidatos das prefeituras "do eixo", os de São Paulo no dia 9 e os do Rio de Janeiro no dia 10. Rolando segundo turno, paulistanos no dia 16 e cariocas no dia 17. Estes serão no horário nobre. Já debates com candidatos de outras capitais - e aí apenas no segundo turno - serão feitos à tarde.

"Roda Viva" reunindo ex-apresentadores Sei pelo Fernando Oliveira que assim será na segunda-feira da outra semana (mas dá no mesmo dizer dia 28). Entrevistado pela 14ª vez, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso será perguntado pela atual âncora Vera Magalhães e por Rodolpho Gamberini, Heródoto Barbeiro, Matinas Suzuki Jr. e Daniela Lima, todos no estúdio, além de Paulo Markun diretamente de Portugal, onde mora. Eles receberão troféus comemorativos pelos 34 anos da atração.

Ultrafarma viabiliza Claudete Troiano na RedeTV! A apresentadora foi contratada para um matinal que estreará em outubro, o que enfim fará ela não só estrear na emissora, mas finalmente poder ser citada, já que estava na famosa lista de vetos dela desde a inauguração há quase 21 anos por ter cobrado publicamente de Amilcare Dallevo Jr. e Marcelo de Carvalho o pagamento dos salários atrasados dos funcionários da extinta Manchete antes da estreia do atual canal. Li no Notícias da TV que Sidney Oliveira prometeu que a rede de farmácias voltaria a anunciar na RedeTV!, mas condicionando isso ao perdão à Claudete e à contratação dela para um programa que faria questão de patrocinar. Não há lista de vetos que resista a grana entrando nos cofres, então, pedra em cima disso tudo e ela deixou a TV Aparecida após 6 anos para retornar a uma rede aberta comercial.

Mudanças aqui, mudanças ali RedeTV!, que a partir de segunda-feira ampliará o "Tricotando", que iniciava às 12h e agora entrará às 11h15 após a saída do Eduardo Guedes, que no mesmo dia estreará o "The Chef" na Bandeirantes das 9h às 11h, no espaço que era do "Aqui na Band" e que deveria ser do matinal da Mariana Godoy, que subiu no telhado antes mesmo de estrear - mas que não impedirá a estreia dela na mesma segunda, mas à noite com o semanal "Melhor Agora" às 22h45.

Stênio Garcia escrachando na Record Será neste "Domingo Espetacular", que passará uma entrevista dele à Carolina Ferraz e na qual dirá que Sílvio de Abreu, hoje homem forte das novelas na Globo, teria boicotado ele por 6 anos por não perdoá-lo em nível pessoal devido à separação (cruel, na visão do novelista) de Cleyde Yáconis na década de 1960.



"Globo Repórter" não sobre a TV e sim sobre a Globo Como documento dos 70 anos da TV em si, a 1ª de duas edições sobre os 70 anos da televisão no Brasil, sobretudo no jornalismo, que falou apenas de si mesma, ignorando produtos e acontecimentos importantes de outras emissoras, como o "TJ Brasil" estreando a figura do âncora e o "Aqui Agora" deflagrando o jornalismo sensacionalista no SBT, o "Documento Especial" na Manchete e os pioneiros debates presidenciáveis na Bandeirantes, só para ficar nestes exemplos. Já como documento dos 55 anos da TV Globo, foi bem legal, embora desnecessária a autopromoção final com direito a "merchan" do GloboPlay e tudo. O que me faz - talvez ingenuamente, afinal, é a Plim-Plim - ainda esperar mais, bem mais e muito mais sobre a TV em si (e não só de canais extintos, bem destacados especialmente Tupi e Manchete, mas dos atuais concorrentes, que tiveram apenas rapidíssimos frames do SBT e da Bandeirantes, além de nada da Record) é o fato de justamente serem dois programas sobre o tema. Senão, fica sendo algo só sobre sua própria história, rica, mas não única. Outro ponto negativo foi a enorme demora para a exibição, atrasadíssima devido ao horrível último capítulo da péssima "Fina Estampa": o jornalístico só entrou no ar às 23h20 e foi até 0h40 - e isso que a novela começou às prometidas 21h40. "A Fazenda" tá incomodando pra chuchu, heinhô... Sexta que vem, prometem abordar o esporte, os programas de auditório, os realities e os personagens icônicos da dramaturgia.

Memórias dos canais públicos e estatais No Rio de Janeiro, a TV Brasil homenageará às 9 da noite os 70 anos da telinha com sua atração fixa de grade "Recordar é TV", que recuperará entrevistas de personalidades históricas a partir dos arquivos tanto dela desde 2007 quanto da antiga TVE nos 31 anos anteriores. Já em São Paulo, a Cultura resolveu reprisar às 9 e meia da noite de amanhã o 1º episódio da série de 3 episódios "Os Campeões de Audiência", cujo 2º passará na próxima quinta, às 22h15.

"Câmera Record" dos 70 anos da TV O programa das 11 e meia da noite de amanhã será dedicado ao assunto e, em meio a entrevistas que incluirão uma com seu atual colunista Flávio Ricco, promete resgatar imagens dos tempos áureos da emissora, como as das primeiras câmeras utilizadas na década de 1950 e trechos de produções como "Os Insociáveis", humorístico que foi o precursor de "Os Trapalhões".

Bandeirantes vai revirar o arquivo E será semanalmente no já citado "Melhor Agora", o programa semanal da Mariana Godoy que estreará nesta segunda, às 22h45. O quadro "Arquivo Band" resgatará momentos históricos dos 53 anos da rede e a estreia dele será com a passagem de Chacrinha por lá entre 1978 e 1982. Além disso, o diretor executivo de comunicação e assuntos corporativos Caio Luiz de Carvalho revelou em artigo no Notícias da TV que vem aí o Band Play, que oferecerá via internet boa parte do seu arquivo de 160 mil horas de produção, das quais 68 mil já foram selecionadas para compor o arquivo desta nova plataforma ainda sem data de estreia e sem maiores informações sobre acesso. A Bandeirantes tem um arquivo riquíssimo especialmente não só de jornalismo geral (sobretudo político) e esportes, mas também de produção musical preciosa na década de 1970, quando abriu voz e vez para ícones da MPB e também botou muita coisa boa do estrangeiro.

Tem laranjas nos domingos da Bandeirantes A partir do dia 27, ela repetirá às 11 da noite o 1º ano de "Orange is The New Black", que passou recentemente no mesmo horário aos sábados e que obteve audiências muito interessantes.

Clássicos oitentistas reprisados pela Globo Serão dois na próxima semana: na quinta, a "Sessão da Tarde" passará às 3 da tarde "Querida, Encolhi as Crianças", com Rick Moranis; e na virada de sexta para sábado, o "Corujão" das 2h50 mostrará "Ligações Perigosas", com Michelle Pfeiffer, Glenn Close e John Malkovich - salvo engano meu, 1ª reprise deste filme no Plim-Plim depois que ele mesmo fez sua versão da história com autoria da Manuela Dias em 2016.

Terminou "Crimes Graves" no SBT Quase 3 anos após o fim da série e lamentavelmente no estapafúrdio horário das 5h20 de sábado, sem ser em rede nacional devido a várias afiliadas pegarem a madrugada para coisas próprias ou terceirizados regionalizados (especialmente religiosos), passou hoje o último dos 105 episódios da produção derivada da original "Divisão Criminal", o que concluiu a transmissão da saga da "Major Crimes" entre as duas séries. A partir de sábado que vem, este horário terá a volta de "Longmire, o Xerife" após 4 anos. Foram exibidas 2 das 6 temporadas encerradas em 2017.

O lado ruim das séries cruzadas quando sozinhas Pego como exemplo a excelente franquia "Chicago (Med, Fire e P.D.)". A Record está estreando à 0h40 de sábado para domingo a 7ª temporada de "Heróis Contra o Fogo", que na semana retrasada teve mais um episódio cruzado com as tramas dele e de "Distrito 21", com o bombeiro Cruz sendo infiltrado em outro distrito de bombeiros como parte de uma investigação da Inteligência liderada pelo sargento Voight. Acontece que a trama não continuou no sábado passado - e não foi por erro da Record, ela passou o episódio efetivamente seguinte de "Fire". A conclusão da trama se deu em "P.D.", algo que hoje é comum entre as franquias, que têm uma história começando numa série e terminando na outra. O problema é que a exibição das franquias até é alinhada na exibição semanal do Universal TV, mas não acontece de igual forma na TV aberta - e nem falo em relação especificamente à Record e sim a qualquer outro canal aberto, seria a mesma coisa se fosse na Globo, no SBT, na Band, enfim. E não é um problema tão simples de resolver. Quer um exemplo? A franquia "Chicago" tem tido episódios cruzados com "Lei & Ordem - Unidade de Vítimas Especiais", que na aberta quem mostra é a Bandeirantes (e recém na fase final do detetive Stabler), e com as duas "FBI", ainda inéditas na TV aberta.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Bela do Dia: Arianna Fonseca

Arianna Fonseca, repórter da CNN em Brasília. Uma catarinense que leva o "suspirômetro" a alturas que ultrapassam todos os limites.

Datas em 0 ou 5

É um hábito desta "24 Horas" de bastante tempo e que será mantido aqui ao observar datas importantes que completam 5, 10, 25, 40, 65, 100 anos, enfim, sempre em 0 ou 5 pois é como consigo me organizar melhor. As deste sábado, 19 de setembro, são estas:

*80 anos musicalmente ao dobrado: de Bill Medley, ex-vocalista do Righteous Brothers e cantor de magistrais temas como "I've Had The Time of My Life" (dueto com Jennifer Warnes para "Dirty Dancing") e as regravações de "He Ain't Heavy, He's My Brother" e "You've Lost That Loving Feeling"; e de Paul Williams, compositor de clássicos como "Evergreen", de Barbra Streisand, e "We've Only Just Begun" e "Rainy Days and Mondays", dos Carpenters, além de autor da letra do tema da série "O Barco do Amor".

*60 anos ao dobrado: de "The Twist", de Chubby Checker, chegando ao 1º lugar nas 100 Mais da Billboard nos EUA; e de Mozer, icônico zagueiro do Flamengo 3 vezes campeão brasileiro, 2 vezes campeão carioca e campeão sul-americano e mundial em 1981, além de campeão nacional por Benfica, Olympique de Marselha e Kashima Antlers.

*50 anos ao dobrado: de "Mary Tyler Moore", série estrelada pela própria em 168 episódios e 7 temporadas (e que algumas vezes a hoje culinarística Ana Paula Padrão disse em entrevistas ter sido uma inspiração, através da protagonista Mary Richards, para seguir a carreira jornalística); e de Sonny Anderson, ex-atacante campeão brasileiro de 1989 pelo Vasco e campeão nacional por Servette, Monaco, Lyon e Barcelona, pelo qual faturou a Supercopa da Europa em 1997.

*40 anos da estreia do filme "Gente Como a Gente", estrelado pela já citada Mary Tyler Moore e que venceu 5 Globos de Ouro (incluindo melhor drama e atriz para ela) e 4 Oscars (filme, diretor para Robert Redford, ator coadjuvante para Timothy Hutton e roteiro adaptado).

*30 anos ao dobrado: de Mário Fernandes, lateral do CSKA Moscou e da Rússia, que renegou a Seleção Brasileira quando estava no Grêmio, pelo qual foi campeão gaúcho em 2010; e da estreia de "Os Bons Companheiros", filme de Martin Scorsese indicado a 6 Oscars e vencedor de ator coadjuvante para Joe Pesci.

Arremate

Coronavírus já vitimou no Brasil mais de 135 mil dos quase 4 milhões e 500 mil infectados. Força e solidariedade.

"24 Horas" volta rezando que um dia este mal cesse ou diminua drasticamente.

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.