Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola


(51) 99843-7700

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar comenta os resultados dos campeonatos de futebol e o dia-a-dia dos clubes. Destaque para o que de principal ocorre em todas as modalidades e ainda os tópicos não-esportivos "Sintonia PB", "Clipe do Dia" e "Bela do Dia".
 
LEIA AQUI as colunas anteriores VEJA AQUI as "Belas do Dia" anteriores
 
Segunda, 27 de janeiro de 2020
O adeus "do nada" de Kobe Bryant



Em quase 17 anos editando este PAPO DE BOLA - O SITE, já tive que escrever muitas colunas sobre acontecimentos terríveis do esporte, mais notadamente - para citar dois que me impactaram muito - a morte do Serginho em 2004 e a tragédia da Chapecoense em 2016. Eu deveria estar um pouco preparado quando algo doloroso assim se repetisse. Mas nunca se está. Ontem, era para ser um dia normal. Estou retomando o site após 2 anos parado, ao longo do dia iria atualizando as seções dele. Até cheguei a fazer duas do "Raridade Rara", mas depois das 16h30 tudo parou quando veio a terrível informação via TMZ, o portal especializado em famosos que virou referencial em tragédias envolvendo eles. Kobe Bryant morto num acidente de helicóptero aos 41 anos. Mas como assim??? Simplesmente essa notícia chegou "do nada".

Foi um choque indimensionável, o mundo do esporte se mobilizou e milhões de postagens foram feitas nas redes sociais. Depois que outros veículos também confirmaram o infortúnio, a cobertura televisiva aumentou muito. Quando mais tarde se confirmou que uma das filhas da lenda do basquete, Gianna, de 13 anos, também fora vitimada, o que já era horrível conseguiu ficar ainda mais catastrófico. Durante 4 horas, fui postando muito no Twitter do que surgia de informação e das despedidas de ex-companheiros de quadra. Não era algo que eu queria ter feito, não se queria que essa tristeza gigante acontecesse, tão gigante quanto Kobe foi nos 5 títulos da NBA conquistados pelos Lakers de Los Angeles (20 anos defendendo uma só equipe) e no bicampeonato olímpico com os Estados Unidos em Pequim 2008 e Londres 2012.

Kobe Bryant deveria ter sido notícia hoje apenas e tão somente pelo aspecto esportivo, já que no sábado uma marca dele foi superada por outro craque que hoje defende o Lakers. Com 29 pontos na derrota por 119 x 98 para o Philadelphia 76ers, LeBron James chegou aos 33.655 pontos, atrás apenas dos 36.928 de Karl Malone e dos 38.387 do recordista Kareem Abdul-Jabbar, outro ícone dos amarelos de LA. Kobe, que encerrou a carreira com 33.643 pontos (acima dos 32.292 de Michael Jordan, seu grande exemplo no esporte e na vida), foi o primeiro jogador a anotar 12 cestas de 3 pontos numa só partida da liga, feito de janeiro de 2003 nos 119 x 98 sobre o Seattle Supersonics. Depois dele, apenas outros dois jogadores repetiram a façanha: Donyell Marshall, do Toronto Raptors de 2005, e Stephen Curry, do Golden State Warriors deste ano.

Algo que pegou muito mal foi a insensibilidade injustificável da NBA em manter as partidas deste domingo. Rodada "normal" no, talvez, dia mais anormal já vivido pelo campeonato com uma perda tão trágica assim de um de seus expoentes históricos. Não foram poucas as imagens de jogadores e treinadores abalados, com o psicológico fragilizado e choros desenfreados. Não que isso me surpreendesse, a UEFA manteve "normais" os jogos da Liga dos Campeões marcados para poucas horas depois dos ataques terroristas ao World Trade Center em 2001 e a CBF manteve "normais" quase todos os jogos do Campeonato Brasileiro no fim-de-semana seguinte à já citada morte do Serginho em 2004 - tendo adiado apenas o do São Caetano, mas ninguém estava com a cabeça no lugar naquele dia. Não surpreende, mas não se deve aceitar nunca.

Mesmo assim, bonitas homenagens foram registradas em alguns destes jogos. Uma delas teve jogadores segurando a bola até o estouro do tempo-limite de 24 segundos de posse de bola - já que 24 era a camisa do Kobe no Lakers. Aliás: número 24, que nunca mais será usado pelo Dallas Mavericks, em mais uma forte e belíssima homenagem ao craque. Outra cena especialíssima aconteceu nos 152 x 133 do Atlanta Hawks sobre o Washington Wizards. Jogador favorito de Gianna, que foi levada pelo pai a duas partidas do Hawks por causa disso, Trae Young acertou uma cestaça da metade da quadra e, na sequência, puxou uma salva de palmas para o bicampeão olímpico. Sem mais a dizer depois disso tudo a não ser que Kobe, a filha e as outras 7 vítimas do acidente na Califórnia descansem em paz.

O dia em que o basquete chorou.

DESTAQUES DO FUTEBOL NO FIM-DE-SEMANA

Antes de mais nada, uma observação importante, até especialmente para os "marinheiros de primeira viagem": no período dos campeonatos estaduais, destaco preferencialmente as partidas envolvendo os 40 clubes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro, citando outras sem eles quando houver acontecimentos curiosos, insólitos, diferentes. Isto não se aplica à Copa do Nordeste, aqui destacada em sua totalidade. Vamos lá.



Copa SP Júnior Foi uma grande decisão o Grenal do Pacaembu na manhã de sábado. 1º tempo menos legal, mas o 2º foi ótimo, tendo o gol contra favorável ao Grêmio, a expulsão do Alison por subir no alambrado e, poucos minutos depois, o empate do Internacional. 1 x 1 foi pouco, de 2 a 3 gols para cada lado seriam mais verídicos com o que se viu. Nos pênaltis, maior competência colorada pois os tricolores acho que pensaram que estavam naquele quadro que o "Globo Esporte" gaúcho copiou do "Band Esporte Clube" de anos atrás, o "Na Trave" - teve quem lembrasse até que bola na trave rendia prêmio gordo no antigo "Gol Show" do SBT, veja você. Mas na Copinha, não deu em nada para os azuis e fez a 5ª festa dos vermelhos, que reprisaram 1974, 1978, 1980 e 1998. O aniversário foi de São Paulo e Porto Alegre fez parte dele com brilhantismo, neste que foi o 3º clássico estadual não-paulista a decidir a competição, tal qual fora em 1996 com América Mineiro 2 x 1 Cruzeiro e em 1971 com Fluminense 4 x 4 Botafogo + 4 x 3. A campanha dos comandados de Fábio Matias teve 6 vitórias e 3 empates, com 16 gols marcados e 4 sofridos.

Campeonato Paulista A 2ª rodada teve o primeiro clássico, um Palmeiras x São Paulo que fez Araraquara ser a 12ª cidade fora da capital a recebê-lo (as outras: Ribeirão Preto, São Carlos, São José do Rio Preto, Presidente Prudente, Campinas, São Caetano do Sul, Barueri, as paranaenses Maringá e Londrina, a sul-mato-grossense Campo Grande e a espanhola Cádiz). Tentativas não faltaram, gols é que faltaram. Isto resultou em algo raro: o 3º Choque-Rei de Paulistão consecutivo sem uma mísera bola na rede que fosse. Ao menos serviu para o Verdão chegar aos 10 clássicos de invencibilidade contra o Tricolor desde 2017, maior marca do clube neste enfrentamento desde os 9 jogos de 1975 até 1977. Empate também do Corinthians, aí por 1 gol com o Mirassol. A Ponte Preta venceu o Botafogo pelo escore mínimo, igual fez o Oeste contra o Ituano. Nesta segunda, o Santos visitará o Guarani sem Marinho, fora por 1 mês e meio devido a uma fratura no pé esquerdo, e a Inter de Limeira visitará o Red Bull Bragantino, que definiu como novo técnico Felipe Conceição, que estava no América Mineiro. No Grupo A, Ponte e Oeste têm 3 pontos e o Santos 1 da estreia; no B, o Palmeiras tem 4 e o Botafogo 0, liderando Novorizontino e Santo André com 6; no C, o São Paulo marcou 4 pontos; e no D, o Corinthians tem 4, o Guarani 3 da estreia e o Bragantino 1 do jogo inicial.

Campeonato Carioca Muitas coisas não podem ser feitas em apenas 1 minuto - escrever um colunão desses, por exemplo. Mas muitas podem, sim, ser feitas em tão pouco tempo. Decidir um jogo, por exemplo. Bill fez isso para o Flamengo. Foi ao campo aos 43 do 2º tempo e soltou uma cacetada no cantinho aos 44 para marcar 3 x 2 sobre o Volta Redonda. Enquanto isso, a máxima que diz que "o jogo só acaba quando termina" foi levada ao máximo por Cano, bola no alvo aos 49 do 2º e vitória do Vasco sobre o Boavista. O Botafogo enfim ganhou no torneio, 3 x 1 sobre o Macaé, enquanto o Fluminense voltou a marcar 4 gols de diferença após 1 ano (desde os 4 x 0 no Madureira em 30 de janeiro do ano passado) tocando 1, 2, 3, 4, 5 x 1 no Bangu - depois de 3 anos, os tricolores voltaram a vencer as 3 primeiras partidas do ano (claro que eu não saberia disso, li no futuro global Paulo Vinícius Coelho). A Taça Guanabara tem grupo contra grupo, 6 jogos e 3 já feitos. No A, o Flamengo tem 7 pontos e o Botafogo 3, atrás dos 4 do Boavista, enquanto no B o Fluminense tem os mesmos 9 do Madureira e o Vasco foi aos 4, atrás dos 6 do Volta Redonda.

Campeonato Mineiro Foi praticamente impossível pensar em futebol nas alterosas neste fim-de-semana, Belo Horizonte e muitas outras cidades enfrentam uma chuva torrencial, cujas consequências têm sido as piores possíveis, infelizmente incluindo dezenas de mortos - só na capital, a do período das 9h da última quinta até as 9h da sexta-feira foi a maior em 24 horas dos seus 122 anos, com os quase 172 milímetros superando em muito os mais de 164 de 14 de fevereiro de 1978 (em termos mensais, este janeiro poderá ser o mais chuvoso de todos os tempos, batendo o de 1985). Como consequência direta no torneio, Tombense x Cruzeiro e Villa Nova x América foram adiados. Ontem, o Atlético foi a campo e atropelou o Tupynambás por 1, 2, 3, 4, 5 x 0. O Galo do Dudamel venceu as 2 primeiras rodadas, enquanto o Cruzeiro ganhou sua estreia e o América empatou a dele.

Campeonato Gaúcho A relação do Grêmio com a trave neste fim-de-semana merecia uma tese de doutorado pois não bastassem os disparos nela na Copa SP e os profissionais fizeram o mesmo 3 vezes - uma delas em pênalti cobrado por Luciano, no qual o arqueiro Rafael Martins levou a pior ao cometê-lo pois a perna de Alisson acertou involuntariamente seu rosto e fraturou um osso, requerendo uma remoção de ambulância para um hospital próximo. Mas o Brasil não teve a mesma sorte do Internacional e os tricolores faturaram pelo marcador mínimo. Foram duas vitórias porto-alegrenses sobre os pelotenses, pois os colorados aplicaram 3 x 1 sobre o Pelotas com direito a um belo tento de falta do D'Alessandro. Foi o mesmo placar do Juventude triunfando ante o São Luiz. Após 2 rodadas, o Grupo A tem o Inter com os mesmos 6 pontos do Ypiranga e 3 para o Juventude, ao passo que no B o Grêmio tem 3 e o Brasil 0, sendo Caxias e Esportivo os líderes com 4.

Campeonato Paranaense Enquanto os titulares vieram a Porto Alegre fazer um jogo-treino contra os aspirantes do Grêmio, os aspirantes do Athletico tocaram 4 x 1 no Londrina. O Operário suou para bater o Rio Branco por 3 x 2 e houve dois clássicos: na capital, o Coritiba fez 1 x 0 no Paraná para chegar a 16 partidas de invencibilidade (10 vitórias) desde outubro passado; e no interior, o Cascavel aplicou 3 x 0 no Cascavel - o FC Cascavel no Cascavel CR, no caso, todos os tentos do Paulo Sérgio. O Athletico tem 100% em 3 rodadas, o Coritiba 7, o Operário 6 e o Paraná 4.

Campeonato Catarinense O Avaí recebe hoje o Marcílio Dias, a Chapecoense ficou no 1 x 1 com o Concórdia e o Figueirense bateu o Tubarão por 2 x 0. O Criciúma tomou 3 x 2 do Juventus, tendo 2 pênaltis contra si marcados, e seu presidente Jaime Dal Farra chutou o balde ao chamar a Federação Catarinense de "federação de m...". Vai tomar um gancho bonitaço, só cuidar. Mas o jogo mais insano foi Brusque x Joinville. O JEC abriu o placar, o Brusque virou para 2 x 1, o Joinville revirou para 4 x 2 e o Brusque tri-virou para 5 x 4, empatando aos 45 e virando aos 49 minutos do 2º tempo. Que beleza!!! (não pros joinvillenses, claro, mas vocês entenderam... eu acho, rs) 2 rodadas transcorridas e o Figueirense tem os mesmos 4 pontos do Juventus e a Chapecoense soma 2, enquanto o Avaí tem 1 da estreia.

Copa do Nordeste A rodada inaugural teve seu complemento com Ceará 2 x 2 Frei Paulistano (tremendo resultado do Touro do Agreste ante uma das potências da região), Confiança 1 x 0 ABC, CSA 0 x 1 Sport (encontro de substituído e substituto na Série A) e "oxos" em América de Natal x Botafogo de João Pessoa, Vitória x Fortaleza e Santa Cruz x Bahia, este último tendo as balizas como destaques: da parte baiana, Fernandão foi pro gol nos minutos finais após Douglas Friedrich ser expulso e todas as substituições já terem sido feitas; e do lado pernambucano, homenagens foram feitas antes da bola rolar ao agora aposentado aos 35 anos Tiago Cardoso, 5 vezes campeão estadual, campeão do Nordeste e também nacional da Série C (em referência a isso, a camisa 1 não será utilizada pelo Santinha neste 2020).

Campeonato Baiano O calendário entupido gera absurdos como este: no dia seguinte a compromissos pelo regional acima mencionado, a dupla Ba-Vi foi a campo pelo estadual. Pode??? Tanto pode que o Bahia fez 2 x 0 no Vitória da Conquista e o Vitória ficou no 2 x 2 com o Fluminense. Os arqui-rivais de Salvador somam 4 pontos em 2 partidas.

Campeonato Alagoano O CRB estreou perdendo pro Murici por 1 x 0.

Campeonato Maranhense O Sampaio Corrêa estreia hoje contra o São José.

Campeonato Paraibano Destaque especial para CSP 1 x 4 Atlético pois o time de Cajazeiras teve um contratempaço ao rumar até João Pessoa: seu ônibus sofreu um princípio de incêndio no trajeto. Felizmente, ninguém se feriu e, de quebra, o time ainda ganhou o jogo.

Campeonato Goiano O Goiás "oxou" com o Iporá e o Atlético estraçalhou o Goiânia por 1, 2, 3, 4, 5 x 0. 2 rodadas disputadas e o Atlético tem os mesmos 6 pontos do Jaraguá, enquanto o Goiás soma 4.

Campeonato Mato-Grossense O Cuiabá bateu o Mixto por 3 x 2 e soma 6 pontos após 2 rodadas, empatado com União Rondonópolis e Operário de Várzea Grande na frente.

Copa da Inglaterra O maior destaque ficou para o Liverpool, que empatou em 2 x 2 com o Shrewsbury, da Série C, e terá que fazer o "replay" em Anfield Road no dia 4 para decidir uma vaga nas oitavas.

Campeonato Espanhol Real por Real, o Madrid fez 1 x 0 no Valladolid e lidera com 46 pontos em 21 rodadas. O Barcelona ficou nos 43 ao tomar 2 x 0 do Valencia, na 1ª derrota catalã com Quique Sétien na casamata. Pra piorar, Suárez ficará 4 meses sem jogar devido a uma lesão no joelho direito.

Campeonato Italiano A Juventus ainda lidera com 51 pontos após 21 rodadas, mas tomou 2 x 1 do Napoli. A Internazionale poderia fungar muito no seu cangote, mas o 1 x 1 com o Cagliari só a levou aos 48 pontos.

Campeonato Alemão O Red Bull Leipzig está na frente com 40 pontos em 19 rodadas, mas perdeu por 2 x 0 para o Eintracht Frankfurt. Ó, Inter de Milão: o Bayern de Munique fez o que tu não fizestes. Goleou o Schalke 04 por 1, 2, 3, 4, 5 x 0 e foi aos 39. Já o Borussia Monchengladbach chegou aos 38 com os 3 x 1 no Mainz 05.

Campeonato Francês Com direito a homenagem do artilheiro ao dobrado Neymar a Kobe Bryant, o Paris Saint Germain derrubou o Lille e foi aos 52 pontos em 21 rodadas. Em 2º com 42, o Olympique "oxou" com o Angers.

Taça da Liga de Portugal Braga campeão com 1 x 0 sobre o Porto, Ricardo Horta anotou aos 49 minutos da 2ª etapa. O saudoso Waldir Amaral diria: "choveu na horta do Ricardo!" (perdão, não resisti)

CURTINHAS ESPORTIVAS

*Lembra do Marinho, ex-zagueiro do Grêmio campeão da Copa do Brasil de 2001 e do Corinthians campeão brasileiro de 2005? Retire o "ex". 10 anos depois de pendurar as chuteiras, voltará a calçá-las aos 43 anos. Vai defender o Atlético Roraima, que não é campeão estadual desde 2009.

*Holanda de luto pela perda aos 72 anos do craque Rensenbrink, que sofria de atrofia muscular progressiva. Com 14 gols em 46 partidas pela seleção, foi bi-vice mundial em 1974 e 1978. Poderiam ter sido 15 gols se não acertasse a trave aos 44 minutos do 2º tempo na decisão de 1978, aí ela terminou empatada e na prorrogação a anfitriã Argentina venceu a Copa do Mundo.

*Ex-técnico de ginástica nos EUA, Skipper Crawley foi condenado a 50 anos de prisão por abusar sexualmente de ginastas no Texas e em Oklahoma - 11 garotas, todas de 8 anos, o acusaram. Com 53 anos, só terá direito à liberdade condicional quando chegar aos 78.

*Banido do tênis pelo resto da vida por participação em um manipulações de resultados, João "Feijão" de Souza jura que não fez o que dizem que fez e promete recorrer ao Tribunal Arbitral do Esporte.

*A mesma busca por reviravolta será feita pela campeã olímpica Rafaela Silva, suspensa por 2 anos por doping, o que lhe tira dos Jogos de Tóquio.

*Cruzeiro pentacampeão da Copa Masculina do Brasil com 3 x 0 sobre o SESI (25/23, 25/22 e 25/12) na final disputada em Jaraguá do Sul. Se no futebol os tempos são de tempestade, no vôlei prossegue a bonança.

SINTONIA PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:



"Hoje em Dia" Leio na Cristina Padiglione que o programa de variedades apresentado pela Record de segunda a sexta, das 10h às 11h45, ganhará uma versão aos domingos, das 9h às 11h, a partir do mesmo 8 de março que marcará a estreia da Sabrina Sato no "Domingo Show". Bom, isto valerá somente para a cidade de São Paulo e no máximo mais uma que outra, deverá ser algo muito restrito de alcance em termos de canal aberto digital comum. Tudo porque, há muitos anos, esta faixa das 9 às 11 da manhã aos domingos é destinada pela matriz para programas locais das filiais e afiliadas em todo o país. Algumas utilizam apenas parte destas duas horas, muitas usam o tempo completo e admito não fazer ideia se alguma emissora da Rede Record simplesmente não passa nada regional neste horário, plugando na íntegra com o SAT (atualmente é exibida a série "Todo Mundo Odeia o Chris" nesta faixa, que tempos atrás tinha os desenhos do "Pica-Pau").

Olga Bongiovanni Segunda-feira de despedida dela da RedeTV!, já que seu programa das 12h às 13h sairá do ar por dar lugar ao "Tricotando" a partir de amanhã. A atração de fofocas sai do fim da tarde pois esta terça-feira marcará a estreia do "Alerta Nacional" - que seria "Alerta Brasil", mas aí devem ter se tocado que este nome já é o de um jornalístico matinal diário da Record News -, apresentado por Sikera Jr. diretamente da TV A Crítica de Manaus das 18h às 19h30 de Brasília (17h às 18h30 do Amazonas). Resta saber o que será da Olga, que até março do ano passado estava na TV Tarobá, afiliada da Rede Bandeirantes em Cascavel.

Estreias de novelas Uma latina no SBT às 17h: "Betty, a Feia em NY", produzida no ano passado pela Telemundo, canal dedicado ao público hispânico dos EUA - salvo engano meu, será a 4ª versão desta história a passar aqui no Brasil, pois teve a original colombiana de 1999 trazida para cá pela RedeTV!, a série americana "Ugly Betty" de 2006 até 2010 pela Sony e no próprio SBT, além da versão brasileira "Bela, a Feia" na Record entre 2009 e 2010, com recente reprise até outubro passado. Já a nacional da Globo entra às 19h30: "Salve-se Quem Puder", do mesmo Daniel Ortiz de "Alto Astral" e "Haja Coração", com o trio central trazendo Deborah Secco, Juliana Paiva e Vitória Strada.

Sem Jack Bauer É "24 Horas", sim, mas não a original com Kiefer Sutherland e sim a derivada "24 Horas: o Legado", no ar à 0h55 e que durou 1 temporada de 12 episódios em 2012. O personagem central é Eric Carter, feito por Corey Hawkins, o Heath de "The Walking Dead", e o elenco ainda destaca Miranda Otto (a Éowyn de "Senhor dos Aneis"), Jimmy Smits (o Bobby Simone de "Nova York Contra o Crime") e Veronica Cartwright (a Gemima de "Daniel Boone").

CLIPE DO DIA (Parte 1)

Admito: não conhecia Billie Eilish até ontem. Agora passo a conhecer esta artista de 18 anos, que fez história no Grammy ao ser apenas a 2ª vencedora geral dos seus 4 principais troféus: álbum do ano para "When We All Fall Asleep, Where Do We Go?", revelação e gravação do ano e canção do ano, estas duas últimas para a aí conferida "Bad Guy".



Antes da Billie, o único a atingir este feito simultâneo tinha sido Christopher Cross em 1981. Ali, o disco foi o que levava seu nome - que, mesmo de 1979, foi lançado a 5 dias do Natal, tecnicamente acabou considerado como de 1980, e que trouxe clássicos como "Say You'll Be Mine", "Never Be The Same" e "Ride Like The Wind" - e a canção laureada foi a belezura aí curtida: "Sailing".



CLIPE DO DIA (Parte 2)

Quando Kobe Bryant fez seu último jogo em 13 de abril de 2016, marcando 60 pontos nos 101 x 96 do Lakers sobre o Utah Jazz, um clássico tocou no sistema de som do Staples Center quando ele deixou a quadra aos gritos do extasiado público. O clássico foi lançado em 1989, no disco "Foreign Affair", e aqui no Brasil também é lembrado por ter sido cantado por ela para Ayrton Senna num show na Austrália em 1993. Fique aí com Tina Turner e "The Best".



CLIPE DO DIA (Parte 3)

A música brasileira ficou mais triste e mais desprovida de poesia com a perda neste domingo de Tunai, aos 69 anos. O irmão de João Bosco sofreu um infarto enquanto dormia em casa e foi gravado por inúmeros artistas, uma especial sendo Elis Regina, a quem creditava muito do sucesso que teve. Uma gravação famosa dela é esta de "As Aparências Enganam", lançada em 1979 no disco "Essa Mulher". A versão de Elis foi tema de duas novelas da Globo em períodos distintos: "Eu Prometo", de 1983/1984, e "Belíssima", de 2005/2006. Cantada pelo próprio Tunai, autor desta música em parceria com Sérgio Natureza, ela entrou em 1982 na trilha de "Ninho da Serpente", da Bandeirantes.



Outro tema inesquecível é esta fantástica parceria com Milton Nascimento em 1982. "Certas Canções" entrou em "Anima", álbum do Bituca.



E não poderia faltar uma canção dele e de Natureza bastante regravada, mas aqui vista no original do disco "Em Cartaz", de 1984: a belíssima "Frisson", cuja versão na voz do Tunai não virou tema de novela, mas uma das muitas regravações sim. Foi a da Banda Eva, com Ivete Sangalo nos vocais, que embalou "Suave Veneno" em 1999.

Bela do Dia: Fernanda Carvalho

Fernanda Carvalho, repórter da RBS TV de Porto Alegre e, agora, apresentadora substituta do "RBS Notícias" aos sábados. Para retomar este espaço característico desta "24" desde a estreia da coluna em 11 de agosto de 2003 (dois meses depois do PB em si), não poderia ser com qualquer uma. Tinha que ser com uma moça especial, que esteja na crista da onda. Gostei dela desde a 1ª vez que a vi - só pelo vídeo, ao vivo ainda não tive a felicidade. Passa uma energia muito boa, sorriso cativante e manda bem pra dedéu no vídeo.

DATAS EM 0 OU 5

É um hábito desta "24 Horas" de bastante tempo e que será mantido aqui ao observar datas importantes que completam 5, 10, 25, 40, 65, 100 anos, enfim, sempre em 0 ou 5 pois é como consigo me organizar melhor. Algumas não entrarão nesta coluna por ganharem edições à parte na nova seção independente "Raridade Rara".

Assim sendo, as deste 27 de janeiro que destacamos:

*80 anos de James Cromwell, ator indicado ao Oscar de coadjuvante em 1996 por "Babe, o Porquinho Atrapalhado" e vencedor do Emmy de coadjuvante de minissérie ou filme em 2011 pela série "Uma História de Horror Americana".

*55 anos de Alan Cumming, ator vencedor do Tony pelo espetáculo "Cabaret" na Broadway e visto em filmes como a trilogia "Pequenos Espiões" e na série "Pelo Direito de Recomeçar" (The Good Wife).

*55 anos de Mike Newell, diretor de filmes como "Dançando com um Estranho", "Um Sonho de Primavera", "Quatro Casamentos e um Funeral" e "Harry Potter e o Cálice de Fogo".

*40 anos de Marat Safin, ex-tenista que foi nº 1 do mundo em 2000 e que, em Grand Slams, foi campeão dos EUA no referido ano e da Austrália em 2005, tendo sido semifinalista de Roland Garros em 2002 e de Wimbledon em 2008. Em 2000, ele perdeu o ATP de Hamburgo para Gustavo Kuerten.

*30 anos da morte de Adriana Oliveira, nascida em 1969 e que foi uma super modelo brasileira do fim dos anos 80, infelizmente partida tragicamente numa festa onde ingeriu um coquetel com drogas, álcool e tranquilizantes.

*10 anos da morte de Zelda Rubinstein, atriz nascida em 1933 e que viveu a vidente Tangina Barrons na trilogia de filmes "Poltergeist" de 1982 até 1988.

ARREMATE

Como diria Clara Tavares lá no outro lado do paraíso: não imaginam o prazer que é estar de volta.

"24 Horas" volta na próxima edição! Sem mais tristezas, por favor.

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.