.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Rádio PB

.

.

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Quarta, 27 de setembro de 2017 - ANO 15, EDIÇÃO 21
20 dias depois, o epílogo

Iniciada em 1 x 1 no dia 7 deste mês, a Copa do Brasil definirá hoje seu campeão. Dá Cruzeiro pela 5ª vez ou dá Flamengo pela 4ª? Seja qual for, espero que alcance a glória após uma jornada para a história no Mineirão.

A Raposa disputa sua 7ª decisão. Campeão contra Grêmio em 1993, Palmeiras em 1996, São Paulo em 2000 e o próprio Flamengo em 2003, foi vice diante de Palmeiras em 1998 e Atlético Mineiro em 2014. O Mengão jogará a 5ª finalíssima. Campeão diante de Goiás em 1990 e Atlético Paranaense em 2013, foi vice contra Grêmio em 1997 e o próprio Cruzeiro em 2003. A deste ano é a 6ª final de Copa do Brasil iniciada com empate por 1 x 1. Nas outras, o mandante da volta chegou ao topo em três oportunidades: Criciúma em 1991 (0 x 0 com o Grêmio), Cruzeiro em 2003 (3 x 1 no Flamengo) e Flamengo em 2013 (2 x 0 no Atlético Paranaense). Nas outras duas, o visitante é que celebrou: Cruzeiro em 1996 (2 x 1 no Palmeiras) e Fluminense em 2007 (1 x 0 no Figueirense).

Outro registro fica com o apitador Luiz Flávio de Oliveira, que tanta bronca arrumou com o pênalti pró-Bahia contra o Grêmio. Será a quarta final consecutiva de CB sob seu comando, em três delas na volta (as outras foram Cruzeiro 0 x 1 Atlético em 2014 e Grêmio 1 x 1 Atlético Mineiro em 2016), além da ida Santos 1 x 0 Palmeiras em 2015. Luiz Flávio é irmão do Paulo César, que apitou três finais do torneio: a volta Cruzeiro 3 x 1 Flamengo em 2003 e duas idas (Vasco 1 x 0 Coritiba em 2011 e Atlético Paranaense 1 x 1 Flamengo em 2013).

A 26ª rodada da Série B

Quase toda ela foi ontem - apenas o encontro dos dois líderes ficou para hoje pois ontem teve show do The Who no Beira-Rio que sediará o jogo. Após a apresentação da contenda de hoje, seguem destaques das de ontem, com destaques absolutos para a excepcional fase paranista e os horríveis momentos dos verdes de Campinas e GO:

Internacional x América Mineiro (1º x 2º ambos com 48) - O Colorado não empata há 13 rodadas (10 vencidas) e, depois de um início fraco em casa com 1 vitória, 4 empates e 1 derrota, tem agora 6 triunfos consecutivos em seus domínios. Já o Coelho não perde há 6 rodadas (3 vitoriosas) e perdeu uma das últimas 19 (faturando 11) - isso depois de, nas 8 primeiras, ganhar 2, empatar 4 e perder 2. Fora, tem 5 vitórias, 5 empates e 2 derrotas.

Paraná 3 x 0 Náutico (3º com 46 x 19º com 20) - O Tricolor venceu as 5 últimas rodadas e não perde há 7 (ganhou 6), perdendo apenas uma das últimas 12 (venceu 9). Faturou os últimos 7 mandos e perdeu somente um único em 13 no torneio (exitoso em 10). O próximo será contra o Inter, na Arena da Baixada, e a equipe deseja ter 40 mil fãs. Merece! Já o Timbu não empata há 10 rodadas (4 ganhas) e perdeu as 4 últimas visitas.

Vila Nova 3 x 0 CRB (4º com 45 x 14º com 32) - O Tigre empatou apenas uma das últimas 14 rodadas (8 ganhas) e venceu os 4 últimos mandos, estando invicto há 8 (faturou 6). Já o Galo perdeu as 4 últimas rodadas e se deu bem em apenas uma das 7 últimas (5 perdidas), sendo derrotado em 5 das últimas 6 visitas.

Santa Cruz 0 x 0 Ceará (16º com 29 x 5º com 42) - Foi "oxo" e não gosto de "oxos", mas foi uma pena nenhum gol acontecer pois foi um jogo legal, com boas chances dos dois lados e no qual não faltou emoção. Paciência, são coisas da vida. O Tricolor não perde há 4 rodadas, só que venceu apenas uma das últimas 11 (sequência teve 5 derrotas consecutivas). Já o Vozão está irregular nas últimas rodadas ao ganhar duas, empatar duas e perder duas. No confronto direto, os pernambucanos não perdem há 7 jogos em 3 anos pros cearenses.

ABC 1 x 1 Juventude (20º com 18 x 6º com 42) - O Alvinegro não triunfa há 9 rodadas (6 perdidas) e, depois de não perder nos primeiros 4 mandos, venceu somente um único dos 11 seguintes (6 derrotados). Já o Ju tem 4 rodadas sem ser superado e caiu apenas em uma das últimas 6 rodadas (3 vencidas), voltando a empatar fora de casa após 6 comparecimentos (dos quais dois ganhos). Importante: não foi no Frasqueirão esta porfia e sim na Arena das Dunas, que recebeu um público pífio, patético e ridículo de menos de 1,3 mil fãs.

Oeste 4 x 1 Londrina (7º com 41 x 10º com 34) - O Rubrão não mais de Itápolis e sim de Barueri não perde há 6 rodadas (4 vitoriosas) e só perdeu uma das 8 últimas (5 ganhas), sendo derrotado somente uma vez como mandante em 13 atuações (8 exitosas). Já o Tubarão só venceu dois dos últimos 9 jogos (6 perdidos). Fora de casa, são 5 derrotas seguidas que estragaram uma linda série de 5 triunfos consecutivos.

Criciúma 1 x 1 Figueirense (8º com 38 x 17º com 29) - O Tigre perdeu apenas uma das últimas 7 rodadas (3 ganhas) e está irregular em casa: venceu uma, empatou duas e perdeu duas das últimas jornadas. Já o Furacão do Estreito não está tão diferente assim: 3 vitórias, 3 empates e 2 derrotas nos compromissos recentes. São 4 visitas sem sucesso e apenas uma vencida nas 6 últimas, perdendo outras 4. Uma curiosidade: os criciumenses não vencem os alvinegros jogando em seus domínios desde maio de 2014, pela Série A.

Boa Esporte 2 x 0 Goiás (9º com 37 x 18º com 28) - Os Bovetas não ganhavam havia 4 rodadas e empataram as 3 anteriores, estando invictos há 10 mandos (7 triunfos). Já o Esmeraldino vinha da primeira vitória após 3 derrotas consecutivas e 7 rodadas fracassadas, fora de casa tendo agora 5 visitas sem êxito (4 perdidas).

Brasil 0 x 1 Luverdense (11º com 33 x 15º com 31) - O Xavante não empata há 8 rodadas (4 vencidas) e empatou apenas 3 vezes no campeonato. Como mandante, vinha de 3 vitórias e não era superado havia 5 mandos (4 faturados). Já o Verdão do Norte não se dava bem havia 3 rodadas e 8 visitas (6 derrotadas).

Paysandu 2 x 1 Guarani (12º x 13° ambos com 33) - O Papão vinha de apenas uma vitória nas últimas 5 rodadas (3 perdidas) e melhorou um pouquinho como mandante, embora continue sem ser supremo em seus domínios como em outros tempos: venceu 6, empatou 4 e perdeu 4. Já o Bugre não vence há 5 rodadas, triunfou em somente uma das 13 últimas (7 perdidas) e não se dá bem há 8 embates fora (batido em 5 deles).

A Série C mais nordestina

No fim do ano retrasado, clubes e federações do Nordeste acenaram com um levante por mudanças na fórmula de disputa da terceira divisão do Campeonato Brasileiro, já que os clubes da região não estavam obtendo acessos à Série B em grande quantidade com o sistema de dois decagonais e três fases de mata-mata - em dois anos seguidos, não teve um só do NE que chegou à semifinal. Ainda bem que esta mudança não aconteceu pois não é a fórmula que deixa alguém menos ou mais competente e sim a própria capacidade do clube, tanto faz se ganha menos ou mais dinheiro, já que muitas vezes quem lucra menos obtém mais resultados positivos.

Desde 2009, a Série C tem o regulamento que tem. O máximo que havia ocorrido era o acesso de dois nordestinos. Agora, são três que sobem para a B no ano seguinte - e isso faz com que um deles já esteja na finalíssima, restando saber se Fortaleza ou Sampaio Corrêa. Do outro lado, o adversário do São Bento será o CSA, que novamente ganhou do Tombense e, com 3 x 0 totais, confirmou a ida para a semi e a subida de divisão. A Bêzona de 2018 será sua primeira em 26 anos (pois 2000 não conta, a Copa João Havelange era um torneio único com três módulos). A palavra para isso é: competência. Os times do Nordeste lutaram mais, se empenharam mais e obtiveram conquistas importantíssimas, desta vez apenas o Confiança falhando nas quartas.

É a Série C mais nordestina neste 2017. Curto isso, sou sempre simpático ao futebol desta região e torço por mais sucesso dela. E curto mais ainda pois é uma presença maciça em cima de um regulamento combatido lá atrás. Fica a dica até para a própria primeira divisão do Brasileirão, na qual o problema não está nos pontos corridos e sim nos próprios times. O Corinthians neste returno resolveu dar chance da concorrência se aproximar para botar emoção na briga pelo caneco. Ela não acontece pois a concorrência naufraga. E não seria necessariamente diferente no mata-ou-morre. Desafios existem para ser superados. O Nordeste superou o seu.

Mais incomodação com a arbitragem

A segunda-feira foi própria para isso. Primeiro foi o sorteio do apitante da final da Copa do Brasil, sendo Luiz Flávio de Oliveira o escolhido após o bafafá do pênalti de Bahia x Grêmio. Depois, Sandro Meira Ricci também atraiu para si os holofotes em Sport x Vasco. Nem falo da expulsão do Diego Souza pois a imagem ficou clara de que razão para isso existiu, não devem ter sido "suaves" suas palavras, rs... Mas o pênalti marcado pro Leão é que causou o rebuliço. Pra mim ele não aconteceu, só que mais uma vez vem aquela história: teve interferência de fora ou não? Como garantir que teve? Mas como garantir que não teve? É complicado, Brasil. Bom, no fim das contas deu empate com um gol em cada etapa, o do Nenê na primeira e o do André na segunda.

Passadas 25 de 38 rodadas, estamos assim: 1) Corinthians com 54; 2) Santos com 44; 3) Grêmio e Palmeiras com 43; 5) Cruzeiro e Botafogo com 40; 7) Flamengo com 39; 8) Atlético Paranaense com 34; 9) Vasco com 32; 10) Chapecoense, Atlético Mineiro e Fluminense com 31; 13) Bahia, Sport e Avaí com 30; 16) Vitória com 29; 17) São Paulo e Ponte Preta com 28; 19) Coritiba com 27; e 20) Atlético Goianiense com 22. Próxima rodada aponta: no sábado, Vasco x Chapecoense e Bahia x Coritiba às 16h e Palmeiras x Santos às 19h; no domingo, Grêmio x Fluminense, Cruzeiro x Corinthians, São Paulo x Sport, Botafogo x Vitória e Avaí x Atlético Goianiense às 16h e Atlético Paranaense x Atlético Mineiro às 19h; e na segunda, Ponte Preta x Flamengo às 20h.

Curtinhas

*Vadão está de volta à Seleção Feminina depois de 10 meses, período no qual Emily Lima a comandou (sem ter disputado competições oficiais) até ser demitida na sexta-feira passada. Tá bem perdidinha a CBF, né? Se houve mudança no comando, aquele que saiu não era satisfatório. Lá, deixou de servir. Agora, serve de novo?

*Oswaldo de Oliveira é o novo técnico do Atlético Mineiro. O telefonema no celular dele em pleno "Resenha ESPN" do último domingo era DDD 31 mesmo. É mais um a treinar os dois maiores de Belo Horizonte (esteve no Cruzeiro em 2006) e estreará domingo, fora, contra o xará Paranaense. Algo interessante li no site da ESPN: mesmo com apenas 5 títulos na carreira, Oswaldo atinge a rara marca de ter treinado todos os 10 maiores clubes da Região Sudeste (os quatro paulistas, os quatro cariocas e, agora, os dois mineiros). Como explicar?

*Agressões físicas e verbais à delegação da Ponte Preta no retorno a Campinas após a derrota pra Chapecoense e a consequente entrada na zona do rebaixamento. O que já estava ruim acabou de piorar mais um pouco.

*Completou 50 anos ontem o ex-lateral Cláudio Guadagno, que passou pelo Flamengo campeão brasileiro de 1992, pelo São Paulo campeão estadual de 1998 e pelo Fluminense campeão da Série C de 1999, mas destacado pra valer no Palmeiras campeão do RJ/SP de 1993 e bicampeão paulista e brasileiro de 1993 e 1994.

*Três "brasileiros" foram chamados por Jorge Célico para o Equador que pegará Chile e Argentina nos dias 5 e 10 do mês que vem: Arboleda, do São Paulo; Orejuela, do Fluminense; e Arroyo, do Grêmio.

*Falarei melhor da Liga dos Campeões na próxima coluna. Hoje, destaco que ontem o Real Madrid ganhou do Borussia Dortmund no 400º jogo de Cristiano Ronaldo pelos merengues. Com dois gols, ele tem 411 pelo clube, uma média sensacional. Real não perde nos grupos da UCL desde o próprio Borussia em outubro de 2012, há 29 partidas. Hoje, destaque para Paris Saint Germain (com Neymar) x Bayern de Munique (sem Neuer).

*A derrota por 2 x 0 para o Arsenal foi feliz para Barry, capitão do West Bromwich. Parece que estou maluco, mas tem nexo: ele (ex-Manchester City e Everton) completou 633 atuações em Campeonatos Ingleses no formato Premier League e deixou para trás o recordista anterior já aposentado Giggs, lenda do Manchester United.

*Suspenso por 1 ano o presidente da Juventus, Andrea Agnelli. Punição da Federação Italiana por venda de ingressos de jogos para torcidas organizadas que incluíam membros da máfia calabresa. Eita...

*Nadador ex-recordista mundial dos 200 e dos 400 metros medley, o americano Richard Roth completou 70 anos nesta terça-feira. Foi nos 400 que ele conquistou o ouro olímpico em Tóquio 1964.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Realizado ontem em São Paulo mais um Prêmio Comunique-se, promovido pelo portal de jornalismo que dá nome ao troféu e que premiou os melhores noticiaristas do país através de voto popular, sempre havendo exceção em cada categoria ao vencedor do ano anterior e também aos hors concours em determinada categoria - estes até ficam aptos novamente a voto, mas só depois de passados 5 anos da condição atingida.

*Nas principais categorias, os destaques foram: em Apresentador de TV (Evaristo Costa em 2016), deu Sandra Annenberg (Globo) contra Maria Beltrão (GloboNews) e Rodrigo Bocardi (Globo); em Repórter de Mídia Falada (Caco Barcellos hors concours desde 2016) deu Ernesto Paglia (TV Globo) contra Abel Neto (também TV Globo) e Andréia Sadi (GloboNews); em Jornalista Nacional de Mídia Falada (Heraldo Pereira em 2016), deu o agora hors concours Ricardo Boechat (TV Bandeirantes e BandNews FM) contra Andréia Sadi (GloboNews) e Zileide Silva (TV Globo); em Correspondente Internacional em Mídia Falada (Ilze Scamparini em 2016), deu Márcio Gomes contra Cecília Malan e Pedro Vedova (todos TV Globo); e em Apresentador de Rádio (Ricardo Boechat em 2016), deu Carla Bigatto (BandNews FM) contra Carlos Alberto Sardenberg e Tatiana Vasconcellos (ambos CBN).

*Mantenedora da TV Cultura, da TV Rá-Tim-Bum e das rádios Cultura Brasil AM e Cultura FM, a Fundação Padre Anchieta fez ontem 50 anos. Ela também atende por MultiCultura Educação, Univesp TV e Cultura Marcas.

*A Globo mostrou anteontem capítulos de "Senhora do Destino" e "Malhação" em duração dobrada para a cidade do Rio de Janeiro. Foi uma compensação pela exclusão das duas novelas da grade da última sexta, quando toda a programação das 11h35 às 18h (exceção ao "Jornal Hoje") foi direcionada à cobertura do "RJTV" para a guerra do tráfico na favela da Rocinha. Enquanto isso, aquele lance de diferenciações na "Sessão da Tarde" ainda acontece, sabe-se lá por que cargas d'água. Enquanto São Paulo e maioria do Brasil assistiram o filme "Cada Um Tem a Gêmea Que Merece", PE, BA, CE, PR e PA receberam a animação "Três Espiãs Demais: o Filme".

*Exibida entre 1988 e 1989 com reprise bem compacta no "Vale a Pena Ver de Novo" entre 1992 e 1993, "Bebê a Bordo" será a nova reprise do Viva nas faixas das 15h30 e 0h30 a partir de janeiro de 2018, sucedendo "Tieta", que acabará em 16 de dezembro. Entre as duas novelas, será repetida a minissérie "Grande Sertão: Veredas". "Bebê a Bordo" é de Carlos Lombardi e tem no elenco Tony Ramos, Isabela Garcia, Maria Zilda, Dina Sfat em sua última novela e sua filha Bel Kutner em sua primeira trama na Globo (a primeira em si foi "Corpo Santo" na Manchete).

*Completou 15 anos ontem a estreia de "Desaparecidos", série que deu a Anthony LaPaglia o Globo de Ouro de melhor ator em drama em 2004. Exibida no Brasil por Space e SBT, esta produção de 142 episódios em 9 temporadas foi produzida pelo mesmo Jerry Bruckheimer não só de "Arquivo Morto" e "CSI", mas também de arrasa-quarteirões do cinema como "Ases Indomáveis", "Um Tira da Pesada" e "Piratas do Caribe".

*A terça-feira foi dos 10 anos da estreia de "Private Practice", que durou 111 episódios em 6 temporadas e foi uma derivada de "Grey's Anatomy". Kate Walsh reprisou a Dra. Addison Montgomery da produção mais vencedora de Shonda Rhimes e o elenco teve ainda Amy Brenneman ("Nova York Contra o Crime")  Tim Daly ("Wings").

Bela do Dia: Vitória Strada

Vitória Strada, modelo e atriz conterrânea gaúcha, desde ontem estrelando a nova novela das 6 da Globo, "Tempo de Amar", que também tem no elenco Bruno Cabrerizo, ex-futebolista campeão candango pelo CFZ em 2002. Ela é linda!!!

*Lembra da comédia "A Família Buscapé", que chegou aos cinemas em 1993 e é uma campeã constante de repetecos na "Sessão da Tarde"? Pois ela foi baseada em uma série estreada há 55 anos ontem fechados. Com o mesmo título, a produção de 274 episódios em 9 temporadas mostrou como a vida da família de jecas mudou quando ficaram ricos e se mudaram para Beverly Hills. Com dublagem, curta aqui o primeiro episódio.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Momento Raridade Rara: "A Super Máquina"

Esta famosa série estrelada por David Hasselhoff estreava há 35 anos completados nesta terça. As aventuras do justiceiro Michael Knight e do carro K.I.T.T. duraram 90 episódios em 4 temporadas, tempo mais que suficiente para entrar no imaginário do telespectador inclusive aqui no Brasil, onde as 3 primeiras passaram na Record e a última estreou no SBT - muitos anos mais tarde, houve reprises no extinto canal fechado USA Network e na aberta praticamente extinta (rs) Rede 21. Um filme "reunion" foi feito em 1991: "A Super Máquina 2000".

Vamos a algumas memórias desta produção do mesmo Glen A. Larson de "Duro na Queda" e "Magnum": esta aqui é uma chamada de 1983 para exibição na Record às 21h de domingo; esta aqui é uma entrevista concedida ao SBT por Hasselhoff (posteriormente astro de "SOS Malibu") quando esteve em Foz do Iguaçu em 1986; esta aqui é a mítica abertura com o tema musical eletrônico e frases marcantes ("A Super Máquina; um voo de sombras ao mundo perigoso de um homem que não existe; Michael Knight, um jovem solitário numa cruzada para defender a causa dos inocentes, dos fracos e oprimidos, num mundo de criminosos que se sobrepõe à lei"); e este aqui é o episódio na íntegra "Mercadores da Morte", da 2ª temporada, com dublagem da Herbert Richers.

Clipe do Dia

Novela das 6 estrelada por Vladimir Brichta e Adriana Esteves, "Coração de Estudante" terminava há 15 anos fechados hoje. Destaco aqui a trilha de abertura desta trama global: "Maria Solidária", com Beto Guedes.

Arremate

O Cruzeiro iguala o Grêmio como recordista em Copas do Brasil ou o Flamengo iguala o próprio Cruzeiro?

"24 Horas" volta depois que soubermos a resposta para esta e outros questionamentos!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
INSTAGRAM: EduPapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.