.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Rádio PB

.

.

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Segunda, 25 de setembro de 2017 - ANO 15, EDIÇÃO 20
Vibra, Sorocaba! É Bentão na segunda divisão!

A vantagem obtida mais a jato que a lava da política na ida em Aracaju, com dois gols sem ser vazado, deu ao São Bento uma segurança para a volta ontem na "Manchester paulista". Mesmo quando o time perdeu um jogador expulso, o Confiança não tirou proveito disso pois sua missão não era fácil. Assim como efetivamente aconteceu sábado contra o Fortaleza (cujo acesso destaquei na coluna de ontem, o mesmo quanto ao do Sampaio Corrêa), derrota por um de diferença ainda bastaria. Não precisou chegar a esse ponto. O "oxo" leva a equipe do interior paulista à Série B para 2018, o que permite dizer que será sua primeira em 35 anos (a última ainda se chamava Taça de Prata em 1983) e faz com que ainda dispute a semifinal da atual Série C contra CSA ou Tombense, que selarão seus destinos hoje à noite (vantagem alagoana por 2 x 0, caso igual ao seu). O São Bento ficou totalmente fora do Campeonato Brasileiro de 1993 até 2015, retornando no ano passado via Série D como segundo melhor colocado do Paulistão excluídos os que já estavam assegurados nas outras divisões. Subiu como semifinalista e, agora, mudará totalmente seu patamar ao ter um calendário completo de 38 jogos e exposição nacional em todos eles por pay-per-view e televisão aberta em muitos jogos, vários deles em rede nacional. Parabéns!!!

A 25ª rodada da Série B

Também está destacada na coluna de ontem. Mais da Bêzona falarei amanhã ao projetar a terça-feira gorda.

A 25ª rodada da Série A

Destaquei na coluna de ontem a vitória do Santos sobre o Atlético Paranaense e o empate do Flamengo diante do Avaí, além da igualdade em São Paulo x Corinthians. Deste clássico, há acréscimos ao registrado ontem ainda ao término dele: os alvinegros não venceram nenhum jogo que tenham iniciado atrás no escore; mesmo assim, não perderam em 90 minutos nenhum clássico para os tricolores neste ano, ainda que ganhando somente dois destes seis (a Copa Flórida foi dos são-paulinos nos pênaltis, recordemos); o corinthiano Gabriel ficou muito mal visto pelos gestos obscenos no gol de empate e, mesmo pedindo desculpas, pode até ser levado ao STJD; e a chapa esquentou nos bastidores tricolores com a acusação do conselheiro Pedro Mauad de que teria sido agredido e ofendido pelo presidente Carlos Augusto de Barros e Silva e pelo seu filho na saída dos camarotes.

Restou ao São Paulo a secação. Mas ela não adiantou, ficando temperada como acarajé sua permanência na zona do rebaixamento. Com um pênalti apontado a 5 segundos do fim pelo Luiz Flávio de Oliveira (de volta à Série A após 4 meses lesionado e hoje confirmado na final Cruzeiro x Flamengo da Copa do Brasil), o Bahia derrotou o Grêmio, que perdeu o segundo lugar para o Peixe e sofreu a 3ª derrota na competição. Apesar disso da penalidade contestável, o Esquadrão de Aço foi sempre mais perigoso e o Imortal só melhorou no jogo quando Renato consertou um erro na escalação ao melhorar a qualidade no meio-de-campo - insuficiente, no entanto, para os companheiros de Léo Moura (que renovou até o fim do ano que vem) terem melhor sorte.

Já o Vitória não quis nem saber e meteu uma trinca bonitaça sobre o Atlético Mineiro no Horto, onde quem mais tem caído morto ultimamente é o próprio Galo, que faz uma campanha horrível como mandante nesta primeira divisão: 3 vitórias, 3 empates e 7 derrotas. Como pode essa maioria de derrotas? Bom, mostrando estar mais perdidinha que agulha no palheiro, a direção mandou embora Rogério Micale após somente dois meses e nem sequer duas dezenas de compromissos cumpridos. O Atlético é, indubitavelmente, uma das maiores decepções nem digo só do Brasileirão, mas da temporada num todo. Já o Leão tem sido o visitante mais indesejado deste momento ao ter vencido as últimas 4 visitas e estar invicto há 5, faturando 13 destes 15 pontos. A dificuldade prossegue devido ao péssimo desempenho anterior, mas Vagner Mancini está muito bem.

A vitória do Palmeiras sobre o Fluminense foi marcada por um golaço do Egídio, coisa linda a finalização muito no ângulo. Fernando Prass igualou Sérgio em 88 atuações, sendo ambos os vice-líderes enquanto goleiros a mais defenderem o alviverde paulistano em Campeonatos Brasileiros - mas o recorde ainda está bem distante: 168 presenças do Marcos. Já os cariocas têm somente duas vitórias como mandante no torneio nos últimos dois meses. Aí não dá pra defender. Por falar em cariocas: o Botafogo suou muito a camisa, teve sua pele salva por Gatito Fernandez ao deter Thiago Carleto em seu 8º pênalti defendido em 13 neste ano (depois, seria superado em cobrança de falta) e conseguiu reabilitar o moral pós-saída da Libertadores ao ganhar do Coritiba, que está mais para lá do que para cá. Será que teremos um curitibano trocado por outro no ano que vem?

Eduardo Baptista reestreou na Ponte Preta, mas um grande gol do Lucas Marques bastou para dar os 3 pontos à Chapecoense diante da sua gente, muito importantes para a fuga do rebaixamento numa luta tão apertada que ela já afeta gente que está na "primeira página", como diria o ex-dirigente colorado Luís César Souto de Moura ao se referir à lista inicial de 10 clubes mostrados na classificação em muitos programas de televisão. Por sua vez, os campineiros estão nos quatro últimos. "Parabéns", viu? Por fim, o Cruzeiro agora só pensa naquilo: não aquilo, Dona Bela, e sim a final da Copa do Brasil contra o Flamengo. Antes, teve sucesso do seu reservão diante do Atlético Goianiense, que sofreu um choque de realidade após uma doce ilusão com a ascensão destes dias. Arrascaeta fez o 900º gol celeste nos pontos corridos e Rafael Sóbis voltou a anotar após 17 contendas.

Ainda faltando Sport x Vasco hoje à noite, a classificação nos mostra: 1) Corinthians com 54; 2) Santos com 44; 3) Grêmio e Palmeiras com 43; 5) Cruzeiro e Botafogo com 40; 7) Flamengo com 39; 8) Atlético Paranaense com 34; 9) Chapecoense, Vasco, Atlético Mineiro e Fluminense com 31; 13) Bahia e Avaí com 30; 15) Sport e Vitória com 29; 17) São Paulo e Ponte Preta com 28; 19) Coritiba com 27; e 20) Atlético Goianiense com 22.

Curtinhas

*Íbis contrariando seu habitual histórico de "pior time do mundo". Acreditam que ele teve a audácia de vencer a terceira partida seguida na Série A2 de Pernambuco? Agora foi por 1 x 0 sobre o Ferroviário.

*No primeiro jogo após os 8 x 0 que levaram à semifinal da Libertadores, o River Plate ficou no 1 x 1 com o Argentinos Juniors pelo "Tangueirão", que terá hoje o Lanús recebendo o Newell's Old Boys. Já no Boliviano, o Jorge Wilstermann fez 2 x 0 no Oriente Petrolero. Hoje, no Equador, o Barcelona é mandante contra o Delfin.

*Futebol totalmente suspenso no Uruguai, inclusive a primeira divisão. Motivo: dois árbitros que não estavam trabalhando foram agredidos durante o jogo de juniores Platense x Basañez. O sindicato nacional dos árbitros solicitou isso e a Associação Uruguaia de Futebol acatou o pedido. Lamentável isso acontecer.

*Ciclismo: foi de arrancar o coração da boca a chegada do Mundial de Estrada na Noruega. Peter Segan levou o tricampeonato contra Alexander Kristoff por míseros centímetros, só mesmo no "photochart" isso foi notado.

*Maratona de Berlim: os ganhadores foram quenianos, como sempre. Nas mulheres, Valary Ayabei registrou 2 horas, 20 minutos e 53 segundos. Nos homens, Eliud Kipchoge fez 2 horas, 3 minutos e 32 segundos.

*Basquete: Tenerife da Espanha campeão intercontinental com 76 x 71 no venezuelano Guaros de Lara.

*Explodiu em níveis máximos a nova tensão do presidente Donald Trump, agora contra esportistas sobretudo da NFL e da NBA. O Golden State Warriors não será recebido na Casa Branca, como historicamente acontece, e também houve protestos com atletas ajoelhados durante o Hino Nacional em diversos jogos da NFL - o que levou Trump a até mesmo sugerir a demissão deles. Como nem tudo é perfeito, chefes da Nascar ficaram ao lado do déspota ianque e ameaçaram demitir pilotos que protestarem da mesma maneira. "Cordeirinhos".

*Rúgbi: Jacareí campeão brasileiro ao derrotar o Farrapos de Bento Gonçalves por 18 x 15.

*Futsal: Falcão voltou à Seleção após 7 meses e o Brasil ganhou amistoso do Uruguai por 7 x 1. O craque saiu do jogo a 5 minutos do fim ao sentir um estiramento na coxa após dividir bola com um adversário.

*Tênis: não deu para Bia Haddad ser a primeira brasileira campeã de um WTA desde Maria Esther Bueno desde 1974, vencida que foi a final de Seul por 2 x 1 (6/7-5, 6/1 e 6/4) por Jelena Ostapenko, atual vencedora de Roland Garros. Ainda assim, a evolução da brasileira é extraordinária em apenas 7 meses, subida sua posição no ranqueamento da entidade de 184º lugar para uma muito honrosa 58ª posição. Avante, Beatriz!!!

A imagem do fim-de-semana



Roger Federer e Rafael Nadal jogando juntos. Dois mitos lado a lado. Duas lendas na mesma parte da quadra. Aconteceu no torneio de exibição Copa Laver, no qual eles ganharam de Sam Querrey e Jack Sock por 2 x 1 (6/4, 1/6 e 10/5). Somos muito felizes de testemunharmos lindas histórias escritas por estes gênios do tênis.

Momento Raridade Rara: Dia do Rádio

Esta segunda-feira é quando se celebra este acontecimento por ser hoje o dia do nascimento de Edgar Roquette Pinto, pai da radiodifusão no Brasil e fundador da primeira emissora do país, a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro (atual MEC AM). Data sempre apropriada para destacar aqui esta maravilhosa sensacional que Hélio Ribeiro nos deu em 1989, quando estava na Excelsior AM de São Paulo (antecessora da CBN): a crônica "Eu Sou o Rádio", que só poderia mesmo ter saído da cabeça de um craque extraordinário como ele foi.

Mas não é só isso, viventes. Curtam aqui outro primor de programa que foi ao ar há exatamente 5 anos: o "Especial Dia do Rádio", apresentado pela então Estadão/ESPN com uma raríssima reunião de feras do microfone. Comunicador da casa, Haisem Abaki foi o anfitrião de um encontro que teve ainda "só" Joseval Peixoto (Jovem Pan), Milton Jung (CBN), Heródoto Barbeiro (ex-CBN) e José Paulo de Andrade (Bandeirantes). É ou não é um programa especial o que consegue reunir tantos anos de vivência e histórias como foi este?

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Inaugurado hoje um novo estúdio da Rádio Globo do Rio de Janeiro, localizado no Projac (este PB não fala "Estúdios Globo" nem se me colocarem para apresentar o "Esporte Espetacular" ao lado da Fernanda Gentil e da Glenda Kozlowski, o que seria ótimo, mas jamais acontecerá). Olhem aqui Otaviano Costa apresentar bastidores do novo local a partir do qual ele passou a partir de hoje a comunicar em seu matinal "No Ar".

*A Record Minas divulgou ter obtido a liderança em Belo Horizonte na quarta-feira da semana passada com dois jornais matinais. Primeiro, o "MG no Ar" do Eduardo Costa marcou 6 pontos e teve 50% a mais de telespectadores que a Globo. Na sequência, o "Fala Brasil" atingiu 5 pontos e foi 25% mais visto que o concorrente.

*Leio no Flávio Ricco que mais "resquícios de Marcelo Rezende" podem desaparecer do "Cidade Alerta" para não haver mais referências ao saudoso apresentador. A Record pensa em mudar os cenários do jornal policial e nem mesmo a repórter e eventual apresentadora Fabíola Gadelha tem permanência assegurada.

*Novela das 6 da Globo, "Novo Mundo" acaba hoje. Amanhã, será estreada a aqui filmada "Tempo de Amar".

*Quem resistiu na virada de sábado para domingo ao show do Guns N' Roses foi o que Leoni chamaria de herói da resistência, eh, eh... Axl Rose (que começou cantando muito mal por ter um fiapinho de voz e melhorou a partir da metade depois de reforçadas doses de Anapyon), Slash (um monstro com "MO" maiúsculo na guitarra) e cia. seguraram 3 horas e 26 minutos de apresentação da 0h45 às 4h15. Com um show tão comprido assim, a Globo deixou de exibir pouco menos da metade dele, já que cortou a transmissão ao vivo às 2h50 para passar o VTzão do sensacional show do The Who e, por fim, mini-compactos do Incubus e dos Titãs.

*Nascida em 1906 e Oscar de coadjuvante por "A Grande Mentira", Mary Astor morreu há 30 anos hoje fechados.

*A saudade será eterna do maior e melhor Super-Homem de todos os tempos. Se não falecesse em 2004, Christopher Reeve completaria 65 anos nesta segunda-feira. Além de interpretar o Homem de Aço em quatro filmes (um primeiro excelente, um segundo bom e outros dois descartáveis), ele atuou em obras como "Armadilha Mortal", "Troca de Maridos" e "Vestígios do Dia". Infelizmente, sua vida mudou totalmente em 1995, quando uma queda de cavalo o deixou tetraplégico. Virou símbolo de persistência. Chris Reeve faz falta até hoje.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Bela do Dia: Bruna Barboza

Bruna Barboza, repórter da Rádio Bandeirantes de São Paulo. Jovem lançamento da emissora e dona de uma voz que, aos 20 e poucos, já é muito bonita e que ficará ainda melhor com o passar do tempo.

Clipe do Dia I

Dos mesmos criadores de "Friends", estreava há 20 anos hoje completados a série "Veronica's Closet", que durou 66 episódios em 3 temporadas e foi estrelada por Kirstie Alley, já famosa no cinema pelos três filmes "Olha Quem Está Falando" e antes ainda famosa em termos de televisão pelo clássico "Cheers". Além dela como a dona de uma cia. de lingeries, o elenco tinha nomes como Kathy Najimy, Robert Prosky e Ron Silver, todos também conhecidos das telonas. Esta série é inédita na televisão aberta até hoje, tendo passado apenas em canal pago pelo Warner. Aqui está Jeffrey Osborne cantando "She's Got Everything", tema de abertura.

Clipe do Dia II

5 anos sem uma das mais lindas vozes com a qual o universo dos crooners brindou o mundo da música. A voz ao mesmo tempo suave e firme de Andy Williams possui um lugar especial nas mais campeãs do gênero, vide os tantos discos de ouro e platina que faturou. Foi também campeão de audiência na televisão dos EUA, sendo de seu programa (exibido de 1962 a 1971) que mostro dois encontros seus com mitos brasileiros: de 1964, "The Girl From Ipanema" com Tom Jobim; e de 1965, "Temporal" com Dorival Caymmi. Mas claro que falar de Andy Williams é falar de "Moon River". Então, de apresentação em 1970, segura aqui o tema de "Bonequinha de Luxo".

Arremate

Algoz pelo São Caetano na queda de 2008. Algoz pelo Juventude ano passado. Agora, enfim, herói do Fortaleza.

"24 Horas" volta antes que Antônio Carlos Zago viva outra história tão incrível quanto essa!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
INSTAGRAM: EduPapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.