.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Rádio PB

.

.

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Sábado, 23 de setembro de 2017 - ANO 15, EDIÇÃO 18
Será que agora vai, Fortaleza?

É indubitavelmente a maior expectativa da rodada de volta das quartas-de-final da Série C. Depois de Oeste em 2012 e Macaé, Brasil de Pelotas e Juventude nos últimos três anos consecutivos, os cearenses podem enfim se classificar para as semifinais e, mais do que isso, subir para a Série B no ano que vem. Em comum nas quatro tentativas falhas anteriores está o fato da volta ter sido no Castelão, que desta vez recebeu a ida vencida por 2 x 0 pelos tricolores. Um gol que o Fortaleza faça e o Tupi precisará anotar 4 para se classificar. Reviravoltas não são impossíveis, taí o River Plate que não nos deixa mentir. E a volta é em Juiz de Fora, torcida local imagino que vá empurrar bastante sua equipe neste sábado à noite. Longos serão estes 90 minutos, que serão os outros 90 do dia pois mais cedo tem Sampaio Corrêa x Volta Redonda com vantagem dos mandantes de São Luís por 1 x 0.

Bobeou, dançou

Falo do Juventude na Série B ao "oxar" com o Boa Esporte, 10º com 34 pontos. O empate deixou os gaúchos com 41 pontos em 5º, o que assegurou o Vila Nova na zona do acesso nesta 25ª rodada ao lado de Paraná, América e Internacional. Este tem 45 pontos e visita o Náutico (19º com 20) em Caruaru, local escolhido devido ao aluguel da Arena Pernambuco para eventos religiosos e falta de acordo com o Sport pela Ilha do Retiro e o Santa Cruz pelo Arruda. Vitória levará o Colorado de volta à liderança, que permanecerá com os mineiros em caso de empate ou sucesso pernambucano. Quem tentará se aproximar dessa turma para sonhar com ingresso nela na próxima terça é o Ceará, 6º com 38 pontos e mandante diante do Brasil de Pelotas, apenas o 11º com 33.

Os empates respectivos com Londrina (8º com 34) e Oeste (7º com 38) deixaram Santa Cruz em 15º e Luverdense em 16º ambos com 28 pontos, o que permite alguma mudança hoje dependendo do que fizerem o 17º Goiás e o 18º Figueirense, ambos com 25 pontos e que receberão respectivamente Paysandu (14º com 30) e ABC (20º com 17). A rodada é completada por CRB (13º com 32) x Criciúma (9º com 34), embate que marca estreias de técnicos nos dois lados: os alagoanos com Mazola Júnior e os catarinenses tendo agora Beto Campos.

Matinê imperdível

É a dos paulistas neste domingo da Série A. O Corinthians ainda lidera com 53 pontos, mesmo com a brusca queda de rendimento, graças à incompetência dos adversários abaixo dele, o que permite estar em 10 pontos a dianteira. Só que o mandante será o São Paulo, certamente empurrado por 60 mil fãs para sair do 17º lugar e ir dos 27 para 30 pontos. A promessa é de um clássico trepidante no Morumbi.

Quando ele iniciar, dois jogos do sábado já estarão finalizados. O primeiro terá o Flamengo (5º com 38) em seu último compromisso antes da final da Copa do Brasil, sendo adversário um Avaí (13º com 29) em ascendente. Depois, tem um Santos (3º com 41) pós-eliminação da Libertadores e estreando uma terceira camisa com tons "camuflados" tipo uniforme do Exército diante do Atlético Paranaense (8º com 34).

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Essa que leio no Anderson Cheni é extremamente forte: com mais de 60 anos no ar, a Rádio Auriverde AM de Bauru simplesmente mandou embora todos os funcionários durante esta semana. Mas todo mundo mesmo, não sobrou ninguém para contar história. Um dos demitidos estava na estação havia 50 anos e outro tinha 40 anos de trabalho. O prefixo 760 khz foi vendido para uma rede de Sampa City (que o Cheni não nominou).

*A semana foi marcada por efeitos de terremoto no México, com centenas de mortos e incontáveis feridos. Um detalhe é que, das cinco principais redes abertas do Brasil, a Globo é a única a não ter enviado repórter para lá - a não ser que tenha enviado alguém para o "Fantástico", aí só amanhã para sabermos. Os outros canais têm ou tiveram um repórter por lá: RedeTV! com Igor Duarte, SBT com Yula Rocha, Record com Fábio Menegatti e Bandeirantes com Rodrigo Hidalgo. Já a GloboNews seguiu a "emissora-mãe" e também não mandou ninguém ao país da América do Norte, recorrendo via internet aos préstimos de Larissa Werneck, jornalista brasileira que mora na Cidade do México e é (ou era, admito não saber) apresentadora do co-irmão canal Futura.

*A explosão dos tiroteios na favela da Rocinha fez a Globo derrubar boa parte da programação da tarde para ter não um e sim dois "RJTV" nesta faixa. O habitual da hora do almoço iniciou às 11h35 e foi até 13h20, tirando do Rio de Janeiro a meia hora final do "Encontro com Fátima Bernardes" e pegando o espaço do "Globo Esporte". Já uma extra foi ao ar logo após o "Jornal Hoje", o que levou ao cancelamento para os cariocas de "Vídeo Show", "Sessão da Tarde" e até mesmo "Senhora do Destino", todas as atrações mantidas normalmente na rede nacional. Além disso, o "RJTV: 2ª Edição" entrou cerca de 15 minutos mais cedo no ar, pouco antes das 19h.

*Apesar da tensão máxima na Cidade (que um dia já foi) Maravilhosa, o Rock in Rio prosseguiu normalmente até 2h30, quando o Bon Jovi encerrou a última apresentação do palco principal. A Globo iniciou sua transmissão às 2h05, cerca de 40 minutos depois do previsto na grade anunciada em seu site, e pegou a última meia hora de Jon e cia. ao vivo, depois passando as músicas não mostradas anteriormente. A seguir, destacaram o show quase que completo do Jota Quest. Veio o que mais esperei, então: o show do Tears For Fears, pela primeira vez no evento e que fizeram um desempenho extremamente elogiado nas redes sociais devido ao "mundaréu" de clássicos que tocaram, pena que de fora ficando a famosíssima "Woman in Chains". Pois bem: o Plim-Plim foi abrir espaço para Curt Smith e Roland Orzabal depois das 4 horas e ainda me "fez o favor" de exibir somente três músicas de um espetáculo de 1h: "Everybody Wants To Rule The World", "Pale Shelter" e "Head Over Heels".

*Não é que não desse tempo de mostrar tudo ou praticamente tudo. Dava, sim. Mal passava das 4h30 quando finalizadas as três músicas transmitidas - ainda tinha o show do Alter Bridge, que cheguei a pensar que seria privilegiado, mas não. Também dele só devem ter mostrado duas ou estourado três canções. Motivo? Apesar do horário mais avançado ainda que o já avançado habitual, "Revenge" teve dois episódios em sequência a partir das 4h45. Pra quê? Quem a vê por volta das 2h não ia aguentar acordado até quase 5h. Madrugadão por madrugadão, deixassem essa 1h15 de espaço para apresentar tudo do Tears e mais algumas músicas do Alter. Além disso, por mais que eu curta os temas do Jota Quest, é uma banda nossa e que está a todo momento no ar em tudo quanto for programa de tudo quanto for canal. Maior vez deveria ser dada para quem só vem pra cá de vez em quando. Resultado é que fiquei esperando por não ter Multishow e fiquei chupando o dedo, aborrecidíssimo.

*Desta vez não assisti "Rede de Intrigas" pois olhei "A Força do Querer" como sempre (capítulo exibido até depois das 22h30) e cuidei também a estreia da série "Máquina Mortífera" (que achei boa, sabendo honrar os melhores elementos dos quatro filmaços). Ainda assim, assisti alguns minutinhos deste filme clássico de 1976 no "Cine Cult" da Cultura e me chamou a atenção a dublagem nova que foi exibida - e não só nova pela qualidade do som, ainda que presentes mestres da dublagem como Isaac Bardavid e Dário de Castro dublando respectivamente Peter Finch e William Holden, mas pelas próprias expressões traduzidas literalmente, diferentemente das costumeiras "voltas" dadas a vida inteira. Exemplos: ao invés de "vá se ferrar", "pombas" ou "filho da mãe", como se imaginava ouvir mediante o histórico habitual, foram ditos sem cerimônia palavrões como "vá se foder", "porra" e "filho da puta". Admito que tomei um susto ao escutar o palavrão com "f..." falado pelo Dário. Sinal dos tempos...

*Sábado dos 120 anos do nascimento de Walter Pidgeon, ator falecido em 1994 e que interpretou o Almirante Nelson em 1961 no filme "Viagem ao Fundo do Mar", que depois se tornaria uma popular série com 110 episódios transmitidos de 1964 a 1968. Nela, contudo, Walter não reprisou o desempenho do personagem.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Momento Raridade Rara: Silvio Santos

Há 10 anos completados neste sábado, o "Patrão" estreou uma nova atração no SBT: "Você é Mais Esperto Que Um Aluno da 5ª Série?", formato importado. As pessoas tinham que acertar perguntas para ganhar prêmios e, como deixava claro o título, mostrarem que eram mais espertas que alunos da quinta série. Vendido como algo de sucesso em todo o mundo, aqui só durou 3 meses e meio. Veja aqui um trecho deste jogo.

Momento Raridade Rara: "Os Jetsons"

Criada por William Hanna e Joseph Barbera para ser um contraponto futurista aos pré-históricos "Flintstones", a série animada de George, Jane, Judy, Elroy, Astro, Rose e Sr. Spacely foi ao ar pela primeira vez há 55 anos hoje completados, inicialmente até 1963 e depois retornando de 1984 a 1987, totalizando 75 episódios em somadas 3 temporadas. Três destaques: esta aqui é uma chamada da exibição no "Sábado Animado" do SBT em 2000, com voz-padrão do saudoso Marcelo Guimarães (som de apenas um dos lados); esta aqui é a abertura com som em inglês; e este aqui é "Guarda Espacial", um episódio completo da primeira temporada. Em 1987, quando a família Jetson completou 25 anos, um filme especial reuniu ela com a família Flintstone.

Momento Raridade Rara: "Louco Por Você"

Uma das séries mais queridonas da década de 90 estreava há 25 anos completados neste sábado. Paul Reiser foi o dono do pedaço: co-criou a história com Danny Jacobson, é co-autor do tema musical de abertura com Don Was (já vou destacá-lo) e foi o astro principal ao lado da Helen Hunt, que ainda atuava na produção quando venceu o Oscar por "Melhor é Impossível". Paul e Helen faziam o casal Paul e Jamie Buchman, eles e seus parentes e amigos vivendo divertidas peripécias que eram sempre superadas pela força do amor.

"Louco Por Você" estreou no Brasil em 1994, trazida pela Globo para o início das tardes de domingo. Olhe aqui uma chamada que a anunciava para 12h. Foram só as duas primeiras temporadas as transmitidas - ou apenas a primeira, admito não recordar direito. Fato é que, um ou dois anos depois, a Bandeirantes passou a mostrá-la e deu horários e espaços maiores, assim exibindo quase todas as temporadas (faltaram duas para completar a exibição em canal aberto com dublagem). Uma curiosidade do período na Bandeirantes é que uma faixa da série foi a diária das 19h30, antecedendo o "Jornal da Band". Porém, isso valia para todo o Brasil menos o canal 13 de SP, onde o "Band Cidade" de José Paulo de Andrade também iniciava às 19h, mas durava a hora cheia.

Foram 164 episódios exibidos quase todos também na Rede 21 e em totalidade na TV por assinatura pelo Sony, pelo qual assisti todos os então inéditos a partir de dezembro de 1996, quando assinei a Net pela primeira vez. Outros dois destaques estavam no elenco: John Pankow, que fazia o amigo do casal Ira, é irmão de James Pankow, trompetista da ótima banda Chicago; e Lisa Kudrow fazia a garçonete tantã Ursula, saindo da série para fazer Phoebe em "Friends" - na qual Helen e Leila Kenzle, que interpretava Fran, fizeram uma participação em um dos episódios a confundindo com aquela que, em "Friends", viria a ser a irmã da loira. Apesar da má qualidade do som gravado pelo postador e mixado a um vídeo que tinha o som original em inglês (escutado em alogumas partes), acompanhe aqui "Amor Entre Quatro Paredes", um episódio da 1ª temporada na íntegra.

Para completar, destaco as duas versões da trilha musical "Final Frontier", ambas com seus intérpretes ao vivo: essa aqui é com o saudoso Andrew Gold, da banda Wax (aquela do suceso "Right Between The Eyes"); e essa aqui é com a sempre envolvente Anita Baker, que tem de quebra a presença de Paul Reiser ao piano.

Clipe do Dia: "CSI: Miami"

Primeira derivada de "CSI: Investigação Criminal", esta série estrelada por David Caruso estreou há 15 anos completados neste sábado e durou 213 episódios em 10 temporadas. Transmitida no Brasil pela Record em TV aberta e por Sony, AXN e TNT Séries em canal por assinatura, ela teve como trilha de abertura esta aqui: "Won't Get Fooled Again", com The Who, que aí assistem tocá-la no show do intervalo de New Orleans Saints 31 x 17 Indianapolis Colts, o Super Bowl de 2010 (a "final do Super Bowl", segundo uns e alguns desmiolados).

Clipe do Dia: "The Voice Brasil"

A nova temporada estreou anteontem e hoje faz 5 anos da estreia da 1ª de todas, como sempre com Tiago Leifert na apresentação e Carlinhos Brown e Lulu Santos entre os jurados, que ainda tinham Cláudia Leitte e Daniel - ele foi substituído anos depois por Michel Teló e ela foi trocada agora por Ivete Sangalo. A primeira vencedora foi Ellen Oléria, que cantou aqui "Taj Mahal", de Jorge Ben Jor, na finalíssima. Atualmente, Ellen forma com Fernando Oliveira e Max Gonçalves o trio de apresentadores de "Estação Plural", atração LGBT da TV Brasil.

Clipe do Dia: Paulo Ricardo

Cantor de voz sempre fácil de reconhecer, fez fama com o retumbante sucesso do RPM em 1986, num disco que virou coqueluche na época e até hoje ajuda a sustentar sua carreira solo, na qual o principal momento foi gravar o tema de abertura do "Big Brother Brasil". Do álbum inicial da banda cuja sigla significa "Revoluções Por Minuto", curtirão dois temas: o primeiro é o dançante "Loiras Geladas"; e o segundo é a versão ao vivo de "London, London", de autoria original de Caetano Veloso durante seu exílio. O terceiro também surgiu neste disco, mas mostro de uma bela regravação de 1996 com Paulo e Renato Russo: aqui está "A Cruz e a Espada". Faltou dizer o mais importante: Paulo Ricardo vem ao tópico neste sábado pois está fazendo 55 anos.

Bela do Dia: Carol Sanches

Carol Sanches, assistente de conteúdo na RBS. Com a estreia anteontem do portal GaúchaZH, mais atividade terá ela por mais importante ser para mantê-lo à toda.

Clipe do Dia: Bob Fosse

O histórico diretor de musicais tanto na Broadway quanto no cinema morreu há 30 anos hoje fechados. Nascido em 1927, ele faturou o Oscar em 1972 por "Cabaret", do qual mostro aqui Liza Minnelli muito sexy cantando "Mein Herr". Realizador de obras como "Lenny" e "O Pequeno Príncipe", Bob vem ao tópico por outras duas obras-primas: de "Charity, Meu Amor" em 1968, acompanhe aqui uma inspirada versão de "Big Spender"; e do magnífico "O Show Deve Continuar" em 1979, tanto aqui têm George Benson com "On Broadway" na primeira sequência quanto - e peço desde já perdão pelo spoiler, mas impossível falar na música de "All That Jazz" sem evitá-lo - destaco aqui o encerramento espetacular com Roy Scheider e Ben Vereen cantando "Bye Bye Love".

Tem coluna inédita neste domingo

Terá alguns poucos destaques da ordem do dia, como o fecho da rodada da Série B e as duas partidas de hoje na C, além de outros "Raridade Rara" da data e ainda o resumão da semana nesta "24 Horas", com um pouco do tudo que ela registrou no futebol, nos esportes e fora deles desde o domingo passado até hoje.

Arremate

Ex-atleta do heptatlo, Elizete Gomes da Silva morreu aos 46 anos em acidente automobilístico na PR-445.

"24 Horas" se despede entristecida pela partida desta tricampeã brasileira e sul-americana.

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
INSTAGRAM: EduPapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.