.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Rádio PB

.

.

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Sexta, 22 de setembro de 2017 - ANO 15, EDIÇÃO 17
Tem Fla-Flu na Sul-Americana

Mas não foi nada fácil para isso ser confirmado. Por muito pouco as chances perdidas na ida não fizeram falta para o Fluminense, já que evidentemente a LDU tirou proveito do fator campo para buscar a reviravolta necessária - e a obteve em dado momento. Ainda assim, só um gol era preciso por derrota por um de diferença ser suficiente para a vaga nas quartas-de-final ser obtida. Enfim, Pedro vazou os equatorianos nos minutos finais e foi só segurar as pontas do jeito que deu para estabelecido ser o clássico carioca para 25/10 e 1/11. Detalhe: não será o primeiro Fla-Flu em "Sul-A Miranda", não. Já tinha acontecido na primeira fase de 2009. Mesmo aqueles dois jogos sendo no Maracanã, gol fora contou. Assim, o Flamengo caiu fora com o 1 x 1 pró-tricolores na volta.

Nas quartas, um lado da chave tem o Fla-Flu e Junior x Sport. Assim, o carioca classificado poderá pegar o Leão (o que automaticamente asseguraria um brasileiro na decisão) ou os colombianos de Barranquilla. Do outro lado, temos Racing x Libertad e Independiente x Nacional, uma dose dupla de Argentina x Paraguai. Após retornar do Equador, o Tricolor das Laranjeiras volta ao Brasileirão neste domingo, recebendo o Palmeiras.

Inacreditável River Plate

Depois de ontem, nunca mais o Jorge Wilstermann vai comemorar uma vitória por 3 x 0 sobre clube argentino em jogo de ida num mata-mata de Libertadores. Os Millonarios arrebentaram, estraçalharam, pisotearam, fizeram picadinho, amassaram até não restar mais nem o bagaço dos bolivianos. Não sobrou nem a carcaça para contar a história da maior goleada da edição de 2017 e uma das maiores de todos os tempos, ainda que não entre nas cinco mais - que, a título de curiosidade, são: Peñarol 11 x 2 Valencia da Venezuela em 1970; River 9 x 0 Universitario da Bolívia no mesmo ano; Peñarol 9 x 0 Strongest em 1971; Santos 9 x 1 Cerro Porteño em 1962; e Peñarol 9 x 1 Everest em 1963. Com isso, está confirmado um argentino na decisão pois vem aí o Lanús, que reviravoltou os 2 x 0 negativos para o San Lorenzo e deu de ombros para ele nos pênaltis. Até o Papa Francisco caiu.

Scocco foi o dono da noite em Nuñez com não um ou dois, mas sim 5 gols - isso que ele só tinha feito um nas partidas anteriores. Só ontem ele fez mais gols que os 4 pelo Internacional em 21 partidas entre 2013 e 2014. Foi a primeira vez que um jogador anotou 5 tentos na mesma partida de mata-ou-morre do torneio, um feito raro (uma lembrança que me veio na hora foi do Fernando Baiano num Corinthians 8 x 2 Cerro Porteño da fase de grupos de 1999). Este jogador ficou conhecido por, ao deixar o Colorado, justificar que não sentia adrenalina no futebol brasileiro. Ontem, como vimos, nem Jason Statham naquele filme sentiria tanta adrenalina. Em tempo: quem mais fez gols num só jogo da Libertadores foi Sanchez em Blooming 8 x 0 Deportivo Italia, em 1985.

Mudança na zona do acesso?

Série B pode ter isso hoje. Se o Juventude (5º com 40 pontos) derrotar hoje o Boa Esporte (12º com 33), volta para os quatro primeiros. 4º com 42, o Vila Nova, só permanecerá abaixo de Paraná, Internacional e América Mineiro se der empate ou vitória mineira. Já a zona de baixo movimenta Luverdense (16º com 27) x Oeste (7º com 40) e Londrina (10º com 33) x Santa Cruz (15º com 27). Figueirense e Goiás são Rubrão e Tubarão desde sempre.

Curtinhas

*Os amistosos perdidos para a Austrália foram os últimos jogos da Seleção Feminina sob comando da Emily Lima, que dela não é mais sua técnica, demitida que foi pela CBF nesta sexta-feira. Detalhe: ela caiu sem ter disputado um torneio oficial sequer. O próximo é o Sul-Americano, apenas em abril do ano que vem. E agora?

*Alex Sandro, da Juventus, foi chamado por Tite para os jogos do Brasil nas Eliminatórias contra Bolívia e Chile. Marcelo está fora pois sentiu uma lesão na perna esquerda que não dá para curar até as duas porfias.

*CBF reunindo 64 árbitros e assistentes na próxima semana para aprendizagem com o recurso do árbitro de vídeo, atividades feitas num CT em Águas de Lindóia. Sei pelo Pedro Ivo Almeida no UOL que a entidade decidiu bancar integralmente o curso deste novo recurso, sem qualquer gasto extra dos clubes envolvidos nas partidas, que só vão pagar pelo árbitro extra na cabine de TV. Serão 20 milhas de "temers" investidos por temporada.

*Craque do Internacional campeão gaúcho 4 vezes, Bodinho morreu há 10 anos hoje completados. Nascido em 1928, ele defendeu o Colorado de 1951 a 1958, antes passando por Nacional de Porto Alegre, Flamengo por 4 anos, Sampaio Corrêa e Íbis, no qual iniciou tudo em seu Pernambuco. Com a Seleção, venceu o Pan de 1956.

*Goleiro do Everton, Stekelenburg faz 35 anos nesta sexta. Ele viveu grandes momentos no Ajax de 2002 a 2011, período no qual venceu dois Campeonatos Holandeses, três Copas da Holanda e quatro Supercopas.

*Batido o recorde de duração de um jogo de tênis de mesa. Foi no Aberto da Áustria que a luxemburguesa Xia Lian Ni venceu a japonesa Honoka Hashimoto por 4 x 3 (9/11, 5/11, 11/6, 11/6, 5/11, 16/14 e 18/16) em 1h32min44s.

*Primeiras partidas do Novo Basquete Brasil 2017/2018, que teve informada ontem sua tabela: em 4/11, Bauru x Paulistano; em 6/11, Pinheiros x Basquete Cearense e Franca x Campo Mourão; em 7/11, Minas x Vasco e Liga Sorocabana x Vitória; em 8/11, Mogi das Cruzes x Basquete Cearense e Bauru x Campo Mourão; em 9/11, Pinheiros x Vitória; e em 10/11, Liga Sorocabana x Basquete Cearense e Franca x Paulistano.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Leio no Flávio Ricco que, faltando saber o dia exato disso, a TV Alterosa (SBT Minas Gerais) se mudará para o mesmo prédio do jornal Estado de Minas em Belo Horizonte, mais precisamente na avenida Getúlio Vargas - ambos são dos Diários Associados. Vários andares estão reservados para a emissora televisiva.

*Não sei como ficou Priscila Brandão, que recém chegou ao programa há alguns meses, mas o "Marcas e Máquinas" do Canal Rural completará 500 edições às 10h deste sábado estreando uma nova apresentadora: Juliana Silveira, que até 3 meses atrás apresentava o "Jornal da EPTV" na afiliada da Globo em Campinas.

*A situação de praticamente guerra civil na favela da Rocinha levou a Globo a diferenciar sua programação no Rio de Janeiro nesta sexta-feira ao colocar o "RJTV" mais cedo, ainda às 11h35 (o "Encontro com Fátima Bernardes" seguiu até 12h para a rede). O "Globo Esporte" foi derrubado e o interior fluminense e as praças brasileiras sem edição local assistiram a versão de São Paulo. Também derrubado o "Vídeo Show" por causa disso.

*Viram quem anunciou sua candidatura à Presidência da República? Valéria Monteiro. Sim, Valéria Monteiro, a musa morena do jornalismo da Globo de 1986 a 1995. Em vídeo publicado aqui, ela fala que não tem partido e que aceita entrar numa sigla "corajosa o suficiente" para aceitá-la, convidando as pessoas para fazer ativismo político com ela, que diz ser a sério pré-candidata ao cargo máximo do Brasil. Será que vai adiante a ideia?

*Quando a coisa aperta, a natureza não pode ser controlada. José Luiz Datena sentiu isso ontem no "Brasil Urgente", da Band, quando precisou deixá-lo por alguns minutos para ir ao toalete tirar água do joelho, para tanto encarregando os repórteres Bruna Drews e Marcelo Moreira de apresentar algumas matérias durante sua ausência. Acompanhem aqui mais este momento memorável e extremamente sincero do Datenão, eh, eh...

*Hoje comandante do site O Antagonista, criado por ele e Mário Sabino em 2015, Diogo Mainardi completa 55 anos nesta sexta-feira. Participante do "Manhattan Connection" desde 2003, primeiramente no GNT e depois e até hoje na GloboNews, foi um dos colunistas mais lidos e controversos da revista Veja. Além disso, foi integrante convidado da Rádio Jovem Pan na cobertura da Copa do Mundo na África do Sul em 2010.

*Um senhor filmaço vai passar hoje no "Cine Cult" da Cultura, às 22h30: "Rede de Intrigas", filmado por Sidney Lumet em 1976 e que venceu o Oscar de roteiro adaptado, de atriz coadjuvante para Beatrice Straight (que só aparece em 5 minutos do filme todo), atriz para Faye Dunaway e ator para Peter Finch, que interpreta um locutor que anuncia no ar que cometerá suicídio para levantar a audiência do noticiário que fazia, tão pouco visto que ele tinha sido demitido. Como os índices sobem, ele é readmitido, sendo no entanto dominado pela insanidade em seu comportamento. Finch venceu o primeiro Oscar póstumo da história do cinema.

*Maior mímico do pós-guerra, Marcel Marceau morreu há 10 anos hoje fechados. Ele, que nasceu em 1923, se apresentou diversas vezes aqui no Brasil, a primeira delas em 1951 e a última em 2005.

*Uma das séries de comédia mais populares do momento e mesmo de todos os tempos estreava há 10 anos completados nesta sexta-feira: "Big Bang, a Teoria". Rumores sobre um possível término têm há algum tempo, mas a audiência segue alta e o contra-cheque dos protagonistas Jim Parsons, Johnny Galecki e Kaley Cuoco também. O Sheldon Cooper feito pelo Jim é, indubitavelmente, uma das melhores coisas que a TV já nos deu.

*Estreava há 60 anos hoje fechados a série de faroeste "Maverick", que durou 124 episódios em 5 temporadas com Jack Kelly e James Garner como atores principais, além de Roger Moore participar de 1959 a 1961. Um filme baseado na série surgiu em 1993 e teve Garner e Jodie Foster, além de Mel Gibson no papel-título.

*Por falar em Mel Gibson: a Globo estreia hoje a série "Máquina Mortífera", baseada nos quatro filmaços policiais estrelados em dupla com Danny Glover (fora os coadjuvantes como Joe Pesci e Rene Russo). A exibição será depois do "Globo Repórter", entre 23h15 e 23h30, e os protagonistas Martin Riggs e Roger Murtaugh são feitos respectivamente por Clayne Crawford e Damon Wayans - este é conhecidíssimo do público da TV aberta enquanto Michael Kyle de "Eu, a Patroa e as Crianças", que tanto tempo passou no SBT. Aliás, a familiaridade será ainda maior pois o dublador do Damon em "Máquina" é o mesmo Marco Ribeiro que foi a segunda voz do ator em "Patroa". A primeira temporada teve 18 episódios e a segunda estreará nos EUA na próxima terça-feira.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Momento Raridade Rara: "Ratinho Livre"

Há exatos 20 anos, a Record estreava este programa de auditório apresentado por Carlos Massa, contratado da CNT, na qual fazia os policialescos "Cadeia" para Curitiba e "190 Urgente" em rede nacional. Exibido logo após a novela "Canoa do Bagre", ele ocupou uma faixa antes destinada a séries americanas. Pouco tempo depois, a audiência começou a crescer, embora este fosse um caso de clássico de que audiência alta não significava nível alto, muito ao contrário. As críticas ao nível do "Ratinho Livre" foram as piores possíveis. Só que Sampa City estava lado a lado com o "roedor" a ponto de muitas - e foram muitas mesmo - vezes lhe dar a liderança, o que ele comemorava subindo na sua mesa para dançar debochadamente a música do "Jornal Nacional".

Enquanto esteve na Record, o apresentador fez ainda o show de talentos "Ratinho Show" aos domingos e participou da cobertura da Copa do Mundo de 1998 com o quadro "Boteco do Ratinho", que animava os jogos da Seleção Brasileira. Aliás, mais um destaque referente ao futebol: no Paulistão daquele ano, o "Ratinho Livre" já era tão priorizado em espaço na programação que costumava ficar mais uma hora no ar do que o previsto, o que fazia o "Jornal Onze e Meia" iniciar à 0h40 pois o ajuste na grade para a Igreja Universal começar à 1h10 acontecia com a queda da faixa "Super Séries" da 0h10 (e como eu me aborrecia quando isso derrubava especialmente "Paixões Perigosas" e "Chefe Burke", as duas daquele período que eu mais acompanhava nesta sessão...).

Carlos Massa trocou a Record pelo SBT de maneira conturbada no segundo semestre de 1998, estando até hoje no canal do Silvio Santos. Deixo aí quatro destaques do "Ratinho Livre", que imediatamente foi substituído pelo "Leão Livre" com Gilberto Barros (que nem de longe fez o mesmo sucesso): começo aqui com uma chamada da atração na voz-padrão de Sérgio Luiz; passo aqui para a vinheta de abertura; continuo aqui com um trecho que mostra uma das famosas brigas no palco, muitas delas o povo jurando que eram armadas - caso dessa aqui entre dois caras e o relacionamento de um deles com uma cabra (baaahhh!!!); e concluo aqui com um pouco do "Repórter Record" de Goulart de Andrade em edição sobre os bastidores do maior campeão de audiência da casa.

Momento Raridade Rara: "Três é Demais"

Há 30 anos completados nesta sexta, entravam no ar Danny, Jesse, Joey, DJ, Stephanie e Michelle - só mais tarde é que viriam Kimmy e Becky. Esta série durou 192 episódios em 8 temporadas e veio para o Brasil no fim de 1989 pela Globo, que mostrou apenas as duas primeiras temporadas e depois as repetiu nos finais de madrugada dos fins de semana, posteriormente passando novamente dentro da "TV Colosso". A seguir, elas passaram no Warner Channel com a mesma dublagem exibida na Globo. Mais de 20 anos depois, "Full House" voltou à TV aberta pelo SBT, que apresentou uma nova dublagem até mesmo nos dois anos já mostrados anteriormente. Recentemente, a produção foi revivida com a continuação "Fuller House", apresentada pelo Netflix.

São quatro destaques: o primeiro é uma chamada da Globo para um episódio exibido às 13h30 dos sábados, quando vinha depois do "Jornal Hoje" e antes de "Anjos da Lei" (posso estar muito enganado, mas acho que não assistíamos as séries aqui no Rio Grande do Sul pois a RBS TV pegava essa hora e meia do fim do "Hoje" até o início do "Vídeo Show" para passar programas locais); o segundo é a abertura global da época (o "Rede Globo apresenta..."); o terceiro é o episódio de estreia com a dublagem original da Herbert Richers liderada por Mário Jorge Andrade, Selton Mello e Marco Antônio Costa (a rotação do áudio está um pouco lenta, não sei se foi erro de conversão na passagem para o computador); e o último é a chamada da estreia no SBT em 2013, com exibição diária às 12h45 (logo, não era em rede nacional pois esta faixa é local de filiais e afiliadas).

Bela do Dia: Marcelle Borchetta

Marcelle Borchetta, produtora do SBT Rio de Janeiro e repórter do "Esporte Mágico", apresentado aos sábados pelo José Carlos Araújo. Mágica, é o que se pode dizer desta loirona.

Clipe do Dia I

Mais uma data especial de série americana: 35 anos hoje da estreia de "Caras e Caretas", que trazia uma família de pais avançados e filhos caretas, entre eles o republicano conservador Alex Keaton, interpretado por Michael J. Fox, que se popularizou nesta produção e ainda a fazia quando alcançou o estrelato mundial com o inigualável "De Volta Para o Futuro". Outro destaque era o casal de pais feito por Meredith Baxter Birney e Michael Gross, nascidos na mesmíssima data (21 de junho de 1947). Foram 180 episódios em 7 temporadas. Antes da canção que marcava a abertura, confira aqui um trecho de episódio com a dublagem clássica da Herbert Richers, que incluía Nizo Neto dando voz ao Alex. Depois da Globo trazê-la ao Brasil, outros canais passaram esta série. Eu mesmo, quando ainda tinha vídeo-cassete, gravei um tantão de episódios dublados de uma exibição diária na saudosa TV2 Guaíba no fim dos anos 90 (passava às 18h25, faixa herdada do musical "Tele-Ritmo" de Clóvis Dias Costa). Vamos terminar aqui com a linda canção de abertura: "Without Us", com a sublime dupla formada por Deniece Williams e Johnny Mathis - que, fora da série, também cantaram "Too Much, Too Little, Too Late".

Clipe do Dia II

Esqueça aquela interpretação catastrófica do Hino Nacional Brasileiro, justificada posteriormente por poréns médicos, mas que mesmo assim até hoje é campeoníssima na internet. Vanusa é muito mais do que isso. Surgida ainda na Jovem Guarda, teve muito sucesso por muitos anos e foi casada tanto com o diretor televisivo Augusto César Vannucci quanto com o cantor Antônio Marcos. Destaco dois temas na sua voz: de 1967, "Pra Nunca Mais Chorar"; e de 1973, "Manhãs de Setembro" em regravação cantada na Record no fim dos anos 90.

Arremate

Cristiano Ronaldo, Messi e Neymar concorrem a Melhor Jogador do Mundo em 2017, FIFA anunciou hoje.

"24 Horas" volta antes que anunciem o português como vencedor desta temporada!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
INSTAGRAM: EduPapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.