.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Rádio PB

.

.

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Sábado e domingo, 15 e 16 de abril de 2017 - ANO 14, EDIÇÃO 117
Sábado decisivo em Santa Catarina

Todos os jogos neste dia, nenhum deles ficando para o máximo nobre do domingo, devido tanto a uma interligação necessária de todos os jogos tanto em termos de título do segundo turno quanto para fins do rebaixamento quanto por causa da partida do Verdão do Oeste pela Libertadores na próxima terça-feira. Daí termos este cenário antes da bolar: Chapecoense (líder com 19 pontos) x Joinville (vice com 16), Metropolitano (penúltimo geral com 14) x Criciúma (3° com 14), Avaí (4° do 2° turno com 13 e campeão do 1°) x Almirante Barroso (lanterna geral com 12), Tubarão x Figueirense (ambos em 6° no geral com 18) e Brusque x Inter de Lages (8° geral com 16).

Vale é pelo dinheiro e por ser troféu

Falo da final da Taça Rio neste domingo entre Vasco e Botafogo, semifinalistas do Campeonato Carioca que já eram antes ainda da semi deste segundo turno. O prêmio para o campeão é de R$ 1 milhão, dinheiro que nunca se deve jogar fora. Além disso, que diachos, é um troféu em jogo por menos valioso agora que seja em relação aos anos anteriores. O Cruzmaltino quer conquistá-lo pela décima vez, a última foi em 2004. Já o Fogão tenta a oitava fatura da Taça Rio, a última sua sendo em 2013. Que ao menos a bola rolando valha a pena.

Qual será a final antiga a ser re-editada?

Respostas que os paulistas terão a partir deste domingo com Ponte Preta x Palmeiras, que revivem a última final (2008) que não teve a presença do neste ano pelos campineiros excluído Santos, e São Paulo x Corinthians, que põe à prova uma escrita favorável aos corintianos em mata-ou-morre de ida e volta. Os são-paulinos ganharam assim pela vez última na semifinal de 2000, depois disso caindo nos seis seguintes - não nos esqueçamos que o Tricolor foi campeão paulista em 2005, sim, mas aquele ano foi de pontos corridos. Qualquer que seja a decisão, será uma realizada pela vez última há muito tempo: Palmeiras x Corinthians em 1999, São Paulo x Palmeiras em 1992, Ponte Preta x São Paulo em 1981 e Corinthians x Ponte Preta em 1979.

Agendão do fim-de-semana

Semifinais não faltam por todo o país: Minas Gerais com URT x Atlético (sem o suspenso Fred, lembremos) e América x Cruzeiro no domingo; Rio Grande do Sul com Internacional x Caxias sábado e Grêmio x Novo Hamburgo domingo; Paraná com Cianorte x Coritiba e Atlético x Londrina no domingo; Goiás com Atlético x Goiás no domingo e Vila Nova x Aparecidense na segunda; Copa Verde com Santos do Amapá x Paysandu (realizado em São Luís) e Rondoniense x Luverdense (realizado no Acre) no sábado; Pernambuco com Santa Cruz x Salgueiro no sábado e Sport x Náutico no domingo; Bahia com Vitória da Conquista x Vitória e Fluminense x Bahia no domingo; e Ceará com Ceará x Guarani (segundo jogo da melhor-de-três; dê o que der, haverá o terceiro).

Outros três campeonatos merecem destaque no tocante a participantes das Séries A e B do Brasileirão, critério que adoto para acompanhar neste período de Estaduais os 40 times nelas atuantes: Rio Grande do Norte com Potiguar x ABC no domingo pela ida da final do segundo turno (de olho fica o Globo no aguardo do adversário da finalíssima); Alagoas com CEO x CRB no domingo pela última rodada da segunda fase (Galo já na semifinal tal qual Murici e ASA, última vaga entre CSA e Santa Rita); e Módulo II de Minas Gerais com Boa Esporte x Betinense pela terceira rodada de 10 do hexagonal do acesso (vêm de dois empates os bovetas).

Atenção, atenção

Os dois tópicos abaixo abririam a coluna de Sexta-Feira Santa. Como tive problemas que foram adiando demais sua publicação e chegou uma hora em que achei que ficaria tarde demais mesmo para um feriado, não a publiquei. Mas como todos os textos já estavam escritos, mantidos eles estão para não perdê-los.

Alvinegros no comando das picapes

Foram Botafogo e Atlético Mineiro nas partidas desta quinta-feira pela Libertadores, vitoriosos que foram. O Fogão chegou menos ao ataque, mas foi muito mais letal que o Atlético Nacional ao marcar duas vezes, uma com Camilo (primeiro gol em 7 meses) e outra com Guilherme (primeiro gol pela equipe). Se por um lado foi quebrada a escrita de 17 partidas em 24 anos sem vitória fora do Brasil, por outro lado o atual campeão sul-americano continua um tremendo freguesaço dos cariocas atuando em Medellín por, somando-se o de ontem aos realizados nas décadas de 50 e 70, serem 5 confrontos entre eles por lá com 4 vitórias botafoguenses e 1 empate. O próximo jogo pelo Grupo 1 é na quinta que vem contra o Barcelona, que tem 6 pontos a exemplo dele.

Já o Galo saiu na frente e preocupou quando tomou o vira do Sport Boys da Bolívia, mas Fred estava numa noite extraordinária e marcou nada mais e nada menos que 4 vezes para um placar final de 5 x 2. Foi a terceira vez que uma equipe brasileira teve 4 gols do mesmo jogador em Libertadores, as outras sendo do também atleticano Guilherme nos 6 x 0 sobre o Cobreloa em 2000 e do Jairzinho nos 7 x 1 do Cruzeiro sobre o Alianza Lima em 1976 - o recordista é Fernando Baiano com 5 gols nos 8 x 2 do Corinthians sobre o Cerro Porteño em 1999. Com 4 pontos no Grupo 6, o Atlético visitará o Libertad na quarta que vem.

A próxima semana terá mais três brasileiros em ação pelo certame continental: no Grupo 7, a Chapecoense (com 3 pontos a exemplo de todos os demais na chave) receberá o Nacional do Uruguai na terça; no Grupo 2, o Santos (líder com 4 pontos) vai à Colômbia pegar o Independiente Santa Fe na quarta; e no Grupo 8, o Grêmio (co-líder com 6 pontos) fará um enfrentamento direto com o Guaraní no Paraguai na quinta-feira.

Duas vantagens ótimas, outra nem tanto

Assim foi a Copa do Brasil nesta quinta-feira. Com direito a aquela cena inacreditável do Ábila sendo carregado para fora do campo na hora que seria substituído (e depois a gente acha que já viu de tudo no futebol... rs) e um não menos incrível gol contra do Pratto (na época do Atlético ele não fazia essas coisas, não, eh, eh), o Cruzeiro arrancou um ótimo 2 x 0 sobre o São Paulo, o que lhe permite se classificar até perdendo por um gol de diferença no Mineirão. Os azuis não venciam no Morumbi desde 2013, depois disso perdendo as quatro visitas seguintes para os tricolores, que necessitam de três ou mais gols de diferença ou de dois a partir de 3 x 1. Missão cascuda para os comandados do Rogério Ceni, ainda mais que segue invicta neste ano a esquadra do Mano Menezes, que sustentou a invencibilidade no duelo em CBs: 3 vitórias e 2 empates somando 1993, 2000 e agora. Posto isso tudo na mesa, não há como não considerar os estrelados como favoritos.

A outra ótima vantagem pelo mesmo escore é do Paraná sobre o Vitória, a quem não batia em Salvador havia 4 jogos desde 2003 e o que permitiu um "gostinho de 1992" por ter sido naquela metrópole e contra este adversário a conquista da Série B que completará 25 anos daqui a três meses. Um gol no fim de cada etapa e o segundo muito emocionante por anotado pelo Guilherme Biteco, que tirou a camisa e desabou no choro ao lembrar do irmão Matheus, falecido na tragédia da Chapecoense - foi o seu primeiro desde aquele tristíssimo acontecimento. Aliás, observe-se: tá, certo estava Wagner Reway ao dar amarelo na fria interpretação da regra por isso da camisa tirada; mas tá, erradíssimo esteve o apitante ao, por uma vez na vida que fosse, se mostrar tão frio de sentimento quanto a regra à qual privilegiou e preferir amarelar um jogador em circunstância absolutamente anormal num gol que não lhe foi de comemoração e sim de saudosa e ainda dolorida lembrança. "Ah, mas se não aplico a regra, acabo sob risco de punições", ele poderá alegar. Que desse um pontapé na bunda da regra só desta vez, porra!!! Em tempo: não é porque o próprio Biteco disse, em entrevista à Rádio Bandeirantes, concordar com o cartão recebido e sentir que o árbitro fez isso sem querer fazer que mudo minha opinião escrita horas antes.

Já a vantagem nem tão boa assim é a do Goiás, ainda que muito pior seria para ele se ficasse apenas no gol do Fluminense que inaugurou o placar. Diego Cavalieri acabou expulso e a virada veio na segunda etapa, primeiro em sensacional sapataço do Jean Carlos do meio da rua e depois com Léo Gamalho convertendo um pênalti inventado por inexistente, já que Aylon forçou a barra pra cima do Renato Chaves e Marcelo Aparecido de Souza caiu na dele. Ainda assim, é um duelo totalmente em aberto pois os cariocas passarão com um simples 1 x 0 ou dois gols de diferença, enquanto os goianos têm a favor o empate e avançarão com derrota por um gol se a partir de 3 x 2.

Curtinhas

*Gente nojenta, gente podre, gente imunda, gente canalha, gente safada, gente desgraçada, gente maldita, gente horrível, muito horrível. Falo destes torcedores do Porto que, num jogo da sua equipe de handebol, quis ofender o arqui-rival encarnado e cantou: "Quem dera o avião da Chapecoense fosse do Benfica". É ou não é de vomitar? Se eu fosse diretor portistas, numa hora dessas eu invadiria a quadra para interromper o jogo, pediria desculpas não só aos benfiquistas, mas também às famílias das vítimas do voo da Chape. Imagina o que é que elas não sentiram ao saber disso, pombas??? E, claro, eu procuraria alguma maneira para estes "torcedores" nunca mais assistirem uma só partida do clube no estádio, na quadra ou em qualquer lugar que se faça presente para não ter seu nome enlameado a troco de nada por um bando de filhos da... Quase escapou, mas é isso mesmo.

*Obras em seis estádios da Copa de 2014 sob escrutínio nas investigações do STF a partir das delações do Odebrecht (Arena Corinthians, Maracanã, Mané Garrincha, Arena Pernambuco, Castelão e Arena da Amazônia), planilhas de propinas da Odebrecht associando os partidos a nomes de clubes de futebol e cargos públicos a posições de jogadores... Mas até o nosso esporte preferido tá enfiado nessa lama disgranhenta, bah!!!

*Vandalismo entre torcidas atrasou por 45 minutos a virada do Lyon sobre o Besiktas pela Liga Europa. Mamãe dos céus, a gente achando que ao menos nela não haveria algo tão lastimável e entristecedor como foi aquilo das bombas perto do ônibus do Borussia Dortmund e somos surpreendidos negativamente. Bom, teve ainda o Celta fazendo 1 gol de diferença sobre o Genk, o Ajax abrindo dois de frente sem ser vazado pelo Schalke 04 (fica "pianinho", tá, Regynildo "Surtado Olímpico"? rs...) e Anderlecht e Manchester United empatados.

*Treinador do Atlético Nacional, Reinaldo Rueda chega aos 60 anos neste domingo. Atual campeão da América, classificou Honduras para a Copa do Mundo de 2010 e o Equador para a realizada aqui no Brasil.

*Os 2 x 0 sobre o Angers foram especiais para Lucas, que passou Raí e se tornou o jogador brasileiro com mais partidas pelo Paris Saint Germain: 216. O atacante é bicampeão da Copa da França e conquistou três tetracampeonatos: do Francês, da Copa da Liga Francesa e da Supercopa da França.

*Oficializada a venda do Milan por Silvio Berlusconi para investidores chineses, 99,93% das ações "se foram-se".

*Luto na NFL: morreu aos 84 anos Dan Rooney, presidente do Pittsburgh Steelers, que sob sua gestão venceu quatro Super Bowls. Em 2003, foi estabelecida por causa dele a "Regra Rooney", que obriga os times a entrevistar candidatos das classes menos favorecidas para cargos técnicos e de operações do esporte.

*Saiu o primeiro finalista da Liga de Basquete Feminino: o Corinthians, que eliminou o atual campeão Sampaio Corrêa com 93 x 64 para fechar em 2 x 0 a melhor-de-três e esperar Uninassau ou Santo André.

*Parecia que teríamos diferenciação, mããããããããs... Nada de nada. Rotina pura na Superliga Feminina com mais uma decisão entre Rio de Janeiro e Osasco. Deu vitória do Rexona/SESC sobre Minas por 3 x 1 (25/15, 26/24, 21/25 e 25/20) no último jogo da semifinal para chegar à decisão do dia 23 contra o Vôlei Nestlé.

*Neste domingo tem GP do Bahrein, desta vez em horário muito mais civilizado que na Austrália e na China por realizado ao meio-dia. Fernando Alonso vai correr normalmente, ele não deixou a Fórmula 1. Só não vai disputar o GP de Mônaco no mês que vem por topar disputar as 500 Milhas de Indianápolis pela equipe Andretti. Assim, a McLaren confirmou Jenson Button como seu substituto no Principado.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*A sexta-feira foi de despedida do "CBN Total", programa veiculado há mais de duas décadas na faixa das 14h às 17h - atualmente, das 15h às 17h somente neste dia devido ao semanal do Jorge Bastos Moreno. Até 2002, o vespertino tinha duas edições: a nacional gerada do RJ com apresentação de Marco Aurélio (hoje na Rádio MEC) e a local de SP com Maria Lydia (que admito não saber por onde anda desde que deixou a TV Gazeta). Depois, a transmissão passou a ser em rede para cariocas e paulistas, neste período vindo apresentadores como Adalberto Piotto, Carolina Morand e o atual Fernando Andrade. A partir de segunda-feira, a faixa será ocupada pelo "Estúdio CBN", nova atração com Tatiana Vasconcellos, regressada após 11 anos de BandNews FM, ao lado do já citado Fernando. Não sei como tem funcionado atualmente e menos ainda como farão em relação a este novo programa, mas historicamente a faixa das 14h às 17h nunca foi de rede total igual à maioria da grade da CBN, sendo liberada a veiculação de jornalísticos locais em sendo isso da vontade das afiliadas. Acompanhe aqui os trechos inicial e derradeiro do último "CBN Total", que foi apresentado por Pétria Chaves.

*Falecia há 10 anos completados nesta sexta o diretor Paulo César Saraceni, nascido em 1932 e que foi um dos mentores do movimento "Cinema Novo". Ele realizou obras como "Capitu" e "Anchieta, José do Brasil".

*Eternamente "Buffy - a Caça-Vampiros" da televisão de 1997 até 2003 dentro dos nossos corações, Sarah Michelle Gellar fez 40 anos na sexta-feira. Ela também atuou em filmes como "Eu Sei o Que Vocês Fizeram no Verão Passado", "Segundas Intenções" e os dois "Scooby Doo", nos quais fez a Daphne.

*Faz 70 anos neste sábado Linda Bloodworth-Thomason, escritora criadora de duas séries de sucesso: "Designing Women", de 1986 a 1993, que o Brasil assistiu pelo canal Sony na segunda metade da década de 1990; e "Evening Shade", estrelada por Burt Reynolds de 1990 a 1994, infelizmente nunca exibida em nosso país.

*Ator de séries como "S.W.A.T." e "Vega$", Robert Urich morreu há 15 anos completados neste domingo. Nascido em 1946, também fez a série "Spenser: For Hire" e a segunda versão de "O Barco do Amor".

*Ator francês de "Um Homem Meio Esquisito" e "O Monstro", Michel Blanc faz 65 anos neste domingo.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Momento Raridade Rara: 75 anos de Lasier Martins

Sinceramente, cheguei a pensar duas vezes se deveria fazer este tópico ou não sobre a data desta sexta diante do que temos visto nos noticiários dos últimos dias (as acusações de agressão feitas contra ele por sua esposa Janice Santos), fora que alguns episódios recentes dele enquanto senador têm sido suficientes para negativá-lo bastante, como isso de assinar "por engano" aquela PEC indecente que blindaria presidentes da Câmara e do Senado contra investigações sobre delitos anteriores aos mandatos - o que, felizmente, não foi adiante.

Pelo sim, pelo não, resolvi fazer mesmo assim um tópico referente à data completada por um dos mais famosos e tradicionais jornalistas aqui do Rio Grande do Sul, iniciado na reportagem esportiva em 1959 a partir da Rádio Difusora e que migrou para o geral na segunda metade dos anos 80, aí se popularizando definitivamente. Foram 24 anos na Caldas Júnior (Rádio e TV Guaíba) e 27 anos no Grupo RBS (Rádio Gaúcha e RBS TV). Até por essa trajetória profissional brilhante que construiu, eu gostaria sinceramente, de verdade, que tanto não fosse comprovado no fim das contas este caso de agressão à esposa (pois, em comprovado, é daquelas coisas para as quais não cabe perdão sobretudo nestes tempos de Lei Maria da Penha) quanto que não desse mais bolas fora enquanto senador como foi nessa da PEC imoral que quase foi adiante.

Destaco a seguir três momentos profissionais do Lasier, lógico que o mais famoso deles não ficou de fora:

De 1981, "Agora" na Rádio Guaíba com ele entrevistando Leonel Brizola, da Internacional Socialista, para depor sobre a eleição de François Mitterrand como o primeiro presidente socialista da França.

De 1989, "Gaúcha Repórter" com ele entrevistando o psiquiatra Paulo Alberto Rebelato sobre a cor branca dos uniformes dos médicos. É o áudio mais antigo dele na Rádio Gaúcha disponível no YouTube.

De 2010, "Jornal do Almoço" na RBS TV com ele assistindo pela primeira vez, ao lado da Cristina Ranzolin, a famosa imagem do choque que sofreu em 1996 num vivo direto da Festa da Uva em Caxias do Sul.

Momento Raridade Rara: 35 anos de Elmo Francfort

Aniversariado neste sábado, ele é um dos grandes preservadores da memória da televisão brasileira, responsável que é pelo Museu da TV e pelo Centro de Memória da Pró-TV em São Paulo. Autor de livros como "Rede Manchete: Aconteceu, Virou História" e "Avenida Paulista, 900: a História da TV Gazeta", foi consultor no ano passado da minissérie "Nada Será Como Antes" na Globo e foi curador da exposição "60 Anos da Telenovela Brasileira", que passou aqui por Porto Alegre e em cuja inauguração estive a conte dele, pelo que sou grato até hoje. Destaco de 2015 a presença dele no "Todo Seu", apresentado pelo Ronnie Von na Gazeta, para conversar sobre "Gabus Mendes - Grandes Mestres do Rádio e Televisão", biografia de Otávio e Cassiano.

Momento Raridade Rara: Doris Giesse sobrevivendo

A ex-apresentadora do "Vanguarda" na Bandeirantes, do "Fantástico" na Globo e do "Fala Brasil" na Record sofreu há 10 anos completados neste sábado um acidente muito sério ao cair do oitavo andar do prédio onde residia ao tentar salvar seu gato, queda amortecida por um telhado de zinco. Destaco aqui o registro do acidente apresentado por Raquel Novaes na GloboNews. Já de 2015, vejam a própria Doris lembrando disso na entrevista pra Gimenez no "Luciana by Night", da RedeTV!. Ela quebrou o cotovelo, teve um rasgo na perna e só.

Momento Raridade Rara: 40 anos de Thays Beleze

Desde o ano passado apresentadora da Rede Massa (SBT), esta lindissíssima loira de voz suspirante cuja data máxima é atingida neste domingo conquistou sue espaço em 15 anos de RPC (Globo), inicialmente como repórter em Foz do Iguaçu, depois apresentadora em Cascavel e, de 2002 até a saída, apresentadora em Curitiba tanto no "Paraná TV" quanto no "Bom Dia Paraná". Mostro aqui um "Paraná TV" de 2007, quando ela e Mira Graçano apresentam uma matéria da decana Dulcinéia Novaes sobre o que deve ou não ser levado em conta na escola do colégio onde seus filhos estudarão e, depois, entrevistam a doutora em educação Tânia Stoltz.

Momento Raridade Rara: 45 anos de Ana Paula Araújo



Das apresentadoras do jornalismo da Rede Globo, ela é uma das minhas preferidas desde que basicamente restrita aos cariocas quando atuante no "RJTV" ao lado do Márcio Gomes nos anos 2000. Carioca, cresceu em Juiz de Fora - mineira só geograficamente, pois futebolisticamente falando é tão fluminense quanto qualquer cidade do estado do RJ (taí a TV Integração que não me deixa mentir ao preferir passar o Campeonato Carioca este ano ao invés do Campeonato Mineiro). Retornada à cidade natal, o primeiro trabalho em televisão foi na Record, mas ela começou a se destacar no vídeo na Rede Manchete como apresentadora do "Rio em Manchete" e repórter a partir de 1993. Chegou ao Plim-Plim em 1996 e passou a apresentadora com o "Bom Dia Rio" entre 1999 e 2000. Fez o "RJTV" de 2000 a 2006, voltou para a reportagem e retornou ao noticiário local em nova fase como âncora de 2009 até 2013, quando saiu por fazer o "Bom Dia Brasil", no qual está até hoje, além de apresentar um sábado por mês o "Jornal Nacional" e ser substituta imediata da Poliana Abritta no "Fantástico". Gosto muito da aniversariante deste sábado pela firmeza na apresentação, pela segurança que passa (e nem contei a boniteza irrestrita).

Do período da Manchete, um vídeo dela que eu queria trazer infelizmente não está mais disponível na internet há bastante tempo e fui tonto de não salvá-lo: uma apresentação da "Manchete Esportiva" em 1995, o vídeo tinha uma matéria de um Volta Redonda x Flamengo. (e é por causa disso que ainda gostaria de vê-la apresentando um dia o "Globo Esporte", eh, eh, eh) Do ano e da emissora em questão, trago aqui uma reportagem sua para o "Jornal da Manchete", apresentado por Márcia Peltier, sobre a nomeação do general Nilton Cerqueira para a Secretaria de Segurança do estado do RJ. Da primeira fase à frente do "RJTV", destaco aqui uma entrevista sua com Roberto Wider, presidente do TRE, sobre o que podia ou não podia na eleição para governador fluminense em 2006. Fora do jornalismo, cabe lembrar aqui seu lado pianista mostrado para o público em 2013, quando tocou o "Concerto 21", de Mozart, junto da Orquestra Sinfônica Brasileira na Cidade das Artes, na Barra da Tijuca. Ana Paula é torcedora convicta do Fluminense, embora de família vascaína, e contou para o programa oficial do seu time um pouco desta paixão em entrevista vista aqui e veiculada no ano passado. Há imagens de arquivo do "RJTV" feito no Maracanã quando reinaugurado em 2013, teve até um gol marcado por ela de pênalti. Mas a história mais insólita dela é de 1996, que tem imagens nesta entrevista, quando entrou ao vivo no "Fantástico" para reportar a árvore natalina da Lagoa Rodrigo de Freitas e estava tri borocoxô pois o Fluzão tinha caído pra segunda divisão.

Clipe do Dia I

Há 5 anos completados neste domingo, a Globo estreava "Cheias de Charme", novela das 7 reprisada à tarde até um mês atrás e que foi um grande sucesso com as "Empreguetes" cantoras formadas por Taís Araújo, Leandra Leal e Isabelle Drummond. Mostro aqui a última cena da produção, que reúne elas, a Chayanne feita por Cláudia Abreu e o Fabian de Ricardo Tozzi cantando "Ex Mai Love", a trilha de abertura.

Bela do Dia: Christiana Ubach

Christiana Ubach, atriz que completou 30 anos nesta sexta e que estrelou a novela "Além do Horizonte" na Globo e a série "A Garota da Moto" no SBT. Parabéns!

Clipe do Dia II

No ar desde a semana passada como a policial lutadora de artes marciais mistas Jeiza em "A Força do Querer" nas noites da Globo, a lindississíssima Paolla Oliveira completou 35 anos nesta sexta-feira. Vista em novelas como "O Profeta", "Insensato Coração", "Felizes Para Sempre?" (ah, Danny Bond...) e "Além do Tempo", ela é citada no tópico musical desta "24" pois volto a 2014 para trazer a bela canção "When I Was Your Man", com Bruno Mars, que foi o tema da Paloma por ela defendida e do Malvino Salvador em "Amor à Vida".

Clipe do Dia III

Falecido em 2011, Gerry Rafferty nasceu há 70 anos completados neste domingo. Inicialmente destacado pela dupla com Joe Egan no Stealer's Wheel entre 1972 e 1975, o escocês ganhou espaço também na carreira solo sobretudo em 1978, quando emplacou aqui um sucessaço eterno, tão perfeito na união da sua guitarra com os outros instrumentos que seus 6 minutos passam voando: a maravilhosa "Baker Street".

Antes do Arremate...

...um reforço sempre válido: este Papo de Bola - o Site precisa de patrocinadores para se manter no ar, por não ser apenas o custo da hospedagem o necessário para tanto e sim outros ainda maiores. Se você quiser anunciar nestes escritos, clique aqui e dê uma olhada nas maneiras de como fazê-lo que muito bem vindo serás e muito agradecido ficarei. Também continuo forçosamente adotando o "Ajude o PB", de colaborações avulsas.

Arremate

Flamengo sem Diego por até 1 mês e meio, Corinthians sem Giovanni Augusto por 3 meses. Prejuizaços.

"24 Horas" volta antes que eles voltem aos gramados! (tomara que antes disso, se possível)

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
INSTAGRAM: EduPapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.