.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Rádio PB

.

.

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Sábado, 11 de fevereiro de 2017 - ANO 14, EDIÇÃO 78
Os 90 anos da Rádio Gaúcha (e um pedido de desculpas)

Por uma neura particular, não gosto de citar aniversários de pessoas e/ou acontecimentos sem ser no dia exato. Se for antes, é antes da hora. Se for depois, já acho que perca o sentido, por mais que as pessoas sempre digam que toda hora é hora para coisa boa, mas no fundo do fundo sabemos que não é bem assim e a gentileza delas é que faz com que isso seja dito por mais que percebido não ser o que realmente se acha.

Digo isso porque me senti muito mal, muito de verdade, ao perder na última quarta-feira dia 8 a publicação das duas colunas deste Papo de Bola no dia dos 90 anos de uma das principais emissoras de rádio do Brasil: a Gaúcha aqui de Porto Alegre, atual líder de audiência e que se tornou um dos referenciais do segmento. Não é todo dia que uma data assim é completada, a próxima só em 2027. E perdi a ocasião original.

Ainda assim, como eu já havia deixado alguma coisa adiantada - e isso não adiantou pois, quando chegou a véspera, quis adicionar mais material aos tópicos especiais e entrei em parafuso ao ver que o tempo seria pra lá de insuficiente para lançar tudo na manhã daquela quarta-feira -, decidi dar três dias de parada forçada ao site para aprontar mais um pouco de material e turbinar mais ainda estes tópicos de homenagem.

Falo isso tudo também como um pedido de desculpas. Publicar estes especiais três dias depois da data em si pode, sim, ser considerado uma desfeita, ainda que sem ser esta a intenção em momento algum. Mas o faço pois não é uma ocasião que deva ser passada em branco, de maneira alguma, e também quis justificar o tempo investido na coleta de registros, edição, ajuste e, finalmente, publicação dos mesmos.

Assim sendo, deixando reforçados mesmo que com atraso meus cumprimentos à Gaúcha pelos 90 anos, peço às damas e aos cavalheiros que curtam os dois especiais (o da "24 Horas" com jornalismo geral e variedades e o do "Papo de Mídia" só com a equipe de esportes). E fica para mim mesmo a dica: quando vier os 60 anos da Guaíba e os 80 da Bandeirantes de São Paulo, preparar os especiais delas umas três ou quatro semanas antes.

A propósito: as colunas "24" e "PM" em si, com os assuntos perdidos destes últimos dias, voltarão no formato habitual neste domingo, em edições que serão conjuntas com a segunda-feira. E desta vez, diferentemente da última semana, sem outra desfeita. Voltarei mesmo. Nem que não seja necessariamente por vocês, mas ao menos por mim mesmo, para eu criar vergonha nessa cara e fazer o que se deve fazer quando necessário fazer.



Momento Raridade Rara: 20 nos 90

A seguir, acompanhe 20 momentos variados da Gaúcha nestes 90 anos, abrangendo épocas diversas e vários profissionais nelas presentes. Lógico que não tem todo mundo, muita gente boa ficou de fora e diversas atrações não são lembradas neste tópico, mas ainda assim espero que valha a intenção. Vamos lá:

De 1969, "Correspondente GBOEX" com José Aldair, que foi o mais tradicional locutor noticiarista da emissora, nela permanecendo de 1966 até 2004. Sua forma de interpretação ficou famosa e foi copiada e parodiada.

De 1986, "Jornal das Eleições" apresentado por Lasier Martins antes da retransmissão do debate da RBS TV com os candidatos a governador do RS: Pedro Simon, Aldo Pinto, Carlos Alberto Chiarelli, Clóvis Ilgenfritz, Fúlvio Petracco e Domingos Todero. A mediação do encontro foi de Geraldo Canalli.

De 1986, "Chamada Geral" então em edição única às 17h com apresentação do voz-padrão Domingos Martins, participação do saudoso Mário Mazeron e reportagens de Luiz Artur Ferraretto, Roberto Kovalick e Tânia Regina. Vale curtir neste áudio um registro radiofônico do Kovalick, há anos repórter da Rede Globo.

De 1987, "Flávio Alcaraz Gomes Repórter" com as participações, entre outros, de Antônio Britto, Armindo Antônio Ranzolin, Melchiades Stricher, Luiz Artur Ferraretto e Nelcira Nascimento. Após ser um dos mais históricos nomes da Guaíba, Alcaraz também entrou para os anais da Gaúcha. Foi ele que criou um slogan que "pegou" tanto, mas tanto, que ainda hoje não há como não lembrar dele: "a fonte da informação".

De 1988, o último comentário de José Antônio Daudt para o "Gaúcha Hoje". Deputado estadual, ele havia saído no ano anterior da apresentação do "Gaúcha Repórter" justamente por causa disso. O que ninguém jamais imaginaria era que, no mesmo sábado deste áudio, Daudt seria assassinado. Um dos casos policiais mais famosos de Porto Alegre teve como acusado o também deputado estadual Antônio Dexheimer, que foi absolvido em um dos júris mais inesquecíveis da história dos pampas. A morte de José Antônio é um crime que, lamentavelmente, para sempre ficará impune pois ninguém mais foi apontado como culpado por ela, que dirá julgado, e o caso presceveu ao completar 20 anos em 2008. Quem o executou escapou para sempre da cadeia.

De 1989, o inesquecível Cândido Norberto apresentando seu programa com convidados falando sobre as eleições daquele ano. Estavam na mesa de debates naquele dia o psicólogo Vinícius Jockymann (teria parentesco com o Sérgio?), o publicitário Paulo Tiaraju, a socióloga Eni Galbinsky e o psicanalista Paulo Alberto Rebelato.

De 1990, "Gaúcha Atualidade" apresentado de Brasília por Mendes Ribeiro, então deputado federal e que foi o primeiro âncora do matinal em 1977 - sempre ao som de "Concorde", com Franck Pourcel. Mendes trabalhou duas vezes na Gaúcha e duas na Guaíba, em ambas sendo locutor esportivo e depois jornalista geral. A cada término de programa, uma frase marcante: "foi um privilégio ter estado com vocês". Ele morreu em 1999.

De 1994, "Gaúcha Fim-de-Semana" apresentado nas tardes de sábado por Domingos Martins, o eterno dono da inesquecível voz-padrão da emissora, que incluía a cada semana uma entrevista com uma personalidade de destaque em nível estadual ou nacional. A do programa aqui registrado foi José Wilker.

De 1995, "Brasil na Madrugada" com o recentemente falecido Jayme Copstein em edição especial externa que lembrou com convidados os 10 anos da partida do clássico humorista Carlos Nobre, que também na Gaúcha fez bonito com o programa "Campeonato em Três Tempos". 2017 mal começou, nem estamos na metade do seu segundo mês, e a morte do Jayme no ano dos 90 da Gaúcha foi uma judiaria irreparável.

De 1997, "Gaúcha no Carnaval" com Cláudio Brito, Sílvio Benfica, José Alberto Andrade e Éldio Macedo direto do Rio de Janeiro. As transmissões da Rádio Gaúcha no sambódromo carioca viraram clássicas.

De 2001, um resumo da cobertura da Gaúcha nos atentados terroristas de 11 de setembro em Nova York. Do começo com Lauro Quadros ao fim com Sílvio Benfica e Antônio Carlos Niderauer, passando por participações de Cláudio Moretto, Armindo Antônio Ranzolin, Antônio Carlos Macedo, Luciana Marinho, José Aldair e também do presidente da RBS, Nelson Sirotsky, que estava justamente na "Big Apple" naquele dia.

De 2001, "Gaúcha Hoje" com locução de Flávio Martins e apresentação de Rogério Mendelski, que consagrou no horário um estilo opinativo com firmeza - aqui mesmo se atesta isso, quando defende as privatizações. No ano seguinte, Mendelski deixou a emissora por criticar um patrocinador. Hoje, ele está na Guaíba.

De 2002, uma coletânea de vinhetas de abertura de (excetuando-se o "Correspondente") todos os programas da grade de segunda a sexta na época: "Campo e Lavoura" com Carlos Alberto Cardoso, "Gaúcha Hoje" com Rogério Mendelski, "Gaúcha Atualidade" com Armindo Antônio Ranzolin, "Polêmica" com Lauro Quadros, "Chamada Geral" com Antônio Carlos Macedo, "Esportes ao Meio-Dia" com Marco Antônio Pereira, "Sala de Redação", "Gaúcha Repórter" com Lasier Martins, "Gaúcha Entrevista" com Ruy Carlos Ostermann, "Hoje nos Esportes" com Nando Gross, "Jogo Rápido" com José Aldo Pinheiro, "Show dos Esportes" com Pedro Ernesto Denardin e Nando Gross, "Plantão Gaúcha" com Sílvio Benfica e "Brasil na Madrugada" com Jayme Copstein.

De 2004, "Gaúcha Faixa Especial" em edição de 7 de setembro com uma cobertura extremamente criativa e muito bem bolada: a da Proclamação da República, com apresentação, reportagem e comentários como se tudo fosse acompanhado no momento em que acontecia. O programa foi apresentado por André Machado e reportado "and" comentado por Giovani Grizotti, Roberto Maltchik, Rosane de Oliveira, Leandro Staudt, Felipe Chemale, Sara Bodowsky, Daniel Scola, Cláudio Moretto, Cid Martins, Sabrina Thomazi, Nelcira Nascimento, Lauro Quadros, Claiton Fortunato, Armindo Antônio Ranzolin, Ruy Carlos Ostermann, Ana Amélia Lemos, Cláudio Brito e Jocimar Farina. Entre roteiro, produção e edição, profissionais que também iriam para o microfone pouco tempo depois: Silvana Pires, Roberta Pinto, Gabrieli Chanas e Fábio Almeida. As vozes adicionais dos "entrevistados" foram feitas por Giane Guerra, Paulo Passos, Marcelo Brasil, Luciano Périco, Rafael Colling, Wianey Carlet, Cyro Silveira Martins Filho, Roberta Pinto, Artur Chagas e, entre outros participantes, o trio da peça teatral "Homens de Perto": Zé Victor Castiel, Oscar Simch e Rogério Beretta. Os 15 minutos finais foram, aí sim, com noticiário ao vivo apresentado pelo André com reportagens de Chemale, Paulo e Fernando Zanuzo.

De 2007, "Polêmica" no Mercado Público a três dias dos 80 anos da Gaúcha, com Lauro Quadros recebendo convidados especiais para papear sobre a estação, entre eles o colega apresentador Glênio Reis, o ex-repórter e professor Luiz Artur Ferraretto e o engenheiro técnico Francisco Paulo Bisogno. Destaque nos créditos para as produtoras: uma era Tatiana Mantovani, hoje correspondente de futebol da Espanha no Esporte Interativo; e a outra era Lizandra Ongaratto, que recentemente deixou a reportagem da TV Record para morar no Canadá.

De 2009, um vídeo com bastidores do "Supersábado" no fim-de-semana em que completava dois anos no atual formato (programa de variedades na manhã) com apresentação de Wianey Carlet e Gabrieli Chanas, que também fazia aniversário e por isso ganhava lembrança dos colegas de plantão naquele dia. Entre eles aparecem como repórteres Léo Saballa Jr., Pollyana Guimarães e Sérgio Boaz, além do produtor Gustavo Gossen.

De 2011, o último "Gaúcha Entrevista" e o último programa apresentado por Ruy Carlos Ostermann na Gaúcha, na qual passava a ter uma coluna diária em "Hoje nos Esportes" e tocar o projeto "Ruy de Todas as Copas". Além dos colunistas Maurício Roloff e Tânia Carvalho, o destaque máximo é a inversão de papeis: Professor entrevistado e não entrevistando, conversando com André Machado e Nando Gross sobre sua carreira.

De 2012, bastidores do último "Gaúcha Repórter" de Lasier Martins, que deixava o programa vespertino após duas décadas e meia e dava lugar a Daniel Scola com a parceria de Millena Schoeller. O vídeo inclui participações do presidente Eduardo Sirotsky Melzer e do presida do conselho de administração Nelson Sirotsky.

De 2014, "A Voz do Rio Grande" com Júnior Maicá, Eduardo "e001" Santos, Márcio Paz e Voltaire Santos com o convidado Bruno Mad. O programa é apresentado exclusivamente pela internet e pelos canais de áudio da TV por assinatura às 19h, e no formato atual tem a equipe do site humorístico O Bairrista no comando.

De 2014, a estreia do "Timeline Gaúcha", com Kelly Matos, Luciano Potter e David Coimbra, que substituiu o "Polêmica" com entrevistas e entradas ao vivo. Participam os repórteres Felipe Daroit e Jocimar Farina, além de Cléo Kuhn com o tempo e presenças especiais de Pedro Ernesto Denardin e Sílvio Benfica.

Bela do Dia: Ângela Chagas

Ângela Chagas, repórter da Rádio Gaúcha e colunista de assuntos de educação. Pois com muita educação eu digo: essa guria vai longe.

Clipe do Dia

Mais uma homenagem aos 90 anos da Rádio Gaúcha, desta vez com oito músicas especiais dela:

De 1959, "Sidney Stopover" com Norrie Paramor (a famosa trilha do "Futebol da Gaúcha").

De 1972, "Give It One" com Maynard Ferguson (do extinto dominical "Placar Geral").

De 1978, "Heaven Can Wait" com Henry Mancini (do "Brasil na Madrugada" com Jayme Copstein).

De 1982, "Falcão" com Francis Hime (segunda trilha do "Falcão na Gaúcha").

De 1984, "Courtship" com Bob James (do "Gaúcha Hoje" na época de Rogério Mendelski).

De 1984, "Power (Power Sports Theme)" com Bill Conti (das coberturas das eleições).

De 1984, "Personal Best" com Doug Wood (do "Pré-Jornada" com Antônio Carlos Macedo).

De 1997, "Essa Guria Vai Longe" com Cláudio Barulho e autoria de Wilson Nei, Edson Vieira e Leandro Maia (do desfile especial de 70 anos da Gaúcha no carnaval de Porto Alegre).

Antes do Arremate...

...um reforço sempre válido: este Papo de Bola - o Site precisa de patrocinadores para se manter no ar, por não ser apenas o custo da hospedagem o necessário para tanto e sim outros ainda maiores. Se você quiser anunciar nestes escritos, clique aqui e dê uma olhada nas maneiras de como fazê-lo que muito bem vindo serás e muito agradecido ficarei. Também continuo forçosamente adotando o "Ajude o PB", de colaborações avulsas.

Arremate

Uma vez, participei do "Sala de Domingo" ao vivo no estúdio. Fui tão mal que "o escondo" deste especial. (rs)

"24 Horas" volta antes que eu recorde o dia em que falei com a "musa-mor" no "Prata da Casa"!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
INSTAGRAM: EduCesarPapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.