.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Rádio PB

.

.

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Sábado e domingo, 14 e 15 de janeiro de 2017 - ANO 14, EDIÇÃO 61
Uma CAN "secreta" para os brasileiros

Uma das principais competições continentais do futebol mundial começa neste sábado em quatro sedes do Gabão: a Copa Africana de Nações, que reúne 16 seleções a cada dois anos nos anos ímpares. Porém, este ano há o lamento de ser esta uma CAN "secreta" para os brasileiros pois nenhuma emissora de TV comprou os direitos de transmissão. Quem quiser ver os jogos terá de recorrer aos RojaDirecta da vida e similares.

Este ano, a maior ausência é a 3 vezes campeã Nigéria. Países também campeões, África do Sul, Congo, Etiópia, Sudão e Zâmbia também são ausências da CAN deste 2017. A seleção "a ser perseguida" é a atual campeã Costa do Marfim. Dos quatro quadrangulares, o mais pesado é o último ao reunir 11 títulos e ser o único no qual todos já foram finalistas. Vamos repassar todos os grupos e suas primeiras rodadas nesta fase inicial:

Grupo A - Burkina Faso (vice em 2013), Camarões (4 títulos em 1984, 1988, 2000 e 2002; e 2 vices em 1986 e 2008), Gabão e Guiné-Bissau. Sábado: Gabão x Guiné e Burkina x Camarões.

Grupo B - Argélia (campeã em 1990 e vice em 1980), Senegal (vice em 2002), Tunísia (campeã em 2004 e 2 vices em 1965 e 1996) e Zimbábue. Domingo: Argélia x Zimbábue e Senegal x Tunísia.

Grupo C - Costa do Marfim (2 títulos em 1992 e 2015; e 2 vices em 2006 e 2012), Marrocos (campeão em 1976 e vice em 2004), RD Congo (2 títulos em 1968 e 1974) e Togo. Segunda: Costa x Togo e Congo x Marrocos.

Grupo D - Egito (7 títulos em 1957, 1959, 1986, 1998, 2006, 2008 e 2010; e vice em 1962), Gana (4 títulos em 1963, 1965, 1978 e 1982; e 5 vices em 1968, 1970, 1992, 2010 e 2015), Mali (vice em 1972) e Uganda (vice em 1978). Terça: Gana x Uganda e Mali x Egito.

Mais três Estaduais começando

Depois de Pernambucano e Carioca, mais três estados têm bola rolando neste fim-de-semana. Aos destaques:

Cearense - 10 clubes todos contra todos em turno único. Os dois últimos são rebaixados e todos os outros vão para as quartas-de-final - sim, classificam-se 8 de 10, PQP!!! Apenas as quartas terão ida e volta, enquanto semi e final terão uma "melhor-de-três" igual aos Brasileirões de 1998 e 1999. Primeira rodada: sábado, Guarani de Juazeiro do Norte x Horizonte e Uniclinic x Guarany de Sobral; domingo, Itapipoca x Maranguape e Ferroviário x o atual campeão Fortaleza; e apenas no dia 5, Ceará x Tiradentes. Logo, o efetivo primeiro jogo do Vozão será na próxima quarta contra o Maranguape, dia em que o Tiradentes recebe o Itapipoca.

Potiguar - 8 clubes em dois turnos, cada um com final em ida e volta e o time de melhor campanha jogando por igualdade em pontos e saldo de gols (os ditos - burramente, diga-se - "dois resultados iguais"). Campeão direto se ganhar os dois turnos e finalíssima em duas partidas se cada turno tiver vencedores distintos, aí com pênaltis se a igualdade persistir. Apenas o lanterna será rebaixado. Primeira rodada: sábado, Santa Cruz x América; e domingo, ASSU x Potiguar, o atual campeão ABC x Globo e Alecrim x Baraúnas.

Sergipano - 10 clubes todos contra todos em turno único, ficando 6 para um hexagonal do título e os outros para um quadrangular do rebaixamento, ambos em turno e returno. Enquanto no quadrangular serão dois rebaixados, o hexagonal classificará os dois melhores para a final em dois jogos e vantagem para a melhor campanha a partir da segunda fase em caso de empate em pontos e saldo de gols. Primeira rodada: sábado, o atual campeão Sergipe x Dorense; domingo, Estanciano x Boca Júnior (cujo técnico Luiz Spadetto tem apenas e tão somente 27 anos) e Lagarto x Itabaiana; segunda, Confiança x Botafogo de Cristinápolis (seria "Cristinápolis" a cidade da "musa-mor"? rs...); e quarta, Frei Paulistano (nova equipe do Carlinhos Bala) x Amadense.

Mais um amistoso com clube da Série B

Depois do 0 x 0 do Brasil de Pelotas com o São Paulo de Rio Grande na quarta passada, o domingo é de mais um participante da segunda divisão do Campeonato Brasileiro começando o seu 2017. Um dos agora dois goianos a jogá-la, o Vila Nova vai ao Parque do Sabiá fazer um amistoso contra o Uberlândia neste domingo, o primeiro de dois testes do Tigre - o seguinte será no outro sábado, contra o Flamengo, no Serra Dourada.

Prossegue a Copa Flórida

Por um lado, a fase "Challenge" termina sem valor para sua disputa pela Alemanha já tê-la ganho no meio da semana. Vale é pelos testes mesmo, tanto o de sábado para os juniores do Atlético Mineiro contra o Tampa Bay Rowdies após a derrota para o Bayer Leverkusen quanto o de domingo para o Bahia diante do Estudiantes (agora, sim, com o presidente Verón voltando a jogar aos 43 anos) após empatar no tempo normal com o Wolfsburg. Ainda neste domingo, a fase "Playoff" inicia com outros times em disputa à parte. De volta à Série A, o Vasco inicia seu ano revivendo a final da Libertadores de 1998 contra o Barcelona de Guayaquil para definir qual deles enfrentará o Corinthians na próxima quarta. O turno dominical ainda mostra River Plate x Millonarios definindo o adversário inicial do São Paulo agora treinado por Rogério Ceni, esse na quinta-feira que vem.

Agora restaram 16 (isto é: 15) de 120 times

Realizadas entre sábado e segunda-feira, as oitavas-de-final da Copa São Paulo apontam este como o caminho para as quartas: Mirassol ou Botafogo x Ponte Preta ou Batatais, São Carlos ou Paulista x Chapecoense, Corinthians ou Internacional x Cruzeiro ou Flamengo e Avaí ou Juventus x Juventude ou Bragantino. De cara, total atenção para o chaveamento de uma quarta-de-final com Timão, Colorado, Raposa e Mengão. Dê o que der, seja qual for, teremos clássico nacional assegurado - um deles podendo reviver a final do ano passado. Por outro lado, só o carioca Fogão e a catarinense Chape podem impedir o interior de SP de ter um representante na decisão, seis desta área que estão no lado da chave que formará uma das semifinais. Quer dizer: cinco após a manhã deste sábado, já que o Verdão do Oeste se classificou ganhando pelo marcador mínimo. Agora afunilou.

Só Fatos, Sem Boatos

Tópico fixo de fim de ano & ano novo, no qual é mais fácil eu antecipar que o Papo de Bola terá um drone para sobrevoar os estádios da dupla Grenal e filmar seus treinos secretos (atenção que isso não é verdade pois nem eu seria baixo assim e nem tenho grana para um drone, rs...) do que publicar rumores e especulações. Às últimas:

*O Corinthians anunciou por 4 anos o volante Gabriel, ex-Palmeiras, e por 3 anos o atacante Luidy, do CRB, além de obter o empréstimo por 1 ano do zagueiro Pablo, do Bordeaux, e do volante Paulo Roberto, do Sport.

*O Palmeiras renovou com o atacante júnior Gabriel Barbosa por 3 anos ao comprar 50% dele junto ao Desportivo Brasil.

*O Vasco rescindiu com o atacante Júnior Dutra, de contrato ido até abril.

*O Cruzeiro apresentou por 5 anos o zagueiro Caicedo, do Independiente del Valle.

*O América Mineiro fechou com o zagueiro Renato Justi, do Anápolis.

*O Internacional negociou o atacante Maurides com o Belenenses de Portugal.

*O Atlético Paranaense contratou o meia Carlos Alberto (aquele!), que estava sem clube desde que o Figueirense rescindiu com ele em setembro.

*O Paraná renovou até maio com o goleiro quarentão Marcos e anunciou o zagueiro Airton, do Luverdense.

*O Londrina emprestou o atacante Quirino ao Sergipe até o fim do Campeonato Sergipano.

*O Figueirense não tem mais o volante Jefferson, emprestado por 1 ano ao Fortaleza.

Curtinhas

*Liminar determina que a concessionária Maracanã S.A., liderada pela Odebrecht, deve reassumir a administração do Maracanã mesmo que não aceite isso. O estado de abandono do eterno maior do mundo deixou todo mundo uma arara (para não escrever coisa pior vetada neste horário). Vai correr ou vai encarar, Odebrecht?

*Mais dois amistosos confirmados: dia 24, a Chapecoense visitará o River Ecuador em Guayaquil; e dia 1º, tem Corinthians x Ferroviária na Arena Corinthians (o jogo entre eles no Paulistão será em Araraquara).

*Sábado dos 35 anos de Léo Lima, campeão sul-americano e mundial sub-17 em 1999 e sul-americano sub-20 em 2001 pelo Brasil, além de vencer dois Cariocas (um pelo Vasco e outro pelo Flamengo) e dois Paulistas (um pelo Santos e outro pelo Palmeiras). Atualmente, o meia-atacante está no Goiás.

*Sábado dos 35 anos de Victor Valdés, campeão mundial em 2010 e europeu em 2012 pela Espanha. Goleiro do Standard Liège campeão da Copa da Bélgica no ano passado, empilhou títulos no Barcelona: 2 Mundiais, 3 Ligas dos Campeões, 2 Supercopas da Europa, 6 Espanhóis, 2 Copas do Rei e 5 Supercopas da Espanha.

*Após vencer a Polônia por 28 x 24, o Brasil pega o Japão no domingo pelo Mundial Masculino de Handebol.

*NFL resolvendo neste fim-de-semana as finais de conferência: a NFC tem como semifinais Atlanta Falcons x Seattle Seahawks sábado e Dallas Cowboys x Green Bay Packers domingo, enquanto a AFC apresenta New England Patriots x Houston Texans sábado e Kansas City Chifes x Pittsburgh Steelers domingo. Aliás, domingo é dia de completar 50 anos o primeiro SuperBowl já disputado: Packers 35 x 10 Chiefs em Los Angeles.

Momento Raridade Rara: adeus a Jayme Copstein



As madrugadas do rádio do Rio Grande do Sul se dividem em AJ e DJ: Antes de Jayme e Depois de Jayme. Seus 19 anos e 7 meses na meia-noite da Gaúcha marcaram época neste horário e lhe consagraram como um dos maiores comunicadores do nosso AM. Este foi Jayme Copstein, falecido na sexta-feira aos 89 anos completados seis dias antes, vítima de câncer no pulmão. Mas a história dele foi além disso.

Estreado no jornalismo em 1943 na sua Rio Grande no jornal A Gazeta da Tarde e na Rádio Cultura, veio para Porto Alegre em 1945 cursar Odontologia e trabalhar na Rádio Farroupilha. Ficou até 1949 e voltou para sua cidade. Em 1950, tornou-se o primeiro diretor artístico da Rádio Minuano - e seguia trabalhando como odontólogo, embora não fosse sua maior vontade. Regressado à capital, ficou mais um ano na Farroupilha e passou em 1961 para o jornal Diário de Notícias, ingressando em 1968 no Correio do Povo, do qual foi repórter, assessor da direção e editor do caderno "Letras e Livros", entre outros. Após uma rápida passagem pelo Jornal do Comércio, voltou ao rádio como "linha de frente" da Gaúcha, estreando em 4 de fevereiro de 1985 no "Gaúcha na Madrugada".

Apostando em atualidades e interatividade com os ouvintes pelo telefone, Jayme conquistou uma legião cativa de acompanhantes, mudando a cara da faixa. Estabelecia um limite de 3 minutos por participação e, se o tempo era extrapolado, uma vinheta de pato ("quén, quén, quéééén") entrava por cima e tirava o ouvinte do ar - o mesmo acontecia quando alguém apelava para grosserias e indelicadezas ou queria falar de futebol (que nunca entrava na pauta pois Jayme preferia abordar quaisquer outros temas por pegar o horário de quase quatro horas seguidas de notícias e debates sobre futebol entre "Show dos Esportes" e "Plantão Gaúcha"). Em 1995, com o alcance em todo o país aumentando pela força dos 100 kw do AM 600 na faixa noturna, das afiliadas Rede Gaúcha SAT e da ainda engatinhada internet, o título da atração foi mudado em definitivo para "Brasil na Madrugada".

Jayme ficou ali até 4 de setembro de 2004, quando passou o horário da meia-noite às 3h para Sara Bodowsky e Rafael Colling, seguindo como comentarista do programa até 2007. Então, deixou a RBS (onde quem passou a trabalhar como produtora sua neta Joyce Copstein, hoje residente em Minas Gerais) e voltou à apresentação no ano seguinte com o programa de debates e entrevistas "Paredão" na Rádio Pampa, das 17h às 19h. Foram poucos - se não me engano, apenas dois - anos ali e também na TV Pampa, aí como participante do "Guerrilheiros da Notícia" de Flávio Alcaraz Gomes. Passado isso, escreveu comentários em página própria na internet e foi colaborador de sites como o Coletiva.net. Diversas matérias sobre ele falam de uma suposta passagem pela Rádio Bandeirantes, mas não faço a menos remotíssima ideia de onde esta inverdade inverídica surgiu, já que ele nunca trabalhou (nem sequer por pouquíssimo tempo) na antiga Band AM 640. Não entendi essa, sinceramente.

Da atualidade, três registros vale indicar: o primeiro está aqui e foi publicado pelo Correio do Povo na sexta-feira da semana passada, que é um vídeo gravado com ele na Santa Casa, onde estava internado para tratar do câncer e, mesmo já bem adoentado, não perdia o pique e contava histórias da carreira para uma reportagem sobre ele que o periódico publicou; o segundo está aqui e é o destaque para seu falecimento em VT de 1 minuto e meio no "RBS Notícias" com apresentação de Léo Saballa Jr., que foi colega do Jayme na Rádio Gaúcha de 2004 a 2007; e o terceiro está aqui e é uma belíssima homenagem feita na hora inicial do "Esporte e Cia." deste sábado pelo Rafael Colling, sucessor do comunicador no horário da meia-noite, que inclui participações ao vivo dos colegas José Alberto Andrade e Cláudio Brito, além de uma entrevista com a neta Joyce, hoje morando em MG.

Mas não fiquemos apenas nisso. Tem mais três registros de Jayme Copstein neste tópico: de 1989, um "Gaúcha na Madrugada" com um bate-papo dele com o psicanalista Paulo Alberto Rebelato; de 1994, uma reportagem ao vivo chamada "Memórias de um Menino de Rua" durante uma tarde, na qual entremeou entrevistas com um adulto negro ex-menino de rua e com o economista Carlos Nelson dos Reis para ser revelado no final que ambos eram a mesma pessoa - foi um elegantíssimo soco no estômago que Jayme deu em gente baixa e mesquinha como o então vereador Marco Antônio de Lima, de Novo Hamburgo, que defendeu um dia antes na Câmara o extermínio dos meninos moradores de rua (o excelente material venceu o Prêmio de Jornalismo da Associação Riograndense de Imprensa e tirou medalha de prata na categoria Melhor História de Interesse Humano no The New York Radio Festivals); e de 1995, um especial externo feito no restaurante Copacabana, aqui em Porto Alegre, no qual ele e vários convidados recordaram os então 10 anos da morte do lendário humorista Carlos Nobre.

Já sentindo falta de Jayme Copstein, que marcou época no rádio gaúcho e brasileiro e que teve uma carreira pra lá de vitoriosa, fica aqui a trilha musical que o acompanhou por 19 anos e 7 meses no "Gaúcha na Madrugada" & "Brasil na Madrugada": "Heaven Can Wait", do ótimo Dave Grusin para o filme homônimo dirigido e estrelado por Warren Beatty em 1978 (aqui traduzido literalmente para "O Céu Pode Esperar"), que no ano seguinte ganhou esta versão definitiva e lindíssima do mago das trilhas Henry Mancini em seu álbum "The Theme Score". O céu não precisa mais esperar. Seu Jayme chegou e as madrugadas do paraíso não serão as mesmas.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Leio no Anderson Cheni que a Super Rádio de São Paulo contratar o comunicador Paulo Barboza, que se despediu da Capital AM nesta sexta-feira, seria parte do início de um plano do empresário Paulo Abreu para montar uma rede da Super Rádio com São Paulo, Santos, Campinas, Mogi das Cruzes e Rio de Janeiro - neste caso através da Super Rádio Tupi, que dizem que ele comprará ou já comprou, por isso apostando no Barboza por este ser carioca com tradição em prefixos cariocas até ir para SP na década de 1980. Será que é isso? Pelo sim, pelo não, fica aqui o registro dos últimos 20 minutos de Paulo Barboza na Rádio Capital 1040.

*Substituída pela loirona Thayla Colling durante sua licença-maternidade na "Hora da Venenosa" do "Balanço Geral RS" na Record, a morenaça Mônica Fonseca ganhou neste sábado seu filho, o "venenosinho" Lorenzo, conforme anunciado no mesmo dia pelo apresentador Voltaire Porto. (o "venenosinho" é por minha conta, rs...)

*Leio na Cristina Padiglione que Dan Stulbach atribuiu pela primeira vez ao momento político o fim do "CQC" na Bandeirantes em 2015. Disse ele à própria colunista no canal de vídeos TalkTV que não é que houvesse pressão direta para isso, mas que o peso do programa das segundas-feiras neste assunto (desde as épocas das matérias que Danilo Gentili e Mônica Iozzi faziam em Brasília) interessaria a pouquíssimos num momento em que iniciava o falatório sobre um impeachment da presidente Dilma Rousseff. Entendeu o ator que, quando uma atração com essa característica começa a falhar seja pelo que for, passava a não ser o que era e se desvirtuava.

*Sábado dos 70 anos do nascimento de Paulo Ubiratan, falecido em 1998 e casado primeiro com Natália do Valle e depois com Valéria Monteiro, que dirigia "Por Amor" quando morreu. Outras novelas que dirigiu na Globo foram "Água Viva", "Guerra dos Sexos", "Roque Santeiro", "Tieta" e "Meu Bem, Meu Mal", entre outras.

Bela do Dia: Cristiana Gomes

Cristiana Gomes, jornalista no Rio de Janeiro e ex-repórter das TVs Bandeirantes de 1999 a 2001, Globo de 2001 a 2006 (aí passei a assisti-la) e Record de 2006 a 2014 (aí muito a vi). Que boas novidades venham em breve para esta bonitona de novo contar histórias boas e nada boas do dia-a-dia no vídeo.

*Sábado dos 60 anos da morte de Humphrey Bogart, uma das maiores personalidades da história do cinema, nascido em 1899 e vencedor do Oscar por "Uma Aventura na África", além de atuante em "Relíquia Macabra" e que formou um famoso casal com Lauren Bacall. Para sempre, o maior dos clássicos com a presença do Bogie será "Casablanca". Ah, seu par com Ingrid Bergman ao som da lindíssima canção "As Time Goes By"...

*Sábado dos 50 anos de Emily Watson, atriz indicada ao Oscar por "Ondas do Destino".

*Sábado dos 40 anos da morte de Peter Finch, nascido em 1916 e ator de "Domingo Maldito". Ele ganhou um Oscar póstumo pelo filmaço "Rede de Intrigas" - a cerimônia aconteceu pouco depois de sua morte.

*Domingo dos 80 anos de Margaret O'Brien, atriz infantil que brilhou em filmes como "Agora Somos Felizes".

*Se o vivente aguentar acordado até perto das 4h30 de sábado para domingo, tem mais um clássico oitentista reprisado no "Corujão" da Globo: "Quero Ser Grande", que Tom Hanks estrelou em 1988.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Clipe do Dia

Sábado dos 55 anos do Compadre Washington, o mais conhecido componente do inicialmente Gera Samba e depois e para sempre É o Tchan, símbolo do pagode dos anos 90. Se você não esquece nem dele (ainda mais depois do hilário comercial do Bom Negócio, o do "sabe de nada, inocente") e nem da Carla Perez dançando, veja aqui o clipe de "Melô do Tchan" e ateste: até as ruindades de antes eram melhores que as atuais.

Antes do Arremate...

...um reforço sempre válido: este Papo de Bola - o Site precisa de patrocinadores para se manter no ar, por não ser apenas o custo da hospedagem o necessário para tanto e sim outros ainda maiores. Se você quiser anunciar nestes escritos, clique aqui e dê uma olhada nas maneiras de como fazê-lo que muito bem vindo serás e muito agradecido ficarei. Também continuo forçosamente adotando o "Ajude o PB", de colaborações avulsas.

Arremate

Conseguirão Novak Djokovic, Angelique Kerber e Bruno Soares repetirem os títulos de 2016 na Austrália?

"24 Horas" voltará depois que o primeiro Grand Slam de 2017 tiver iniciado neste domingo à noite!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
INSTAGRAM: EduCesarPapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.