.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros

.

.

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Sábado e domingo, 7 e 8 de maio de 2016 - ANO 13, EDIÇÃO 171
O último fim de semana dos Estaduais de 2016

Obs.: esta coluna é publicada com vários problemas pois desde a virada de 6 para 7 de abril estou com apenas metade da velocidade da internet, com muita dificuldade para carregar páginas e impossibilitado de ver e escutar áudios e vídeos, seja em streaming ou ao vivo, e quanto mais baixá-los. Não é problema técnico, é assim mesmo que a internet da GVT (agora Vivo) fica quando passa um determinado período sem conseguir pagar a conta de telefone - e lamento dizer que este é o meu caso, que não sei quando solucionado será. Enquanto isso, vou tocando o site com muita dificuldade e sem muitas coisas habituais dele. Além disso, desde 3 de maio este PB está com um endereço alternativo devido a problemas com o seu domínio no Registro.br, que o congelou temporariamente. Espero que estas duas complicações acabem, pois está difícil aguentá-las.

18 campeões estaduais sendo consumados entre sábado e domingo. 18 torcidas farão festa. Alguns poucos times estão encaminhados, muitos em vantagem e várias finais com promessa de emoção. Projetemos tudo:

Paulista (Santos x Audax, domingo, 16h) - Com a ida em Osasco terminando 1 x 1, a vitória resultará em título e um novo empate levará aos pênaltis. Como mandante, o Peixe tem neste campeonato 7 vitórias, 3 empates, 21 gols pró e 8 contra. Além disso, não perde na Vila Belmiro há 27 jogos gerais e 43 só no Paulistão. Já o Grêmio Osasco visitante mostra 3 vitórias, 3 empates, 2 derrotas, 16 gols marcados e 13 sofridos.

Carioca (Vasco x Botafogo, domingo, 16h) - Empate no Maracanã é dos vascaínos após o 1 x 0 da ida e só vitória por dois ou mais gols de diferença dará o título em 90 minutos aos botafoguenses, que precisam de um de diferença para pênaltis. O Cruzmaltino não é derrotado há 24 jogos e quer seu primeiro título sem derrota desde 1992, apostando em reprise das duas vitórias na final entre eles no ano passado. O Fogão quer um filme igual a 1997, quando perdeu a ida e foi campeão vencendo a volta, mas não bate o rival há 7 clássicos gerais e 6 só pelo Estadual, além de não ganhá-lo por dois ou mais de diferença desde os 3 x 0 no Carioca de 2013.

Mineiro (Atlético x América, domingo, 16h) - Depois de eliminar na Libertadores o Racing (que, a propósito, demitiu o preparador de goleiros Juan Carlos Gambandé por fazer gestos racistas para a torcida adversária após a derrota no Horto), o Galo vai ao Mineirão tentar a reviravolta para ser campeão, bastando vencer por qualquer placar por ter melhor campanha. Já o Coelho tem o empate a favor para se vingar dos quatro insucessos seguidos para o rival nas quartas de 2010, na final de 2012 e nas semifinais de 2011 e 2014. A última final mineira na qual o vencedor do primeiro jogo não foi o campeão aconteceu no já citado 2011, quando o Cruzeiro sofreu 2 x 1 do Atlético e reviravoltou depois com 2 x 0. Já a última decisão iniciada com vitória por exatamente 2 x 0 remete a 1977, quando os alvinegros derrubaram a Raposa, que na volta perderia de novo pelo mesmo placar. O Atlético tem como mandante nesta edição 4 vitórias, 2 derrotas, 15 gols pró e 7 contra, enquanto o América como visitante apresenta 1 vitória, 3 empates, 3 derrotas, 4 gols marcados e 9 sofridos.

Capixaba (Desportiva x Rio Branco, sábado, 16h15) - O mesmo Engenheiro Araripe da ida receberá a volta que pode confirmar a vantagem da Tiva após seu 1 x 0 na ida ou marcar a inversão do Santão, que precisa de dois ou mais gols de diferença para o campeonato ou de um de diferença para os pênaltis.

Gaúcho (Internacional x Juventude, domingo, 16h) - O Colorado leva para o Beira-Rio uma vantagem de 1 x 0 que lhe permite jogar pelo empate, restando ao Ju ganhar pelo mesmíssimo escore para pênaltis. Título no tempo normal virá com dois ou mais gols de diferença ou com um gol a partir de 2 x 1 (o gol fora decidiria). Contando com William, liberado de cumprir a última das 6 partidas de suspensão graças (olha ele aí!) a um efeito suspensivo, o Inter tem como mandante neste Gauchão 6 vitórias, 2 empates, 1 derrota, 21 gols pró e 8 contra. Já o Papo fora de seus domínios somou 3 vitórias, 2 empates, 2 derrotas, 9 gols marcados e 8 sofridos. A última decisão na qual o vencedor da ida não foi o campeão aconteceu em 2011 e o próprio Colorado acabou beneficiado pois, depois de sofrer 3 x 2 do Grêmio no Gigante, devolveu o mesmo placar no Olímpico e venceu nos pênaltis. Também esteve o alvirrubro na última final iniciada com 1 x 0 do visitante: a de 1991, quando ganhou no Monumental para depois perder o troféu ao sofrer 2 x 0 no Beira-Rio e ainda empatar sem gols o terceiro embate.

Catarinense (Chapecoense x Joinville, domingo, 16h) - Por ter vencido a ida por 1 x 0 e possuir a melhor campanha geral, a Chape faturará o troféu até se perder por um gol de diferença. Enquanto isso, dois ou mais são necessários para o JEC (que contratou para a Série B o lateral esquerdo Júnior, emprestado pelo Grêmio). Se o Verdão do Oeste possui em casa 6 vitórias, 2 empates, 1 derrota, 20 gols pró e 8 contra neste Catarinão, fica o Tricolor do Norte como visitante com 5 vitórias, 3 empates, 2 derrotas, 15 gols marcados e 12 sofridos. Ambos não empatam na Arena Condá há 5 realizações desde a Série C de 2011 (só não se enfrentaram lá em 2014 neste período) e o Verdão ganhou 3 delas, só que as duas obtidas pelo JEC foram nas últimas três desde o ano passado. A última final aberta com vitória do visitante foi em 2010 e deu Avaí por 3 x 1 sobre o mesmo Joinville, que depois marcaria 2 x 0, dando Leão campeão pela melhor campanha. Já a última decisão com 1 x 0 do visitante na ida foi em 1994, com êxito do Figueirense sobre o Criciúma. Na volta, o Furacão chegou lá com 2 x 0.

Paranaense (Coritiba x Atlético, domingo, 16h) - Das duas, uma: ou o Couto Pereira assistirá o festejo do arqui-rival de seu dono ou testemunhará uma reação épica. O Furacão pode até perder por dois gols de diferença e o Coxa terá que marcar quatro ou mais para título nos 90 minutos ou três para penalidades máximas. Atuando em seu reduto, o Cori tem nesta edição 6 vitórias, 2 empates, 24 gols pró e 5 contra. Longe do seu, o CAP mostra 2 vitórias, 3 empates, 3 derrotas, 10 gols marcados e 11 sofridos. Só que tem uma coisa: mesmo que a bola role no Couto Pereira, a escrita alviverde de 15 partidas desde 2008 sem derrota para os rubro-negros pode não ser suficiente, já que nenhuma das 11 vitórias nestes 8 anos foi por 3 ou mais gols de diferença (3 para pênaltis e 4 ou mais para reviravolta). Pesquisei bastante no domingo passado ainda e a última goleada do Cori sobre o CAP no Major remete a 1995, quando aplicou 5 x 1 pelo Paranaense. Já a última final com vitória por 3 x 0 foi a de 2006, com o Paraná se dando bem fora de casa sobre a Adap para finalizá-la com 1 x 1 na volta no hoje largado às traças Pinheirão. Decisão com ida vencida pelo mandante por 3 x 0? Temos para registro, sim! Mas essa também tive que pesquisar pra burro (e pra inteligente também) para achar: 1959, decisão ocorrida só em fevereiro de 1960. Autor da proeza sobre o Londrina, o próprio Coritiba papou também a volta por 2 x 1 no interior do estado.

Pernambucano (Sport x Santa Cruz, domingo, 16h) - Dois dias depois do clássico completar 100 anos de disputa, teremos aquele que será o campeão do centenário. Pelo 1 x 0 da ida, o Tricolor terá o empate a seu favor na Ilha do Retiro, enquanto o Leão necessita de dois ou mais gols de diferença para título no tempo normal ou um gol para os pênaltis. Jogando em casa, os rubro-negros trazem 3 vitórias, 2 empates, 3 derrotas, 8 gols marcados e 4 sofridos. Visitantes, os tricolores têm 2 vitórias, 1 empate, 3 derrotas, 4 gols pró e 8 contra. Nas últimas duas décadas e meia, quatro finais entre eles começaram sem empate. Em todas elas, o ganhador da ida terminou com o título (Sport em 2006 e Santa em 1990, 2011 e 2013). O Santinha terá normalmente o treinador Milton Mendes, suspenso em 4 partidas por aquela cabeçada lamentável no auxiliar Eduardo Souza, do Bahia, na semifinal da Copa do Nordeste. Mas a pena só vale para torneios da CBF e não há grilo algum para esta final.

Baiano (Bahia x Vitória, domingo, 16h) - O Leão leva 2 x 0 de vantagem para a Fonte Nova e pode até perder por um gol de diferença, enquanto o Esquadrão precisa de no mínimo dois para ser campeão graças à melhor campanha. São 8 clássicos sem derrota rubro-negra e os tricolores triunfaram pela última vez justamente com a diferença necessária agora: 2 x 0 como mandante na ida de 2014, que acabou com 2 x 2 na volta. O Bahia (que na Série B terá o zagueiro Jackson, do Internacional) teve em casa nesta edição 4 vitórias, 1 empate, 10 gols pró e 3 contra. Visitante, o Vitória soma 2 vitórias, 1 empate, 2 derrotas, 6 gols marcados e 4 sofridos.

Cearense (Fortaleza x Uniclinic, domingo, 16h) - Talvez a final mais cantada de véspera de todas pois só quatro ou mais gols de diferença no Castelão tirarão o título do Leão depois dos 4 x 1 na ida. Não creio nisso.

Alagoano (CSA x CRB, domingo, 16h) - O Galo pode perder por um até um gol de diferença no Rei Pelé por ter 2 x 0 de frente, restando ao Azulão derrotá-lo por dois de diferença para a prorrogação ou três ou mais para troféu no tempo normal. É uma situação diferente de 2013 pois agora o saldo conta, diferentemente de 2013, quando o CSA só precisou marcar 1 x 0 depois de tomar 4 x 2 para derrubar o CRB nos pênaltis e ser campeão.

Potiguar (ABC x América, sábado, 16h) - Depois dos 3 x 3 na ida, o ganhador no Frasqueirão será campeão e novo empate resultará em penalidades máximas. Mandante, o Alvinegro tem 5 vitórias, 2 empates, 1 derrota, 14 gols pró e 6 contra. Visitante, o Mecão soma 2 vitórias, 2 empates, 3 derrotas, 11 gols marcados e 7 sofridos.

Sergipano (Itabaiana x Sergipe, sábado, 16h) - Mandante no Etelvino Mendonça, o Tremendão da Serra joga por vitória simples para ser campeão pela melhor campanha. Vitorioso por 1 x 0 na ida, o Vermelhinho tem a seu favor o empate. Em termos de finais anteriores entre eles, o Itabaiana quer repetir 1971 e o Sergipe reprisar 1985. Atuando diante de sua gente, o Itabaiana tem nesta edição 6 vitórias, 3 empates, 1 derrota, 17 gols pró e 7 contra. Longe de Aracaju, o Sergipe apresenta 4 vitórias, 5 empates, 1 derrota, 15 gols marcados e 8 sofridos.

Goiano (Goiás x Anápolis, domingo, 16h) - 0 x 0 na ida fazendo o Serra Dourada ter o campeão definido ou com vencedor nos 90 minutos ou nos pênaltis em caso de novo empate. Em casa, o Verdão do Cerrado tem até aqui 6 vitórias, 2 empates, 9 gols pró e 2 contra. Fora dela, o Galo da Comarca obteve 3 vitórias, 1 empate, 4 derrotas, 9 gols marcados e 8 sofridos. O Esmeraldino não gosta de lembrar da última final iniciada com 0 x 0 pois a de 2014 acabou com o Atlético campeão por 1 x 0 aos 49 minutos do segundo tempo.

Brasiliense (Ceilândia x Luziânia, sábado, 16h30) - Vencedor da ida por 2 x 0, o Luziânia será campeão no Mané Garrincha até perdendo por um gol de diferença. Já o Ceilândia precisa de três ou mais para conquista nos 90 minutos pois dois de diferença apenas manterão a expectativa para os pênaltis.

Sul-Mato-Grossense (Comercial x Sete de Dourados, domingo, 16h) - O Comercial perdeu a ida por 2 x 1 e precisa de uma vitória simples para o título, enquanto o empate basta para o Sete nas Moreninhas. Mandante, o clube de Campo Grande tem até agora 3 vitórias, 3 empates, 1 derrota, 11 gols pró e 5 contra. Visitante, a equipe de Dourados registra 4 vitórias, 1 empate, 2 derrotas, 9 gols marcados e 8 sofridos.

Mato-Grossense (Sinop x Luverdense, domingo, 16h) - Depois do 0 x 0 da ida, o ganhador do jogo ficará com o caneco e novo empate leva aos pênaltis. O Sinop tem como mandante 7 vitórias, 2 empates, 15 gols marcados e 3 sofridos. Visitante, o Luverdense apresenta 3 vitórias, 4 empates, 2 derrotas, 7 gols pró e 6 contra. A partida do Municipal de Sinop será a última do Wagner Reway como árbitro de MT. Ele agora apitará pelo RJ.

Paraense (Paysandu x São Francisco, sábado, 18h) - O Papão venceu o primeiro turno e o Leão do Tapajós faturou o segundo. Jogo único no Mangueirão pelo título. Os bicolores estão invictos: 5 vitórias, 6 empates, 19 gols pró e 8 contra. Já os azulados têm 5 vitórias, 4 empates, 2 derrotas, 15 gols marcados e 8 contra.

Mais destaques pelo Brasil

Paulista A2 - Mirassol e Santo André decidindo o título em jogo único às 19h deste sábado. Troféu sempre vale, mas o principal os dois já conquistaram: o retorno para a elite estadual no ano que vem.

Paranaense - Final do interior com mando do PSTC às 16h de sábado e vantagem do Londrina por 3 x 2.

Pernambucano - Definição do terceiro representante na próxima Copa do Nordeste concluída às 18h30 de sábado. A vantagem é do Náutico por 1 x 0 sobre o Salgueiro. Bola rolando na Arena de São Lourenço da Mata.

Baiano - Juazeirense e Fluminense frente a frente às 16h do sábado após 0 x 0 na ida. Novo empate dará ao Juazeirense o terceiro lugar e o direito de escolher entre a Série D deste 2016 ou o Nordestão de 2017.

Maranhense - Começa às 17h de domingo a final do segundo turno - e que pode ser do campeonato em si se o Moto Club for campeão a exemplo do primeiro. Apenas no dia 18 acontecerá a volta que pode decretar mais dois jogos entre ele e o Sampaio Corrêa, que confirmou para a Série B do Brasileirão dois reforços: Rafael Zuchi, beque egresso da Portuguesa, e Gustavo Marmentini, meia que estava no Luverdense.

Paraibano - Será conhecido neste domingo o primeiro finalista. Ganhador da ida por 2 x 1, o Sousa tem a favor o empate às 16h30. Ao Botafogo, basta uma vitória simples. Tem uma coisa: o classificado desta semifinal não faz a menor ideia de quando começará a decisão pois a outra semi está suspensa. Teríamos a ida de Campinense x CSP às 19h, mas o Treze a impediu via liminar no STJD. O Galo da Borborema reclama que a Raposa não teria certidões de quitação tributárias, o que fere o Profut e pode render até eliminação. Só tem uma coisa que sigo achando brabo pra dedéu (e nada tem a ver com estes clubes especificamente e sim em todas as situações em todos os lugares): precisou ser eliminado no campo para apontar este problema do adversário? Não o fez antes por qual motivo? Quando se sabe de algo, fala na hora, não espera ir mal em campo. Ê, Brasilzão!

Piauiense - Voltas das semifinais do segundo turno: às 18h do sábado, Altos podendo até sofrer dois gols de diferença do Piauí após os 3 x 1 da ida; e às 19h do domingo, Ríver obrigado a vencer se ainda quiser o título sem finalíssima, já que o 0 x 0 da ida permite ao Parnahyba se classificar com novo empate.

Curtinhas

*Primeira consequência da eliminação do Grêmio na Libertadores: Rui Costa foi demitido do cargo de executivo. Em 5 anos no clube, ele não conseguiu nenhum título. Isso aumentou muito a brabeza da torcida com ele.

*Movimentos nos clubes: a Ponte Preta contratou o atacante Pottker, do Linense, por 3 anos; o Paraná renovou com o meia Valber até o fim de 2017; o Ceará desistiu do atacante Rafinha por reprová-lo nos exames médicos e o devolveu à Ferroviária; o Vila Nova adquiriu o meia Rafinha, do São José de Porto Alegre; e o Bragantino mandou embora o centro-médio Anthony, o meio-campista Vinícius Reche e o atacante Wallace.

*Finalista da Copa Verde e em desvantagem por 2 x 0, o Gama está sem técnico para a volta desta terça contra o Paysandu pois demitiu Arthur Bernardes. O auxiliar técnico Reinaldo Gueldini tocará a barca.

*Presidente da FIFA de 1974 a 1998 (período pelo qual ficou marcado para sempre como mais um desses tantos safados que tem no futebol brasileiro e mundial graças às ladroagens vindas já desde então), João Havelange completa inacreditáveis 100 anos no domingo. Nadador medalha de bronze no Pan-Americano de 1955, deu nome a dois torneios: um amistoso em 1993 e o substituto do Brasileirão em 2000. Também deu nome a dois estádios: Engenhão, no Rio de Janeiro (hoje Nilton Santos), e Parque do Sabiá, em Uberlândia.

*Leicester oferecendo cerveja e um "vale-pizza" para todos os espectadores do jogo contra o Everton, o da festa do inédito título inglês. Futebol com pizza, como querer algo melhor? Leicester, mal te conheço e já te amo.

*Campeão italiano, Massimiliano Allegri permanecerá treinador da Juventus por mais uma temporada.

*Tristeza na Romênia: o volante Patrick Ekeng passou mal em jogo do seu Dínamo Bucareste, caiu no campo e morreu após chegar no hospital. Eram apenas 26 anos de vida deste camaronês, compatriota do Marc-Vivien Foé, exemplo trágico na Copa das Confederações de 2003, do qual não dá para não lembrar.

*Seleções brasileiras em ação: no rúgbi, sábado de visitar o Paraguai pelo Sul-Americano de XV; e no futsal, domingo de final da Copa Sul-Americana contra adversário a definir após marcar 5 x 1 no Uruguai na sexta.

*Basquete: enquanto a Liga de Basquete Feminino tem no sábado o Jogo das Estrelas em Campinas, o NBB teve o Flamengo ganhando do Mogi das Cruzes por 81 x 71 (ficou 1 x 1 esta semifinal, cujo terceiro jogo acontecerá às 21h desta segunda no RJ) e tem Bauru x Brasília neste sábado (vitória paulista na primeira partida).

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Alterada desde este fim de semana a programação local da TV Bandeirantes do Rio Grande do Sul aos sábados. Jornalístico de entrevistas com empresários e personalidades de sucesso no estado, "O Rio Grande Que Dá Certo" saiu das 18h50 para a faixa matutina, entrando às 9h30 - e desde esta estreia na faixa matutina apresentado em HD 16:9, pois até sábado passado ainda era mostrado em SD 4:3. Com o fim do "Banquete - Experiências Gastronômicas", dois programas agora começam meia hora mais tarde: "Band Motores", das 9h30 para 10h, e "Imóvel Class TV", das 10h para 10h30. Permanecem onde estão "AgroBand" às 7h30 e "Programa da Regina" às 11h. Já na faixa local das 18h50 às 19h20, entra ao vivo a nova edição de sábado de "Os Donos da Bola". Dois espaços seguem vagos: das 7h às 7h30 e das 8h30 às 9h30. Eles são preenchidos por séries e desenhos.

*Não sei quando isso começará, mas espero que a alta definição chegue o quanto antes para os programas ao vivo, como o já citado "Donos" e o "Band Cidade" de segunda a sexta, pois das últimas semanas para cá ficou muito estranho ver as chamadas e as vinhetas deles em HD 16:9 e as atrações em si ainda em SD 4:3. Depois que vi a queridona Lúcia Mattos em alta definição semana passada no "Imóvel Class TV", não consigo mais vê-la de igual maneira no 4:3 que persiste no noticiário das 18h50. E bem melhores de assistir ficaram os próprios intervalos comerciais, sobretudo no material gerado de São Paulo (chamadas de programas e reclames), que antes tinham qualidade ainda bem ruinzinha no 4:3 e que estão perfeitamente belíssimos em 16:9.

*Nisso tudo, a única coisa que lamento é que, desde o fim da TVCOM, ficou reduzida a quase nada a quantidade de opções jornalísticas com notícias do fim de semana a televisão gaúcha no sábado e no domingo. Bom, no domingo só o que tínhamos era o "Teledomingo" na RBS, mas a extinção determinada pela Rede Globo pôs tudo a perder. Já no sábado, a coisa não melhora muito pois são apenas três opções ao longo do dia: "Jornal do Almoço" às 12h e "RBS Notícias" às 19h15 na RBS TV e "Balanço Geral RS" às 13h na Record. Não são transmitidos neste dia da semana nem "Band Cidade", nem "SBT Rio Grande" e nem o "Jornal da Pampa".

*Mais Porto Alegre: leio no Coletiva que o "Anonymus Gourmet" completou 1 ano de vice-liderança no SBT aos sábados, das 12h50 às 13h20. No mês passado, as receitas do José Antônio Pinheiro Machado obtiveram 4,3 pontos de média e 9,3% de participação, contra 3,2 pontos da terceira colocada.

*Leio no NaTelinha que a assessoria de imprensa confirmou para semana que vem, faltando apenas sanar alguns poréns técnicos, o início da transmissão em alta definição do "SBT Brasil" - e, por tabela, imagino e espero que também do "Jornal do SBT" e do "Primeiro Impacto", todos inexplicavelmente até hoje em 4:3, o que lhes deixa em desvantagem para os jornais de rede nacional de todas as outras emissoras abertas. Até agora, a única produção jornalística nacional do SBT em alta definição é o "Conexão Repórter", que nesta virada de domingo para segunda apresentará um especial sobre os 80 anos completados pelo Carlos Alberto de Nóbrega. Diria Chapolin Colorado que foi mais friamente calculado do que qualquer movimento seu este "Conexão" passar neste fim de semana, já que exatamente este sábado aponta os 29 anos de estreia da "Praça é Nossa" na emissora.

*Soube dessa pelo @TelevisaoNoRS no Twitter e lamento muito: há duas semanas a TV Pampa (sempre ela aprontando de algum jeito) decidiu não exibir mais o "Mariana Godoy Entrevista" às sextas-feiras. No lugar, o que é que a afiliada gaúcha colocou? Mais uma reprise regionalizada do "Encrenca", que já ocupa boa parte do sábado no espaço original da "Super Faixa do Esporte" e também do domingo - nesse dia, sim, válido o tapa-buraco por nada próprio a RedeTV! ter até 16h, horário no qual estreará neste fim de semana o "Plantão Animal", com Jackeline Petkovic, que retoma o assunto na emissora depois do fim do "Late Show", que Luísa Mell fez de 2002 até 2008.

*Infelizmente, boa parte da programação da RedeTV! é perdida pelos telespectadores do canal 4 aqui de Porto Alegre devido a inexplicáveis alterações locais feitas pela Pampa não agora e nem desde algum tempo, mas sim desde que as duas se associaram novamente em 2007. Agora, a emissora do Amilcare Carvalho e do Marcelo de Dallevo (ou misturei tudo?) também tem culpa no cartório ao permitir que a afiliada faça tudo isso. Vamos só ver como ficará a programação na segunda-feira. Aqui, a Pampa exibe "Algo Mais" (terceirizado) às 17h, "Pampa Show" às 17h30, "Pampa Debates" às 17h55, "Jornal da Pampa" às 18h55 e "Atualidades Pampa" das 19h15 às 20h30 - ou seja: "TV Fama", pra cá, só na segunda parte às 21h30. Da parte da RedeTV!, a grade será esta a partir desta segunda: "Olha a Hora" com Luciano Faccioli às 17h, "RedeTV! News" às 19h15, "Show da Fé" às 20h30 e "TV Fama" às 21h30. Outro programa que estreará e que certamente aqui no RS não passará é o "Tá Sabendo?", com Thiago Rocha, às 9h. Aqui, tem Igreja Universal regional das 8h30 às 9h30.

*Por falar no "RedeTV! News": leio no Flávio Ricco que o substituto do Faccioli na dupla de apresentadores com Amanda Klein será Sérgio Cursino, um dos mais tradicionais locutores especialmente de chamadas da nossa TV e também jornalista e radialista. Ele foi, por exemplo, apresentador do "Balanço Geral" da Record no Vale do Paraíba nos últimos tempos e também voz-padrão da TV Bandeirantes de 2006 até 2010, além de locutor de chamadas da Rede Record e da Record News, tendo também trabalhos feitos para a RBS aqui no Rio Grande do Sul. Foi apenas nesta sexta-feira que a emissora concluiu a negociação para contratar o Sérgio.

*Domingo dos 45 anos de Rosana Valle, uma das principais profissionais da TV Tribuna (Globo Baixada Santista), na qual trabalha desde 1994. Atualmente, ela apresenta o "Rota do Sol" todos os sábados.

*Este sábado marca os 10 anos da estreia do "Profissão Repórter", inicialmente um quadro do Caco Barcellos no "Fantástico" e que virou programa próprio na Rede Globo em 2008. Mais de cinco dezenas de jovens repórteres participaram da atração e, ao longo destes anos, vários deles foram aproveitados pela emissora, casos de Júlia Bandeira e Mariane Salerno no "Como Será?", Gabriela Lian no "Encontro com Fátima Bernardes" e Ana Paula Santos no "Bom Dia Rio" e "RJTV". É uma das boas ideias que vale a pena assistir na nossa TV.

*Leio no Daniel Castro que, além da negativa sobre uma compra de 30% da emissora pela Turner, outro boato sobre a Rede Bandeirantes foi desmentido: o de rompimento com o "Pânico" por causa de pagamentos atrasados à Rádio Jovem Pan, dona do formato. O presidente Tutinha garantiu que a Band tem honrado todos os compromissos e que a associação entre eles pelo humorístico durará mais um ano e meio. Enquanto isso, filmes deverão preencher as tardes de domingo com a desistência da transmissão do Campeonato Brasileiro, além de serem programadas não para quinta e sim para quarta-feira as edições do "MasterChef" nas semanas em que ele tiver dois programas e não só o habitual da terça-feira (expediente adotado para terminar a atual edição em julho, antes do começo dos Jogos Olímpicos). Acreditam que a audiência do campeonato de cozinheiros possa ser maior que a obtida com o futebol. Agora, vai ter gente no Twitter "se matando" com isso, pois o programa da Band é campeoníssimo de postagens às terças, só que nas quartas rivalizará com a bola rolando. Nem quero imaginar como será...

*Atriz com muitos trabalhos desde a década de 60, embora não faça novelas desde "Uma Rosa com Amor" no SBT em 2010, Etty Fraser chega aos 85 anos neste sábado. Na década de 1980, ela fez sucesso na então TV Record de São Paulo (nos tempos em que não era rede) apresentando o programa de culinária "À Moda da Casa".

*Eternamente Tieta do Agreste em nossos corações desde a novela de 1989, Betty Faria celebra 75 anos neste domingo. Mãe de Alexandra Marzo, filha sua com o saudoso Cláudio Marzo, a primeira Porcina (não fosse "Roque Santeiro" ser censurada em 1975) apareceu por último na Globo em "Boogie Oogie", em 2015.

*Se não tivesse falecido em janeiro, Shaolin faria 45 anos neste domingo. Mas não seria uma ocasião alegre pois, infelizmente, ele praticamente não viveu mais desde o acidente de 2011. Agora, ele descansa em paz.

*Quem também descansa em paz é Miguel Rosenberg, enorme perda para a dublagem brasileira. Com 90 anos completados no último dia 27, ele estava internado havia uma semana no Rio de Janeiro. Foram sete décadas de trabalho, começando em radionovelas da Super Rádio Tupi em 1942 e atuante também em rádios como Mayrink Veiga, Guanabara, Nacional e Bandeirantes de São Paulo. Na televisão, teve atuações em Tupi, Excelsior, Band, Globo e Manchete. Duas delas foram reprisadas na última década, ambas dos anos 80: "A Gata Comeu", na Globo, e "Dona Beija", na Manchete (essa via SBT). Também atuou em filmes e peças teatrais. Mas Miguel ficou marcado mesmo pelas dublagens, sucedendo Older Cazarré no começo dos anos 70 como voz do Zé Colméia. Sua voz também foi a do Sr. Burns em "Os Simpsons" do fim do 1° ano até o fim do 7° e a partir do 18° até os dias atuais. Também dublou Cornélio Fudge nos filmes de Harry Potter e, em novelas mexicanas, o personagem Fernando de la Vega em "Maria do Bairro". Mais um craque do ofício que nos deixa.

*Para alegria da Patrícia Angélica, a CBS confirmou nesta sexta que "Mentes Criminosas" continuará por mais uma temporada. 11 já foram produzidas. Excelente para o público da TV paga, que pode prestigiar a equipe da UAC pelo AXN, e péssimo para nós que temos apenas TV aberta e que somos desassistidos pela Globo (mas nossa "praga rogada" tem surtido efeito pois, desde que "Mentes" saiu em janeiro, tá um troca-troca doido às 4h).

*Sábado dos 115 anos do nascimento de Gary Cooper. Falecido em 1961, ele venceu o Oscar de ator por "Matar ou Morrer" e "Sargento York". Também fez filmes como "O Galante Sr. Deeds" e "Por Quem os Sinos Dobram".

*Roberto Rossellini nascia há 110 anos fechados neste domingo. Grande cineasta do neo-realismo italiano com obras como "Roma, Cidade Aberta", ele foi casado com a atriz Ingrid Bergman, sendo ambos os pais da atriz Isabella Rossellini, de filmes como "Veludo Azul" e "A Morte Lhe Cai Bem". Roberto morreu em 1977.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Clipe do Dia

São cinco destaques para este fim de semana, todos de datas que acabam em 0 ou 5.

De 1950, "Beijinho Doce" com Adelaide Chiozzo. A primeira "Namoradinha do Brasil", cantora da Rádio Nacional por duas décadas e meia e atriz de algumas novelas, aparece nesta canção ao lado de Eliana em sequência do filme "Aviso aos Navegantes". Adelaide completa 85 anos neste domingo.

De 1975, "What Becomes of The Broken Hearted" com Jimmy Ruffin, que lançou este sucesso em 1966. Irmão de David Ruffin, dos Temptations, ele faria 80 anos neste sábado se não nos deixasse em 2014.

De 1977, "Don't Leave Me This Way" com Thelma Houston, que completa 70 anos no sábado e deu nesta gravação a versão definitiva para o sucesso original de Harold Melvin & The Blue Notes.

Bela do Dia: Alix Klineman

Alix Klineman, jogadora do Praia Clube. Americana de nascimento, ela emplacou no time de Uberlândia e permanecerá nele para a próxima Superliga.

De 1984, "Easy Lover" com Phil Collins em dueto com Philip Bailey, outro grande vocalista do excepcional Earth, Wind & Fire, a exemplo do saudoso Maurice White. São 65 anos do Philip neste domingo.

De 1994, "Desperate Lovers" com Martha Sanchez, cantora espanhola que completa 50 anos neste domingo. No ano em questão, ela e Paulo Ricardo cantaram este tema na trilha da novela "A Viagem".

Antes do Arremate...

...um reforço sempre válido: este Papo de Bola - o Site precisa de patrocinadores para se manter no ar, por não ser apenas o custo da hospedagem o necessário para tanto e sim outros ainda maiores. Se você quiser anunciar nestes escritos, clique aqui e dê uma olhada nas maneiras de como fazê-lo que muito bem vindo serás e muito agradecido ficarei. Também continuo forçosamente adotando o "Ajude o PB", de colaborações avulsas.

Arremate

Bayern de Munique campeão alemão. Título confirmado ao derrotar o Ingolstadt, fora de casa, por 2 x 1.

"24 Horas" volta antes que os bávaros façam a festa diante de sua gente contra o Hannover!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.