.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros

.

.

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Domingo, 29 de novembro de 2015 - ANO 13, EDIÇÃO 67
Ceará e Oeste escapam e Macaé desce

No fim das contas, foi mesmo o confronto direto do Castelão que decidiu quem acompanhará Mogi Mirim, ABC e Boa Esporte na Série C para 2016, com o Vozão mantido na Série B a exemplo do Rubrão de Itápolis "in Osasco", sobrando para o Alvianil Praiano. Não nego que fiquei contente pela permanência alvinegra cearense na divisão secundária do futebol do Brasil. Façamos um rescaldo dos últimos prélios da rodada derradeira, não custando lembrar que as estatísticas que destaco não são específicas da Bêzona e sim da temporada num todo:

Ceará 1 x 0 Macaé - Muito tenso e não bem jogado, este jogo foi decidido num pênalti cobrado pelo Rafael Costa e cavado pelo Alex Amado, erradamente assinalado pelo Wilton Pereira Sampaio. Os minutos finais tiveram emoção aos montes com duas chances ótimas perdidas pelos mandantes por ruindade e duas perdidas pelos visitantes graças a defesaças do Éverson. Para alívio dos quase 47 mil presentes no Castelão, o Vozão segue na segunda divisão, sem jamais ter caído para a terceira. A evolução na reta final foi notável, me lembrando um pouco o Fluminense na Série A de 2009: nas últimas 8 partidas, venceu 6 - e antes, levou 19 atuações para ganhador sair em 6 ocasiões; e emendou 4 mandos vitoriosos, antes só faturando dois de 16. Lisca "Doido", personagem que sai do convencional "quadradão" atual e que é legal de ver, mesmo sujeito ao risco do exagero, teve aproveitamento excelente: 6 vitórias, 1 empate e 2 derrotas. Sem conseguir provocar outro "Castelazzo" que nem foi diante do Fortaleza, os fluminenses chegaram a pagar antes do jogo os direitos de imagem atrasados de agosto e setembro, não bastando este motivador financeiro para o futebol ruim que mostrou. Ganhou um dos últimos 6 cotejos e perdeu metade deles, vencendo apenas 4 dos 26 últimos e perdendo 12. Fora de casa, só um triunfo nas últimas 8 aparições e 5 delas perdidas. 5 visitas ganhas em 26 no ano inteiro, perdida metade delas.

Oeste 0 x 0 Paysandu - O Rubrão emendou 5 partidas sem vitória e ganhou uma das últimas 9, perdendo 4 delas, com 3 sucessos nos últimos 22 compromissos, ainda que só 7 deles perdidos. Faturou apenas 3 dos últimos 11 mandos, mas perdeu somente dois. Com Yago Pikachu pela última vez em seu onze, o Paysandu voltou a ficar 4 pelejas sem queda desde agosto/setembro, mas venceu apenas 3 das últimas 12, das quais 5 derrotadas. São 7 visitas consecutivas sem vitória e duas ganhas nas últimas 17, das quais 10 perdidas.

Santa Cruz 3 x 1 Vitória - Vice, o Tricolor emendou 6 vitórias e 7 duelos sem derrota, caindo duas vezes nos últimos 14, dos quais 10 bem sucedidos. São 16 mandos sem empate, 14 deles ganhos. Também retornado à elite, o Leão não empata há 6 embates e ganhou metade, vencendo 3 das últimas 10 visitas e perdendo 4.

Botafogo 0 x 0 América Mineiro - Se antes sobrou gol a rodo nos 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 x 1 que deram ao Fogão o título júnior do Torneio Otávio Pinto Guimarães sobre o Friburguense, a despedida do campeão e do também regressado à divisão principal foi chatinha, chatinha, pra ser gentil como nem a Fernanda seria. Mais animada foi a presença no campo antes do apito inicial da quase desnuda (assim os assanhados esperam) Maitê Proença. Os cariocas não empatavam havia 8 jornadas, das quais 5 triunfantes, e ganharam um dos últimos 4 mandos. O Coelho não ficava 3 porfias sem êxito desde agosto (Botafogo, Bahia e Luverdense) e não empatava duas seguidas desde maio (Bahia e Ceará). Nas últimas 17 visitas, os mineiros venceram 4 e perderam 7.

Bahia 1 x 0 Atlético Goianiense - Quer algo mais melancólico do que a Fonte Nova se despedindo da Série B com menos de 2 mil torcedores? O Esquadrão de Aço voltou a ganhar após 5 partidas e faturou 3 das últimas 13, das quais 5 perdidas. Inicialmente eram 21 mandos de campo exitosos de 22, mas nos 14 seguintes venceu somente a metade. Já o Dragão emendou 6 presenças sem empate, faturando uma e perdendo todas as outras. São 3 comparecimentos fora de casa sem sucesso e dois ganhos nos últimos 11, perdendo 4.

Bragantino 0 x 2 Náutico - O Massa Bruta não empata há 11 partidas e venceu 7, de novo perdendo em casa após 11 desafios, em 10 deles vencedor, incluindo os 5 anteriores a este derradeiro. Por sua vez, o Timbu não é superado há 6 contendas e ganhou 4 delas. Desde abril/maio não ficava invicto em 6 jogos. Duas perdas nas 13 últimas porfias, 8 delas exitosas. São 4 visitas sem derrota, também desde abril/maio não tínhamos isso.

Sampaio Corrêa 1 x 1 Paraná - O Bolívia Querida não vence há 3 jogos, o que não acontecia desde setembro, e não perde há 7 mandos de campo, embora vitorioso em apenas 3. Já o Tricolor se deu bem uma vez nas últimas 5 presenças, 3 delas fracassadas, e caiu em 3 das últimas 20 visitas, superado em 12.

Esta é a classificação final da Série B do Campeonato Brasileiro em 2015: em 1°, Botafogo campeão e subido em 72; em 2°, Santa Cruz vice e subido com 67; em 3°, Vitória subido com 66; em 4°, América Mineiro subido com 65; em 5°, Náutico com 63; em 6°, Bragantino e Paysandu com 60; em 8°, Sampaio Corrêa e Bahia com 58; em 10°, Luverdense e CRB com 54; em 12°, Criciúma com 49; em 13°, Paraná com 47; em 14°, Atlético Goianiense com 46; em 15°, Ceará com 45; em 16°, Oeste com 44; em 17°, Macaé rebaixado com 43; em 18°, ABC rebaixado com 32; em 19°, Boa Esporte rebaixado com 31; e em 20°, Mogi Mirim rebaixado com 23.

Ano que vem, já sabemos que teremos o descido Joinville e os subidos Vila Nova, Londrina, Brasil de Pelotas e Tupi, restando saber os outros três rebaixados da A. Mais destaques sobre a competição, com rescaldos dos retrospectos neste 2015 dos clubes atuantes no sábado e uma avaliação dos seus desempenhos, deixarei para as edições da semana que está chegando. Valeu, Série B, e até mais uma em 2016!

Rebaixamento respingou na Série C

Qual seria o grupo do Cuiabá em 2016? Isso estava em aberto pois não sabíamos se cairia um do Nordeste ou um do Sudeste. Como caiu o Macaé e como os decagonais (nome feio esse "decagonal", né?) são regionalizados, estes são os dois grupos para o ano que vem: o A terá ABC, América de Natal, ASA, Botafogo da Paraíba, Confiança, Cuiabá, Fortaleza, Remo, Ríver e Salgueiro; e o B com Boa Esporte, Botafogo de Ribeirão Preto, Guarani, Guaratinguetá, Juventude, Macaé, Mogi Mirim, Portuguesa, Tombense e Ypiranga.

Revirada que eliminou quatro de uma vez só

Ou três, né, pois a situação do Palmeiras era muitissíssimo difícil. Mas a inacreditável vitória de revirada sobre o Figueirense subiu o São Paulo para 59 pontos com 17 vitórias e 5 de saldo, o que eliminou Ponte Preta com 51 pontos (mesmo que vencesse ontem não ia adiantar nada pois só teria 57), Cruzeiro com 52 e Sport com 53 pontos e 13 vitórias, além dos alviverdes com 50. Também ajudou os são-paulinos o Internacional empatar com o Fluminense e ter 57 pontos com 16 vitórias e -1 de saldo. O Santos terá reservas esta tarde por causa da Copa do Brasil e está com 55 pontos, 15 vitórias e 15 de saldo. Ele e o Verdão também de reservas serão "fieis da balança" por enfrentarem respectivamente Vasco, com 37 pontos e 9 vitórias, e Coritiba, com 40 pontos e 10 vitórias. Bom para cariocas e paranaenses foi o Furacão do Estreito perder ao ficar com 40 e 10, estando nos quatro últimos por dois gols a mais de saldo negativo. Ruim para os três foi o Avaí derrotar a Ponte Preta e subir aos 41 pontos. Péssimo para o Goiás, que tem 35 e visitará a Chapecoense. Repassemos a penúltima rodada:

São Paulo 3 x 2 Figueirense - O Figueira estava na frente a 15 minutos do fim. Finalmente venceria a primeira sobre o Tricolor fora de casa? Ah, não ganhou, não. Revirada na troca do sinal amarelo para vermelho com direito a um término enlouquecedor, com ótimas oportunidades perdidas pelos dois times até que Thiago Mendes fizesse o tento definitivo na tarde que marcou o último jogo do Luís Fabiano pelos são-paulinos no Morumbi. 11 vitórias dos paulistas em 12 partidas de invencibilidade com os catarinenses. O São Paulo não empata há 8 partidas e ganhou metade, neste período sempre vencendo uma e perdendo a seguinte. 3 vitórias seguidas em casa e 11 jogos sem derrota em seus domínios, 7 deles ganhos. Já o Figueirense faturou um dos últimos 7 duelos e perdeu 3, com 3 êxitos nos últimos 18 embates e 10 deles fracassados. 3 vitórias nas últimas 14 visitas, metade perdida.

Fluminense 1 x 1 Internacional - Vitinho abriu os trabalhos antes dos 5 minutos e, depois, só deu o apitante Marielson Alves Silva, que apatifou o jogo não na correta expulsão do tricolor Osvaldo, mas sim nos pênaltis. Teve um pedido pelo Flu na etapa inicial que só olhei pelo ângulo da cabine e me deixou em dúvida (ora achei que foi, ora que não foi) e outro claro não assinalado também para os mandantes, que foram beneficiados com a marcação de um inexistente que resultou no empate. O Colorado também teve um pênalti não marcado. Saldo final: dois que existiram e não foram marcados, um muito duvidoso não assinalado e um inexistente que foi inventado. Brabo! Os cariocas, depois daquela sequência sem sucesso de 8 jogos, estão irregulares: 5 vitórias, 3 empates e 6 derrotas. Eram 6 mandos sem empate, dos quais 4 vitoriosos, e apenas dois foram igualados nos últimos 18 - detalhe: os dois contra a dupla Grenal. Por sua vez, os gaúchos não empatavam havia 10 contendas, das quais venceram metade, e não vencem há 3 visitas, faturando uma das 7 últimas com 5 perdidas. Os vermelhos têm somente 4 vitórias nas últimas 25 visitas, com 13 baixas. Como querer melhor sorte? Na despedida semana que vem, ausente estará o suspenso D'Alessandro, que pela primeira vez acaba o Brasileirão sem marcar um gol sequer.

Avaí 1 x 0 Ponte Preta - O único gol foi anotado 10 minutos depois dos paulistas terem um jogador expulso. Os catarinenses festejaram muito pois passaram a depender das próprias forças para não serem rebaixados, o que ainda não significa muita facilidade pelo último oponente ser o Corinthians em SP, mas também não ser pouca coisa por não ter que depender de outros. O Leão da Ilha não empata há 4 compromissos e não ganhava duas seguidas em casa desde setembro (Goiás e São Paulo). Já a Macaca não vence há 4 jogos e perdeu 3 deles, ganhando um dos 6 últimos e caindo em 4 destes, o que pôs por água abaixo aquela invencibilidade de 7 atuações com 6 triunfos. Fora de casa são 4 insucessos consecutivos e 3 derrotados, isso depois de 3 visitas vitoriosas, as únicas nas últimas 17, das quais 8 perdidas. Ah, a saída do Doriva para o São Paulo...

Vasco x Santos - Os cariocas não perdem para os paulistas como mandantes há 7 realizações e venceram 5 delas, todas elas em São Januário. Esperam os cruzmaltinos terem o mesmo desfecho positivo dos juvenis, que ontem ganharam o Carioca Sub-17 depois de 15 ao derrotarem o Flamengo.

Palmeiras x Coritiba - O Coxa venceu 3 das últimas 4 encaradas diante do Verdão.

Chapecoense x Goiás - O Esmeraldino nunca perdeu nos 3 encontros com o Verdão do Oeste, que renovou até o fim do Campeonato Catarinense do ano que vem com o arqueiro Nivaldo, de 41 anos.

Grêmio x Atlético Mineiro - Vale o vice-campeonato, que garantido será pelos mineiros se não perderem. Os gaúchos tentarão assegurar a vaga direta nos grupos da Libertadores na letra fria dos números, embora na real, na real mesmo já estejam confirmados pelo seguinte: 62 pontos e 18 vitórias, o São Paulo pode alcançá-lo nisso. Só que no saldo de gols está 17 x 5. Em duas rodadas não tira tudo isso, não. O Galo pós-saída do Levir Culpi terá o comando de Diogo Giacomini, dos juniores, o primeiro interino na casamata alvinegra desde Marcelo Oliveira, que era dos juniores em 2008 e sucedeu Geninho na semana que antecedeu a contratação do Gallo.

Sport x Corinthians - "Amistoso" no dia seguinte à saída do executivo Nei Pandolfo do futebol rubro-negro. Ele permanece no Nordeste, apresentado que foi neste domingo pelo Bahia.

Atlético Paranaense x Flamengo - Outro "amistoso" que valerá pelo Mengão dirigido por Jayme de Almeida em caráter interino após a demissão do Oswaldo de Oliveira na manhã do sábado.

Cruzeiro x Joinville - Mais um "amistoso", que serve para a Raposa ter Dedé relacionado pela primeira vez desde a lesão na semifinal contra o Santos na Copa do Brasil de 2014. Último jogo de Paulo César Gusmão no JEC este ano, pois não o dirigirá na última rodada para prestigiar o casamento da filha mais velha.

Curtinhas

*Domingo dos 55 anos da morte de Octávio Mangabeira, nascido em 1886 e que foi governador da Bahia de 1947 a 1951. Neste ano, a Fonte Nova foi inaugurada e carrega seu nome como o oficial.

*Com novo problema de goteiras no Nilson Nelson, remarcado foi para o Ginásio do Corpo de Bombeiros em Brasília o fecho do Torneio Quatro Nações, com a Sérvia sendo o único teste das campeãs mundiais, que teriam três jogos não tivessem cancelado dois deles. Ridículo submeter as gurias do handebol a isso! Em tempo: a partida acabou 24 x 23 para as brasileiras, mas acabou ficando menor diante da situação num todo.

*Fórmula 1: temporada acabando nos Emirados Árabes no exato domingo dos 40 anos da morte em acidente de avião do Graham Hill, nascido em 1929 e bicampeão da categoria em 1962 e 1968. O pai do Damon venceu cinco vezes o GP de Mônaco e ainda uma 500 Milhas de Indianápolis e uma 24 Horas de Le Mans. Quanto à última etapa de 2015, foi um legítimo porre. Nico Rosberg venceu de ponta a ponta, Lewis Hamilton foi o segundo e Kimi Raikkonen fechou o pódio. Felipe Massa foi o oitavo e Felipe Nasr o décimo sexto.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Domingo dos 45 anos da Maria Paula, surgida VJ da MTV e eternizada apresentadora do "Casseta & Planeta Urgente" na Globo de 1994 a 2010. Ela atuou nos dois filmes "De Pernas Pro Ar".

*45 anos quem também faz é Bruno Garcia, ator de diversas produções da Globo, como "Boogie Oogie".

*Outro da turma dos 45: Larry Joe Campbell, o Andy da série americana "O Jim é Assim".

*Cathy Moriarty completando 55 anos. Indicada ao Oscar de coadjuvante por "Touro Indomável".

*Você lembra do desenho "O Fantástico Mundo de Bobby", que passava no SBT? Seu criador Howie Mandel, o ator em carne e osso que contracena com o personagem, faz 60 anos neste domingo.

*80 anos de Diane Ladd, que atuou em "Alice Não Mora Mais Aqui" e "As Noites de Rose", por este filme sendo indicadas no mesmo ano ao Oscar mãe e filha, esta sendo Laura Dern, que Diane teve com Bruce Dern.

Bela do Dia: Cibele Lorenzoni

Cibele Lorenzoni, ex-repórter da RBS TV e da TVE aqui no RS e do SporTV e do Canal Rural em São Paulo. Desde os anos 90, ela sempre teve no sorriso algo marcante.

*Morria há 10 anos hoje completados Wendie Jo Sperber, nascida em 1958 e que integrou o elenco de obras dos anos 70 e 80 como "Febre de Juventude", "A Última Festa de Solteiro" e "De Volta Para o Futuro".

*Mario Monicelli morreu há 5 anos fechados neste domingo. Nascido em 1915, este italiano dirigiu comédias do célebre Totò e também "O Incrível Exército de Brancaleone", "Meus Caros Amigos" e "Quinteto Irreverente".

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Clipe do Dia

Um suave e belíssimo instrumental de 1977: "Feels So Good", com Chuck Mangione, que completa 75 anos.

Antes do Arremate...

...um reforço sempre válido: este Papo de Bola - o Site precisa de patrocinadores para se manter no ar, por não ser apenas o custo da hospedagem o necessário para tanto e sim outros ainda maiores. Se você quiser anunciar nestes escritos, clique aqui e dê uma olhada nas maneiras de como fazê-lo que muito bem vindo serás e muito agradecido ficarei. Também continuo forçosamente adotando o "Ajude o PB", de colaborações avulsas.

Arremate

Sul-Americano Sub-20 com o Brasil estreando hoje no quadrangular final em Santos ao encarar a Colômbia.

"24 Horas" volta depois que soubermos se as gurias repetirão os 4 x 0 no Peru ou não!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia") e editor do blog "Papo Final" no Final Sports.

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com
BLOG NO FINAL: papofinal.final.com.br


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.