.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros

.

.

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Quarta, 11 de novembro de 2015 - ANO 13, EDIÇÃO 49
Bem-vindo de volta, Botafogo

À primeira divisão novamente pertence o Botafogo, que desta vez não dormiu no ponto e pegou o ônibus certinho rumo à elite ao derrotar o Luverdense, que ficou praticamente sem possibilidades de acesso. Depois da noite de ontem, são sete times separados por sete pontos com duas vagas em jogo, já que o América goleou o Vitória e está a um empate do regresso. Os baianos é que se complicaram pois ficaram apenas três pontos acima da quinta posição devido às vitórias de Santa Cruz e Sampaio Corrêa, que foram ajudados pelos surpreendentes empates de Náutico, Paysandu e Bahia, este conseguindo a proeza de não derrotar o ABC, que se juntou a Boa Esporte e Mogi Mirim na terceira divisão. Falta apenas um rebaixamento e cinco times separados por quatro pontos não querem este carregar este pesado fardo - e falo cinco por quatro e não seis por seis pois o Criciúma, embora ameaçado ainda na letra fria dos números, considerarei na lógica do campo praticamente salvo. Ao resumo da rodada, não custando lembrar que os dados estatísticos sempre se referem ao total e não só à Série B:

Luverdense 0 x 1 Botafogo - Azarado contra o Criciúma nas muitas chances perdidas, Ronaldo recompensado foi ao entrar para a história alvinegra com o gol do acesso, suficiente para não fazer falta o pênalti desperdiçado pelo Neilton. O Fogão venceu 4 das últimas 6 partidas, perdendo as outras, e faturou 10 das últimas 14. Fora de casa, são 6 vitórias nas últimas 9, das quais duas perdidas. Agora, é lutar pelo título da segunda divisão, que seria uma conquista inédita pois perdida foi a edição de 2003 para o Palmeiras. Basicamente mantido na Série B para 2016, o Verdão do Norte caiu em 3 das últimas 4 atuações, vencendo a outra. Tombo muito feio na hora mais imprópria que poderia existir pois, antes disso, para perder 3 vezes levou um total de 20 jogos. Eram 8 mandos sem derrota, dos quais 5 vencidos, e 12 apenas no Passo das Emas, dos quais 8 faturados.

América Mineiro 4 x 0 Vitória - Marcelo Toscano foi o dono da noite com uma grande atuação ao marcar um gol sensacional (14° no torneio) e participar dos anotados de Diego Lorenzi, Richarlison e Pablo, com este tabelando lindamente de calcanhar. A missão foi facilitada pois Rhayner, que já tinha amarelo, merecia outro por uma falta por trás e, assim, posto no olho da rua foi aos 37 ainda da metade inicial. A torcida mandou bem ao comparecer com mais de 17 mil fãs, na melhor presença da gente americana no Horto pós-reinauguração em 2012 sem ser em clássicos. Noite histórica não só por isso, mas também pelo primeiro triunfo da equipe sobre os rubro-negros em todos os tempos após 10 derrotas e 3 empates e ainda por ser sua centésima no novo Independência, das quais 49 ganhas, 27 empatadas e 24 perdidas. O Coelho emendou 4 vitórias e perdeu um dos últimos 8 jogos, vencendo todos os outros. São 6 sucessos consecutivos em casa e nenhum empate há 17, dos quais 14 positivos. Com o América a mística do "caiu no Horto, tá morto" está mais verdadeira do que nunca. Já o Leão, que teve neste quatrilho sua pior derrota nesta temporada, venceu somente uma das últimas 5 pelejas e somou 5 destes 15 pontos, sendo derrubado fora de casa pela vez primeira após 6 desafios, metade deles ganha. Não dá pra dar uma de "refrigerante 2 litros" e perder o gás justamente nos finalmentes, puxa vida!

Santa Cruz 3 x 1 Oeste - A vantagem aberta por Daniel Costa, Danny Morais e Luisinho foi suficiente para os mais de 26 mil fãs sorrirem, não importando a diminuída do Rafael Martins a dois minutos do fim. Nos acréscimos, o rubro-negro Daniel Gigante foi expulso por se descontrolar na irritação com o tricolor Lelê, que acabou passando do ponto ao querer fazer graça desnecessária na marginal destra da cancha. Se não fosse a "turma do deixa-disso", teríamos tripas arrancadas e expostas ao vivo, tamanho o enfurecimento do Daniel. O Santinha não é superado há 4 comparecimentos e emendou 3 vitórias, o que não acontecia desde setembro. São 15 mandos sem empate e 13 triunfantes. Já o Rubrão ganhou uma das últimas 6 contendas, perdendo metade, e não se dá bem há 14 visitas, perdendo metade delas, tendo um sucesso nas últimas 17, das quais 9 fracassadas.

Sampaio Corrêa 2 x 0 Atlético Goianiense - Válber e Douglas Oliveira, este graças a uma crocodilagem pra lá de patética da defensiva oponente, garantiram as festas da noite. O Bolívia Querida não perde há 5 porfias com 3 bem sucedidas e caiu só 3 vezes nas últimas 19, só que apenas 8 exitosas devido sobretudo à sequência de 6 insucessos com 5 empates entre setembro e outubro. São 6 mandos sem derrota com metade ganha e somente uma derrota em 29 no ano todo, dos quais 19 na frente. Já o Dragão não triunfa há 4 paradas e perdeu as últimas 3, vencendo 4 das últimas 18 e empatando 10 delas. Não vou falar pela enésima vez da invencibilidade inútil para não cansar minha inexistente beleza, tranquilizem-se. (mas que foi a mais inútil da história da humanidade, exagerando um monte, isso foi) São 2 vitórias nas últimas 10 visitas e metade empatada.

Macaé 1 x 1 Náutico - Obrigado a ganhar se não quiser ser rebaixado, o Alvianil Praiano saiu na frente com Douglas Assis, mas Ronaldo Alves empatou para o Timbu, que também era obrigado a vencer. Na segunda etapa, achei ter havido um pênalti para os donos da casa não anotado, cometido que foi pela mão aberta do Douglas. Agora, o lance mais impressionante de toda a rodada, mais até do que o golaço do Toscano ou a papagaiada da defesa do Atlético, foi o que encerrou o prélio no Moacyrzão: ao tentar interceptar o escanteio, a menos de meio metro do poste, Marino acabou por acertá-lo. Não fosse o poste e ele teria anotado o gol contra que decretaria a derrota dos pernambucanos. Imediatamente a seguir, o apitante trilou pela vez última. Mamãe dos céus!!! Essa é da série "eu nunca vi isso antes", sem brincadeira. Deve ter dado um treco por dentro no homem seguido de um alívio incontrolável, do tipo: "escapei por muito pouco de uma besteiraça sem tamanho". Bom, o Macaé não vence há 3 partidas e ganhou uma das últimas 6, perdendo metade, tendo duas vitórias nos últimos 11 mandos e empatando 5 deles. Já o Timbu não perde há 3 tentativas e caiu em duas das últimas 10, faturando 6 delas. Como visitante, não se dá mal há 3 presenças e caiu uma vez nas últimas 5, positivo em 3 delas. Porém, os alvirrubros ainda sentem resquícios da sequência de 13 visitas sem sucesso (12 delas só na Bêzona).

Bahia 2 x 2 ABC - Por duas vezes os mandantes estiveram à frente com Kieza e Roger, por duas vezes foram os visitantes ao empate com Pingo e Bismark - e tudo isso só no primeiro tempo. Este empate por si só bastou para decretar o rebaixamento do Alvinegro pois, mesmo que o Ceará perdesse e ficasse com 39 pontos, o máximo que poderá obter agora são 38. Assim, certo é que, além da Arena da Amazônia, também a Arena das Dunas será em 2016 um estádio da Copa do Mundo de 2014 sem receber jogos das Séries A e B - a não ser que vendam mandos de campo, igual aconteceu uma vez neste ano com o Flamengo. Os potiguares ganharam somente dois dos 30 últimos cotejos, perdendo 16. São 13 visitas sem sucesso e 8 derrotadas. Pediram, né? Bom... Só aquela até hoje inexplicável seca de vitórias em seu próprio estádio bastaria para tanto, um troço que nunca vi acontecer nas duas principais divisões na era dos pontos corridos e que talvez, pra não dizer "nunca mais" por ser extremamente forte, dificilmente igual ou sequer parecido teremos novamente. Agora, outro que tá pedindo há horas pra se dar mal é o Esquadrão de Aço. São 3 jogos sem sucesso e dois exitosos nos últimos 10, com metade empatada. Segunda vez que os tricolores ficam duas vezes seguidas sem ganhar em casa, o que antes delas nunca tinha acontecido nesta temporada - na qual a equipe vive sua pior fase enquanto mandante: um único triunfo nas últimas 5 jornadas, com somente 5 pontos somados de 15 disputados. As próprias arquibancadas da Fonte Nova mostraram que foi pras cucuias a paciência dos torcedores, menos de 10 mil que presentes nelas estiveram.

Ceará 3 x 0 Bragantino - Não vou falar nada ainda pra não zicar, vamos esperar estas três últimas rodadas. Mas ninguém pode negar que Lisca "Doido" deu uma turbinada no ânimo do Vozão que nem Sabrina Boing Boing conseguiu dar no tamanho dos seus "air-bags". Observe o pênalti chutado pelo Alan Mineiro quando o Massa Bruta já perdia com gols de Wescley e Rafael Costa: se fosse um mês e meio ou dois meses atrás, alguém duvida que aquela bola entraria? Eu não. O próprio tento do Siloé também sinaliza este novo momento legal, vê o pastelão cômico da defesa antes da finalização no alvo. São 5 vitórias seguidas dos cearenses, que obtém sua melhor sequência neste ano, melhor ainda que a das 4 atingidas ainda em janeiro. 3 mandos vitoriosos, quinta vez em 2015 que isso acontece, mas a primeira desde abril. Já os paulistas tiveram quebrada a série de 3 vitórias e não empatam há 8 pelejas, faturando 5. O problemas deles é mesmo quando saem dos seus domínios: nada menos (sem nada mais por tão irrisórias) que 3 vitórias nas últimas 14 visitas, 10 delas perdidas.

Mogi Mirim 1 x 1 Paysandu - Não sei de quem foi a maior "tubaronice" da noite: dos visitantes, que saíram na frente com Betinho e não conseguiram se impor diante de um oponente já rebaixado há "69" rodadas, ou do Daniel Nobre Lins, conterrâneo que crocodilou enormemente ao ter a audácia de dar o gol de empate pro Keké, que realmente fez uma bela jogada, mas que não foi seu autor nem aqui e nem na Conchinchina! O autor está claro e cristalino na imagem: o bicolor João Lucas, que tocou na cabeça ao dividir com o vermelho Carlos Gabriel. Mas é aquilo: tem árbitro que "adora" negar a existência do gol contra só por causa do estabelecido pelos tontos da Board (os "velhinhos", como diria Orlando Duarte). Quem faz o gol é quem empurra a bola pro alvo e ponto! O resto é palhaçada com a qual parece que sou a única pessoa do mundo a me indignar por não ver o mesmo em mais ninguém. Bom, revoltas enésimas à parte (tá, me acalmei... rs), fato é que o Papão só tem uma vitória nas últimas 9 partidas e perdeu 5, sendo esta sua pior sequência desde que ganhou uma vez em 8 entre julho e agosto. São 6 visitas sem sucesso, 4 delas perdidas, e só duas vitoriosas das últimas 16, com 10 baixas. Saca só o retrospecto do Sapão e vê se não é pra querer arrebentar a cara na parede de tanta raiva: 11 jogos sem ganhar, mas evitando 10 derrotas seguidas; uma nos últimos 21, dos quais perdeu 13; em casa são 11 fracassos e dois êxitos em 19 mandos, dos quais 10 perdidos. PQP, Paysandu!!! (fiquei nervoso de novo... eh, eh)

CRB 2 x 0 Paraná - Antes do Clebinho fechar a conta e passar a régua, os trabalhos foram abertos pelo Zé Carlos, que lidera a artilharia do certame com 18 proezas. O Galo da Pajuçara só perdeu duas das últimas 12 vezes, mas apenas ganhando metade, assim pouco adiantando não perder há 6 mandos com 5 vitórias e ter uma queda nos últimos 14, dos quais 10 bem sucedidos. Pisar no tomate quando deixa Alagoas reduziu substancialmente suas possibilidades de acesso. Por sua vez, o perigo voltou a rondar o Tricolor, que também tem duas em 12, só que vitórias, pois derrotas no período foram 5. Longe de casa são 4 visitas sem sucesso e 3 êxitos nas últimas 20, das quais 12 perdidas. Triste, mas verdadeiro: a zona do rebaixamento pode recebê-lo.

Criciúma 3 x 0 Boa Esporte - Ainda na metade inicial, Tiago Adan, Dudu e Roger Guedes deram a vantagem definitiva ao Tigre, que não empata há 6 jogos e ganhou metade, voltando a vencer duas seguidas depois de agosto. São 4 mandos sem baixa e a primeira série de 3 vitoriosos neste ano. Rebaixados, os Bovetas emendaram 4 derrotas e não vencem há 16 partidas, 14 delas perdidas. São 8 derrotas distante da sua gente e uma única nas últimas 15 visitas, 11 delas derrotadas. Voltará o Boa a ganhar ainda em 2015? Sei não...

35 rodadas já tivemos nesta segunda divisão. Faltam apenas três! Eis a classificação: em 1°, Botafogo subido com 68; em 2°, América Mineiro com 63; em 3°, Vitória com 60; em 4°, Santa Cruz com 58; em 5°, Sampaio Corrêa com 57; em 6°, Náutico com 56; em 7°, Bahia com 55; em 8°, Bragantino com 54; em 9°, Paysandu com 53; em 10°, Luverdense com 51; em 11°, CRB com 50; em 12°, Criciúma com 45; em 13°, Paraná e Atlético Goianiense com 43; em 15°, Oeste com 42; em 16°, Ceará com 41; em 17°, Macaé com 39; em 18°, ABC rebaixado com 29; em 19°, Boa Esporte rebaixado com 24; e em 20°, Mogi Mirim rebaixado com 23.

A próxima rodada começará às 21h de depois de amanhã com Paysandu x Luverdense, Oeste x Criciúma e um melancolicamente tristíssimo que deverá ser ABC x Mogi Mirim (último jogo do Alvinegro em Natal no torneio pois seu último mando, contra o Botafogo no dia 21, está a uma homologação da CBF de ser vendido para Brasília). Às 17h30 do sábado, teremos Bragantino x Sampaio, Boa x Bahia (em Varginha mesmo, por mais que os tricolores e a Federação Baiana protestassem por não deixarem o jogo acontecer em Aracaju), Náutico x CRB (alagoanos sem o suspenso goleador Zé Carlos), Vitória x Ceará e Botafogo x Santa. Poderá ser este o jogo do título, mas não dá para comemorar ainda pois necessário será esperar até perto das 23h. Motivo: só às 21h começará Paraná x América Mineiro, simultâneo no "embalo noturno" a Atlético Goianiense x Macaé.

O Glorioso conquistará a Série B se ganhar e o Coelho no máximo empatar pois a diferença ficaria em 71 x 64, impossível de tirar em duas rodadas. Agora, por mais que imagine ser quase impossível que assim seja, eu gostaria que os botafoguenses dessem uma freada e os americanos seguissem vencendo para que a distância entre eles na última rodada chegasse a no máximo dois pontos. Causa, motivo, razão ou circunstância: sabem qual embate a última rodada aponta? Pois é: Botafogo x América no Rio de Janeiro. Não seria a final, mas equivaleria a uma final igual aconteceu, por exemplo, no Santos 1 x 0 Corinthians de 1984 e no Fluminense 3 x 2 Flamengo de 1995. Bom, o sábado pode ser alegre para os mineiros se empatarem por isso lhes garantir o retorno à Série A, que até mesmo o Vitória pode assegurar, desde que ganhe do Ceará e some a isso uma derrota do Sampaio (que poderia igualar em pontuação, mas perderia nos êxitos pois teria três a menos com duas rodadas por jogar) e outra do Náutico (que nos triunfos poderia igualar os baianos, mas nos pontos teria sete a menos).

No tocante à briga pela primeira divisão, vejamos os últimos confrontos de cada postulante:

América (63) - Paraná fora, Ceará em casa e Botafogo fora
Vitória (60) - Ceará e Luverdense em casa e Santa Cruz fora
Santa Cruz (58) - Botafogo e Mogi Mirim fora e Vitória em casa
Sampaio Corrêa (57) - Bragantino e CRB fora e Paraná em casa
Náutico (56) - CRB e Bahia em casa e Bragantino fora
Bahia (55) - Boa Esporte e Náutico fora e Atlético Goianiense em casa
Bragantino (54) - Sampaio Corrêa em casa, Paraná fora e Náutico em casa
Paysandu (53) - Luverdense e Criciúma em casa e Oeste fora
Luverdense (51) - Paysandu e Vitória fora e Mogi Mirim em casa

Lá embaixo, vitórias no fim de semana deixarão Criciúma, Paraná e Atlético assegurados na primeira divisão, desde que no entanto o Macaé perca. Por causa dos critérios de desempate e da pontuação, isto ainda não confirmará Oeste e Ceará na letra fria dos números mesmo que vençam, mas 99,9% assegurados estariam.

Assim como na luta pelo acesso, também na fuga do descenso destaco as contendas restantes:

Criciúma (45) - Oeste e Paysandu fora e CRB em casa
Paraná (43) - América Mineiro e Bragantino em casa e Sampaio Corrêa fora
Atlético Goianiense (43) - Macaé e Oeste em casa e Bahia fora
Oeste (42) - Criciúma em casa, Atlético Goianiense fora e Paysandu em casa
Ceará (41) - Vitória e América Mineiro fora e Macaé em casa
Macaé (39) - Atlético Goianiense fora, Boa Esporte em casa e Macaé fora

Um destaque para os juniores

Nos clubes, a Copa do Brasil Sub-20 teve o Atlético Paranaense confirmado na finalíssima ao bater o xará Mineiro por 3 x 1, agora esperando por São Paulo ou Joinville, que tem vantagem paulista por 1 x 0. Já a Seleção de Novos enfrenta hoje os Estados Unidos pela primeira de duas vezes, bola rolando na Ilha do Retiro.

Curtinhas

*As datas do torneio de futebol masculino dos Jogos Olímpicos de 2016 apontam bola rolando de 4 até 19 de agosto, com o Brasil disputando duas partidas em Brasília e uma em Salvador na classificatória. Nos finalmentes, o Rio de Janeiro terá uma semi e a finalíssima, São Paulo a outra semi e Belo Horizonte o terceirão.

*Já nas mulheres, jogos de 3 a 19 de agosto com o Brasil presente duas vezes no Rio e uma em Manaus na fase inicial. Nesta competição, São Paulo sai já nas quartas e BH receberá uma semi e o terceiro lugar.

*Gilson Kleina não é mais técnico do Avaí, no qual obteve 13 vitórias, 10 empates e 18 derrotas. O clube confirmou o auxiliar Raul Cabral para dirigir o time na tentativa de fugir do rebaixamento no Brasileirão.

*Flamengo a um OK da CBF de confirmar para Brasília o jogo contra a Ponte Preta no dia 22. Motivo: impedido o uso do Maracanã na data devido ao show do Pearl Jam - que hoje tocará na Arena do Grêmio.

*Dor que pai e mãe nenhum deveriam ter, de maneira alguma, é sofrida pelo Keirrison desde hoje. Filho do avante do Coritiba, Henri Lucca morreu nesta madrugada aos apenas 2 anos de problemas respiratórios.

*Aprovado parcialmente pela Câmara de Campinas o Dia da Glória Campineira em 13 de agosto, data do título brasileiro do Guarani em 1978. Apenas dois vereadores rejeitaram o projeto de Cid Ferreira. Ainda assim, a prefeitura não terá obrigação nenhuma de promover atividades alusivas à ocasião.

*Primeiro brasileiro campeão norte-americano de beisebol, Paulo Orlando recebeu uma homenagem da CBBS (Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol) ontem, na paulista Ibiúna, onde há um centro de treinamento só para a modalidade. O campeão pelo Kansas City Royals recebeu uma placa da entidade.

*Grupos da eliminatória sul-americana do Mundial de Futsal: o A terá Brasil, Equador, Paraguai (anfitrião do evento de 2 a 14 de fevereiro de 2016), Peru e Venezuela; e no B estarão Argentina, Bolívia, Colômbia, Chile e Uruguai. Só não sei pra quê os colombianos vão disputá-la se já estão no Mundial enquanto país-sede.

*Basquete: a vitória por 72 x 68 do Brasília sobre o argentino Obras Sanitarias, pela rodada inicial da fase semifinal da Liga Sul-Americana, teve uma hora e 20 minutos totais de paralisação por falta de energia elétrica no Palácio Peñarol, em Montevidéu. A primeira parada foi de uma hora e a outra ocorreu após 21 segundos de jogo.

*Vôlei: depois de 5 meses parada por se recuperar de cirurgias nos dois joelhos, a central Thaísa voltou a jogar na vitória do seu Vôlei Nestlé por 3 x 1 sobre o Rio do Sul (25/17, 22/25, 25/15 e 25/21).

Luto na TV: adeus, Sandra Moreyra

Uma das melhores repórteres do telejornalismo brasileiro foi vencida aos 61 anos pelo terceiro câncer que sofreu desde 2008, este último diagnosticado há menos de um mês. Foram 40 anos de trabalhos jornalísticos da neta do poeta Álvaro Moreyra e filha do cronista esportivo Sandro Moreyra, do qual herdou o amor pelo Botafogo - pois é, o mesmo Botafogo que ontem perdeu uma grande torcedora e a homenageou recolocando-se na primeira divisão para 2016. Sandra começou no Jornal do Brasil como estagiária em 1975, passou a repórter quando formada em 1976 e saiu em 1979 pois seu marido foi trabalhar na Argélia. Grávida, retornou ao Brasil e trabalhou com publicidade.

Começou em televisão na Aratu da Bahia, então afiliada da Plim-Plim, e depois passou por Bandeirantes e Manchete. Chegou à Globo em 1984 através da Globo Minas, por ela cobrindo o enterro do presidente eleito Tancredo Neves. Foi para a matriz no Rio de Janeiro em 1986 e atendeu a todos os jornais e programas da estação, tendo também participações de bastidores como editora executiva do "Bom Dia Brasil" e gerente administrativa da Globo News de 1999 a 2004, além de apresentadora do "Espaço Aberto Literatura". Mais recentemente, comandou o núcleo de reportagens especiais da emissora aberta. Com perda na força vocal, não pôde mais interpretar seus textos, que seguiram escritos para outras vozes interpretarem.

A notícia da morte da Sandra Moreyra foi dada às 15h16 no "Estúdio i" da Globo News pela Maria Beltrão, que assistirão aqui ter ficado abaladíssima e quase sem condições de noticiar o fato e chamar um VT na sua voz com um retrospecto da carreira da colega e amiga. Emoção também marcou o fim do "RJTV", como veem aqui, onde notarão que Renata Capucci nem sequer disse "até amanhã" pela tristeza também dominá-la. Nas matérias que recordaram sua trajetória na Globo, em meio a tantas notícias pesadas e leves que tiveram sua cobertura, dois destaques a imagens recuperadas faço: uma delas ao reportar a festa dos torcedores do seu Botafogo campeão brasileiro de 1995 e outra que não passou ao vivo e que mostra uma sambada cheia de alegria no sambódromo do Rio de Janeiro em meio a uma de tantas coberturas de desfiles das escolas do Grupo Especial.

Para completar a lembrança da Sandra, que já deixa saudades, deixo aqui a íntegra do documentário "70", lançado no ano passado e do qual é a roteirista. O tema da obra dirigida por Emília Silveira é o sequestro do embaixador suíço Giovanni Enrico Bucher aqui no Brasil na década de 70, o que é recordado por 18 pessoas.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Leio na Patrícia Kogut que a TV Brasil deverá repetir alguns programas se a greve promovida pelos funcionários no Rio de Janeiro não acabar tão cedo. O "Repórter Brasil Tarde", por exemplo, já nesta terça-feira foi comandado de Brasília, para onde enviaram a apresentadora Luciana Barreto. Bicho pegando lá na EBC.

*Olham aqui a chamada de "Banquete - Experiências Gastronômicas", que a TV Bandeirantes do Rio Grande do Sul estreará às 10h30 do sábado da semana que vem (mas dá no mesmo dizer dia 21). São seis chefs buscando novos temperos por todo o estado e histórias de famílias convidadas e suas tradições permearão os episódios.

*Mais aldeia pampeana: leio no Coletiva que foi adiado pela RBS o lançamento do Octo, canal multiplataforma que substituirá a TVCOM. O início seria na terça-feira da semana que vem, mas ficou para depois do dia 20, em data ainda não confirmada, mas que garantem ser ainda neste mês. Ajustes operacionais, dizem.

*Você já leu neste Papo de Bola que o "RJTV" das 19h15 tem tido apresentação da Renata Capucci desde 7 de setembro devido a um problema de saúde da Ana Luiza Guimarães, que se recupera de cirurgia à qual submetida foi no Sírio-Libanês, em São Paulo, mas da qual nunca falou mais detalhadamente ao responder a amigos e fãs nas redes sociais. Sabemos agora pelo Daniel Castro o que é que aconteceu com a Luli: um tumor encapsulado no pâncreas. Uma pessoa próxima da jornalista disse que ela não terá sequelas, mas que a recuperação será longa. Bah, não gostei... Muita força pra Ana Luiza, que completará 49 anos na terça que vem.

*Mais Globo: a previsão do tempo do "Jornal Nacional" ganhou uma ampliação na internet, com Maria Júlia Coutinho gravando boletins específicos para cada uma das cinco regiões, que publicadas são pelo G1.

*Ator da "Zorra" e intérprete de personagens como Bicalho e Celso Piquete na "Escolinha do Professor Raimundo", completa 75 anos nesta quarta-feira o ator Antônio Pedro, que fez filmes como "Casa da Mãe Joana".

*Negar que "Os Dez Mandamentos" é um fenômeno de audiência é jogar contra a informação. E não estou nessa turma, evidentemente. Leio no Ricardo Feltrin que pela primeira vez a novela bíblica da Record liderou por três dias seguidos no Painel Nacional de Televisão, que abrange 15 regiões metropolitanas. Foram 23 pontos nos dias 2 e 4 deste mês, com 24 no dia 3. Mais: o capítulo de ontem, que teve a abertura do mar vermelho, apontou uma ótima vitória da Record nas prévias do "Ipobre" com 27,8 pontos seus contra 19,4 da Globo em São Paulo, sei dessa pelo Mauricio Stycer. Em Belo Horizonte, a vantagem prévia foi por 23,3 x 20,8. Mas chamou mais ainda a atenção o índice no Rio de Janeiro: nada mais e nada menos que 30,3 x 19,4. Essa deve ter doído.

*Para promover este capítulo do mar vermelho, a Record colocou Aline Pacheco para entrevistar atores da novela ao vivo em vários "Balanço Geral" pelo país nesta terça. Um deles foi o daqui do Rio Grande do Sul.

Bela do Dia: Amanda Peet

Amanda Peet, atriz. Ao olhar nesta madrugada um pouco do filme "Meu Vizinho Mafioso 2" na Globo ao esperar "Mentes Criminosas", pensei que já tinha publicado esta moça bonita de olhos lindos nesta seção. Mas só hoje lembrei de fazê-lo! Vê como nem sempre sou atento como deveria ser?

*Completa 50 anos hoje Max Mutchnick, que criou com David Kohan a exitosa série "Will & Grace".

*55 anos quem faz é Stanley Tucci, indicado ao Oscar de coadjuvante por "Um Olhar do Paraíso".

*Se não falecesse em setembro, John Guillermin chegaria nesta quarta aos 90 anos. Ele dirigiu filmes como "Crepúsculo das Águias", "Inferno na Torre" e a segunda versão de "King Kong".

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Clipe do Dia

Jim Peterik faz 65 anos hoje. Fundador do Survivor, já não é mais guitarrista da banda. Com Frankie Sullivan, ele é autor de dois clássicos dos filmes do boxeador criado pelo Sylvester Stallone: este aqui é "Burning Heart", do "Rocky 4", com vocal de Jimi Jamison; e este aqui é "Eye of The Tiger", de "Rocky 3 - O Desafio Supremo", com vocal de Dave Bickler. Uma curiosidade: "Eye" foi criada depois que a canção inicialmente pensada pelo Sly para o terceiro filme não foi liberada pelos autores. Qual? "Another One Bites The Dust", do Queen. Graças a Deus que o Queen não a liberou, pois sinceramente acho que nada teria a ver com Rocky Balboa como muitissíssimo tem a ver "Eye of The Tiger", que também se tornou a maior música do boxe num todo.

Antes do Arremate...

...um reforço sempre válido: este Papo de Bola - o Site precisa de patrocinadores para se manter no ar, por não ser apenas o custo da hospedagem o necessário para tanto e sim outros ainda maiores. Se você quiser anunciar nestes escritos, clique aqui e dê uma olhada nas maneiras de como fazê-lo que muito bem vindo serás e muito agradecido ficarei. Também continuo forçosamente adotando o "Ajude o PB", de colaborações avulsas.

Arremate

Só agora me toquei disso: se suspenderem o atletismo russo, não teremos Yelena Isinbayeva no Rio 2016.

"24 Horas" volta antes que saibamos se isso será reviravoltado de algum jeito ou não!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia") e editor do blog "Papo Final" no Final Sports.

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com
BLOG NO FINAL: papofinal.final.com.br


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.