.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros

.

.

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Sábado e domingo, 7 e 8 de novembro de 2015 - ANO 13, EDIÇÃO 46
Libertadores Feminina chegando ao fim

O domingo marcará na Colômbia o encerramento da sétima edição da Copa Libertadores Feminina, infelizmente sem transmissão pela televisão para nosso país pelo quarto ano seguido e sem qualquer cobertura mais forte da grande mídia. Admito que tenho vontade de assistir a final às 15h no BBB (Big Ben Brasília), mas só buscando em sinais ao vivo na internet por outro jeito não existir. É uma decisão que poderá tanto consagrar uma campeã inédita quanto confirmar um raio caindo pela segunda vez no mesmo lugar - e que não venha tal raio.

Araraquara torcerá bastante pela Ferroviária, que buscará adicionar mais esta conquista a um momento muito bom vindo desde o ano passado, quando venceu o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil. O bicampeonato da Copa não veio este ano pois deu Kindermann no epílogo, mas quem sabe o topo do pódio na América compense esta perda? Além disso, marcaria mais ainda um ano especial para a Locomotiva pois somado seria este feito ao dos homens na A2, que fará a divisão principal de 2016 ser a sua primeira depois de 20 anos.

O problema está no adversário. O Colo-Colo do Chile foi o único "estranho no ninho" a vencer a Libertadores - isto é: a única agremiação que não do Brasil a arrematá-la. E o título veio em 2012 diante de quem? De um brasileiro, no caso o Foz Cataratas. Não me inventem as chilenas de "fazer graça" pra cima da gente outra vez que será dose para leão, como diria o Emerson ao pagar o imposto de renda. Que a Ferrinha se junte ao Santos de 2009 e 2010 e ao São José de 2011, 2013 e 2014. E que dê Águia do Vale no terceirão contra o UAI Urquiza.

Das campanhas: a Ferroviária tem 3 vitórias e 1 empate, marcando 10 gols e não sofrendo nenhum; e o Colo-Colo tem 4 vitórias, anotando 13 gols e tomando somente um. A bola rolará em um estádio bem conhecido da gente: o Atanásio Girardot, onde seguidamente os clubes brasileiros enfrentam Atlético Nacional e Independiente pelas competições masculinas da Conmebol e no qual o Grêmio foi campeão da Libertadores de 1995.

Os destaques da Série B

Atenção: este tópico foi atualizado na manhã do domingo com a repercussão das partidas deste sábado para fins de maior imediatismo. Reprisada ela será na coluna de segunda-feira para quem perder o adicional.

O acesso alvinegro carioca ficou para terça-feira pois a necessidade tricolor catarinense de evitar encrencas no tocante ao rebaixamento falou mais alto, enquanto a chapa na luta pelo último acesso esquentou pra valer e tem um enfrentamento pernambucano bonitaço e separado apenas nos critérios. Eis o resumo:

Criciúma 1 x 0 Botafogo - Não era o dia do Ronaldo: acertou a trave, depois mandou de novo na mesma com ricocheteio na outra e, quando mirou certinho no alvo, o gol não aconteceu pois Luiz impediu. Maurinho é que pôs nas redes após falha do Jefferson na tentativa do Roger Guedes. Primeiro sucesso criciumense no embate com os botafoguenses desde o 1 x 0 na primeira divisão em 2004. O Tigre não empata há 5 jogos com dois deles vencidos e não perde há 3 mandos, caindo uma vez nos últimos 5 e faturando os 2 últimos. O Fogão não empata há 5 duelos com duas quedas e não era superado havia 5 visitas, das quais 4 exitosas.

Bahia 1 x 2 Santa Cruz - Logo após Kieza botar no alvo na jogada seguinte ao pênalti que perdeu, Danny Morais e Bruno Moraes obtiveram uma virada sensacional. Tricolores por tricolores, os pernambucanos têm estado melhores que os baianos ao derrubá-los 3 vezes consecutivas. O Esquadrão de Aço venceu dois dos últimos 9 cotejos com 3 deles perdidos, incluindo os dois últimos. Esta foi apenas sua terceira derrota em 34 mandos nesta temporada (26 ganhos), as outras para Vitória em outubro e Ceará em abril, embora vencesse apenas um dos últimos 4. Já o Santinha não cai há 3 desafios e perdeu só dois dos últimos 10, triunfando em 6. Longe de casa, eram 3 atuações sem sucesso e agora são 4 vitórias nas últimas 21 visitas, das quais 9 perdidas.

Macaé 0 x 2 Vitória - Jogando por eles e pelo Ceará, os baianos deram de ombros para os fluminenses com Vander e Rhayner, este em condição legal por partir da própria cancha. O Alvianil Praiano ganhou uma das últimas 5 presenças, perdendo 3 delas, e não era superado havia 4 mandos. O Leão voltou a se dar bem depois de 3 insucessos, mas vai bem distante de sua gente ao emendar 6 visitas sem derrota, metade ganha.

Náutico 2 x 0 Paraná - Os tentos do Rafael Pereira e do Daniel Morais na metade inicial bastaram para garantir aos pernambucanos a vitória sobre os paranaenses. O Timbu deixou para trás aquele período difícil de um êxito em 7 tentativas, das quais 4 perdidas, e agora não empata há 8 confrontos, ganhando 6 deles, tendo uma derrota nos últimos 10 mandos e 6 triunfos. Curiosidade: os alvirrubros só perderam este ano para rivais locais e equipes do Rio de Janeiro em 27 mandos neste 2015 (dos quais 15 positivos), sendo Botafogo, Flamengo, Sport e Santa aqueles a derrubá-lo na mundialista arena. O Tricolor não perdia havia 5 porfias, mas empatando 4 delas, e agora tem só uma vitória nas últimas 7 jornadas. Nas últimas 18 visitas, ganhou só 3 e perdeu 11.

Sampaio Corrêa 1 x 1 Oeste - Plínio deixou os maranhenses na frente, mas Rafael Martins empatou ao tirar proveito de uma saída errada do Rodrigo Viana, que se redimiu com um leve desvio em incrível oportunidade de virada não obtida pelo Wagninho aos 44 do segundo. O Bolívia Querida não é vencido há 4 partidas, mas ganhou apenas duas das últimas 9, ainda que perdendo só uma. Como mandante, a invencibilidade é de 5 contendas, mas 3 delas empatadas. O Rubrão venceu um dos últimos 5 jogos e empatou dois deles, ganhou só 3 dos últimos 18 e empatou 10 deles, tendo também 13 visitas sem êxito com 7 delas empatadas.

CRB 4 x 1 Atlético Goianiense - Zé Carlos, Gerson Magrão e Danilo Bueno deixaram os alagoanos muito na frente, Júnior Viçosa diminuiu e Maxwell fechou a conta e passou a régua. O Galo da Pajuçara voltou a vencer após 3 pelejas e não cai há 5 mandos, dos quais 4 exitosos, tendo perdido só um dos últimos 13 e ganhando 9. O Dragão não ganha há 3 desafios e faturou um dos últimos 5, voltando a perder após 5 visitas, mas agora tendo somente duas positivas nas últimas 9. Do que adiantou perder pouco, mas ganhar pouco?

Ceará 3 x 0 ABC - Charles e o dobrador Siloé levaram o Vozão a emendar 4 vitórias, algo que não acontecia desde ainda janeiro deste ano (Guarani, Maranguape, Itapipoca e Guarany), e ter um mando perdido nos últimos 8, com metade vencida. Outra marca: não vencia dois mandos seguidos desde maio (Atlético Goianiense e América Mineiro). É um exemplo de crescimento na hora mais que necessária e certeira. Já o Alvinegro ganhou dois dos 29 últimos pegas, 16 deles perdidos, e não vence há 12 visitas, das quais 8 perdidas.

Luverdense 2 x 0 Boa Esporte - Tozin e Diego Rosa oficializaram o rebaixamento dos mineiros do sul do estado, que tão bem foram em 2014 ao ficarem a apenas três pontos do acesso e que neste 2015 foram, sem querer ser desrespeitoso e apenas sendo verdadeiro diante do retrospecto geral, um autêntico lixo inútil que humilhou sem a menor necessidade a cidade de Varginha. O Verdão do Norte não empata há 6 jornadas e faturou 4 delas. São 3 sucessos consecutivos em casa e 8 mandos sem queda com 5 triunfos, além de um mando perdido nos 13 últimos com 8 êxitos - e a baixa não foi em Lucas do Rio Verde, onde não é apunhalado desde o Criciúma na metade de junho. Os Bovetas não se dão bem há 15 atuações, 13 delas perdidas, e emendaram 7 visitas derrotadas com apenas duas positivas de 24 em toda a temporada, das quais 14 fracassadas. Pediu, né?

34 rodadas já eram: em 1°, Botafogo com 65; em 2°, América e Vitória com 60; em 4°, Santa e Náutico com 55 (tricolores na frente por 10 gols de saldo contra 4 dos alvirrubros); em 6°, Bragantino, Sampaio e Bahia com 54; em 9°, Paysandu com 52; em 10°, Luverdense com 51; em 11°, CRB com 47; em 12°, Paraná e Atlético com 43; em 14°, Oeste e Criciúma com 42; em 16°, Ceará e Macaé com 38 (cearenses na frente por 10 vitórias a 9 dos fluminenses); em 18°, ABC com 28; em 19°, Boa rebaixado com 24; e em 20°, Mogi rebaixado com 22.

A 35ª rodada será toda nesta terça-feira com os primeiros quatro jogos às 19h e os outros seis às 21h30 (tudo nos horários de Brasília): América Mineiro x Vitória, Mogi Mirim x Paysandu, Macaé x Náutico, Criciúma x Boa Esporte, Luverdense x Botafogo, Santa Cruz x Oeste, Bahia x ABC, Sampaio Corrêa x Atlético Goianiense, Ceará x Bragantino e CRB x Paraná. Note que apenas a última porfia se mostra sem valor ao ter dois intermediários, até porque é mais fácil eu pedir em casamento a nova "dona da bancada" Michelle Barros ao vivo no estúdio do "SPTV" com o Márcio Canuto ao meu lado do que o CRB obter a incrível, fantástica e extraordinária combinação de vitória sua somada a derrotas de Santa e Náutico e, no máximo, empates de Braga, Sampaio e Bahia para, assim como o Luverdense neste momento, chegar na antepenúltima rodada a 4 pontos do G4.

Os destaques da Série A

Atenção: este tópico foi atualizado na manhã do domingo com a repercussão das partidas deste sábado para fins de maior imediatismo. Reprisada ela será na coluna de segunda-feira para quem perder o adicional.

Olhemos o que é que motiva quem em cada jogo desta 34ª rodada, que pode confirmar o campeão de 2015.

Corinthians x Coritiba (sábado, 19h30) - Líder com 73 pontos, o Timão vencerá a competição na letra fria dos números com vitória sua somada à não-vitória do Atlético Mineiro. Antepenúltimo com 34, o Coxa deixará a zona do rebaixamento se ganhar e contar com dois tropeços entre Figueirense, Avaí e Goiás. (Atualização: Dois minutos após Jadson acertar a trave, ele abriu o marcador de pênalti que na imagem ao vivo me pareceu acontecer e que na câmera lenta achei ter tido uma forçada de barra na queda do Edílson - que, no fim do primeiro tempo, teve a bola em sua mão num lance que, pela recomendação da CBF, mereceria a marcação de penalidade máxima. Após empatar, Negueba acertou a trave num cruzamento incrível. Depois, Henrique teve um erro salvando outro erro: o primeiro foi do bandeirinha ao dar impedimento inexistente, mas o outro foi do próprio coxa-branca ao fingir ter sofrido pênalti do Cássio. Nos minutos finais, Lucca deixou o Coringão quase campeão por 2 x 1.)

Figueirense x Atlético Mineiro (domingo, 17h) - 15° com 36, o Furacão do Estreito precisa vencer para seguir fora dos quatro últimos pelas próprias forças, sem depender de resultados paralelos para tanto em caso de empate ou derrota. Vice-líder com 62, o Galo tem que ganhar e torcer por derrota do Corinthians para diminuir a dist... Ah, esquece. Vitória neste caso lhe valerá é para fins da fase de grupos na Libertadores.

Sport x Grêmio (domingo, 19h30) - 8° com 49 pontos, o Leão precisa vencer e torcer por derrotas de Santos e São Paulo para ficar a um ponto do quarto lugar. 3° com 59, o Tricolor deve triunfar para, somado isso também a baixas dos dois paulistas, livrar 9 pontos de frente e praticamente assegurar a fase de grupos da Libertadores. Jogo de marcas especiais para ambos: enquanto os rubro-negros fecharam um ano de invencibilidade na Ilha do Retiro, o que é algo sensacional, os gremistas jogarão no fim de semana dos 80 anos da morte de Eurico Lara, seu mítico guarda-metas dos anos 20 e 30, que tão especial é que é até citado no seu hino.

Joinville x Santos (domingo, 18h) - Penúltimo com 30 pontos, o JEC precisa vencer e torcer por derrota do Avaí e no máximo empates de Goiás e Coritiba para ficar a 2 pontos de escapar do fundo do poço. 4° com 53, o Peixe necessita ganhar e torcer por derrota do Grêmio para ficar a 3 pontos do terceirão.

Cruzeiro x São Paulo (domingo, 17h) - 10ª com 45 pontos, a Raposa tem que fazer sua parte e torcer por derrota do Santos para ficar a 5 pontos dos paulistas na briga pelo quarto lugar. 5° com 53, o Tricolor subirá uma posição se tiver um resultado melhor que o Peixe, seja vitória sua e empate dele ou empate seu e derrota dele, e está na mesmíssima condição descrita no parágrafo acima em relação ao Grêmio.

Internacional x Ponte Preta (sábado, 17h) - Ambos tem 50 pontos, o Colorado em 6° e a Macaca em 7°. Quem vencer torcerá por derrotas de Santos e São Paulo para igualar a pontuação deles. (Atualização: o único gol da vitória colorada surgiu de um lance onde os ponte-pretanos reclamaram de falta de "fair play" com a bola posta para fora no atendimento ao Biro-Biro e que deveria mesmo ter sido devolvida para eles. No entanto, muita coisa aconteceu do reinício do jogo até a finalização do Vitinho no alvo, daí não acho que a falta de devolução tenha sido decisiva pois os paulistas tiveram muito tempo para desarmar os gaúchos e não o fizeram.)

Palmeiras x Vasco (domingo, 17h) - 9° com 48 pontos, o Verdão deve ganhar e torcer por derrotas de Santos e São Paulo para ficar a 2 pontos deles. Lanterna com 30, o Cruzmaltino tá na mesmíssima situação descrita mais acima para o JEC. O jogo do Allianz Parque "levou a melhor" na "queda de braço" pelo domingo em Sampa City graças à manutenção pela CBF da tabela desmembrada e ao fator TV para o Rio.

Flamengo x Goiás (domingo, 17h) - 11° com 44 pontos, o Mengão está a nove do quarto e dez acima do décimo sétimo. Sinceramente, nem tem graça projetá-lo. Não dá! Justamente o 17° com 34 pontos, o Esmeraldino nem precisa vencer para sair dos quatro últimos. Até mesmo empate já ajudará, desde que o Coritiba no máximo faça o mesmo e o Avaí perca. Os critérios de desempate deixariam os verdes fora da zona da sarjeta. Curiosidade: esta peleja acontecerá no dia seguinte aos 25 anos completados pela final entre ambos na segunda Copa do Brasil. Naquele 1990, o rubro-negro foi campeão sem ter atuado no Maracanã, visto que a ida vitoriosa por 1 x 0 se deu em Juiz de Fora, com a volta empatada sem gols acontecendo no Serra Dourada.

Fluminense x Chapecoense (sábado, 21h) - 12° com 43 pontos, o Tricolor é outro que não anima para projetar até por ser improvável demais a soma de uma derrota sua a vitórias de todos os abaixo do seu adversário. Deixa pra lá. 14° com 40, o Verdão do Oeste precisa do êxito, aí sim, para seguir mais tranquila e livre de ameaças de Série B caso os concorrentes a seguir inventem de, na mesma rodada, se superarem. (Atualização: depois de sair na frente com Jean num pênalti existente sobre Marcos Junio, o Tricolor tomou o vira com Túlio de Melo e Thiego em menos de cinco minutos. Até teve o empate do Gustavo Scarpa, mas Camilo decretou a vitória da Chape, que tem uma marca incrível: desde o ano passado, ganhou todos os quatro jogos contra o Flu.)

Atlético Paranaense x Avaí (sábado, 19h30) - 13° com 43 pontos, o Furacão tá na mesma do Flu, que citei logo acima. 16° com 35, o Leão da Ilha é obrigado a ganhar para continuar fora da turma da degola pelas próprias forças, pois empate só lhe servirá se for o obtido no máximo por Goiás e Coritiba. (Atualização: no tempo primeiro, Walter e Sidcley abriram frente para o Furacão, não importando que Anderson Lopes diminuísse no segundo pois, mesmo tendo meia hora para atingir a igualdade, o Leão da Ilha não a obteve.)

Tempo de finalíssimas

Atenção: este tópico foi atualizado na manhã do domingo com a repercussão das partidas deste sábado para fins de maior imediatismo. Reprisada ela será na coluna de segunda-feira para quem perder o adicional.

Decisões começando nas outras séries do Brasileirão. A iniciada no sábado é a da D, que vai mesmo acontecer no Santa Cruz no fim das contas. O Botafogo de Ribeirão Preto recebe o Ríver, que mandará o desfecho no sábado que vem em Teresina. (Atualização: estava 0 x 0 até 12 do segundo, depois disso Francis marcando duas vezes para a Pantera. Os 10 minutos finais foram uma loucura: Célio Codó diminuindo, Francis fazendo o terceiro e Amorim recolocando o Galo Carijó na parada aos 43 minutos. Na primeira edição da quarta divisão, a ida da final teve o mandante Macaé vencendo por 3 x 2 o São Raimundo, que seria campeão vencendo em Santarém por 2 x 1, o que faz com que os paulistas não queiram repetir os fluminenses litorâneos e que os piauienses busquem uma reviravolta igual à dos paraenses.) Já a C abrirá os finalmentes no domingo. Se o Londrina quer um outro troféu nacional para somá-lo à Taça da Prata de 1980, o Vila Nova quer levar a Terceirona para repetir 1996.

A fama inesperada de Wendell Lira

Sem jogar desde que o Tombense perdeu para o Londrina ainda no começo de junho, desempregado há três meses, o atacante ganhou os olhos do mundo graças a um golaço que somente 389 pessoas (342 pagantes) assistiram in loco numa noite de quarta-feira no Serra Dourada. Até não acho que o seu que abriu a vitória do Goianésia por 2 x 1 sobre o Atlético vença o Prêmio Puskas pois outros creio que serão mais votados - tô muito inclinado aos tentos do Ramírez pelo Herediano contra o Deportivo Saprissa, uma linda combinação de domínio no peito e na cabeça antes do chute sem deixar a bola cair no gramado, e da Carli Lloyd pelos EUA na final da Copa do Mundo Feminina contra o Japão pelo arremate de muitíssimo longe ser de dificílimo grau de sucesso, além desse do Tévez pela Juventus sobre o Parma me lembrar em algumas coisas o ganhador do Neymar naquele Santos x Flamengo de 2011 -, mas é merecedora desta condição a proeza anotada para o Azulão do Vale do São Patrício pois realmente foi muitíssimo bonitérrima. Ah: e não havia impedimento.

Curtinhas

*Grupos do Campeonato Maranhense de 2016: o A terá Sampaio Corrêa, Moto Club, Araioses e São José; e o B trará Maranhão, Imperatriz, Cordino e Santa Quitéria. Primeiro turno com jogos dentro de cada grupo, segundo com uma chave contra outra, cada turno com semifinal e final. Vencedores distintos? Finalíssima.

*José Carlos Brunoro não é mais executivo do Brasília, que este ano foi vice-campeão distrital e que, sobretudo, surpreendeu ao alcançar as oitavas-de-final da Copa Sul-Americana ao eliminar o Goiás.

*Anula aquilo de Aracaju. A CBF cortou o barato do Boa Esporte, que já tinha jogado a toalha e admitido seu rebaixamento a ponto de querer lucrar em cima dos torcedores do adversário em estado vizinho. Nada mais de enfrentar o Bahia no Sergipe no sábado que vem. Varginha é que receberá este prélio.

*Gramado sintético na Arena da Baixada. Não sei se é uma boa essa ideia do Atlético Paranaense, não...

*Guerrero enfrentará o Brasil no dia 17, convocado que foi pelo Peru para este jogo e também o diante do Paraguai na sexta-feira da semana que vem. Que ele não me invente de balançar as redes canarinhas.

*Handebol: depois de tomar 29 x 20 da Alemanha, a seleção masculina do Brasil fecha a Supercopa diante de Eslovênia no sábado e Sérvia no domingo. O torneio ocorre em território chucruteiro desde 1979.

*Futsal: acaba na manhã deste domingo o Grand Prix em Uberaba, tomara que com o Brasil na finalíssima. Depois de fazer 3 x 1 no Paraguai, é pegar a Colômbia. A outra semifinal aponta Paraguai x Irã.

*Basquete: com 23 pontos nos 93 x 68 do seu Brasília sobre o Pinheiros, Guilherme Giovannoni igualou Marcelinho Machado, Alex, Shamell e Marquinhos como atletas com mais de 4.000 pontos no NBB.

*Tênis: com a eliminação dos irmãos Bryan nas quartas-de-final de Paris, Marcelo Melo assegurou a liderança do ranqueamento de duplas da ATP até o fim de 2015, o que fará com que o Brasil volte a encerrar um ano com um tenista seu na liderança do levantamento desde Gustavo Kuerten no simples em 2000. Boa!

*Vôlei: Superliga Masculina 2015/2016 aberta com Brasil Kirin x Maringá e Minas x São José no sábado, Voleisul x UFJF e Montes Claros x Taubaté no domingo e Canoas x SESI na segunda. Bento Vôlei x Sada Cruzeiro ficou para o dia 18 pois os indomáveis mineiros ganharam agora a Supercopa ao aplicar 3 x 0 no Taubaté (33/31, 25/14 e 25/21). A Supercopa delas foi pro Rexona/Ades com 3 x 0 no Pinheiros (25/16, 25/16 e 25/22).

Momento Raridade Rara: 10 anos da Haroldão AM

Emissoras de rádio com o nome completo do seu dono confesso não conhecer - e, se outras existirem, avisado gostaria de ser. Alguém poderá lembrar da saudosa Rádio Mayrink Veiga do Rio de Janeiro, que existiu em 1440 khz de 1926 até 1965, mas esta tinha apenas o sobrenome e não o nome do proprietário Antenor. Faço esta observação pois, há 10 anos completados neste sábado, surgia no mesmo Rio uma nova estação em AM 1060, prefixo que teve por um tempaço a Rádio Mauá. Entrava no ar a Rádio Haroldo de Andrade.

Um dos maiores comunicadores do rádio brasileiro em todos os tempos, Haroldão estava fora do ar desde que, sem prévio aviso, demitido fora pela Rádio Globo em julho de 2002 após encerrar seu programa e anunciar o retorno na segunda-feira, retorno que não aconteceu por não aceitar se enquadrar na proposta de formação de rede adotada pela estação - que acabou se mostrando errada com o passar dos anos e que, somente nos últimos dois, é que foi escanteada em prol da volta à regionalização para recuperar parte do terreno perdido.

Escutam aqui a abertura do primeiro "Programa Haroldo de Andrade" na emissora que levava seu nome e na qual ele já comunicara na Mauá de 1954 a 1961. Esta sua frase não precisa de explicações pois quem sabe da história entende perfeitamente: "Não adianta veicular em rede para economizar. Não funciona. Perde-se audiência pois o rádio, antes de tudo, é comunidade, é estar perto do ouvinte." Foram 1.130 dias que separaram a despedida na Globo em 12 de julho de 2002 até o regresso naquela manhã de 7 de novembro de 2005.

A Haroldão AM teve nomes como Mário Esteves, Maurício Menezes, Cidinha Campos, João Roberto Kelly e, no futebol, o tradicional Áureo Ameno e o narrador Sidnei Marinho, egresso de Cabo Frio. Também a programação contava com os filhos Wilson Andrade e Haroldo Júnior, este atualmente comunicando na Tupi no horário clássico do pai das 9h às 12h. Haroldo morreu em março de 2008 e a emissora terminou dois meses depois. Nos dias atuais, o canal AM 1060 transmite a Rede Canção Nova, de programação religiosa.

Uma curiosidade: a Haroldo de Andrade esteve no ar no último grande período do rádio popular legitimamente em AM, já que a Tupi chegou ao FM em 2009 e a Globo em 2010, duplicando seus sinais.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Completando 50 anos neste sábado Paulo Bogado, professor da Ulbra e apresentador de televisão. Carioca de nascimento e torcedor do Flamengo, veio para o Rio Grande do Sul em 1993 e mora em Canoas desde então. Especialista em assuntos automotivos, apresentou programas sobre os mesmos na Ulbra TV. Nos primeiros anos da Record/RS, participou do matinal "Rio Grande no Ar" como comentarista de economia popular. Mas bem mais conhecido pelo público gaúcho ele ficou de setembro de 2011 até julho deste ano, quando apresentou a versão regional do "Brasil Urgente" na Bandeirantes, na qual também fez entre 2014 e 2015 o "Band Motores" na TV aberta e na Rádio AM. Desde que deixou a Band, Bogado não retornou ainda ao vídeo.

*Quem está com nova atividade é Ivani Schutz, que saiu da RBS TV em setembro após 23 anos. Leio no Coletiva que ela assumiu a coordenadoria da Rede de Parceiros da TVE, emissora na qual iniciou a carreira ainda enquanto estudante no fim dos anos 80, depois sendo assistente de produção e repórter. A Rede de Parceiros abrange 27 estações universitárias, comunitárias, públicas e web por todo o Rio Grande do Sul, delas chegando cerca de 30% dos conteúdos apresentados nos jornalísticos do canal 7. Por um lado, muito bom saber de boas novas da Ivani. Por outro lado, que a TVE trate de colocá-la na telinha em algum programa, claro.

*Dica do Sérgio Tavares: a partir desta segunda, o G1 Paraná passará a apresentar ao vivo os dois "PRTV" da RPC, tanto às 12h quanto às 19h15. É mais um noticiário regional que ganha este alcance, já dado no G1 São Paulo ao "Bom Dia SP" e ao "SPTV" das 12h e no G1 RS ao "Jornal do Almoço" e ao "RBS Notícias".

*Consegui assistir o início do "Via Brasil" deste sábado na Globo e realmente é a Gabriela Ferreira que tem substituído Luciano Cabral na apresentação. Tô até agora sem entender como é que não a reconheci quando peguei o começo do programa da semana passada, falei disso durante esta semana ao dar razão a leitores que me alertaram disso. Das duas, uma: ou eu estava chumbadíssimo de sono ou sou uma fraude.

Bela do Dia: Cíntia Valenttim

Cíntia Valenttim, capa da Playboy deste mês e que é conhecida como "Índia Fitness" por ser ascendente de índios e ter uma forma física, podemos notar, pra lá de excitante. Nascida em Sorocaba, torce para o Corinthians e chegou a representá-lo no "Belas da Torcida" do UOL. Mas vem cá: como é que ela não ganhou? Um corpo delicioso desses e não foi a campeã?

*Muito divulgado nas reportagens exibidas na terça-feira sobre o lançamento do Globo Play, o chamado "capítulo zero" de "Totalmente Demais" acabou passando na televisão nesta sexta, antes do último de "I Love Paraisópolis" - ao menos nas regiões com estado de verão, pois não sei se igual foi nas sem HBV devido a estes receberem a novela das 7 depois do "Jornal Nacional" nestes meses. Bom, "capítulo" só no nome divulgado, pois no fundo do fundo foi um clipão de divulgação de 6 minutos. Acho que isso de mostrá-lo na TV não estava previsto, já que não lembro de ter lido uma vírgula qualquer neste sentido ao longo desta semana.

*"Chaves" mais curto a partir deste domingo nas regiões sem programação local, casos de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e uma que outra mais. O SBT estreará às 10h15 o "Pequenos Campeões", programa que mostrará crianças que superaram dificuldades através da prática de esportes e que será apresentado pela atriz Bianca Castanho, conterrânea da aldeia pampeana, nascida que é em Santa Maria. É o retorno dela ao canal do Patrão, no qual fez novelas como "Esmeralda", que esteve reprisada até março deste ano. Nos últimos anos ela atuou em produções da Record, incluindo a de repeteco encerrado nesta sexta-feira "Dona Xepa" e a futuramente reapresentada minissérie "Rei Davi", que substituirá "Os Dez Mandamentos".

*35 anos neste sábado da morte de Steve McQueen, ator nascido em 1930 e que estrelou clássicos como "Sete Homens e um Destino", "Fugindo do Inferno", "Crown, o Magnífico", "Bullitt", "Papillon" e "Inferno na Torre".

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Clipe do Dia I

Diana King faz 45 anos neste domingo. Cantora jamaicana que teve dois ótimos temas em filmes bem bons dos anos 90: aqui está "Shy Guy", que embalou Will Smith e Martin Lawrence em "Os Bad Boys", e aqui está "I Say a Little Prayer", que lembra das aventuras da Julia Roberts em "O Casamento do Meu Melhor Amigo".

Clipe do Dia II

Um dos maiores galãs do cinema francês celebra 80 anos no domingo. Alain Delon ficou na memória por atuações em "O Sol Por Testemunha", "Rocco e Seus Irmãos" e "O Leopardo", entre tantos filmes. Mas também tem uma bela canção com sua participação: trago aqui "Parole Parole", com a egípcia Dalida.

Clipe do Dia III

Domingo que marca os 70 anos do nascimento de Antônio Marcos, que nos deixou em 1992 e que foi casado com Vanusa e com a atriz Débora Duarte, sendo o pai da Paloma Duarte. Em 1973, deu voz ao tema de Cláudio Fontana, um dos mais maravilhosos sobre Jesus Cristo: destaco aqui "O Homem de Nazaré".

Antes do Arremate...

...um reforço sempre válido: este Papo de Bola - o Site precisa de patrocinadores para se manter no ar, por não ser apenas o custo da hospedagem o necessário para tanto e sim outros ainda maiores. Se você quiser anunciar nestes escritos, clique aqui e dê uma olhada nas maneiras de como fazê-lo que muito bem vindo serás e muito agradecido ficarei. Também continuo forçosamente adotando o "Ajude o PB", de colaborações avulsas.

Arremate

Com Douglas Santos na principal, o flamenguista Jorge foi chamado para amistosos da Seleção de Novos.

"24 Horas" volta antes que ele encare os EUA no Recife e em Belém nos dias 11 e 15!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia") e editor do blog "Papo Final" no Final Sports.

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com
BLOG NO FINAL: papofinal.final.com.br


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.