.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros

.

.

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Domingo e segunda, 1 e 2 de novembro de 2015 - ANO 13, EDIÇÃO 41
O dono do mundo



Não, não me refiro no título aos 70 anos completados neste domingo pelo Gilberto Braga, ainda que assim se chamasse uma de suas tramas recentemente reprisada pelo canal Viva. É o Sada Cruzeiro que merece esta nominação enquanto vencedor pela segunda vez do Mundial de Clubes, reforçando uma condição de dono do vôlei masculino brasileiro com um sem-número de conquistas nos últimos seis anos.

O bicampeonato veio em decisão emocionante contra o Zenit Kazan, em quem deu o troco pela derrota na fase inicial. Ganhou o primeiro set por 25/20, perdeu o segundo por 25/21 e venceu os dois seguintes por 27/25 e 25/21 para fechar em 3 x 1 e repetir o festerê de dois anos atrás na mesma Betim, quando curiosamente havia derrotado outro time da Rússia, o Belgorie Belgorod. O raio caiu duas vezes no mesmo lugar.

A sequência de conquistas nestes seis anos é excelente: em 2010, campeão mineiro; em 2011, bi mineiro e vice da Superliga; em 2012, campeão sul-americano e da Superliga, tri mineiro e vice mundial; em 2013, campeão mundial, tetra mineiro e vice da Superliga; em 2014, bicampeão sul-americano e da Superliga, campeão da Copa Brasil e penta mineiro; e em 2015, bicampeão mundial, tri da Superliga e hexa mineiro.

De parabéns está o Sada Cruzeiro pela excelência do trabalho, comprovada em resultados que não deixam pedra sobre pedra (ops, essa é do Aguinaldo Silva e não do Gilberto Braga). Em tempo: o terceiro lugar do Mundial deste ano foi para o UPCN da Argentina, que superou o Paykan do Irã por 3 sets a 2.

Importante, viventes

Coluna publicada no domingo com destaques do sábado, mas atualizada na segunda-feira com destaques do domingo para a formação do combo definitivo de registros. Coisas do feriado, sacumé...

Os públicos do fim de semana

O único público grande da rodada de feriado foi aqui em Porto Alegre na vitória gremista sobre os flamenguistas. O êxito corintiano diante dos atleticanos teve plateia pequena no cômputo geral, mas com capacidade praticamente cheia no Horto. O clássico carioca é que decepcionou demais por ter apenas pouco mais da metade da vitória botafoguense contra os tricolores baianos, sendo menos visto que o "oxo" dos eliminados na Sul-Americana. O público ponte-pretano também decepcionou para quem está na luta pelo quarta vaga na Libertadores via Série A e, ingressos bem mais baratos na média à parte, foi menor que o da quarta-de-final da Copa Paulista no interior.

Até a publicação deste tópico na manhã da segunda-feira, não sabia e/ou não tinham informado os dados de Mogi Mirim 0 x 2 Ceará no Romildo Ferreira e Ypiranga 2 x 0 Ríver + 4 x 5 no Colosso da Lagoa.

35.160 (37.793) / R$ 1.539.677,15 (R$ 43,79) - Grêmio 2 x 0 Flamengo (Brasileiro) - Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
21.798 / R$ 1.605.755,00 (R$ 73,66) - Atlético Mineiro 0 x 3 Corinthians (Brasileiro) - Independência, Belo Horizonte (MG)
17.531 (20.031) / R$ 578.320,00 (R$ 32,98) - Botafogo 1 x 0 Bahia (Brasileiro Série B) - Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
17.270 / R$ 162.330,00 (R$ 9,39) - Londrina 0 x 0 Tupi + 5 x 3 (Brasileiro Série C) - Do Café, Londrina (PR)
16.940 (18.940) / R$ 608.315,00 (R$ 35,90) - Remo 0 x 0 Botafogo de Ribeirão Preto (Brasileiro Série D) - Mangueirão, Belém (PA)
14.002 / R$ 374.430,00 (R$ 26,74) - São Paulo 3 x 0 Sport (Brasileiro) - Morumbi, São Paulo (SP)
13.502 (15.002) / R$ 161.068,00 (R$ 11,92) - Paysandu 5 x 1 CRB (Brasileiro Série B) - Mangueirão, Belém (PA)
12.419 / R$ 126.640,00 (R$ 10,19) - Chapecoense 0 x 0 Atlético Paranaense (Brasileiro) - Arena Condá, Chapecó (SC)
11.957 (13.755) / R$ 406.270,00 (R$ 33,97) - Vasco 0 x 1 Fluminense (Brasileiro) - Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
11.936 / R$ 244.803,00 (R$ 20,50) - Vitória 2 x 3 Náutico (Brasileiro Série B) - Barradão, Salvador (BA)
11.767 / R$ 491.655,00 (R$ 41,78) - Santos 2 x 1 Palmeiras (Brasileiro) - Vila Belmiro, Santos (SP)
6.240 (6.881) / R$ 61.330,00 (R$ 9,82) - Goiás 2 x 1 Internacional (Brasileiro) - Serra Dourada, Goiânia (GO)
6.196 (7.925) / R$ 94.270,00 (R$ 15,21) - Coritiba 1 x 1 Figueirense (Brasileiro) - Couto Pereira, Curitiba (PR)
5.345 / R$ 75.134,00 (R$ 14,05) - Avaí 1 x 1 Cruzeiro (Brasileiro) - Ressacada, Florianópolis (SC)
5.327 / R$ 27.200,00 (R$ 5,10) - Mirassol 0 x 2 Ituano (Copa Paulista) - José Maria de Campos Maia, Mirassol
4.858 / R$ 65.780,00 (R$ 13,54) - Ponte Preta 1 x 0 Joinville (Brasileiro) - Moisés Lucarelli, Campinas (SP)
3.533 / R$ 25.610,00 (R$ 7,24) - ABC 2 x 3 Sampaio Corrêa (Brasileiro Série B) - Frasqueirão, Natal (RN)
829 (1.185) / R$ 11.790,00 (R$ 14,22) - Paraná 3 x 0 Macaé (Brasileiro Série B) - Vila Capanema, Curitiba (PR)
472 (1.359) / R$ 8.680,00 (R$ 18,38) - Atlético Goianiense 0 x 1 Bragantino (Brasileiro Série B) - Serra Dourada, Goiânia (GO)

A contagem regressiva já começou

Ao término da 33ª rodada, entramos na contagem regressiva para o Corinthians confirmar na letra fria dos números o que confirmado foi na prática pelo assistido no Independência neste domingo: o sexto título do Campeonato Brasileiro em 25 anos. Com a pontuação atingida, a primeira possibilidade chegará no próximo fim de semana, caso derrote o Coritiba na Arena em Itaquera e o Atlético Mineiro perca ou empate para o Figueirense em Floripa. Combinação que não é impossível de acontecer, não, e pela qual os paulistas iriam aos 76 pontos e os mineiros no máximo aos 63 se empatados, assim atingindo somente 75 caso vencessem todos os quatro jogos restantes e o líder não ganhasse mais nenhum. A lamentar que os jogos deles estejam separados no desmembramento burro feito pela televisão, que talvez não imaginasse uma conquista tão antecipada ao praticá-lo. Mesmo que haja pelo Estatuto do Torcedor o impedimento de mudança depois de faltarem 10 dias para a realização das partidas, não se deve duvidar de mudanças, seja o Coringão no domingo ou o Galo no sábado. À rodada:

Atlético Mineiro 0 x 3 Corinthians - Antes de mais nada, um registro necessário pois raras vezes você terá lido isso aqui ou em qualquer outro lugar da internet esportiva: Heber Roberto Lopes foi perfeito ao passar sem ser notado, sem fazer uma só besteira que fosse. A bola no pé decidiu o enfrentamento. Os mineiros foram um pouco melhores no primeiro tempo, mas não tiraram proveito. Na segunda etapa, os paulistas foram letais com três tentos mortais em inconteste êxito, com direito a um golaço do Lucca fechando a treta. A lamentar que alguns atleticanos que não honram a bela tradição desta ótima torcida tenham sido baixos demais ao cuspirem no Tite a ponto dele precisar usar capa de chuva em ensolaradíssima tarde em Belo Horizonte, além de antes da bola rolar alguns desgraçados tanto corintianos quanto atleticanos entrarem em confronto próximo ao estádio. Do Victor Martins (não o do Grande Prêmio e sim o homônimo jornalista mineiro): a última vez que o Atlético tomou 3 de diferença como mandante fora nos 4 x 0 do Internacional ainda em 2011. Também neste ano o Corinthians o havia batido pela última vez em solo mineiro. O Galo perdeu 2 dos últimos 3 jogos e voltou a perder no Independência após 4 vitórias seguidas. O Timão emendou 4 vitórias, não perde há 7 partidas e caiu uma vez nas últimas 13, faturando 9. Longe de casa, são 4 presenças sem queda e 3 exitosas, uma fracassada nas últimas 7 com 4 sucessos.

Grêmio 2 x 0 Flamengo - Os gaúchos precisaram apenas do segundo tempo, depois de um primeiro fracote, para superar os cariocas e aumentar a invencibilidade aqui em Porto Alegre para 10 enfrentamentos desde 2004. Em destaque especial, o belo segundo gol em assistência sensacional do Douglas para cavadinha do Bobô. Para complicar as coisas pros visitantes, Guerrero foi expulso e voltará apenas contra o Santos no dia 18 - a não ser que inviabilizado seja por no dia anterior seu Peru visitar o Brasil em Salvador pelas Eliminatórias. O Tricolor venceu 2 dos últimos 4 cotejos e perdeu 1, fracassando uma vez nos últimos 5 mandos e se dando bem em 3 delas. Já o Mengão emendou 4 derrotas e venceu 2 dos últimos 9 compromissos, perdendo os demais - contando o amistoso com a Desportiva -, o que faria a lindona Jeniffer dizer que o time do seu marido Oswaldo de Oliveira "pintou o Setti" (perdão, não resisti). 3 derrotas seguidas fora de casa e 5 nas últimas 6 visitas. Bah!!!

Santos 2 x 1 Palmeiras - Fernando Prass completou 150 atuações pelo Verdão, mas o Peixe é que sorriu ao término com direito a mais um gol do Ricardo Oliveira, que tem 36 na temporada. O escore foi diminuído, mas o empate não veio nesta "prévia" da decisão da Copa do Brasil. São 8 vitórias consecutivas dos santistas sobre os palmeirenses na Vila Belmiro. Os alvinegros emendaram 15 jornadas exitosas em seu estádio e tem no geral 5 presenças sem derrota com 4 vitórias, perdendo uma vez nas últimas 10 e faturando 8. Os alviverdes não empatam há 8 tentativas e caíram em 5 delas, triunfando em uma das últimas 6 visitas.

Chapecoense 0 x 0 Atlético Paranaense - Mesmo com um jogador a mais desde o fim do primeiro tempo, os catarinenses não conseguiram vencer os paranaenses no que poderia ser uma prévia de semifinal, mas que virou o encontro dos eliminados na Sul-Americana. O Verdão do Oeste não perde há 3 jogos e caiu uma vez nos últimos 8, empatando metade deles e 3 dos 5 mandos sem derrota, condição que não era atingida desde o período de junho a agosto. O Furacão fracassou em uma das 4 últimas pelejas e venceu duas das últimas 9, perdendo 4, enquanto fora de casa conquistou um único êxito de 8 desafios, perdendo metade deles.

Vasco 0 x 1 Fluminense - Um gol resolveu a questão no último lance antes do intervalo. Primeira vitória tricolor sobre os vascaínos depois de 10 clássicos desde 2012. O Cruzmaltino não perdia havia 6 partidas e agora não se dá bem há 6, empatando todas as anteriores. Eram 5 mandos sem derrota e agora são 4 sem vitória, os anteriores à derrota todos empatados. Já o Fluzão não empata há 7 contendas e faturou 3, rompendo uma série de 8 visitas fracassadas, das quais 6 perdidas. Foi apenas e tão somente a primeira vitória do Eduardo Baptista fora de casa depois de 21 insucessos somados entre Flu e Sport, 10 deles derrotados.

Goiás 2 x 1 Internacional - Um golaço do Valdivia abriu o marcador, mas em menos de 5 minutos da segunda etapa aconteceu a virada com direito a papagaiada do Réver na referida. Quem me leu na sexta-feira lembrará que falei da aura de "ressuscitador de mortos" que cerca o Colorado quando menos se espera. Não é que deu outra? O Esmeraldino tá numa sinuca de bico miserável, "vinte e três" técnicos diferentes no ano e, mesmo assim, saiu vencedor pela primeira vez neste confronto após 3 realizações. Os goianos voltaram a vencer depois de 5 quedas e não empatam há 15 porfias, caindo em 10, tendo 9 mandos sem empate e 5 deles exitosos. Os gaúchos não empatam há 7 duelos e perderam 4, não empatando há 9 visitas e fracassando em 6 delas.

São Paulo 3 x 0 Sport - Um vindo da eliminação na Copa do Brasil e o outro de 3 vitórias consecutivas, que é que deu? O retrospecto direto na capital paulista falando mais alto. 17 encontros deles na metrópole e 17 vitórias dos mandantes. O Tricolor empatou uma vez nos últimos 7 jogos e ganhou 3, perdendo um dos últimos 10 mandos e faturando 6. O Leão ganhou uma das últimas 21 visitas, em 11 delas saindo derrotado.

Avaí 1 x 1 Cruzeiro - Tá bom que o Brasil tem a regra do "jogo marcado é jogo jogado", mas tem horas que passa da conta levar ao pé da letra esta máxima, João Emanuel Carneiro. Mesmo com a relva úmida com "UM" de "um, dois, três" da Paolla Oliveira no comercial da Fiat, ainda temos que dar graças aos deuses da bola que dois tentos foram anotados. O visitante foi o primeiro do Leandro Damião no Brasileirão depois de 4 meses e meio e valeu a manutenção da escrita: os mineiros jamais perderam para os catarinenses em 8 encontros. O Leão da Ilha não vence há 3 mandos e 6 jogos gerais, metade deles perdida. Já a Raposa não cai há 9 duelos e venceu 4 deles, tendop uma baixa nas últimas 12 presenças e metade delas exitosa. Mano Menezes reabilitou bastante o time. Fora de casa, os cruzeirenses já têm 4 comparecimentos sem derrota e venceram metade.

Ponte Preta 1 x 0 Joinville - Fatura solitária de grande significado para a Macaca: 7 vitórias nas últimas 9 porfias e 5 mandos sem derrota, 4 deles exitosos. O JEC não empata há 5 pelejas e perdeu 3, emendou 5 derrotas fora de casa, não vence há 11 visitas e perdeu 9, ganhando uma das últimas 20 e caindo em 14 delas.

Coritiba 1 x 1 Figueirense - O Coxa não ganha há 6 partidas, mas evitou a sexta derrota consecutiva, e não se dá bem há 3 mandos, vencendo um dos últimos 6 e empatando metade. O Furacão do Estreito não sorri há 3 comparecimentos e faturou uma das últimas 7 visitas, batido em 4 delas. Ninguém curtiu essa.

Superadas 33 de 38 rodadas, eis a classificação do Brasileirão: em 1°, Corinthians com 73; em 2°, Atlético Mineiro com 62; em 3°, Grêmio com 59; em 4°, Santos e São Paulo com 53; em 6°, Internacional e Ponte Preta com 50; em 8°, Sport com 49; em 9°, Palmeiras com 48; em 10°, Cruzeiro com 45; em 11°, Flamengo com 44; em 12°, Fluminense e Atlético Paranaense com 43; em 14°, Chapecoense com 40; em 15°, Figueirense com 36; em 16°, Avaí com 35; em 17°, Goiás e Coritiba com 34; e em 19°, Joinville x Vasco com 30.

Próxima rodada não duvido que tenha mudanças por causa da necessidade dos dois primeiros colocados serem simultâneos para não deixar sem graça uma possível definição de título em caso de manutenção do que temos. Sábado assim: Inter x Ponte às 17h; Corinthians x Coritiba e Atlético Paranaense x Avaí às 19h30; e Fluminense x Chapecoense às 21h. Domingo assim: Palmeiras x Vasco, Cruzeiro x São Paulo, Figueirense x Atlético Mineiro e Flamengo x Goiás às 17h; Joinville x Santos às 18h; e Sport x Grêmio às 19h30. Note que a confirmação do título corintiano pode acontecer no dia seguinte à sua partida. Não teria o mesmo sentido.

Série B: embolou tudo de novo!

Não é que temos de novo uma perspectiva de emoção na luta pela última vaga na Série A em 2016? Tudo graças à ajudona do Botafogo, que está a um passinho de formiga do regresso na letra fria dos números, e à competência dos concorrentes do Bahia, que próximos novamente ficarão. A cuidar se na próxima rodada a emoção será ainda maior ou se novamente o Esquadrão de Aço escapará de uma gelada. De mais a mais, menos um na luta contra o rebaixamento, do qual não escapou o Mogi Mirim ao confirmar a lógica e perder para um Ceará que voltou de vez à fuga da Série C por fazer o seu e contar com resultados paralelos. Eis o resumo de sexta e sábado, ampliando o preliminarmente destacado na coluna anterior sobre as pugnas renhidas da sexta-feira:

Botafogo 1 x 0 Bahia - Marcador apertado, mas o Glorioso voltou a ganhar do Tricolor após duas derrotas no Rio de Janeiro. Os cariocas perderam uma vez nas últimas 12 partidas, vencendo 9 delas, e caíram uma vez nos 7 últimos mandos, triunfando em 5. Os baianos foram batidos pela vez primeira após 3 presenças e faturaram 2 das últimas 8, empatando metade, tendo um êxito nas últimas 8 visitas, das quais metade igualada. É o porém que complica a vida do Bahia: o desempenho fora de casa. Excepcional mandante, fracote visitante.

Vitória 2 x 3 Náutico - Depois daquele contra o Santa Cruz no Arruda, mais um jejum foi quebrado pelo Timbu: o de sucessos diante do Leão em Salvador, que já durava 6 desafios e 5 triunfos seguidos dos mandantes. Foi preciso segurar os minutos finais para garantir este marcador, visto que o 2 x 3 foi consumado aos 38 da metade complementar. Os rubro-negros vinham de 9 contendas sem baixa e agora não se dão bem há 3, quebrando uma série de 4 mandos positivos. Os alvirrubros não empatam há 7 enfrentamentos e ganharam 5, vencendo 3 das 4 últimas visitas. Bem fazem os pernambucanos: deixam de empatar, mas ganham bastante. É um comparativo perfeito com a invencibilidade inútil que sustentada era até sexta pelo Atlético Goianiense.

ABC 2 x 3 Sampaio Corrêa - Tinha um tempaço que o Bolívia Querida não aprontava no território do adversário, fosse qual fosse o mesmo. Nadson foi o dono da noite com todos os gols dos vencedores. Embora o escore sugira uma aproximação dos potiguares, ela só aconteceu aos 46 da segunda etapa. O Alvinegro venceu uma das 23 últimas jornadas, 13 delas perdidas, e faturou um dos últimos 20 mandos, caindo em metade deles. Aquela vitória sobre o América Mineiro nada mais foi do que uma súbita melhora que o morimbundo tem antes da hora do adeus. O Tricolor não perde há 3 partidas e se deu mal uma vez nas últimas 9, ganhando 3. Longe dos seus domínios, eram 12 visitas fracassadas, das quais metade perdida. Que hora boa para quebrar a seca.

Paysandu 5 x 1 CRB - Três quartos nivelados e um quarto derradeiro que quebrou a balança. Os alagoanos saíram na frente e tomaram o empate, que permaneceu até 23 minutos do segundo tempo. Aí a coisa começou a degringolar e os paraenses finalmente voltaram às boas com mais quatro tentos, o mais sensacional o quarto na finalização lindíssima de Leandro Cearense no ângulo canhoto. O Papão não vencia havia 6 enfrentamentos e 3 mandos em um mês e meio, enquanto o Galo da Pajuçara não ficava 3 jogos seguidos sem vitória desde setembro (Bahia, Ceará e Oeste) e conquistou um triunfo nas últimas 12 visitas, 7 delas perdidas.

Atlético Goianiense 0 x 1 Bragantino - O Dragão não perdia havia 10 pelejas, 7 delas empatadas, e não era superado no Serra Dourada havia 10 aparições, 4 delas vitoriosas. O Massa Bruta ganhou 4 dos últimos 6 jogos, perdendo os demais, e não se dava bem havia 4 visitas. Aliás, mostra de como os goianos pisaram feio demais no tomate: no ano inteirinho, os paulistas fora de casa têm 4 vitórias, 3 empates e 18 derrotas.

Mogi Mirim 0 x 2 Ceará - Dois pênaltis chutados no alvo pelo Ricardinho bastaram para reanimar o Vozão e mandar para a terceira divisão o Sapão, que estreou seu enésimo técnico neste ano (sério: perdi a conta!) com Toninho Cecílio. O duelo ficou 40 minutos paralisado na etapa complementar por falta de energia elétrica. Os paulistas emendaram 9 derrotas e venceram uma das últimas 19 partidas, 12 delas perdidas, sendo 5 mandos perdidos consecutivos e 10 fracassados, 6 deles derrotados. Já os cearenses voltaram a emendar 3 sucessos desde agosto (Macaé, São Paulo e Paraná) e não empatam há 13 compromissos, ganhando 7. Não desanime, "surtado olímpico" Regys Silva, que a reabilitação ainda é possível. O Ceará não haverá de cair!

Paraná 3 x 0 Macaé - A ajudona dos paranaenses sobre os litorâneos fluminenses na noite anterior foi demais de fundamental para os alvinegros nordestinos. O Tricolor voltou a sorrir após 4 empates seguidos e 5 atuações sem êxito, não perdendo há 3 mandos e caindo uma vez nos últimos 10, metade deles ganha. Por sua vez, o Alvianil Praiano venceu um dos últimos 4 cotejos e não vence há 6 visitas, das quais 4 fracassadas.

33 rodadas depois, a classificação mostra: em 1°, Botafogo com 65; em 2°, América Mineiro e Vitória com 57; em 4°, Bahia com 54; em 5°, Sampaio Corrêa com 53; em 6°, Santa Cruz, Paysandu e Náutico com 52; em 9°, Bragantino com 51; em 10°, Luverdense com 48; em 11°, CRB com 44; em 12°, Paraná e Atlético Goianiense com 43; em 14°, Oeste com 41; em 15°, Criciúma com 39; em 16°, Macaé com 38; em 17°, Ceará com 35; em 18°, ABC com 28; em 19°, Boa Esporte com 24; e em 20°, o rebaixado Mogi Mirim com 22.

A próxima rodada é de de semana inteira e apresenta diversos desafios muito interessantes. Vamos às contendas, tudo no horário de Brasília: na terça, Bragantino x Mogi Mirim às 19h e América x Paysandu às 21h30; na sexta, Ceará x ABC e Luverdense x Boa Esporte ambas às 21h; e no sábado, Criciúma x Botafogo, Bahia x Santa, Macaé x Vitória e Náutico x Paraná às 17h30 e Sampaio x Oeste e CRB x Atlético às 21h.

Série C: finalista 35 anos depois

É o Londrina, que precisou das penalidades máximas para eliminar o Tupi depois de novo "oxo" graças a uma defesa decisiva do Vitor em cobrança de Marco Goiano. Campeão da Taça de Prata sobre o CSA em 1980, o Tubarão agora cuidará se virá ao Rio Grande do Sul ou se irá até Goiás, onde Vila Nova e Brasil de Pelotas resolverão a história deles depois do também empate sem gols no embate inicial.

Série D: "Take Me To The Ríver"

Piauí finalista do Campeonato Brasileiro na quarta divisão através do Ríver, que precisou dos pênaltis pois os 2 x 0 necessários para tanto foram obtidos pelo Ypiranga, que barrado no baile foi pelo guarda-metas Naylson (notaram que misturei Talking Heads e Eduardo Dusek no mesmo tópico ou só eu dei bola para isso, David Byrne?). Vem aí o Botafogo de Ribeirão Preto na finalíssima, segurada que foi a igualdade sem gols com o Remo em Belém após vantagem de 1 x 0 em casa. Jogos nos dias 8, em São Paulo, e 15, em Teresina.

Os destaques da Libertadores Feminina

A Ferroviária tá impossível na Colômbia. Depois dos 5 x 0 no Espuce no Equador, atropelou o Colón do Uruguai por 4 x 0 e lidera o Grupo B, no qual precisa vencer nesta segunda o UAI Urquiza da Argentina para avançar para a semifinal como primeiro deste quadrangular, sem depender disso do melhor segundo. Pena que já na semifinal terá que acontecer o enfrentamento brasileiro pois o líder do B pegará o primeiro do A, que é o grupo do São José, cuja partida contra o Cerro Porteño do Paraguai era ganha por 2 x 0 até ser interrompida aos 5 minutos do segundo tempo por causa da chuvarada em Medellín. Na continuação, mais três bolas no alvo, 5 x 0 ao término e 4 pontos na classificação. Jogo contra o Real Pasión da Colômbia definindo tudo nesta segunda.

Um apanhadão dos nacionais europeus

Espanha (10 rodadas) - 24 pontos e liderança para os dois grandes rivais nacionais. O Barcelona ganhou do Getafe com um do Suárez e outro do Neymar, enquanto Cristiano Ronaldo deixou sua marca sobre o Las Palmas, que tomou 3 tentos do Real Madrid. Alguém pensou mesmo que seria diferente disso?

Itália (11 rodadas) - Internazionale superando os 23 pontos da Roma ao derrotá-la para ir aos 24. Liderança não isolada pois 24 pontos também tem a Fiorentina após quatrilhar o Frosinone, com direito a três gols dos 24 aos 30 minutos do primeiro tempo. O Napoli tem 22 após "oxar" fora com o Genoa. Enquanto isso, eletrizante epílogo do clássico de Turim, vencido pela Juventus sobre o Torino aos 48 do segundo com Alex Sandro.

Inglaterra (11 rodadas) - Os líderes com 25 pontos se deram bem, tanto o Manchester City por dobro a solo sobre o Norwich quanto o trincador Arsenal sobre o Swansea. Agora, e o Chelsea tomando 3 de virada do Liverpool em casa, com direito a dois do Philippe Coutinho, que comeu a bola? E assa e assa a batata do José Mourinho. "Special One" já não é mais tão "Special, So Special" assim, como diria a garçonete Chrissy Hynde.

Alemanha (11 rodadas) - Crise no Bayern de Munique, crise! Era para ter 33 pontos ao término desta rodada, mas tem "apenas" 31 graças ao empate sem gols com o Eintracht Frankfurt. O segundão é o Borussia Dortmund, 26 pontos com o triunfo fora de casa sobre o Werder Bremen. Já a partidaça da rodada foi a igualdade em 3 gols do Augsburg com o Mainz, que abriu dois de frente, tomou a virada e empatou aos 48 da segunda etapa. Todos os tentos visitantes foram de Muto. "Muto" competente este indivíduo, (não) diria Waldir Amaral.

França (12 rodadas) - O Paris Saint Germain ganhou do Rennes pelo escore mínimo e foi aos 32 pontos, tendo 10 a mais que os vice-líderes Saint-Etienne, Lyon e Angers, o que torna chata a disputa por agora.

Portugal (9 rodadas) - O Sporting superou o Estoril e lidera com 23 pontos. Ainda em segundo com 18, o Porto teve sua disputa com o União Madeira adiada por causa do tempo ruim para a prática do futebol.

Curtinhas

*Duas pessoas idosas renderam momentos positivos aqui em Porto Alegre no encerramento desta semana. Uma delas muito famosa: Fábio Koff, que ficou 3 meses internado e reapareceu de surpresa no CT do Grêmio na tarde da sexta-feira, evidentemente roubando a atenção, maior presidente do clube que sempre será.

*A outra ficou famosa pelo "Jornal Nacional" da Globo em reportagem da "Camila Pitanga dos Pampas" Alice Bastos Neves: a quase centenária Maria Zelina de Abreu, torcedora do Internacional em Cruz Alta que completará 100 anos em 16 de fevereiro de 2016 e que ganhou de presente antecipado uma visita ao Beira-Rio, a primeira ao palco maior do Colorado. No choque de gerações, com ela estava a bisneta Alice, de 4 anos.

*Manja Alexandre, vírgula, o Gallo? Volta à casamata como técnico do Al Qadisiyah, da Arábia Saudita.

*Boca Juniors campeão argentino ao superar o Tigre por 1 x 0. 25 títulos, primeiro desde o Apertura 2011.

*Da série "parece que foi ontem": completa já 5 anos nesta segunda-feira a morte do Andy Irons, nascido em 1978 e que foi tricampeão mundial de surfe de 2002 a 2004. História que até hoje entristece demais aquela dele ser encontrado morto em um hotel em Dallas. Arterosclerose foi a causa apontada.

*Maratona de Nova York: adivinha de quais países são os vencedores deste ano? Ganhou um doce de caramelo quem respondeu Quênia. Neles, Stanley Biwott com 2h10m34. Nelas, Mary Keitany com 2h24m25.

*No sábado de finais do rúgbi, a Nova Zelândia venceu sua terceira Copa do Mundo ao derrotar a Austrália por 34 x 17 e o São José conquistou o Super 8 com 18 x 6 sobre o Coritiba, em revanche de 2014.

*NBA: os 95 x 87 do San Antonio Spurs sobre os Boston Celtics representaram uma marca histórica para Tim Duncan, Tony Parker e Manu Ginóbili, que obtiveram 541 vitórias em temporadas regulares, superando um trio histórico justamente dos Celtics, com Larry Bird, Kevin McHale e Robert Parish.

*Liga Futsal: o Intelli de Orlândia começou perdendo e obteve a virada, mas o Corinthians chegou à igualdade e 3 x 3 foi o marcador final. Na volta do dia 16, o Intelli jogará por empates no tempo normal e na prorrogação para decidir contra Brasil Kirin de Sorocaba ou ACBF de Carlos Barbosa, restando aos paulistanos a vitória como alternativa solitária. A bola rolará não no interior paulista na volta, mas sim na mineira Uberaba.

*Tênis em três tempos, como diria Paulo Galvão no falecido jornal vespertino da Bandeirantes: WTA Finals ganho por Agnieszka Radwanska sobre Petra Kvitova por 2 x 1 (6/2, 4/6 e 6/3), sendo a polonesa a primeira campeã com duas derrotas na fase de grupos; ATP da Basileia vencida no simples pelo Roger Federer com 2 x 1 (6/3, 5/7 e 6/3) sobre Rafael Nadal, a quem não derrotava desde Indian Wells em março de 2012 e a quem enfrentou pela primeira vez na sua Suíça; e o mesmo torneio foi conquistado nas duplas pelo Bruno Soares com o tcheco Alexander Peya, por 2 x 0 (duplo 7/5) sendo a vitória sobre o escocês Jamie Murray e o australiano John Peers.

*Fórmula 1: Nico Rosberg largando na pole position do Grande Prêmio do México, seguido do campeão Lewis Hamilton e de Sebastian Vettel. Dos Felipes, Massa iniciando em sétimo e Nasr em décimo quinto. Na prova, Keke Júnior venceu com Hamilton em segundo e Valteri Bottas completando o pódio. Massa foi o sexto e Nasr, assim como Vettel, abandonou. Vitória completamente inútil do finlandês da Mercedes, só valorosa por acontecer dois dias antes de completar 30 anos a última vitória na categoria do pai Keke Rosberg, obtida na Austrália em etapa também marcante pela despedida do Niki Lauda. A F-1 volta no dia 15, aqui no Brasil.

*Pela primeira vez, um brasileiro venceu a World Series da Major League Baseball. O outfielder Paulo Orlando participou dos 7 x 2 na partida derradeira deste domingo (finalizada apenas às 3h30 de Brasília já da segunda) e 4 x 1 na melhor-de-sete do seu Kansas City Royals sobre o New York Mets, no primeiro título da equipe desde 1985. Mais especial ainda o feito do Paulo por acontecer no dia em que completou 30 anos de vida, um dos seus dias mais inesquecíveis, pra não dizer o mais-mais. A partir do mês que vem, ele defenderá o Cardenales de Lara na Venezuela durante as férias da MLB, que iniciará nova temporada apenas em 3 de abril de 2016.

Vai começar o Novo Basquete Brasil 2015/2016

Começando nesta primeira semana de novembro mais uma temporada da competição, que possui algumas boas e más novas. As boas: a finalíssima será em melhor de cinco jogos; o Rio Grande do Sul volta a ter representante através do Caxias do Sul, subido da Liga Ouro; e o Vitória de Salvador herdou o time que era do Uberlândia, o que mantém ativa esta equipe com nome e sede diferentes. As más: o time de Limeira acabou, colaborando para isso não ter rolado aquela negociação com o Vasco, e também o Palmeiras se retirou da disputa, o que deixou com 15 times o torneio ao invés de 16, escapando desta forma a Liga Sorocabana do rebaixamento.

Das 15 equipes, 12 passarão de fase: as quatro melhores diretamente para as quartas-de-final e as oito seguintes para a fase pré-quartas, que começará os play-offs. Vamos à primeira rodada: nesta segunda, Bauru x Flamengo (atual tricampeão consecutivo) às 19h; na terça, Franca x Macaé e Rio Claro x Sorocabana às 20h; e na quarta, Pinheiros x Minas às 19h30, Caxias x Brasília às 20h05, Basquete Cearense x Mogi das Cruzes às 20h30 e Vitória x São José às 21h. Folguista da primeira rodada, o Paulistano estreará às 20h da sexta-feira, longe dos seus domínios e diante do Rio Claro. Todos os horários mencionados, claro, seguem o de Brasília.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Segunda-feira da estreia de Sérgio Zambiasi, que por 32 anos foi da Rádio Farroupilha, agora via Rede Pampa na Rádio Caiçara. No entanto, diferentemente do que se tinha dias atrás, a Caiçara continua somente em AM, mas agora em dois canais: 780 e 1020, este antes ocupado pela futebolística Grenal, que ficou somente em FM 95,9. Enquanto isso, a musical nativista Liberdade segue no FM 96,7, ao invés da Caiçara substituí-la.

*Duplo luto em Curitiba, recebo o registro do sempre atento Carlos Kleina: morreram Newton Martins de Oliveira na sexta-feira e Erwin Bonkoski neste domingo. Newton tinha 70 anos, começou no rádio de Ponta Grossa, trabalhou por muitos anos no switcher da TV Paranaense e era presidente do Sindicato dos Radialistas do Paraná. Já Erwin tinha 79 anos e apresentou por quatro décadas a "Hora do Ângelus", chegando a ser proprietário da Rádio Colombo AM, da qual se desfez há alguns anos, desde então residindo em Santa Catarina.

*Má nova via Bocão News: a TV Bahia (Globo) demitiu os repórteres Wanda Chase, que fazia o extinto dominical "Rede Bahia Revista", e Geraldo Lawinsky, ex-apresentador e atual repórter especial e do helicóptero.

*Se fosse por uma outra circunstância, positiva eu acharia a curiosidade que foi assistir nesta segunda-feira na RBS TV um VT de uma repórter gaúcha da já citada Rede Bahia, que é uma colorada de quatro costados. Mas a razão que fez Giana Mattiazzi aparecer no "Bom Dia Rio Grande" infelizmente foi muito triste: cobrir a trágica morte do piloto Robson André Textor na queda de um dos três aviões da esquadrilha civil familiar Textor Air Show, que se apresentava no sábado no Farol da Barra, em Salvador. Ele, que residia na goiana Rio Verde havia mais de 20 anos e que lá será sepultado, era conterrâneo de Santa Maria, daí a ligação conosco. Uma ocorrência por demais doída. Giana surgir no matinal do seu estado natal foi muito bom. Mas a notícia em si foi muito ruim.

*Conforme noticiado dias atrás pelo Daniel Castro, é nesta virada de segunda para terça que Renata Lo Prete apresentará pela primeira vez o "Jornal da Globo" como reserva imediata do William Waack, tornando-se sua presença na bancada a principal novidade dos noticiários diários nacionais da emissora desde a criação, há quase um ano prestes a ser completado, do "Hora 1". Enquanto isso, por onde andaria Christiane Pelajo? No vídeo, ninguém sabe e ninguém viu. No Instagram, ela publicou esta imagem na qual aparece andando de metrô para a gravação da série de reportagens na qual aparecerá pelas derradeiras vezes no jornal.

*Até a atualização desta edição em "segunda tiragem" na manhã de segunda, o site da Rede Globo estava com a programação atualizada apenas até a terça-feira, mas não da quarta em diante - logo, sem ainda sabermos qual filme passará no "Cinema Especial", forçosamente necessário devido ao pedido dos clubes que foi atendido pela CBF e levou ao início da final Palmeiras x Santos da Copa do Brasil apenas em 25 de novembro.

*Leio na Mônica Bergamo que as sessões de autógrafos que Rachel Sheherazade fará do seu novo livro, "O Brasil Tem Cura", não terão permitidas fotografias de câmeras e aparelhos móveis das pessoas que comparecerem, as quais terão seus encontros com a apresentadora do "SBT Brasil" registrados por um fotógrafo profissional que, depois, publicará as imagens na internet. E tem mais: só quem poderá ficar na fila será aquele que tiver comprado o livro, ninguém mais, além de 300 senhas serem distribuídas em cada evento. Ué???

*Teve troca de série na sessão "Ataque de Risos", exibida pelo SBT na virada de sábado para domingo: depois de "I Love Lucy" e "Uma Família Perdida no Meio do Nada" (que até hoje não me conformo que esteja eternamente relegada a um horário ingratíssimo e sem exibição em 100% da rede), estava passando "Suburgatório" e estreou "Marvin, Marvin", idiotice babacaça da Nickelodeon que felizmente só durou 20 episódios.

*Leio no Daniel Castro que um clássico oitentista voltará a passar a partir desta segunda no TCM: "Alf, o ETeimoso", estreado no Brasil pela Globo e anos depois repetido pelo SBT, que passará no canal de velharias às 21h30 DF de segunda a sexta. Outros canais pagos que já passaram "Alf" foram Warner e Nickelodeon.

*Diferentemente do que escrevi na coluna de sexta-feira ao destacar os 70 anos do comediante Henry Winkler, sim, "Happy Days" passou aqui no Brasil e não com som original e legendas, mas sim dublado. Agradeço muito ao conviva Ednilson Teixeira pelo socorro, pois juro que não achei referenciais disso mesmo buscando muito. A Globo apresentou esta série em meados dos anos 70 e a dublagem foi da Herbert Richers, com o Fonzie do Henry dublado pelo saudoso Newton da Matta. Trechos em vídeo estão aqui, via Séries e Desenhos.

Bela do Dia: Anna Paquin

Anna Paquin, atriz de filmes e séries como "Gosto de Sangue", que dá no SBT de domingo para segunda-feira. Esta é uma guria que me faz sentir terrivelmente o sinal dos tempos, já que lembro dela ainda criança (não é nem adolescente e sim criança mesmo) atuando com Holly Hunter, Sam Neill e Harvey Keitel em "O Piano", filme pelo qual ganhou em 1994 o Oscar de coadjuvante, sendo a segunda mais jovem a recebê-lo, só perdendo para Tatum O'Neal por "Lua de Papel" em 1973.

*Já sabíamos da Anitta eleita a mulher mais sexy do mundo no pleito anual da VIP, mas não sabíamos das que completavam as 10 mais votadas - bom, ao menos eu não sabia e só sei por ler no Fernando Oliveira... O "Top 10" da segunda à décima colocadas tem estas maravilhas: Bruna Marquezine, Paolla Oliveira, Grazi Massafera, Marina Ruy Barbosa, Agatha Moreira, Camila Queiroz, Sophia Abrahão, Letícia Spiller e Maria Casadevall. Observem que, das ditas belezas mais maduras, só temos a Letícia, que está com 42 anos, enquanto muitas das campeãs têm pouco mais de 20 anos ou nem isso. Brasileiro adora uma "categoria de base", êlaiá!

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Clipe do Dia

O Cruzeiro é azul, certo? Certo. O Cruzeiro tem estrelas no seu distintivo, certo? Certo. Logo, apesar da canção nada ter a ver por falar das festas juninas, me deu na telha trazê-la aqui pois o título considero remeter ao campeão mundial de vôlei - e é um belo tema também. Curta aqui a "Estrela Azul do Céu" de Gilberto Gil.

Antes do Arremate...

...um reforço sempre válido: este Papo de Bola - o Site precisa de patrocinadores para se manter no ar, por não ser apenas o custo da hospedagem o necessário para tanto e sim outros ainda maiores. Se você quiser anunciar nestes escritos, clique aqui e dê uma olhada nas maneiras de como fazê-lo que muito bem vindo serás e muito agradecido ficarei. Também continuo forçosamente adotando o "Ajude o PB", de colaborações avulsas.

Arremate

Brasil eliminada nas quartas da Copa do Mundo de Juvenis pra Nigéria com 3 gols em 6 minutos. PQP!

"24 Horas" volta antes que os eliminados canarinhos retornem de território chileno!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia") e editor do blog "Papo Final" no Final Sports.

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com
BLOG NO FINAL: papofinal.final.com.br


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.