.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Segunda e terça, 12 e 13 de outubro de 2015 - ANO 13, EDIÇÃO 26
Um apanhadão de plateias da última semana

Devido à semana esvaziada de jogos das competições de clubes por causa do início da Eliminatória para a Copa do Mundo de 2018, além de poréns causados pelos "10% de internet" com os quais tenho de lidar desde domingo retrasado (esclarecei de novo o problema ao término desta edição, na audiência rotativa da web), decidi apenas hoje publicar o levantamento dos últimos sete dias com públicos e rendas dos jogos deste período. O levantamento não está rigorosamente completo por faltar Brasil 1 x 0 Fortaleza no Bento Freitas, mas até aí não se deve estranhar nada pois é uma piada de mau gosto as partidas aqui do RS não terem divulgados os borderôs na bola rolando ou ao fim das mesmas (exceto as do Inter na Arena e do Grêmio no Beira-Rio... ou seria o contrário?).

24.476 / R$ 142.310,00 (R$ 5,81) - Botafogo de Ribeirão Preto 2 x 1 São Caetano (Brasileiro Série D) - Santa Cruz, Ribeirão Preto (SP)
23.122 / R$ 203.440,00 (R$ 8,79) - Vila Nova 1 x 0 Portuguesa (Brasileiro Série C) - Serra Dourada, Goiânia (GO)
19.537 (24.626) / R$ 649.645,00 (R$ 33,25) - Seleção de Novos 6 x 0 República Dominicana (Amistoso) - Arena da Amazônia, Manaus (AM)
15.600 (17.511) / renda não informada - Desportiva 0 x 4 Flamengo (Amistoso) - Kléber Andrade, Cariacica (ES)
13.817 (14.585) / R$ 303.887,00 (R$ 21,99) - Vitória 2 x 1 Boa Esporte (Brasileiro Série B) - Barradão, Salvador (BA)
9.889 (12.344) / R$ 147.861,00 (R$ 14,95) - Paysandu 0 x 0 Bahia (Brasileiro Série B) - Mangueirão, Belém (PA)
9.579 (11.141) / R$ 146.095,00 (R$ 15,25) - CRB 3 x 2 Santa Cruz (Brasileiro Série B) - Rei Pelé, Maceió (AL)
8.258 / R$ 44.030,00 (R$ 5,33) - Bragantino 2 x 0 Criciúma (Brasileiro Série B) - Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista (SP)
5.282 (5.932) / R$ 142.470,00 (R$ 26,97) - Operário 0 x 1 Remo (Brasileiro Série D) - Germano Kruger, Ponta Grossa (PR)
3.135 / R$ 41.730,00 (R$ 13,31) - América Mineiro 1 x 0 Macaé (Brasileiro Série B) - Independência, Belo Horizonte (MG)
1.686 (2.524) / R$ 26.006,00 (R$ 15,42) - ABC 1 x 1 Atlético Goianiense (Brasileiro Série B) - Arena das Dunas, Natal (RN)
1.658 (2.481) / R$ 31.651,00 (R$ 19,08) - Náutico 1 x 0 Mogi Mirim (Brasileiro Série B) - Arena Pernambuco, São Lourenço da Mata (PE)
1.540 (1.964) / R$ 20.460,00 (R$ 13,28) - Paraná 1 x 1 Oeste (Brasileiro Série B) - Vila Capanema, Curitiba (PR)
1.203 / R$ 15.055,00 (R$ 12,51) - Luverdense 2 x 1 Sampaio Corrêa (Brasileiro Série B) - Passo das Emas, Lucas do Rio Verde (MT)

Os destaques da Série D

As quartas-de-final não tiveram empates nas duas primeiras disputas. Vantagem do Remo por solo a nada, o que lhe permite jogar por vitória ou empate no domingo que vem, às 19h de Brasília (18h de Belém já com o horário de verão), restando ao Operário de Ponta Grossa ganhar por 1 x 0 para forçar os pênaltis ou por qualquer marcador a partir de 2 x 1 para ser semifinalista tirando proveito dos mais gols fora de casa.

Já o São Caetano saiu na frente no primeiro tempo, mas o Botafogo fez a festa em Ribeirão Preto ao alcançar a virada mesmo depois de perder um pênalti inexistente que defendido foi pelo Saulo, que naquele momento obtinha o que sua maravilhosíssima cara-metade que estava no ar no mesmo horário chamaria de domingo espetacular, até que dois cabeceios foram mais certeiros. Nada que esteja ainda definido pois, embora na frente, o Botinha assim está por um gol e tendo sido vazado. Basta 1 x 0 às 19h da sexta-feira pro Azulão avançar.

Marcadas para esta segunda-feira estão as outras duas idas das quartas-de-final com gaúchos atuantes longe dos seus domínios, o Lajeadense contra o Ríver no Piauí e o Ypiranga versus a Caldense em Minas.

Os destaques da Série C

Consegui assistir apenas o segundo tempo da vitória do Brasil sobre o Fortaleza e, deste pedaço do jogo que vi, foi uma parada parelha, com os cearenses tendo mais posse de bola e menos efetividade, enquanto os gaúchos ficaram mais atrás mesmo sendo mandantes e tiveram as melhores das poucas oportunidades de gol do período referido. Ao ter solo a nada de vantagem sem ser vazado diante de sua gente, o Xavante jogará por um tento no entupido Castelão às 16h do próximo sábado pois, obtido o referido, só cairá fora se tomar 3 bolas na rede. É um desafio extra para o Leão do Pici: evitar um novo fracasso jogando com casa cheia. Agora vai?

Fortaleza e Brasil estão respectivamente na mesmíssima situação de Portuguesa e Vila Nova, que também no sábado resolverão suas diferenças, mas às 19h no Canindé. Domingo, também neste horário (19h de Brasília e do Paraná, 18h do Sergipe), o Londrina é obrigado a derrotar o Confiança nos 90 minutos pois novo 0 x 0 ocasionará a disputa de pênaltis e qualquer igualdade com gol é dos visitantes. Apenas na próxima segunda é que a definição das semifinais acabará quando, às 20h30 de Brasília (19h30 locais), o ASA tiver que dar das tripas coração para despistar um Tupi de excelente dianteira por 2 x 0. Um gol que faça e só sairá se tomar 4.

Os destaques da Série B

Não foi com marcador elástico como a diferença de posições poderia fazer supor, mas a lógica não deixou de prevalecer mesmo assim e o Vitória bateu o Boa Esporte na peleja isolada do sábado pré-feriado. O Leão está invicto há 7 jogos (5 vencidos) e obteve o terceiro êxito consecutivo, ganhando os 3 últimos mandos de campo e perdendo só um dos últimos 15 (faturando 10). Os Bovetas não se dão bem há 11 compromissos e perderam os 10 últimos. Fora de casa, são 5 derrotas seguidas e um sucesso nas últimas 12 visitas. A própria campanha geral do clube do sul mineiro (somando Série B, Copa do Brasil e Mineiro) é uma piada de mau gosto neste ano: apenas 7 vitórias, 15 empates e 21 derrotas. Pra dar orgulho a Varginha, só mesmo Patrícia Angélica e o ET.

Passadas 30 de 38 rodadas, a segunda divisão está assim (os asteriscos vai até o dia 20) em 1°, Botafogo* com 56; em 2°, Vitória com 55; em 3°, América Mineiro com 51; em 4°, Santa Cruz, Paysandu e Bahia com 48; em 7°, Náutico e Sampaio Corrêa com 46; em 9°, Bragantino e Luverdense com 45; em 11°, CRB com 43; em 12°, Atlético Goianiense com 39; em 13°, Paraná e Oeste com 38; em 15°, Criciúma com 36; em 16°, Macaé com 34; em 17°, Ceará* com 26; em 18°, ABC com 24; em 19°, Boa Esporte com 23; e em 20°, Mogi Mirim com 22.

A próxima rodada é apenas no fim de semana e terá estes jogos: na sexta, Boa x Sampaio às 19h30 e Vitória x Paraná às 21h30; e no sábado, Botafogo x Bragantino às 16h, Santa x Náutico, Criciúma x Ceará (catarinenses com Roberto Cavalo como novo técnico), Oeste x Bahia (paulistas sem treinador pois o deles é que foi para o Tigre), ABC x América e Mogi x Atlético às 16h30 e Paysandu x Macaé e Luverdense x CRB às 21h.

Os destaques da Série A

Lembremos o que teremos na retomada do certame 10 dias depois da paralisação: quarta, às 19h30, Atlético Mineiro x Internacional (2° com 56 x 8° com 44) e Sport x Avaí (10° com 40 x 15° com 33); às 21h, Figueirense x Flamengo (18° com 31 x 7° com 44), Palmeiras x Ponte Preta (6° com 45 x 9° com 41) e Joinville x Coritiba (20° com 24 x 16° com 33); e às 22h, Fluminense x São Paulo (12° com 37 x 5° com 46) e Atlético Paranaense x Cruzeiro (11° com 38 x 13° com 37); na quinta, às 19h30, Corinthians x Goiás (1° com 61 x 17° com 31), Vasco x Chapecoense (19° com 27 x 14° com 34); e às 21h, Grêmio x Santos (3° com 52 x 4° com 46).

Deles todos, só quem jogou neste fim de semana foi o Mengão num quatrilho amistoso sobre a Desportiva antes de encarar o Furacão do Estreito, cujo profissional quer sorrir em casa igual aos juniores no sábado ao vencerem o estadual sobre a Chapecoense. Ausente estará Dátolo, com 25 pontos do corte na perna esquerda, do Galo que receberá o Colorado, que teve parte dos campos de seu CT invadidos no domingo pela água do Rio Guaíba, cujos 2,79 metros de nível foram os maiores desde 1967, o que colaborou para os problemas da cidade num todo com a chuvarada constantemente incômoda dos últimos dias aumentarem substancialmente. Já o Tricolor dos Pampas não sabe se diante do Peixe terá Marcelo Grohe, cortado da Seleção por uma lesão no ombro.

Se o Furacão estreará diante da Raposa o treinador Cristóvão Borges, a Macaca terá Felipe Moreira como interino contra o Verdão pois o Fluzão desafiará o ex-alvinegro Doriva iniciando na casamata do Tricolor Paulista, que vive um terremoto político como raras vezes aconteceu em sua história. Carlos Miguel Aidar confirmou na manhã de domingo a Guilherme Palenzuela, do UOL, que protocolará sua renúncia na noite desta terça-feira, abreviando o mandato que iria até abril de 2017. Feito isso, a presidência interina será de Carlos "Leco" Barros e Silva, que comanda o Conselho Deliberativo. O último mandatário são-paulino a renunciar foi Laudo Natel em 1971, mas por ter sido eleito governador de SP até 1975, sendo seu sucessor Henri Couri Aidar, pai do Carlos Miguel.

Os destaques da Eliminatória Sul-Americana

Temer a Venezuela? Não, aí também não, ainda que o retrospecto de 2008 para cá seja surpreendentemente não desnivelado como sempre foi (2 vitórias, 2 empates e 1 derrota). Temo mais é o próprio Brasil, a própria Seleção é sua grande adversária. Ganhar possivelmente ganhe, mas tem também que mostrar mais futebol, melhorar sua maneira de desempenhar. Os jogadores que aí estão podem não ser os "mais-mais" no nível de extraordinários que os antecederam em gerações vencedoras ou mesmo não-vencedoras e pela ótima qualidade do nível da bola no pé saudosas, mas sabemos que podem render muito mais. Dunga é que deve descascar esta banana e jogar pra bem longe a casca para não escorregarmos nela novamente. A estreia já foi bastante indigesta.

O retrospecto geral aponta 19 vitórias brasileiras, uma venezuelana e dois empates. Apenas nas Eliminatórias, são 13 sucessos canarinhos e um empate. Jogando em casa, a Seleção ganhou 8 vezes e empatou uma. Presente no Castelão de Fortaleza, o escrete tem 8 vitórias, um empate (com o México na Copa de 2014) e uma derrota (para o Paraguai no amistoso seguinte à conquista do penta em 2002). Mas não serão somente os comandados do Carlos Caetano que teremos de Brasil nesta segunda rodada da corrida sul-americana rumo à Rússia 2018. Sandro Meira Ricci apitará Equador x Bolívia e Heber Roberto Lopes, que sábado esteve na Série C em Pelotas, dirigirá Uruguai x Colômbia. A rodada ainda será completada por Paraguai x Argentina e Peru x Chile.

Os destaques da América do Norte

A Copa Concacaf valeu tanto um troféu ao vencedor quanto a definição do seu representante na próxima Copa das Confederações. Empatados em 1 x 1 no tempo normal, México e Estados Unidos fizeram um jogão. Por duas vezes os ianques buscaram a igualdade, mas os "sombreristas" alcançaram o desempate definitivo aos 13 da segunda metade da prorrogação. Primeira vitória mexicana sobre os norte-americanos em 4 anos e primeira derrota de Jurgen Klinsmann treinando os USA neste enfrentamento. Última presença de Tuca Ferretti à frente da equipe chicana pois está chegando Juan Carlos Osorio, egresso do conturbadíssimo São Paulo.

Garantir presença na "Série B da FIFA" não foi a única boa nova do México no fim de semana. Sua seleção se garantiu no futebol masculino da Olimpíada de 2016 ao bater o Canadá na semifinal e confirmar presença na final diante do também confirmado Honduras, que eliminou os EUA (os perdedores da semi decidirão o terceiro lugar e quem obtê-lo jogará em março do ano que vem uma repescagem contra a Colômbia).

Os destaques da Eliminatória da Eurocopa

Alguns dos grupos já terminaram e outros são fechados tanto nesta segunda quanto na terça. Este é o panorama antes dos jogos do feriado, sempre esclarecendo que se classificam diretamente os dois melhores de cada chave e o melhor dos terceiros colocados, com os outros oito melhores terceiros disputando um mata-ou-morre para quatro deles fecharem os 24 países que estarão no ano que vem na anfitriã França. Além disso, para a definição dos terceiros colocados tem algo importante: dos Grupos A até H, todos com seis países, cada terceiro colocado terá descartado seus resultados contra o lanterna da respectiva chave para isto não prejudicar na somatória das pontuações a do terceirão do Grupo I, que possui somente cinco selecionados.

Grupo A - Islândia e República Tcheca classificadas; Turquia com 15 e Holanda com 13. Nesta terça: Holanda x República Tcheca e Turquia x Islândia. Empate basta para os turcos eliminarem os holandeses.

Grupo B - Bélgica e País de Gales classificados; Bósnia com 14, Israel com 13 e Chipre com 12. Nesta terça: Bélgica x Israel e Chipre x Bósnia.

Grupo C - Espanha classificada; Eslováquia e Ucrânia com 19. Nesta segunda: Ucrânia x Espanha e Luxemburgo x Eslováquia. Os eslovacos têm vantagem do empate para ficarem com a segunda vaga direta, o que deixaria os ucranianos em terceiro.

Grupo D - Alemanha e Polônia classificadas e Irlanda em terceiro com 18 pontos. Grupo encerrado com vitórias alemã sobre a Geórgia e polonesa no embate direto com os irlandeses.

Grupo E - Inglaterra e Suíça classificadas; Eslovênia com 13 e Estônia com 10. Segunda: Estônia x Suíça e San Marino x Eslovênia. Havendo empate em pontos entre eslovenos e estonianos, visto que o mesmo acontece no confronto direto, o saldo de gols definiria qual deles ficaria em terceiro.

Grupo F - Irlanda do Norte e Romênia classificadas; Hungria com 16. Chave encerrada com empate norte-irlandês com a Finlândia e uma eletrizante vitória de revirada da Grécia sobre os húngaros por 4 x 3.

Grupo G - Áustria classificada; Rússia com 17 e Suécia com 15. Segunda: Rússia x Montenegro e Suécia x Moldávia. O empate favorece os russos para jogarem a Euro dê o que der no outro jogo, enquanto os suecos precisam ganhar e torcer por derrota dos anfitriões da próxima Copa do Mundo.

Grupo H - Itália classificada; Noruega com 19 e Croácia com 17. Nesta terça: Itália x Noruega e Malta x Croácia. Os noruegueses precisam vencer pois os croatas estão na frente no confronto direto.

Grupo I - Portugal e Albânia classificadas; Dinamarca com 12. Cumprindo tabela, os lusos derrotaram a Sérvia e obtiveram 7 vitórias seguidas em jogos oficiais, superando as 6 de 2005 a 2006.

Curtinhas

*40 anos nesta segunda de Marion Jones, que de orgulho do atletismo ao conquistar 3 ouros e 2 bronzes na Olimpíada de Sydney em 2000 passou a vergonha e escória do esporte a ponto de dele ser banida e ter suas medalhas cassadas quando confessou em 2007 que disputou os Jogos na Austrália dopada.

*Acabaram na Coreia do Sul os Jogos Mundiais Militares de 2015 e o desempenho do Brasil foi excelente: vice no quadro de medalhas com 34 ouros, 26 pratas e 24 bronzes, atrás apenas dos 59 ouros, 43 pratas e 33 bronzes da Rússia. 117 países disputaram o evento, que retornará na China em 2019, e a edição deste ano teve na natação o ponto alto dos brasileiros com 28 das 84 medalhas, incluindo 10 dos 34 ouros totais.

*Ginástica artística: após ganhar no sábado o Meeting na alemã Drassau, com direito a Flávia Saraiva campeã no individual geral, a equipe feminina do Brasil rumou para a francesa Arques para, no próximo sábado, viajar até Glasgow para a disputa do Mundial que iniciará no dia 23 e qualificará para os Jogos do Rio 2016.

*Maratona aquática: ao vencer a etapa da China da Copa do Mundo com 2h03m36s nos 10 quilômetros de treta, Ana Marcela Cunha completou 15 pódios consecutivos, sendo 11 nesta competição, três no Mundial Aquático em Kazan e um no evento-teste da modalidade para a Olimpíada do ano que vem.

*Boxe: segunda-feira de Robson Conceição na semifinal do Mundial Amador na categoria até 60 kg, o que lhe garante no mínimo o bronze. Ganhando do azerbaije Albert Selimov, estará nos Jogos de 2016.

*Basquete: Bauru perdeu outro amistoso contra franquia da NBA, sofrendo 134 x 100 do Washington Wizards.

*Tênis: Marcelo Melo conquistou o ATP de Tóquio nas duplas em parceria com o sul-africano Raven Klaasen ao aplicarem 2 x 1 nos colombianos Robert Farah e Juan Sebastian Cabal (7/6 - 7/5, 3/6 e 10/7). Uma prova de visão esta conquista, se é que vocês entenderam o trocadilho cretinamente safado que tive a audácia de escrever. Normalmente Marcelo forma dupla com Ivan Dodig, mas o croata está disputando alguns Challenger solo.

*No ATP de Pequim, Novak Djokovic superou Rafael Nadal para ser campeão por 2 x 0 (duplo 6/2) e batê-lo pela vez terceira neste 2015, as outras sendo na semifinal de Monte Carlo e nas quartas de Roland Garros. O espanhol tem 23 vitórias a 22 no histórico geral, mas o sérvio está na frente por 13 x 11 em finais entre eles.

*Fórmula 1: Nico Rosberg largando na pole position? Dê de ombros pois será mais inútil do que sorrir ao achar uma nota de dinheiro no chão e, ao vê-la atentamente, perceber que é do tempo do cruzado novo. Com 7 voltas, um problema no pedal do acelerador cessou sua participação na Rússia. Lewis Hamilton curtiu demais isso pois ganhou o GP, atingiu 42 vitórias (uma a mais que Ayrton Senna) e está com excelente condição para conquistar na letra fria dos números o campeonato daqui a dois domingos, nos Estados Unidos. Dá, não dá? Dá, sim.

*Sebastian Vettel foi o segundo e Sergio Pérez completou o pódio ao ter 10 segundos de frente para Felipe Massa, que arrancou lá no fundão e terminou num honroso quarto lugar, enquanto Felipe Nasr também ficou bem na foto ao acabar em sexto. Na corrida 250 na categoria, quando iniciou no fundaço ao perder 25 posições pela troca de motor do seu bólido, Fernando Alonso concluiu na 11ª posição, uma acima de Valtteri Bottas, que perdeu terreno pra dedéu. Carlos Sainz Jr. abandonou após 47 voltas, mas menos mal que ainda conseguiu disputá-las ao conseguir recuperação a tempo depois do acidente seríssimo no terceiro treino livre. Com os 302 pontos de Hamilton e os 229 de Rosberg, a Mercedes confirmou neste domingo mesmo o bicampeonato de construtores.

Momento Raridade Rara: os 70 do Hermano

Um dos apresentadores jornalísticos que mais gosto de assistir por me transmitir uma imagem simpática e confiável ao passar as informações celebra 70 anos nesta segunda-feira. Paulista de Guararapes, cidade próxima a Araçatuba, Hermano Henning começou adolescente no rádio da sua cidade e chegou a São Paulo aos 20 anos, passando a trabalhar na Rádio Difusora de Guarulhos. No início dos anos 70, passou a reportar em papel para Veja e O Estado de S.Paulo. Ao cobrir as eleições na Alemanha para a revista semanal em 1976, quando com um ano de vida estava seu filho e posterior jornalista esportivo e narrador André Henning, passou a trabalhar no serviço em português da Rádio Deutsche Welle. Deixou Veja em 1977 e passou a ser correspondente estrangeiro da Rede Globo, inicialmente na Alemanha e pouco depois na Inglaterra, onde ficou até o início dos anos 80. Regressado ao Brasil, Hermano ficou um ano na redação do "Fantástico" e migrou em 1983 para a TV Aratu da Bahia, na qual André trabalharia mais de uma década depois (a Aratu era afiliada da Globo na época).

Após uma passagem pela Rede Manchete na metade dos anos 80, voltou para as reportagens internacionais na Plim-Plim e a deixou em 1989 para ingressar no SBT, onde apresentou o "TJ Brasil" nas férias e folgas de Boris Casoy, além de inaugurar o escritório em Washington e dele ancorar o "TJ Internacional" nos inícios de madrugada. De volta à Globo em 1992 como correspondente em Nova York, saiu mais uma vez e regressou em definitivo ao SBT e ao país em 1995, desde então apresentando "Jornal do SBT", "SBT Repórter", "SBT Manhã" e "SBT Brasil". Ano passado, voltou ao "Jornal do SBT" após a extinção do "SBT Manhã" e nele permanece de segunda a sexta, gravando a edição exibida só na segunda-feira pela manhã e folgando sempre na mostrada de sexta para sábado. Nesta semana, provavelmente por causa da escala de plantão do feriado desta segunda-feira que também marca seu aniversário, teve a ausência coberta por Marcelo Torres, seu substituto fixo dos sábados.

Depois deste histórico de um grande nome do jornalismo brasileiro, completemos a homenagem com alguns vídeos que mostram passagens variadas do seu trabalho nas últimas três décadas.

De 1985, apresentando no "Jornal da Manchete" uma reportagem de Antônio Fraga sobre o estado de abandono na cidade baiana de Simões Filho.

De 1990, apresentação do "TJ Internacional" direto do escritório do SBT em Washington.

De 1994, reportagem na Rede Globo em Nova York sobre um vídeo que o governo norte-americano acreditava ser de um manual de guerrilha de terroristas islâmicos.

De 1997, trecho com encerramento do "TJ Brasil" no SBT com a principal pauta sendo a visita do Papa João Paulo II. Tem rápidos segundos do vivo de Giuliana Morrone no Rio de Janeiro.

De 2006, trecho com abertura e escalada do "Jornal do SBT Manhã" ainda em apresentação solo.

De 2012, trecho do programa "Horse Brasil" incluindo uma entrevista com a competidora Catalina Perez Vargas. O projeto de Hermano voltado para os cavalos passou por muitos anos no Canal Rural e, há um mês e meio, ganhou transmissão todas as noites pelo Terra Viva, o canal agropecuário do Grupo Bandeirantes.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*A segunda-feira marca os 20 anos de um dos episódios mais lamentáveis no terreno das intolerâncias religiosas (seja contra qualquer que seja a religião ou forma de fé), quando um programa da Igreja Universal transmitido pela Rede Record mostrou o bispo Sérgio von Helder chutando uma imagem de Nossa Senhora Aparecida justamente no seu dia para "provar que ela não é Deus". Com o perdão do linguajar por outro não me parecer mais propício diante do que lembro ter acontecido na época, os católicos caíram de pau em cima do Sérgio, que foi embora para os Estados Unidos e retornou somente no ano passado para lançar filiais nacionais da Igreja da Restauração, que foi fundada em 2002 por Ângelo Barbosa, também um dissidente da IURD (dela era bispo).

*Salvador: leio no NaTelinha que o "Balanço Geral BA" atingiu na terça-feira da semana passada sua melhor audiência desde o início do novo formato em dezembro de 2014. Foram 14,4 pontos de média e 19 de pico para José Eduardo "Bocão" das 12h às 14h45, contra 14,2 da TV Bahia (Globo) com "Bahia Meio-Dia", "Globo Esporte", "Jornal Hoje" e "Vídeo Show", 5,6 pontos da Aratu (SBT) com "Que Venha o Povo", "Na Mira", "Universo Axé" e "Uma Dupla do Barulho", mais 1,1 da Band com "Jogo Aberto", "Os Donos da Bola" e IURD.

*"Bom Dia Brasil" da Globo nesta segunda com escala de feriado proporcionando mais do que uma dupla ao menos para mim inédita em Chico Pinheiro e Flávio Fachel, mas especialmente a "raridade rara" que é dois homens apresentando o matinal não digo nem nos dias atuais, mas sim desde que reformularam o jornal em 1996, ainda na época de Renato Machado e Leilane Neubarth. Nem dois homens e nem duas mulheres na ancoragem, mas um deles e uma delas em dupla, esse é o habitual destes 19 anos. Fica a curiosidade.

*Alô, Miguel Arcanjo "Reipert" Prado (rs): leio no Flávio Ricco que não tem César Tralli no "SPTV" nesta semana toda pois ele pegou folga no período e passará uns dias em viagem com a namorada Ticiane Pinheiro, que nos mesmos sete dias a partir desta segunda não será vista no "Hoje em Dia" da Record.

*Uma das melhores atrizes da sua geração completa 45 anos nesta segunda-feira: Cláudia Abreu, que brilhou em filmes, peças teatrais e novelas globais como "Barriga de Aluguel", "Celebridade" e "Cheias de Charme".

*Terça-feira dos 40 anos de Patrícia Lucchesi, surgida aos 11 no comercial do sutiã Valisère ("o primeiro Valisère a gente nunca esquece") e que fez novelas, séries e minisséries em Globo, Band, SBT, Manchete e Record. Foi uma das filhas do "Grande Pai" no SBT e foi visto por último em "Poder Paralelo", na Record, em 2009.

*Bruce Geller faria 85 anos nesta terça se não tivesse falecido em 1978. Roteirista, diretor e produtor de televisão, entrou para a história com uma célebre criação: "Missão Impossível", que originalmente ficou no ar de 1966 a 1973 e que inspirou um novo seriado de 1988 a 1990, sem contar a franquia de filmes com Tom Cruise.

*90 anos quem completaria nesta terça seria Margaret Thatcher, ex-primeira ministra do Reino Unido que morreu em 2013 e que, dois anos antes, foi encarnada por Meryl Streep em "A Dama de Ferro".

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Momento Raridade Rara: os 60 do Mallandro

Xuxa? Angélica? Mara Maravilha? Mariane? Ah, não era só de apresentadoras que viviam os programas infantis. Um apresentador descoberto pelo Silvio Santos no início dos anos 80 acabou se popularizando e marcando os seus trejeitos para toda uma geração. Segunda-feira é dia de 60 vezes mais "glu-glu", 60 vezes mais "ié-ié" e 60 vezes mais "rá, pegadinha do Mallandro!". Sim, damas e cavalheiros, Sérgio Mallandro se torna nada mais e nada menos que sessentão (e neste momento, sinto uma coisa estranhíssima em mim, que só sinto quando percebo o efeito do tempo em determinadas pessoas, lugares e/ou acontecimentos). Além do SBT, ele trabalhou em Globo, CNT, Manchete e Gazeta (SP), passando pela Record como participante da "Fazenda" e estando nos últimos anos com programas no Multishow. Sempre popular, Serginho merece uma lembrança desta "24", claro!

De 1987, bagunças a torto e direito como jurado do "Show de Calouros", com direito a um banho de farinha, as cenouras do Senor (Abravanel) e um "telefonema" de Roberto Carlos. Sobrou até pra Aracy de Almeida.

De 1987, uma "Porta dos Desesperados", o clássico maior da "Oradukapeta". Quem não queria abri-la? (rs)

De 1990, um encerramento da "Oradukapeta" com um musical do Dominó e a tradicional mensagem final do Serginho ao som da pianada "Ballade Pour Adeline". Basta escutá-la e lembro disso todas as vezes. Todas.

De 1991, um dos momentos mais inacreditáveis do cancioneiro tupiniquim em uma das melhores músicas ruins já feitas (sim, porque tem músicas ruins que são ruinzonas com "RU" de "ruborizado fico", mas tem músicas ruins que são apenas toscas e, por isso mesmo, legais e divertidas): o sensacional "Rap do Ovo", que marcou o filme "Inspetor Faustão e o Mallandro". Recordo como se fosse de quando o assisti na época de lançamento.

De 1994, um "Programa Sérgio Mallandro" com outro quadro legal demais: qual moleque não queria chutar um pênalti para ser defendido por Mallandrowski? Aqui, Flamengo e Palmeiras o desafiam.

Clipe do Dia I

Terça-feira dos 55 anos de Nico Rezende, que foi tecladista da banda de Ritchie e arranjador de discos para muitos artistas. Cantor a partir de 1987, chega aqui com "Penso Nisso Amanhã", da novela "Vale Tudo".

Clipe do Dia II

Christophe completa 70 anos nesta terça. Em 1965, quando ainda era bem jovenzinho, emplacou aqui um grande sucesso da música francesa, que me faz lembrar de todas as moças que conheço com este nome: "Aline". Aliás, a propósito, algo que admito ter me chateado apenas hoje fui saber por disso me tocar a partir da memória desta canção: ao escutá-la, primeira moça que me vem à cabeça é a maravilhosa Aline Schneider, que muito assisto na telinha na última década e que me toquei que não olho no vídeo já tem alguns meses. Aí vem o que só agora fui saber: que ela deixou a Record/RS no início deste segundo semestre, não constando que tenha assumido uma nova atividade profissional (não na televisão, ao menos). Já fiquei bem chateado e sentindo muito sua falta por ser uma moça linda, simpática, de sorriso encantador e muito talentosa e versátil em todas as pautas.

Clipe do Dia III

Um dos craques da música negra norte-americana celebrando 80 anos na segunda-feira: Samuel David Moore, que se uniu de 1961 a 1981 a Dave Prater para formar a dupla Sam & Dave. Curta aqui "Soul Man", de 1967.

Bela do Dia: Tamara Gorro

Tamara Gorro, apresentadora de TV e que está por ser mãe de Shaila, sua filha com o jogador Garay, que foi liberado pela Argentina e não enfrentará o Paraguai. Detalhe: não foi este corpaço que gerou o bebê e sim o de uma barriga de aluguel.

Clipe do Dia IV

80 anos também nesta segunda quem faria, se não nos deixasse em 2007, era um dos mais populares tenores de todos os tempos: o imbatível e pra lá de carismático Luciano Pavarotti, sobrenome que virou referência para as mais grandiloquentes cantorias. Se sozinho ele já arrebentava, ao lado de grandes nomes ficava covardia com "CO" maiúsculo, que o diga a união Os Três Tenores com Placido Domingo e Jose Carreras. O trio brilhou em quatro Copas do Mundo: 1990, 1994, 1998 e 2002. Juntos, cantaram no Estádio do Morumbi em 2000 (aliás, essa crise política no São Paulo tá parecendo uma ópera em momento extremameeeeeente dramático). Luciano veio sete vezes ao Brasil, uma especial aqui em Porto Alegre em 1998, na união com Roberto Carlos no Beira-Rio. Foi em outro evento esportivo sua última apresentação, ao cantar "Nessun Dorma" nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2006, na Turim da sua Juventus. Três destaques: começo aqui é "La Donna è Mobile"; avanço aqui para "O Sole Mio"; e termino aqui com "Aquarela do Brasil" com os Três Tenores no Morumbi.

Antes do Arremate...

...lembro na audiência rotativa da internet por talvez ter tido quem perdesse a coluna conjunta de fim de semana (sábado e domingo) que, desde por volta do meio-dia do domingo dia 5, estou com apenas 10% da velocidade da internet pois é assim mesmo que a GVT deixa nestas ocasiões. Enquanto não consigo 250 maneiras de solucionar este problema (que talvez eu não enfrentasse se tivesse finalmente fechado um patrocínio de quatro dígitos que há mais de um mês negocio para este Papo de Bola e que acabou "travado" não da minha parte, já deixo bem claro para que não se pense algo em contrário), prejudicado demais fico para elaborar as inéditas da "24 Horas" e do "Papo de Mídia" pois as páginas dos mais de 30 sites que visito dia após dia em busca de pautas para as duas colunas diárias demoram de 30 segundos a dois ou até três minutos para abrirem, isso quando abrem, fora que vídeos não consigo assistir por raramente carregarem (em 144 pixels, que é o viável) e nem escutar as rádios de outras partes do país me é possível. Enfim, são atualizações "a fórceps" que este PB tem tido desde a última semana. Espero que estes poréns cessem. Enquanto isso, vamos do jeito que dá.

Arremate

Feriado de novo amistoso da Seleção de Novos na Arena de Manaus, desta vez diante dos haitianos.

"24 Horas" volta com edição inédita na quarta-feira, depois disso tudo que projetado foi!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia") e editor do blog "Papo Final" no Final Sports.

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com
BLOG NO FINAL: papofinal.final.com.br


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.