.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Segunda, 28 de setembro de 2015 - ANO 13, EDIÇÃO 13
Fim de semana alegre para corintianos e vascaínos

Não apenas o futebol ofereceu alegrias para torcedores do Corinthians e do Vasco. Outras ocorrências também.

No caso corintiano, além da vitória sobre o Figueirense somada ao empate do Atlético Mineiro, combinação que deixou o líder do Brasileirão ainda mais líder, o sábado começou festivo com a Arena em Itaquera ocupada por cerca de 10 mil pessoas para um casamentão comunitário promovido pela Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania de SP, que matrimoniou 400 pares. Já o domingo terminou com celebração pela primeira conquista da parceria com Americana no basquete feminino, oficializada no início de agosto. Depois da vitória na semifinal sobre o New Crusaders do anfitrião Chile por 78 x 58, as gurias paulistas conquistaram a Liga Sul-Americana Feminina aplicando 70 x 60 no UTE do Equador, vingando-se da derrota por 73 x 69 na abertura da competição. Este é o segundo título continental do Americana, o primeiro obtido em 2012 na final sobre Ourinhos.

Já os vascaínos recuperaram seu moral após a derrota pro São Paulo na Copa do Brasil e fizeram aquilo mesmo: focar na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, no qual a invencibilidade chegou aos cinco jogos (quatro vitoriosos) e a fuga do descenso não parece mais algo tão certo como soava há um ou dois meses. Será que teremos um novo carioca fugindo milagrosamente da segunda divisão quando tudo parecia conspirar para isso, igual ao Fluminense em 2009? Mas não ficou apenas nisso. Além de derrotar o Flamengo no clássico do futebol, o domingo cruzmaltino foi sorridente no handebol masculino com o bicampeonato da Copa Brasil. Realizada em Maringá, a competição terminou com a Cruz de Malta batendo o Londrina na finalíssima por 32 x 29.

Os públicos do fim de semana

O clássico no Rio de Janeiro liderou com folga o levantamento ao ser a única partida do fim de semana com mais de 40 mil espectadores no estádio. Depois, só na base das menos de 30 mil pessoas, destacando-se plateias bem boas do Vitória e do Ceará na Série B, do Fortaleza na Série C e, mais especialmente ainda, do Botafogo de Ribeirão Preto na Série D. 19 mil fãs renderam ao Botinha o sexto lugar na tabela abaixo.

Jogos com dados ausentes por, até a publicação desta coluna, não terem sido informados ou encontrados: CRB 2 x 1 Mogi Mirim no Rei Pelé, Juventude 3 x 0 Guaratinguetá no Alfredo Jaconi, Salgueiro 0 x 1 Confiança no Cornélio de Barros, Cuiabá 2 x 1 Icasa na Arena Pantanal, Palmas 1 x 0 Remo no Nilton Santos, Rio Branco do Acre 0 x 1 Ypiranga na Arena da Floresta e Lajeadense 4 x 0 Central na Arena Alviazul.

40.240 (44.361) / R$ 1.986.400,00 (R$ 49,36) - Flamengo 1 x 2 Vasco (Brasileiro) - Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
25.141 / R$ 760.420,00 (R$ 30,24) - São Paulo 1 x 1 Palmeiras (Brasileiro) - Morumbi, São Paulo (SP)
22.948 (23.204) / R$ 698.402,50 (R$ 30,43) - Vitória 3 x 1 Paysandu (Brasileiro Série B) - Fonte Nova, Salvador (BA)
22.897 / R$ 593.675,00 (R$ 25,92) - Cruzeiro 2 x 0 Coritiba (Brasileiro) - Mineirão, Belo Horizonte (MG)
22.333 (22.920) / R$ 159.614,00 (R$ 7,14) - Ceará 1 x 1 Oeste (Brasileiro Série B) - Castelão, Fortaleza (CE)
19.008 / R$ 112.955,00 (R$ 5,94) - Botafogo de Ribeirão Preto 3 x 0 CRAC (Brasileiro Série D) - Santa Cruz, Ribeirão Preto (SP)
18.050 (18.806) / R$ 170.410,00 (R$ 9,44) - Fortaleza 4 x 1 Águia (Brasileiro Série C) - Castelão, Fortaleza (CE)
13.562 (13.773) / R$ 183.320,00 (R$ 13,51) - Sampaio Corrêa 0 x 0 Santa Cruz (Brasileiro Série B) - Castelão, São Luís (MA)
13.251 (15.164) / R$ 420.226,00 (R$ 31,71) - Grêmio 3 x 1 Avaí (Brasileiro) - Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
12.629 (13.964) / R$ 194.050,00 (R$ 15,36) - Atlético Paranaense 1 x 2 Ponte Preta (Brasileiro) - Arena da Baixada, Curitiba (PR)
11.043 / R$ 452.145,00 (R$ 40,94) - Santos 3 x 1 Internacional (Brasileiro) - Vila Belmiro, Santos (SP)
9.484 (9.967) / R$ 406.280,00 (R$ 42,83) - Figueirense 1 x 3 Corinthians (Brasileiro) - Orlando Scarpelli, Florianópolis (SC)
9.238 (11.725) / R$ 232.110,00 (R$ 25,12) - Fluminense 2 x 0 Goiás (Brasileiro) - Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
8.317 / R$ 147.013,00 (R$ 17,67) - Guarani 5 x 3 Caxias (Brasileiro Série C) - Brinco de Ouro, Campinas (SP)
7.486 / R$ 102.355,00 (R$ 13,67) - Joinville 2 x 2 Atlético Mineiro (Brasileiro) - Arena Joinville, Joinville (SC)
6.126 / R$ 101.931,00 (R$ 16,63) - Náutico 3 x 0 ABC (Brasileiro Série B) - Arena Pernambuco, São Lourenço da Mata (PE)
5.754 / R$ 71.130,00 (R$ 12,36) - Sport 3 x 0 Chapecoense (Brasileiro) - Ilha do Retiro, Recife (PE)
4.886 / R$ 72.190,00 (R$ 14,77) - Portuguesa 1 x 0 Tombense (Brasileiro Série C) - Canindé, São Paulo (SP)
3.965 (4.395) / R$ 74.820,00 (R$ 18,87) - Operário 1 x 0 Campinense (Brasileiro Série D) - Germano Kruger, Ponta Grossa (PR)
3.499 (4.754) / R$ 67.503,50 (R$ 19,29) - América de Natal 4 x 1 Botafogo da Paraíba (Brasileiro Série C) - Arena das Dunas, Natal (RN)
2.434 / R$ 14.040,00 (R$ 5,76) - Trem 0 x 1 Santos + 3 x 4 (Amapaense) - Zerão, Macapá
2.379 (2.803) / R$ 35.400,00 (R$ 14,88) - Paraná 1 x 2 Atlético Goianiense (Brasileiro Série B) - Vila Capanema, Curitiba (PR)
2.248 (3.971) / R$ 34.505,00 (R$ 15,34) - ASA 1 x 0 Vila Nova (Brasileiro Série C) - Coaracy da Mata Fonseca, Arapiraca (AL)
1.751 (2.051) / R$ 22.190,00 (R$ 12,67) - Luverdense 2 x 2 Bahia (Brasileiro Série B) - Passo das Emas, Lucas do Rio Verde (MT)
1.575 / R$ 21.810,00 (R$ 13,84) - América Mineiro 2 x 1 Criciúma (Brasileiro Série B) - Independência, Belo Horizonte (MG)
997 / R$ 18.010,00 (R$ 18,06) - Caldense 1 x 1 Rio Branco do Espírito Santo (Brasileiro Série D) - Ronaldão, Poços de Caldas (MG)
954 (1.454) / R$ 12.280,00 (R$ 12,87) - Tupi 0 x 2 Brasil (Brasileiro Série C) - Mário Helênio, Juiz de Fora (MG)
860 (1.237) / R$ 7.095,00 (R$ 8,25) - Assu 6 x 3 Santa Cruz (Potiguar Série B) - Edgarzão, Assu
659 (932) / R$ 7.740,00 (R$ 11,74) - Coruripe 0 x 3 São Caetano (Brasileiro Série D) - Gerson Amaral, Coruripe (AL)
492 / R$ 7.380,00 (R$ 15,00) - Estanciano 2 x 1 Ríver (Brasileiro Série D) - Augusto Franco, Estância (SE)
179 (219) / R$ 2.290,00 (R$ 12,79) - Madureira 0 x 1 Londrina (Brasileiro Série C) - Moça Bonita, Rio de Janeiro (RJ)

Os destaques do Campeonato Brasileiro

Figueirense 1 x 3 Corinthians - Êxito tranquilo dos paulistas pois pouco ameaçados foram pelos mandantes catarinenses, tanto que a diminuída no escore saiu apenas aos 47 minutos do segundo tempo. Só não acabou em 5 a vitória do líder pois Vagner Love perdeu uma chance inacreditável na cara do goleiro e Renato Augusto acertou o poste em outra. Com 100 gols em 61 partidas nesta temporada, o Timão tem apenas uma derrota nas últimas 8 atuações (5 triunfantes) e uma derrota nas últimas 4 visitas (metade ganha). O Furacão do Estreito, que antes do primeiro trilar de apitante recebeu a taça e as medalhas de campeão estadual, completou 8 enfrentamentos sem sucesso (6 derrotados) e 5 presenças em seu reduto sem êxito (4 perdidos).

Joinville 2 x 2 Atlético Mineiro - Reencontrados no oeste de Santa Catarina após 31 anos, por duas vezes os mineiros ficaram na frente e os catarinenses empataram, a segunda igualdade numa pancadaça do William Popp de fora da área que foi um dos mais belos gols desta rodada. Não foi positiva a centésima atuação do Dátolo pelo Galo, que venceu um dos últimos 4 embates (empatou metade) e não ganha há 3 visitas. Jamais vencedor neste duelo, o JEC completou 9 pelejas de seca (5 empatadas), venceu uma das últimas 12 (perdeu metade) e, em seus domínios, empatou os últimos 4, não é superado há 5 e perdeu um dos últimos 9 (empatando 5).

Grêmio 3 x 1 Avaí - Se o primeiro tempo foi dominado pelo Giuliano com dobra pessoal, a segunda etapa teve em André Lima e Maxi Rodríguez seus grandes personagens, o avaiano diminuindo com poucos minutos em campo (e provocando o Internacional ao abrir os dedos de uma mão e fechar a outra em alusão aos 5 x 0 do último Grenal, o que levou os tricolores mais ferrenhos ao êxtase) e o gremista fechando o marcador com um sapataço maravilhoso no ângulo direito para sua equipe seguir jamais vencida neste confronto em 7 realizações, ganhando 6, e chegar aos 5 jogos desde 2010 de invencibilidade geral. O Tricolor vem irregular nas últimas 6 jornadas (venceu 2, empatou 2 e perdeu 2), mas em casa foi batido só uma vez nas últimas 8 porfias (5 exitosas). O Leão da Ilha voltou a ser superado após 3 vitórias seguidas e ganhou uma das últimas 11 visitas (8 perdidas).

São Paulo 1 x 1 Palmeiras - Antes da bola rolar, os tricolores entraram em campo com cachorros como parte da campanha "Adote um Amigo Tricolor", que incentiva a adoção de animais. Boa! É isso mesmo: adote, não compre. Não chegando a ser um doberman furioso, mas também não dando uma de buldogue dorminhoco, o Tricolor começou mordendo o adversário e Fernando Prass tocou com a mão na bola fora da área, porém, não sofrendo punição - erradamente, pois deveria. A vantagem no placar foi obtida, mas o Verdão não quis saber que fosse duro de roer o osso e chegou ao empate aos 47 minutos do segundo tempo com Robinho, que na etapa inicial havia cabeceado no travessão e, desta vez, aproveitou uma papagaiada do Rogério Ceni para encobri-lo (sim, o filme de março pelo Paulistão foi reprisado). Os palmeirenses não perderam os três Choque-Rei deste ano, mas os são-paulinos seguem sem perder para eles no Morumbi há 22 duelos desde 2002. O São Paulo não é vencido há 5 mandos (3 vitoriosos) e perdeu uma das últimas pelejas (2 ganhas). O Palmeiras não cai há 5 porfias (emendou dois empates), perdeu uma das últimas 7 (ganhou 3) e não perde há 3 visitas (empatou duas).

Santos 3 x 1 Internacional - Depois que o Peixe reclamou de um pênalti não marcado (não sei se aconteceu ou não pois não pude vê-lo), outro existente foi assinalado e deu ao Colorado a dianteira no escore. A igualdade aconteceu no intervalo, a virada veio numa penalidade máxima duvidosa, mas que eu não marcaria por me parecer contato de jogo, e a trinca deu números finais à história. Festa para uma centena de refugiados sírios que foram à Caldeira do Urbano assistir o jogo. Os paulistas voltaram a ganhar dos gaúchos após 4 desafios desde 2013. O Santos não empata há 6 jornadas (4 ganhas), venceu os últimos 11 mandos de campo e só perdeu uma vez nesta condição em 29 atuações neste ano (24 vitórias, 20 delas na Vila Belmiro). O Inter não perdia havia 5 contendas, não se dá bem há 3 paradas e triunfou apenas uma vez nas últimas 4 visitas (3 perdidas).

Flamengo 1 x 2 Vasco - A virada aconteceu em menos de cinco minutos na metade complementar e o pênalti do gol derradeiro existiu pelo contato da mão na bola. Os vascaínos não perdem para os flamenguistas há 6 jogos e, nesta temporada, venceram 4 vezes, empataram 2 e perderam 2. O Cruzmaltino caiu só em uma das últimas 6 presenças (4 vitórias) e a derrota bem sabem não ter sido na Série A. Já o Mengão emendou 3 derrotas depois daquela série de 6 vitórias seguidas e, de quebra, Oswaldo de Oliveira perdeu pela primeira vez um clássico do Rio de Janeiro treinando a equipe em 5 disputados (vinha de 3 vitórias, sendo duas sobre o Fluminense e uma diante do Vasco, e 1 empate com os cruzmaltinos; pelo Fla, Oswaldo ainda não enfrentou o Botafogo).

Atlético Paranaense 1 x 2 Ponte Preta - Quando os campineiros já venciam no primeiro tempo, seu arqueiro Marcelo Lomba fez a maior defesa nem digo da rodada e sim do campeonato inteiro ao salvar milagrosamente com o pé direito rigorosamente em cima da linha um arremate à queima-roupa do Sidcley. O terceiro gol não aconteceu pois Borges teve uma oportunidade desperdiçada inacreditavelmente depois da marca do pênalti, ele, o goleiro e mais ninguém. Foi ainda pior que aquela perdida pelo Santos contra a Portuguesa em 2012. Os curitibanos têm neste um confronto dureza total quando realizado em Curitiba: 5 derrotas em 12 realizações (6 triunfos dos donos da casa). Enquanto a Macaca emendou 4 vitórias depois daquela série de 9 fracassos e igualou uma marca de 1976, 1977, 1981, 1999 e 2011, além de não perder há 3 visitas, o Furacão tem um sucesso nos últimos 7 jogos (4 derrotas) e ganhou um dos últimos 4 mandos (metade perdida). Consequência: demitido o técnico Milton Mendes, que sai com 16 vitórias, 5 empates, 13 derrotas e super-intermediário no Nacional.

Sport 3 x 0 Chapecoense - Um resumo honesto: poderia ter sido mais de 3. O Leão ganhou após 3 insucessos, não perde em casa há 4 partidas (metade ganha) e está invicto na Ilha do Retiro em 22 comparecimentos neste ano (só empatou 7 deles). A Chape não vence há 9 desafios (5 perdidos), ganhou um dos últimos 12 (perdeu metade), não triunfa há 12 visitas (metade perdida) e teve um êxito nas últimas 18 (perdeu 11).

Fluminense 2 x 0 Goiás - Se Fred quebrou uma seca de 7 aparições sem estufar as redes, Gustavo Scarpa anotou um dos mais lindos tentos da rodada ao dar um lençol no marcador e bater direto no ângulo canhoto. Como não dá para ser totalmente feliz, justamente estes dois e mais Cícero estão suspensos para o confronto diante do Santos no domingo que vem. Os cariocas emendaram 3 vitórias sobre os goianos, ganharam os últimos 6 mandos de campo e não perdem há 7 desde 2009. O Tricolor finalmente quebrou o jejum de 8 fracassos (6 derrotas) e 4 atuações em casa (3 perdidas). O Esmeraldino não empata há 10 jornadas (6 perdidas), caiu nas últimas 4 visitas, não ganha há 5 e faturou somente uma das últimas 13 (sendo superado em 9).

Cruzeiro 2 x 0 Coritiba - Numa rodada de lindos gols, o do Ceará foi o mais espetacular deles, uma pauladaça de muito longe no ângulo esquerdo. Realmente fantástico, para quebrar a ausência de tentos dele em 3 anos e 1 mês e meio pelos cruzeirenses. Os coxas-brancas até ficaram com um jogador a mais desde o fim do primeiro tempo, mas vazados foram novamente e assim terminou. Os mineiros, que não perdem como mandantes para os paranaenses há 8 encaradas desde 2004 e venceram os 6 últimos mandos, entraram em campo com crianças portadoras de câncer em parte da campanha "Setembro Dourado". A Raposa não é derrotada há 4 partidas (metade ganha), perdeu uma das últimas 7 (ganhando 4) e não cai há 4 mandos (faturou a metade). O Cori não empata há 4 comparecimentos (perdendo a metade) e voltou a ser superado após 3 visitas.

Passadas 28 de 38 rodadas do Brasileirão, estamos assim: em 1°, Corinthians com 60; em 2°, Atlético Mineiro com 53; em 3°, Grêmio com 51; em 4°, Palmeiras com 45; em 5°, Santos e São Paulo com 43; em 7°, Flamengo e Internacional com 41; em 9°, Ponte Preta e Sport com 40; em 11°, Atlético Paranaense com 38; em 12°, Fluminense com 37; em 13°, Cruzeiro com 36; em 14°, Coritiba com 33; em 15°, Avaí com 32; em 16°, Goiás e Chapecoense com 31; em 18°, Figueirense com 28; em 19°, Vasco com 26; e em 20°, Joinville com 24.

A próxima rodada é no fim de semana, será a última antes do primeiro turno duplo das Eliminatórias para 2018 e terá estes cotejos: no sábado, Coritiba x Atlético Mineiro e Internacional x Sport às 18h30 e São Paulo x Atlético Paranaense às 21h; e no domingo, Flamengo x Joinville e Avaí x Vasco às 11h, Santos x Fluminense, Ponte Preta x Corinthians, Cruzeiro x Grêmio e Goiás x Figueirense às 16h e Chapecoense x Palmeiras às 18h30. Mas antes tem Copas do Brasil e Sul-Americana. Da primeira: depois de amanhã, Grêmio x Fluminense, Palmeiras x Inter e Vasco x São Paulo às 22h; e quinta, Santos x Figueirense às 21h. E da segunda: na quarta, Huracán x Sport e Brasília x Atlético Paranaense às 22h; e na quinta, Chapecoense x Libertad às 21h.

Os destaques da Série C: quartas definidas

O Grupo A acabou liderado pelo Fortaleza, que foi aos 36 pontos com o quatrilho que teve trinca particular do Maranhão para rebaixar o Águia, que ficou nos 15 e vai pra Série D com o Icasa, lanterna com 7 e que perdeu para o Cuiabá, que foi para os 19 e já se manteria na Terceirona até mesmo se perdesse devido ao tombo paraense. No encontro direto, o ASA derrotou o Vila Nova aos 42 minutos da segunda etapa e isso deixou os vencedores com 35 pontos e os perdedores com 33. A última vaga ficou mesmo para o Confiança, que foi aos 31 pontos ao bater o Salgueiro aos 45 da metade final e que passaria de fase ainda se perdesse pois, se acabasse com 29 pontos e 8 vitórias, teria 8 gols de saldo. O América de Natal até deu de 4 no Botafogo da Paraíba com três anotadas dos 31 aos 34 minutos do segundo tempo, indo aos 29 pontos com 8 vitórias, mas apenas 6 gols de saldo.

E o Grupo B, hein? Londrina primeiro colocado com 34 pontos ao derrotar o já rebaixado Madureira, com 13. A segunda posição foi da Portuguesa, 30 pontos e 9 vitórias com o êxito sobre o Tombense. Com 30 pontos e 8 vitórias permaneceu o Tupi, que foi batido pelo Brasil de Pelotas. Isso deixou os xavantes com 29 pontos, 7 vitórias e 10 gols de saldo, este o fator decisivo para a quarta vaga. O Juventude fez 3 no Guaratinguetá, cujos 16 pontos acabaram suficientes para evitar o descenso (mas só depois da parceria com o Atlético Paranaense, diga-se), e ficou com 9 de saldo. Se o Ju ganhasse por 4 x 0, também teria 10 de saldo, mas um gol pró acima do Brasil. O Guarani é que se esforçou muito e marcou 5 vezes, só que foi vazado em 3 pelo Caxias, lanternaço de 8 pontos e nenhuminha vitória. Os campineiros tiveram 29 pontos, 7 vitórias e apenas 6 faturas de saldo.

Assim ficaram as quartas-de-final, com datas e horários a definir entre os dias 4, 11 e 18 de outubro: Fortaleza x Brasil (volta no CE), ASA x Tupi (volta em AL), Portuguesa x Vila Nova (volta em SP) e Londrina x Confiança (volta no PR). Nas semifinais, teremos cearenses ou gaúchos x alagoanos ou mineiros e paulistas ou goianos x paranaenses ou sergipanos. Primeiro: por mais que eu goste pra burro (e pra inteligente também) do amor dos cearenses pelo futebol e do Castelão quase sempre com plateias bem legais, o regionalismo fala mais alto e torcerei para o Xavante subir pra Série B. Segundo: é um cenário extremamente curioso o deste ano com mais uma possibilidade de acesso para o Fortaleza num ano em que o Ceará tá na zona do rebaixamento na Série B. Terceiro: interiorano por interiorano, prefiro que suba o ASA por me parecer ainda levar mais gente aos seus jogos que o Galo Carijó. Quarto: admito que sinto falta da Lusa numa das divisões mais cotadas e gostaria de vê-la de novo na Bêzona. E quinto: uma presença sergipana com calendário completo de 38 jogos o ano todo ou os paranaenses da praça mais forte do interior do estado? Essa é uma dúvida cruel em minha mente.

Os destaques da Série D

Só nesta madrugada olhei os minutos finais da vitória do Palmas sobre o Remo e, além do pênalti ridiculamente hediondo anotado para os tocantinenses aos 45 minutos da segunda etapa (apliquem ganchos pesadíssimos no Washington, pela simulação porca, e no apitante Avelar Rodrigo da Silva, por ter a cara-de-pau de apontar a marca da cal naquilo), os paraenses desperdiçaram duas ótimas chances de empatar e até virar logo em seguida.

Outras duas vantagens por 1 x 0 são as do Operário de Ponta Grossa para a volta contra o Campinense na Paraíba e a trazida do Acre aqui para o Rio Grande do Sul pelo Ypiranga diante do Rio Branco. Três times já parecem assegurados nas quartas-de-final por só hecatombes desastrosamente horrorosas reviravoltarem as tretas para os derrotados: Lajeadense, que deu de 4 no Central com os dois últimos depois dos 46 do segundo; Botafogo de Ribeirão Preto, que tocou 3 no CRAC em casa; e São Caetano, que fez igual sobre o Coruripe nas Alagoas.

A vantagem do Estanciano é de 2 x 1, o que não deixa o Ríver tão atrás assim. Acabou que o único empate nestas oito idas da segunda fase foi o conseguido fora de casa pelo Rio Branco do Espírito Santo com a Caldense.

Os destaques do futebol europeu

Espanha (6 rodadas) - A liderança é do Villarreal, que teve um gol do Léo Baptistão para vencer o Atlético de Madrid. Vice com 15, o Barcelona teve Neymar perdendo um pênalti e ganhou do Las Palmas com dobra do Suárez, mas a chateação predominou devido à lesão do Messi no joelho, o que lhe tira de combate por dois meses. O Real Madrid "oxou" com o Málaga e é terceiro com 14, a exemplo do Celta, que empatou com o Eibar.

Itália (6 rodadas) - Fiorentina e Internazionale lideram com 15 pontos. Eles se enfrentaram nesta rodada e a Inter apanhou 4 vezes, 3 delas só do Kalinic. O terceiro é o Torino, 13 pontos após derrotar o Palermo. Quem arranca mal demais é a campeoníssima Juventus, que perdeu mais uma, desta vez para o Napoli.

Inglaterra (7 rodadas) - A cidade de Manchester comanda o torneio, mas o líder foi trocado neste fim de semana. O City parou nos 15 ao tomar 4 do Tottenham de virada e o United o deixou para trás ao subir para 16 com a trinca no Sunderland. O êxito foi aberto antes de 1 minuto com Rooney, que rompeu uma sequência de 1 mil minutos sem gol na Premier League. Os terceiros com 13 pontos são West Ham, que empatou com o Norwich, e Arsenal, que contou com 3 gols do Alexis Sánchez (que não marcava havia 4 meses) na quina triunfante sobre o Leicester. Inicialmente fora destes primeiros colocados, o Chelsea se limitou a não perder para o Newcastle, contando com diminuída do Ramires e empate do William nos últimos 15 minutos.

Alemanha (7 rodadas) - "Novidade": primeira colocação do Bayern de Munique, 100% ao dar de 3 no Mainz. Com 17 pontos está o Borussia Dortmund, que vencia o Darmstadt até 44 da etapa final, quando tomou o empate. O aurinegro Aubameyang se tornou o primeiro jogador a fazer um gol em todas as primeiras 7 rodadas, colocando seu nome na história da Bundesliga. Terceiro com 16, o Schalke 04 superou o Hamburgo.

França (8 rodadas) - 20 pontos para o Paris Saint Germain, que quatrilhou o Nantes de virada e, dos 25 do tempo segundo em diante, marcou a cada 10 minutos. Quatrilhado pelo Nice foi o Saint-Etienne, vice com 16.

Portugal (6 rodadas) - Porto e Sporting lideram com 14 pontos. Os portistas tomaram o empate do Moreirense aos 43 do segundo e os lisboetas empataram sem gols com o Boavista. Quem tava que tava era Jonas, o "Mestre Jonas" (by Marco Antônio Pereira). Dois gols nos 3 do Benfica sobre o Paços Ferreira e 12 pontos.

Curtinhas

*Depois daquele diz-que-me-diz dando conta do Internacional vetar o minuto de silêncio para o "Gaúcho da Copa", mais uma controvérsia: sei pelo João Batista Filho que o Grêmio tentou homenageá-lo antes do jogo diante do Avaí, sendo autorizado isso pelo delegado do mesmo, mas não pelo apitante Marcelo Aparecido de Souza. Ué???

*Aprovadas mudanças no estatuto do Grêmio, como o mandato presidencial ir de 2 para 3 anos a partir da eleição do sucessor do Romildo Bolzan Jr. Somente 321 associados participaram da votação proposta pelo Conselho Deliberativo. O próximo pleito, no fim do ano que vem, se dará não em outubro e sim em dezembro.

*Mais um técnico perdeu o emprego na Série B: Fernando Diniz, demitido pelo Paraná após a derrota pro Atlético Goianiense. Não deixará muitas saudades, não: 7 vitórias, 3 empates e 7 derrotas.

*Se você achou bizarro aquele gol contra do Macaé para o Botafogo na terça passada, repense seus conceitos ao assistir aqui a aprontada de David, do Santa Cruz de Natal, que deu uma rosca estratosférica que ajudou o Assu a ser campeão da Série B do Campeonato Potiguar. Dei um suspiro de susto ao ver o lance. Sério.

*Autor de um gol de falta no empate do seu Zenit com o Spartak Moscou, Hulk foi novamente alvo de racismo e, ao deixar o campo no término da porfia, fez um gesto de beijo com a boca para os criminosos.

*Fórmula 1: a Mercedes disse esperar crer que não tenha sido retaliação por não ceder motores para a Red Bull no ano que vem o fato de Lewis Hamilton e Nico Rosberg, somados, terem aparecido só em menos de 6 minutos dos 100 totais do Grande Prêmio do Japão. Mexe com o titio Bernie Ecclestone pra ver o que te acontece... Agora, que esse jurássico não vale o prato de comida que degusta todas as noites, isso não vale mesmo.

*Boxe: Esquiva Falcão derrotou o húngaro Zoltan Popp por nocaute no segundo assalto. 11 lutas, 11 vitórias.

*Sem futebol neste fim de semana por já ter feito na terça-feira o jogo da Série B correspondente a esta rodada, o Botafogo festejou neste domingo no polo aquático, campeão nacional masculino que se tornou ao aplicar 11 x 10 sobre o SESI, na piscina do Pinheiros. Primeiro título da Liga Brasileira logo na primeira final.

*Basquete: infelizmente não deu para Bauru, que perdeu o Intercontinental Masculino para o Real Madrid por 91 x 79, sendo o saldo de cestas bem mais favorável para os espanhóis, que novamente calaram um time paulista pela conquista do mundo. Já tinha sido assim em 1981 contra o Sírio. Quinto título mundial do Real.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*A próxima quinta-feira não terá apenas a nova trilha do "Jornal da CBN" como incremento no dia dos 24 anos da Central Brasileira de Notícias. O "CBN Brasil" será apresentado diretamente do auditório do MASP, em Sampa City, com entrada franca, e celebrará os 15 anos do Carlos Alberto Sardenberg à frente deste noticiário.

*Uma semana depois do cateterismo de urgência ao qual teve que ser submetido enquanto estava em SP para fechar um próximo "Globo Repórter", Rosane Marchetti foi homenageada com o troféu Amigo do Vinho durante um evento de avaliação nacional da safra 2015, realizado em Bento Gonçalves. Dizem que depois da tempestade vem a bonança. Que a tempestade da ótima Rosane tenha passado e só bonanças mil venham aí.

*Leio no Daniel Castro que questões econômicas relacionadas ao dólar (que bateu na casa das 4 reais) motivarão quatro alterações nas correspondências estrangeiras a partir de janeiro, confirmadas pelo chefão jornalístico Ali Kamel em comunicado internado na última sexta. Renato Machado e Roberto Kovalick deixarão Londres, André Luiz Azevedo sairá de Lisboa e Hélter Duarte será repatriado de Nova York. Os substitutos ganharão um terço do pago aos regressados. Na Inglaterra, Cecília Malan acumulará suas funções atuais com as do Renato, que fará reportagens somente para o "Globo Repórter", enquanto Kovalick será repórter especial em São Paulo e terá como substitutos Ernani Lemos na coordenação do escritório e Pedro Vedova, deslocado de Berlim, no vídeo.

*No lugar do Hélter na "Big Apple" ficará Sandra Coutinho, que colabora há dois meses com o "Jornal Nacional" e que sairá da Globo News, na qual será substituída por Michelle Marinho, atual editora internacional do canal no Rio de Janeiro e que já foi correspondente no Peru. Conforme Ali no comunicado interno, os substitutos do André em Portugal e do Pedro na Alemanha serão anunciados "a seu tempo", ou seja, sabe-se lá quando.

*Leio no Flávio Ricco que a Record estuda ampliar a presença da "fofoqueira-mor" Fabíola Reipert em seus programas devido ao sucesso do quadro "A Hora da Venenosa" feito por ela no "Balanço Geral SP", ao lado de Reinaldo Gottino e Renato Lombardi, que vive ganhando do "Vídeo Show" da Globo em São Paulo.

*Depois da treta de sexta passada no "Jornal do Meio-Dia" da RIC/Record de Florianópolis, quando entrevistava Andressa Urach por causa da sua biografia escrita pelo Douglas Tavolaro e fez ela chorar ao dizer que sua mãe trabalhou para sustentar os 6 filhos e "não caiu na sem-vergonhice igual a ti" (referência ao período de prostituição para sustentar a família), Hélio Costa pediu desculpas à loira e ela as aceitou. Ficamos de bem, então?

Bela do Dia: Agatha Moreira

Agatha Moreira, atriz que até sexta-feira estava no ar na Globo em "Verdades Secretas". Fica uma sensação de vazio na noite com o término desta novela das 11. Nada mais de "loviu-loviu-loviu".

*Leio no Flávio Ricco que a Record informou ao SBT que não vai liberar absolutamente ninguém com "NI" maiúsculo para o Teleton por causa de ataques feitos pelo Danilo Gentili aos seus contratados. Pô, Danilo!!!

*Novo programa começando na Bandeirantes nesta madrugada: "Alta Conexão", exibido depois do "Jornal da Noite" e do boletim "Que Fim Levou?", com 10 minutos de duração e apresentação de Sérgio Waib.

*Fora do ar na Band pelo mais nobre dos motivos, Mônica Apor ganhou o filho Johnny na manhã do sábado.

*Morria há 5 anos na data de hoje o diretor de cinema Arthur Penn, nascido em 1922 e que respondeu por filmes como "Caçada Humana", "Uma Rajada de Balas", "Pequeno Grande Homem" e "Duelo de Gigantes".

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Clipe do Dia

Uma das atrações do último dia do Rock in Rio foi o A-ha. Pretexto para trazer aqui a super "Take on Me".

Antes do Arremate...

...saiba que, se você estranhou a ausência de alguns assuntos nesta coluna, destacados foram já na edição de domingo, a qual recuperarão aqui e que trouxe temas como estes: o rescaldo completo do fim de semana na Série B, com resumos dos jogos, classificação e próxima rodada; Santos campeão amapaense; a "enésima" vitória do Lewis Hamilton na Fórmula 1; e os 10 anos sem Ronald Golias no "Clipe do Dia". Passa lá!

Arremate

Adversário do Sport na Sul-Americana, o Huracán empatou sem gols com o Vélez Sarsfield no Argentino.

"24 Horas" volta antes que o Huracán fique entre os 10 primeiros dentre 30 participantes!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia") e editor do blog "Papo Final" no Final Sports.

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com
BLOG NO FINAL: papofinal.final.com.br


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.