.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Segunda, 22 de junho de 2015 - ANO 12, EDIÇÃO 178
A revanche vem aí... Neymar não mais

Quando começou a enfrentar a Venezuela, o Brasil só teria uma possibilidade de ser eliminado da Copa América já na classificatória: ser derrotado. Claro que eu estava com medo, não dos venezuelanos porque o retrospecto não me permite dar crédito a eles (até ontem eram 18 derrotas, 2 empates e 1 vitória), mas dos próprios brasileiros. Mas os gols do Thiago Silva e do Roberto Firmino, cada um antes dos 10 minutos em cada etapa, resolveram a charada. Seria mais fácil eu receber um telefonema da Tele Sena avisando que ganhei um prêmio de anos atrás e que deveria recebê-lo no palco das mãos do Silvio Santos do que o Brasil tomar três gols. Três não. Um sim. Com um quarteto de beques, queria o quê também? Chamaram os venezuelanos para vir com tudo, ainda mais que um empate classificaria eles para as quartas e eliminaria a Colômbia, que "oxou" com o Peru. Mas isto não ocorreu, a Venezuela está fora mais uma vez e os colombianos, com dose extra de tensão, avançaram.

As quartas-de-final apontam uma revanche pelo caminho: Brasil x Paraguai, que aconteceu exatamente nesta fase em 2011 e que traz péssima lembrança aos brasileiros devido aos 100% de erros nas cobranças de pênaltis. Nem nesta partida e nem nas duas seguintes a Seleção contará com Neymar, já que nesta madrugada a CBF desistiu de recorrer e a punição dada a ele pela expulsão contra a Colômbia será efetivamente cumprida. Se eliminarem os paraguaios, os brasileiros enfrentarão argentinos ou os próprios colombianos. A Argentina passou ao derrotar a Jamaica pelo escore mínimo na centésima atuação do Messi pela equipe nacional, liderando a chave que teve o Paraguai em segundo e o Uruguai em terceiro depois do empate por uma proeza entre ambos.

Ficou assim o calendário da Copa América: nesta semana, quartas-de-final com Chile x Uruguai na quarta, Bolívia x Peru na quinta, Argentina x Colômbia na sexta (todos às 20h30) e Brasil x Paraguai no sábado (18h30); na semana que vem, semifinais com Chile ou Uruguai x Bolívia ou Peru na segunda e Argentina ou Colômbia x Brasil ou Paraguai na terça (ambas às 20h30); e no sábado, o enfrentamento valendo o título (às 17h).

Jogaram mal e estão eliminadas

Botei fé nas gurias do Brasil no Mundial realizado no Canadá, mas elas não corresponderam às expectativas e, pelo marcador mínimo estabelecido a 11 minutos do último apito graças a falhas tanto de marcação quanto da arqueira Luciana com suas mãos moles, a Austrália passou de fase para aguardar Japão ou Holanda. Com esta eliminação bem cedo, as brasileiras agora se prepararão para os Jogos Pan-Americanos em Toronto, nos quais Marta não estará por não ser uma competição oficial da FIFA e o sueco Rosengard não precisar liberá-la.

Os públicos do fim de semana no Brasil

A melhor plateia presente deste Brasileirão foi registrada em Flamengo x Atlético Mineiro: 42.318 pessoas, contra 41.954 de Internacional x Coritiba. O melhor público pagante ainda é de Palmeiras x Goiás, com 37.337 pagantes num Allianz Parque que não possui gratuidades que seja, contra 36.774 do Maracanã e 35.766 do Beira-Rio.

Outro destaque da rodada foi para o Atletiba com o melhor público da Arena da Baixada em jogos de clubes desde que foi reinaugurada para a Copa do Mundo em 2014, superando os 19.667 de Atlético 1 x 0 Corinthians no ano passado. Também tivemos o melhor comparecimento em sábado à noite nestas 8 primeiras rodadas, vindo da Arena para Grêmio x Palmeiras, que superou os 19.185 pagantes e 21.803 de Fluminense x Joinville ainda na primeira rodada no Maracanã. Bons públicos também no empate no Morumbi e na vitória do Sport no Grande Recife, mas decepção com menos de 8 mil fãs nos clássicos paulista na Vila e nordestino no Castelão.

Vamos ao levantamento de pagantes, presentes e rendas em sexta, sábado e domingo:

36.774 (42.318) / R$ 1.397.007,50 (R$ 37,98) - Flamengo 0 x 2 Atlético Mineiro (Brasileiro) - Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
33.643 (35.473) / R$ 1.743.925,99 (R$ 51,83) - Cruzeiro 0 x 1 Chapecoense (Brasileiro) - Mineirão, Belo Horizonte (MG)
26.773 (30.120) / R$ 964.125,00 (R$ 36,01) - Atlético Paranaense 2 x 2 Coritiba (Brasileiro) - Arena da Baixada, Curitiba (PR)
21.364 / R$ 639.175,00 (R$ 29,91) - São Paulo 1 x 1 Avaí (Brasileiro) - Morumbi, São Paulo (SP)
20.814 (22.896) / R$ 718.882,00 (R$ 34,53) - Grêmio 1 x 0 Palmeiras (Brasileiro) - Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
19.139 / R$ 524.005,00 (R$ 27,37) - Sport 2 x 1 Vasco (Brasileiro) - Arena Pernambuco, São Lourenço da Mata (PE)
11.118 (14.244) / R$ 239.625,00 (R$ 21,55) - Sampaio Corrêa 0 x 0 Bahia (Brasileiro Série B) - Castelão, São Luís (MA)
9.049 / R$ 113.970,00 (R$ 12,59) - Joinville 2 x 1 Goiás (Brasileiro) - Arena Joinville, Joinville (SC)
7.674 / R$ 255.965,00 (R$ 33,35) - Santos 1 x 0 Corinthians (Brasileiro) - Vila Belmiro, Santos (SP)
6.972 (7.409) / R$ 94.608,00 (R$ 13,56) - Vitória 2 x 0 ABC (Brasileiro Série B) - Barradão, Salvador (BA)
6.934 (7.508) / R$ 67.853,00 (R$ 9,78) - Ceará 3 x 3 Santa Cruz (Brasileiro Série B) - Castelão, Fortaleza (CE)
6.787 / R$ 93.825,00 (R$ 13,82) - Nacional 2 x 1 Princesa do Solimões (Amazonense) - Arena da Amazônia, Manaus
4.442 (4.862) / R$ 73.755,00 (R$ 16,60) - Botafogo 1 x 1 Boa Esporte (Brasileiro Série B) - Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
3.966 / R$ 82.695,00 (R$ 20,85) - Ponte Preta 4 x 0 Fort Lauderdale Strikers (Amistoso) - Moisés Lucarelli, Campinas (SP)
1.865 / R$ 26.085,00 (R$ 13,98) - América Mineiro 1 x 0 Atlético Goianiense (Brasileiro Série B) - Independência, Belo Horizonte (MG)
1.363 (2.059) / R$ 12.467,00 (R$ 9,14) - CRB 3 x 1 Macaé (Brasileiro Série B) - Rei Pelé, Maceió (AL)
1.285 (1.497) / R$ 20.905,00 (R$ 16,26) - Paraná 3 x 1 Mogi Mirim (Brasileiro Série B) - Vila Capanema, Curitiba (PR)
1.239 (1.339) / R$ 15.790,00 (R$ 12,74) - Vila Nova 1 x 0 Brasília (Amistoso) - Onésio Brasileiro Alvarenga, Goiânia (GO)
525 / R$ 6.700,00 (R$ 12,76) - Bragantino 3 x 1 Oeste (Brasileiro Série B) - Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista (SP)

Os destaques do Campeonato Brasileiro

Flamengo 0 x 2 Atlético Mineiro - Emerson "Sheik" estreou no rubro-negro, mas nem pôde fazer algo relevante. Com um contra do Samir e um golaço do Pratto (o centésimo do clube em 65 anos de Maracanã), os alvinegros construíram uma grande vitória, a primeira no palco maior dos brasileiros desde sua reinauguração para o Mundial de Seleções. O Mengão não perdia como mandante havia 3 partidas e perdeu as últimas três contendas contra o Galo, que não o vencia como visitante havia 7 jogos desde 2008 (seis deles no RJ e 4 no Maraca).

Santos 1 x 0 Corinthians - Peixe na frente cedinho e sustentando a vantagem até o encerramento, mesmo que o Timão acertasse a trave duas vezes, uma delas depois de um pênalti cometido por Daniel Guedes e não anotado. Dirigido interinamente por Serginho Chulapa, o Alvinegro Praiano não perde há 3 pelejas gerais e 16 mandos de campo, dos quais só empatou 3, além de quebrar uma sequência de 3 clássicos desde o ano passado sem vitória sobre o Coringão, que não bate os outros três grandes de SP há quatro enfrentamentos.

Sport 2 x 1 Vasco - Com direito a um gol do estreante André "Bebezão", o Leão chegou às 9 partidas sem queda, 7 delas vitoriosas, incluindo 5 das últimas 6. Especificamente como mandante, são 20 atuações este ano e 15 exitosas (incluindo as últimas 7). O Cruzmaltino está há 5 cotejos sem sucesso e perdeu os 4 últimos. Com isso, Doriva tirou o dele da reta e Celso Roth foi anunciado como novo treinador nesta segunda-feira, quando também Eurico Miranda confirmou as aquisições do atacante Herrera, ex-Botafogo e Grêmio, e surpreendentemente do Léo Moura, que estava no Fort Lauderdale e se despediu com pompa e circunstância do Flamengo este ano.

Grêmio 1 x 0 Palmeiras - Três nomes em destaque no Tricolor: Edinho, que voltou a jogar após 10 meses fora do elenco; Tiago, que praticou duas grandes defesas na segunda etapa; e Maicon, autor de um golaço após toque de calcanhar do Luan. Tá, quatro nomes... (rs) Mal sucedida a estreia do Marcelo Oliveira no Verdão. Os gaúchos não perdem há 15 mandos (5 empatados) e venceram os 4 últimos. Com Roger na casamata, são 3 vitórias em 4 jogos, todas elas obtidas na Arena. O Grêmio não ganhava este confronto havia 5 partidas desde 2012.

Cruzeiro 0 x 1 Chapecoense - A falta batida no alvo pelo Camilo, somada ao futebol ruim dos donos da casa, irritou tanto a torcida a ponto de mandarem o presidente Gilvan Tavares "tomar caju" e gritar "queremos jogador!". Um penaltaço cometido pelo alviverde Bruno não foi marcado, mas que os azuis não usem isso para minimizar sua primeira derrota após 3 vitórias consecutivas. A Chape havia perdido as últimas 5 visitas desde que superou o Metropolitano, ainda em abril, e derrotou a Raposa pela primeira vez após 4 jogos desde 2012.

São Paulo 1 x 1 Avaí - Ainda com marcador zerado, um gol legal de Alexandre Pato foi erradamente invalidado por inexistente impedimento. Mesmo assim, depois que o marcador foi aberto, houve oportunidade para ampliar e não houve qualidade para isso. Renan Ribeiro trabalhou bem, mas André Lima rompeu a barreira do substituto do Rogério Ceni para decretar o empate no término. O Tricolor não perde há 5 compromissos e 13 atuações diante de sua gente, mas não conseguiu atingir 13 vitórias consecutivas no Cícero. Já o Leão da Ilha chegou às 3 partidas tanto gerais quanto fora de casa sem fracasso (nas 3 visitas, somou 7 destes 9 pontos).

Atlético Paranaense 2 x 2 Coritiba - Um grande clássico que, por duas vezes, teve os alviverdes em vantagem e os rubro-negros buscando a igualdade. Nos minutos finais, os visitantes tiveram dois jogadores no olho da rua, mas isto não foi suficiente para alterar o escore. O Furacão não perde há 7 mandos desde a metade de abril, mas não completou 7 vitórias seguidas. O Coxa não vence há 5 partidas gerais e 8 visitas desde o início do mesmo abril, mas não chegou às 8 derrotas consecutivas. Lúcio Flávio reestreou na etapa final, voltando ao clube esverdeado após 13 anos, mas Kléber "Gladiador" acabou não sendo relacionado.

Joinville 2 x 1 Goiás - Aleluia, irmãos!!! Glória a Deus, aleluiaaaa!!! (risos) Escandaloso estou pois finalmente o aparentemente interminável jejum do JEC terminou após 10 partidas em dois meses, 4 delas em casa. Eram 5 derrotas consecutivas, mas enfim aconteceu a primeira vitória do clube na divisão principal do Brasileirão desde o 1 x 0 no Botafogo, em dezembro, ainda no "falecido" Ernestão. Além disso, foi apenas o terceiro vira-vira tricolor nos últimos dois anos, os outros contra Metropolitano este ano e Oeste na Bêzona do passado. O Esmeraldino, que não tirou proveito da má fase do oponente, está sem se dar bem há 4 porfias e 3 visitas.

A oitava rodada ainda não está completada pois depois de amanhã teremos Fluminense x Ponte Preta - aliás, os campineiros quatrilharam o Fort Lauderdale Strikers e chegaram às cinco presenças sem derrota e aos 8 mandos de campo sem derrota, 7 deles vitoriosos. Com o devido asterisco, vejamos como está a classificação: Sport com 18; São Paulo com 17; Atlético Paranaense com 16; Atlético Mineiro e Grêmio com 14; Corinthians e Ponte Preta* com 13; Chapecoense e Avaí com 12; Fluminense* com 11; Cruzeiro, Santos e Internacional com 10; Palmeiras, Goiás e Figueirense com 9; Flamengo com 7; Coritiba e Joinville com 4; e Vasco com 3.

Os destaques da Série B

Recupero ainda as partidas da sexta-feira por não tê-las destacado direito na coluna do fim de semana.

Sampaio Corrêa 0 x 0 Bahia - O Bolívia Querida, que contratou o atacante campeão paranaense Douglas junto ao Operário de Ponta Grossa, não é vencido há 3 partidas e há 15 mandos de campo (6 deles empatados). Já o Esquadrão de Aço tem 3 visitas tanto sem se dar bem quanto sem balançar as redes.

Paraná 3 x 1 Mogi Mirim - O Tricolor emendou duas vitórias em casa e o Sapão não ganha há 10 partidas gerais e 9 somente fora de casa (7 delas perdidas) desde ainda o fim de fe-ve-rei-ro-o-o.

Botafogo 1 x 1 Boa Esporte - O Glorioso não é superado há 10 compromissos e 5 mandos de campo, mas não chegou às 5 vitórias seguidas em casa. Os bovetas não saem vencedores há 3 jornadas.

América Mineiro 1 x 0 Atlético Goianiense - Arbitragem falha ao marcar um pênalti ridículo no primeiro minuto, que resultou no gol mandante, e invalidar por inexistente impedimento o que seria o empate visitante. O Coelho não é vencido em seus domínios há 8 jogos (ganhou metade) e o Dragão não vence fora há 7 (perdeu 6).

Ceará 3 x 3 Santa Cruz - Por três vezes, os pernambucanos do reestreado Marcelo Martelotte estiveram na frente e os cearenses empataram, na última delas o 2 x 3 aos 45 minutos do segundo tempo e os 3 x 3 aos 47. Marinho foi o responsável por isso, aí na saída de campo deu a mais sensacional entrevista dos últimos anos com muita sinceridade, palavrões que não podiam ser cortados ao vivo e espanto total ao saber que o amarelo por tirar a camisa lhe suspendeu para a próxima rodada. Duas penalidades máximas inexistentes, uma cada equipe, foram marcadas. Esses caras do apito estão mais perdidos que o elo daquele seriado do tempo do epa. O Vozão está há 6 porfias (3 como mandante) sem vencer e evitou a quarta derrota seguida (terceira em casa), enquanto o Tricolor não ganha longe dos seus domínios há 6 desafios, mesma quantidade de insucessos gerais.

Vitória 2 x 0 ABC - Dois gols mais a jato que a lava da operação deixaram os baianos em vantagem. Foram duas expulsões mandantes, a segunda não resultou em diminuída potiguar pois Fernando Miguel pegou seu terceiro pênalti nesta Série B (antes contra Oeste e Bragantino). O Leão não é vencido há 4 jogos (ganhou os 3 em casa) e 5 mandos (4 êxitos consecutivos). O Alvinegro voltou a perder fora após 3 sucessos seguidos.

CRB 3 x 1 Macaé - Zé Carlos tirou o atraso após um mês e meio e fez logo todos dos alagoanos, ainda que o primeiro tento surgisse de uma penalidade máxima inventada em um salto cinematográfico que em momento algum resultou em pênalti, enquanto o segundo foi um agarrão grosseiramente existentérrimo.

Bragantino 3 x 1 Oeste - O estreante Jocinei fez o gol mais bonito do jogo em chute indefensável de fora da área no canto esquerdo. O Massa Bruta não perde há 4 compromissos e ganhou os últimos 3.

Transcorridas 8 de 38 rodadas, assim estamos na segunda divisão, damas e cavalheiros: Botafogo com 20; Náutico com 17; Vitória, América Mineiro e Paysandu com 16; Sampaio Corrêa e Bahia com 15; Bragantino e Macaé com 13; ABC com 11; CRB e Paraná com 10; Criciúma com 9; Luverdense com 8; Atlético Goianiense e Oeste com 7; Boa Esporte e Santa Cruz com 6; Ceará com 5; e Mogi Mirim com 3.

A próxima rodada é de semana inteira e aponta: amanhã, Criciúma x América às 19h30 e Paysandu x Vitória às 21h50; na sexta, Atlético x Paraná e Oeste x Ceará ambos às 21h; e sábado, Macaé x Botafogo, ABC x Náutico, Santa x Sampaio, Bahia x Luverdense e Mogi x CRB, todos às 16h30, e Boa x Bragantino às 21h.

Os destaques ainda dos estaduais



O Nacional é campeão amazonense mais uma vez, bicampeonato com 2 x 1 sobre o Princesa do Solimões, do qual já havia vencido a ida. O gol dos vice-campeões registrou algo curioso: Nando se tornou o primeiro atleta nascido no Amazonas a marcar na Arena da Amazônia. O Naça tem 43 títulos, incluindo três dos últimos quatro. A campanha do primeiro colocado teve 19 vitórias e 3 derrotas, com 55 gols feitos e 15 sofridos.

Outros estaduais do Norte em reta decisiva: no Acre, o Rio Branco fez 2 x 1 no Galvez e joga pelo empate para ser campeão, enquanto o derrotado tem que vencer por 2 ou mais de diferença, ao passo que êxito por 1 gol levará à prorrogação; e em Rondônia, o Genus ganhou o segundo turno ao empatar com o Vilhena, que perdeu a chance de ser campeão estadual direto, o que fará ambos se enfrentarem mais duas vezes pelo caneco.

Curtinhas

*Morreu hoje aos 77 anos, de insuficiência cardíaca, o ex-jogador e ex-técnico Carlinhos, que deixa enlutado o Flamengo, ao qual dedicou toda uma vida. Publiquei na coluna "Papo de Mídia" um "Raridade Rara" especial com todas as conquistas dele na casamata, como dois Brasileiros, três Cariocas e uma Mercosul.

*Junto da Seleção no Chile, o lateral canhoto Geferson teve renovado seu contrato com o Inter até 2018.

*Decretada a falência do Parma, que terá que jogar o Campeonato Italiano na quarta divisão a partir da próxima temporada. Assim, melancólicos serão os próximos anos de necessária tentativa de reerguimento do campeão de duas Copas da UEFA, uma Recopa da Europa e uma Copa da Itália.

*Novo contratado da Juventus: Mandzukic, atacante que estava no Atlético de Madrid. 4 anos de compromisso.

*Lembra do Blanco? Aquele da seleção do México, que algumas vezes encheu bastante o saco da Seleção Brasileira? Agora é político, eleito que foi neste domingo prefeito da cidade de Cuernavaca, no estado de Morelos. Na véspera do anúncio do resultado, ele casou com a brasileira Natália Rezende.

*Basquete: depois de marcar 67 x 48 no La Estancia da Colômbia e 79 x 74 no Deportivo Santa María do Equador, o Sport fechará esta noite sua participação no Grupo C da primeira fase da Liga Sul-Americana enfrentando o Deportivo Anzoátegui, que é da Venezuela na qual estas partidas estão acontecendo.

*Vôlei: com 3 x 0 na Itália (25/23, 25/22 e 25/16), o Brasil devolveu a derrota por 3 x 2 na sexta-feira pela Liga Mundial. O próximo compromisso é no fim de semana que vem, contra a Austrália.

*Fórmula 1: Nico Rosberg tomou a liderança logo nas primeiras curvas e, exceção a duas voltas, cruzou o disco final na primeira colocação nesta etapa da Áustria. Lewis Hamilton, que liderou estas duas voltas, completou 17 GPs consecutivos com ao menos uma volta que fosse como líder, igualando uma marca de Jackie Stewart entre 1969 e 1970. As Mercedes venceram 7 das 8 corridas deste ano. Hamilton venceu três das primeiras quatro e Rosberg faturou três das quatro seguintes, o inglês ainda na frente do alemão por 10 pontos de diferença ao ser o ganhador da prova restante deste "segundo quadrangular". A briga deles é um universo à parte.

*Felipe Massa chegou em terceiro e subiu ao pódio pela primeira vez este ano, segurando Sebastian Vettel nas últimas 20 voltas - e eu achei que não o faria, mas foi bem o brasileiro, que atingiu 1.012 pontos totais na F-1 e é o nono piloto a alcançar mil pontos na categoria. Felipe Nasr chegou em décimo primeiro e um acidente bem forte envolveu Kimi Raikkonen e Fernando Alonso logo na primeira volta. O espanhol abandonou pela quinta vez em sete corridas que disputou (lembremos que ele não correu na Austrália). Nem na época da Minardi isso lhe aconteceu, ali sendo no máximo três saídas em 2001. Em 5 anos de Ferrari, foram só 8 GPs não completados. 2015 está "lindo" para a McLaren, Jenson Button que também o diga. Dia 5, tem prova na Inglaterra.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*A falta de uniformidade entre TVs e rádios desses e daqueles grupos quando representados por afiliadas e não por filiais gera algumas situações que, pra mim que sou do Rio Grande do Sul (onde cada grupo de TVs, rádios e jornais é "100% fechado dentro deles"), soam estranhas demais. No Ceará, por exemplo, o Grupo Bandeirantes é representado pelo Sistema Jangadeiro na TV Jangadeiro e na Rádio Tribuna BandNews FM, mas a afiliada da Rádio Bandeirantes é a Assunção AM, que pertence à Arquidiocese de Fortaleza.

*Digo isso por ler no Auvaro Maia que, desde esta manhã, o "Jornal Bandeirantes" da afiliada de Goiânia (a antiga Jornal 820) passou a ter os apresentadores Adolfo Campos e Emerson Vargas interagindo com a dupla Jordevá Rosa e Luciana Finholdt, que faz o "Jornal do Meio-Dia" na TV Serra Dourada... que é afiliada do SBT. Afinal de contas, não seria muito mais lógico a Rádio Bandeirantes anunciar os destaques dos programas da TV Goiânia, que é afiliada da TV Band? Pelo caráter nacional, sim. Mas regionalmente não é assim que ocorre.

*Leio no NaTelinha audiências do SBT na capital federal em maio: o "SBT Brasília" da Williane Rodrigues, das 12h30 às 13h, marcou 7 pontos e 15,5% de média contra 5 do "Balanço Geral DF" na Record; e o "Jornal do SBT Brasília" com Alessandra de Castro e Alex Gusmão, das 19h20 às 19h45, registrou 10 pontos e 15,2% contra 7,3 do "Cidade Alerta" na Record, seu melhor desempenho em 1 ano e 1 mês.

*O "Jornal do SBT" voltou a passar não duas e sim três vezes na segunda-feira e não três e sim quatro vezes de terça a sexta-feira. Explico: além das exibições ao vivo após o "The Noite" e reprisadas às 4h e 5h para Sampa City e parte da rede, novamente desde hoje é exibida a reprise 100% nacional às 6h, horário que há algumas semanas tinha o pela segunda vez derrubado e pela segunda vez fracassado "Desenhos Pré-Escola".

*Aqui em Porto Alegre, três redes comerciais abertas (e mais a estatal TVE) transmitem sua grade regional em alta definição. O SBT ainda mostra os intervalos locais no formato 4:3, além de ainda passar pelo sinal SD as atrações nacionais geradas no formato antigo. A Record começou recentemente o HD em seus jornais e ainda mantinha os comerciais regionais em SD, mas também estes agora passam em HD, o que deixa o canal 2 em alta definição nas 24 horas do dia. Até agora, isto acontecia somente com a RBS TV (Globo).

*Por falar na RBS TV: "Bom Dia Rio Grande" em clima maternal nos próximos meses, grávida que está Maíra Gatto, apresentadora do tempo e do trânsito, que é casada com o apresentador do mesmo noticiário Léo Saballa Jr. Hoje mesmo pude perceber uma certa barriguinha na Maíra, mas se não fosse a novidade ser entregue no sábado pela esportiva Eduarda Streb no Instagram, eu não ficaria sabendo. Felicidades pra eles.

*Sandra Annenberg dançando e sapateando no "Como Será?" de sábado em participação de jovens de uma ONG de Campinas. Atriz, jornalista e também dançarina. Quais outras qualidades ela tem e não sabemos?

*Leio no Flávio Ricco que Flávia Freire optou por trabalhar até os últimos dias da gravidez, que já está avançada. Não demora muito e ela, que fez o "Jornal Hoje" no último sábado, dará à luz.

*Outra do "guru": rumores crescentes na Record dão conta de criarem um noticiário para concorrer com o "Hora 1" da Globo às 5h. Lembrei que teve num breve período de 2010 o "Direto da Redação" começando (só para São Paulo) às 5h30, ainda na época da Adriana Reid, mas pouco depois o recolocaram às 6h30.

*Manchete do blog da Keila Jimenez sobre o novo programa das manhãs de sábado da Plim-Plim a estrear em breve: "veja quem sairá da geladeira da Globo para xeretar casa de telespectador". Não deu um mês de R7 e ela já "vestiu a camisa" da Record com tudo, tanto quanto nas épocas do Fernando Oliveira e do Daniel Castro - mas graças a Santa Clara o DC voltou à imparcialidade crítica e elogiosa com todo mundo a partir do Notícias da TV. Claro que a Keila ainda está muito distante do nível de irritante parcialidade da Fabíola Reipert no próprio R7 e da Patrícia Kogut em O Globo, mas que uma manchete dessas é promissora (não positiva), isso é.

*Por falar na Kogut: ela publica que "É de Casa" será o nome do programa que Patrícia Poeta, Ana Furtado, Cissa Guimarães, Zeca Camargo, Tiago Leifert e André Marques apresentarão das 9h às 12h aos sábados.

*Leio na Lígia Mesquita que a Record lançará depois de amanhã o R7 Play, com íntegras dos programas da Rede Record a 10,90 "dilmas" mensais, um preço menor que os 12,90 mangos da Globo.com.

*O "Brasil Urgente" exibido excepcionalmente neste domingo pela Bandeirantes não teve brechas para futebol e foi quase todo policial, exceção a breves instantes para reportagens amenas com o próprio José Luiz Datena - que, no entanto, teve como principal momento se animar com a presença das gostosas do "Pânico na Band". Olhe aqui Datenão felizão com Carol Dias, Fernanda "Mendigata" Lacerda e a "Bela do Dia" de hoje.

*Solange Couto se recupera de um infarto, felizmente ela procurou tranquilizar o pessoal através do Facebook ao dizer que está bem. A atriz de 58 anos foi submetida a uma angioplastia no Hospital Samaritano, no Rio.

*Segunda-feira dos 55 anos de Tracy Pollan, atriz que de 1985 a 1987 interpretou Ellen em "Caras e Caretas", seriado no qual conheceu Michael J. Fox, com quem está casada até os dias atuais.

*Também hoje e também 55 anos quem faz é a técnica jurídica e ativista ambiental Erin Brockovich, que inspirou um filme de muito sucesso em 2000, no qual Julia Roberts a interpretou.

Bela do Dia: Aline Mineiro

Aline Mineiro, panicat do "Pânico na Band". Com razão José Luiz Datena ficou todo felizão com sua presença no estúdio do "Brasil Urgente" na noite deste domingo.

*Nascido em 1902, David O. Selznick morreu há 50 anos fechados nesta segunda. Foi um dos produtores mais renomados do cinema norte-americano na primeira metade do século 20 ao liderar filmes como "King Kong", "Nada é Sagrado", "...E o Vento Levou", "Rebecca, a Mulher Inesquecível" e "Retrato de Jennie".

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Clipe do Dia I

Completou 40 anos no sábado a estreia de um dos maiores clássicos de Steven Spielberg: "Tubarão". Quem nunca morreu de medo ao escutar aqui o apavorante e oscarizado tema composto por John Williams?

Clipe do Dia II

Aniversário de 60 anos de Green Gartside, vocalista da banda new wave Scritti Politti, que na década de 80 nos deu a canção escutada aqui: "Perfect Way". O começo instrumental me remete à Rádio Bandeirantes aqui de Porto Alegre pois, na primeira versão regional de "O Pulo do Gato" no fim dos anos 90, era a trilha do comentário futebolístico do João Garcia. Pouco depois, conheci a canção inteira pelos canais musicais da Sky.

Clipe do Dia III

Ator na televisão e no cinema em alguns trabalhos (incluindo a atualmente na Globo reprisada "O Rei do Gado"), atual deputado federal por SP a partir deste ano e também um dos maiores cantores sertanejos da história. Este é Sérgio Reis, que completa 75 anos hoje e do qual destaco suas três mais famosas canções: abro aqui com "Menino da Porteira", avanço aqui para "Pinga ni Mim" e encerro aqui com "Panela Velha".

Arremate

A Seleção náo pode depender apenas de um jogador, disse Robinho. Sem Neymar de vez, menos ainda.

"24 Horas" volta antes que o Brasil enfrente o Paraguai nas quartas-de-final!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia") e editor do blog "Papo Final" no Final Sports.

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com
BLOG NO FINAL: papofinal.final.com.br


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.