.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Quinta, 18 de setembro de 2014 - ANO 12, EDIÇÃO 25
Igualzinho ao ano passado a essa altura

Os dois primeiros colocados do Campeonato Brasileiro disputaram 22 rodadas após a noite de ontem. Ao se dar bem diante do Atlético Paranaense, o Cruzeiro subiu para 49 pontos. Ao cair contra o Coritiba, o São Paulo não saiu dos 42. Portanto, sete pontos de diferença. É o mesmo cenário à mesma altura do torneio no ano passado, trocando os paulistas pelo Botafogo. Com o mesmo tempo de 16 rodadas faltando para o término do certame, só não é esta a maior diferença entre líder e vice-líder pois 2006 teve 47 do São Paulo e 39 do Cruzeiro, embora os mineiros tivessem um jogo a menos na época e, teoricamente, pudessem chegar aos 42 se ganhassem. Enfim, nada sequer parecido com outros anos em momento igual, seja 2012 e 2011 (dois pontos de Fluminense para Atlético Mineiro e Corinthians para São Paulo), 2010 (Flu e Corinthians iguais), 2009 (três pontos do Palmeiras para o Goiás), 2008 (cinco do Grêmio para o Palmeiras) e 2006 (quatro do São Paulo para o Santos).

Destaques das partidas de ontem

Cruzeiro 2 x 0 Atlético Paranaense - A Raposa se reabilitou com tudo da derrota de domingo passado e bateu o Furacão com direito a um belo gol do Marcelo Moreno em chute rasteiro de fora da área. Terceira vitória seguida dos azuis sobre os rubro-negros. Os mineiros têm nada mais e nada menos que 11 vitórias consecutivas como mandantes (10 no Brasileiro) e estão espetaculares em Magalhães Pinto neste ano: 19 vitórias e 4 empates. A última derrota neste palco foi aquela pro Bahia, a do sutiã da irmã do Emerson. Os paranaenses não ganham há 7 visitas (6 na primeira divisão) e conquistaram apenas 1 vitória nas últimas 8 rodadas. Aí é brabo.

Coritiba 3 x 1 São Paulo - Não é que a crise política estourada na segunda-feira tenha refletido em campo, mas que abriu uma semana que até agora é desastrosa para o Tricolor após aquele êxito aparentemente redentor de domingo passado, abriu. Parecia que a distância seguiria de 4 pontos na abertura de contagem, mas o Coxa não quis saber disso e foi com tudo pra virada na etapa final com direito a dobra do Joel, o "camaronês suicida". (rs) Os alviverdes não perdem para os são-paulinos desde 2012 (ou 5 jogos). Os paranaenses não caem em seus domínios há 5 partidas (4 na elite) e só perderam 1 dos últimos 8 mandos e 1 das últimas 5 rodadas. Por sua vez, os paulistas perderam uma invencibilidade de 5 jornadas gerais, 9 rodadas na Série A e 4 pelejas longe da sua gente, agora somando somente 1 vitória nas últimas 4 visitas. Queria o topo e tomou um feio tombo.

Sport 0 x 0 Internacional - Uma legítima PP: porfia péssima entre duas equipes que mostraram um futebol muito abaixo do esperado e com treinadores que não colaboraram para melhora neste cenário. Os pernambucanos não vencem os gaúchos desde 2008 (ou 6 jogos). O Leão venceu apenas 1 dos últimos 5 gerais (4 no Brasileiro), mas não perdem como mandantes há 3 atuações gerais e 9 só na Série A. O Colorado não empatava na primeira divisão havia 12 rodadas (só ganhava ou perdia), não vence fora há 3 cotejos e ganhou 1 das últimas 5 visitas.

Vitória 3 x 1 Fluminense - Outra vez o de baixo sobe e o de cima desce. Já são três times da turma de cima que os baianos derrubaram em casa nas últimas rodadas. Depois da dupla Grenal, vieram os cariocas. É ou não é o legítimo "pega-ratão" que surge quando menos se espera? O Leão está há 8 partidas gerais e 4 rodadas só deste Brasileiro na base do perde-e-ganha, mas emendou 3 sucessos em seu reduto (2 na Série A). O Tricolor cai pela vez primeira após 3 partidas gerais e 5 rodadas, além de fracassar como visitante há 6 jogos gerais (5 na A). Os baianos emendam 4 confrontos sem derrota para os cariocas, que venceram pela última vez em 2010, embora estes quatro enfrentamentos venham justamente do ano passado (o Vitória emendou 3 sucessos).

Palmeiras 2 x 2 Flamengo - Cada etapa teve dois gols, a primeira só dos cariocas e a segunda só dos paulistas. Não acho que o maior erro do Anderson Daronco tenha sido a mão do Eduardo da Silva no segundo tento do Fla pois nitidamente foi acidental, essa tu esqueces. O problema ficou no que me pareceu pênalti de João Paulo em Henrique não assinalado. Importante no passe pra fatura da igualdade, Valdivia foi descerebrado demais e mereceu tomar um vermelhinho bem básico e direto. O Verdão perdeu apenas 1 das últimas 4 rodadas do Brasileiro, mas ganhou somente 1 dos últimos 4 mandos gerais (3 na primeira divisão). O Mengão tem números iguais, só alterando os fatores: 1 vitória nas últimas 4 rodadas e 1 êxito nas últimas 4 aparições fora de casa.

Figueirense 1 x 1 Criciúma - Cada equipe foi uma vez às redes, mas poderia ter dado vitória visitante não fosse Thiago Volpi catar uma penalidade máxima quando o escore ainda era "oxado". Este ano foi muito parelho neste clássico catarinense: 2 vitórias de cada e este empate de ontem. O Furacão do Estreito emenda 3 rodadas sem vencer e ganhou apenas 1 das últimas 5. Até vai bem em casa, com 7 mandos de campo sem cair (6 na Série A), mas empatou 4 deles, incluindo os 3 últimos por 1 x 1. O Tigre só tem 1 triunfo nas últimas 6 jornadas (5 na elite) e perdeu apenas 1 das últimas 4 rodadas, mas continua um flagrante horror em 2014 quando não tem seu torcedor empurrando no Heriberto Hulse: 1 vitória, 7 empates e 12 derrotas. Como é que pode?

Botafogo 2 x 3 Bahia - Tumulto até não poder mais: pênalti que achei não existir pros cariocas desempatarem; um gol baiano muito mal anulado por inexistente impedimento; um encontrão do Marcelo Lomba que deveria ter rendido cartão a ele e infração, não sei se exatamente pênalti pelo lance estar parado ou falta em dois lances dentro da área; e dois expulsos corretos do Glorioso, entre eles Emerson, que depois esculhambou a CBF nas câmeras da TV. Que a CBF é uma palhaçada, todos sabemos desde mil novecentos e guaraná de rolha, mas Sheik não parece ser propriamente quem mais tenha moral pra falar disso. Em meio a toda essa confusão, teve uma viradaça do Tricolor, que não vencia fora de casa no Campeonato Brasileiro havia 9 partidas. Por outro lado, o Fogão perdeu as últimas 4 rodadas e nem do fator campo tira proveito ao perder 3 dos últimos 4. Quer mais uma? O Bahia emenda nada mais e nada menos que 5 vitórias sobre o Botafogo, que não ganha desde 2012.

Destaques de hoje

Três jogos fecham a rodada: Goiás x Atlético Mineiro, Corinthians x Chapecoense (paulistas ainda sem Petros, cujo embargo da procuradoria foi rejeitado pelo STJD para manter as 3 jornadas de gancho) e Grêmio x Santos (com o clima muito tenso devido a bem sabem o quê e a expectativa de que o clima seja muito mais ameno).

Alô, povo nordestino!

A noite é de vocês quando sorteados forem os quatro grupos da Copa do Nordeste de 2015 em evento que será realizado no Recife. A próxima edição terá como grandes novidades os ingressos de Maranhão e Piauí, sendo finalmente corrigida uma absurda exclusão que vinha desde os últimos 20 anos. Desta maneira, passam a ser 20 clubes dos 9 estados da região. A primeira fase terá cinco pentagonais, passando às quartas-de-final os cinco líderes de chave e mais os três melhores segundos colocados, o que aumentará muito o nível de exigência.

Os grupos serão sorteados a la UEFA Champions League, com as agremiações separadas por potes. Estamos assim: o primeiro tem os cabeças-de-chave Sport (atual campeão), Náutico, Bahia, Vitória e Ceará; o segundo traz Fortaleza, América de Natal, Salgueiro, CRB e Sampaio Corrêa; o terceiro apresenta Campinense, Botafogo da Paraíba, Confiança, Coruripe e Moto Club; e o último inclui River, Piauí, Socorrense, Globo e Serrano. As grandes ausências no ano que vem serão Santa Cruz, ABC e Sergipe, que fracassaram nos seus estaduais.

Futebol europeu

Foi na primeira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da UEFA que Daniel Alves completou 300 presenças pelo Barcelona na vitória por solo a nada sobre o Apoel, suficiente para deixá-lo em vantagem no Grupo F graças ao empate entre Ajax e Paris Saint Germain. Os grupos E e G apontaram alta dose de emoção com bola na rede nos acréscimos do segundo tempo tanto respectivamente na vitória do Bayern de Munique sobre o Manchester City quanto no empate entregue pelo Sporting ao Maribor. Outros empates foram no mesmo G, entre Chelsea e Schalke 04 (cadê o "massacre inglês" que aconteceria, Regys Silva?), e no Grupo H, entre Athletic Bilbao e Shakhtar Donetsk. Massacres mesmo, "surtado olímpico", aconteceram no E, com a quina da Roma sobre o CSKA Moscou, e no H, com a sena do Porto no Bate Borisov e trinca apenas do Brahimi.

Curtinhas

*Sabe quando mudará essa história de clubes prejudicados por convocações da Seleção Brasileira, igual a Cruzeiro e Corinthians depois das chamadas para os enfrentamentos com Argentina e Japão? No dia que os próprios clubes se rebelarem contra a CBF a ponto de não aceitarem mais seus campeonatos acontecendo em datas-FIFA, que são exclusivamente para as seleções nacionais. O Brasil teima em não aprender.

*E tem mais prejuízo a caminho, chamada que hoje será a Seleção de Novos do Alexandre Gallo para amistosos não se sabe ainda contra quem e nem quando acontecerão, o que é uma maravilha de organização (só que não).

*Técnico saindo: Zé Teodoro caiu fora do ABC, no qual registrou 5 vitórias, 4 empates e 8 derrotas.

Técnico chegando: Givanildo Oliveira no América Mineiro, onde tentará ir bem como não foi no Treze.

*Ronaldinho Gaúcho disparou nas nuvens um pênalti na sua estreia pelo Querétaro, que perdeu para o Tigres na Copa do México. O gol do algoz dos Gallos Brancos teve passe do Guerrón, aquele ex-Atlético Paranaense.

*Futsal: o Mundial Interclubes realizado no Cazaquistão no mês que vem terá o Intelli de Orlândia enfrentando o russo Dynamo (algoz da ACBF na edição anterior) no dia 2. Na data seguinte, os paulistas jogarão ou pelo terceiro lugar ou preferencialmente pela finalíssima contra o anfitrião Kairat Almaty ou o tailandês Chonburi.

*Vôlei: após bater a Rússia por 3 x 0 (25/22, 25/20 e 25/21), o Brasil aguarda pelo seu adversário de sábado na semifinal do Mundial Masculino. O sonho do quarto título consecutivo permanece vivo. Suado, mas vivo.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Apresentador do "Balanço Geral BA: Manhã" na Record, Raimundo Varela foi alvo de protestos por responder assim uma mensagem de ouvinte, lida pelo colega Adelson Carvalho na Rádio Sociedade de Salvador, com um convite para a Parada Gay no próximo domingo: "quem mandou o convite mande para sua mãe". E foi além: "quem não é homofóbico tem vontade de dar". Varela ainda tentou se justificar, mas pisou feio na bola. Demais.

*Noite de debate na TV Bandeirantes aqui no Rio Grande do Sul: candidatos ao Senado. Começa às 22h.

*Ricardo Feltrin publicou um relato de crise total no "Tá na Tela" do Luiz Bacci, como baixas de profissionais na retaguarda e dificuldade para vender comercialmente o programa devido ao tom sensacionalista das matérias. A direção da Bandeirantes desmentiu isso e assegurou estar com boa audiência à tarde, indo de 2 para 3 pontos em Sampa City (ah, sim, grande mudança!). Esta atração só tem reforçado algo que vem de muito tempo: que, infelizmente, a Band não sabe fazer programa popular vespertino, essa é a grande realidade.

*Leio na Cristina Padiglione que a Globo antecipou a divulgação das mudanças de apresentadoras que fará para que não se pensasse que a saída da Patrícia Poeta do "Jornal Nacional" em novembro tivesse relação com as eleições e com alguma pressão do candidato que ganhar a presidência, seja qual for. Aí também não, né?

*Leio no Flávio Ricco que a Globo tá confirmando que fará no dia 2 do mês que vem o último debate com os presidenciáveis, tendo sete participantes. Tô só pelas presenças da Luciana Genro, do Eduardo Jorge e do Levy Fidélix. Nem o Pastor Everaldo chamará tanto a atenção, ele deu entrevista cheia no "Jornal Nacional".

*Completa 90 anos nesta quinta-feira Eloísa Mafalda, que foi a dona Nenê na "Grande Família" original, a Maria Machadão na "Gabriela" original e a dona Pombinha Abelha em "Roque Santeiro". Infelizmente, problemas de memória e sequelas de um tombo no qual fraturou o fêmur retiraram Eloísa da vida artística em 2003.

*Saideira triste: viram quem morreu em SP aos 83 anos, de insuficiência renal e pneumonia? Nelson Biasoli, que é o compositor que criou o sucesso do refrão "eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor".

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Bela do Dia: Holly Robinson Peete

Holly Robinson Peete, atriz que completa 50 anos nesta quinta-feira. Ela é bastante lembrada de seriados da TV, entre eles "Anjos da Lei" de 1987 a 1991 e "Mais Que Uma Família" em 2003 e 2004.

Ajude o PB

É o banner que está à esquerda desta página. Forçado fui a adotar por tempo indeterminado o sistema chamado de "crowdfunding" (financiamento coletivo). Clicando aqui, entenderão o que me levou a algo que relutei em fazer.

Convivas

As mensagens aqui publicadas são remetidas pelos leitores deste PB ao e-mail papodebola@gmail.com.

Atenção: a seção está suspensa temporariamente até que eu consiga resolver alguns poréns particulares. Por enquanto, continuem sem mandar e-mails com comentários, pitacos e opiniões pois aqui não serão publicados. Dicas e avisos informativos são bem-vindos. Espero resolver isso em breve e aqui avisarei assim que o fizer, permitindo que os amigos do Brasil voltem a participar com suas considerações sobre o que aqui destaco.

Clipe do Dia

Completa 30 anos de estreia original nos Estados Unidos um seriado que marcou muito os públicos infantil e adolescente aqui no Brasil há muitos anos: "Punky, a Levada da Breca", a história da menina órfã adotada por um fotógrafo lá chamado de Henry Warnimont e aqui conhecido por Artur Bicudo. Os 88 episódios passaram de 18 de setembro de 1984 a 27 de maio de 1988, chegando ao nosso país no fim dos anos 80 pelo SBT, que os apresentou até o começo da década de 2000, depois tendo outra reprise em 2008 pela Bandeirantes, mas que não durou muitos meses sobretudo devido à dublagem quase que totalmente diferente, com apenas uma única voz repetida do trabalho original da Maga, que não passou na Band pois pertence ao SBT. Curta aqui a canção "Every Time I Turn Around", o tema original de abertura cantado por Gary Portnoy. Mas aproveite e ouça aqui a versão brasileira da música, totalmente diferente e feita por Mário Lúcio de Freitas e Marcelo Gastaldi.

Momento Raridade Rara

Não fiquemos apenas no clipe. Veja aqui a chamada mais antiga de "Punky" disponível na web, de 1989, quando o SBT a exibia às 18h15 na sessão "Carrossel". E assista aqui o episódio "Chiqueletes" com dublagem original.

Arremate

Fase de grupos da Liga Europa iniciando hoje. Atual campeão, o Sevilla estreia diante do Feyenoord.

"24 Horas" volta depois que soubermos como terá sido a partida dos espanhois!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.