.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Terça, 24 de junho de 2014 - ANO 11, EDIÇÃO 265
Não tem essa de "adversário mais fácil"

Sempre que o Brasil está por chegar numa fase mata-ou-morre, uma conversa recorrente é sobre o "adversário mais fácil". Ontem, muitos analisavam se melhor ao Brasil seria enfrentar Chile ou Holanda. Não quero ser dono da verdade e muito menos senhor da razão, Deus me livre eu ser alguém assim, apenas emitir um amável pitaco: pra mim, soa bobagem isso de "adversário mais fácil" ou "mais difícil". Quem quer ser campeão não pode escolher adversário, tem que enfrentar qualquer um que surgir pelo caminho, tanto faz se for alguém emergente com cara de surpresa traiçoeira ou um campeoníssimo de 4 títulos e 5 vices. Chegue quem chegar, tem que ir com tudo para fazer prevalecer sua maior qualidade, consiga isso ou não. É uma tremenda obviedade o que digo, sei, mas já vi várias vezes um adversário "mais fácil" se dar melhor, ainda mais que mata-ou-morre não é campeonato de pontos corridos para quem tem melhor regularidade triunfar ao cabo e ao rabo.

O decisivo e o novo

São palavras que sintetizam o quatrilho do Brasil diante de Camarões.

O decisivo foi Neymar. Seus dois gols no primeiro tempo (sobretudo o segundo) foram fundamentais para uma vantagem obtida mesmo com atuação ainda abaixo do esperado e que concedeu aos fracotes camaroneses um gol completamente inesperado. É a hora em que o craque do time precisa chamar a responsa para salvar sua equipe. Assim foi, por exemplo, com Messi nas duas partidas da Argentina. Claro que as vitórias do Brasil não tiveram apenas os gols do Neymar, mas tanto aquele para empatar com a Croácia após sair atrás no autotento do Marcelo quanto estes dois em Brasília mudaram o panorama que poderia descambar para algo desagradável.

Já o novo foi Fernandinho. Por mais que Paulinho tenha muita qualidade, ela foi esquecida em algum lugar e a substituição era inevitável. Fernandinho não apenas guardou depois do Fred deixar o seu (e não consigo ser contra ele porque faro de gol de artilheiro jamais deve ser desconsiderado), mas melhorou a meiúca e merece começar como titular na partida de sábado contra o Chile, às 13h, no Mineirão. Com isso, termina uma primeira fase onde o Brasil ficou abaixo do esperado e fez o suficiente para garantir passagem em primeiro lugar. A esperança, até pelo que se viu em ocasiões anteriores, é de melhora substancial a partir das oitavas.

A centésima atuação da Seleção em Copas teve o centésimo gol deste que tem sido um Mundial muito bom, digno de nota 8 em emoções. O perfil do blog Impedimento no Twitter chamou a atenção dos supersticiosos para o fato do autor do gol 100 ser Neymar, do Brasil, enquanto em 2010 o centésimo foi do Iniesta, da posteriormente campeã Espanha. Pelo sim, pelo não, vale tudo na torcida. Neymar chegou aos 35 gols na Seleção e é seu sexto maior artilheiro, atrás dos 39 de Bebeto, dos 48 de Zico, dos 55 de Romário, dos 62 de Ronaldo e dos 77 de Pelé. Luiz Felipe Scolari igualou Zagallo como técnico brasileiro com mais vitórias em Copas: 13. São 17 partidas do Felipão em três edições, só que uma por Portugal, enquanto as três do Velho Lobo foram pelo Brasil.

Enquanto isso, o México deu de 3 na Croácia para ficar com a segunda vaga no Grupo A, por pouco não sendo o primeiro colocado da chave - e aí, é inevitável não lembrar dos dois gols mal invalidados contra Camarões e de um pênalti escandalosamente clarérrimo não dado ontem quando ainda estava 0 x 0, de render ao apitante uzbeque Ravshan Irmatov um gancho bem longo, até porque as "892" câmeras da filmagem oficial mostraram que não era tão encoberta assim a visão dele para não perceber a "cortada de vôlei". Eu não tinha palpite para este jogo pois imaginava algo mais equilibrado, mas os mexicanos decidiram tudo em poucos minutos e mereceram passar.

O México jogará às 13h de domingo, no Castelão, contra a Holanda, que só nos 15 minutos finais dobrou diante do Chile para definir as posições do Grupo A. Já a Espanha evitou o vexame de sair do Brasil sem ao menos uma vitória que fosse e, por mais que tenha deixado uma impressão de evolução nos dois jogos anteriores, a Austrália não deu pro cheiro na despedida. Iniesta completou 100 jogos pela Fúria e deu um belo passe na fatura segunda, do Torres, mas o golaço foi o de letra do Villa, que merece concorrer a mais bonito desta Copa.

A Copa hoje

Itália x Uruguai e Costa Rica x Inglaterra no Grupo D, na hora do almoço, e Colômbia x Japão e Costa do Marfim x Grécia no Grupo C, no fim da tarde. Insisto: dói no coração futebolístico ter que ver italianos e uruguaios terem de "se matar-se um ao outro e vice-versa", mas mérito total costarriquenho por ser a melhor surpresa desta Copa.

Curtinhas da Copa

*México absolvido pelos gritos de "puto!" de sua torcida quando o goleiro adversário cobra o tiro de meta. Vamos e convenhamos: seria o extremo da caretice da FIFA vetar algo que é nitidamente provocativo, mas apenas isso.

*Comentadíssimo pela vaidade, especialmente por quem não acompanha futebol com tanta atenção e só liga para pormenores irrelevantes diante do principal que é a bola no pé, Cristiano Ronaldo despertou piadinhas pelo seu novo corte de cabelo. Mas comenta-se em Portugal que é o corte seria uma imitação de uma cicatriz de um menino espanhol que sofre de câncer e cujo tratamento o lusitano ajudou a custear. Uma nobre homenagem.

Curtinhas fora da Copa

*Atlético Mineiro sem Neto Berola, que foi emprestado por 1 ano ao árabe Al Wasl. Ele nem viajou para a China.

*A França contaria com a primeira mulher do futebol mundial a treinar um clube profissional. Contaria. Sabe-se lá por quais motivos, a lusitana Helena Costa desistiu de comandar o Clermont, da Série B. Deu a louca nela?

*Roubados documentos confidenciais sobre a saúde de Michael Schumacher que estavam no hospital de Grenoble, do qual ele foi transferido para Lausanne na semana passada. Toda essa história envolvendo o estado de saúde do multicampeão alemão está estranha demais. Deve ter algo que não veio ainda a público.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Depois do atraso de 23 minutos do "Café com Jornal" de ontem, também hoje teve "Popeye" na Bandeirantes. Mas desta vez, Aline Midlej e Luiz Megale entraram às 6 em ponto. Desta vez, o marinheiro só preencheu espaço na grade pois toda a madrugada foi reservada para os VTs integrais das partidas da Copa do Mundo não exibidas ao vivo e Croácia x México e Espanha x Austrália não preencheram sozinhos todo o horário. Possivelmente role o mesmo na próxima madrugada com os VTs de Costa Rica x Inglaterra e Costa do Marfim x Grécia.

*"Café com Jornal", que continua com seus letreiros criativos. O da abertura de hoje foi este: "O destaque da segunda foi Ney... ( ) Matogrosso ( ) Latorraca (X) Mar" Não sei quem faz os letreiros, mas é inspiradíssimo.

*Leio no Flávio Ricco que será das 3 às 4 e meia da tarde o programa que Luiz Bacci apresentará na Band a partir de agosto. Nada daquilo de começar às 2, portanto, o que resultaria em início paulistano até a rede ser formada - não custa lembrar que a faixa regional da Rede Bandeirantes é do meio-dia (ou 1 da tarde) até as 3.

Bela do Dia: Jale Berahimi

Jale Berahimi, repórter da Costa Rica que tem batido um bolão nesta Copa. Não é apenas nas quatro linhas que este país se dá bem. Fora delas também.

*Leio no Fernando Oliveira que, salvo uma mudança de última hora, a próxima novela da Globo a ser reprisada no Viva às 15h30 e à 1h, faixas hoje ocupadas por "História de Amor", será "O Dono do Mundo". Esta produção de 1991 não foi muito exitosa tanto pelas muitas vilanias do antagonista feito por Antônio Fagundes quanto por não responder tão bem na audiência em comparação a outras tramas devido ao enorme sucesso de "Carrossel" em sua primeira exibição no SBT. Algo marcante daquela novela foi a abertura, sonorizada por Tom Jobim cantando "Querida" e que trazia imagens de Charles Chaplin brincando com um mapa-mundi em "O Grande Ditador".

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Ajude o PB

É o banner que está à esquerda desta página. Forçado fui a adotar por tempo indeterminado o sistema chamado de "crowdfunding" (financiamento coletivo). Clicando aqui, entenderão o que me levou a algo que relutei em fazer.

Convivas

As mensagens aqui publicadas são remetidas pelos leitores deste PB ao e-mail papodebola@gmail.com.

Atenção: a seção está suspensa temporariamente até que eu consiga resolver alguns poréns particulares. Por enquanto, continuem sem mandar e-mails com comentários, pitacos e opiniões pois aqui não serão publicados. Dicas e avisos informativos são bem-vindos. Espero resolver isso em breve e aqui avisarei assim que o fizer, permitindo que os amigos do Brasil voltem a participar com suas considerações sobre o que aqui destaco.

Clipe do Dia I

Um dos maiores guitarristas da história completa 70 anos. Curta aqui Jeff Beck ao vivo com "Behind the Veil".

Clipe do Dia II

65 anos nesta terça-feira de John Illsley, baixista e um dos fundadores do Dire Straits, participante desde o início em 1977 até a extinção em 1995. Acompanhe aqui "So Far Away", do grande álbum "Brothers in Arms".

Arremate

O tanto que a torcida brasileira manda bem no hino a capella ela manda mal ao não vibrar tanto na bola rolando.

"24 Horas" volta antes que os torcedores de três dígitos soltem a franga igual ao povão!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.