.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Sexta, 2 de maio de 2014 - ANO 11, EDIÇÃO 225
Insucessos mandantes comandam a lista

O balanço dos públicos do meio de semana, que esta "24 Horas" publica sempre às sextas-feiras, mostra que, das sete partidas com plateia de cinco dígitos e que pontuam o levantamento, seis tiveram fracassos dos donos das casas: a vitória no tempo normal com derrota nos pênaltis do Grêmio, no maior público total desde a inauguração da Arena; as eliminações de Nacional para o Corinthians e Brasília para o Sport; a queda do Atlético Mineiro no finalzinho pro xará Nacional; o empate do Cuiabá com o Internacional; e o CRB vice-campeão alagoano diante do Coruripe. Só o quinto colocado deu alegria ao mandante pois o América levou o título do Rio Grande do Norte.

44.042 (47.244) / R$ 2.394.936,00 (R$ 54,37) - Grêmio 1 x 0 San Lorenzo (Libertadores) - Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
35.773 / R$ 1.970.700,00 (R$ 55,08) - Nacional 0 x 3 Corinthians (Copa do Brasil) - Arena da Amazônia, Manaus (AM)
22.095 / R$ 74.600,00 (R$ 3,37) - Brasília 1 x 3 Sport (Copa do Brasil) - Mané Garrincha, Brasília (DF)
20.838 / R$ 1.404.650,00 (R$ 67,40) - Atlético Mineiro 1 x 1 Atlético Nacional (Libertadores) - Independência, Belo Horizonte (MG)
18.526 (19.449) / R$ 379.765,00 (R$ 20,49) - América 0 x 0 Globo (Potiguar) - Arena das Dunas, Natal
17.421 (22.443) / R$ 942.790,00 (R$ 54,11) - Cuiabá 1 x 1 Internacional (Copa do Brasil) - Arena Pantanal, Cuiabá (MT)
14.206 (17.381) / R$ 202.138,00 (R$ 14,22) - CRB 0 x 0 Coruripe (Alagoano) - Rei Pelé, Maceió
5.430 (5.960) / R$ 117.299,00 (R$ 21,60) - Remo 4 x 0 Independente (Paraense) - Baenão, Belém
4.498 (6.565) / R$ 123.269,50 (R$ 27,40) - Bahia 2 x 0 Villa Nova (Copa do Brasil) - Fonte Nova, Salvador (BA)
4.135 (4.785) / R$ 86.780,00 (R$ 20,98) - Londrina 0 x 0 Barueri (Copa do Brasil) - Do Café, Londrina (PR)
3.172 (4.452) / R$ 51.360,00 (R$ 16,19) - Treze 1 x 2 Vasco (Copa do Brasil) - Ernani Sátiro, Campina Grande (PB)
2.798 (3.438) / R$ 40.295,00 (R$ 14,40) - São Francisco 0 x 1 Paysandu (Paraense) - Colosso do Tapajós, Santarém
2.105 / R$ 22.500,00 (R$ 10,68) - Caldense 0 x 2 Coritiba (Copa do Brasil) - Ronaldão, Poços de Caldas (MG)
1.908 / R$ 38.580,00 (R$ 20,22) - Confiança 2 x 1 Sergipe (Sergipano) - Presidente Médici, Itabaiana
1.833 (2.378) / R$ 42.080,00 (R$ 22,95) - Parnahyba 0 x 1 Ceará (Copa do Brasil) - Dirceu Arcoverde, Parnaíba (PI)
1.269 (1.519) / R$ 14.350,00 (R$ 11,30) - Potiguar 2 x 5 Santa Rita (Copa do Brasil) - Nogueirão, Mossoró (RN)
696 / R$ 6.905,00 (R$ 9,92) - Bragantino 2 x 2 Portuguesa (Brasileiro Série B) - Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista (SP)
370 / R$ 10.880,00 (R$ 29,40) - Novo Hamburgo 1 x 0 J. Malucelli (Copa do Brasil) - Do Vale, Novo Hamburgo (RS)

Culpa própria e do bandeirinha

Vale dividir a culpa pela eliminação do atual campeão da Libertadores em duas partes: uma, a do bandeirinha que não marcou impedimento no tento de igualdade do Nacional de Medellín numa altura em que, emocionalmente, acabava qualquer possibilidade de reação para marcar mais dois gols; e outra, a do próprio Atlético Mineiro, que demonstrou sinais de incompetência se não especificamente ontem à noite - ainda que a defesa desse espaços inadmissíveis ao adversário a ponto de uma hora ser tirado proveito disso (erros do bandeirola à parte) -, mas sim e sobretudo na ida na Colômbia, onde a grande atuação do Victor impediu uma goleada vexatória daquelas. Se digo que time bom supera tudo, até erros de arbitragem, preciso ser coerente com o que digo. Não precisaria o alvinegro se queixar com razão desse gol irregular validado se tivesse ido às redes tanto lá quanto em casa.

O que vem por aí

Ficaram assim as quartas-de-final da Libertadores, a ser jogadas nos dois próximos meios de semana: Nacional do Paraguai x Arsenal, Atlético Nacional x Defensor, San Lorenzo x Cruzeiro e Lanús x Bolívar. Três argentinos, um brasileiro, um paraguaio, um colombiano, um uruguaio e um boliviano. Desses todos, somente Defensor e Bolívar venceram suas chaves. Prova de que, se o regulamento não estabelece alguma vantagem a mais por isso a não ser fazer a segunda partida em seu reduto, tanto faz ser primeiro ou segundo da chave tanto porque venha quem vier se o time quiser chegar nas cabeças quanto porque não é isso que resolverá necessariamente a treta. A Conmebol ainda oficializará datas e horários, mas até para fins de grade da Rede Globo é certo que as duas partidas cruzeirenses (ida em Buenos Aires e volta em Belo Horizonte) serão em duas quartas, às 22h.

Se servir a superstição...

No regulamento vigente desde 2000, com o aumento de participantes, a Libertadores só teve uma outra edição com apenas um brasileiro nas quartas-de-final: 2011, ano que teve como campeão o Santos. Se a torcida do Cruzeiro for supersticiosa... Mas claro que a superstição não entra em campo e é preciso jogar pra chegar lá.

Bem ou mal, sempre presente

É frustrante ter apenas um representante de seis iniciais participando das quartas-de-final. Mas se servir como uma espécie de consolo, bem ou mal, o Brasil completa este ano 26 edições seguidas de Libertadores com ao menos uma equipe na antepenúltima fase. Evidentemente é preciso relativizar o fato de que, até 2000, eram só dois representantes - ou três se fosse nosso o atual campeão. Mesmo assim, a estatística está valendo.

Os brasileiros quadrifinalistas destes últimos 25 anos foram: Bahia e Internacional em 1989; Vasco em 1990; Flamengo em 1991; São Paulo três vezes consecutivas junto de Criciúma em 1992 e Flamengo em 1993; Grêmio quatro anos seguidos junto de Palmeiras em 1995, Corinthians em 1996, Cruzeiro em 1997 e Vasco em 1998; Corinthians e Palmeiras em 1999 e 2000, neste ano o Atlético Mineiro junto deles; Cruzeiro, Palmeiras e Vasco em 2001; Grêmio e São Caetano em 2002; Santos três vezes consecutivas ao lado de Grêmio em 2003 e São Paulo em 2004 e 2005, neste ano também com o Atlético Paranaense; em 2006, Internacional e São Paulo; em 2007, Grêmio e Santos; Cruzeiro e São Paulo três anos seguidos junto de Fluminense em 2008, Grêmio e Palmeiras em 2009 e Flamengo e Internacional em 2010; Santos em 2011; Fluminense dois anos consecutivos ao lado de Corinthians, Santos e Vasco em 2012 e do Atlético Mineiro em 2013; e Cruzeiro em 2014.

Os destaques da Copa do Brasil

O Sport tratou de poupar tempo e cortar caminho ao finalmente estrear e já dispensar a volta com o Brasília ao batê-lo por trinca a solo no dia da saída da direção de futebol de Gustavo Dubeux, que permanece presidindo o Conselho Deliberativo. O Leão atingiu uma marca daquelas: sete jogos seguidos em quatro torneios distintos sem derrota. Classificação também do Santa Rita, que meteu quina a dobra sobre o Potiguar após se dar bem também na ida. Já pela segunda fase, Londrina e Barueri "oxaram", o que foi melhor pro Tubarão. Dos gaúchos, melhor o Novo Hamburgo ao superar o J. Malucelli pelo escore mínimo, enquanto o Internacional perdia até os 40 minutos do segundo tempo para o Cuiabá, cujo tento foi o primeiro de Washington em mais de um ano. Rafael Moura impediu uma derrota dureza pura do Colorado e puxou o benefício do 0 x 0 pra volta.

Rumo à terceira fase

Está assim o diagrama da Copa do Brasil, sempre de dois em dois rendendo um confronto da fase posterior: Corinthians x Bahia ou América Mineiro, Santa Cruz ou Lagarto ou Botafogo da Paraíba x Santa Rita, São Paulo ou CRB x Figueirense ou Bragantino, Coritiba x Sport ou Paysandu, Inter ou Cuiabá x Ceará ou Parnahyba ou Chapecoense, Vasco ou Treze x Ponte Preta ou Paraná, J. Malucelli ou Novo Hamburgo x Atlético Goianiense ou ABC, Santos ou Princesa do Solimões x Barueri ou Londrina, Palmeiras ou Sampaio Corrêa x Avaí ou ASA e Fluminense x Náutico ou América de Natal. Tudo meio bagunçado no alinhamento das fases, mas paciência.

Continuando a terceira rodada

Dois jogos Sul x Nordeste na Série B: Joinville x Icasa no Sul e Santa Cruz x Paraná no Nordeste.

Reviravoltou

O Remo tinha desvantagem de 3 x 0 da ida, mas aplicou 4 x 0 no Independente e decidirá o segundo turno da segunda fase do Campeonato Paraense contra Paysandu ou São Francisco. Espero que os brigões que fizeram aquele espetáculo triste no fim de semana passado não achem que isso colaborou para a viradaça remista.

Quádrupla coroa ou monopólio espanhol?

A Espanha já venceu a Liga dos Campeões da UEFA, isso sabemos. Falta saber se a festa em Madrid será do Real ou do Atlético. Falta saber também se a Espanha monopolizará as disputas continentais ao ter o campeão da Liga Europa. Certo era um time seu na decisão do dia 14, em Turim. Faltava saber qual. Até 49 do segundo, era o Valencia ao marcar 3 x 0 na volta e 3 x 2 totais. Mas no último lance, o Sevilla foi às redes, empatou no agregado e avançou pelo gol fora de casa. Cruel demais, pra judiar com a torcida do Valencia. Mas e se tivermos uma quádrupla coroa? Campeão português, o Benfica tá na final das Taças de Portugal e da Liga de Portugal e, agora, também na da Liga Europa ao "oxar" com a Juventus, que não decidirá em seu estádio.

Curtinhas

*Copa América Centenário em 2016, com os 10 países sul-americanos, Estados Unidos, México e outros quatro representantes da Concacaf. Que tal esta celebração do centenário da Conmebol?

*5 mil torcedores do Boca Juniors foram à Bombonera pedir que o Boca Juniors renove com Riquelme, cujo compromisso acaba no fim do mês que vem e não tem confirmada sua prorrogação. O povo já fez sua escolha.

*Vôlei: outro amistoso preparatório para o Mundial Masculino teve o Sada/Cruzeiro diante do Brasil, com portões fechados no Mineirinho. Desta vez, 3 sets a 1 para os brasileiros (16/25, 28/26, 27/25 e 25/21).

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Acabou o "Planeta Rei nas Ondas da Globo". Após 8 anos, Beto Brito foi desligado da Rádio Globo, cuja direção o chamou nesta quarta-feira para uma reunião onde informou que não renovaria seu contrato encerrado neste fim de abril. Alega a emissora que o "processo de reestruturação de grade" planejado para este ano motivou a saída do comunicador e de sua atração, já trocada temporariamente pela "Madrugada na Globo", com Zeca Marques.

*O "Planeta Rei" existe desde julho de 1998, quando estreado na Rádio Imprensa do Rio de Janeiro e somente com canções de Roberto Carlos, daí o "Rei" do título. Em 2001, Beto levou o programa pra Rádio Metropolitana AM, da qual sairia no fim de maio de 2006, quando estreou nas madrugadas da Rádio Globo. Há alguns anos, mais ou menos quatro ou quatro e meio, tive a alegria de ser um dos ouvintes contemplados com a seleção enviada por mim servindo de trilha de fundo ao longo de toda uma edição do programa. Foi bem bacana.

*SBT/RS promovendo alterações. Sexta-feira de despedida da Edieni Ferigollo do "SBT Rio Grande", às 11h40, após cinco meses na apresentação. Ela voltará para o "SBT Rio Grande Manhã", retomando dupla com Daniela Silva Pinto - isso a partir do dia 19, quando regressará de férias. Reina a grande expectativa: quem apresentará o noticiário do canal 5 na hora do almoço? É prometido para hoje o anúncio do novo âncora. (Atualização das 11:55: quando digo que não sei nada de nada das coisas da minha própria cidade, não é a troco de nada. Até o prezado Gabriel Vaquer, lá na Bahia, tá mais inteirado disso que eu. Reclamação dele? Não. Mérito seu averiguar isso. Vergonha minha, isso sim, que acabo sabendo mais das casas distantes da minha que dos quintais dos meus vizinhos, se é que entendem onde quero chegar. Bom, o novo apresentador do "SBT Rio Grande" será Marcelo Coelho, que é gaúcho de Santa Maria e que iniciou na RBS TV de lá, mas depois se estabilizando no Rio de Janeiro, onde trabalhou por 20 anos em emissoras como SporTV, Record e SBT.)

*Exibido hoje pela última vez o "Primeiro Jornal", do qual publiquei um "Raridade Rara" na coluna de ontem. É esperar a segunda-feira chegar para ver o que do novo "Café com Jornal" a partir das 6h chegará.

*Agora, sim, Mariana Ferrão voltará à tela da Globo após a licença-maternidade. Segunda-feira retornará seu duo no "Bem Estar" com Fernando Rocha, que até hoje teve como parceira Flávia Freire, que creio que (só dedução minha) volte à previsão do tempo do "Jornal Nacional", que neste tempo todo é feita pela Michelle Loreto.

*Acaba hoje "Além do Horizonte", novela das 7 que dará lugar a "Geração Brasil" (ou "G3r4ção Br4s1l", mas a mistura de números e letras me faz tão mal quanto comer iogurte de morango junto com pizza de frango e não adotarei essa mistureba indigesta e sim o nome na dicção oral mesmo). Voltará a Globo a interessar na faixa?

*Completa 65 anos hoje Tizuka Yamazaki, filha e neta de japoneses, que é conterrânea daqui de Porto Alegre, mas que foi pro interior de SP com 1 ano quando para lá sua família retornou. Diretora de vários filmes da Xuxa, ela dirigiu produções como "O Pagador de Promessas", "Kananga do Japão" e "Metamorphoses" na TV.

*A saideira: morreu há 15 anos fechados nesta sexta-feira Oliver Reed, ator nascido em 1938 e visto em filmes como "Oliver!" e "Mulheres Apaixonadas". Seu último foi "Gladiador", tendo falecido a três dias da filmagem acabar. Para as cenas que faltavam, seu rosto foi recriado virtualmente e inserido no corpo de um dublê.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Bela do Dia: Ana Raquel Copetti

Ana Raquel Copetti, gerente jornalística da TV Record/RS. Há um charme europeu da moça nesta foto pois foi tirada na Europa mesmo.

Ajude o PB

É o banner que está à esquerda desta página. Forçado fui a adotar por tempo indeterminado o sistema chamado de "crowdfunding" (financiamento coletivo). Clicando aqui, entenderão o que me levou a algo que relutei em fazer.

Convivas

As mensagens aqui publicadas são remetidas pelos leitores deste PB ao e-mail papodebola@gmail.com.

Atenção: a seção está suspensa temporariamente até que eu consiga resolver alguns poréns particulares. Por enquanto, continuem sem mandar e-mails com comentários, pitacos e opiniões pois aqui não serão publicados. Dicas e avisos informativos são bem-vindos. Espero resolver isso em breve e aqui avisarei assim que o fizer, permitindo que os amigos do Brasil voltem a participar com suas considerações sobre o que aqui destaco.

Clipe do Dia

Lembrei dessa canção hoje de manhã, tinha um tempaço que não a ouvia. Não é sua a gravação original, antes disso até mesmo os Rolling Stones incluíram este tema em seu segundo álbum. Mas sua cantoria é definitiva para engrandecer esta melodia: aqui está Loleatta Holloway com "Cry To Me", gravada em 1975.

Arremate

Fla-Flu com ingressos a preço popular. Valor? 30 "dilmas". Isso é "popular"? O futebol anda muito caro mesmo.

"24 Horas" volta antes que estipulem ingressos a preços realmente populares!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.