.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Terça, 15 de outubro de 2013 - ANO 11, EDIÇÃO 57
Tudo muito tarde no ar

Segunda-feira: site atualizado às 6h. Terça-feira: site atualizado quase às 13h. E o que será de amanhã???

Uma jornada longa, mas proveitosa

Assim foi a minha nas quase 12 horas de acompanhamento do seminário "Futebol do Futuro", que compõe o projeto de Copa do Mundo "Liga dos Fanáticos", da RBS. Palestras e paineis interessantes, com bons pontos de vista colocados (nem todos concordáveis, mas nem por isso mal colocados). Quando começo a escrever, são 7 da manhã de terça-feira. Estou arrebentado, estraçalhado, fisicamente pisoteado. Mas o show deve continuar e, por isso, as colunas desta terça-feira são publicadas normalmente, mesmo tão tardiamente.

Desperto às 4 da madrugada desta segunda, concluí o site a toque de caixa e o publiquei às 6 da manhã, algo que fazia anos que não ocorria. Tempo de me arrumar e me ajeitar por completo, me mandei via T4 (sou usuário de ônibus, bem sabem, por isso mesmo fico tão interessado em todas as notícias sobre eles que vejo na TV) pro Barra Shopping Sul e cheguei por volta de 7h40. Devidamente credenciado com o auxílio da gentil assessora de imprensa Francini Ledur, fui pro centro de eventos acompanhar o seminário, que começou com 20 minutos de atraso pois muita gente chegou um pouco mais em cima da hora - mas o cronograma ficou dentro do tempo.

No turno da manhã, o anfitrião foi Pedro Ernesto Denardin. Bom ver firme e forte o narrador da Rádio Gaúcha depois do problema de saúde recente que o tirou de combate por um mês e meio. Passados um pronunciamento do homem máximo da RBS, Duda Melzer, e um VT do Jeromão Valcke (ao qual vaiei muito em pensamento... rs), o primeiro painel foi sobre políticas públicas do esporte. Constava que nele estaria o prefeito porto-alegrense, mas José Fortunati não apareceu. O secretário da Copa aqui em Porto Alegre, João Bosco Vaz, disse que uma ideia para os turistas que vierem pro Mundial é fazer uma versão reduzida da Semana Farroupilha. Já o secretário municipal de esporte e lazer, Kalil Sehbe, informou que uma comitiva da seleção chilena estará aqui no RS nos dias 23 e 24 para avaliar o estado como opção de centro de treinamento para o torneio.

Depois disso, uma palestra de Gerardo Carucci, gerente de Copa do Mundo da Nike, sobre gestões de grandes marcas, que focou no conceito de "megamomento" que a competição representa. Pausa para o café e lá fui eu para dois sucos de laranja e dois pasteis de carne. O estômago não é de ferro, já diria o vendedor de produtos da Black & Decker. Veio outro painel, mediado por Amir Somoggi e com participações do argentino Christian Sujoy (tô louco para fazer um trocadilho infame, mas vou poupá-los disso por hoje), do chileno Harold Mayne Nichols e do brasileiro Saam Momen, este último proporcionando um dos momentos mais interessantes do seminário ao explicar todo o procedimento de realização de uma partida da UEFA e a definição do calendário na Europa: as datas da FIFA primeiro, depois a UEFA coloca as suas e, só então, as federações nacionais incluem as suas.

Em outro momento, Saam Momen falou sobre como o calendário brasileiro é visto lá fora e sobre os Estaduais, que aqui ocupam quatro meses do período. Disse ele que uma alternativa seria algo que não digo que eu mesmo já não tenha pensado em algum momento nas tantas ideias de calendário que já escrevi em cadernos e mais cadernos nos últimos 15 anos, mas que duvido que agradasse especialmente à televisão: Estaduais ao longo do ano em paralelo com o Campeonato Brasileiro, igual à Copa da Inglaterra com o Campeonato Inglês, reduzindo o número de partidas dos clubes grandes e mantendo os certames para agradar as federações estaduais. Dessa ideia eu já não partilho pois dá pra fazer tudo direto e reto, mas ocupando bem menos tempo, começando com uma classificatória entre médios e pequenos e, na fase derradeira, os melhores encontrando os grandes.

Passado um período para almoço no qual degustei apenas metade de uma caixa de bombons pois estou de regime (arrã, até parece...), volto pro recomeço da função às 14h, agora com o anfitrião sendo Nando Gross, parceiro de muitos anos. O próximo painel foi um dos melhores, acho até que o melhor. O grande Lauro Quadros mediou uma conversa muito descontraída com Carlos Alberto Torres e Dunga, onde a participação do capitão do tri foi especialmente muito boa. Num dado momento, Carlos contou uma história deliciosa sobre como, com 22 anos, virou capitão do Santos: o time não aguentava mais excursionar e, quando o presidente reuniu o grupo e pediu que quem não quisesse mais viajar levantasse a mão, ele foi o único. O presidente chamou Carlos para uma reunião. Nela, definiu que ele seria o capitão do time por ser o único macho a admitir que não queria viajar.

Em tempo: Carlos Alberto não quis dizer o nome do mandatário santista durante o seminário, mas ele era Athiê Jorge Cury, que foi o presidente mais longevo do Peixe, entre 1945 e 1971 - logo, o presida do maior Santos.

Em outro momento, Carlos Alberto disse achar exagerado o movimento Bom Senso FC e que o problema para os jogadores não é um excesso de partidas e sim muito tempo viajando. Chegou a reclamar do fim da Varig e observou que, enquanto na época dela um voo ia direto - por exemplo - daqui de Porto Alegre para Uberlândia, atualmente há escalas para quem faz esse trajeto. Disse ainda que, na época que trabalhou no Paysandu, uma viagem de Belém até aqui durava 12 horas, começando às 11h e acabando só às 23h. Enquanto isso, Dunga reclamou do tempo diminuído Copa após Copa para as preparações das seleções, observando que foram três meses em 1970, um mês em 1994 e, atualmente, em torno de apenas duas semanas.

A seguir, uma palestra de Danny Jordaan, que comandou a Copa do Mundo na África do Sul. Uma observação dele foi para cidades com estádios novos que, para não virarem "elefantes brancos" que custem 3 bilhões, poderiam abrir a carteira e gastar mais uns 100 milhões para a montagem de um supertime - e deu exemplos de Paris Saint Germain e Manchester City. Mas na nossa realidade eu duvido que algo assim pudesse ocorrer. Vê Brasília. Tá lá o Estádio Mané Garrincha bonito e imponente, mas agora a capital federal não tem nem sequer um time que seja na Série C após o rebaixamento do Brasiliense no último domingo, sem contar que lá ainda é mais uma "sucursal do futebol carioca" em termos de preferência dos torcedores. Como é que faz?

Mais uma pausa para café, uma lata de refrigerante e três cachorros quentes pequenos no estômago (mandei o regime catar coquinho), e o próximo painel também foi muito interessante ao falar sobre proporcionar ao torcedor uma grande experiência ao assistir um jogo de futebol, indo além do evento dentro de campo. Quem falou sobre isso foi Cathy Long, que trabalha na Premier League da Inglaterra e detalhou a organização do campeonato no tocante ao tratamento aos torcedores, algo tão bem encaixado e melhor ainda explicado que, se por um lado eu ainda queria ver aqui no Brasil, por outro lado chegou a humilhar pois é osso de algo assim acontecer aqui. A Inglaterra está oceanicamente na nossa frente no lance chamado de "fan experience".

Do mesmo painel mediado por Fábio Kadow participou o consultor em administração esportiva Amir Somoggi, que colocou uma série de números para mostrar que, enquanto os representantes da Série A do Campeonato Brasileiro já faturam quase o mesmo que os do Campeonato Francês e estão a pouco de superá-lo nesse sentido, individualmente a grana ganha pelos clubes daqui tá muito distante dos principais da Europa - o lucro do Corinthians equivale ao do Atlético de Madrid e o do São Paulo ao do West Ham, comparou. Falou ainda sobre os clubes precisarem entender que o torcedor é um cliente e que não dá para investir apenas em grandes times, mas sim na exploração comercial de bons serviços nos estádios para que ele não fique detido só no resultado, mas viva uma grande experiência indo ao estádio. Muito bem explicado, mas não sei se assim seria por aqui.

O encerramento teve o diretor jornalístico Marcelo Rech, da RBS, conversando com o consultor estratégico digital Ricardo Cappra e outros dois participantes. As falas do porta-voz da federação sul-africana, Dominic Chimhavi, admito que não acompanhei com muita atenção a partir do momento em que deu a entender que a mídia deveria tratar momentos como esse de uma Copa do Mundo de maneira mais positiva. Larguei de mão nessa hora, não nego. Já o chefe de Internet e novas mídias do Milan, Giuliano Giorgetti, mostrou como o time italiano explora as redes sociais para deixá-lo ainda mais próximo dos torcedores. Aí já foi mais legal.

No frigir dos ovos, como diria o cozinheiro, o saldo foi muito positivo em um dia bem proveitoso, em mais uma experiência deste que vos tecla para este PB. Bons debates, boas conversas e algumas colocações que valem reflexões oportunas independentemente da Copa do Mundo aqui no Brasil ou não, até porque a vida continuará e o futebol também depois que ela passar, mas a troca de ideias não poderá parar nunca em prol de evoluções. Retornei para casa após as 19h, cheguei aqui na Zona Leste às 20h e vim pra Internet ficar por dentro do que foi notícia no dia. No meio da madrugada, "capotei" e tive que dormir por umas duas horas. Não sei nem como e se conseguirei acompanharei os jogos de hoje, precisarei de um sono reforçado. Mas foi uma segunda proveitosa.

Em tempo: fiz diversos registros em fotos, mas não tive tempo sequer de editá-los para publicação hoje mesmo. Mas amanhã, publicadas as imagens estarão para completar o relato aqui feito em palavras. Por fim, lhes digo isso: voltando de busão para casa, tinha no caminho um local chamado "Clube das Pilhas" ou algo parecido. Até que eu percebesse que era isso quando parado o ônibus na sinaleira, eu jurei ter lido "Clube dos Pilantras".

Depois dessa, faltarão oito

São 30 rodadas que a Série B do Campeonato Brasileiro completará nesta terça-feira (menos para seis times com 29). Enquanto o Palmeiras está num patamar próprio na liderança e a Chapecoense sozinha no seu canto de vice-líder, a chapa tem tudo para esquentar no duelo pelas outras duas vagas na Série A.

Pensando exclusivamente no tocante à emoção máxima, admito que gostaria que acontecesse tal combinação na rodada de hoje à noite: Sport perdendo em casa pro América Mineiro, Paraná vencendo o Bragantino, Ceará derrotando a Chapecoense em SC, Icasa ganhando do Palmeiras no Cariri, Joinville superando o Boa Esporte no Sul de Minas e Figueirense batendo o Paysandu em casa. A classificação ficaria assim: Sport e Paraná com 49, Ceará com 48, Avaí, Icasa e América Mineiro com 47, Joinville com 46 e Figueirense com 45.

Mas lá embaixo também pode rolar uma treta bem boa mediante uma certa combinação de placares: América de Natal perde em Alagoas pro ASA, ABC perde em casa pro São Caetano, Paysandu vence o Figueirense e daria isso: América com 33, ABC e Paysandu com 32 e Atlético e São Caetano com 30. Nem falo do ASA indo a 26 nessa hipótese pois o Fantasma tá pra Série B igual ao Náutico pra Série A: Jesus está chamando.

Em tempo 1: a brincadeira dos palpites será retomada no próximo fim de semana, finalmente.

Em tempo 2: os jogos que deixarão seis times com uma partida a menos são Chapecoense x Figueirense e Paysandu x ABC, ambos no dia 22, e Atlético Goianiense x Avaí, esse remarcado pro dia 29.

Eliminatórias da Copa do Mundo

Chegamos à última rodada em América do Sul, Américas Central e do Norte e Europa. Ainda faltarão definições por causa das repescagens, mas as competições em si terão seu desfecho nesta terça-feira.

Aqui na América do Sul, já sabemos que Argentina e Colômbia estão classificadas, assim como é muito difícil que as outras duas vagas diretas não sejam de Equador e Chile, que "se enfrentar-se-ão-se a si mesmas" no que dificilmente deixará de ser uma partida de compadres pois bastará um empate para tanto, não adiantando pro Uruguai ganhar da Argentina em casa - só se der um milagre de ter um vencedor em Chile x Equador, o Uruguai vencer e a diferença no saldo de gols ser tirada (-1 dos uruguaios, 3 dos chilenos e 5 dos equatorianos). A Colômbia fecha as Eliminatórias visitando o Paraguai e tem ainda um melancólico Peru x Bolívia.

Na Europa, já estão classificadas diretamente estas seleções: Bélgica no Grupo A, Itália no B, Alemanha no C, Holanda no D e Suíça no E. A Rússia tá um ponto no F, Bósnia e Grécia brigam diretamente no G, Inglaterra e Ucrânia disputam no H e a Espanha tá por um empate para se garantir pelo Grupo I.

Já o fim da noite terá emoção na Concacaf às 10 e meia. Estados Unidos e Costa Rica já estão na Copa e falta definir uma vaga direta e a da repescagem. Honduras tá por um empate da terceira vaga direta, mas mesmo se perder estará na Copa caso o México no máximo empate. México, que briga pela repescagem com o Panamá. As partidas são Costa Rica x México, Jamaica x Honduras e Panamá x EUA. Honduras tem 14 pontos e saldo 1, México traz 11 pontos e saldo -1 e Panamá com 8 pontos e saldo -3. Vai dar o quê, heinhô?

Enquanto isso...

...praticamente nada vi pois já sabia que pouco seria aproveitado enquanto programa legal de se ver (e deu pra perceber pelos comentários gerais que esteve longe disso), mas o Brasil fez dois e a Zâmbia não fez nenhum.

Curtinhas

*O Internacional anunciou hoje a reinauguração do Beira-Rio para 6 de abril do ano que vem, contra o Peñarol, num evento que teve como mestre de cerimônias Maria Paula - a do "Casseta & Planeta Urgente".

*Três pontos: Inter x Peñarol é um jogo sem histórico marcante para uma ocasião assim, muito melhor seria Inter x São Paulo por remeter à inesquecível final da Libertadores de 2006; com um tantão de personalidades notórias que torcem pro Colorado, incompreensível convidarem alguém sem ligação com ele igual à Maria; e 6 de abril é a mesma data do primeiro jogo decisivo do Campeonato Gaúcho - logo, se o Inter for finalista, o bode está armado, mas se não estiver, dará bode da mesma maneira por concorrer com a decisão estadual.

*A aprovação da setorização do Beira-Rio por parte do conselho deliberativo do Internacional, ontem à noite, foi marcada por violência pois algumas dezenas de torcedores presentes reclamaram que isto é elitização e teve arremessos de paus e pedras, deixando algumas pessoas feridos. A setorização prevê 70% dos 51 mil lugares com preços considerados acessíveis, enquanto o restante será de cadeiras marcadas. 43 mil lugares serão do próprio Colorado e os demais ficarão com a administradora BRio, que destes 8 mil fará espaços mais elitistas.

*Se o Vasco x Goiás do Campeonato Brasileiro depois de amanhã será em Macaé, o Vasco x Goiás da Copa do Brasil na quinta-feira da semana que vem será no Maracanã. Maior expectativa de público e renda. O Esmeraldino tem vantagem de 2 x 1 sobre o Cruzmaltino, ao qual portanto bastará o marcador mínimo.

*Lúcio pediu para sair do São Paulo, onde não joga há três meses. Até que demorou para querer cair fora.

*Leio no "Painel" da Folha que a Federação de SP estuda um Campeonato Paulista diminuído para 2015, com quatro chaves lideradas por cada um dos times grandes e os demais integrantes decididos por sorteio. E aí?

*E essa de empresários indonésios comprarem 70% da Internazionale? Massimo Moratti anunciou hoje.

*Alex Ferguson virou nome de rua na cidade de Manchester, que agora tem a Sir Alex Ferguson Way. Dá-lhe!

*Completa hoje 45 anos Didier Deschamps, que tem um currículo "fracotinho". Jogando, ele venceu dois Franceses e uma Liga dos Campeões no Olympique; três Italianos, uma Copa da Itália, duas Supercopas da Itália, uma Liga dos Campeões, uma Copa Intercontinental e uma Supercopa da Europa pela Juventus; uma Copa da Inglaterra pelo Chelsea; e a Copa do Mundo de 1998 e a Eurocopa de 2000 pela França.

*Treinando, Deschamps ganhou uma Copa da Liga Francesa pelo Monaco, uma Série B italiana pela Juventus e duas Copas da Liga Francesa, um Campeonato Francês e duas Supercopas da França pelo Olympique. É Didier o atual treinador da seleção da França. Estará ele no comando dela aqui no Brasil no ano que vem?

*Com a quarta posição no Japão, Fernando Alonso se tornou o maior pontuador da história da Fórmula 1, com 1.571 pontos, contra 1.566 do Michael Schumacher e 1.351 do Sebastian Vettel. Porém, cabe observar que Schumacher correu numa época onde a pontuação era menor e menos pilotos pontuavam.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Constava dos autos que seria hoje a estreia de Rony Magrini na Rádio Globo de São Paulo no horário das 6 às 9 da manhã, substituindo o "Show do Antônio Carlos", que ficará só no Rio de Janeiro. Mas o próprio Rony, em resposta a uma amiga do Facebook, esclareceu que será em novembro que entrará no ar. Entendo...

*Sei dessa por dica do Márcio Torvano: a Rádio Bandeirantes de São Paulo não retransmite mais o "CQC" ao vivo. Embora assim estivesse na grade de programação no site dela ontem ainda, não foi o que aconteceu. O "Jornal de Amanhã" foi até 23h, quando entraram "A Voz do Brasil" no AM/FM e "Bandeirantes a Caminho do Sol" musical no Bandsat e na Internet. À meia-noite teve a reprise do "Na Geral" e, só à 1 da madrugada, entrou o repeteco do "CQC". Já não era legal colocar este programa no rádio pois ele tem muitos recursos somente visuais, que se perdem no áudio. Tapando espaço na madrugada por quase duas horas e meia, pior ainda.

*"CQC", do qual Ronald Rios tomou uma sova de torcedores do São Paulo ao gravar durante o clássico com o Corinthians. Ele acabou ferido perto do olho esquerdo e tomou dois pontos ao ser atingido por um cinzeiro.

*Mudança na Band: o "Primeiro Jornal" voltou a começar nacionalmente, daí fica local e volta a ser nacional. É que o início voltou a ser às 6h50, daí a rede é separada para atrações regionais às 7h e retorna às 7h30. Nesta semana, Sérgio Gabriel está com Patrícia Maldonado durante férias do Luciano Faccioli.

*Lamentável: leio no Flávio Ricco que a TV Cultura de São Paulo demitiu cinco pessoas do jornalismo na última sexta-feira. A equipe numericamente já não é muito grande e ficou ainda menor.

*Cultura, que só agora eu vi que, na semana retrasada, mudou dia e horário do "Clube do Filme". Antes era às 22h das quintas-feiras, agora é à meia-noite de terça para quarta. O filme de hoje é "Moulin Rouge" - não o de 1952, com José Ferrer e Zsa Zsa Gabor, mas o de 2001 mesmo, com Nicole Kidman e Ewan McGregor.

*Leio na Patrícia Kogut que tá faltando tudo no jornalismo da RedeTV! do Rio de Janeiro: insuficiência de gente e problemas técnicos com equipamento obsoleto. Conta ela que, dia desses, o "Notícias do RJ" foi interrompido por quatro minutos pelo caça-níquel "Superpapo", voltando apenas depois. Caçarola.

*Leio no Daniel Castro que é provisoriamente chamado de "Como Será?" um novo programa que a Globo exibirá aos sábados a partir do ano que vem, das 6 às 8 da manhã, substituindo o "Globo Cidadania" e os programas nele exibidos ("Globo Ciência", "Globo Educação", "Globo Universidade", "Globo Ecologia" e "Ação"), que não mais existirão para dar espaço a este novo, que será só com boas notícias e é chamado nos bastidores de "Fantástico do Bem". A ideia é manter Sandra Annenberg como apresentadora do horário.

*Leio no NaTelinha que a Record Bahia dispensou o apresentador Ricardo Sapia, que fazia o "Direto da Redação" de segunda a sexta e o "Balanço Geral" aos sábados, o que acontece junto com a contratação de Analice Salles (ex-Aratu/SBT), cujos espaços na emissora ainda não estão confirmados - mas a aquisição dela sim.

*Veem aqui (postagem de muitissimoalemdojg) a vinheta de abertura de "Super HDB", programa que a Rede Vida estreou neste domingo. Chamou a atenção que ela é uma cópia da abertura do "Tudo é Possível", que a Record exibia até algum tempo atrás, como assistem aqui (postagem de muitoalemdojg).

*Quando eu digo que Patrícia Kogut é a "globista-mor", não é por acaso. Só isso explica ela dar nota 10 em sua coluna para os inacreditáveis e indigestos figurinos da Fernanda Lima nos dois "Amor & Sexo" já exibidos. "Mistura de originalidade com drama"? Figurinos "sensacionais"? Ah, conta outra, faça-me o favor...

*Tirem as crianças da sala: disse Raquel Pacheco (mas dá no mesmo chamá-la de Bruna Surfistinha) ao Fabrício Carpinejar no "A Máquina" de hoje à noite, na TV Gazeta de São Paulo, que começou a se masturbar ao ver meninos pelados tomando banho no "Rá-Tim-Bum", infantil da Cultura. Não sei nem o que dizer.

*O "Agora é Tarde" de hoje para amanhã, na Band, terá como entrevistado Felipeh Campos, que foi cantor dublador do "Qual é a Música?" no SBT e está criando algo que não sei como repercutirá entre os torcedores do time referido e que já faz a festa dos rivais: a Gaivotas da Fiel, primeira torcida organizada gay do Corinthians.

*A saideira: completa hoje 55 anos Giuseppe Oristanio, ator que foi visto recentemente na Record em "Dona Xepa" e que já fez diversas novelas na Record, na Globo, no SBT, na Manchete e na Bandeirantes, além de trabalhar pela primeira vez em "Como Salvar Meu Casamento", a última novela da TV Tupi.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Bela do Dia: Janaina Castagna

Janaina Castagna, gerente regional da Match Hospitality na Região Sul. Dou uma olhada para uma morena muito bonitaça (dentre várias, diga-se) no "Futebol do Futuro" e, felizmente, olho rapidamente na credencial da moça e ali está seu nome. É a única imagem dela que achei na web, mas ainda bem que achei para colocá-la hoje neste posto.

Ajude o PB

É o banner que está à esquerda desta página. Forçado fui a adotar por tempo indeterminado o sistema chamado de "crowdfunding" (financiamento coletivo). Clicando aqui, entenderão o que me levou a algo que relutei em fazer.

Convivas

As mensagens aqui publicadas são remetidas pelos leitores deste PB ao e-mail papodebola@gmail.com.

Atenção: conforme registrei na coluna de 29 de setembro, a seção está suspensa por alguns dias até que eu consiga ficar minimamente em dia com as coisas depois de uma semana off-line de muitas coisas a recuperar. Acredito que na próxima semana já poderei liberar a participação dos leitores por aqui novamente, mas fiquem atentos que avisarei disso. Por enquanto, continuem sem mandar e-mails com opiniões pois aqui não serão publicados.

Clipe do Dia I

Completa hoje 65 anos Chris de Burgh, irlandês que nasceu na Argentina - e só hoje, ao pesquisar sobre ele, me toquei disso. Destaco aqui minha canção favorita dele: a romantiquérrima "Love Is My Decision".

Clipe do Dia II

Terça-feira dos 60 anos de Tito Jackson, um dos Jackson Five. Em homenagem ao alvinegro do Rio Grande do Norte e à sua excelente reação na Série B do Campeonato Brasileiro, aqui está "ABC".

Clipe do Dia III

Por falar nisso, o dia de hoje marca 20 anos do primeiro show de Michael Jackson aqui no Brasil, pela turnê "Dangerous". Veja aqui ele cantando "Jam" no Estádio do Morumbi e, depois, leia aqui a reportagem publicada originalmente em 16 de outubro de 1993 pela Folha de S.Paulo, assinada pelo Maurício Stycer.

Clipe do Dia IV

Mudando completamente o ritmo do pop com "PO" maiúsculo para o sertanejo de raiz: também há 20 anos hoje completados, falecia Tião Carreiro, que nasceu na mineira São Francisco em 1934 e que formou dupla tanto com Carreirinho quanto com Pardinho. É desta segunda dupla que trago aqui "O Pagode".

Arremate

Falam em acabar com as organizadas em São Paulo. De novo. Mas será que adianta? Acabarão voltando.

"24 Horas" volta antes que monitorem os brigões e barrem eles nos estádios, de organizada ou não!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.