.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Sexta, 17 de maio de 2013 - ANO 10, EDIÇÃO 249
Um dia de descanso forçado

Como notaram, o Papo de Bola - o Site não foi atualizado nesta quinta-feira, nem na "24 Horas" e nem no "Papo de Mídia". Descanso forçado ocasionou isso. Eu até vinha escrevendo as colunas até a metade da manhã, mas chegou uma hora que a cabeça e o corpo "pifaram" - e quem me leu no Twitter e no Facebook no fim da madruga leu que escrevi que tinha ficado com uma certa dor de cabeça. "Capotei" com jeito e precisei dormir cerca de 10 horas para ficar em dia comigo mesmo. Um dia perdido em termos de atualização do site, mas um dia ganho em termos do meu bem-estar próprio, pois não sou máquina. E embora muita gente brinque que eu não durma, não sei baseada no quê para fazer essa descontração comigo, é lógico que eu durmo. Sou humano.

Por isso, as colunas desta sexta-feira ainda comentam assuntos da quarta, aos quais são somados os desta quinta. Muitos comentários já estavam prontos e eu publicaria ontem, se não me desse o "tilt" que forçou o meu descanso necessário. Não quis reeditá-los ou atualizá-los pois muitos deles não perderam atualidade de um dia para o outro. Então, é como se fossem duas edições em uma só. Espero que não tenham ficado tão ruins.

Em tempo: hoje, assim como na coluna anterior, excepcionalmente não atualizarei os e-mails dos leitores. Tirei a quinta-feira para ficar fora da caixa de entrada e das redes sociais para não me sentir mal lendo uma série de prováveis questionamentos sobre a falta de atualização do PB justamente em um dia como o de ontem, quando vencido fui pelo esgotamento físico. Prefiro ler tudo e já responder ao povo depois de atualizadas as edições desta sexta-feira, dia que tirarei para adiantar boa parte dos textos do fim de semana, além de colocar em ordem várias coisas pendentes. Na próxima coluna, publicarei um "acumuladão" das mensagens. Peço sua compreensão.

As plateias de meio de semana

Neste meio de semana, muitas partidas da Copa Libertadores, da Copa do Brasil e de Campeonatos Estaduais mobilizaram as torcidas por todo o país... ou nem tanto em quase todos os casos. Eis os públicos que consegui achar para destacar nesta abertura de coluna, não sabendo se o do Pacaembu na terça-feira e o do Heriberto Hulse nesta quarta foram pagantes ou totais, além de faltar alguns. Mas vale o comparativo mesmo assim:

36.462 - Palmeiras 1 x 2 Tijuana - Pacaembu, São Paulo (SP)
36.319 (38.445) - Corinthians 1 x 1 Boca Juniors - Pacaembu, São Paulo (SP)
18.211 (19.286) - Flamengo 2 x 1 Campinense - Mário Helênio, Juiz de Fora (MG)
11.316 (12.736) - Paysandu 0 x 2 Naviraiense - Curuzu, Belém (PA)
9.321 - Criciúma 3 x 1 São Bernardo - Heriberto Hulse, Criciúma (SC)
7.350 (8.100) - Guarany 1 x 1 Ceará - Junco, Sobral (CE)
5.551 - Goiás 1 x 0 Santo André - Serra Dourada, Goiânia (GO)
4.344 - Avaí 0 x 3 América Mineiro - Ressacada, Florianópolis (SC)
3.251 (3.849) - Nacional 4 x 1 Coritiba - SESI, Manaus (AM)
2.957 (3.885) - Internacional 2 x 0 Santa Cruz - Centenário, Caxias do Sul (RS)
2.363 (3.093) - Potiguar 2 x 2 América - Nogueirão, Mossoró (RN)
1.706 (2.331) - Bahia 1 x 0 Luverdense - Fonte Nova, Salvador (BA)

Só sobraram dois brasileiros na Libertadores

Ficaram campeão e vice-campeão do último Brasileirão, respectivamente Fluminense e Atlético Mineiro. Fora está o Grêmio depois de um jogo fraco diante do Independiente Santa Fé, onde mostrou poucas boas ações ofensivas e viu Dida fazer algumas defesas milagrosas, mas nada conseguir para impedir o tentaço do Medina, que disse antes do jogo que "comeria" o Tricolor e já virou carrasco de brasileiros (pois também foi ele autor de um dos gols do Tolima diante do Corinthians). O gol fora de casa classificou os colombianos para pegarem o Real Garcilaso nas quartas-de-final. Faltou aos gaúchos jogarem mais futebol em Bogotá, embora não tenha surpreendido muito essa atuação aquém do esperado pois é a cara da irregularidade demonstrada pelo time neste ano de 2013.

Com isso, os colombianos voltarão a enfrentar o Real Garcilaso, que foi seu adversário na fase de grupos, ali acabando empatado o jogo no Peru e vitorioso pelos donos da casa o enfrentamento na Colômbia. Tanto por estes encontros recentes quanto pelo próprio fato da volta ser em El Campín, o Santa Fé tem melhores possibilidades.

Enquanto isso, o Olimpia fez 2 gols, não tomou nenhum do Tigre, volta às quartas da Libertadores após 11 anos e enfrentará o Fluminense na próxima fase. Time de tradição este paraguaio, confronto bom teremos a seguir.

O atual campeão está fora

No dia em que a Câmara de Vereadores de São Paulo decretou que 4 de julho passa a ser Dia da Independência Corintiana, o atual campeão da Libertadores deixou a competição em uma partida que será lembrada por muitos e muitos anos, não pela excelência técnica pois nem de longe isso foi registrado, mas sim pelos bafafás dos erros de arbitragem - muito embora eles não tenham sido os únicos responsáveis, mas isso explicarei melhor.

São quatro grandes chiadeiras do Corinthians: aos 9 minutos do primeiro tempo, um pênalti claríssimo de Marin cortando a bola não foi anotado; aos 23, um impedimento inexistente de Romarinho foi assinalado em lance que, se a defesa do Boca Juniors não tivesse parado pelo lance já estar interrompido, talvez rendesse o gol (pois, "ligados", os adversários poderiam impedi-lo, embora muito difícil); aos 15 do segundo, foi apontada uma falta do Paulinho no goleiro Orion, em lance que vi umas três vezes na câmera mais fechada e que até agora não me convenceu nem de acerto e nem de erro; e aos 37, Emerson caiu na área pedindo pênalti em toque de braço nas suas costas, em lance que pareceu existir na câmera lenta, mas também não me convenceu 100%.

Erraços graves da arbitragem de Carlos Amarilla? Sem a menor dúvida. Dá para contestar demais o trabalho dele e dos auxiliares? Mas lógico que sim, tanto quanto o do venezuelano Juan Ernesto Soto em Palmeiras x Tijuana. Apenas isso resultou na desclassificação corintiana? Para mim, não. É difícil, mas tento ser o mais sensato no comentário aqui feito, algo que infelizmente passou longe demais de praticamente todo mundo anteontem no Twitter e no Facebook, fosse de corintianos cegamente enloquecidos contra a arbitragem e fosse de torcedores dos outros times cegamente eufóricos felizes pela eliminação do Timão acontecer com tantas polêmicas. Mas não importava uns serem corintianos e outros serem anticorintianos. Quase todos estavam insuportáveis.

A torcida aplaudiu muito o time ao último trilar de apitante não pelo que ele jogou, mas sim pelo crédito que tem enquanto atual campeão sul-americano e mundial. O retrospecto moveu a reação muito legal da Fiel, mas não o desempenho atual. 180 minutos disputados entre Buenos Aires e São Paulo e, em nenhum momento, deu para sentir o Corinthians com a "panca" de quem mereceu demais ganhar a Libertadores e o Mundial. Especialmente na ida foi uma caricatura, medroso demais e não sabendo se impor com a condição que possui. Desta vez, talvez mais preocupado em chiar com a arbitragem - embora com razão, ressalto -, não que tenha esquecido de jogar futebol, mas não o fez direito. E a cobrança é porque eles já mostraram que podem fazer mais e melhor.

Mesmo com um desempenho ridículo há mais de uma dezena de rodadas no Campeonato Argentino, o Boca vai bem na Libertadores, cumprindo direitinho seu papel nestas duas partidas e merecendo a classificação. Dentro da sua proposta de jogo, embora longe de ser brilhante, mais bem-sucedido foi, tanto que está na próxima fase. O golaço de Riquelme colocou mais lenha na fogueira alvinegra paulistana. Ele tá muito abaixo do que já foi, não se nega isso. Mas quem tem bola no pé não desaprende jamais. Notando Cássio um pouco adiantado, foi preciso ao meter por cima dele para aumentar a vantagem argentina. O pior foi o goleiro, que ainda tem crédito pelo grande Mundial que fez, falar aos repórteres que é brincadeira dizer que falhou. Autocrítica passou longe dele, então.

Precisando de três gols para seguir em frente, o Coringão voltou com tudo pra etapa final e perdeu duas chances bem boas, com Danilo e Paulo André, até que Paulinho empatasse e levasse o Municipal de Sampa City ao delírio. A perspectiva de virada existia. Cabia ao dono da casa cumpri-la. Só que, exceção a uma providencial defesa do Orion em peitada do mesmo Paulinho na bola, a pressão ficou por aí. O que mais teve além disso, sem considerar os lances que causaram tanto bafafá? Só o gol perdido pelo Alexandre Pato. Gol perdido não; muito mais que isso. Uma barbeiragem sem tamanho, digna de peladeiro de fim de semana. O pior foi o homem depois dizer que poderia jogar mais no time. Se for para fazer isso, melhor não. Mas dava para piorar. Sim, ainda mais. Ele conseguiu ofender minha (já praticamente inexistente) inteligência ao afirmar que sofreu um empurrão! Rá!!!

Encerrado o jogo, consumou-se o oitavo sucesso de Carlos Bianchi em idas e voltas contra times brasileiros em Copas Libertadores: Vélez Sarsfield na final de 1994 contra o São Paulo e, daí pra frente apenas e tão somente pelo Boca Juniors, Palmeiras na final de 2000, Vasco nas quartas e Palmeiras na semifinal de 2001, Paysandu nas oitavas e Santos na final de 2003, e São Caetano nas oitavas-de-final de 2004. Não é apenas treinador do time xeneize e sósia de Larry David, co-criador de "Seinfeld". É praticamente um exterminador de brasileiros.

Nas quartas-de-final, o Boca fará um enfrentamento argentino com o Newell's Old Boys, que abriu dois tentos de frente na etapa inicial mesmo fora de casa em uma partida bem legal com o Vélez Sarsfield, que ainda diminuiu e precisava de mais uma fatura para seguir em frente, mas falhou. Cuidemos o que será de Los Bosteros. E é a primeira vez desde 1991 que o futebol paulista não estará nas quartas-de-final da Libertadores (quando time seus nela estão, já que o Brasil jogou com Grêmio e Cruzeiro em 1997 e com Vasco e Grêmio em 1998).

Enquanto a torcida fez bonito no fim do jogo ao exaltar seu clube, os panacas de plantão - sempre presentes em tudo quanto é torcida de tudo quanto é clube, umas com mais e outras com menos, mas todas com os seus - se manifestaram tanto brigando com policiais nos setores amarelo e verde das arquibancadas no intervalo quanto tretando entre eles mesmos na Praça Charles Miller, na saída do Pacaembu, depois da partida. Tensões que não se faziam nada necessárias e não resultaram em nada grave, mas que nem por isso ficam menos mal vistas.

Para fechar com "chave de lata", o presidente Mário Gobbi se mostrou desastroso uma vez mais ao pensar nos próprios interesses clubísticos e ignorar a perda de uma vida ao pedir que a Conmebol dê a Carlos Amarilla uma punição tão severa quanto à sofrida pelo clube com a proibição de torcida nas arquibancadas devido à morte do torcedor em Oruro. Pra começo de conversa: o Corinthians não foi o primeiro e nem será o último time eliminado da Libertadores com problemas de apito. Bem ou mal, mesmo que a chateação seja justificada, uma reversão positiva é possível no ano que vem, daqui a dois, cinco ou sei lá eu quantos anos, bastando mostrar bola no pé para obter a presença nas próximas edições. Já a vida do Kevin Espada não voltará. Nunca mais.

Concluindo este espichado comentário: quem lê esta "24 Horas" há anos sabe que, mesmo que eu sendo muito crítico dos aqui chamados "Magoos do apito", procuro não creditar apenas a eles os resultados dos jogos pois isso só serve para quem os perde, que ganha nesse argumento um elemento para encobrir seus erros. Assim digo pro Corinthians nestes 180 minutos contra o Boca Juniors, assim digo pro Fluminense no pepinaço para superar o Emelec, assim digo pro Palmeiras nos 180 diante do Tijuana, assim digo para todo mundo. Por mais que apitantes e bandeiretes paguem um mico atrás do outro, acho que time bom supera tudo, inclusive um apito defeituoso. Quando não supera, ou não fez direito o seu ou porque o outro foi melhor. Não é a verdade absoluta até porque cada um deve ter a sua verdade concordante ou discordante. Mas é nisso que acredito.

Aliás, vamos falar um português bem às claras, ainda mais que eu me irritei um monte com bastante gente disparando teorias conspiratórias após o jogo nas redes sociais (perdi a paciência mesmo porque o povo me deu uma dor de cabeça daquelas com tanto falatório virtual, hahaha): dos seis brasileiros, o único que tá jogando bola boa mesmo nessa Libertadores é o Atlético Mineiro, que passou um sufoco na meia hora inicial da ida das oitavas, mas passou de fase com autoridade porque o São Paulo inexplicavelmente "acabou" com a expulsão do Lúcio - e isso, contra um time que tá na crista da onda, é fatal, como foi fatal. Corinthians tá bem fraco há horas e só será campeão paulista porque o Santos tá ainda pior, Fluminense e Grêmio não tão inspirando confiança e o Palmeiras não conseguiria ir muito mais adiante só na base da raça e da boa vontade se falta qualidade.

Projetando a Libertadores

Ficaram assim as quartas-de-final (times citados primeiro farão a volta em casa): Atlético Mineiro x Tijuana, Newell's Old Boys x Boca Juniors, Independiente Santa Fé x Real Garcilaso e Olimpia x Fluminense. Minha semifinal é Atlético x Fluminense - pois, sendo apenas dois brasileiros restantes e eles avançando terão que obrigatoriamente se enfrentar - e Santa Fé x Boca. Então, hoje, neste momento, minha final é Galo x Boca.

Os destaques da Copa do Brasil

Dois minutos e um gol de cada time, assim estavam Flamengo e Campinense. Mas o marcador ainda era bom para os cariocas, que se garantiram na terceira fase com um golaço do Elias, trabalhado junto com Hernane e a novidade Paulinho em toques de primeira. O rubro-negro continuará a "Nordestão Decision Tour" (bah, Edu, forçou a barra agora) depois de bater o campeão regional de 2014, agora encarando o vice-campeão, que foi o ASA.

Numa noite fria e com tanta chuva que me deu medo de molhar o chão do meu quartel general através da tela do televisor (risos) - e chuva em noite fria é pra baixar o sujeito na cama com uma linda pneumonia -, apenas na etapa final o Internacional marcou os dois gols que retiraram o Santa Cruz da competição no confronto de dois tricampeões estaduais. O Colorado enfrentará o América Mineiro, que atropelou o Avaí de 3 em Florianópolis.

Com direito à direção distribuindo ingressos gratuitamente para amenizar o efeito da iniciativa do "público zero", o que é patético, o Bahia no máximo foi esforçado contra o Luverdense, mas só isso não bastou para ao menos os pênaltis conseguir. Chegou a apenas um gol e deu sorte de não tomar dois de Tozin em lances cara-a-cara com Omar, que tomou a meta do Marcelo Lomba. A equipe do Mato Grosso, que agora espera Fortaleza ou Confiança, não foi a única do Centro-Oeste a fazer bonito. O Naviraiense aprontou de novo e eliminou o Paysandu com direito a gol decisivo aos 48 da etapa final - e isso justamente no mesmo 15 de maio que, 10 anos atrás, resultou na saída do bicolor paraense para o já citado Boca Juniors na Libertadores. Vem aí o Atlético Paranaense.

O Goiás ganhou pelo marcador mínimo do Santo André e ampliou a frente do jogo no ABC paulista, passando para esperar Sport ou ABC. Outro goiano classificado foi o CRAC, outra vez vencedor diante do Betim e agora no caminho de Santos ou Joinville. Enquanto isso, o Criciúma trincou o São Bernardo e teve no último gol o mais bonito, em pancadaço de Lins da entrada da área no ângulo esquerdo. O Tigre pegará Vitória ou Salgueiro, que "oxaram" na ida em Pernambuco. Outra ida pegou a todos de surpresa. Com reservas por priorizar o Campeonato Amazonense, o Nacional aplicou um sonoro 1, 2, 3, 4 a apenas 1 no Coritiba, de ressaca pelo título paranaense e que poupou Alex. Posso dar os manauaras como classificados ou não, gente coxa-branca?

A composição da terceira fase da Copa do Brasil está assim neste momento, senhoras e senhores do conselho:

Flamengo x ASA
Internacional x América Mineiro
Goiás x Sport ou ABC
Vitória ou Salgueiro x Criciúma
Coritiba ou Nacional x Ponte Preta
Botafogo ou CRB x Figueirense ou Arapongas
Cruzeiro ou Resende x Atlético Goianiense
Atlético Paranaense x Naviraiense
Santos ou Joinville x CRAC
Luverdense x Fortaleza ou Confiança

Algumas dos Estaduais

O primeiro jogo decisivo do Campeonato Cearense acabou com empate em 1 gol entre Guarany e Ceará, com a equipe de Sobral anotando antes ainda do primeiro minuto do tempo segundo e, no quarto final de peleja, o Vozão igualando a parada. Desta forma, o alvinegro da capital será campeão no domingo com vitória ou empate por 0 x 0 ou 1 x 1, enquanto a esquadra do interior só triunfará se vencer ou empatar de 2 x 2 em diante.

No Rio Grande do Norte, 2 gols do Potiguar, 2 do América e assim ficamos conversados em Mossoró. Domingo, em Ceará-Mirim, título para quem vencer a partida e pênaltis definindo o campeão se der outro empate.

Já o Campeonato Sergipano confirmou seus finalistas e representantes do estado na Copa do Nordeste de 2014. Um é o Sergipe, que passou pelo Estanciano. Outro é o River Plate, que venceu o Confiança.

Aqui no Rio Grande do Sul, começou a decisão do primeiro turno da Divisão de Acesso, cujo vencedor já estará classificado pra Série A do Gauchão em 2014. Jogando em Pelotas, o Brasil saiu na frente ao marcar 1 x 0 no São Paulo, que fará a volta em Rio Grande no domingo e precisa ganhar por dois ou mais gols de diferença para tirunfar. Se o São Paulo ganhar do Brasil por 1 x 0, pênaltis definirão o primeiro dos três acessos do torneio.

Já a semifinal do Acre iniciou com o Plácido de Castro ganhando do Atlético pelo marcador mínimo e precisando apenas de um empate pra ser finalista, além de Galvez e Rio Branco empatarem, o que é melhor pro Rio Branco.

Pra matar do coração

Foi a decisão da Liga Europa, em grande jogo disputado em Amsterdã. O Benfica dominou amplamente a etapa inicial, mas perdeu a chance de resolver ali mesmo a parada. O Chelsea pouco fazia, mas quando fazia, mandava ver - Artur que o diga na defesaça do arremate do Lampard. No tempo final, vieram os gols. O primeiro foi de El Niño pros Blues. Fernando Torres de novo marcando presença decisiva em um jogo muito grande do time azul de Londres. Veio um pênalti boboca dos britânicos devidamente convertido por Cardozo. Os Encarnados voltaram pra parada. Tudo levava a crer que viria a prorrogação. Só que Ivanovic (parente da Ana?) achou um cabeceio mágico aos 48 minutos do segundo tempo. De novo o Benfica tomando um gol fatal nos acréscimos! Inacreditável!

Com isso, o Chelsea conquistou a "Série B do Velho Continente" e agora é ganhador de todos os torneios da UEFA: Liga dos Campeões, Liga Europa, Supercopa da Europa e, por duas vezes, a extinta Recopa. Fernando Torres, da Espanha para o planeta bola, se tornou o primeiro jogador a ganhar Liga dos Campeões da UEFA, Liga Europa, Eurocopa e Copa do Mundo. E o Benfica agora desperta mais dúvidas do que nunca para a finaleira do Campeonato Português, no domingo, e pra decisão da Taça de Portugal, dia 26, contra o Vitória de Guimarães.

Disputando a realeza

O campeão da Copa do Rei sairá de Madrid. Mas Real ou Atlético? Só às 4 e meia da tarde para sabermos.

Curtinhas

*Completamente sem propósito isso de Dia da Independência Corintiana aprovado pela Câmara de Vereadores de São Paulo. Nada especificamente com a ocasião alusiva ao Corinthians. Contrariedade por dois motivos: todos os times paulistanos ganhadores da Libertadores deveriam receber uma distinção igual (e não consta que isso tenha ocorrido com São Paulo após 1992 e com Palmeiras depois de 1999) para não haver uma diferenciação nada legal, além de ser completamente desnecessário algo assim, seja pro Timão ou pra quem quer que seja. Há assuntos muito mais importantes para os vereadores se preocuparem do que com homenagens a entidades e mesmo a pessoas, ainda mais numa metrópole tão problemática e caótica quanto a gigantesca Sampa City.

*Dia da Independência Corintiana proposto por Goulart, David Soares (ambos PSD) e Juscelino Gadelha (PSB).

*Quer mais uma? Outro vereador, Paulo Batista dos Reis (PT), conseguiu ontem a aprovação do título de cidadão paulistano a Joseph Blatter. Mas o autor dessa proposta tá lelé da cuca ou o quê? Até onde a minha pouquérrima experiência permite lembrar, título de cidadão se dá a quem nasce em outra cidade e tem um papel importante naquela que a homenageia. O que é que o presidente da FIFA fez por São Paulo mesmo? Piada. Só não é pior que o autor da proposta dizer que, mesmo que sejam verdadeiras as acusações de corrupção contra Blatter, o título está mais ligado à autoridade da FIFA e que achou por bem homenageá-la. Não dá vontade de vomitar?

*Deu no site: "Jeromão Valcke se acerta com Andrés Sanchez e diz que Itaquerão ficará pronto em 2013". Sabia eu que era teatrinho dos envolvidos! Mas nunca que deixariam São Paulo fora da Copa do Mundo. Nunca.

*Fernando Aurélio Machado Costa, economista, e Sarah Viviane dos Santos Barbosa, contadora, passariam a administrar interinamente a Federação Mineira, nomeados que foram pela 6ª Vara Cível do Fórum Lafayette, atendendo solicitação do Ministério Público. Na verdade, administraram por um dia. Paulo Schettino, que tinha sido afastado do comando da entidade máxima do futebol das alterosas, voltou ao cargo via liminar. É...

*Paulo Angioni, Joel Santana, 14 jogadores e, agora, Ademir Ismerim. Ele não é mais vice jurídico do Bahia. Enquanto isso, o técnico do time no Ba-Vi "amistosaço" de domingo será o preparador físico Eduardo Fontes.

*O quadrangular de Belém, entre 13 e 15 de junho, virou triangular. O Flamengo caiu fora. Não topou a cota.

*Há 45 anos ontem completados, o Palmeiras se tornava vice-campeão da Libertadores ao perder o terceiro jogo da finalíssima pro Estudiantes, que ganhou por 2 x 0 no campo neutro do Centenário, em Montevidéu.

*Robinho expulso do treino do Milan por discutir com o treinador. Robinho é outro que já não volta mais às boas.

*A Juventus confirmou a permanência de Antonio Conte como seu treinador para 2013/2014. Mais do que lógico.

*Depois de 14 anos, Thomas Schaaf não é mais técnico do Werder Bremen, onde sucedeu Felix Magath. Neste período, o Werder de Schaaf ganhou uma Bundesliga (2004) e duas Copas da Alemanha (1999 e 2009).

*Aos 38 anos, Beckham anunciou ontem sua aposentadoria, após disputar dois jogos restantes pelo campeão francês Paris Saint Germain: contra o Brest, amanhã, e contra o Lorient, no dia 26. Grande jogador, mas muito cheio de mídia por causa da suposta e pelas mulheres alegada boniteza (que para mim inexiste, mas isso eu é que acho), ele foi campeão por outros três times. No Manchester United, ganhou seis Campeonatos Ingleses, duas Copas da Inglaterra, quatro Supercopas da Inglaterra, uma Liga dos Campeões e uma Intercontinental. Pelo Real Madrid, venceu um Espanhol e uma Supercopa do Rei. E pelo L. A. Galaxy, ganhou duas Copas da MLS.

*Chamada por Roy Hodgson a Inglaterra para os amistosos contra Irlanda, dia 29, em Wembley, e especialmente Brasil, dia 2 de junho, no Maracanã: goleiros, Foster (West Bromwich), Hart (Manchester City) e McCarthy (Reading); defensores, Baines, Jagielka (ambos Everton), Cahill, Cole (ambos Chelsea), Johnson (Liverpool), Jones (Manchester United, Lescott (M. City) e Walker (Tottenham); meias, Carrick, Cleverly (ambos M. United), Lampard (que renovou por mais um ano com o Chelsea), Milner (M. City), Chamberlain e Walcott (ambos Arsenal); e atacantes, Carroll (West Ham), Defoe (Tottenham), Rooney, Welbeck (ambos M. United) e Sturridge (Liverpool).

*Outra adversária do Brasil será a França, dia 9, aqui em POA. Antes tem o Uruguai em Montevidéu, dia 5. Didier Deschamps chamou: goleiros, Landreau (Bastia), Lloris (Tottenham) e Mandanda (Olympique); defensores, Clichy (Manchester City), Mathieu, Rami (ambos Valencia), Debuchy (Newcastle), Sagna, Koscielny (ambos Arsenal), Sakho (Paris Saint Germain) e Mangala (Porto); meias, Cabaye (Newcastle), Matuidi (Paris Saint Germain), Capoue (Toulouse), Gourcuff (Lyon), Guilavogui (Saint-Etienne) e Nasri (Manchester City); e atacantes, Valbuena (Olympique), Payet (Lille), Benzema (Real Madrid), Giroud (Arsenal), Gomis (Lyon) e Ménez (PSG).

*Retomada uma parceria vencedora na Fórmula 1 - mas não agora e nem no ano que vem e sim a partir de 2015: a de McLaren e Honda, que resultou em quatro títulos de pilotos (três de Ayrton Senna e um de Alain Prost) e quatro de construtores entre 1998 e 1992. O acordo vai durar "múltiplos anos", segundo os dirigentes delas.

*E essa do Bernie Ecclestone ser acusado de suborno e corrupção pelo Ministério Público de Munique porque teria pago 44 milhas de "obamas" a Gerhard Gribkowsky, ex-presidente do Bayern LB, para comprar as ações da F-1 que pertenciam a esse banco? Em 2012, ele foi condenado a 8 anos e meio de prisão em primeira instância.

*NBA: o Memphis Grizzlies jogará a final da Conferência Oeste após eliminar o Oklahoma City Thunder com 4 x 1 e enfrentará o San Antonio Spurs, que fechou por 4 x 2 contra o Golden State Warriors. Já o Miami Heat decidirá o Leste depois de 4 x 1 no Chicago Bulls e fica no aguardo de Indiana Pacers 3 x 1 New York Knicks.

*Eliminado este ano pela vez primeira do Novo Basquete Brasil, o Brasília não terá no ano que vem o treinador José Carlos Vidal, que vai tocar um projeto fora das quadras ligado ao patrocinador Uniceub.

*Depois de Tijuca 83 x 78 Macaé e Macaé 82 x 81 Fluminense, acabará hoje o triangular de acesso para a temporada 2013/2014 com Fluminense x Tijuca. São dois times que se classificarão. Vitória do Tijuca levará ele e Macaé para o NBB. Já Flu e Tijuca subirão se o Tricolor ganhar por 1 a 5 pontos de diferença. O Tricolor vai com o Macaé se ganhar do Tijuca por 6 ou mais pontos de diferença. Dê o que der, promete um fim bem agitado.

*Fim que parece estar próximo na semifinal entre Uberlândia e Bauru, após os mineiros fazerem 2 x 0 na melhor de cinco aplicando 93 x 65 nos paulistas. A terceira partida acontece na noite de amanhã, ainda em Minas Gerais. Hoje, no Rio de Janeiro, o Flamengo buscará reabilitação contra o São José, ganhador do primeiro jogo.

*Defensoria Pública da União decidiu ontem, em audiência pública realizada no Rio, ingressar com ação cívil para pedir o tombamento federal do Parque Júlio Delamare e do Estádio Célio de Barros para evitar suas demoções.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Leio no Comunique-se que, a partir de hoje, Maurício Kubrusly estará na Rádio CBN, com o quadro de histórias "Conta, Kubrusly", veiculado à 1 da tarde no "CBN Brasil", apresentado por Carlos Alberto Sardenberg. O quadro terá relação com o "Me Leva, Brasil", quadro feito por ele no "Fantástico" desde 2000. Curiosidade: será a volta do jornalista ao prefixo AM 780 de São Paulo, pois 32 anos atrás ele trabalhava na Excelsior, antecessora da CBN.

*Ah: e esse quadro do Kubrusly não será escutado no radinho de pilha em Florianópolis pois a CBN/Diário só veicula o "CBN Brasil" do meio-dia à 1, na sequência transmitindo o futebolístico local "Debate Diário".

*Surpreendente essa: site de famosos lançado este ano pela Turner (a mesma de canais de TV como CNN, TCM, Space etc.), o Flashland publicou que César Tralli e Flávia Freire se separaram. Amigos dos jornalistas da Globo disseram que a deusa loira do tempo não vive mais junto com o apresentador do "SPTV" há um mês. É...

*Leio no NaTelinha que o "Bom Dia São Paulo" marcou 8 pontos para a Globo nesta terça em Sampa City, contra 3 do "Balanço Geral SP: Manhã". Coincidentemente ou não, a estreia do Rodrigo Bocardi foi acompanhada de um novo horário pro jornal: 6h15, diferenciando-se do restante da rede e o abrindo ao mesmo tempo que o principal concorrente. Coincidência ou não, agora Reinaldo Gottino ganhou mais 5 minutos da Record e entra às 6h10.

*Leio no Flávio Ricco que o espaço da Universal no meio do "Balanço Geral SP" do início da tarde foi um meio encontrado para justificar a entrada de mais 30 milhas de "dilmas" da igreja nos cofres da Record. Entendo...

*Mais uma surpreendente: leio no "guru" que, na segunda-feira, Marcelo Rezende foi convidado do Luiz Andreoli no programa "Boca Livre", da Rede Brasil (RBTV). Não só o apresentador do "Cidade Alerta" concedeu uma entrevista, como cantou! E cantou "Resposta ao Tempo", de Nana Caymmi. Precisamos de vídeo disso!!!

*Mais uma do Ricco: a Record conta com 6.500 trabalhadores nas emissoras próprias, mas se for levado às últimas consequências, pode demitir até 2 mil deles. Isso tudo agora é admitido que começou quando a Rádio Record de São Paulo encerrou sua programação de variedades há um ano e meio e ficou apenas musical.

*Leio na Patrícia Kogut que o "Vídeo Show" marcou 10 pontos em São Paulo na segunda-feira com a estreia de "Avenida Brasil" no quadro "Novelão da Semana". Tá, subiu um monte. Mas foi um golpe baixo demais.

*Leio no Alan de Faria que ficou para dia 11 a estreia dos quatro episódios inéditos especiais do "Sai de Baixo" no canal Viva, com o primeiro deles sendo gravado no dia originalmente previsto para a estreia: 4 de junho.

*Completou 40 anos ontem a atriz Tori Spelling, que fez a Donna nas 10 temporadas da série "Barrados no Baile" e é filha do lendário e já falecido produtor televisivo Aaron Spelling, que respondeu por diversas joias da telinha.

*A saideira: comemorou 60 anos nesta quinta-feira o ator Pierce Brosnan, que encarnou James Bond nos filmes "007 Contra Goldeneye", "O Amanhã Nunca Morre", "O Mundo Não É o Bastante" e "Um Novo Dia Para Morrer". Fora do agente secreto, fez filmes como "Uma Babá Quase Perfeita", "O Passageiro do Futuro", "O Inferno de Dante", "Thomas Crown: a Arte do Crime" e "Ladrão de Diamantes", além da série "Jogo Duplo" nos anos 80.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Bela do Dia: Helika Rios

Helika Rios, vencedora do concurso Musa do Campeonato Goiano, representante que foi do Goiás. Não sei se o time dela será campeão, mas que ela é campeã, é muito.

Convivas

As mensagens aqui publicadas são remetidas pelos leitores deste PB ao e-mail papodebola@gmail.com.

Clipe do Dia

16 de maio de 1983. Foi ao ar na televisão norte-americana o especial "Motown 25: Yesterday, Today and Forever", que celebrou os 25 anos de existência da lendária, mítica e histórica gravadora que reúne o melhor da música negra norte-americana. Um dos astros do programa foi Michael Jackson, que veem aqui em descarado - e nem por isso ruim, ótima é a música - playback de "Billie Jean". Registro histórico pois há 30 anos completados ontem, Jacko apresentou seu famoso passo que mundialmente ficaria conhecido por moonwalk.

Arremate

Todo mundo toma prejuízo sério da arbitragem no futebol. Faltava um enorme pro Corinthians. Não falta mais.

"24 Horas" volta esperando que algum dia nunca mais nenhum time seja prejudicado pelo apito!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.

.

.


Confira as manchetes do Papo de Bola - o Site, o acompanhamento das rodadas de futebol e comentários diversos. Para ser mais um seguidor, clique aqui.
 
PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.