.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Sexta, 12 de abril de 2013 - ANO 10, EDIÇÃO 217
Horas em que o futebol vale a pena

Não sei dizer quantos jogos de futebol acompanho em média por semana. Uns 13 ou 14, talvez, com quartas, sábados e domingos como dias mais turbinados. Volta e meia acompanho partidas nas quais me decepciono por esperar bastante e pouco acontecer, enquanto outras das quais não aguardo tanto vem a agradar bastante, se não tecnicamente, pelo menos em termos de tensão e movimento. Uma destas vezes veio nesta quinta-feira.

Mas para chegar a ontem, volto brevemente a anteontem. Decepcionadíssimo fiquei com o empate sem gols de Grêmio e Fluminense por serem dois times com jogadores qualificados, alguns de seleção, times nos quais há uma grande expectativa nesta Copa Libertadores. Contudo, se viu uma partida amarrada, com poucas chances de gol e raros momentos de emoção. Feito este aparte, voltemos à ordem do dia e falemos de ontem.

O atual time do Palmeiras tem potencial para vencer a Libertadores? Considerada sua qualidade, não. É um time que, tecnicamente falando, está muito abaixo do que um clube desta grandeza merece. Para complicar ainda mais, ontem eram diversos desfalques, fosse por razões médicas ou impeditivos regulamentares (jogadores que já tinham disputado a fase pré-grupos pelo Grêmio, por exemplo). Mesmo vindo da fundamental vitória sobre o Tigre na Libertadores e da quebra da invencibilidade da Ponte Preta no Paulistão, a desconfiança não acaba por completo pois ainda está muito vivo na memória do pessoal os 6 x 2 do Mirassol - e aí entra um ponto-chave.

No jogo anterior e nesse de ontem, o Palmeiras compensou suas carências técnicas com muita disposição e entrega dos jogadores. Foi como se dissessem para eles mesmos: "podemos não ser os melhores no fim da história, mas temos de ser melhores neste capítulo". A torcida pareceu ter entendido a mensagem e, na noite passada, os 35 mil fãs no Municipal de Sampa City apoiaram a equipe os 90 minutos, mesmo nos momentos mais bicudos. Só raça adianta o tempo todo? Claro que não. Mas em algumas situações pontuais o poder de superação resolve. Assim foi com o Verdão, mais um classificado para as oitavas-de-final da Libertadores.

A partida contra o Libertad esteve longe de ser decisiva como uma final, mas teve uma vibração parecida com a de uma final. Mais do que jogar bem e mostrar um futebol agradável aos olhos, o time paulista precisava ganhar. O "meio a zero" do qual falei ontem. O primeiro tempo teve superioridade palmeirense, mas faltava chutar mais um gol - e aí entra a deficiência técnica que não permite ainda perspectivas maiores ao time. O segundo iniciou com um ritmo muito intenso e a sorte ajudando no chute do Wesley, que Charles aproveitou para ser feliz.

A tensão aumentou quando Wesley foi bobamente expulso em segundo amarelo e o Libertad cresceu, já que o empate lhe garantiria nas oitavas - ou seja, fosse um ou outro, obrigatoriamente alguém sairia classificado com antecipação do Pacaembu. O time paraguaio tá longe de ser uma maravilha, mas dava seus sustos. Teve uma retirada do Maurício Ramos na cara do gol que, se fosse no último Brasileirão, talvez resultasse em gol contra. Ontem, resultou em escanteio. Além disso, o merecidamente criticado quando dorminhoco no ponto Fernando Prass foi brilhante ao salvar com o pé o gol do empate. Lance decisivo em um momento crucial do jogo.

Ao último trilar de apitante, a torcida explodiu em alegria e os jogadores vibraram demais. Não era apenas a vaga antecipada em uma rodada - algo que o Corinthians obteve de igual maneira, que o Atlético Mineiro ainda melhor fez ao garanti-la duas rodadas antes e que (aí um ponto que torna mais saborosa a história pelas deliciosas incoerências que só o futebol mostra) Grêmio, Fluminense e especialmente São Paulo terão de garantir só na última rodada. Foi a superação dos próprios limites, num cenário desfavorável que foi revertido positivamente para o objetivo de momento, a classificação, ser atingido. Tinha descrentes nisso - e com motivo para tanto.

Como bem disse o excelente Mauro Beting, cuja escrita precisa e envolvente eu lamento demais não ter para fazer algo semelhante neste PB: foi uma das maiores vitórias de um dos menores times da história do Palmeiras. Aquele 6 x 2 do Mirassol foi mal digerido e, com total razão, gerou críticas impiedosas e piadas dos torcedores rivais. Era preciso responder não aos críticos, mas a eles mesmos. Mostrar que dava para fazer melhor, mesmo sem ser o melhor. Neste momento, que é o que importa hoje, isto foi obtido. Agora, o que vier na Libertadores é lucro. E se isto dos últimos três jogos for mostrado não em toda, mas em quase toda a Série B (que é a "ficha 1" de verdade em 2013), o acesso chegará sem tantos traumas e a elite novamente o terá no ano que vem.

Concluindo: volta e meia, digo que jogo fácil demais enjoa pois gosto de um sofrimento, de uma tensão, de um frenesi. Mesmo que eu diga não ter um time do coração - e não tenho mesmo -, me envolvo quando a partida tem ares dramáticos (baixou Galvão Bueno em mim, rá!), fico emocionado pela expectativa que gera. A expectativa que eu esperava de Grêmio x Fluminense e nem de longe veio acabei sentindo neste Palmeiras x Libertad. Não sei se muito do que aí foi dito perca valor nos próximos tempos, não sabemos o que virá deles. Mas hoje, é isso que acredito que seja. E a história contada em SP foi muito legal. Nessas horas, o futebol vale demais a pena.

Panorama da Copa Libertadores

Concluída a penúltima semana da fase de grupos, 11 dos 16 times das oitavas já estão definidos. São eles:

Grupo 1 - Nacional, 10 pontos; Boca Juniors, 9
Grupo 2 - Palmeiras, 9 pontos
Grupo 3 - Atlético Mineiro, 15 pontos (primeiro lugar consolidado)
Grupo 4 - Vélez Sarsfield, 13 pontos; Emelec, 10 (chave encerrada)
Grupo 5 - Corinthians e Tijuana, 13 pontos (chave encerrada)
Grupo 6 - Independiente Santa Fé, 11 pontos
Grupo 7 - Olimpia, 13 pontos; Newell's Old Boys, 9 (chave encerrada)

Este grupo citado por último foi resolvido com o Olimpia tocando 4 x 1 no Newell's, que deu graças aos deuses da bola pela Universidad de Chile ter ganho por apenas 3 x 2 do Deportivo Lara. A classificação argentina se deu pelo saldo de gols: 1 seu contra -2 de La U. Não era tão simples assim, verdade, pois teria que a Universidad ganhar por 5 x 2 e o Olimpia fazer 6 x 1. Mesmo assim, o Newell's passou com a calça e a cueca nas mãos.

Na próxima semana, cinco grupos terão suas rodadas finais e esta fase estará encerrada. São eles:

Grupo 1 (quarta, 19h45) - Barcelona x Nacional e Toluca x Boca Juniors. Mera decisão de posições entre os dois classificados, Nacional e Boca.

Grupo 2 (quinta, 19h45) - Sporting Cristal x Palmeiras e Libertad x Tigre. O confronto direto no Paraguai definirá o segundo classificado e também a posição do Palmeiras, que também precisa fazer sua parte. Com 8 pontos, o Libertad joga por vitória e empate. Já o Tigre, com 6, só classifica se ganhar.

Grupo 3 (quarta, 22h) - São Paulo x Atlético Mineiro e Arsenal x The Strongest. Uma vaga está entre Strongest, com 6, e São Paulo e Arsenal, com 4. Nesta chave, há uma combinação que pode resultar em um inacreditável sorteio: 1 x 1 na Argentina e vitória são-paulina por 2 x 1. Isto deixaria tricolores e bolivianos iguais em todos os critérios de desempate. Nem mesmo o confronto direto ajuda, pois cada um ganhou em casa por 2 x 1. Então, não há remédio pro São Paulo: é vencer o Galo 100% e torcer por derrota do Strongest. Ah: neste cenário, até tem uma forma do Arsenal ficar na frente dos paulistas, mas ela é tão improvável que nem merece consideração. Seria acabar, por exemplo, 2 x 1 pro São Paulo e 6 x 1 pro Arsenal. Empate no saldo e argentinos na frente nos gols pró (14 a 8). Quer dizer: algo tão improvável e impossível, como cantaria o Skank, que é delírio completo.

Grupo 6 (terça, 21h15) - Independiente Santa Fé x Real Garcilaso e Cerro Porteño x Deportes Tolima. O Garcilaso só precisa empatar com o Santa Fé, mas chegará ao primeiro lugar da chave se derrotá-lo. Já o Tolima precisa ganhar e torcer por derrota do Garcilaso, além dos placares cruzados fazerem os colombianos reverterem uma desvantagem no saldo de gols (hoje favorável aos peruanos por 3 a 2).

Grupo 8 (quinta, 22h) - Fluminense x Caracas e Huachipato x Grêmio. Esse é o mais embananado de todos, pois os quatro chegam vivos à rodada final, seja o Flu com 8 pontos, Grêmio e Huachipato com 7, além do Caracas com 6. O grupo que teve 5 vitórias de visitantes nos primeiros 5 jogos só poderia mesmo encerrar assim.

Nos simuladores, resolvi arriscar prognósticos para, a partir deles, termos a composição das oitavas (que leva em conta o desempenho de cada um dos 16 classificados, independentemente do grupo, contando somente pontos, vitórias, saldo etc.). Minhas simulações ficaram assim:

Grupo 1 - Nacional e Boca vencendo e mantendo as atuais posições, subindo para 13 e 12 pontos.

Grupo 2 - Dois empates e posições atuais mantidas, indo o Palmeiras aos 10 e o Libertad aos 9.

Grupo 3 (nacionalista) - Vitórias do São Paulo e do Arsenal, ficando o São Paulo em segundo, com 7.

Grupo 3 (realista) - Vitória do Atlético e empate na Argentina, logo, vaga do Strongest, com 8 pontos.

Grupo 6 - Empate entre Santa Fé e Garcilaso, mantendo as atuais posições.

Grupo 8 - Vitória do Fluminense e empate no Chile, ficando o Flu com 11 pontos e o Grêmio com 8.

Se acontecesse tudo isso que simulei, as oitavas da Libertadores seriam estas: Atlético x Strongest (ou Atlético x São Paulo, pois não importaria o segundo do Grupo 3 pois ele seria o pior dos 16 de qualquer maneira), Corinthians x Newell's Old Boys, Nacional x Emelec, Fluminense x Boca Juniors, Olimpia x Grêmio, Vélez Sarsfield x Libertad, Independiente Santa Fé x Real Garcilaso e Palmeiras x Tijuana.

Longa será a espera até quarta que vem para ver tudo se confirmar ou vocês verem eu quebrar a cara bonitaço.

Algumas da Copa do Brasil

Três jogos encerraram ontem o meio de semana, todos de ida. Só um deles terá volta: São Bernardo x Paraná. Os paulistas saíram na frente ainda no sexto minuto de peleja, mas os paranaenses empataram a 3 minutos do fim. Os outros dispensaram volta. O ABC marcou no finalzinho o gol que aumentou para dois sua diferença pro Parnahyba, o que lhe põe no caminho de Sport ou Vitória da Conquista (1 x 0 pro Sport na ida na Bahia). Já o Bahia jogou mal, mas fez dois de diferença no Maranhão e contou com Omar defendendo um pênalti chutado por Jackson a 9 minutos do encerramento. Vem aí Luverdense ou Tupi (1 x 0 pro Tupi na ida em Minas Gerais).

Em tempo: o Jackson, do MAC, é aquele mesmo, que defendeu Palmeiras, Inter, Sport, Coritiba e outros mais, e que completou 40 anos no mês passado. E um aprendizado: mesmo que eu chame o time de Maranhão aqui no PB, o pessoal de lá se refere a ele como MAC (sigla de Maranhão Atlético Clube) - por isso mesmo estando a sigla no letreiro do SporTV, que mostra os "nomes de guerra" inteiros e não siglas com três caracteres, igual à ESPN Brasil, à Bandeirantes e à Globo. Agradecido ao futuro governador maranhense Bruno Alves pelo socorro.

Sul-Americano Sub-17

O Brasil ganhou por 3 x 0 do Peru, no último jogo da fase de grupos. Vem aí o hexagonal decisivo, que apontará não apenas o campeão, mas os quatro classificados da Conmebol para o Mundial da categoria, a ser realizado em outubro, nos Emirados Árabes. Domingo, o Brasil estreará contra o Uruguai. Os outros quatro países nesta reta decisiva são Paraguai, Venezuela, Peru e a anfitriã Argentina.

Chucrutes versus castanholas

Bayern de Munique x Barcelona de um lado, Borussia Dortmund x Real Madrid do outro. Idas na Alemanha e voltas na Espanha, Bayern x Barça em 23/4 e 1/5, Borussia x Real em 24/4 e 30/4. Eu queria dois clássicos nacionais na semifinal para termos um Espanha x Alemanha na decisão de 25 de maio, no mítico Wembley, mas sou pé frio e não levei essa. (risos) De total maneira, temos pela frente duas semifinais onde não há um favoritíssimo - especialmente Bayern x Barça, que me parece mais equilibrada, ao passo que sinto uma leve vantagem do Real sobre o Borussia. Num "bolão da final", quais vocês acham que será a decisão?

Enquanto isso, na Liga Europa, as semifinais serão em 25 de abril e 2 de maio. De um lado, o Fenerbahce, que excluiu a Lazio empatando na Itália após vencer em casa, contra o Benfica, que empatou na Inglaterra e venceu em seu estádio. Ida na Turquia e volta em Portugal. Do outro lado, o Basel, que precisou dos pênaltis para passar pelo Tottenham, diante do Chelsea, que perdeu pro Rubin Kazan, mas avançou por um gol a mais no agregado. Ida na Suíça e volta na Inglaterra. Final dia 15 de maio, em Amsterdã. Eu gostaria de Benfica x Chelsea.

Curtinhas

*A observar as reportagens que o UOL publica desde ontem sobre José Maria Marin, mostrando sua ligação com a ala mais radical dos militares durante a ditadura, conforme documentos dos arquivos dos anos de chumbo. Só reforça mais ainda que o homem é tão repugnante quanto Ricardo Teixeira e, infelizmente, só torna mais e mais verdadeira aquela foto-montagem que fiz nesta "24 Horas" quando da troca da presidência na CBF.

*Assustador o rombo de 750 milhas de "dilmas" do Flamengo, oficializado em auditoria da empresa Ernst & Young. Em qualquer país sério, uma dívida dessas renderia sérias punições ao clube devedor. Só que o Brasil está longe de ser um país sério no futebol e em várias outras coisas. Então, essa coisa vergonhosa continuará no Flamengo e em um tantão de clubes aqui, ali e acolá, que são afundados por dirigentes despreparados.

*Flamengo, que acertou seus passos com a FFERJ e deverá mesmo enfrentar o Remo não em Volta Redonda e sim em Juiz de Fora, desde que a Federação Mineira concorde e que cheguem laudos técnicos do estádio.

*Itaquerão recebendo jogos do Corinthians só em fevereiro de 2015, segundo Andrés Sanchez. Incrível como tem certos dirigentes que, mesmo depois de saírem do alto comando dos clubes, continuam "comandando" eles. Andrés é um desses. E fevereiro de 2015 é piada. Acabou a Copa? Vai pro campo, Timão! Sem frescura.

*Das Minas Gerais, muito interessante isso que torcedores de Atlético e Cruzeiro fizeram ao publicar páginas no Facebook onde há combates à discriminação contra homossexuais. Em tempos de debates cada vez maiores sobre isso, acho muito bom este posicionamento e espero que todas as torcidas tenham posições assim, já que não acho que ser hetero ou homo torne uma pessoa melhor ou pior do que ninguém. Caráter independe da opção sexual. Há pessoas boas e ruins tanto nos heteros quanto nos homossexuais.

*A derrota para o Mixto não foi episódica sob um contexto específico: são 5 anos seguidos com fracassos do Vitória no jogo de ida da primeira fase da Copa do Brasil. Depois de eliminar o Sousa sem volta com quatrilho em 2008, veio um empate com o ASA em 2009, derrotas para Corinthians Alagoano em 2010 e Botafogo de João Pessoa em 2011, além de empate com o São Domingos no ano passado. Em 2009 e 2011, os baianos foram eliminados. Em 2010 e 2012, se classificaram. Nisso de 2 em 2, sobem as chances dos mato-grossenses?

*Olho vivo: marcado para hoje o depoimento do Leomar para um auditor do STJD presente em Curitiba, ainda a ver com a história do lobista mencionado pelo presidente do Sport, Luciano Bivar, na chamada do então volante rubro-negro pernambucano por parte do Emerson Leão em 2001. O que será que Leomar vai dizer?

*E vão retomar o Campeonato Paraense, interrompido quando começaria a semifinal do segundo turno, pois o causador da ocorrência vai retirar a ação judicial que a motivou. Assim disse Mário Couto, senador e presidente de honra do Santa Cruz de Cuiarana, ao jornal O Liberal. Então, teremos os dois Re-Pa e Tuna x Paragominas.

*Lado bom para o Brasil na primeira rodada do Final Four da Liga das Américas de Basquete: o Pinheiros fez 88 x 76 no anfitrião Capitanes. Lado ruim: Brasília levou 77 x 49 do Lanús. A segunda rodada acontece esta noite.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Papo extremamente seríssimo na largada: leio na Janaína Nunes que funcionários da RedeTV! estão indignados tanto com o "A Tarde é Sua" quanto com a própria estação. Vocês viram nos noticiários esta barbárie que foi o assassinado de Victor Hugo Deppman, assassinado aos 19 anos por um desgraçado de 17 - isso na terça, dia do crime, pois hoje ele completa 18 anos. Parece enredo de um filme muito macabro, mas é a vida real.

*Pois a indignação relativa à RedeTV! é que o programa da Sônia Abrão mostrou várias vezes na íntegra as imagens das câmeras de segurança, que registraram o crime completo - inclusive o disparo que atingiu a cabeça de Victor Hugo, que era estagiário da própria emissora. Não só as cenas foram mostradas sem qualquer cuidado ou preservação ao morto, como o gerador de caracteres ainda colocou assim: "tiro na cabeça!" É o supra-sumo do mau gosto, do sensacionalismo, da patifaria e da sem vergonhice por dois ou três décimos no Ibope. Não vi se outros programas de outros canais fizeram igual, mas quem repetiu a dose merece minha mesma indignação.

*Duro num caso desses, mas direi: a vida continua para os aqui permanecidos, espero que um dia com 16 anos sendo a idade para responsabilizar criminalmente seres miseráveis assim (embora, do jeito que a coisa vai neste país, não duvido que no futuro peçamos a redução para 14 anos). Vamos em frente com outros assuntos do dia.

*E essa do Gugu Liberato informar à imprensa que está sofrendo extorsão de uma quadrilha que ameaça divulgar imagens suas que prejudicarão sua reputação, seu trabalho e sua família caso um determinado valor financeiro não seja pago? Não há maiores detalhes do que se trata precisamente pois há segredo de Justiça neste caso. O apresentador da Rede Record contratou o criminalista Miguel Reale Júnior para representá-lo.

*Mudando de assunto, mas seguindo em temas delicados, uma observação necessária: sendo a Globo uma rede historicamente ligada com a igreja católica, não deixa de ser muito interessante abrir o G1 no fim da noite desta quinta-feira e a principal manchete na capa ser "(José) Wellington é reeleito presidente da Assembleia de Deus". Não é apenas mais uma sintonia dessa aproximação que a Globo tem feito dos evangélicos. É também por ser da Assembleia de Deus o presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Câmara, Marco Feliciano.

*Entrando mais ainda na seara televisiva: leio na Keila Jimenez que minha desconfiança tinha razão de ser. A Bandeirantes vai renovar por mais um ano o aluguel do horário nobre para R. R. Soares, desta vez sendo pagos R$ 10 milhões mensais pelo espaço das 8 e meia às 9 e meia da noite. O missionário ocupa esta faixa desde 2001. Do jeito que a coisa vai, é mais fácil a Globo exibir um culto da Igreja Universal e a Record transmitir uma missa católica do que a Igreja da Graça abandonar este espaço privilegiado na grade da Band.

*Depois de parágrafos tão pesados quanto estes, vamos dar uma aliviada na medida do possível, senão a coisa ficará carregada demais. Bom, carregada está a barriga da Mariana Ferrão, que anunciou no "Bem Estar" desta quinta que está grávida. É mais uma mamãe por vir no jornalismo da Globo, depois da moça do tempo Eliana Marques. A diferença é que a gravidez da Mariana ainda tá no início, são só dois meses.

*Curiosidade 1: Mariana é casada há 6 anos com André Luiz Costa, diretor nacional de jornalismo da BandNews FM - e contemporâneos de reportagem na Rádio Bandeirantes de São Paulo no início dos anos 2000.

*Curiosidade 2: claro que tá muito longe ainda, mas quando Mari sair de licença-maternidade, como ficará o "Bem Estar" na apresentação? Só com Fernando Rocha ou com outra jornalista junto com ele? Se for o segundo caso, minha "ficha 1" desde já vai pra Daiana Garbin (a.k.a. Sra. Tiago Leifert), tanto por ser repórter deste programa quanto por ter experiência de apresentação dos tempos de RBS TV em Caxias do Sul. Mas isso é um mero chutômetro meu e não tem qualquer senso informativo, até porque vai que a Globo resolve surpreender?

*Ou alguém achava, por exemplo, que Rodrigo Bocardi poderia ser escolhido apresentador de algum noticiário, igual acontecerá agora no "Bom Dia São Paulo"? Leio no José Armando Vannucci que muita gente no próprio canal 5 paulistano está surpresa com a escolha dele para suceder Carla Vilhena, já que mais natural seria a sucessora ser Monalisa Perrone ou Glória Vanique - que, no entanto, seguem apenas como apresentadoras substitutas dos noticiários. E seguem os testes para deixá-lo na ponta dos cascos para o dia 29.

*Enquanto isso, Carla Vilhena informou via Central Globo de Comunicação que, diferentemente do que saiu na imprensa (leia-se Daniel Castro), não soube de sua saída do jornal pela imprensa e sim uma semana antes, pela diretora jornalística paulista Cristina Piasentini, que sairia dele se aceitasse um convite para entrar na equipe do "Fantástico", o que aceitou depois de anos acordando cedo. Ela ainda negou ter chorado no último dia antes de sair de férias, o que a teria feito deixar o "Bom Dia Brasil" antes do fim, e disse que já tinha encerrado sua parte nele quando conversou fora do ar com uma colega grávida e se comoveu. Ainda afirmou que não se despediu no ar na última sexta-feira pois lhe foi dito para não fazê-lo por estar em férias dali em diante, sendo a despedida mesmo do "Bom Dia SP" na volta delas, quando apresentar Rodrigo Bocardi ao público na estreia dele.

*Primeiro ponto: a única coisa que me deixou dúvidas foi quando Carla disse acontecer volta e meia da Eliana Marques chamar o Globocop no "Bom Dia Brasil". Nesse ponto específico, faz sentido o dito pelo Daniel pois lembro que, na sexta passada, teve a notícia urgente do ônibus que caiu da ribanceira e quem a deu foi a moça do tempo, sentada na cadeira costumeiramente ocupada pela Carla - e ocupada pela Monalisa Perrone desde a última segunda-feira. Pelo menos estranho me foi (e acompanho muito o "Bom Dia" há um tempão). Enfim...

*Segundo ponto: confere isso de não ter sido pela imprensa (leia-se pela coluna da Keila Jimenez, primeira a dar a notícia da mudança) que Carla soube de sua troca profissional. Semana passada mesmo, assim que li a Keila na Folha de S.Paulo, consultei uma entidade incerta e não sabida (leia-se fonte, eh, eh), sabedora do assunto. E ela me disse que conferia e que a apresentadora já sabia. Por isso mesmo, dei total crédito à notícia da colunista da Folha desde o início, que não demorou muito tempo para sabermos ser verdadeira.

*Claro que o DC aproveitou hoje para dar seu contraponto à nota oficial da Globo. Entre outras observações, ele garantiu que dezenas de funcionários da emissora são testemunhas de que Carla chorou fora do ar por não ler ao público a nota de despedida do "Bom Dia São Paulo", disse que a resposta da apresentadora à sua postagem no R7 só chegou após 66 horas e 18 minutos depois de várias reuniões na Globo sobre o assunto, afirmou que as férias da Carla aconteceriam em julho e foram antecipadas a seu pedido pela insatisfação com sua retirada do matutino, e completou que, mesmo no "Fantástico", ela seguirá fazendo o "Jornal Nacional" aos sábados.

*Apenas mais um contraponto meu (esse assunto rendeu, heinhô Batista? risos): mesmo com tudo isso, consta como mantida a participação dela no "Jornal Nacional" deste sábado, até por dizer nas redes sociais que nele mostrará um novo corte de cabelo, do qual não falou muita coisa. Por hoje, era só isso. Acho. (eh, eh, eh)

*Enquanto isso, é impressão minha ou caiu no esquecimento dos colunistas especializados em TV a mudança na Globo do Rio de Janeiro no segundo semestre? Apenas lembrando: com a dança dos correspondentes tendo Roberto Kovalick substituindo Marcos Losekann em Londres, Márcio Gomes irá para o Japão e o "RJTV" das 7 da noite passará a ser apresentado por Ana Luiza Guimarães. Mas e o lugar dela no "Bom Dia Rio", de quem será? Até agora, nada mais eu li sobre isso. De total maneira, sigo na torcida para ser da Mariana Gross.

*Informação muito importante, que confirmei checando os sites das afiliadas da Rede Globo: a partir deste fim de semana, os dominicais locais noturnos voltarão a ser exibidos perto da meia-noite, pois "Revenge" passará após o "Fantástico" em todo o país, sem exceções (ainda mais que nos domingos não há grade diferenciada na "Rede Fuso" da Globo e tudo o dia inteiro segue o horário de Brasília). Com isso, será apenas depois do seriado que entrarão "Teledomingo" e "Lance Final" na RBS aqui do RS, "Estúdio SC" na RBS, "Revista RPC" no PR, "MG Esporte Clube" na Globo Minas para Belo Horizonte, "De Ponta a Ponta" na TV TEM em quatro áreas do interior de SP, "Papo Vanguarda" no Vale do Paraíba, "Lance Final" na Globo Nordeste para PE e mais a "Rede Bahia Revista". Consequentemente, nestas áreas, o "The Ultimate Fighter" continuará com atraso para Rio e Sampa.

*A saideira para dar uma aliviada pra valer na pauta de hoje: saiu no Extra que a Playboy quer porque quer a filha do Renato Gaúcho, Carolina Portaluppi, na capa. Desisti da Playboy. Essa revista não tem mais conserto. Tô pensando em abrir eu mesmo uma revista masculina própria. Título dela: "PB 18+". E apoiado por investidores poderosos, convencerei as efetivas maiores deusas do Brasil a saírem na capa, até as inatingíveis. (Vamos parar com a fantasia em excesso, Edu, pois nem se você estivesse de pileque chegaria tão longe no delírio.)

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Bela do Dia: Deborah Lopes

Deborah Lopes, repórter policial da TV Bandeirantes. "Brasil Urgente" com um ar feminino nas coberturas do dia-a-dia.

Convivas

As mensagens aqui publicadas são remetidas pelos leitores deste PB ao e-mail papodebola@gmail.com.

Atenção: devido a problemas alheios à minha vontade ("obrigado" pelos seis cortes rápidos de luz em menos de meia hora, CEEE, que me fizeram deixar o computador desligado praticamente o dia todo por medo de que algo pior acontecesse), os e-mails dos leitores serão publicados na coluna deste sábado.

Clipe do Dia I

Completa 35 anos hoje o escocês Guy Berryman, baixista do Coldplay, do qual separei aqui um momentaço espetacular (aliás, eu gosto demais desta banda): de 2002, "Clocks".

Clipe do Dia II

A soprano espanhola Montserrat Caballé chega aos 80 anos nesta sexta-feira. Impossível não lembrar dela na belíssima associação com Freddie Mercury, com quem gravou um álbum. Além da canção mais famosa aqui no Brasil ser a linda "How Can I Go On" (tema da rainha feita por Tereza Rachel em "Que Rei Sou Eu?"), outro tema extraordinário foi "Barcelona", trilha sonora dos Jogos Olímpicos de 1992 e que apresento aqui sabem onde? Na festa da UEFA antes da final da Liga dos Campeões de 1999, no Camp Nou, que veio a ser o jogo da minha vida com a inesquecível virada do Manchester United nos acréscimos diante do Bayern de Munique. O playback da versão original tem Montserrat no gramado do estádio e Freddie em imagens do clipe exibidas no telão. Me emocionei com este momento na ocasião original e até hoje sinto o mesmo ao revê-lo.

Em tempo: também este ano, seja quais forem os duelistas, a decisão da Liga dos Campeões terá referências ao Queen, já que realizada em Wembley, onde foi feito um show inesquecível da última turnê da banda, em 1986.

Arremate

Não vou pipocar, mas sei que vou errar: Bayern x Real será a decisão da Liga dos Campeões da UEFA.

"24 Horas" volta antes que Barça e Borussia confirmem suas passagens só para me contrariar!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.

.

.


Confira as manchetes do Papo de Bola - o Site, o acompanhamento das rodadas de futebol e comentários diversos. Para ser mais um seguidor, clique aqui.
 
PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.