.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Segunda, 5 de novembro de 2012 - ANO 10, EDIÇÃO 82
P de péssimo ontem, P de perfeito hoje

Viventes, temos um palpiteiro 100% na brincadeira feita a cada rodada do Campeonato Brasileiro neste PB. Não sei, honestamente, se é o primeiro pois é algo tão raríssimo que, se já aconteceu, gravado não ficou na minha memória. Mas neste fim de semana, tivemos um leitor que acertou os 10 resultados do fim de semana. O mais fantástico: ele é Danilo Otoni, o mesmo que neste mesmo ano já conseguiu errar todos os chutes certa feita.

Tá certo que ele só acertou um exato, que foi Atlético Goianiense 0 x 2 Corinthians, mas ele acertou as vitórias de Santos, Grêmio, Flamengo, Sport, Coritiba, Bahia e Náutico, além dos empates dominicais em SP. Lenda viva! E recorrendo a língua do P, é aquilo: péssimo ontem, perfeito hoje. Dia para ficar na história deste já idoso site.

Clássico aquém do esperado

Sobretudo o primeiro tempo foi de frustrar os mais de 54 mil fãs que assistiram o clássico tricolor no Cícero. Muito toque-toque de bola dos dois lados e poucas investidas ofensivas de São Paulo e Fluminense, que até chegavam nas áreas adversárias, mas arrancaram pouquíssimo frisson dos torcedores.

O segundo tempo foi melhor até por ter tido os gols, ambos surgidos de igual maneira: um defensor papagaiou e o artilheiro maior do beneficiado fez a festa. Assim foi quando Gum cometeu uma idiotice devidamente castigada por Luís Fabiano (16 gols), assim foi quando Rafael Toloi praticamente implorou a Samuel para tomar a bola dele e dar de bandeja para Fred (17 gols). O goleador carioca - que chegou aos 150 jogos pelo Flu - fez este gol fácil depois de ser barrado numa defesaça de Rogério Ceni. O mesmo Gum que aprontou feio demais quase fez um golaço ao cruzar da ponta direita, não fosse o goleiro espalmar. E no fim, Diego Cavalieri barrou um disparo de Ademílson.

O Fluminense é campeão brasileiro, falta saber qual será o jogo do título. E o São Paulo, único clube dos 20 da Série A que atuará neste meio de semana ao encarar a Universidad de Chile, terá mais um clássico tricolor muito decisivo contra o Grêmio, com Olímpico entupido e que definirá quem seguirá na briga pelo vice-campeonato.

Vitória caída do céu

Foi a do Grêmio contra a Ponte Preta, que se mostrou melhor em boa parte do jogo, principalmente na etapa inicial, quando perdeu algumas chances ótimas. No tempo final, Júlio César deixou o Tricolor com um homem a menos ao ser expulso diretamente por falta grosseira em Rildo. Mesmo com este cenário favorável, a Macaca saiu de mãos vazias de sua despedida particular do Olímpico quando André Lima anotou na finaleira.

Vindo de quatro empates seguidos, os gaúchos agora sustentam uma invencibilidade de 11 partidas no Nacional, sendo quatro vitórias e sete empates. Essas tantas igualdade é que podem ter custado uma melhor sorte.

Visitante dos sonhos

É o Atlético Mineiro, que chegou às 11 partidas seguidas sem vitória fora de seus domínios. A derrota de ontem veio cedinho, logo antes dos 10 minutos, no pênalti convertido por Deivid. O Coritiba quase concedeu um gol ao Galo, não fosse Vanderlei ser portentoso ao deter um cabeceio à queima-roupa de Luccas Claro, e só não fez o segundo com Lincoln pois a trave não deixou. No tempo final, Leonardo perdeu dois bons cabeceios e foi isso.

Resultado normal, considerando-se a escrita recente favorável ao Coxa: 5 jogos em 8 anos sem perder para os alvinegros no Major, todos eles vitoriosos. Incrível o Atlético não ter aprendido que só o tema de casa não basta.

A primeira vez a gente não esquece

O Náutico que o diga. Jamais havia vencido o Internacional nos Aflitos, algo até bizarro. Nem uma única vez que fosse? Esta única (e espera sua gente que não seja a única) chegou neste domingo com uma trinca inconteste de um Timbu supremo diante de um Colorado patético, que levou dois gols de falta do Souza - que ainda cobrou mais duas faltas com enorme perigo - e um do Kieza, além de tomar "olé!" dos alvirrubros pernambucanos.

Falei pro Atlético Mineiro que só o tema de casa não basta. Isso é para seu interesse de ser campeão. Para o Náutico, que queria ficar na elite, o tema de casa bastou por feito com brilhantismo ímpar e par ao mesmo tempo. Um dado de cara: ele perdeu mais no Pernambucano, em menos jogos, do que no Brasileirão, com mais jogos. Foram 3 derrotas em 11 partidas no Estadual (Salgueiro, Serra Talhada e Sport), contra 2 em 17 partidas no Nacional (Fluminense e Coritiba). A sequência invicta em casa é de 11 jogos, 9 deles vitoriosos.

E o Inter? Dizer o quê? Apenas que mais uma vez é uma gloriosa decepção no Campeonato Brasileiro.

Frevo triplo aqui, frevo triplo ali

Se o Náutico fez 3 em casa, o Sport fez 3 fora de casa. Grande vitória sobre um Vasco horroroso, que chegou às "maravilhosas" 6 derrotas consecutivas e perdeu para os rubro-negros na Colina pela vez primeira desde 2000. Felipe Azevedo nunca mais fará na vida outro gol tão fácil quanto o primeiro do Leão, onde foi só driblar Fernando Prass e pronto. Observe-se que, antes dos dois tentos seguintes, Saulo foi importantíssimo ao praticar defesa maravilhosa quando Tenório "chegou chegando" de cabeça. O Sport sobrevive na luta contra o rebaixamento.

Que hora para vencer!

Toda hora é hora de vencer, mas há certas horas onde um sucesso tem um valor a mais. Assim foi para o Bahia diante da Portuguesa. Quando o apitante soprou seu instrumento de trabalho, a diferença era de apenas 1 ponto para o Sport. Em prélio de doer na alma tecnicamente falando, foi justamente uma falha que decidiu. Mas tinha que ser logo do Dida? Ele não segurou o sapataço de Jones do meio da rua e foi castigado por Souza. Primeira vitória após 6 jogos sem triunfar e empate na pontuação com a Lusa, que agora é quem não vence há 6 rodadas.

Ah, se o futebol sempre fosse justo...



...não teríamos a moça bonita flagrada pela filmagem de Globo e Premiere assim como estava, sofrendo do fundo do coração, e sim sorridente e esperançosa. Não considere tanto o primeiro tempo em Araraquara, onde Lodeiro abriu para o Botafogo e Barcos igualou para o Palmeiras. O tempo segundo é que foi covardia. Sem tanta técnica, mas com muita entrega, o Verdão amassou o Fogão - que, mesmo assim, desempatou quando Maurício Ramos dormiu no ponto e deixou Lodeiro cruzar para Elkeson marcar.

Parecia tudo perdido tanto nesta hora quanto na furada do Patrick Vieira na marca do pênalti ou na finalização de El Pirata cortada em cima da linha pelo Márcio Azevedo. O clima estava ficando tenso e havia até o medo de que alguns mais exaltados invadissem o campo quando encerrado o clássico ponte aérea. Por isso que providencial foi o golaço de empate, que não poderia ser de outro que não Barcos, 6 gols em 4 jogos contra o alvinegro. Deu um alívio por "jogar água fria nas cucas quentes", mas apenas isso.

A situação palmeirense continua dramáááática, como diria o marido da Desirée Soares, e agora sim é que farão de tudo para conseguir nem que seja na marra a anulação do jogo contra o Internacional. O futebol nem sempre é justo. Ontem, por exemplo, o calor aplicado pelos alviverdes mereceria que eles saíssem com os 3 pontos. Mas às vezes o futebol é justo, como nas tantas vezes em que faltou bola no pé para não ficar aí onde está. E a pele do Botafogo foi salva pelo gongo. "Pediu" para perder e quase levou.

A Série B é logo ali

Um chute do Felipe na trave e o Atlético Goianiense nada mais fez de realmente relevante. Treinando para o Mundial de Clubes e contando com seu bando candango de loucos a curti-lo sem ser pelas imagens da televisão, o Corinthians marcou duas vezes e mandou o Dragão para a Bêzona de 2013. Agora não há mais volta.

Embalo de sábado à noite

Teve o Flamengo ganhando do Figueirense pela contagem mínima com uma belíssima finalização do Hernane. Antes deste gol, o bandeirinha mandou mal pra burro ao marcar impedimento inexistente em dois gols do Júlio César. Depois deste gol, Vagner Love jogou na casa da mãe dele aquele que seria o fim de 6 jogos de seca.

O Mengão apenas cumpriu tabela na Cidade do Aço e o Furacão do Estreito é outro que Jesus já chamou.

O rei do Independência

Claro que é Neymar, que deitou, rolou e fez barba, cabelo, bigode e sei lá eu mais o quê no quatrilho do Santos contra o Cruzeiro, três gols só seus e outro com assistência para Felipe Anderson anotar. Humilhação azul.

Rescaldo dos palpites

Fui fraco: 4 acertos (2 x 0 Corinthians, Grêmio, Flamengo e Sport). E vocês, como se saíram?

10 acertos
Danilo Otoni (1 exato: 2 x 0 Corinthians, Santos, Grêmio, Flamengo, Sport, Coritiba, Bahia, Náutico e empates no Morumbi e em Araraquara)

7 acertos
João Arruda (2 exatos: 1 x 0 Flamengo, 2 x 0 Corinthians, Grêmio, Sport, Coritiba, Náutico e empate no Morumbi)
Carlos Rodrigues (1 exato: 1 x 0 Coritiba, Santos, Grêmio, Flamengo, Corinthians, Náutico e empate em Araraquara)
Paulo Henrique de Oliveira Santana (1 exato: 2 x 0 Corinthians, Santos, Grêmio, Flamengo, Sport, Náutico e empate em Araraquara)

6 acertos
Celso Luís Gallo (2 exatos: 1 x 0 Flamengo, 1 x 1 no Morumbi, Grêmio, Corinthians, Coritiba e Náutico)
Anderson Costa (Grêmio, Flamengo, Corinthians, Náutico e empates no Morumbi e em Araraquara)
Carlos Eduardo Sampaio Queiroz (Santos, Grêmio, Flamengo, Corinthians, Coritiba e Náutico)

5 acertos
Alexandre Rodrigues Alves (1 exato: 1 x 0 Flamengo, Grêmio, Corinthians, Coritiba e Náutico)
Hugo Leonardo Souza Pinto (1 exato: 2 x 0 Corinthians, Santos, Grêmio, Sport e Náutico)
Natanael Felipe Rhoden (1 exato: 2 x 0 Corinthians, Grêmio, Flamengo, Coritiba e Náutico)

4 acertos
Fernando Melotti Constancio (2 exatos: 1 x 0 Flamengo, 1 x 1 no Morumbi, Grêmio e Corinthians)
Gabriel Aguiar (1 exato: 2 x 0 Corinthians, Santos, Grêmio e Flamengo)
Sandro Francischini (Grêmio, Flamengo, Corinthians e Náutico)

3 acertos
Fernando Clemente (2 exatos: 1 x 0 Grêmio, 2 x 2 em Araraquara e Flamengo)
Clayton Moreira (1 exato: 1 x 0 Bahia, Grêmio e Flamengo)

2 acertos
Lucas Fernandes de Albuquerque Lira (1 exato: 1 x 0 Coritiba e Corinthians)

O que vem por aí

Presidente Prudente no centro das atenções. Já pensou se, no mesmo jogo, o Fluminense é campeão e o Palmeiras é rebaixado? Não é propriamente difícil isso acontecer. E olho vivo no Olímpico Monumental, heinhô? Se algum apressadinho já quiser mandar palpites, pode fazê-lo. Mas recomendo: deixe para fazê-lo a partir da sexta-feira. Mas cada um sabe o que faz. Então, eis: no sábado, Atlético Goianiense x Santos, Botafogo x Portuguesa e Corinthians x Coritiba; e no domingo, Palmeiras x Fluminense, Grêmio x São Paulo, Vasco x Atlético Mineiro, Náutico x Flamengo, Cruzeiro x Bahia, Figueirense x Sport e Ponte Preta x Internacional.

Destaques da Série B

Foram todos publicados na coluna deste domingo, que trouxe análise dos jogos de sábado, rescaldo dos palpites e a próxima rodada, toda ela amanhã e que poderá confirmar os acessos de Goiás e Criciúma (cujo artilheiro Zé Carlos, com seus 25 gols, é o maior goleador de uma só Série B na história ao superar os 25 tentos do Uéslei no Bahia de 1999 e do Alessandro no Ipatinga de 2007) e os descensos de Ipatinga e Barueri.

Próxima rodada, que terá novidade na casamata do Vitória: Paulo César Gusmão. Acesso do Leão ameaçado?

Uma letra de Série C

Com o empate por 1 x 1 do Fortaleza com o Oeste, que lhe oferece os benefícios da vitória e do "oxo" na volta em casa, algo notável na rodada de ida das quartas-de-final: nenhum visitante venceu. O Leão do Pici ainda foi o melhor deles ao empatar com gol.

"Pelas Zoropa"

Espanha (10 de 38 rodadas) - Líder com 28 pontos, o Barcelona trincou o Celta. Vice-líder com 25, o Atlético de Madrid foi "desvirginado" pelo Valencia. O Real Madrid foi aos 20 ao quatrilhar o Zaragoza. Curiosidade: fim de semana sem um gol sequer do Messi, do Falcao Garcia e do Cristiano Ronaldo.

Itália (11 de 38 rodadas) - A líder Juventus parou nos 28 ao cair em casa e pela vez primeira após 49 jornadas no campeonato nacional para a Internazionale, que foi aos 27. Depois dela vem o Napoli, que foi aos 23 ao empatar com o Torino.

Inglaterra (10 de 38 rodadas) - O Manchester United venceu o Arsenal e é o primeiro, com 24 pontos, um a mais que o Chelsea e dois a mais que o Manchester City. Estes dois empataram, respectivamente com Swansea e West Ham.

Alemanha (10 de 34 rodadas) - Liderança tranquila do Bayern de Munique, 27 pontos após trincar o mandante Hamburgo. Com 20 pontos estão Schalke 04, que perdeu aos 45 do segundo para o Hoffenheim, e Eintracht Frankfurt, que empatou em casa com Greuther Furth.

França (11 de 38 rodadas) - Vencido pelo Saint-Etienne e tendo Ibrahimovic expulso, o Paris Saint Germain parou nos 22 pontos e foi alcançado na liderança pelo Olympique, que ganhou do Ajaccio. 21 pontos quem tem é o Lyon após a quina aplicada no Bastia. O Toulouse continuou nos 19 ao perder para o Bordeaux.

Fora "das Zoropa"

Na Argentina, o Boca Juniors ganhou a primeira após cinco fracassos ao tocar 3 x 1 no San Lorenzo, mas ainda é só o quarto colocado, com 22 pontos. O líder do Torneio Inicial é o Newell's Old Boys, com cinco pontos a mais e que empatou com o Godoy Cruz longe de seu território.

E a final da Liga dos Campeões da África começou com um empate entre o Al-Ahly e o Espérance no Egito. A volta será apenas no dia 17, na Tunísia.

Curtinhas

*Do Rogério Bohlke no Twitter: a Federação Gaúcha vai organizar entre 10 e 12 de janeiro a Copa Centenário, que terá São José, Cruzeiro, Juventude e Santa Cruz, os quatro centenários da aldeia em 2013. Deveremos ter Ju x Santa e o clássico Zé-Cruz no dia 10 e terceiro lugar e final no dia 12. O local deverá ser o Passo D'Areia.

*Troca de camisas entre rivais nos fins dos jogos é a coisa mais normal do mundo, só que há certas situações que precisam de um pouco de semancol. André Santos ganhou antipatia gratuita da torcida do Arsenal ao pegar a camisa logo do Van Persie, cujo fígado os Gunners querem exposto no prato após trocá-los pelo Manchester United - ainda mais que foi dele o primeiro gol da vitória do último sábado. Que fizesse isso em outra hora.

*Marta campeã em 2012. Foi no Campeonato Sueco Feminino. Seu Tyreso ganhou do Malmo por 1 x 0 e, empatados em pontos os dois times, o dela se deu bem por ter 16 gols a mais de saldo.

*Segunda-feira marcando o início do último torneio da ATP em 2012: o ATP Finals, que reúne em Londres os oito melhores tenistas da temporada. Quer dizer: menos um deles, Rafael Nadal, que está machucado e é substituído pelo nono colocado, Janko Tipsarevic. Além dele, também estão nessa Jo-Wilfried Tsonga, Juan Martin Del Ootro, Tomas Berdych, David Ferrer, Andy Murray, Roger Federer e o atual líder do ranking, Novak Djokovic.

*1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13 x 0 sobre a Líbia e o Brasil já está na próxima fase da Copa do Mundo de Futsal. Brasil, que jogou com esparadrapos nos uniformes para deixar expostas apenas 4 das 6 estrelas que seu uniforme ostenta pois a FIFA não o reconhece campeão de 1982 e 1985 pois não organizou tais edições.

*Corrida muito agitada a da Fórmula 1 em Abu Dhabi. Kimi Raikkonen obteve a primeira vitória da Lotus em 25 anos e sua primeira desde o retorno à categoria, há dois anos, mas claro que o principal destaque é para Fernando Alonso ter chegado em segundo e Sebastian Vettel, em excepcional corrida de recuperação, acabar em terceiro. O alemão tem 255 pontos e o espanhol foi aos 245. Daqui a dois domingos, nos EUA, Vettel conquistará o título se ganhar e Alonso for no máximo o quinto, se for o segundo e o espanhol no máximo o nono e se for o terceiro e seu principal adversário não pontuar. Quer saber? A disputa será resolvida mesmo aqui no Brasil.

*Felipe Massa acabou em sétimo e Bruno Senna foi o oitavo. Lewis Hamilton começou liderando, mas abandonou com apenas 19 voltas. E que sorte deu Narain Karthikeyan de ter escapado ileso do que tinha tudo para ser uma tragédia naquela "catapultada" do bólido do Nico Rosberg. Deu medo de ver o replay da ocorrência.

E atenção, pessoas!

Chegou aquele momento de se divertir um monte no começo da madrugada: "Sintonia PB", antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Estreou nesta virada de domingo para segunda-feira o "Corcel 73 Night Club Drink Bar Show", novo programa da Band/RS, apresentado pelo hilário Everaldo Guilherme, personagem conhecidíssimo dos programas de rádio feitos por Eron Dal Molin. Para quem dá risada das suas participações no "Na Geral" da Rádio Esportes FM, "Corcel 73" é uma divertida demais chegada à tela do canal 10. Pena que só dura meia hora pois ocupa a faixa de atrações locais da 1h à 1h30, depois do "Canal Livre" e antes do repeteco do "Show Business".

*Em tempo: é a primeira investida inédita da TV Bandeirantes de Porto Alegre desde o fim do "Tudo em Dia", o programa local do Luciano do Valle, que não foi muito bem sucedido por não ter uma identidade propriamente regional e que seguiu no ar mais alguns meses no começo deste ano com um amontoado de reprises pois Seu Bolacha e sua esposa Flávia não voltaram a fazê-lo, residentes que agora são em Campinas.

*Uma de SC: Mário Motta ficará cerca de um mês e meio ausente do estúdio do "Jornal do Almoço" de Florianópolis pois neste período estará na "Redação Móvel", um novo projeto da RBS TV, onde ele e uma equipe que será coordenada pela apresentadora Adriana Krauss, do "Bom Dia Santa Catarina", viajarão por 12 cidades do estado. O resultado desta empreitada será veiculado nos noticiários da emissora e em outras mídias do grupo.

*Leio no Flávio Ricco que, para subir de qualquer jeito a audiência do "Balanço Geral" do meio-dia na Record de São Paulo, Geraldo Luís tem feito desde um almoço ao vivo no estúdio com seu assistente anão de palco quanto uma visita ao Salão do Automóvel com as candidatas do Miss Bumbum. E foi pra colocar isso que tiraram o "Record Notícias"? Jesus amado... Os seriados do SBT vão nadar de braçada desse jeito.

*Leio no NaTelinha que, no feriado da última sexta-feira, o "Brasil Urgente" marcou 8 pontos e deu o segundão pra Bandeirantes em São Paulo, contra 7 da Record e 5 do SBT. Explica-se: a Record não exibiu neste dia o "Cidade Alerta", um de seus melhores índices atuais, pois preferiu concorrer com o feriadão do SBT exibindo filmes a exemplo dele. O da Record foi uma reprise mais do que carimbadíssima: "Titanic".

*As próximas três notas são citações do Flávio Ricco.

*A primeira: dose dupla da gatíssima Amanda Françozo na Record News a partir de hoje. Além do "Estilo & Saúde" nos meios de tarde, agora ela fará o "Zapping" no começo da noite pois Vera (Sra. Rodrigo Faro) Viel saiu para ser mamãe.

*A segunda: ferveu o kissuco na gravação da estreia de "Luciana by Night", o novo programa que La Gimenez terá na RedeTV!, cujo entrevistado foi Raul Gil. Consta que o apresentador do SBT a acusou de levar seu sobrinho Marquito ao "Superpop" só para falar mal dele, o que quase resultou num bate-boca entre eles, mas teve ao cabo e ao rabo um pedido de desculpas da parte dela. Eita Luciana, eh, eh, eh...

*A terceira: logo mais, às 10 da noite, José Luiz Datena estará na Rede Brasil (RBTV) ao participar do "Boca Livre", programa feito por Luiz Andreoli. Curioso será este reencontro deles, colegas que foram do inesquecível time da fase "Canal do Esporte" da Bandeirantes nas décadas de 80 e 90.

*Para quem não leu a coluna de ontem, repriso rapidamente: a transmissão do Grupo de Acesso do carnaval carioca de 2013, que a TV Globo fará só para o Rio de Janeiro na sexta e no sábado que terão o desfile de São Paulo na rede nacional, será feita por Mariana Gross, Alex Escobar e pelo produtor musical Enildo Viola.

*Leio na Patrícia Kogut que o "Caldeirão do Huck" fará no fim deste ano um especial inspirado no "Globo de Ouro", com cenário e figurinos no padrão dos anos 80 e apresentadores da época. Sucesso define.

*Completa 45 anos hoje o rapper Thaíde, que é um dos participantes de "A Liga", na Bandeirantes, e também faz um programa na Rádio Metropolitana FM de São Paulo, além de ter sido apresentador do "Manos e Minas" na TV Cultura e ter participado do seriado "Antônia", na Globo, baseado no filme homônimo.

*A saideira: completa hoje 35 anos a morte do desenhista francês René Goscinny, o criador do Asterix.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e volta na próxima coluna.

Bela do Dia: Bruna Essig

Bruna Essig, guria do tempo da Band/RS, que aparece sempre na versão local do "Brasil Urgente" da 1 da tarde. É preciso começar a semana com tudo, com ânimo nas alturas, com o coração palpitando e vibrando, com suspiros incontroláveis e incontáveis. Com uma loiraça lindíssima dessas, tudo isso e muito mais acontece. Daquelas loiraças que deixam o tempo excelente mesmo quando horrível. Em tempo: isso que nem a vi pessoalmente...

Convivas

"O São Paulo jogou de forma controlada com seu esquema tático, mas o Fluminense foi mais efetivo na frente e teve mais chances de vencer. Dois problemas complicam muito o São Paulo nesse ano: um é a falta de produção do Jadson em vários momentos do jogo, passando muito bem a bola, sendo inteligente, mas não conduzindo tanto o time quanto poderia, ainda mais quando Lucas vai mal como aconteceu no segundo tempo; o outro é o aspecto físico do time, sempre caindo de rendimento na segunda etapa, que fará a diretoria ter de pensar bem em um bom nome para a preparação física para o ano que vem. Outro problema na partida foi Douglas, mostrando que não é lateral direito e sim um meia que não marca ninguém na lateral. Ouso dizer que, se Paulo Miranda estivesse em campo, guardaria seu setor e talvez não fosse tomado o gol de empate. De todo modo, pelas falhas grotescas dos bons zagueiros Gum e Rafael Tolói, o empate ficou de bom tamanho." (Alexandre Rodrigues Alves)
Estás febril, Alexandre? Com algum problema pessoal grave? Incomodado comigo ou algo assim? Pergunto pois estranhei comentares um único assunto e não vários (eh, eh, eh).

"Depois dos três últimos Campeonatos Brasileiros eletrizantes, o deste ano está chato. O que vai sobrar, no fim das contas, é a luta entre Sport, Bahia e Portuguesa para escapar da última vaga na Z-4. *** Só dá pra crer que o Santos vinha atuando de sacanagem nas partidas mais recentes. Foi só apertar um pouco que resolveu jogar bola! E com Neymar a fim, não tem Celso Roth que permaneça empregado! *** Mariana Gross acho que tem tudo a ver, mas Alex Escobar? Não fará as vezes de um mero palpiteiro? Talvez Márcio Gomes ficasse melhor. Sempre me soa estranho alguém do futebol, Eugênio Leal à parte, metido com os desfiles do carnaval. Que saberá Escobar, sei lá, da Sereno de Campo Grande, que desfilará no sábado? A turma de geral - pelo menos no Rio - estar por dentro do que acontece nas escolas é obrigação, pois a cidade literalmente para em fevereiro e quem não estiver por dentro vai boiar na cobertura. *** Descobri que ontem completou 20 anos a morte do impagável Carlos Imperial, um dos maiores agitadores culturais que este país já teve. Nem eu me lembrava, mas lembro do noticiário sobre sua morte. *** Já fui a bastantes cinemas de rua, acho que bem uns quatro desde 2002, quando estreei na sala de projeção. 'O Bem Amado' é de 2010 e assisti no famoso Cine Odeon. Mas hoje o que mais se tem são cinemas dentro de shopping, e os poucos de rua que sobraram dedicam-se sobretudo aos filmes de arte. *** Já fui mais assíduo quanto a jornais, mas desde que adentrei o mundo cibernético e passou a ser possível para mim ficar por dentro do que importa com alguns cliques enquanto preparo o café, geralmente vou à banca com o tostão do jornal reservado quando sai alguma coisa que quero guardar. No dia seguinte à morte de Chico Anysio, comprei as edições do Globo e do Extra, este último me conquistando pela capa, talvez a mais bela homenagem que Chico recebeu pela imprensa. E tenho a impressão que o fim do Jornal da Tarde causou uma comoção maior do que o fim do já muito decadente Jornal do Brasil em 2010. *** Amplamente ignorada pela maioria dos brasileiros com menos de 40 anos, quando fez um aclamado show com Luiz Gonzaga, Carmélia Alves me traz à mente o célebre verso de Aldir Blanc: o Brasil não conhece o Brasil. *** Parece que não era só eu que estava sem assunto neste feriado. Poucos convivas comentando neste sábado." (Clayton Moreira)
Primeiro: ou nem isso. Se Portuguesa e Bahia vencerem respectivamente Botafogo e Cruzeiro, além do Sport perder para o Figueirense, a diferença de paulistas e baianos para os pernambucanos ficará em 7 pontos, faltando apenas 9 por disputar. Segundo: passou batido por mim a morte do Imperial, nem me toquei que faz tudo isso já. Cheguei a pegar o período final dele vivo. Terceiro: o fim do JT tem causado muita repercussão talvez por nada dar indicação disso até todos serem pegos de surpresa com a decisão do Grupo Estado, o mesmo com o fim da Rádio Estadão/ESPN no fim deste ano. E quarto: os leitores fizeram feriado, mas este site não.

"Também passei um bom tempo sem ir ao cinema, seja por desinteresse ou por falta de grana, mesmo. Meu intervalo de jejum foi de 1988, quando eu tinha 9 anos e fui ao Carioca assistir 'Uma Cilada para Roger Rabbit', a 1999, quando fui movido pela curiosidade e fui ver 'O Sexto Sentido' pois tinha medo de que me contassem o final. Tive que esperar um pouco mais: fui assistir ao filme no Art-Méier, um cinema de rua que tinha ficado fechado para obras por alguns meses. Só que, com menos de meia hora de filme, a exibição teve que ser interrompida por causa de problemas no projetor. O dinheiro do ingresso foi devolvido a todos os espectadores e só consegui assistir ao filme no dia seguinte, numa das três salas do NorteShopping. Desde então, recuperei a paixão adormecida pelo cinema. Assisti a inúmeras produções de vários estilos em salas de shopping e em cinemas de rua, inclusive os de mais de uma sala, como o Espaço Itaú de Cinema, em Botafogo, onde fui na semana passada, para assistir '007 - Operação Skyfall'. Aqui no Rio, apesar da invasão das salas Multiplex, vários cinemas de rua resistem, com o mais famoso exemplo sendo o Odeon, no Centro. Sinto-me privilegiado por morar a apenas 20 minutos de caminhada de um dos melhores complexos de cinema da cidade, o UCI Kinoplex do NorteShopping, substituto das antigas salas NorteShopping 1 e 2 e Art-NorteShopping. Dentro de alguns dias, no Méier, serão inauguradas três salas do CineCarioca Méier, construídas no local do antigo Imperator, que antes de seu fechamento como cinema era a maior sala de exibição do país. É mais um alento ao tradicional bairro suburbano depois do fechamento de vários cinemas, como o próprio Art-Méier e o Paratodos, que viraram igrejas evangélicas, e o poeira Bruni-Méier, que passava prioritariamente filmes pornôs e também chegou a ser igreja, mas hoje abriga uma loja de motos. Pena que a Tijuca não tem mais salas de rua pois o Carioca também virou igreja evangélica e seu vizinho América tornou-se uma drogaria. Cinema por lá, hoje, só no Shopping Tijuca." (Daniel F. Silva)
Comentário em cima do "abre" da coluna do último sábado, quando lembrei da minha última vez num cinema de rua por ter sido com "Mestres do Universo", estrelado por Dolph Lundgren, que completou 55 anos anteontem.

"Que corrida do Vettel. Largar do pit lane, recuperar várias posições, depois ter que entrar no box, cair pra último de novo e, mesmo assim, chegar em terceiro não é pra qualquer um, não. Pelo jeito, o tri dificilmente escapará de suas mãos. *** Em 2010, o Palmeiras claramente entregou para o Fluminense ser campeão, com dirigentes palmeirenses inclusive convidando a torcida para ver o que eles achavam ser o jogo do título. Quis o destino que, dois anos depois, esse mesmo jogo pode dar o título ao Fluminense. Será que o Palmeiras entregará novamente?" (Fernando Henrique França Gemignani)
As voltas que o mundo dá...

"Ainda leio jornal impresso, inclusive ainda assino O Globo. Anda não me sinto confortável com o jornalismo on line. Sempre acho que deixei de ler alguma matéria importante ao abrir as capas dos sites, dado o ritmo de atualização. No jornal impresso está tudo junto, basta não pular as páginas. Mas concordo com a necessidade desse jornalismo se reinventar e que a reinvenção passa pela análise dos fatos, coisa que o jornalismo on line não faz. Muito me irrita pegar um texto que li no dia anterior na versão on line sem nenhuma informação a mais." (João Arruda)
Outro comentário de leitor em cima de tópico da coluna deste domingo.

"Não é incentivando a violência, não, muito pelo contrário. É bom destacar antes, porque tem muitos que não entendem que é brincadeira: na próxima rodada do Brasileirão, poderemos ter em Presidente Prudente um time correndo para a torcida e outro correndo da torcida." (Kléber Antônio Ferreira de Souza)
risos...

"Ler um jornal impresso, para mim, é apenas por falta de opção. Tenho Internet e TV a cabo, com canais de notícias inclusive estrangeiros, em casa e no trabalho. Tenho Internet no meu celular, apesar dele não ser muito bom para acessá-la, mas quebra um galho para ler textos se você tiver paciência. Para ler notícias de outras cidades, estados e/ou países, os jornais impressos não são uma boa fonte de consulta para quem Internet pois os editores certamente a usam para selecionar as matérias. Já li em jornais impressos alguns textos copiados da Internet na íntegra, inclusive na pontuação e citando a fonte (pelo menos isso). Jornais impressos ainda podem ser úteis em bibliotecas sem acesso à Internet - infelizmente ainda muitas no nosso país - como fonte de consulta para fatos históricos, mas não acredito que um jornal possa viver disso. Apesar desse fato, acredito que eles ainda vivam mais 10 anos." (Marcos Paulo Cintra da Silva)

"Então, agora serão dois dias e não mais apenas um dia de desfiles do Grupo de Acesso do Rio?" (Victor Faria)
Exatamente, já que serão 19 escolas neste novo Acesso, 9 na sexta-feira e 10 no sábado.

Participe pelo papodebola@gmail.com. Sua opinião será registrada nas próximas colunas.

Clipe do Dia

Morreu no último sábado Carmélia Alves, aos 89 anos, considerada a Rainha do Baião, por falência múltipla dos órgãos decorrente do Mal de Alzheimer. Carioca, ela começou na Rádio Mayrink Veiga e sucedeu Carmen Miranda quando esta foi para os EUA. Contratada pela Rádio Nacional em 1950, viajava ao Recife para trabalhar e, numa destas viagens, levou ao Rio o sanfoneiro Sivuca. Se Carmélia era a Rainha do Baião e se estamos em tempos de redescobrir o Rei do Baião graças ao filme "Gonzaga - De Pai Para Filho", nada mais natural que mostrá-la junto com Luiz Gonzaga. Este registro aqui é da década de 70, de um show no Teatro João Caetano, e mostra Gonzagão e Carmélia no pout-pourri com "Baião", "Viola de Penedo" e "Dezessete e Setecentos".

Arremate

10 edições do Brasileirão em pontos corridos e esta é a que mais antecipadamente resolverá quase tudo.

"24 Horas" volta antes que tenhamos confirmados de 20 a 30 amistosos no fim do certame!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.

.

.


Confira as manchetes do Papo de Bola - o Site, o acompanhamento das rodadas de futebol e comentários diversos. Para ser mais um seguidor, clique aqui.
 
PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.