.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Segunda, 24 de setembro de 2012 - ANO 10, EDIÇÃO 44
8 mil para o líder é muito pouco

Direto ao assunto, como diria José Neumanne Pinto: estou eu errado ou é mesmo inadmissível o líder - vê bem: o líder, o primeiro colocado, o número 1 - do Campeonato Brasileiro jogar para menos de 10 mil pessoas e ter um dos menores públicos do fim de semana, por mais que atue no interior do seu estado e não na capital? Assim aconteceu no sábado com Fluminense x Náutico, que levou 8.038 pessoas (5.132 pagantes) ao Cidadania. Sem contar exemplos francamente ridículos, como os 855 pagantes de São Caetano x CRB ou os 285 de Ipatinga x Criciúma, este público só não foi pior que os 7.161 de Ponte Preta x Vasco.os 6.005 (5.415 pagantes) de Atlético Paranaense x Ceará e os 5.003 do desta vez de plateia muito pequenote Paysandu x Santa Cruz.

Algumas pelejas com mais gente nas arquibancadas que a do líder - insisto: o líder, o primeiro colocado, o número 1, que não é um clube de 5 ou 10 torcedores e sim um dos principais do Brasil: 9.036 pessoas em Salgueiro x Fortaleza, 10.690 em Internacional x Bahia, 11.062 (10.724 pagantes) em Figueirense x Palmeiras, 16.990 (13.755) em Botafogo x Corinthians, 17.075 em Sport x Coritiba, 17.080 (15.774) em Santos x Portuguesa, 19.668 (pagantes) em Atlético Mineiro x Grêmio, 23.887 (pagantes) em Atlético Goianiense x Flamengo, 33.400 (30.000) em Sampaio Corrêa x Mixto, 35.954 (33.861) em Vitória x Goiás e, no maior público pagante da Série A em 2012, 40.457 torcedores (39.181 pagantes) em São Paulo x Cruzeiro.

Isto posto, meu nobre (Momento Abrilino Fernandes), e considerando-se que a capacidade atual do Raulino de Oliveira gira na casa das 15 mil pessoas, posso continuar achando 8 mil um público ridículo para uma partida do primeiro colocado do Campeonato Brasileiro, sendo que ele não atuava como visitante e sim mandante? Não era para dar no mínimo 12 ou 13 mil fãs? Ou há muita ranzinzice da minha parte e 8 mil é uma boa plateia?

Ganhou e escapou do pênalti

O presidente Paulo Cezar de Almeida chamou o apitante Pablo dos Santos Alves de "bandido" em entrevista à Jornal/CBN. Claro que vai sobrar alguma coisa para ele pelo termo forte usado, mas é fato que a arbitragem teve influência no resultado final da vitória do Fluminense sobre o Náutico. Os cariocas abriram dois gols de frente depois de escapar em três vezes, pois os pernambucanos não facilitaram nunca, necessitados que também estavam do resultado positivo. O Flu era mais ameaçador no tempo segundo até ser vazado e houve o flagrante pênalti do Gum no Kim. Sim, sempre digo que time bom passa por cima de tudo - inclusive a arbitragem -, e este Náutico não é propriamente bom longe do Recife, mas a penalidade máxima no final deveria ter sido marcada.

Sem gols e com ou sem qualidade?

Uns acharam que foi um jogo bem bom, outros acham que foi um jogo bem ruim. Mas Atlético Mineiro e Grêmio teve os ingredientes de uma partida decisiva, com exceção do gol. Não foi por falta de tentativa, fosse de um Galo muito atuante principalmente na metade inicial do primeiro tempo, com a melhor oportunidade sendo o arremate de Carlos César na trave, e fosse de um Imortal que foi ao poste com Elano e teve o incrível gol perdido pelo Marcelo Moreno (pelo qual Richarlyson respira aliviado até agora). Não faltou nem mesmo lance desleal, vide a solada do Ronaldinho que quase acertou o rosto do Kléber e era para expulsão, não fosse Heber "Camargo" Lopes ser um bananão. O Atlético segue invicto em Belo Horizonte, com 10 vitórias e 3 empates. Mas agora é obrigado a vencer o jogo pendente contra o Flamengo. Já o Grêmio poderia ter feito bem mais do que mostrou.

Sem gols e com nenhuma qualidade

De um lado, Roger teve três bons momentos, um deles otimamente detido por Fernando Prass. Do outro, Dedé deu um cabeceio perigosíssimo após escanteio da direita e Alecsandro deu um voleio bonito à esquerda do gol depois de uma furada feia de Ferron. Este é o resumo do fracote "oxo" entre Ponte Preta e Vasco. A Macaca, que hoje terá Guto Ferreira assumindo como novo treinador, está invicta há 8 partidas, só que vem de 4 empates consecutivos. Já o Cruzmaltino, que ainda não voltou aos melhores dias com Marcelo Oliveira, teve de Juninho Pernambucano uma declaração forte na saída do campo ao Sistema Globo de Rádio, detonando os árbitros por se acharem mais importantes que o futebol e viverem um "momento de cinema" ao invés de ter humildade, e dizendo que, enquanto eles pensarem que tem a profissão mais importante do mundo, o futebol brasileiro não mudará. O comentário é muito justo e bem colocado. Mas onde entra o quesito "apito" neste jogo do Vasco?

Festa antes e durante a bola em jogo

O Morumbi já esteve mais cheio em outras ocasiões, mas estádio com bastante gente sempre é algo que alegra. Tendo além do jogo o pretexto da apresentação de um novo e tão comentado reforço como Paulo Henrique Ganso, auxilia. A peleja é que não auxiliou muito, péssima que foi no tempo primeiro, no qual o Cruzeiro teve que queimar duas substituições pouco antes do intervalo por razões médicas - que levaram à terceira e última já aos 10 minutos do tempo segundo. Sem o por duas semanas ausente por contusão muscular Luís Fabiano, o São Paulo foi sempre mais ameaçador na metade final e, mesmo que apenas pela contagem mínima na falha do Fábio castigada pelo Osvaldo, mereceu com louvor os 3 pontos e manter um retrospecto pelo Brasileirão de 17 jogos em 8 anos (11 vitórias e 6 empates). A Raposa não vence há 5 partidas (1 empate e 4 derrotas). Bah...

Golaço de um, cara-de-pau de outro

Eu, que gosto de bola na rede, vibrei com os primeiros 15 minutos no Engenhão: Botafogo na frente com mais um do Seedorf, Corinthians empatando e chegando à virada em pênalti inexistente, mas irregular, já que vindo na sequência de um flagrante impedimento. Mas o primeiro tempo ficou basicamente nisso. No segundo, Jefferson fez uma defesa majestosa em cabeceio à queima-roupa de Romarinho e Seedorf fez um baita gol para de novo tudo ficar igual. O Fogão estreou uma camisa dourada até bonita, mas que não conquistou este que vos tecla, extremo conservador que sou para uniformes de futebol. Já o Timão tem apenas uma derrota nas últimas 11 porfias no Rio, mas empatou 7 e venceu apenas 3). Ah: e a cara do pau do Tite, hein? Grande treinador, mas é fácil falar que o lance que originou o gol de pênalti deveria ter tido impedimento marcado. O Corinthians não tem função competitiva nenhuma neste Brasileirão! Queria ver ele dizer isso numa finalíssima valendo título.

Tudo se resolveu no terceiro tento

O primeiro tempo no Beira-Rio pela metade - e, mesmo assim, com mais gente que na partida do líder do Campeonato Brasileiro (e não duvido que, se o estádio inteiro estivesse em uso, a plateia fosse ainda maior) - até que foi animado. O Internacional saiu na frente, o Bahia teve duas boas chances para empatar, os gaúchos aumentaram no segundo gol de Forlán por eles e o uruguaio não fez outro pois Marcelo Lomba não deixou. Tudo acabou quando Leandro Damião fez um gol bonitaço na metade final. Bonitaço demais, mas não "o gol do fim de semana" como alguns exagerados falaram na hora no Twitter (por exemplo: mais bonito que o do Pirão na sexta-feira, em Avaí x Guaratinguetá, não achei). O gol dos baianos foi só mesmo para não saírem zerados daqui do Sul. Demorou, mas o time do Jorginho caiu. E depois da tão comentada repercussão da "zona de conforto" do Fernandão, o Colorado venceu a primeira após quatro fracassos. Só precisa emendar uma boa sequência.

Passeio rubro-verde no Pacamba

"Al, al, al, devolva o meu real!". Este foi o grito de guerra da torcida do Santos quando seu navio foi pro espaço com total justiça, superior o tempo todo foi a Portuguesa. Não foi um "novo 7 x 2" como aquele inesquecível contra o São Paulo, mas foi uma vitória bonitaça no mesmo Municipal de Sampa City daquela famosa. E não era para ser 3, mas sim 5 gols, não fosse a arbitragem pisar feio no tomate ao anular um gol de Rodriguinho estando ele em condição legal e não fosse o azar da jogadaça de Moisés driblando dois marcadores e mais Rafael ser vencida pela trave. Dos três gols, dois foram anotados por Bruno Mineiro. Como ele encaixou bem demais na Lusa! Já são 11 gols, vice-artilharia dividida com Luís Fabiano. O líder Fred só tem 12 gols. Da parte santista, cujo gol de honra não limpou nada sua barra, ficam duas constatações: sem Neymar, o time inexiste pois perde uns 70% de força; e Muricy Ramalho só sobrevive pelo histórico, pois em circunstância normal seria demitido.

Tá, ganhou, mas o Love... ai!!!

Primeiro lugar, vamos combinar uma coisa: o Flamengo jogou em casa. Visitante uma ova. Lembremos que o Atlético Goianiense mal coloca mil pessoas nas suas últimas partidas e saibamos que mais de 23 mil pessoas estavam no Serra Dourada. Assunto encerrado, passemos à pauta do jogo: vitória correta e justa dos cariocas, a primeira após sete insucessos seguidos. Embora os goianos fossem primeiro à frente, a virada premiou quem foi mais perigoso o tempo todo, merecendo ganhar até por uns 4 ou mesmo 5 x 1. Claro que o futebol permite riscos, tanto que Patrick quase empatou no último lance, não fosse Felipe defender. Agora, o que foi Vagner Love? Tá bom, mérito dele na roubada de bola do 2 x 1 do Liedson, mas isso até caiu no esquecimento diante do (inexistente) pênalti defendido por Márcio e, acima de tudo, pelo gol feito mais perdido da história do Campeonato Brasileiro, não importa se desde 1971 ou 1959. Ninguém me convencerá que algo pior já aconteceu (risos).

No último minuto alegra e dói mais

O Coritiba nunca venceu na Ilha do Retiro e precisava dos 3 pontos para dar um respiro na fuga do descenso. Só que não dá pra querer ser feliz com apenas duas efetivas boas oportunidades, uma em cada tempo (e o primeiro tu esqueces pois foi corrido e só). O Sport deitou e rolou na metade complementar, Vanderlei trabalhou pelo menos em três vezes muito importantes. Sair sem a vitória seria injusto demais. Ainda bem que, mesmo sendo apaixonante pelas imprevisibilidades e até pelas injustiças que mostra ao não permitir o tempo inteiro que os de melhor desempenho ganhem, o futebol tem seus momentos de lógica respeitada. A penalidade máxima chutada por Gilberto no último lance - digna de render a Robinho uma puxada de orelha do Coxa - assim determinou. Os pernambucanos cumpriram o que queriam: estão a 1 ponto dos paranaenses, últimos antes da turma do fundão.

Assunção, assim são os 3 pontos

Com apenas 10 minutos, o Palmeiras já vencia por 2 x 0. Não foi aos 3 já no tempo inicial pois a burrice do Valdivia ao se posicionar impedido e tirar a atenção do goleiro na cobrança de falta estragou tudo. Não foi 2 x 1 pois a trave não deixou Elsinho ser feliz. O Figueirense foi pro tudo ou nada no tempo final e a pressão resultou em bola na rede, mas mal se passaram 2 minutos e o 3 x 1 resolveu tudo. Em comum nos três gols do Verdão, a presença eficiente de Marcos Assunção (partícipe de dois e autor do "terceiro" e do terceiro) e um Wilson muito abaixo da crítica como não lembro de ter visto neste tempo todo de Furacão do Estreito. O pulso ainda pulsa para o Palestra, que sorriu nesta rodada também devido à derrota do Coritiba para o Sport.

Cadê o rescaldo dos palpites?

Conforme lembrei na semana passada, só será publicado na quinta-feira, após o atrasado Flamengo x Atlético Mineiro, pois não quero nenhuma partida de fora desta brincadeira. Aliás, esse jogo ficou muito importante após este fim de semana. Da parte do rubro-negro, nem mesmo o empate será muito convidativo pois são 4 pontos acima do primeiro "rebaixável", hoje o Sport. Da parte do alvinegro, empate também não servirá de nada pois a desvantagem pro Fluminense é de 4 pontos - e ainda com o confronto direto por vir. Então, somando a tudo isso uma promoção de ingressos, rezo a Deus para não quebrar a cara e termos uma pelejaça com estádio cheio. Ah! A propósito: palpites para o próximo fim de semana só estarão liberados após Fla x Galo. Antes eu não aceito.

Quem está onde e com quanto?

Durante a semana, trarei alguns números para melhor comentarmos. Por enquanto, eis o principal deles, o da classificação por pontos ganhos: 1) Fluminense, 56; 2) Atlético Mineiro, 52 (pode ir a 55 depois de amanhã); 3) Grêmio, 49; 4) Vasco, 44; 5) São Paulo, 42; 6) Botafogo e Internacional, 40; 8) Corinthians, 36; 9) Cruzeiro, 35; 10) Ponte Preta, 34; 11) Santos, 33; 12) Portuguesa, 32; 13) Náutico, Flamengo e Bahia, 31 (Fla pode ir a 34 na quarta); 16) Coritiba, 28; 17) Sport, 27; 18) Palmeiras, 23; 19) Figueirense, 22; e 20) Atlético Goianiense, 20.

Destaques da Série B

Festa muito bonita no Barradão e um grande triunfo do Vitória, mas claro que não com facilidades pois o Goiás também é um dos melhores times do campeonato, por isso mesmo são 3 pontos muito valorizados. Quando estava 1 x 1, Walter recebeu pertinho da pequena área e chutou por cima o que seria a virada do Esmeraldino. Até chegar ao desmepate, o Leão teve três boas chegadas no segundo tempo. E o terceiro dos baianos foi um lindo gol com dupla tabela "você aí e eu aqui" de Dinei para o finalizador Tartá. O Vitória tem 11 pontos a mais que o quinto colocado. Subiu. E como há boas perspectivas no Bahia, conto com dois Ba-Vi na elite em 2013.

Vice-líder com 6 pontos a mais que a quinta posição, o Criciúma abriu 3 x 0 de frente sobre o Ipatinga, mas tomou dois gols e deixou um sinal amarelo aceso. Mas o sucesso foi assegurado no fim das contas. O Tigre tá praticamente na Série C, 12 pontos a menos tem para o primeiro fora dos quatro últimos, o CRB, que encostou quando de nada mais adiantava contra um triunfante São Caetano. O Azulão empatou em pontos com o Goiás (ambos a 3 pontos do Criciúma) e completa o G4. Perto dele, a 3 pontos, está o Atlético Paranaense, que bateu o Ceará em partida direta. Os cearenses perderam terreno e estão a 8 pontos da quarta posição.

Três dias antes dos seus 60 anos, o ASA não deixou feliz sua gente. Saiu perdendo para o América de Natal, quase empatou num chinelaço de Chiquinho Baiano no poste, mas levou o segundo gol e perdeu a primeira porfia após seis de invencibilidade. Enquanto os potiguares são intermediários, os alagoanos ainda podem escapar do descenso, 5 pontos a mais que têm para o Guaratinguetá. Quem Jesus chamou e não tem volta é o Barueri, que perdeu em seus domínios para o Boa Esporte. 14 pontos a menos para o CRB. Caiu. E não fará falta.

Quem está onde e com quanto?

Também para amanhã buscarei outros números para análise, mas por hoje deixo a classificação: 1) Vitória, 57; 2) Criciúma, 52; 3) Goiás e São Caetano, 49; 5) Atlético Paranaense, 46; 6) Joinville, 44; 7) Ceará, 41; 8) América Mineiro e Avaí, 40; 10) América de Natal, 39; 11) Guarani, 35; 12) Boa Esporte, 34; 13) ABC e Paraná, 32; 15) ASA, 30; 16) CRB, 28; 17) Guaratinguetá, 25; 18) Bragantino, 21; 19) Ipatinga, 16; e 20) Barueri, 14.

Rescaldo dos palpites

Fui razoável: 6 acertos (2 x 1 Atlético Paranaense, Joinville, Avaí, São Caetano, Vitória e Criciúma). E vocês?

7 acertos
Carlos Eduardo Sampaio Queiroz (1 exato: 2 x 1 Atlético Paranaense, Joinville, Avaí, São Caetano, Vitória, Criciúma e Boa Esporte)
Charles Tavares (1 exato: 3 x 1 Joinville, Bragantino, Avaí, Atlético Paranaense, São Caetano, Criciúma e Boa Esporte)

5 acertos
Fernando Clemente (1 exato: 3 x 2 São Caetano, Joinville, Atlético Paranaense, Vitória e Boa Esporte)
Natanael Felipe Rhoden (1 exato: 2 x 0 Avaí, Joinville, Atlético Paranaense, São Caetano e Vitória)
Alexandre Rodrigues Alves (Joinville, Avaí, Atlético Paranaense, São Caetano e Criciúma)
Hugo Leonardo Souza Pinto (Avaí, Atlético Paranaense, São Caetano, Criciúma e Boa Esporte)

4 acertos
Danilo Otoni (1 exato: 3 x 1 Joinville, ABC, Vitória e Criciúma)
Anderson Costa (Joinville, Avaí, São Caetano e Criciúma)

O que vem por aí

Mais uma rodada de semana inteira, com três jogos amanhã, três na sexta, três na tarde de sábado e mais o da noite de sábado. Eis: nesta terça, ABC x ASA, Joinville x Boa Esporte e América Mineiro x Barueri; na sexta, Paraná x São Caetano, CRB x Criciúma e Guaratinguetá x Goiás; e no sábado, Guarani x América de Natal, Bragantino x Atlético Paranaense, Avaí x Vitória e Ceará x Ipatinga.

Destaques da Série C

O Grupo A tem o Luverdense líder, 29 pontos após ganhar por 1 x 0 do Icasa, que soma apenas 12 pontos. O vice-líder é o Fortaleza, que foi aos 26 ao "oxar" com o Salgueiro, que soma 18 pontos. Neste jogo, episódio lamentável de xingamentos racistas da torcida do Carcará para o tricolor Geraldo. Pena que a Série C ainda tem repercussão zero na grande mídia, pois se isso acontece numa partida do Corinthians ou do Flamengo haveria "revolução". Aí vem a turma dos 16 pontos, dentro da zona de classificação estando o Treze, mesmo após levar 5 x 1 do Cuiabá, que foi aos 15. Outro com 16 é o Águia, que tomou 3 x 1 do Guarany de Sobral, lanterna com 9 pontos. E numa partida horrorosa, Paysandu e Santa Cruz "oxaram" e são outros com 16 pontos.

Já no Grupo B, Duque de Caxias e Macaé lideram com 22 pontos, ambos empatados neste fim de semana, o Duque por 1 x 1 com o Vila Nova (que soma 19 pontos, mas está fora dos quatro primeiros) e o Macaé sem gols com a Chapecoense, que vem em terceiro, com 20. Quem tem 19 e está nos quatro primeiros é o Caxias, que marcou 1 x 0 no Tupi, lanterna com 12 pontos. O Oeste ficou nos 18 e o Brasiliense subiu para 17 após um grande triunfo dos candangos, que começaram vencendo, tomaram a virada e "reviraram" para 3 x 2. Por fim, o Santo André passou o Madureira ao marcar 1 x 0, respectivamente ambos tendo 16 e 14 pontos.

Faltam cinco rodadas para sabermos os quatro primeiros e os dois rebaixados em cada uma das duas chaves.

Destaques da Série D

A rodada de volta das quartas-de-final definiu não apenas os semifinalistas, mas também os acessos para a Série C em 2013. Uma semi será disputada pelo CRAC, que levou 3 x 1 do Friburguense e tirou proveito do gol fora após marcar 2 x 0 em casa na ida, e pelo Mogi Mirim, que venceu o Cianorte na casa dele por 2 x 1 nos 90 minutos e por 4 x 2 nos pênaltis, em despedida sorridente do agora treinador ponte-pretano Guto Ferreira. A outra semi terá o Baraúnas, que anotou 2 x 0 no Campinense e escapou por pouco dos pênaltis por ter ficado no 1 x 1 na ida (Adalgiso Pitbull tranquilizou os potiguares a 2 minutos do fim), versus o Sampaio Corrêa, que empatou duas vezes com o Mixto e avançou pelo gol fora, já que ontem zerado em casa e ficado no 1 x 1 na ida.

Uma do Rio Grande do Sul

Com mais de 10 mil pessoas no Bento Freitas - pelo que li no GloboEsporte.com, pois não encontrei o efetivo público -, o Brasil ganhou pela contagem mínima o clássico contra o Pelotas em um bonito gol de Marcos Paraná. Jogo pegado, tarde linda de sol em território pelotense e um grande festerê da xavantada rubro-negra. A peleja valeu pela Copa Hélio Dourado (nome deste ano do torneio do segundo semestre da Federação Gaúcha de Futebol, que sempre homenageia uma personalidade do futebol do RS e agora destaca o grande ex-presidente do Grêmio no tricampeonato gaúcho de 1977 a 1979 e, sobretudo, no Campeonato Brasileiro de 1981).

Uma de São Paulo

Com menos de mil testemunhas no Novelli Jr., em prélio da Copa Paulista, Ituano 3 x 3 Botafogo teve um parapentista caindo em pleno campo de jogo pois não conseguiu pousar no lugar pretendido. Eu, hein? Eh, eh...

"Pelas Zoropa"

Espanha - O Barcelona mantém 100% após 5 rodadas, mas só conseguiu marcar 2 x 0 no Granada nos 5 minutos finais, um dos gols do Messi. O Real Madrid soma 4 pontos em 4 jogos e apenas hoje poderá enfrentar o Rayo Vallecano. Ontem não foi possível pois vândalos arrancaram os fios de energia elétrica do estádio.

Itália - A Juventus tem 100% depois de 4 rodadas e após ganhar do Chievo. O Napoli vem a seguir, 2 pontos abaixo, já que "oxou" com o Catania. A dupla de Milão se deu mal. A Internazionale perdeu em casa pro Siena e o Milan foi derrubado pela Udinese. Os rubro-negros só ganharam 3 pontos nestes primeiros 12.

Inglaterra - Realizadas 5 rodadas, o Chelsea lidera com 13 pontos depois de ganhar do Stoke City pelo placar mínimo, em gol de Ashley Cole, seu primeiro após mais de dois anos. 1 ponto atrás está o Manchester United, que saiu perdendo pro Liverpool, mas empatou num belíssimo gol de Rafael e virou num penaltizinho mandrake com "MA" de "maldade" da parte do apitante com os Reds. A registrar ainda o empate do Manchester City com o Arsenal. Mas nada disso importou mais neste fim de semana do que a por John Terry anunciada aposentadoria da seleção inglesa após 78 jogos por ela disputados. O zagueiro está em encrencas desde que foi acusado de ofensas raciais contra Ferdinand em outubro do ano passado.

Alemanha - Depois de 4 rodadas, dois times seguem com 100%: Bayern de Munique e Eintracht Frankfurt, ambos visitantes neste fim de semana e ambos ganhadores respectivamente contra Schalke 04 e Nuremberg.

França - 6 rodadas se foram e o Olympique mantém os 100%. 6 vitórias fechadas após contagem mínima anotada diante do Evian. O vice-líder é o Lyon, com 14 pontos, que empatou com o Lille. Comentadíssimo nesta temporada pelas contratações milionárias que fez, o Paris Saint Germain quatrilhou o Bastia com dois tentos do Ibrahimovic e soma 12 pontos, assim como o Lorient, que empatou com o Nice.

Mundial de Clubes

Sorteio feito hoje pela FIFA apontou o caminho dos semifinalistas diretos. O Corinthians enfrentará o campeão africano ou o vencedor de Auckland City (Oceania) versus o ainda indefinido campeão japonês. Já o Chelsea terá Monterrey (Concacaf) ou o ainda a saber campeão asiático.

Curtinhas

*Ex-técnico da seleção brasileira masculina de basquete, o espanhol Moncho Monsalve está internado em Getafe, onde o por ele comandado time júnior do Murcia realizava um amistoso na sexta-feira. Moncho, que tem 67 anos, passou mal durante a partida e foi levado de ambulância ao hospital. Tomara que ele se recupere.

*Leio no Bruno Voloch que Giba ganhou seu primeiro título pelo Bolívar, da Argentina. Foi o World Challenge, torneio realizado em Mar del Plata, com 3 sets a 0 sobre o Super Imperatriz (30/28, 25/15 e 25/22), que substituirá o Cimed como representante de Florianópolis na próxima temporada da Superliga de Vôlei.

*Campeão é a palavra mais associada ao vôlei masculino do Cruzeiro nos últimos tempos. Depois da Superliga e do Sul-Americano, no sábado foi a vez do tetracampeonato mineiro. 3 x 0 sobre o Minas (25/18, 25/16 e 25/20).

*Definidos os locais dos próximos Mundiais de Vôlei, em 2014: masculino na Polônia e feminino na Itália.

*Sebastian Vettel ganhou o GP de Cingapura de Fórmula 1 e foi aos 165 pontos, mas segue distante de Fernando Alonso, terceiro colocado na prova e líder da temporada com 194 pontos. Segundo na corrida, Jenson Button é apenas o sexto no campeonato, com 119 pontos. Felipe Massa foi o oitavo e Bruno Senna não concluiu a corrida, assim como Lewis Hamilton e Michael Schumacher, que protagonizou uma batida muito feia.

*A corrida em Cingapura teria 61 voltas, mas com tantos problemas ela acabou nas 59, dentro do limite de duas horas. A última vez que isso aconteceu sem ser por causa da chuva foi em Phoenix, em 1991, quando Ayrton Senna foi o vencedor e o pódio também teve Alain Prost e Nelson Piquet. Senna, que teve 80 pódios na carreira e foi passado por Alonso, que chegou aos 81 (o brasileiro com 41 vitórias e o espanhol com 30). Já Piquet teve igualado por Vettel seu índice de 23 vitórias na categoria. Daqui a duas semanas, o GP é no Japão.

E atenção, pessoas!

Chegou aquele momento de trocar de emissora e talvez de horário: "Sintonia PB", antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*A última semana marcou o primeiro ano das edições regionais do "Brasil Urgente" e também a saída do apresentador de uma delas: Marcos Maracanã, de Minas Gerais, que saiu da Bandeirantes e foi para a Record, que promete sua estreia para outubro. Acho - acho - que ele assumirá o "MG no Ar", já que fez referências em matéria exibida no "Balanço Geral" a "acordar" e "abrir os olhos", sugerindo um ingresso na grade matinal.

*Duas do Flávio Ricco sobre o SBT: será apenas na segunda-feira da semana que vem a estreia de Anelise de Oliveira como garota do tempo do "SBT Brasil"; e está grávida Yula Rocha, correspondente da emissora nos Estados Unidos desde ainda os tempos da Ana Paula Padrão.

*Sábado teve Giuliana Morrone apresentando o "DFTV". Foi uma edição extra veiculada às 20h, antes de um "Jornal Nacional" específico da Globo Brasília, misturando trechos regionalizados com os assistidos em todo o Brasil. Adequação à grade feita por causa do VT do UFC após o "Altas Horas". Tudo isso porque não acharam mais simples colocarem algo de segunda a sábado entre 20h30 e 21h. Essa Globo Brasília se superou este ano.

*Leio no Lauro Jardim que a estreia do "The Voice Brasil" rendeu à Globo uma audiência de 16 pontos em São Paulo, mais que os outros concorrentes somados (Record com 6,5, SBT com 6 e Band com 3,5). Não assisti o programa pois dei uma saída para aproveitar o último dia do Acampamento Farroupilha. Lamento ou festejo?

*Já virou rotina: manutenção técnica na Rede Globo em todas as emissoras do Brasil inteiro na última madrugada de domingo para segunda do mês... menos no canal 5 de São Paulo. Depois de "Quem Sou Eu?", exibido no "Domingo Maior", os paulistanos ficaram com "Reine Sobre Mim" na "Sessão de Gala" (único drama da carreira de Adam Sandler) e "Deixados Para Trás 3: Mundo em Guerra" no "Corujão".

*Leio na Vivian Masutti que o "Superpop" de hoje terá as 27 candidatas do Miss Bumbum Brasil 2012. É a RedeTV! querendo atrair a atenção do macharedo pela retaguarda.

*Vi no fórum do NaTelinha: Silvio Santos informou no seu programa de ontem que o SBT cancelou o concurso "A Maior Música Brasileira de Todos os Tempos" pois apenas 50 mil votos foram registrados na já desativada página dele. Vem aí agora "O Maior Time Brasileiro de Todos os Tempos", mas só se atingido 1 milhão de votos. Bah...

*Leio no Flávio Ricco que, após quatro novelas e uma minissérie, Ewerton de Castro deixou a Record. Ator de diversas produções também na Globo, o ator está desiludido e resolveu trocar o Brasil para morar nos EUA.

*Segunda-feira de novelas retornadas: às 14h45, a Globo vai de "Da Cor do Pecado", a estreia do João Emanuel Carneiro, que pela segunda vez passará no "Vale a Pena Ver de Novo"; e às 15h30 e à 1h15, o Viva exibirá "Felicidade", primeira novela de Manoel Carlos na Globo após 8 anos e que até já passou no "Vale a Pena", mas picotadíssima com "PI" maiúsculo, com apenas 55 dos originais 203 capítulos.

*A saideira é para os principais premiados de ontem à noite no Emmy: "Homeland" venceu em série dramática, atriz (Claire Danes), ator (Damian Lewis) e roteiro; a categoria dramática teve ainda o prêmio de roteiro e direção para "Boardwalk Empire" e vitória dos atores coadjuvantes Aaron Paul por "Breaking Bad" e Maggie Smith por "Downtown Abbey"; premiada "Família Moderna" foi em série de comédia, atores coadjuvantes (Eric Stonestreet e Julie Bowen) e diretor de comédia (Steve Levintan); a atriz de comédia foi Julia Louis-Dreyfuss por "Veep"; e num dos prêmios mais saudados da noite, o ator de comédia foi Jon Cryer por "Dois Homens e Meio".

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Bela do Dia: Claire Danes

Claire Danes, atriz. Apesar de conhecida há muito tempo, fosse de seriados como "Minha Vida de Cão" ou de filmes como "Romeu + Julieta", ainda era inédita nesta seção. Pegando o gancho dela ganhar o Emmy neste domingo, aqui está a linda.

Aviso aos navegantes

Prometi e desta vez não posso cumprir. Não vou conseguir atender as mensagens pendentes dos leitores nas colunas desta segunda-feira. Acordei às 9h30 deste domingo, concluí as domingueiras de "24 Horas" e "Papo de Mídia" perto das 13h, dei uma saída, voltei para casa perto das 16h, mas só consegui começar a efetiva edição do site depois das 20h30, além de ter tido durante a noite alguns problemas com a conexão lenta do meu serviço de Internet, o que só normalizou na madrugada, quando finalmente assistir por duas horas todos os compactos da rodada para comentar os jogos na "24" desta segunda. Some a isso eu não ser de ferro e não ficar acordado o tempo inteiro e o resultado é que fui forçado a dormir umas três horas. Retomei tudo lá pelas 8h e, quando fecho a edição das colunas, as publico por volta de 13h30. Por tudo isso, vou atendê-los é nas edições de amanhã. Se eu o fizesse nas de hoje, só concluiria tudo lá pelas 18h. Inviável para mim. Segunda-feira é dia sem pautas e sempre me facilita demais.

Participe pelo papodebola@gmail.com. Sua opinião será registrada nas próximas colunas.

Clipe do Dia

Já que hoje tem o retorno de uma novela de 1991 no Viva, eis aqui seu tema: "Felicidade", com Roupa Nova.

Arremate

Clássico argentino do domingo teve vitória do Racing por 1 x 0, em Nuñez, e revolta da torcida do River Plate.

"24 Horas" volta antes do próximo clássico pelo Torneio Inicial do "Kirchnão"! (ou seria "Cristinão"?)

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

TWITTER: @papodebola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.

.

.


Confira as manchetes do Papo de Bola - o Site, o acompanhamento das rodadas de futebol e comentários diversos. Para ser mais um seguidor, clique aqui.
 
PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.