.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

17 de agosto de 2012 - ANO 10, EDIÇÃO 6
Sem 3 pontos e com a 3ª posição

Um empate correto marcou o duelo de Vasco e Coritiba, em São Januário. Na primeira grande oportunidade, os visitantes saíram na frente com Júnior Urso. Depois de Vanderlei ter trabalho para espalmar uma falta cheia de veneno do Juninho Pernambucano, Anderson Aquino conseguiu a proeza de perder duas chances ótimas, numa delas "se tropeçando-se em si mesmo". Depois do intervalo, os mandantes voltaram melhor e empataram com Felipe, gol todo tramado por Carlos Alberto. A virada com Wendel não foi muito celebrada pois logo em seguida Everton Ribeiro encheu com violência para ser feliz. Por duas vezes Alecsandro tentou anotar, mas por duas vezes Vanderlei cortou o seu barato. Não foi o resultado ideal para o Coxa, mas foi o suficiente para tirá-lo da zona de rebaixamento. Já o Cruzmaltino agora está a 1 ponto do Fluminense e a 3 do líder Atlético Mineiro.

Um gol e estamos conversados

Desfalques causados um pouco pela Data-FIFA e outro pouco pela CBF - que mantém o Campeonato Brasileiro em disputa quando todas as outras competições de clubes param em ocasiões assim para seus clubes não serem disputados - fizeram o jogo entre Corinthians e Internacional ter poucas emoções. Os times renderam um jogo que não merece maiores recordações especiais e onde, a rigor, cabe somente dois registros: pelo Colorado, uma boa estreia de Rafael Moura, com movimentação e até gol (não válido pois estava impedido); e pelo Timão, o tento do Paulo André que garantiu os 3 pontos e uma invencibilidade de 9 partidas. O resultado importou mais pros gaúchos, que brigam por algo no campeonato e perderam terreno em relação aos três primeiros. É preciso compensar isso. Os paulistas tão só pelo Mundial de Clubes, mas a boa sequência mantém a moral elevada.

Emoções alvinegras no Sul

Se faltou gol no primeiro tempo da partida mais legal da noite, não foi por falta de oportunidade. Depois de Juan ser expulso direto com 9 minutos ao impedir o que tinha tudo para ser um gol de Caio, o Figueirense partiu com tudo, fez o recuperado Rafael suar a camisa e acertou o travessão. Mas a grande chance foi do Santos, num desperdício inacreditável de Neymar - que voltou a jato da Suécia e fez Túlio ser expulso por falta muito forte. No tempo segundo, aí sim redes estufadas, com 5 minutos uma vez de cada lado, primeiro com Fernandes para os catarinenses e depois num belo gol de Neymar para os paulistas. Os dois times continuaram em busca do gol, mas o Peixe é que virou num golaço de Bruno Peres. Depois de Rafael conseguir um milagre ao deter o que seria um gol contra a la Rogério Ceni nos Aflitos (só que este efetivamente seria contra, diferentemente do são-paulino), Ganso completou uma grande vitória santista. O Furacão do Estreito parecia ter ficado na boa, mas voltou à má.

Rescaldo dos palpites

Que baita imundície eu fui nesta rodada. Acertei o Náutico e mais nada! Só que vocês também falharam...

4 acertos
Celso Luís Gallo (4 exatos: 1 x 0 Palmeiras, 2 x 0 Botafogo, 1 x 0 Corinthians e 1 x 1 em Belo Horizonte)
Carlos Rodrigues (3 exatos: 2 x 0 Botafogo, 1 x 0 Corinthians, 1 x 1 em Goiânia e Palmeiras)
Gabriel Aguiar (3 exatos: 1 x 0 Palmeiras, 2 x 0 Botafogo, 1 x 1 em Belo Horizonte e Náutico)
Douglas Ernesto Fernandes Gonçalves (1 exato: 1 x 0 Palmeiras, Botafogo, Corinthians e empate em Belo Horizonte)
Natanael Felipe Rhoden (1 exato: 1 x 1 em Belo Horizonte, Náutico, Botafogo e Corinthians)
Wanderson Ferreira (1 exato: 1 x 0 Corinthians, Portuguesa, Botafogo e Santos)
Paulo Henrique de Oliveira Santana (Palmeiras, Náutico, Santos e Corinthians)

3 acertos
Carlos Eduardo Sampaio Queiroz (1 exato: 1 x 1 em Goiânia, Botafogo e Náutico)
Fernando Melotti Constancio (1 exato: 1 x 1 em Belo Horizonte, Palmeiras e Botafogo)
Clayton Moreira (Náutico, Botafogo e Santos)
Danilo Otoni (Bahia, Náutico e Santos)
João Arruda (Náutico, Botafogo e Corinthians)

2 acertos
Charles Tavares (2 exatos: 2 x 0 Botafogo e 1 x 1 em Belo Horizonte)
Alexandre Rodrigues Alves (1 exato: 1 x 0 Corinthians e empate em Goiânia)
Fernando Clemente (Botafogo e Santos)
João Pedro Brasil (Santos e Corinthians)

1 acerto
Anderson Costa (1 exato: 2 x 0 Botafogo)

O que vem por aí

O líder Atlético Mineiro receberá no domingo o Botafogo, no reencontro dos ex-colegas milanistas Ronaldinho Gaúcho e Seedorf. Vice-líder, o Fluminense tem tudo para ganhar pois é mandante contra o Sport, que não vence há 8 rodadas. Agora terceiro colocado, o Vasco protagoniza o clássico carioca diante de um Flamengo que voltou a despertar dúvidas. Outro clássico do domingo será o paulista entre Santos e Corinthians. No sábado, deveremos ter extremos: Aflitos cheio para Náutico x Bahia e Morumbi vazio para São Paulo x Ponte Preta (às 9 da noite!).

Atenção para as próximas 10 partidas: amanhã, Fluminense x Sport, Náutico x Bahia e São Paulo x Ponte Preta; e depois de amanhã, Atlético Mineiro x Botafogo, Santos x Corinthians, Coritiba x Cruzeiro, Grêmio x Figueirense, Atlético Goianiense x Palmeiras, Flamengo x Vasco e Portuguesa x Internacional.

Noitada de Segunda (Divisão)

A rodada completa deste fim de semana tem uma metade realizada esta noite, que abre com uma peleja que promete ser um dos melhores. Vice-líder a 1 ponto do Criciúma, o Vitória enfrentará um Joinville motivadíssimo e disposto a ganhar para ficar a 2 pontos dos próprios baianos e a 3 dos co-irmãos catarinenses, aos quais secarão amanhã se tudo der certo. Por outro lado, imaginem o filme de terror que deverá ser a parada entre o lanterna Guaratinguetá (a 8 pontos do último fora da zona de risco) e o co-vice-lanterna Ipatinga (7 pontos atrás). Jesus!!!

Vamos aos palpites antes que me dê coisas, como diria Dr. Chapatin: Vitória 2 x 2 Joinville, Guarani 0 x 0 CRB, Guaratinguetá 1 x 2 Ipatinga, Avaí 1 x 1 Barueri, América Mineiro 2 x 1 América de Natal, Atlético Paranaense 1 x 2 Criciúma, Bragantino 0 x 1 Ceará, Goiás 1 x 3 São Caetano, ABC 1 x 1 Boa Esporte e ASA 2 x 1 Paraná.

Curtinhas

*Leio no Lauro Jardim que os organizadores do show da Madonna no Morumbi, marcado para dois dias depois da última rodada do Campeonato Brasileiro, não aceitam diminuir o tamanho do palco, que preenche mais de dois metros do campo. Alternativa passada por eles, do palco ser montado atrás de outro gol e com mais espaço, não foi aceita pelo São Paulo. E tudo isso por causa do clássico contra o Corinthians...

*Li no UOL Esporte que Túlio Maravilha jogará pelo Botafogo em 15 de setembro, mas em Juiz de Fora, no evento Feijão no Fogão, contra adversário a definir. Sério: jurei que a tal história do milésimo gol fosse no Brasileirão.

*Ex-Corinthians e Palmeiras, sem clube após sair do Al-Ahly, Ewerthon é o novo atacante do América Mineiro.

*Torcedores do Arsenal ficaram tão irritados com Van Persie por trocá-lo para jogar no Manchester United que resolveram queimar camisas com seu nome e chamá-lo de dinheirista. É pra tanto ou é exagerada tal reação?

*Campeão francês pelo Mônaco; duas vezes campeão inglês, três da Copa da Inglaterra e duas da Supercopa da Inglaterra pelo Arsenal; duas vezes campeão espanhol, uma da Copa do Rei, uma da Supercopa da Espanha, uma da Liga dos Campeões da UEFA, uma da Supercopa da Europa e uma do Mundial de Clubes pelo Barcelona; e uma Copa do Mundo, uma Eurocopa e uma Copa das Confederações pela França. Carreira "pouco interessante" essa de Thierry Henry, atacante atualmente no New York Red Bulls e que completa 35 anos nesta sexta-feira.

*A rodada decisiva da Liga Futsal teve uma situação engraçada - menos para aquele nela envolvido, claro: após a derrota por 3 x 0 para o Intelli/Orlândia, o São Paulo Londrinense precisava de um empate entre São José e Minas para ser quadrifinalista. O treinador Roberto Zacouteguy jurou que 3 x 3 era o placar final e comemorou. Só que a alegria virou tristeza quando lhe avisaram que o time do Vale do Paraíba marcou três vezes no fim e classificou... Claro que a torcida de Orlândia tirou onda do apressadinho. Desta feita, as quartas-de-final do futebol de salão do Brasil terão Intelli x Suzano, ACBF x Jaraguá, Joinville x Botafogo e Corinthians x São José.

*Para quem curte atletismo, a pedida da sexta-feira é na mesma Estocolmo que recebeu ontem o amistoso de futebol entre Suécia e Brasil, quando realizada mais uma etapa da Liga Diamante. 11 campeões olímpicos em Londres se farão presentes naquele que será o primeiro evento da Fabiana Murer após o episódio do vento.

*Do que adianta sabermos agora que Mariusz Gorny, árbitro polonês da luta decisiva de Esquiva Falcão na categoria peso médio nos Jogos Olímpicos, reconheceu ter errado na punição ao brasileiro por achar que ele tinha boa vantagem contra o japonês Ryota Murata, ganhador por um ponto? Não há mais volta e o máximo que haverá é uma punição ao árbitro. Aliás, algo que chamou a atenção do povo durante a Olimpíada - e que, de certa forma, influenciou nesta situação: a contagem dos pontos não é mais informada pela transmissão oficial de televisão a cada marcação contada e sim apenas no fim de cada um dos dois assaltos e após o anúncio do vencedor. Será que os organizadores do boxe olímpico pensaram que o "resultado aberto" influenciaria de alguma maneira?

*Em Londres, a medalha de bronze no tênis masculino foi conquistada por Juan Martin del Potro, da nova geração do tênis argentino, que tem no aniversariante de hoje um grande expoente: Guillermo Vilas, que completa 60 anos. Ele conquistou quatro torneios Grand Slam: Roland Garros e US Open, ambos em 1977, e um bicampeonato do Aberto da Austrália em 1978 e 1979. Antes disso, ganhou 131 partidas em 1972, recorde em uma só temporada.

Momento Raridade Rara I

Em 13 temporadas na Fórmula 1, foram três títulos (1981, 1983 e 1987) em um total de 204 Grandes Prêmios iniciados e 121 completados, com 24 pole positions, 23 vitórias e 60 pódios. Piloto de personalidade forte e de família apaixonada pela velocidade, Nelson Piquet até hoje tem uma grande legião de admiradores.

No dia em que completa 60 anos, lembro dele nesta "24 Horas" em três momentos na televisão fora dos esportes.

1984 (postado por ligierjs111979) - Entrevista para Ernesto Varella, o repórter interpretado por Marcelo Tas à ocasião na TV Gazeta de São Paulo, no fim de semana do Grande Prêmio do Brasil.

1992 (postado por alvarocarliniufpr) - Entrevista no "Jô Soares Onze e Meia", do SBT, pouco depois do acidente nos treinos para as 500 Milhas de Indianápolis.

1994 (postado por alvarocarliniufpr) - Entrevista no "Cara a Cara", apresentado por Marília Gabriela na Bandeirantes, duas semanas após a morte de Ayrton Senna no GP de San Marino.

Momento Raridade Rara II

Há 25 anos, o Brasil perdia um de seus mestres das palavras: Carlos Drummond de Andrade, o mineiro de Itabira, cujos 110 anos de nascimento serão lembrados no próximo 31 de outubro.

Para representar um pouco das cinco décadas e meia de poesias e crônicas que Drummond fez, indico aqui (postado por markciconne) um "Arquivo N", da Globo News, apresentado em 2007.

E atenção, pessoas!

Chegou aquele momento de preencher espaço com algo que não entendo por qual razão não será definitivo: "Sintonia PB", antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Você leu na coluna de ontem que a Record/RS estreou nesta semana a versão local do "Tudo a Ver", exibida das 14h40 às 15h50, apresentada por Aline Schneider. Avisa o prezado Gustavo Chagas que, conforme anunciado na segunda-feira por Alexandre Mota no "Balanço Geral", este "Tudo a Ver" gaúcho é um programa especial de apenas 14 dias. "Especial"? Sei... Tá na cara o que é: colocaram pra ver se a audiência responde bem nesta faixa sem programas locais nas concorrentes. Se for bem, fica; se for mal, sai com o argumento já preparado. Mas eu gostaria que ficasse pois falta na Record/RS um programa de variedades desde o fim do "Hoje em Dia" local.

*Foi apenas no fim da última semana olímpica o expediente do "SBT Rio Grande" indo até 13h por tirar proveito da ausência do "Balanço Geral". Retomada a programação normal da Record, o SBT voltou a terminar seu noticiário às 12h45, quando entrega para "As Visões da Raven" em rede nacional.

*Vai ao ar nesta sexta-feira a última edição do "Record Notícias", que é exibido para São Paulo em canal aberto e para todo o Brasil por antena parabólica e operadoras nacionais de TV paga desde setembro de 2009, quando sucedeu o "SP Record: 1ª Edição". Luciana Liviero o apresentou até outubro de 2010, quando Adriana Reid a substituiu pois foi ser correspondente em Nova York. Neste ano, Adriana ganhou por alguns meses a companhia de Reinaldo Gottino, que encerrará hoje o jornal no lugar dela, que ainda substitui Carla Cecato no "Fala Brasil".

*Como já se sabe, a partir de segunda-feira o horário das 12h às 14h30 será preenchido pela segunda edição do "Balanço Geral" do Geraldo Luís, que continuará com a agora primeira edição das 6h15 às 7h25.

*Interessante: desde o último sábado, a TV Bandeirantes de São Paulo tem exibido nas manhãs de sábado alguns debates entre candidatos a prefeito de cidades da região metropolitana. O primeiro foi com Guarulhos e o de amanhã será com o Osasco. A veiculação é das 10h às 12h, na faixa local da rede, e o som do canal 13 VHF é retransmitido pelo 90,9 FM da Rádio Bandeirantes (que mantém normalmente o "Você é Curioso?" no AM 840).

*Ainda não é o ideal, mas já é uma novidade muito boa: a partir deste fim de semana, o "Estúdio i" será reprisado pela Globo News em edições compactas de uma hora aos sábados, às 14h05, e aos domingos, às 16h05. Para quem não pode ver o ótimo programa da Maria Beltrão durante a semana, é uma pedida legal. Mas eu ainda queria um repeteco de segunda a sexta da edição do dia, mesmo que no início da madrugada, lá por meia-noite ou 1h. Como o "Estúdio i" não é um programa exclusivamente factual e a maioria do espaço é dedicado a assuntos que não perdem atualidade, caberia perfeitamente uma "reprise cinco estrelas". Espero que ela venha logo.

*Menção imperiosa que há horas e horas se faz necessária: de tantas e tantas repórteres de tudo quanto é canal de TV que me cativam e ganham uma atenção a mais em suas matérias, uma que tem atraído olhares especiais meus é Camila Bomfim, da Globo de Brasília. Toda hora que topo com uma reportagem ou entrada ao vivo dela, eu paro e confiro com muito gosto. Num comparativo de situação: Camila, enquanto repórter da Globo Brasília, me desperta a mesma sensação de "paixonite" que tive há muitos anos com Adriana Araújo na mesma função.

*Daquelas observações que não vão mudar a vida de ninguém (como 90% das coisas que digo neste site), mas é outra que há tempos me dá vontade de fazer e nunca me ocorre fazê-lo - e hoje ocorreu pois quando escrevo este tópico são 6 e meia da manhã, deixei uma das TVs do "quartel general" na Globo e estava acabando o "Globo Rural": o microfone da Rede Amazônica sempre parece fora de esquadro pois sua canopla tem uma cor pendendo pro cinza, enfim, não é o mesmo "branco branquelo" das canoplas dos microfones de todo o restante da rede.

*Imitador muito bom de Luciana Gimenez na programação da RedeTV! nos últimos anos, Tiago Barbané foi demitido pela emissora por, segundo o Extra, ordens do Marcelo "Sr. Gimenez" de Carvalho. Tsc, tsc, tsc...

*A saideira: na data de hoje, completa 35 anos o lançamento do livro "Tieta do Agreste", mais uma ocasião que se soma às celebrações e memórias do recentemente completado centenário de nascimento de Jorge Amado.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Bela do Dia: Cléia Crepaldi

Cléia Crepaldi, jogadora de basquete, que é considerada visualmente uma sósia da atriz Carolina Dieckmann (e não em imagens como esta, mas em outras de fato a lembra bastante). Li no GloboEsporte.com que ela tá disponível para jogar a próxima Liga Feminina em algum outro time, já que o por ela representado, o Basquete Clube de Araçatuba, não existe mais.

Convivas

"Ney Franco foi mal ao escalar João Felipe e perceber o erro depois de 10 minutos. Se trouxeram Paulo Assunção para proteger a zaga, porque ele não entrou jogando? Não que resolvesse tudo, mas poderia ser um alento, já que fica complicado marcar com Denílson e Maicon. O São Paulo precisa de mais um zagueiro desde o começo do ano, pois trouxeram 3 que não valem 1 se somados, e também um atacante de nível para jogar nas várias ausências do Luis Fabiano. Não fizeram isso no começo do ano e, agora, o time padece. *** Pelo pouco que vi, achei o time da Suécia pavoroso, errando bolas fáceis e, mesmo assim, tendo duas chances de gol. Ao menos Gabriel foi bem quando exigido. O Brasil teve boa presença no meio com Paulinho, mas David Luiz deu uns sustos na zaga. *** Nomes lamentáveis para a bola de 2014. Brazuca é um apelido forçado que começou no 'Esporte Espetacular' nos idos dos anos 90; Bossa Nova não tem nada a ver e só pode ser para dar visibilidade à bola nos EUA; e Carnavalesca é um nome sem pé, nem cabeça. Gorduchinha é muito melhor e até se colocassem Redonda, Samba ou apenas Bola seria melhor. *** Evidentemente, isso de torcer pelo seu país nas grandes competições existe também em outros países, mas no Brasil é uma forçação de narra, como se fosse algo para nos redimir de frustrações em outras áreas da sociedade e da vida. Vendem a imagem do vencedor, mas em muitas modalidades chegar em oitavo já é ser um vencedor para os brasileiros e para outros competidores. Muitos atletas que perderam em Londres têm de ser cobrados pois possuem condições para irem melhor, mas não analiso da forma 'ganhou, é bom; perdeu, é porcaria'. Isso de 'faltar apoio' é relativo. Falta maior divulgação durante os outros 11 meses do ano e, principalmente, base escolar, o que não significa que vamos fazer 150 campeões olímpicos imediatamente. Vale é massificar o esporte e, principalmente, promover a educação com a ajuda dele. *** Com um possível fim do 'Primeiro Jornal', a Band colocaria Daniel Bork em mais um horário? Ele é intocável... *** Renata do Carmo também participa do interessante quadro 'Você no MGTV', em que os telespectadores mandam vídeos para reclamar sobre problemas nas cidades metropolitanas e na própria Belo Horizonte, e faz a parte cultural do jornal nas sextas. Ela é bem bonita. *** Adriana Reid, Daysa Bellini e Thalita Oliveira no mesmo jornal? Quando for possível, faça uma captura desse belo momento e coloque na abertura da coluna. Depois não sabemos porque a Record consegue boa audiência no 'Fala Brasil'. Apesar de tanto sangue na tela, a beleza do trio chama ainda mais a atenção." (Alexandre Rodrigues Alves)
Primeiro: mas o "Fala Brasil" nem é tão policialesco assim, eh, eh... Claro que a Record investe demais no jornalismo policial, mas este noticiário não preenche suas quase duas horas exclusivamente com delegacias, crimes e assassinatos. E segundo: não são apenas estes três lindonas ou as titulares Carla Cecato e Roberta Piza. Há também as repórteres por todo o Brasil, uma mais apaixonante que a outra: é a pequena grande Simone Santos daqui de Porto Alegre, é a tricolor Jéssica Senra de Salvador, é a mineira Lívia Braz de Brasília, é Márcia Dantas de Belém, é Manuela Queiroz de Goiânia, é Raquel Rocha de Belo Horizonte (essa é uma pela qual me desmancho especialmente), fora as de São Paulo e Rio de Janeiro, que variam às vezes (das de SP, suspiro muito pela mineira Patrícia Ferraz).

"O Brasil se superou no número de medalhas com uma prata e um bronze a mais. Tivemos algumas surpresas boas, mas no geral o Brasil decepcionou muito na Olímpiada, casos de César Cielo, futebol, vôlei de praia, atletismo e, principalmente, vôlei masculino, que tinha tudo pra ganhar o ouro com a queda dos EUA, mas se acomodou na final e permitiu a virada russa por uma baita incompetência. Há muito que melhorar para 2016. *** Achei irrelevante essa vitória do Brasil sobre a Suécia. Qualquer alienadinho, depois de ver o placar da partida, vai achar que a Seleção voltou ao seu bom futebol. *** Contando Sul-Americana e Brasileirão, os últimos 5 gols do Palmeiras foram do Barcos. E que arbitragem horrível no jogo contra o Flamengo. *** O São Paulo foi uma porcaria e tomou um baile do Náutico. Decepcionante na defesa, ineficiente no araque e parece que Rogério Ceni desaprendeu a sair nas bolas aéreas e a encaixar as bolas. Com um goleiro marcando gol contra, nem precisa de atacante adversário para fazer esse serviço. *** Tem resultados da rodada que nos quebram, como a vitória da Portuguesa e o empate do Atlético Mineiro. *** O acervo de filmes da RedeTV! deve estar minúsculo para exibirem de novo 'Pagando Bem, Que Mal Tem?' em menos de 4 meses." (Charles Tavares)
Primeiro: mas não foi gol contra do Rogério e sim a favor do Araújo. Segundo: a vitória da Portuguesa ou a derrota do Grêmio? E terceiro: domingo terá outro repeteco curto, do péssimo "Novidades no Amor".

"Todo mundo querendo tirar uma casquinha do nome da bola da Copa! Até o Meia Hora quer emplacar um nome: Bola Gato. Parece que não querem mesmo Gorduchinha, não sei movidos por que interesses. *** Foi com profunda consternação que soube da morte de Altamiro Carrilho. Era unanimidade e o último remanescente da era de ouro dos grandes solistas populares de choro após as mortes de Garoto, Jacob do Bandolim, Dilermando Reis, Abel Ferreira, Waldir Azevedo e Raul de Barros. Passei a conhecer melhor o mago da flauta ouvindo na Rádio MEC o programa que apresentava ao lado da filha Marina, que foi ao ar até mais ou menos 2007. Cheguei a enviar um e-mail e o próprio Altamiro me respondeu, o que muito me honra por ter podido interagir com um dos meus ídolos, que uniu perícia técnica e malícia brejeira no assovio do seu instrumento, cujo som era inconfundível. De muitas gravações históricas, a introdução de 'O Mundo é um Moinho' é das coisas mais lindas já feitas em matéria de música popular. O choro chora pela flauta que se cala. *** Mencionaste uma confusão sobre a autoria do 'Urubu Malandro'. Lourival Inácio de Carvalho é na verdade o autor das variações que popularizaram esse antigo tema folclórico do norte do Rio. Nos anos 40, Braguinha colocou-lhe versos a pedido de Ademilde Fonseca para que pudesse cantá-lo. A melodia é mais famosa que a letra e sempre foi uma das preferidas de Altamiro, assim como também de Pixinguinha, que - reza a lenda - teria certa vez passado cerca de 40 minutos improvisando na flauta sobre o 'Urubu Malandro' sem se repetir uma única vez sequer." (Clayton Moreira)

"Se eu fosse técnico da Seleção, convocaria: pro gol, Diego Alves, Jefferson e Artur Moraes; pras laterais, Daniel Alves, Adriano, Fagner e Marcelo; pra zaga, David Luiz, Thiago Silva, Dedé e Danilo; pros volantes, Ralf, Paulinho, Ramires e Hernanes; pro meio, Bernard, Oscar, Giuliano e Bruno César; e peo ataque, Robinho, Neymar, Leandro Damião e Hulk. Com esses convocados, eu escalaria: Diego Alves; Daniel Alves, David Luiz, Thiago Silva e Marcelo; Ralf, Paulinho, Oscar e Hulk; Neymar e Damião. De jeito nenhum eu convocaria para uma Olimpíada jogadores como Juan, Bruno Uvini, Ganso e Alex Sandro, tecnicamente fracos e que foram nos lugares de gente com mais talento e gana, como Rafael Tolói, Bryan, Giuliano, Maicon e Fernando. *** Pagar R$ 600 mil para um craque como Seedorf não jogar três partidas seguidas é brincadeira do Botafogo. Mesmo com a idade que tem, ele chegou há pouco tempo e deve honrar o investimento. *** O Arsenal fez bem ao negociar Van Persie com o Manchester United, pois ele se recusou a renovar e, se ficasse, poderia assinar um pré-contrato qualquer em janeiro e sair de graça na próxima temporada. Vendido agora, rendeu 23 milhões de libras para o Arsenal adquirir M'Vila e Sahin, qualificando demais o elenco. Além do mais, contrataram os bons atacantes Podolski e Giroud, que podem formar um quarteto sensacional com Walcott e Cazorla. *** Assim como o Manchester City, o Paris Saint Germain vai passar por um processo de transição até os reforços contratados formarem um bom time. Quando Lucas chegar em janeiro, ainda não haverá uma base definida. Não adianta só contratar; tem que adquirir entrosamento. *** O 'Saturday Night Live' só é criticado porque é da RedeTV!. Se fosse da Globo, era só elogios. *** Estranho o Papo de Bola ter muitas palavras e frases cortados pelo celular. Sempre leio nele enquanto estou no serviço ou no ônibus e, quando chego em casa, vejo que sempre falta muita coisa." (Fernando Clemente)
Primeiro: com todo o respeito, Fernando, mas não diga algo sem nexo como isso. Vários programas de outras emissoras merecem elogios quando bem feitos, caso do "Pânico" na própria RedeTV! em boa parte do tempo. Ou te esqueces que a "Zorra Total" é mal falada e criticada por um monte de gente? Se o "SNL" é criticado, é apenas, simplesmente, pura e tão somente porque não é um bom programa humorístico. Simples assim. E segundo: não faço a menor ideia do que ocorre pois não tenho "versão para celular", como disseste, até porque não tenho o menor conhecimento de como isso se faz. Faço desde sempre o site no mais primário dos esquemas, que é a edição no Microsoft Front Page, e da maneira mais básica possível. Talvez aconteça algo que não tenho a mínima noção do que seja, até porque nunca tive celular com acesso à Internet pois não sou endinheirado a tal ponto.

"Clayton Moreira: não é querer discutir religião pois sou católico e respeito todas, mas vale dizer que o Pai-Nosso está presente em todas as religiões que seguem o cristianismo e até a Espírita tem essa oração em suas reuniões. *** Ricardo Haertel: o problema da Seleção não é só os jogadores e sim estrutural, como nos outros esportes. Temos cinco títulos mundiais por força dos nossos jogadores, sem atuação nenhuma dos dirigentes. A quantidade de jogadores de futebol no Brasil, contando profissionais e amadores, é enorme. Imagine se a CBF e os clubes fossem dirigidos profissionalmente, como a NBA. O Campeonato Brasileiro seria o mais forte do mundo e a nossa seleção seria como o Dream Team do basquete americano. Não teria para ninguém! Mas CBF, federações estaduais e clubes vivem o mesmo problema dos demais esportes no Brasil: o amadorismo dos dirigentes. Resta saber se são amadores por incompetência ou por esperteza. *** Ao publicar Shana Muller como 'Bela do Dia', você disse que em Esteio terá a Expointer. Perguntinha: vai algum gremista nesta exposição?" (Kléber Antônio Ferreira de Souza)
Ahahahahaha!!!

"Se meu Corinthians tivesse pego firme e forte no Brasileirão desde o começo, a gente estava brigando pela liderança!" (Rafael Santos)
Considerando-se que falamos do campeão da Libertadores e que já são nove partidas sem derrota, por qual motivo vou discordar se vou é concordar?

"Se eu fosse José Maria Marin, contrataria Muricy Ramalho. Se eu fosse o técnico, minha lista teria Júlio César, Diego Alves e Helton para o gol, Daniel Alves, Maicon, Michel Bastos e Filipe Luís para as laterais, Lúcio, Thiago Silva, Alex Costa e Felipe para a zaga, Lucas Leiva, Ramires, Sandro e Hernanes para volantes, Kaká, Diego, Alex e Ederson para o meio-campo e Nilmar, Diego Tardelli, Alex Teixeira e Nenê para o ataque. Meu time titular seria Júlio César; Daniel Alves, Lúcio, Thiago Silva e Michel Bastos; Ramires, Kaká, Alex e Diego; Nilmar e Tardelli. Eu não chamaria nenhum jogador de clubes brasileiros pois as competições daqui não param durante os jogos da Seleção. Logicamente não é um time perfeito e pode ter falhas aqui ou acolá, mas é muito melhor que os de Dunga e Mano Menezes juntos." (Ricardo Haertel)

"Dê uma olhada nos vídeos do 'RJTV' e veja se Ana Paula Araújo não deu uma boa turbinada na 'comissão de frente'. Reparei isso ontem. Ela ficou mais bonita e tá em grande fase!" (Rodrigo Pereira)
Pra quem não viu, basta dizer que ela usou uma blusa laranja do tipo "livre, leve e solta" que, falando um português bem claro em nome da verdade jornalística dos fatos, realçou seus seios de maneira a tirar a atenção do vivente. Uma hora dessas eu faço uma abertura da coluna com ela toda sexy desse jeito no jornal desta quinta-feira.

"Tem previsão de volta de 'CSI' à Record? É um absurdo o que fazem com quem não tem TV por assinatura, como eu." (Roger Nicolini)
Sem previsão. A última temporada estreada acabou e, até que a próxima esteja toda disponível, preferem colocar o "Tudo a Ver" do que manter "CSI" pois a audiência dele não respondia mais bem como em outros tempos.

"É sério que você acha que a falta que originou a expulsão do Ibson não era para cartão? Foi um carrinho desleal e com força desproporcional. Sinceramente, não encontro argumentos para defendê-lo, pois essa coisa de que escorregou e que não teve intenção não faz sentido. A regra só fala da intenção no toque de mão. *** Fernando Clemente: de fato, Alexandre Kalil disse que não reforçaria os times rivais, mas hoje o Santos não é rival do Atlético Mineiro. Kalil quis dizer que não reforçará clubes com chances de lhe tirar o título. Não concordo que, por adquirir Rafael Moura, o Inter pode negociar Leandro Damião. Já venderam Oscar e o dinheiro arrecadado é suficiente para não mais ter uma perda considerável. E Rafael Moura é bastante limitado, oceanicamente inferior tecnicamente e não amarra as chuteiras do Damião." (Romário Henderson)
Bom, vendo o repeteco mais aproximado, eu achei que daria para relevar um segundo cartão amarelo pro Ibson, sim. Tem faltas piores que não são punidas na mesma medida - como a do primeiro cartão dele mesmo, essa sim digna de expulsão direta pois foi um chute vergonhoso no adversário.

"Me assusta a capacidade do Brasil em transformar um jogo em chato demais. Faz 1 x 0 e não sai disso. Demitir Mano não adiantará nada. É culpa dele que o ataque da Seleção seja sub-20, já que as baladas consumiram Ronaldinho e Adriano? A Seleção paga pela incompetência dos dirigentes brasileiros, que sempre se omitiram nas questões extra-campo, como vida noturna e transferências para o exterior. *** Carnavalesca, Brazuca e Bossa Nova são nomes péssimos. Haja falta de criatividade e excesso de imagens pré-formadas do Brasil." (Wanderson Ferreira)

Participe pelo papodebola@gmail.com. Sua opinião será registrada nas próximas colunas.

Clipe do Dia

Completa 50 anos nesta sexta-feira Mirosmar José de Camargo, goiano de Pirenópolis, que vem a ser o por todos nós conhecido Zezé di Camargo, da dupla com Luciano e das recentes e incontáveis fofocas de ordem conjugal encerrada que fazem a festa do "jornalismo celebridando". Cantor desde a infância, ele só estourou pra valer em 1991, quando formou o duo até hoje marcando presença nas paradas populares de sucesso. O maior referencial de Zezé di Camargo e Luciano, duas décadas depois, permanece sendo este aqui: "É o Amor".

Arremate

Três derrotas, erraço do Rogério Ceni e, ontem, Simone Sampaio fora da "Fazenda". Dias ruins pro São Paulo.

"24 Horas" volta antes que o Tricolor volte aos seus melhores e mais festivos dias!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.

.

.


Confira as manchetes do Papo de Bola - o Site, o acompanhamento das rodadas de futebol e comentários diversos. Para ser mais um seguidor, clique aqui.
 
PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.