.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

2 de julho de 2012 - ANO 9, EDIÇÃO 294
A corneta do "novo ídolo alvinegro"



É justa a corneta do Edinho, que chamo de "novo ídolo do Atlético Mineiro" pela coincidência dele ter comentado a primeira vitória do Galo sobre o Grêmio no Estádio Olímpico desde os 3 x 2 marcados em 1998, quando o treinador do Tricolor era justamente... Edinho. Mas de Campeonato Brasileiro eu falarei mais adiante.

Furiosa para ganhar títulos

Eficiência aliada a talento define. Por isso a Espanha é a primeira vencedora de duas Eurocopas consecutivas da história. Se você pegar os melhores momentos do jogo, não terá uma chuva de oportunidades da Fúria. É que, quando ela foi pro ataque, não quis saber de "talvez". Assim foi na etapa inicial com duas "penúltimas" de Fàbregas que passaram a "últimas" com Silva e Alba. Entre cada gol, a busca infrutífera da Itália pelo empate, já que atento estava Casillas quando exigido. Depois do intervalo, Di Natale testou duas vezes o goleiro, mas os italianos acabaram aí e na contusão de Thiago Motta que os deixou com 10 jogadores por feitos os três câmbios. Foi só Fernando Torres marcar um gol e dar outro para Mata e os espanhóis consolidaram uma vitória histórica.

Até alguns anos atrás, a seleção da Espanha não tinha quase nenhum título de expressão a não ser a Euro de 1964. Em pouco tempo, o cenário reviravoltou favoravelmente de tal maneira que agora a Fúria é a primeira bicampeã europeia, é a maior vencedora do torneio continental (empatou em três feitos com a Alemanha), estabeleceu a vitória mais elástica numa final da Euro (superando os 3 x 0 da Alemanha Ocidental sobre a União Soviética em 1972) e é o primeiro país a completar o "cachorro quente": cada metade do pão é o torneio continental e as salsichas são a Copa do Mundo.

Alguns jogadores também estabeleceram grandes triunfos pessoais: Mata e Fernando Torres são campeões europeus de seleções e de clubes em 2012; Torres é o primeiro jogador a marcar em duas finais diferentes da Eurocopa (e, com 3 proezas, dividiu a artilharia desta edição com Gómez, Mandzukic, Balotelli, Cristiano Ronaldo e Dzagoev); e Casillas - que neste domingo completou 100 pelejas pela Espanha - é o primeiro capitão de três conquistas de grandes torneios, o goleiro menos vazado de uma só Euro (um único gol, justamente dos italianos), o goleiro mais invicto da competição (510 minutos, contra 495 de Zoff entre 1968 e 1980, e 9 partidas, igualando Van Der Sar) e 990 minutos em 10 partidas sem levar gol em mata-ou-morre de Eurocopas e/ou Copas do Mundo. Monstro!

Polônia e Ucrânia podem se considerar realizadas por receberem uma Eurocopa ótima dentro de campo, que teve seus senões como todo grande evento assim possui, mas tem um saldo muito positivo futebolisticamente falando. Longa será a espera até 2016, quando a bola rolará na França. Espero que o nível não caia muito com as 24 seleções que teremos, já que em 2012 o interesse foi enorme desde o começo justamente pela maior quantidade de grandes encontros a partir da fase de grupos. Com 8 países a mais, a presença de mais "rebotalhos dos rebotalhos" será inevitável.

Passando a limpo a Série A

Mineiros e cariocas foram os grandes vencedores desta rodada e dominam as quatro primeiras posições. Dos paulistas, o São Paulo é disparado o melhor. Porém, embora três deles estejam na zona de rebaixamento, apenas um se deu mal (ou bem, diante das circunstâncias) ao empatar, pois outro finalmente venceu e o outro não atuou neste fim de semana. Mas vamos começar do começo.

A tarde de sábado fez jus ao nome do Estádio dos Aflitos. Assim ficaram os torcedores do Náutico com o caminhão de oportunidades criadas e não convertidas, um pouco por má pontaria e um tantão por uma atuação inspiradíssima de Diego Cavalieri, que fez no mínimo cinco grandes defesas. Jogando mal, o Fluminense teve a seu favor três jogadores capitais: o já citado Cavalieri no gol, Deco na meia-cancha e Samuel no ataque. Bastaram dois bolões distribuídos pelo luso-brasileiro e convertidos pelo xará do vocalista do Skank (o segundo em rebote) para a terceira vitória seguida do Tricolor.

No Independência, o líder mineiro e o turbulento paulista sem técnico protagonizaram um encontro muito legal. Rafael Donato, que teve destaque recente no Bahia, protagonizou os dois primeiros gols: o concedido ao São Paulo em furada devidamente castigada por Luís Fabiano e o que deu o empate ao Cruzeiro. O zagueiro quase marcou de novo de cabeça, mas antes disso, Luís Fabiano apareceu bem outra vez ao começar a jogada encerrada no tento de Lucas. No tempo segundo, Jadson aumentou para o Tricolor e, aí sim, Donato fez sua dobra. Que estreia! Já Luís Fabiano quase pôs tudo a perder ao parar em Fábio num pênalti. Mas a Raposa perdeu duas boas chances com Tinga e parou em Dênis em outras duas. O interino Milton Cruz foi o primeiro a barrar o efetivo Celso Roth no baile.

Outra partida cheia de gols foi em São Januário. E comprovado foi: jogo da Ponte Preta contra times do Rio de Janeiro é agito garantido ou sua chatice de volta. Primeiro foi o 2 x 2 com o Flamengo e depois o histórico 2 x 1 diante do Botafogo. Dois foram os personagens da Macaca no tempo primeiro: Nikão, que chutou uma para fora e foi barrado no baile pelas traves duas vezes; e Roger, autor de dois tentos - no meio deles acontecendo o empate do Vasco com Alecsandro. Aí acontecem dois erraços da arbitragem: primeiro, Altemir Haussmann dá impedimento inexistente (havia mesma linha) no que seria o gol de Éder Luís, que finalmente chegou depois do intervalo; e segundo, Fabrício Neves Corrêa inventou um pênalti convertido por Diego Souza. Gols e polêmicas no triunfo vascaíno.

Aí chegamos ao domingo. Rubro-negro por rubro-negro, o lanterna Atlético começou bem no Engenhão e abriu os trabalhos com Felipe, seu principal jogador. Renato Abreu empatou numa patadaça surgida de, assim me pareceu, falta forçada e não sofrida por Vagner Love. Paulo Victor, antes, e Márcio, depois do intervalo, apresentaram armas diante dos oponentes. Momento capital da porfia: Felipe tinha o gol livre para marcar, mas parou no goleiro. O castigo veio a cavalo, diria o turfista: o gurizote Adryan e Renato Abreu, agora com técnica em desta vez existente infração sobre Love, colocaram uma boa frente para o Flamengo. Felipe não dava sossego e faturou uma vez mais. Nada que impedisse o Mengão de conquistar os 3 pontos e dar um respiro para Joel Santana.

Bem sabem que sempre digo que futebol sem gol é igual a namoro sem beijo e aquela ladainha toda. Mas correndo o risco de dizer uma enorme besteira, baseado no compacto que acompanhei, digo ter achado o "oxo" de Portuguesa e Santos no Canindé bastante divertido. A pontaria estava defeituosa dos dois lados, mas a busca pelo gol pareceu permanente. A Lusa foi soberana na etapa inicial e viu o travessão ser acertado por Guilherme, destaque da equipe, e um impressionante gol contra de Adriano não acontecer por dois centímetros. O Peixe saiu um pouco mais na etapa final, viu Dida praticar uma linda defesa em cabeceio mortal de Durval e estupefato ficou com a chance feita desperdiçada por Borges no final. No saldo geral, era pra ter sido no mínimo 4 x 1 para a rubro-verde.

Os finalistas da Copa do Brasil tiveram equipes mistas e 3 foi o número de seus jogos. O "3" do Palmeiras na Arena Barueri foi positivo, mas sem vida fácil. Primeiro, viram falta sabe lá Deus onde antes mesmo de Thiago Heleno marcar. Depois, Maikon Leite chutou para fora. Aí, o Figueirense marcou num tremendo voleio de Júlio César. Mas a vantagem não foi sustentada pois Roman igualou antes do meio-tempo. Por duas vezes Barcos parou em Wilson, por duas vezes Daniel Carvalho mandou faltas para fora. O primeiro "3" favorável aos paulistas veio com Roni, do Furacão do Estreito, que perdeu duas chances e viu seu cruzamento ser errado por Aloísio. Foi só Barcos e Maikon Leite acertarem o alvo para o segundo "3" contrário aos catarinenses. É a primeira vitória do Verdão no Brasileirão.

Já o "3" do Coritiba no Couto Pereira foi negativo. Não parecia que seria isso pois Anderson Aquino e Tcheco vazaram o Sport. Só que os rubro-negros arriscaram algumas vezes e foram premiados com o tento de Henrique. Uma diferença mais justa. Na metade complementar, a sorte foi amiga dos pernambucanos quando Geraldo acertou a trave. Seria a desvantagem novamente por dois gols. Dois gols aconteceram para o Leão, isso sim. Marquinhos Gabriel participou de ambos, fazendo um e cruzando no autogol de Luccas Claro, em quem a pelota ricocheteou após acertado o poste por Felipe Azevedo. Aí a sorte foi inimiga do Coxa outra vez quando a mesma trave direita atrapalhou a vontade de Robinho. Os 3 gols deram ao Sport sua primeira vitória depois de 3 derrotas.

Então, chegamos à Dupla Gre-Nal. Se a segunda-feira passada foi de sorrisos, esta segunda-feira será de cara fechada. O Internacional não perdeu no Pituaçu, verdade, mas não repetiu a dose bem-sucedida da Ilha do Retiro. No primeiro tempo, algumas de suas oportunidades foram defendidas por Marcelo Lomba, mas o último lance foi desfavorável: o gol de Gabriel. Motivado pelo triunfo parcial, o Bahia foi pro segundo tempo disposto a marcar mais um, mas aconteceu o empate. D'Alessandro perdeu dois gols contra Lomba, mas a falta batida por ele resultou no tento de Índio. O Tricolor foi pra cima para tentar derrubar Muriel, mas o Colorado ainda poderia ter virado. Só que Lomba defendeu um chinelaço de Fabrício e o cabeceio de Leandro Damião foi pra fora. Elas por elas.

Nada igual foi o acontecido no Olímpico. Com Zé Roberto estreando (e Fábio Aurélio vendo pela TV, já que o rompimento do ligamento do joelho na manhã de sábado tirou ele de todo este restante de temporada), o Grêmio parou em Giovanni, que cumpriu bem seu papel de futuro antecessor de Victor. Já no tempo primeiro aconteceu o único gol da noite - e nem precisava ter outro além desse, que foi lindíssimo, com dois chapéus de Bernard e arremate de primeira de Jô. Além de pouco fortes para mandantes, os gaúchos foram prejudicados na expulsão injusta de Anderson Pico. Mas isso não tira a justiça do triunfo do Atlético Mineiro, que acumulou várias estocadas ofensivas no tempo segundo. Marcelo Grohe foi bem, não passou por ele o resultado. O Galo tá que tá e é um dos líderes.

Passadas 7 rodadas, Atlético Mineiro e Vasco lideram com um ponto acima do Fluminense e dois a mais que o Cruzeiro. Com 12, Grêmio, São Paulo (o melhor paulista), Internacional e Flamengo são os outros com dois dígitos. Nos quatro últimos estão três paulistas, mas apenas o Santos preocupa mais, já que dedicado exclusivamente ao Campeonato Brasileiro. O Palmeiras ganhou estofo ao vencer a primeira e o Corinthians está com um jogo a menos. Quem apronta mesmo é o Atlético Goianiense, que ganhou apenas 2 pontos em 21 disputados - e detalhe: os 2 pontos ainda com Adílson Batista.

Rescaldo dos palpites I

Como diria o gari para Boris Casoy (risos), fui um lixo neste fim de semana com apenas 3 acertos: Fluminense, Atlético Mineiro e Flamengo. Meu consolo é que a maioria de vocês também foi mal...

5 acertos
Carlos Eduardo Sampaio Queiroz (1 exato: 1 x 1 em Salvador, Fluminense, Vasco, Flamengo e empate em São Paulo)
Nelson Jorge (1 exato: 1 x 1 em Salvador, Vasco, Flamengo, Palmeiras e empate em São Paulo)
Charles Tavares (Fluminense, São Paulo, Vasco, Flamengo e empate em São Paulo)
Gabriel Aguiar (Fluminense, Vasco, Flamengo, Palmeiras e empate em São Paulo)

4 acertos
Celso Luís Gallo (1 exato: 1 x 1 em Salvador, Vasco, Flamengo e Palmeiras)
Fernando Constâncio (1 exato: 2 x 0 Fluminense, Vasco, Sport e Palmeiras)
Anderson Costa, Clayton Moreira e Victor Faria (todos Fluminense, Vasco, Flamengo e empate em São Paulo)
Carlos Rodrigues (Fluminense, São Paulo, Atlético Mineiro e Flamengo)
Douglas Ernesto Fernandes Gonçalves (Fluminense, Vasco, Flamengo e Palmeiras)
Hugo Leonardo Souza Pinto (Fluminense, Vasco, Flamengo e empate em Salvador)

3 acertos
João Arruda (1 exato: 2 x 0 Fluminense, Vasco e Flamengo)
Alexandre Rodrigues Alves (Fluminense, São Paulo e Vasco)
Fernando Henrique França Gemignani e Natanael Felipe Rhoden (ambos Fluminense, Vasco e Flamengo)

2 acertos
Fernando Clemente (1 exato: 3 x 1 Palmeiras e São Paulo)

1 exato
Danilo Otoni (Flamengo)

O que vem por aí

Os co-líderes têm boas possibilidades de continuar assim por mais uma rodada. O Atlético recebe a Portuguesa em Minas e o Vasco vai a Florianópolis encarar o Figueirense. Em estádio a definir (mas não tá com cara que seja no Beira-Rio), o Cruzeiro vem à aldeia pampeana duelar contra o Internacional. Finalista da Libertadores, o Corinthians de ressaca boa ou ruim visitará o Sport, em partida que todos tínhamos que seria adiada, mas que até agora não foi remarcada. Finalistas da Copa do Brasil, os alviverdes permanecerão em SP após a primeira decisiva na quinta-feira e ambos são visitantes, o Coritiba diante do São Paulo e o Palmeiras contra a Ponte Preta. Mas o principal jogo da rodada não pode ser outro que não o Fla-Flu do centenário, só uma pena que não realizado no Maracanã.

Ah! Atenção, palpiteiros: a próxima rodada de chutes terá 11 partidas, que incluem a pendente da quarta-feira da semana que vem. Então, os jogos para vocês mandarem placares serão os dos dias 7, 8 e 11, com a conferência feita no dia 12, quinta-feira pós-final da Copa do Brasil. Eis o carnê: no sábado, Internacional x Cruzeiro, Botafogo x Bahia e Atlético Goianiense x Náutico; no domingo, Fluminense x Flamengo, Santos x Grêmio, São Paulo x Coritiba, Figueirense x Vasco, Sport x Corinthians, Ponte Preta x Palmeiras e Atlético Mineiro x Portuguesa; e na quarta, Corinthians x Botafogo.

Terminou a rodada da Série B

Vencer com tranquilidade não parece fazer parte do manual do Criciúma. Em partida parelha de oportunidades com o CRB, só conseguiu vazá-lo aos 30 da etapa final. E gol do Zé Carlos é artigo imperiosamente presente no manual do Criciúma, que nos acréscimos ficou bem pra valer com André Gava. Além do Tigre, os outros dois catarinenses entraram em campo no sábado. O Joinville empatou sem gols em partida sem vergonha diante do Boa Esporte. O segundo tempo, então... Saltar de um avião no Grand Canyon sem para-quedas era mais divertido. Já o Avaí foi dominado pelo Vitória, que deu uma de Criciúma ao dobrar apenas nos 15 minutos finais. Os baianos jogaram de preto e branco, sem o vermelho, retirado devido a uma campanha que promove a doação de sangue.

Já a dupla das araucárias não saiu dos empates. O Atlético estreou Jorginho na casamata, mas "oxou" com o Bragantino em jogo fraco. O Furacão chegou à quarta peleja consecutiva sem vencer. Já o Paraná igualou a primeira depois de três vitórias seguidas (na Bêzona do Brasil). Seu adversário, o São Caetano, não perde há 5 rodadas. Cada time fez um gol num tempo e acertou o poste no outro.

Após 8 rodadas, o Criciúma é líder isolado e têm 2 pontos a mais que os Américas de Natal e Mineiro. A 3 pontos deles está o Vitória, que livrou 4 pontos da concorrência. Lá embaixo, o Ipatinga soma apenas 4 pontos, mas em 21 disputados. E o Barueri, então? 2 pontos ganhos em 24 disputados. Nesse ritmo, será rebaixado com quase 10 rodadas de antecipação.

Rescaldo dos palpites II

Fui melhorzinho, mas mediano: 5 acertos e 1 exato (Ceará 2 x 1, Américas Mineiro e de Natal, Criciúma e empate em São Caetano do Sul). Os convivas se apresentaram assim:

7 acertos
Danilo Otoni (3 exatos: 1 x 0 América Mineiro, 2 x 0 Vitória, 0 x 0 em Paranaguá, América de Natal, ASA, Criciúma e empate em São Caetano)
Natanael Felipe Rhoden (3 exatos: 1 x 0 América de Natal, 2 x 0 Vitória, 1 x 1 em São Caetano, América Mineiro, Ceará, ASA e Criciúma)

6 acertos
Mateus Machado (1 exato: 1 x 0 América de Natal, América Mineiro, Ceará, ASA, Vitória e Criciúma)

5 acertos
Fernando Clemente (3 exatos: 1 x 1 em Goiânia, 1 x 0 América de Natal, 2 x 0 Vitória, Criciúma e empate em Paranaguá)
Carlos Eduardo Sampaio Queiroz (2 exatos: 2 x 1 Ceará, 2 x 0 Vitória, América Mineiro, América de Natal e Criciúma)
Charles Tavares (1 exato: 2 x 1 Ceará, América Mineiro, ASA, Vitória e Criciúma)
Nelson Jorge (1 exato: 1 x 0 América de Natal, América Mineiro, ASA, Vitória e Criciúma)

4 acertos
Alexandre Rodrigues Alves (2 exatos: 1 x 0 América de Natal, 2 x 0 Criciúma, América Mineiro e empate em Varginha)
Hugo Leonardo Souza Pinto (1 exato: 2 x 0 Vitória, América Mineiro, ASA e Criciúma)
Anderson Costa (América Mineiro, América de Natal, Vitória e Criciúma)

O que vem por aí

Mais uma rodada de semana completa. Amanhã, Guarani e Ipatinga promovem duelo de "6 pontos" da turma de baixo (sim, já entramos nesse estágio dos "6 pontos"). O líder Criciúma vai a campo na sexta-feira e visita um Ceará em ascensão. Os Américas atuarão no sábado, o Mineiro em casa contra o Atlético Paranaense e o de Natal visitando o CRB em embate de nordestinos.

Eis as 10 partidas para vossas senhorias arriscarem prognósticos: amanhã, Guarani x Ipatinga e Guaratinguetá x São Caetano; na sexta-feira, Ceará x Criciúma, Avaí x ASA e Joinville x Barueri; e no sábado, América Mineiro x Atlético Paranaense, ABC x Vitória, Bragantino x Goiás, CRB x América de Natal e Paraná x Boa Esporte.

Vamos pra Série C...

Alguns destaques da primeira rodada: Santa Cruz e Fortaleza apenas empataram em seus campos, respectivamente contra Guarany de Sobral e Águia. O Brasiliense perdeu pela contagem mínima para o Madureira e dois quatrilhos foram registrados: do mandante Vila Nova sobre o Oeste e do visitante Macaé no Caxias. Esta noite acontece a estreia do Paysandu, que recebe o Luverdense.

...e passemos pela Série D

Alguns destaques do fim de semana: o Remo se reabilitou ao tocar 4 do Penarol; um dos gols da vitória do Sousa diante do Itabaiana foi marcado por Esquerdinha (será que foi de direita?); o Feirense deu de 3 no Vitória da Conquista e Jaiminho anotou um deles (para evitar a fadiga); o Ceilândia derrotou o CENE e um dos tentos foi de (Roberto) Kabrine; o Friburguense superou o Volta Redonda com gol de Cadão (a versão extended remix do Cadinho de "Avenida Brasil"); o Cerâmica marcou 3 x 1 no Concórdia, cujo gol foi marcado por Xipote (considerações sobre tal nome?); e na partida entre gaúchos, o Juventude venceu o Brasil de Pelotas.

Ainda os Estaduais

O Parnahyba é finalista do Campeonato Piauiense após "oxar" com o 4 de Julho. Seu adversário sairá depois de amanhã e deve ser o Flamengo, que defenderá uma vantagem de 4 x 1 sobre o Comercial, que não parece credenciado a revertê-la após tomar 4 a nada do Sampaio Corrêa pela Série D.

Copa Libertadores Sub-20

O Corinthians acabou em terceiro lugar pois venceu a Unión Española por 2 x 1. O campeão foi o River Plate, bastando um lindo gol de Solari para superar o Defensor Sporting.

Campeonato Argentino

Resolvida a questão do descenso na Promoção. O San Lorenzo empatou com o Instituto e permanece na Série A pois tinha vencido o primeiro jogo. Já o Rosario Central "bateu na trave" empatou pela vez segunda com o San Martín de San Juan, que tinha a vantagem de dois empates e de igualdade no saldo de gols por já ser da divisão principal. Importante: foi a última temporada com Promoção pois agora tudo será direto e reto: cairão três da Série A e subirão três da Série B.

Curtinhas

*Schiavi e Roncaglia estarão no Boca Juniors que tentará vencer a Libertadores no Pacaembu. Seus contratos venceram, mas serão renovados hoje para acabar na quinta-feira. Quem não jogará é Cvitanich, não por castigo de Julio Cesar Falcioni pelo gol feito perdido na Bombonera, mas porque o Ajax só topa liberá-lo por mais alguns dias se os argentinos pagarem 50% dos direitos dele.

*Um painel de LED de alta definição estará na Arena Anhembi, onde até 30 mil torcedores do Corinthians que não puderem estar no Municipal de Sampa City poderão ver a decisão pagando 20 mangos.

*Sábado, o Santos homenageou seu ex-capitão Zito por 60 anos de atividades no clube. Jogador dele entre 1952 e 1967, disputou 727 partidas (57 gols) e é o terceiro a mais vezes defender a camisa alvinegra, perdendo somente para as 750 atuações e as 1.116 de Pelé. Muito justo. Homenagens sempre são muito legais. Feitas em vida são melhores ainda.

*Que nem falei no "Arremate" de ontem: Seedorf é uma ótima tacada do Botafogo enquanto jogada de marketing. Notório bom de bola que é, espero que responda bem às expectativas.

*Aconteceu no sábado o segundo jogo mais longo da história do Torneio de Wimbledon. Para ganhar de Sam Querrey por 3 sets a 2 (7/6 - 8/6, 6/4, 6/7 - 2/7, 6/7 - 3/7 e 17/15), Marin Cilic precisou de 5 horas e 31 minutos. Um tempaço pra burro? Com certeza. Mas perto das 11 horas e 5 minutos e do quinto set com 70/68 no triunfo de John Isner sobre Nicolas Mahut, parece até nadica de nada.

*Começa hoje o Pré-Olímpico Mundial Masculino, que definirá os últimos três participantes do basquete em Londres. Ontem, acabou o Pré-Olímpico Mundial Feminino. Nele, o Brasil soube seus dois últimos oponentes: França e Canadá, que se juntam à chave que, desde o sorteio, já tinha estabelecidos Austrália, Rússia e Reino Unido.

*Mesmo fazendo sua parte com 3 sets a 0 diante da Turquia, o Brasil foi vice-campeão do Grand Prix devido aos 3 x 0 dos Estados Unidos sobre a China. Nem era preciso as americanas perderem, mas sim que as chinesas ganhassem dois sets para o set average decidir a favor das nossas gurias. Mas elas mesmas provocaram isso com o início ruim desta fase final.

*Parabéns, parabéns e parabéns à ACBF, campeã mundial de futsal na noite de sábado ao bater o espanhol Inter Movistar por 4 x 1, mesmo placar pelo qual venceu os jogos anteriores. O Inter Movistar tentava o hexacampeonato. É o segundo título da equipe de Carlos Barbosa, este sob comando da FIFA e o de 2001 na fase pré-FIFA.

*Disse Rubens Barrichello no "Deu Olé!", da Band: os quatro melhores pilotos brasileiros da história do automobilismo são Ayrton Senna, Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet e... ele mesmo. Concordam?

E atenção, pessoas!

Chegou aquele momento de dar o pontapé inicial em um novo momento que se espera que seja muito bem sucedido: "Sintonia PB", antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Esta segunda-feira marca o início da Rádio Gaúcha de Santa Maria, sintonizada em FM 105,7 e que terá produção local em blocos regionais do "Gaúcha Hoje" (5h30 às 8h) e do "Chamada Geral" (11h às 12h), além da versão própria do "Super Sábado" (8h10 às 10h30) e dos boletins "Notícia na Hora Certa" e "Notícias da Região Central", de meia em meia hora.

*Desde hoje e por duas semanas, Mariana Gross apresenta o "Bom Dia Rio" da Globo. Neste período, Ana Luiza Guimarães cobre férias de Renata Vasconcellos no "Bom Dia Brasil". O mesmo quem faz tanto no noticiário nacional quanto no "Bom Dia São Paulo" é Monalisa Perrone, substituta de Carla Vilhena neste mesmo período. Só quem não tirou 15 dias de folga foi Chico Pinheiro, eh, eh, eh...

*Salvo alguma troca de última hora (e quem duvida disso?), nesta segunda-feira o "Record Notícias" (São Paulo) terá apenas 15 minutos e o "Tudo a Ver" (rede nacional) sai do ar pois começará uma pretensa "programação especial de férias", com "Pica-Pau" às 12h15 e "Todo Mundo Odeia o Chris" às 14h30. Chris Rock para todo o Brasil das 14h30 até 19h15. Gosto dele, mas assim é demais.

*Leio no Daniel Castro que a TV Cultura é a emissora que mostra mais conteúdo estrangeiro: 37%, segundo levantamento da Ancine (Agência Nacional do Cinema) com base na programação exibida pelos canais abertos em 2011. O SBT mostra 35% importado, a Globo 22%, a Bandeirantes 21%, a Record 20%, a MTV 14%, a TV Brasil 11%, RedeTV! e CNT 7% cada e a Gazeta de São Paulo nada. Um detalhe fundamental: o levantamento conta tudo quanto é tudo de programas, incluindo infomerciais e religiosos. Isso estabelece uma diferença tão grande da Cultura, por exemplo, pra CNT.

*Em termos segmentados, o levantamento apontou isso: a Record é a estação aberta com mais jornalismo (28%, contra 17% da Band e 16% da Globo); a MTV exibe 58% de grade musical; a Globo é quem mais mostra filmes (19%) e novelas (15%); o SBT têm mais espaços infantis (17%, contra 4% da Cultura); a Bandeirantes é quem mostra mais esportes (14%); e as maiores programações educativas são das emissoras públicas, mas não tanto assim (8% na Cultura e 7% na TV Brasil). Numa média geral, 83% das grades das TVs abertas é produzida no Brasil.

*Leio na Keila Jimenez que alguns diretores da Globo estão festejando a audiência fraca do "Encontro com Fátima Bernardes" na Grande São Paulo pois acham que era tolice abandonar a "TV Globinho". Seriam estes diretores sócios-fundadores do fã-clube "We Want Bob Esponja For President"?

*Leio no Flávio Ricco que o SBT estreia daqui a três quartas-feiras "O Maior Brasileiro de Todos os Tempos", em horário a definir. Carlos Nascimento apresentará o programa.

*Vencido pelo sono, não acompanhei a estreia do "Sábado Total" na RedeTV!. A julgar pelo relato do Maurício Stycer, devo dar graças a Deus por ter perdido. Duas frases de Gilberto Barros: "RedeTV!, a emissora que mais cresce no país, a caçula que vai comer as ultrapassadas, antigas TVs brasileiras, meu povo"; e "eu sou o cheiro e a cara do povo brasileiro". Mamãe...

*Triste: viram quem sofreu um derrame cerebral? Sylvia Kristel, a "Emmanuelle" do clássico filme erótico. Ela têm 59 anos e trata há 10 anos de um câncer de garganta.

*A saideira: na data de hoje, completa 15 anos a morte de James Stewart, um mito do cinema norte-americano. Vencedor do Oscar por "Núpcias do Escândalo", estrelou "A Felicidade Não Se Compra", filme obrigatório do Natal. James também participou de filmes de Alfred Hitchcock, como "Festim Diabólico", "Janela Indiscreta", "O Homem Que Sabia Demais" e "Um Corpo Que Cai". Outras obras com sua presença marcante são "Do Mundo Nada Se Leva", "A Mulher Faz o Homem", "O Maior Espetáculo da Terra", "Música e Lágrimas", "O Homem Que Matou o Facínora" e "A Conquista do Oeste".

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna, se eu não estiver na janela indiscreta observando o maior espetáculo de mulher.

Bela do Dia: Camila Dib

Camila Dib, apresentadora do bloco local do "Globo Esporte" na TV Centro América. Antes do Mato Grosso, esta bonita morena paulista de Assis começou na TV Grande Rio, afiliada da Rede Globo em Petrolina, em 2003. Um ano depois, ela começou a brilhar na TVCA.

Aviso aos navegantes (atualização das 20:20)

Excepcionalmente não pude publicar as mensagens dos leitores nesta segunda-feira devido a compromissos de última hora, muito importantes, que tive de cumprir e nem deu tempo de publicar mais cedo este aviso. Apenas agora voltei à Internet, mas estou ajustando as mensagens pendentes para publicá-las amanhã.

Participe pelo papodebola@gmail.com. Sua opinião será registrada nas próximas colunas.

Clipe do Dia

Somente neste fim de semana escutei não lembro em qual rádio, mas é boa demais: aqui está "I Loved You", lindo tema de Freddy Cole (irmão de Nat King), com Daniel Boaventura e Paula Fernandes.

Antes do Arremate...

...recomendo a quem não viu dar uma passadinha pela coluna deste domingo. Além do meu palpite furado na Eurocopa (risos), publiquei alguns "Momento Raridade Rara", como um espichadíssimo dos 5 anos da TV Record em Porto Alegre, um da estreia do "RBS Notícias" gaúcho na redação da emissora e outro com momentos marcantes da TV com Chico Xavier, cuja partida deste plano completou 10 anos no último sábado. Também registrei diversas efemérides da TV e do cinema neste domingo, como os 45 anos da loira Pamela Anderson e os 60 anos de Dan Aykroyd. Dito isto, fechemos tudo.

Arremate

Corinthians x Boca Juniors, Palmeiras x Coritiba e Fluminense x Flamengo. Que semana, pessoas!

"24 Horas" volta antes que estes grandes confrontos tenham início!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.

.

.


Confira as manchetes do Papo de Bola - o Site, o acompanhamento das rodadas de futebol e comentários diversos. Para ser mais um seguidor, clique aqui.
 
PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.