.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

28 de junho de 2012 - ANO 9, EDIÇÃO 290
Tudo em aberto, mas a Fiel gostou

A final da Copa Libertadores está resolvida depois de ontem? Nem em sonho. Tudo está em aberto e nada é impossível. Mas quem segura o ânimo corintiano depois de empatar como empatou?

Não foi uma boa partida. Fraca tecnicamente, teve um primeiro tempo horroroso. Dois times muito travados e que proporcionaram pouquíssimas boas oportunidades. Duas, a bem da verdade: um cabeceio dos argentinos para fora, logo no primeiro minuto, e um chinelaço de Paulinho defendido por Orion, aos 7 minutos. Fora isso, Danilo "se tropeçou-se" e perdeu um bolão na grande área aos 17, Santiago Silva foi bloqueado pela defesa quando seu voleio nem chegou no gol aos 34 e Chicão mandou nas nuvens uma preciosa cobrança de falta próxima da área aos 42 minutos. O Boca iniciou melhor e o Corinthians deu uma equilibrada depois de 15 minutos. Perto do intervalo, Jorge Henrique saiu acusando dores e Liedson entrou. Pensei que o faro de quem sempre foi artilheiro ajudasse.

Mas não ajudou. Liedson não fez nada que prestasse e o Corinthians levou 13 minutos para finalmente atacar no tempo segundo. No mais, só deu Boca, que perdeu aos 4 minutos um chute de bico do Riquelme, que assustou muito. Aos 15, fiquei com a impressão de ter havido pênalti para os paulistas pois foi muito forte o "chega pra lá" do Schiavi no Levezinho. Logo na sequência, Mouche bateu e só então Cássio fez sua primeira defesa importante. Sinal de que a pontaria argentina não estava lá essas coisas, por mais que tendo a seu favor a força da Bombonera. Schiavi cabeceou para fora um escanteio na sequência. Aos 27, o gol dos donos da casa - e a arbitragem errou de novo, aí ao não expulsar Chicão por colocar a mão na bola. Se não sai o 1 x 0, daria uma confusão tremenda.

Mas os xeneizes não souberam traduzir em gols o latente domínio na etapa final e castigados foram por isso. Valeu a estrela de Tite aos 37 minutos. Na "tática Jerry Lewis" (ou vai ou racha), ele foi de Romarinho. Sim, o guri fez os dois gols da virada sobre o Palmeiras. Mas quanto a mais ele poderia fazer em cerca de 10 voltas no relógio? Já na terceira ele respondeu. E foi um grande gol, iniciado na roubada de bola de Paulinho sobre Riquelme, o passe para Emerson dar um belo drible e servir de bandeja a Romarinho, que venceu Orion, deixou tudo igual e colocou o Timão muito no páreo. Mas não tinha acabado. Como não ver sorte de campeão quando, aos 45 minutos do segundo tempo, Viatri acerta o travessão e, sem goleiro e a centímetros do alvo, Cvitanich perde a sobra?

Repriso: nada está definido. Os dois times mostraram um futebol bem abaixo do esperado, sabemos que podem render mais. O Boca não é o Boca de outros tempos, mas nesta mesma temporada já fez mais e melhor. Continua muito candidato, copeiro que é. Não há saldo qualificado na decisão, logo, quem vencer no Municipal de Sampa City será campeão e qualquer empate - tanto faz se 0 x 0 ou 2 x 2 - levará à prorrogação, apenas depois dela vindo os pênaltis. Mas os últimos minutos em Buenos Aires dão total motivo para a Fiel acreditar que a conquista está muito próxima. 37 mil fãs no Pacaembu e muitos milhões mais vendo pela televisão, escutando pelo rádio ou corujando pela Internet devem saber que a missão é sofrida e peleadíssima. Mas não é assim mesmo cada final?

Um mês na vida de Romarinho

26 de maio. Bragança Paulista, segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Pouco mais de 600 pessoas estavam no Nabi Abi Chedid acompanhando Bragantino x Criciúma, jogo onde os catarinenses chegaram a abrir uma belíssima vantagem de 4 x 1, mas tomaram sufoco no final e ganharam por 4 x 3. Romarinho deixou o Massa Bruta aos 17 minutos do segundo tempo e não fez gol. Gol ele fez aos 34 da etapa final na estreia do Braga, no dia 18, nos 2 x 0 diante do CRB, no Rei Pelé, em Maceió.

27 de junho. Buenos Aires, primeiro jogo decisivo da Libertadores. Quase 50 mil fãs na Bombonera. Romarinho entra aos 37 do segundo e, 3 minutos depois, empata pro Corinthians contra o Boca.

Tem como não achar o futebol maravilhoso diante de situações como esta?

Campeãbilidade?

Muito se fala em Luiz Felipe Scolari, Vanderlei Luxemburgo, Muricy Ramalho e Mano Menezes. Mas Tite não é um treinador de currículo a ser desconsiderado. Não é tão exaltado quanto outros, mas está perto de fechar uma marca invejável: vencer quase todas as principais competições que um clube brasileiro pode vencer. A Copa do Brasil chegou em 2001 com o Grêmio. A Copa Sul-Americana veio em 2008 com o Internacional. O Campeonato Brasileiro foi ganho em 2011 com o Corinthians. Este ano, a Libertadores está próxima. Todas estas conquistas também tem a marca de Tite.

Um Maracanã com 200 mil seria pouco

Leio no "Painel FC" da Folha de S.Paulo: semana que vem, o jogo da volta pode ser transmitido em telões no Sambódromo do Anhembi para atender uma demanda maior de interessados em ver a final devido à limitação de lugares do Pacaembu. Além disso, não haveria restrição para a venda de bebidas alcoólicas. Por essas e outras que é o caso de se perguntar se não dava para mandar pra bem longe as desavenças com o São Paulo e jogar no Morumbi pelo único, puro, simples e exclusivo aspecto de abrigar mais de 60 mil torcedores. Ademais, as grandes festas alvinegras sempre foram lá.

E a divisão de base?

O Corinthians é o representante brasileiro que permanece na Libertadores Sub-20, tendo eliminado o Cerro Porteño nos pênaltis, com o goleiro Matheus brilhando ao defender duas cobranças. O América Mineiro poderia fazer a semifinal doméstica de hoje à noite, mas empatou no tempo normal e perdeu nos tiros livres a 11 passos da marca fatal para o River Plate. Mais cedo, o primeiro finalista será conhecido de Unión Española x Defensor Sporting.

Terça-feira teve Série B

Foi com um pouco mais de dificuldade além do imaginado, sem goleada ou algo assim, mas o América Mineiro confirmou a lógica e ganhou com gol de Thiaguinho, que vamos cuidar se será bem sucedido no futebol como foi junto com o Exaltasamba (risos). O Barueri, continuando neste ritmo, será decretado rebaixado com umas 10 rodadas de antecipação. Em 24 pontos disputados, somou apenas 2. Eu disse um, dois e mais nada. Vou até dar uma pesquisada para ver se alguém mais foi tão horroroso no mesmo período com a Bêzona neste formato. Duvido com "DU" de "Dudu".

Enquanto isso, da série "as traições à lógica do futebol": depois de levar 3 x 0 do Vitória e partir para uma histórica virada por 4 x 3, o Goiás novamente atuou diante de sua gente, mas somente empatou com o Guaratinguetá, um dos últimos colocados. Como é que o mesmo time têm forças para revirar de 0 x 3 para 4 x 3, mas empata com um dos piores do campeonato? É duro de sacar!

Já o Ceará engatou uma boa fase mesmo. Derrotando um Ipatinga que perdeu as últimas cinco e que enfrenta problemas de atraso salarial, chegou às quatro partidas de invencibilidade e, dos últimos 12 pontos disputados, venceu 10. O começo do Vozão tinha sido desastroso, mas a reabilitação é excelente. Ganhar fora de casa pela primeira vez é um passo adiante muito bem vindo.

Enquanto isso, o Paraná deu uma embalada não só na Série B do Brasil, mas também na Série Prata do Estado. Trincando o zerado Grecal, continua com 100% no segundo turno (5 vitórias em 5 jogos) e apenas conta as horas para confirmar o retorno à divisão principal.

Acabou a fonte de gols?

Agora a Eurocopa virou a "Eurocopa do zero", é? Não bastou Itália x Inglaterra? Espanha e Portugal não fizeram um bom jogo. Poucas oportunidades de gol e os goleiros não fizeram grandes defesas, a não ser uma realmente importante do Rui Patrício, já na prorrogação, vencendo a batida de Iniesta. Nos tiros livres a 11 passos da marca fatal, cada arqueiro pegou uma cobrança, mas o disparo de Bruno no travessão foi devidamente castigado pela finalização acertada de Fàbregas.

A Fúria, que não leva gol em mata-ou-morre desde a França, nas oitavas da Copa do Mundo de 2006, está na decisão. Logo mais, espera por Alemanha ou Itália para saber com quem decidirá o título no domingo.

Curtinhas

*O Palmeiras queria a partida contra a Ponte Preta para depois da final da Copa do Brasil, mas o máximo que a CBF fez foi adiá-la de sábado para domingo na mesma semana que vem. Acho que aí entra direitinho a história de dois pesos e duas medidas. O Corinthians pediu um adiamento prolongado e levou. O Palmeiras quis e não levou. Pra Libertadores vale e para a Copa do Brasil não?

*Demitido pelo São Paulo, Emerson Leão foi o quinto treinador do clube nos últimos três anos. Juvenal Juvêncio é um negócio impressionante. O homem conseguiu esculhambar com o Tricolor.

*Não bastasse os pontos cegos no Independência, a BWA agora proibiu faixas e bandeiras de grande porte nos anéis superior e intermediário, sob alegação de "evitar eventual prejuízo à visibilidade, bem como possibilitar a instalação de futuros painéis publicitários". Não dá vontade de mandar um povo sem noção desses caçar lagartixas no meio de um labirinto? Ô gente chata pra burro, tchê!

*Saraiva chegou ao Sport, que tá na base da tolerância zero. Contando a "limpa" de dias atrás com a realizada ontem, são 12 jogadores dispensados. Juntando tudo em um montão: saíram os beques Wagner Silva, César e Montoya, os laterais Thiaguinho, Diogo Goiano e Julinho, os volantes Germano, Diogo Oliveira e Hamilton, os meias Jackson e Anderson Paraíba e os atacantes Jael e Jheimy. Eita!

*Depois de uma confusão tremenda, acabou que Jorginho é mesmo o novo treinador do Atlético Paranaense. "Cantinflas" sucederá Ricardo Drubscky, que continua na comissão técnica. Agora vai?

*Enquanto isso, bastou levar 4 x 2 do Vilhena para o Remo mandar o treinador Flávio Lopes para o olho da rua. Rapidez define.

*24 pontos jogados e 23 perdidos. Leio no GloboEsporte.com que, ruim dos ruins na segunda (quarta) divisão do Campeonato Paulista, o Clube Atlético Taquaritinga foi apelidado de "IbisCAT". Só falta a musa do time ser a Suellen de "Avenida Brasil". Não faria sentido? Biscate como musa do IbisCAT.

*Quinta-feira da semana que vem é quando serão anunciados os 18 jogadores do futebol masculino do Brasil para a Olimpíada de Londres. Um dia antes, saem as 18 jogadoras do time feminino.

*Leio no Lauro Jardim que, a partir de julho, o novo presidente do STJD será Flávio Zveiter. Não, o sobrenome não é coincidência. O homem é filho de vocês imaginam bem quem.

*Bert van Marwijk não é mais treinador da Holanda. Alguém imaginaria um fim diferente, tendo a Laranja obtido o ridículo desempenho de 3 derrotas em 3 jogos nesta Eurocopa?

*Jade Barbosa está fora dos Jogos de Londres. Ela não quis assinar um termo de compromisso obrigatório e não integrará a equipe brasileira na ginástica artística. Que puxa...

*A lista dos participantes do tênis na Olimpíada terá Thomaz Bellucci, incluído por um convite da Federação Internacional. Não ganhará a medalha de ouro, mas melhor estar presente do que não estar.

*Na manhã de hoje, o Brasil voltará à quadra pela fase final do Grand Prix ao duelar contra a anfitriã China. Espero que não dê mais desligadas como as que resultaram nos 3 x 2 para os EUA. (Atualização das 10:30: já deu uma melhorada, pois as brasileiras bateram as chinesas por 3 sets a 1)

Elo entre ditadura e CBF

Nesta quarta-feira, completou 75 anos o nascimento de Vladimir Herzog. Natural de Osijek, na então Iugoslávia, veio com seus pais para o Brasil durante a Segunda Guerra Mundial. Jornalista a partir dos anos 60, ingressou no jornal O Estado de S.Paulo. Na década de 70 ele assumiu a direção de jornalismo da TV Cultura de São Paulo. Combatente da ditadura militar, morreu por causa de sua convicção. Em 25 de outubro de 1975, Vladimir foi morto em uma sessão de tortura praticada por agentes do DOI-CODI, mas a versão oficial foi de suicídio. A sociedade brasileira não a engoliu e protestou. Foi um acontecimento divisor de águas na luta contra a ditadura. Em 27 de outubro de 1978, a Justiça condenou a União pelas torturas e pela morte de Vlado (seu nome de batismo).

E o que tem a ver Vladimir Herzog com o futebol brasileiro atual? Juca Kfouri publicou aqui um elo: dos arquivos do Diário Oficial do Estado de São Paulo em 9 de outubro de 1975, os depoimentos dados na Assembleia Legislativa pelo então deputado estadual José Maria Marin, que o jornalista afirma terem colaborado para a prisão, tortura e morte de Vladimir por engrossarem um coro sobre uma célula comunista no jornalismo da TV Cultura. Em um dos depoimentos, Marin elogiou Sérgio Paranhos Fleury, delegado do DOPS e torturador. Os apartes ao companheiro de ARENA e ex-presidente corintiano Wadih Helu fazem, segundo o pai do André, com que Dilma Rousseff não receba o atual presidente da CBF pois, mesmo que ela diga não odiá-lo, não perdoa e nem esquece isso.

E atenção, pessoas!

Chegou aquele momento de diagnosticar ex-colegas após um zumzumzum surgido nos boletins cibernéticos: "Sintonia PB", antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Postou Milton Neves no Twitter: "E a briga das apresentadoras Roberta Piza e Carla Cecato na Rede Record? Roberta é doce e Cecato uma grande máscara e mala. Conheci as duas lá."

*Desde terça-feira, Chris Flores não tem apresentado o "Hoje em Dia". Afirma a Record que ela teve um mal-estar e que precisará reduzir sua rotina de trabalho, mantendo apenas algumas gravações pré-agendadas. Desculpa esfarrapada pois tá nítido que isso foi consequência do desconfortável reencontro com Ana Hickmann na segunda-feira. Li no blog da Janaína Nunes que Chris foi impedida pela Record de fazer o programa na terça e, enquanto o acompanhava do camarim, teve uma crise de choro quando ouviu no ar que estava fora da atração por gravar uma externa, por isso caindo sua pressão arterial a ponto dela ser socorrida e deixar a emissora de cadeira de rodas. Muito lamentável! Ontem, quem completou o time de apresentadores do "Hoje em Dia" foi Tina Roma.

*Leio nos sites e nas colunas que, terça e quarta-feira, o "Encontro com Fátima Bernardes" já levou a Globo a ficar atrás do SBT, enquanto a Record tem baixado dia após dia seu índice. São Paulo é a terra das crianças. Elas é que comandam o controle remoto dos canais abertos durante o "Bom Dia e Cia.". Vida dura para "Fatinha", como agora todos a chamarão por causa da Sandra Annenberg. Li na Keila Jimenez que o diretor geral da Globo, Octávio Florisbal, disse durante o Encontro de Mídias que só deu uma olhadinha na estreia do "Encontro" e que precisa de retoques e mais reportagens.

*Enquanto isso, Ricardo Feltrin publicou afirmações de profissionais não identificados da emissora, que reclamaram de favorecimento ao "Encontro", afirmando que o programa onde esta pessoa trabalha precisa passar por um parto para conseguir participações de algumas estrelas da casa, mas que basta Fátima Bernardes estalar os dedos e pronto. No fórum do NaTelinha, ficou a impressão para muita gente de que comentários como esse vieram de produtores do "Mais Você".

*Leio no UOL que uma jornalista da equipe do "Profissão Repórter", da Globo, chorou na porta de La Bombonera enquanto era retirada pela polícia argentina dos arredores do local da final da Libertadores. Motivo: ela chegou atrasada e ficou sem sua credencial para entrar no estádio pois o responsável pela distribuição das credenciais já tinha saído. Aí complica.

*Leio no Daniel Castro que a superintendente artística da RedeTV!, Mônica Pimentel, negou que o "Saturday Night Live" deixe de ter anfitriões convidados, tanto que no próximo domingo esta será Marília Gabriela.

*Nesta quinta-feira, completa seu primeiro ano de exibição o "Agora é Tarde", do Danilo Gentili, na Bandeirantes.

*Leio no Flávio Ricco que vem aí dramaturgia local na TV Tribuna. A afiliada da Globo no Litoral de SP está gravando a série de sete episódios "Amores Santistas", que homenageia a cidade de Santos. Rodrigo Bernardo dirige um elenco composto por Thaís Pacholek (a linda loira de novelas do SBT), Warley Santana (ex-"CQC"), Fernanda Young, Paola Rodrigues, Paulo Vilhena, Thaila Ayala, Oscar Magrini e Patrícia (sra. Mauro) Naves. Como os conteúdos da Tribuna são publicados pelo Globo TV, acredito que por lá poderão aqueles fora da Baixada Santista acompanhar esta produção.

*Se não tivesse falecido em 2005, de causas naturais, completaria 80 anos nesta quinta-feira Pat Morita, o norte-americano filho de imigrantes japoneses, que para os oitentistas está marcado para sempre pelo Sr. Miyagi dos quatro filmes "Karatê Kid" (os três primeiros com Ralph Macchio e o último com Hillary Swank).

*A saideira é triste pelo falecimento na terça-feira, aos 71 anos, de uma pneumonia aguda decorrente da leucemia, de Nora Ephron. Vários filmes dos anos 80, 90 e 2000 tiveram sua marca positiva, uns como roteirista (como "Silkwood: o Retrato de uma Coragem", "A Díficil Arte de Amar", "Harry e Sally: Feitos Um Para o Outro" e "Meu Pequeno Paraíso") e outros como roteirista e também diretora (como "Sintonia de Amor", "Michael: Anjo e Sedutor", "Mensagem Pra Você", "A Feiticeira" e "Julie & Julia"). Uma perda para ser muito lamentada por quem gosta do puro entretenimento.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna, se eu não for ao paraíso com um anjo chamado Julia, feitos um para o outro que fomos.

Bela do Dia: Ana Carolina Abar

Ana Carolina Abar, correspondente da Globo News na Inglaterra. Um dos bons atrativos do "Estúdio i", da Maria Beltrão, é ver as novas da terra da Elizabeth com o charme da Ana.

"Rádio PB"

Podcast inédito que escutam aqui registra os 35 anos completados nesta quarta-feira por Raúl Gonzalez, eterno craque do Real Madrid e que nos dois últimos anos defensor da camisa do Schalke 04. Sambei legal ao traduzir com a ajuda do Google Tradutor um artigo em espanhol que encontrei sobre o atacante espanhol (e isso é nítido no áudio), mas valeu o esforço para dar uma encorpada nele.

Convivas

"Emerson Leão não é o maior culpado da situação do São Paulo, mas também teve sua responsabilidade ao não fazer do time mais seguro na defesa, mesmo com as poucas e limitadas peças do elenco neste setor. O problema maior é a mentalidade da sua diretoria, que precisa ter alguém que realmente conheça de futebol para discuti-lo com Juvenal Juvêncio, que manda e desmanda com uma soberba incrível e muitas vezes erra. A entrevista em que se disse vitorioso, entre outras coisas, mostra que ele está no mundo da lua. Para novo técnico, Ney Franco seria um bom nome novo, desde que lhe deem tempo para trabalhar. Se for para investir no lugar comum, Muricy Ramalho deve ser levado em conta para um Brasileirão de pontos corridos, mesmo com todas as críticas que faço ao estilo de jogo amarrado de suas equipes. Levir Culpi também tem qualidades, mas está fora do Brasil há muito tempo e não sei como seria um trabalho seu atualmente. *** Recorrendo aos apresentadores antigos do 'Hoje em Dia', a Record mostra que sentiu o golpe da Fátima Bernardes na manhã. Uma emissora que diz pretender ser líder não pode se importar tanto com a concorrência e tem de fazer o seu com competência - o que a Record não faz -, ao invés de trocar a programação a qualquer mudança de seus concorrentes. *** Lorne Michaels estava de porre quando assinou o contrato da franquia do 'Saturday Night Live' com a RedeTV!?" (Alexandre Rodrigues Alves)
A caipirinha que ele bebeu não desceu bem e causou um revertério na cachola dele, deve ter sido isso.

"Caramba! A caixa d'água aqui em casa arrebentou. Foi uma molhadeira só, inundou toda a área de serviço! Não houve jeito: tive que secar a noite toda! Terá valido a pena? *** Palpite: ganhando ou perdendo, na próxima quarta-feira não vai ter 'Gabriela'. Por mim, tanto faz! Minha paciência com a série já acabou mesmo! *** Se numa pesquisa perguntassem aos palmeirenses se, no caso de terem que escolher uma coisa só entre o título do Palmeiras na Copa do Brasil ou o malogro do Corinthians na Libertadores, palavra de honra que não sei qual seria o resultado. *** Passada a curiosidade inicial, parece que muita gente que prestigiou no primeiro dia não topou um novo 'Encontro com Fátima Bernardes'. Me incluo entre os tais. Nada contra 'Fatinha', mas única e exclusivamente porque eu estava a milhão na manhã desta terça, sem condições de dar atenção ao que quer que fosse na TV. Da mesma forma que eu não voltei, muitos também não voltaram. Até valia acompanhar pela Fátima, mas o conjunto da obra me pareceu meio inadequado: cenário em tons escuros demais para um programa matutino e participações meio bobocas de Marcos Veras e Victor Sarro. De resto, ela podia bem passar sem tomar calor dos desenhos do SBT. Macaquinhos no sótão dão é nisso! E só lembro de dois casos que deram certo 100% logo no início: 'Renascer', cujos primeiros quatro capítulos merecem figurar em qualquer antologia da TV brasileira; e Milton Nascimento, cujo primeiro sucesso foi simplesmente 'Travessia', e nada mais precisa ser dito. *** Das músicas do Gilberto Gil que você indicou, com uma pegada mais pop nitidamente adequada ao teu gosto pessoal, 'Esperando na Janela' tocou tanto na época que passei a detestar e 'Estrela' eu também não gosto muito pois tem um ar meio brega com aqueles tecladinhos. As músicas dele que mais me dizem pessoalmente são 'Retiros Espirituais' e 'Preciso Aprender a Só Ser', com bela melodia e uma letra que é um tremendo toque para todos nós quando, por desventura, nos vemos atrapalhados por problemas comezinhos." (Clayton Moreira)

"Não entendeu a pergunta porque a fiz de forma equivocada. Eu quis perguntar se é a primeira vez que dois times mineiros estão em 1º e 2º no Brasileirão." (Hugo Leonardo Souza Pinto)
Provavelmente sim, mas não quero afirmar sem ter certeza.

"A única coisa brilhante na final da Libertadores foi a festa estonteante da torcida do Boca Juniors, gritando loucamente durante todo o jogo. Em campo, duas equipes medrosas, nervosas e tediosas de serem assistidas. Tecnicamente foi um jogo sofrível, mas muito tenso, malicioso e catimbado. É uma várzea e uma boçalidade a Conmebol mudar o regulamento com a competição em andamento. Fazer valer o gol qualificado durante todo o torneio, menos na final, é patético. O empate foi justo e talvez fosse melhor sem gols devido à inapetência dos times. O Corinthians aumentou suas chances pois jogará em casa e tem tudo para ser campeão invicto. *** Torço para a Espanha ser bicampeã da Eurocopa. Então, seu futebol outrora tão elogiado, canonizado, tornado referência e que mereceu reverência dos amantes do futebol se tornou chato? Que incongruência, não? Foi difícil, mas os espanhóis passaram por um Portugal mediano e mal armado taticamente por Paulo Bento. Depender da individualidade de Cristiano Ronaldo, que em jogos agudos às vezes acaba sumindo, é complicado. Alternativas precisam ser buscadas por este fraco treinador, que chegou ao comando da seleção sem nenhuma credencial pois não possui trabalhos sólidos para tanto. Vicente Del Bosque inventou e deu uma de Professor Pardal ao escalar o canhestro Negredo, que sequer deveria ser convocado e atrapalhou muito a equipe pois não teve profundidade e audácia no setor ofensivo. Além disso, Xabi Alonso pouco chegou ao ataque e David Silva e Xavi não jogaram bulhufas. Puyol faz falta. Não que Piqué e Sérgio Ramos estejam mal, mas com ele no elenco, o péssimo Arbeloa deixaria o time e Ramos jogaria na direita, dando melhor opção no apoio e consistência na defesa." (Romário Henderson)

"Em relação à discussão da TV analógica e digital, não mudou nada pois o instrumento que era comentado que teríamos nos aparelhos é pouco discutido, que é a opção do telespectador assistir entre dois e quatro canais ao mesmo tempo. TV digital só para assistir com a imagem melhor é pouco e só serve para dizer que o telespectador se preocupa, neste assunto, só com a aparência da imagem e não com a pluralidade." (Weliton Torres Costa)

Participe pelo papodebola@gmail.com. Sua opinião será registrada nas próximas colunas.

Clipe do Dia

A canção que destaco hoje tem elo com a partida na Bombonera, mais especificamente com um grande texto de Mauro Beting. Leem aqui o colunista do Lance! tirar leite de pedra com grande habilidade, nada estranha para quem acompanha seu ótimo trabalho. De um jogo que todos diriam ser nota 3 se não tivesse o "peso triplo" que teve por abrir a finalíssima da Libertadores, Joelmir Júnior extraiu um texto belíssimo que pegou carona na linda composição de Renato Teixeira. Texto para ser lido com este som aqui: "Romaria", interpretado ao vivo por Elis Regina em Lisboa, em 1978.

Arremate

Um amável pedido a boquenses e corintianos: dê o que der no fim, procurem atacar um pouco mais, sim?

"24 Horas" espera voltar antes de uma final mais agitada como se espera que seja uma final!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia").

E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.

.

.


Confira as manchetes do Papo de Bola - o Site, o acompanhamento das rodadas de futebol e comentários diversos. Para ser mais um seguidor, clique aqui.
 
PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.