.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

29 de abril de 2012 - ANO 9, EDIÇÃO 235
O Coelho será centenário amanhã

Será um aniversário completamente feliz ou amargo? Certo é que, finalista ou não do Campeonato Mineiro, o América Futebol Clube comemorará nesta segunda-feira seus 100 anos de existência.

Fundado em 30 de abril de 1912, é um dos dois únicos clubes do Brasil a conquistar 10 vezes consecutivas o título estadual, entre 1916 e 1925. Além do Coelho em Minas Gerais, somente o ABC no Rio Grande do Norte atingiu tal feito. É curioso que, depois do decacampeonato, o América só ganhou mais cinco vezes o Mineiro: 1948, 1957, 1971, 1993 e 2001. No princípio, foi ele o grande inimigo do Atlético em Belo Horizonte. Mas surgiu o Cruzeiro e, a partir do time de Tostão e cia., o cenário mudou e hoje a rivalidade maior é entre Galo e Raposa, com o Coelho em um segundo plano.

As outras conquistas do América estão concentradas nos últimos 15 anos. Em 1997, venceu a Série B do Campeonato Brasileiro. Em 2000, venceu a Copa Sul/Minas. Chegou até mesmo a ganhar o Módulo II de Minas, em 2008. E um ano depois, faturou a Série C do Brasileirão. Na base, o Coelho tem como títulos de destaque a Copa São Paulo de 1996, a Taça Belo Horizonte de 2000 e o Brasileiro Sub-20 de 2011 - possui, portanto, taças das três principais competições de juniores do Brasil.

É isso. Com o Independência de volta na última quarta-feira e completando 100 anos nesta segunda-feira, o América espera dias melhores e que um novo tempo vitorioso seja escrito. A saber se o ano do centenário será marcado por uma final estadual e eventual título ou se o grande objetivo será mesmo apenas a busca pelo acesso à Série A do Brasileiro.

Centenário o United já é há uma década

O sábado marcou os 110 anos de um dos maiores clubes de futebol do planeta: o Manchester United, cuja partida deste fim de semana pelo Campeonato Inglês é apenas nesta segunda-feira, no clássico contra o City. Há dois United: AF e DF. Falemos primeiro do AF, que não foi a potência dos tempos atuais e teve como grande momento o time conhecido por "Busby Babes", treinado por Matt Busby, que sofreu um grande baque em 1958, quando oito jogadores morreram na tragédia de Munique durante o retorno de Belgrado, onde haviam ganho do Estrela Vermelha, pela Copa dos Campeões da Europa. O United foi o primeiro clube da Inglaterra a ganhar este torneio, em 1968, contra o Benfica, com 1 x 1 no tempo normal e três gols marcados e nenhum sofrido na prorrogação.

Falamos do AF. Agora vem o DF - e explico: Antes de Ferguson e Depois de Ferguson. Após dirigir a Escócia na Copa do Mundo de 1986, Alex Ferguson passou a treinar os Diabos Vermelhos de Manchester. O clube mudou da água para o vinho e passou a empilhar conquistas. Só do Campeonato Inglês foram 12 das 19 totais (e todas estas 12 somente a partir de 1992/1993). Das 11 Copas da Inglaterra, 5 são deste período. Das 19 Supercopas da Inglaterra, 10 são com Ferguson no comando. E na gestão dele, vieram as quatro Copas da Liga Inglesa. Some a isso uma Supercopa da Europa, uma Recopa Europeia e, tanto em 1999 quanto em 2008, a Liga dos Campeões da UEFA e o título mundial (o Intercontinental em 99 e o Mundial da FIFA em 08).

A união de Sir Ferguson e Manchester United foi decisiva para, neste quarto de século, um clube mediano passar a ser um dos principais do mundo. É desta fase que vem o jogador mais atuante no time vermelho: Ryan Giggs, com 907 participações. Porém, o maior goleador ainda é DF: Bobby Charlton, 249 proezas entre 1954 e 1973. Isso tudo já basta para uma história majestosa desta agremiação da nação da Rainha Elizabeth. E muito mais vem por aí pois os Red Devils não param de ganhar títulos ou ao menos sempre disputá-los até o fim, seja em Old Trafford ou fora dele.

O tempo passa, Daniel

Um dos grandes atores do cinema nas últimas três décadas, o inglês Daniel Day-Lewis completa hoje 55 anos. Seu primeiro grande papel no cinema foi em 1985, em "Minha Adorável Lavanderia". Mas a popularidade chegaria em 1989, com "Meu Pé Esquerdo", que rendeu o Oscar de ator. Após um tempo fora das telinhas, emendou três produções em dois anos: "O Último dos Moicanos", "A Época da Inocência" e "Em Nome do Pai". Por este último, foi indicado ao Oscar. Nos 9 anos seguintes, Daniel fez apenas dois filmes: "As Bruxas de Salém" e "O Lutador", respectivamente em 1996 e 1997. Seu retorno em grande estilo se daria apenas em 2002, com "Gangues de Nova York", pelo qual foi indicado ao Oscar. Este foi vencido novamente cinco anos mais tarde, por "Sangue Negro".

Bela do Dia: Helena Calil

Helena Calil, repórter do Fox Sports. Esta moça bonita é mais um motivo excelente para torcermos juntos, não?

Aviso aos navegantes

Mensagens enviadas neste sábado juntarei às remetidas durante o domingo para publicação nesta segunda-feira. Participem que todos os leitores são bem-vindos.

Participe pelo papodebola@gmail.com. Sua opinião será registrada nas próximas colunas.

Clipe do Dia

Volta e meia eu digo que não sei tudo de tudo sobre todos, embora muitos leitores não acreditem. Assim é com os esportes e assim é com outros assuntos por esta "24 Horas" destacado, a música entre eles. Quando fui pesquisar as efemérides de 29 de abril, vi que estava o nascimento de Tammi Terrell em 1945. A vida toda escuto canções desta cantora com Marvin Gaye feitas nos anos 60, canções que são uma delícia pela união espetacular de duas vozes maravilhosas da música negra norte-americana. Mas apenas agora, ao ver um histórico dela, soube do fim trágico de sua vida, com apenas 25 anos, de um tumor cerebral maligno e tão forte que nem oito operações conseguiram conter. É gozado pois isso aconteceu há quatro décadas, mas me deixou muito chateado, tanto quanto fico ao lembrar que Marvin morreu assassinado pelo próprio pai, em 1984. Bom, vamos recordar os ótimos Marvin Gaye e Tammi Terrell nesta belezura romântica aqui: "Your Precious Love".

Arremate

Depois de um sábado de obviedades nos Estaduais, cuidemos se assim será também neste domingo.

"24 Horas" voltará passando a limpo a rodada deste fim de semana!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia"), colunista do NaTelinha e apresentador da webrádio Voz do Futebol.

E-MAIL: papodebola@gmail.com

ACESSE TAMBÉM:
Na Telinha | Voz do Futebol

LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.

.

.


Confira as manchetes do Papo de Bola - o Site, o acompanhamento das rodadas de futebol e comentários diversos. Para ser mais um seguidor, clique aqui.
 
PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.