.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

25 de março de 2012 - ANO 9, EDIÇÃO 203
Lembranças pós-partida

Veem aqui (postada por muitoalemjr) a chamada da reprise especial que a "Escolinha do Professor Raimundo" terá amanhã, 11h30, na Rede Globo. Esse que é o brabo: precisou Chico Anysio morrer para recolocarem ele em papel de destaque como não fizeram nos últimos anos. Pena! Mas quer saber? Tomara que arrebente de audiência esta reprise a ponto da Globo ter que reprisá-la de segunda a sexta neste horário. Seria muito bom até para provar que produções mais antigas tem potencial de alcance e, principalmente, interesse do público. É lógico que para um tira-teima mais justo seria necessário fazê-lo com Chico ainda vivo, mas não tenho dúvidas que o resultado seria igualmente positivo pois o que tem qualidade sobrevive ao tempo e é campeão de audiência.

A eterna polêmica

Pesquisa da Pluri Consultoria, divulgada na última semana, buscou saber o time de coração dos brasileiros com base em 10.545 entrevistas feitas em 144 cidades do país durante o mês de janeiro, cada pessoa podendo apontar somente um time pelo qual torcia. O resultado apontou o Flamengo em primeiro com 15% (proporção de 29,2 milhões de fãs), seguido do Corinthians com 13% (25,1 milhões), mais atrás o São Paulo com 8% (16,2 milhões), em seguida o Palmeiras com 6% (12,3 milhões) e, fechando os cinco primeiros, o Vasco com 5% (8,8 milhões).

Grêmio, Cruzeiro, Internacional e Santos estão na casa dos 3% e o Atlético Mineiro com 2%, fechando os 10 primeiros. O pessoal do 1% traz Botafogo, Fluminense, Bahia, Sport, Vitória, Santa Cruz, Atlético Paranaense, Coritiba e Ceará. A casa dos décimos apresenta Fortaleza, Náutico, Goiás, Vila Nova, Avaí, Figueirense, Atlético Goianiense, Paraná, Guarani, Ponte Preta e Portuguesa. Outros times somados receberam 9,1% (proporção de 5 milhões de pessoas) e nenhum time foi votado por 40,9% (21 milhões).

Acho este um parâmetro bacana pois o número de entrevistados - 10 mil - é mais ou menos razoável. Porém, contudo, todavia, entretanto, sabem o que eu ainda gostaria de ver? Um censo anual das torcidas, feito sempre no primeiro mês, com no mínimo 1 milhão de entrevistas. "Ah, mas isso é impossível", alguém dirá. Não é, não. Junta todos os institutos de pesquisa e consultoria deste país e põe para trabalhar nas ruas. Põe até os presidentes e os secretários diretos do Ibope, do DataFolha, do Vox Populi e de sei lá eu mais quem! O termômetro teria ainda mais valor.

Clássico centenário

Até as duas expulsões, a primeira meia hora do derby campineiro do centenário tinha sido uma lástima, marcada apenas por um pênalti inexistente que a Ponte Preta desperdiçou. Depois das duas expulsões, parece que as equipes se conscientizaram que tinham de jogar mais e arriscar mais. O segundo tempo foi movimentado e a Ponte saiu na frente em gol polêmico (o impedido fora do lance atrapalhou ou não o goleiro?), com o Guarani empatando em pênalti existente na troca do sinal amarelo para vermelho. Chegamos aos 62 empates na história do clássico, contra 60 triunfos e 248 gols alvinegros, 65 e 255 gols sucessos alviverdes e um resultado desconhecido: justamente o do primeiro derby, que precisamente neste sábado completou 100 anos. Infelizmente não há registros históricos do resultado. Ponte Preta x Guarani é o quarto clássico mais antigo do Brasil, perdendo para Botafogo x Fluminense (1905), Gre-Nal (1909) e Náutico x Sport (1909, uma semana depois).

Testaços dourados

Uma personalidade marcante do Corinthians morria há exatos 15 anos completados neste domingo: Baltazar "Cabecinha de Ouro". Mas ele não tinha Baltazar no nome e sim Oswaldo Silva. Estreado profissionalmente no Jabaquara em 1944, chegou ao Corinthians no ano seguinte e ali permaneceu por 12 anos, ganhando os títulos paulistas de 1951, 1952 e 1954, além dos RJ/SP de 1950, 1953 e 1954. Tornado marchinha por Alfredo Borba, disputou as Copas do Mundo de 1950 e 1954, mas foi vencedor do Campeonato Pan-Americano de 1952.

Trintão em busca de afirmação

Quem não comemorará seu aniversário dentro de campo é Alex, que hoje completa 30 anos. Machucado, é desfalque do Corinthians contra o Palmeiras esta tarde. Ele ainda está longe de ser no Timão a unanimidade que foi no Internacional, ao qual chegou em 2004 após três anos no Guarani e onde empilhou títulos: três Gaúchos (2004, 2005 e 2008), a Libertadores e o Mundial em 2006, a Recopa Sul-Americana em 2007 e a Copa Sul-Americana em 2008. Venceu o Campeonato Brasileiro no ano passado, mas ainda sofre contestações. Que Alex tenha boa sorte pois é um jogador valoroso.

Cinquentona muito charmosa

Uma bonitona de "Desperate Housewives" completa 50 anos neste domingo: Marcia Cross, a ruivona Bree. Antes de notabilizar-se neste grande seriado dos anos 2000, ela atuou por cinco anos em outra produção que rendeu bastante: "Melrose", dos anos 90.

Família da dramaturgia

Diretor de "Redenção", a novela mais longa de todos os tempos da TV brasileira (596 capítulos entre 1966 e 1968 na TV Excelsior), Reynaldo Boury completa hoje 80 anos. Ao longo da carreira, ele dirigiu um sem-número de produções na TV Globo e, no ano passado, trabalhou em "Amor e Revolução" no SBT. Ele é pai de Alexandre Boury e Margareth Boury, atualmente a serviço da Rede Record, ele como diretor de "Vidas em Jogo" (e por muito tempo atuante na Globo e, nos cinemas, diretor de quatro filmes de Renato Aragão) e ela autora da versão brasileira de "Rebelde".

Bela do Dia: Ana Amélia Azevedo

Ana Amélia Azevedo, repórter da TV Record em Brasília. Descobri ela esta semana no "Record Notícias". Bonitona e sorridente!

Voz do Futebol

A partir deste domingo, o programa semanal deste PB será veiculado às 13h, seguindo depois o pré-jogo "MPB" às 14h até a transmissão ao vivo a partir das 15h, em rede pela ABC AM de Santo André.

Convivas

Não publico neste domingo pois não tive mensagens suficientes dos últimos dias para publicar hoje, já que praticamente "zerei a caixinha" na coluna de ontem. Mas amanhã aqui eles estarão de novo.

Participe pelo papodebola@gmail.com. Sua opinião será registrada nas próximas colunas.

Clipe do Dia Especial

É crueldade eu ter que escolher somente cinco músicas destes dois cracaços absolutos, que fizeram e fazem o pop, o rock e o soul melhores, muito melhores, com suas contribuições inestimáveis.

O primeiro que destaco é Elton John, o Sir que chega aos 65 anos - ele, que chegou a ser dono por uma década do Watford, time de futebol pelo qual torcia.

De 1972, aqui está "Rocket Man", canção que simboliza bem uma década onde surgiu com muita força e empilhou sucessos que ainda hoje dão o tom nas emissoras de rádio.

De 1989, aqui está "Club At The End of Street", que no cômputo geral da obra é uma canção menor, mas que particularmente para mim é marcante por remeter à minha infância quando ganhei o LP que inclui este tema (o mesmo de "Sacrifice") e que representa bem o viés oitentista que executou.

De 1992, aqui está "The One", que é um temaço da fase noventista, altamente envolvente e próprio para um romance muito intenso e apaixonado.

De 2004, aqui está "Answer In The Sky", que mostra que nos tempos atuais Elton continua firme e forte, produzindo música de boa qualidade.

E claro, lógico, evidente e nada surpreendente, de 1982, aqui está "Blue Eyes", a mais óbvia das escolhas por ainda hoje, 8 anos depois, ser o tema que remete a ela: a "musa-mor" deste PB, aquela que nunca mais encontrarei ao vivo e a cores, aquela com quem nunca conseguirei ver um jogo do Grêmio no Olímpico, aquela perto da qual passar 10 minutos vale mais do que passar 10 anos junto de pessoas de mais status e menos relevância.

Devaneios platônicos à parte, vamos à segunda grande homenagem para a diva, a rainha, a campeã, a absoluta, a magnânima, a poderosa, a magistral Aretha Franklin, que completa 70 anos.

De 1967, aqui está "Respect", realizado originalmente por Otis Redding dois anos antes, mas eternizado na voz cheia de suingue de Aretha.

De 1968, aqui está "Chain of Fools", mais um exemplar perfeito do primeiríssimo nível da música negra norte-americana graças a ela.

De 1970, aqui está "I Say a Little Prayer", o clássico de Burt Bacharach, tão bem gravado por tantas e, lógico, também por La Franklin.

De 1980, aqui está "Think" na sua participação na extraordinária epopeia cômica musical "Os Irmãos Cara-de-Pau".

De 1992, aqui está "Ever Changing Times", com participação de Michael McDonald, uma lentinha irresistível.

Arremate

A vitória do Goiás sobre o Atlético, os clássicos deste domingo e a F-1 serão pautas desta segunda-feira.

"24 Horas" volta depois que soubermos o que tiver acontecido neste fim de semana!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia"), colunista do NaTelinha e apresentador da webrádio Voz do Futebol.

E-MAIL: papodebola@gmail.com

ACESSE TAMBÉM:
Na Telinha | Voz do Futebol

LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.

.

.


Confira as manchetes do Papo de Bola - o Site, o acompanhamento das rodadas de futebol e comentários diversos. Para ser mais um seguidor, clique aqui.
 
PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.