.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

21 de Novembro de 2011 - ANO 9, EDIÇÃO 93
Canta forte o galo da Zona da Mata

Até ontem, o Tupi de Juiz de Fora tinha como grandes títulos o Módulo II do Campeonato Mineiro em 2001 e a Taça Minas Gerais em 2008. Mas agora a história é outra: o Galo Carijó inscreveu seu nome na galeria dos campeões brasileiros de futebol, seja de qualquer série do Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Copa dos Campeões, Robertão, Taça Brasil e o que mais vier. A Série D, em sua terceira edição, fica em Minas Gerais. Mesmo enfrentando um Mundão do Arruda lotado, o Tupi sustentou o zero mútuo até meados do segundo tempo, quando fez dois gols em poucos minutos e ampliou para 3 x 0 sua vantagem no agregado. O título só seria perdido se o Santinha virasse este segundo jogo para 6 x 2. Mas mal dava tempo para o empate. Foi um legítimo "Arrudazzo". Mas não há tristeza. Tupi é campeão, mas seu grande prêmio é o mesmo de Santa, Oeste e Cuiabá: subir para a Série C em 2012.

Para chegar ao título, o Galo Carijó disputou a primeira fase contra Anapolina, Itumbiara, Gama e Tocantinópolis, terminando na liderança. Nas oitavas, passou aperto contra o Volta Redonda, levando 1 x 0 no RJ e, na volta em MG, chegando a perder por 2 x 1 em determinado momento, mas virando para 4 x 2. Nas quartas, um reencontro com a Anapolina, reencontro que demorou bastante para acontecer devido ao enrosco dos goianos na história do "cai-cai" do Tocantinópolis. Sólido triunfo por 4 x 1 em Juiz de Fora seguido de mais uma complicação: em Goiás, tomava 2 x 0 e via a classificação por um fio quando, nos 15 minutos finais, conseguiu o 2 x 2. A semifinal contra o Oeste foi tranquilíssima: 3 x 0 em SP e 3 x 1 em Minas. E agora, derrubou o Santa Cruz na decisão com 1 x 0 em casa e 2 x 0 fora. Foram 10 vitórias, 3 empates e 3 derrotas, com 29 gols marcados e 15 sofridos.

O grito de guerra nas alterosas nesta segunda-feira é apenas um: cocoricóóóóó!!!

Vibração em qualquer canto da América

Um ou dois times terá o Rio Grande do Norte na Série B em 2012? Neste momento, um está confirmadíssimo com "CO" maiúsculo: o América. Mas foi uma jornada pra matar o velho do coração. O primeiro tempo foi ideal para os americanos (que, devido às reformas do Machadão, tem atuado em Goianinha), com 2 x 0 no marcador e atuação nula do Paysandu. Só que os paraenses diminuíram pouco após o retorno do intervalo e esquentaram a chapa, pois empate lhes daria o acesso. Mas a efetiva oportunidade de mais um gol foi dos potiguares, em pênalti chutado para fora na troca do sinal amarelo para vermelho. Foi por um triz, mas o Mecão está de volta à Bêzona para o ano que vem, junto com Ipatinga e os finalistas Joinville e CRB, que fechou a fase semifinal empatando o "amistosaço cumprimento de formalidade" com o Luverdense.

Parabéns a potiguares, mineiros, catarinenses e alagoanos pelo acesso que lhes garante 38 rodadas de exposição nacional pela televisão e destaque mais constante e convicto neste PB e em outras mídias muito maiores e mais relevantes que esta (eh, eh), e que venha a decisão do título, abrindo no Nordeste e encerrando no Sul.

Coringão mais perto do caneco

Fato: não há campeonato de futebol mais imprevisível, doido e maluco do que o Brasileirão. Não só a verdade de hoje pode ser a mentira de amanhã, como acontecem coisas que nem sequer nos nossos mais "delirantemente delirados delírios" poderíamos imaginar. Por exemplo: o gol que pode encaminhar o campeão sair dos pés daquele que muitos desdenhavam e tiravam onda por estar fora de forma.

Assim foi em lotadíssimo Municipal de Sampa City - lotadíssimo mesmo, com mais de 38 mil fãs, cerca de 1 mil a mais que a média habitual das lotações. No primeiro tempo, tirando um chute forte de William a centímetros da trave esquerda, absolutamente mais nada aconteceu devido à retranca do Atlético Mineiro e à absoluta inoperância do Corinthians para finalizar. Depois do intervalo é que as coisas realmente aconteceram. Após William perder mais uma boa chance, veio o gol do Galo por Leonardo Silva. Silêncio no Pacaembu. Mas depois de um chute perigoso de Carlos César para fora, os mineiros acabaram ofensivamente.

O Coringão partiu para a "tática Jerry Lewis" (ou vai ou racha). Renan Ribeiro fez sua parte ao bloquear disparos de Liedson e Alex, mas não impediu o empate do naturalizado português. Tite gerou uma chiadeira tremenda ao colocar Adriano no lugar de William. Mas essa é a graça do futebol: as surpresas que ele nos propicia. Fora de forma? Muito. Desaprendeu a finalizar? Isso é que nem andar de bicicleta: uma vez que você aprende, nunca mais desaprende. Sobrou uma bola boa para Adriano e gaveta. Paulistas na frente na finaleira, liderança recuperada. Há poucos anos, Ronaldo estava acima do peso e fez o Timão campeão. Adriano terá o mesmo destino? Se tiver, mudarei o nome do clube para "Gordorinthians". E a estrela do Tite neste domingo foi um negócio absurdo. O Atlético, por sua vez, perdeu uma ótima chance de resolver de vez a fuga do descenso.

A necessidade de vitória dos corinthianos veio pela pressão colocada na noite anterior pelo Vasco, que cumpriu a barbada das barbadas do fim de semana ao derrotar o Avaí, que caiu para a Série B em 2012. Mas não foi assim no mole ganhar os 3 pontos. Moretto, goleiro reserva do Leão, fez um primeiro tempo espetacular, no mínimo com cinco ótimas presenças. Mas o talento de um três dedos beleza pura de Felipe venceu o ótimo arqueiro avaiano, que ainda teve mais duas boas defesas antes de levar outra fatura, de Elton, o "Rocket Man da Colina". Nota negativa para a arbitragem, que assinalou alguns impedimentos muito equivocados dos catarinenses em situações que poderiam ser de gol e viu sabe lá Deus onde falta em Moretto no que seria o terceiro dos cariocas, que ainda estão no páreo pelo título, mas tendo de recorrer a todos os santos para tanto.

Vitória do Rio de Janeiro sobre Santa Catarina no sábado e filme repetido no domingo. Quem ainda sonha remotamente com o caneco é o Fluminense. Pela metade inicial, ninguém diria que o jogo acabaria 4 x 0 para o Fluzão, dada a maior presença ofensiva do Figueirense, embora os tricolores também tivessem suas chegadas. A metade final teve mais um show de Fred, com três dos quatro gols, o outro feito por Marquinho. O Furacão do Estreito, de campanha ótima, foi literalmente engolido no tempo segundo e caiu após 14 rodadas. De quebra, usou o pertencente aos tricolores Wellington Nem sem pagar multa, conforme previsto em contrato, e pode ser processado por isso. O Tricolor está matematicamente assegurado na Libertadores de 2012 e faz um segundo turno extraordinário, com 12 vitórias em 17 partidas. Perdeu 4? Verdade. Mas aí temos a força do valor dos 3 pontos.

A derrota do Figueira foi boa para o Internacional, que finalmente saiu do bendito sétimo lugar no qual estava há tempos ao derrotar o Botafogo em partida que, no tempo primeiro, teve duas ocorrências fortes: uma treta entre D'Alessandro e Alessandro por falta de "fair play" alvinegro e o gol de Leandro Damião no último lance. Não que a coisa fosse excelente na etapa segunda, mas deu uma melhorada. O segundo dos gaúchos não veio no arremate de Gilberto, detido pelo travessão, mas sim em assistência sensacional de Andrezinho para Oscar. Felipe Menezes diminuiu, mas isso não chegou a recolocar os cariocas no jogo às ganhas. Muriel barrou Caio no baile duas vezes e assim acabou. O Colorado voltou ao G5 após cinco meses, em hora mais do que providencial. E será que o problema do Fogão era mesmo técnico? Ou é, isto sim, técnico? Sacaram onde quero chegar, não?

Outro cujo problema é tanto técnico quanto técnico é o Flamengo, que perdeu a chance de vencer o Atlético Goianiense "em casa" - sim, o jogo foi no Serra Dourada, mas a maioria do público era de flamenguistas. Foi um jogo parelho, com o Dragão um pouco mais ameaçador, mas não ficou de todo ruim o 0 x 0. Ficou péssima foi a imagem de Paulo César de Oliveira. Lembram que em Internacional x Bahia ele conseguiu a façanha de não marcar três pênaltis? Ontem ele não deu um pênalti de Felipe em Marcão e nem outro de Márcio em Diego Maurício. Mas é o que sempre digo: time bom passa por cima até do apito. E o Mengão não foi bom neste domingo. Aí, o Alex Silva diz que torcedor não tem que vaiar e sim aplaudir. Piadista ele, né? Por outro lado, o Atlético conseguiu escapar 99,9999999% do risco de descenso, conforme explicarei mais adiante.

Contrariando a expectativa que eu tinha baseado no momento de ambos, o São Paulo não se deixou abalar pela derrota na Arena da Baixada e derrotou de maneira sólida o América Mineiro, freando seu ânimo pelos triunfos consecutivos que deram uma sobrevida e o reconduzindo à Bêzona para o ano que vem. Luís Fabiano tratou de estabelecer ordem na casa com duas faturas ainda nos 45 minutos iniciais. Ele teve mais sorte contra Neneca do que Lucas, vencido duas vezes pelo goleiro. Este, porém, deixou a meta descoberta para Juan fazer um gol facílimo depois do intervalo. Nem a expulsão de Xandão e o gol de honra feito por Alessandro, que nem pôde festejar muito por se contundir no exato momento, impediram o destino feliz dos são-paulinos: estarem firmes e fortes na parada pela Libertadores e com boas perspectivas no próximo domingo.

É um pouco mais difícil, mas o Coritiba também está vivo no sonho da América. Contra um Santos reservão, sobrou e foi supremo, dominando amplamente as ações apesar do escore magrinho de 1 x 0, que diria melhor a verdade da jornada se acabado em 2 x 0 ou até mesmo 3 x 0, que seria um pouquinho exagerado, mas nada tão mentiroso assim. Já pensou se o Coxa for aquele alazão que vem de surpresa lá de trás e conquista um lugar no pódio?

Aí a gente vai para a turma de baixo. O Atlético Paranaense foi visitante, mas começou ganhando na palhaçada de Diego Renan castigada pelo cruzamento certeiro de Guerron para Marcinho. Antes do meio tempo, Charles foi valente ao apostar em um lance que parecia perdida e igualar para o Cruzeiro, mas reprisando o americano Alessandro no sábado e não comemorando por ficar caído ao trombar com Renan Rocha. Aí entramos na polêmica da rodada: o Furacão foi muito prejudicado pelo bandeirinha Marcelo Bertanha Barison, que viu impedimento inexistente de Paulo Baier após assistência de Branquinho. Erraço que pode fazer muita diferença no fim das contas. Não anula o que eu digo sempre, de time bom superar tudo, até erro de arbitragem. Mas pega mal demais para os comandantes da peleja um erro capital e grosseiro desses.

Como diria Mark Zuckerberg, quem curtiu este empate em Sete Letícias Lagoas (há horas eu não usava este trocadilho com o nome da ex-repórter esportiva da Globo Minas) foi o Ceará, que fez gato e sapato do Grêmio aqui em "Primavera Alegre". Se Fred foi o dono do espetáculo no domingo, Felipe Azevedo foi o bambambã do sábado ao marcar os três gols que mantiveram o Vozão vivo na luta contra o rebaixamento - muito embora eu não tenha me convencido por completo de pênalti no lance do segundo gol. Nada que impedisse uma vitória consistente dos nordestinos, que ainda escaparam de tomar o segundo dos gremistas no último lance, não fosse a trave direita limpar a barra de Fernando Henrique contra Miralles, que entrou na etapa final e fez um barulho interessante, embora insuficiente para render melhor sorte para o Imortal.

Por fim, agora eu posso bater no peito e dizer com os números me dando base para tanto: eu disse que era bobagem falarem em risco de rebaixamento para o Palmeiras! Eu disse!!! (eh, eh, eh) Bom, você sabe que alguma coisa sobrenaturalmente transcendental acontece quando o Verdão saiu na frente diante do Bahia com gol do "amadíssimo" pelos palestrinos Ricardo Bueno. Mas cá entre nós: se ele não faz aquele gol, a cinco centímetros do alvo e sem goleiro, era para o Arnaldo Tirone invadir o campo e rasgar o contrato na cara dele. Os tricolores não fizeram muito por merecer um empate, as cartas continuaram dadas pelos alviverdes. Marcelo Lomba se virou para impedir algumas oportunidades, uma delas - pasmem - do Valdivia (!!!). Mas quem resolveu? Você sabe: a excelente bola parada do Marcos Assunção. Palmeiras escapou e o Bahia ainda dorme angustiado.

Rescaldo dos palpites

Fiquei no meio termo uma vez mais: 5 acertos (Vasco, Coritiba, empate em MG, Corinthians 2 x 1 e Internacional 2 x 1).

Dos convivas, 6 acertos para Natanael Felipe Rhoden (Vasco, São Paulo, Inter, Coritiba, empate em GO e Timão 2 x 1) e Victor Faria (Vasco, Flu, Coritiba, empate em GO, 1 x 1 em MG e Timão 2 x 1); 5 acertos para Ademir Allysson (Vasco, São Paulo, Ceará, Inter e Timão 2 x 1), Clayton Moreira (Vasco, Inter, Flu, Coritiba e 1 x 1 em MG) e João Arruda (Timão, Inter, Coritiba, empate em GO e Vasco 2 x 0); 4 acertos para Alexandre Rodrigues Alves (Vasco, São Paulo, Coritiba e Inter 2 x 1), Hugo Leonardo Souza Pinto (Vasco, Inter, Flu e Coritiba), Mateus Machado (Vasco, Coritiba, Timão 2 x 1 e Inter 2 x 1), Paulo Henrique de Oliveira Santana (Vasco, Coritiba, empate em GO e Timão 2 x 1) e Rodrigo Servo (Vasco, Flu, Coritiba e Ceará 3 x 1); 3 acertos para Anderson Costa (Vasco, Timão 2 x 1 e Inter 2 x 1) e Israel Martins (Vasco, São Paulo e Timão); 2 acertos para Eduardo Pfals (Vasco e Coritiba); e 1 acerto para Charles Tavares (Vasco 2 x 0).

O que vem por aí

Nem se fosse friamente calculado, como diria Chespirito para Marcelo Gastaldi, sairia tão bem redondinha a combinação da penúltima rodada: três jogos envolvendo os seis primeiros colocados. É mole? Dois deles envolvem os duelistas pelo título: Figueirense x Corinthians e Fluminense x Vasco. Vitórias de Coringão e Fluzão farão dos paulistas campeões já no domingo que vem, pois teriam 5 pontos a mais que os dois cariocas. O Tricolor tem que ganhar e torcer por derrota corinthiana, enquanto o Vascão precisa ganhar e torcer por derrota alvinegra para ser líder ou empate para chegar vivo na última rodada. Empate vascaíno e tropeço corinthiano manterão a indefinição.

A briga pela Libertadores tem "apenas" Flamengo x Internacional, ambos empatados em 57 pontos, mas os gaúchos com uma vitória a mais que os cariocas. Inter e Figueirense, outro com 57, podem se garantir no torneio sul-americano já no domingo que vem se vencerem suas partidas e contarem com tropeços de Botafogo, São Paulo e Coritiba, pois mesmo que o Flamengo os iguale em pontos na última rodada, ainda ficará fora do G5 nas vitórias (hoje, 14 rubro-negras contra 15 alvinegras e coloradas). São Paulo volta ao G5 com vitória sobre o Palmeiras somada a empate entre Fla e Inter em Macaé e tropeço do Figueira. Botafogo, que visitará o Atlético Mineiro, entra de novo na turma da Libertadores com vitória somada a empate em Macaé e tropeços de Figueira e São Paulo. Fogão superaria os concorrentes nas vitórias. Coritiba tem uma baba: Avaí no Couto Pereira. É pra golear e torcer por empate em Macaé e tropeços de Figueira, Tricolor e Glorioso.

Jogarão por laranjas as duas rodadas finais Santos, Grêmio e Palmeiras. Mas eu incluiria neles o Atlético Goianiense, mesmo estando 6 pontos acima do primeiro rebaixado pois o Ceará x Cruzeiro do próximo domingo contribui decisivamente. Fiz várias combinações matemáticas e, na pior hipótese, mesmo que dê tudo de absolutamente tudo contra o Dragão, ele empataria em pontos com Ceará e Atlético Paranaense, perdendo nos critérios para os alvinegros, mas superando os rubro-negros, que cairiam a não ser que conseguissem - vê bem: em duas partidas - reverter uma desvantagem de cerca de 15 gols no saldo. Faça-me o favor, né? O Atlético Goianiense se salvou.

Resolvida esta charada e sabendo que Avaí e América já estão rebaixados, temos cinco times contra duas vagas. A história já pode ter seu fim nesta penúltima rodada, caso o Atlético Paranaense não ganhe do América em Minas (coloquemos empate para melhor ilustração), o Ceará perca o duelo direto contra o Cruzeiro e o Bahia no mínimo empate com o Santos em território bandeirante. O Vozão pararia nos 38 pontos e, empatando, o Furacão iria a 39 e 9 vitórias, não podendo superar os 42 e 11 vitórias da Raposa, os 42 e 12 vitórias do Atlético Mineiro - que, nesta combinação, pode até perder para o Botafogo que se salva de igual maneira - e os 43 do Tricolor. E mais: se Atlético Paranaense e Ceará perderem, o que automaticamente salvará o Cruzeiro, derrotas não impediriam Galo e Bahia de permanecerem na primeira divisão para o ano que vem.

Mas atenção para uma pegadinha que pode ser traiçoeira: os cinco anti-descenso podem chegar à última rodada ainda com a corda no pescoço. Além disso, é imperioso que Ceará e Cruzeiro joguem pela vitória, pois um empate pode custar caro demais. Como? Com vitória do Atlético sobre o América. Os paranaenses iriam aos 41 pontos, contra 40 dos mineiros e 39 dos cearenses, que fechariam a zona da degola. De lambuja, isto manteria Atlético Mineiro e Bahia ameaçados caso o primeiro derrotado pelo Botafogo e o segundo tropeçando diante do Santos. Galo e Tricolor tem de ter algo em mente: se ganharem, ficam na Série A independentemente dos outros.

É muita doideira, não, Almirante Brown? E pensar que tudo isso acontecerá ao mesmo tempo, pois as dez partidas serão às 17h (Brasília) do próximo domingo, nenhuma delas podendo ser em outro dia e/ou horário por estarem interligadas. Assim, parem e pensem muito bem nestes que serão palpites fundamentais. Se alguém for peitudo - não no sentido "mamilístico" da coisa e sim de corajoso - e quiser, já pode hoje mesmo mandar seus chutes para estas porfias: Figueirense x Corinthians, Fluminense x Vasco, Flamengo x Internacional, Palmeiras x São Paulo, Atlético Mineiro x Botafogo, Coritiba x Avaí, Santos x Bahia, Ceará x Cruzeiro, América Mineiro x Atlético Paranaense e Grêmio x Atlético Goianiense.

Cadê os comentários da Bêzona?

Não estranhem faltar na edição de hoje a análise do sabadão da penúltima rodada da Série B por um simples motivo: dediquei praticamente toda a edição deste domingo à mesma. Basta ler aqui os comentários das partidas.

Rescaldo dos palpites II

Fui mal nesta rodada: somente 3 acertos (Portuguesa, Sport e Americana).

Dos convivas, 7 acertos para Charles Tavares (Boa Esporte, Ponte Preta, São Caetano, Americana, Guarani, empate em GO e Portuguesa 4 x 0); 5 acertos para Israel Martins (Portuguesa, Ponte Preta, Sport, Guarani e Boa Esporte) e Mateus Machado (Portuguesa, Ponte Preta, Sport, Americana e Barueri 2 x 1); 4 acertos para Eduardo Pfals e Natanael Felipe Rhoden (ambos Portuguesa, Ponte Preta, Sport e Americana); e 3 acertos para Hugo Leonardo Souza Pinto (Portuguesa, Sport e Guarani).

Curtinhas

*E essa de Colônia x Mainz, pelo Campeonato Alemão, ser adiado devido à tentativa de suicídio do apitante Babaki Rafati? Eu, hein...

*Outra com árbitros, ocorrida no Campeonato Espanhol: 15 do segundo tempo, Granada 2 x 1 Mallorca. Um dos bandeirinhas levou uma "guarda-chuvada" com tudo na cara, o que forçou a suspensão da partida 10 minutos depois do incidente. Aí identificaram o agressor. Quer saber? Era um menor de idade. Dá vontade de cantar aquele trecho de música do É o Tchan ainda quando Gerasamba: "pau que nasce torto nunca se endireita".

*Mais uma do "Castanholão" (essa é nova): o Athletic Bilbao, em 113 anos de história, nunca teve um só jogador que não fosse nascido ou descendente do País Basco, no Norte da Espanha. Pois pela vez primeira um jogador negro defendeu o time. Jonás Ramalho, 18 anos, atuou nos minutos finais dos 2 x 1 sobre o Sevilla. Ele é natural de Baracaldo, nos arredores de Bilbao, e filho de uma basca. Parece piada algo assim por soar algo tão da primeira metade do século passado, quando tal pioneirismo aconteceu algumas vezes - lógico que ainda hoje elas existem, mas é comum vermos seres de todas as cores, raças e credos juntos e misturados aqui, ali e acolá.

*Acabou neste domingo o contrato de cinco temporadas de David Beckham com o L. A. Galaxy. E finalmente ele conquistou a Major League Soccer, com vitória sobre o Dynamo. Demorou, mas veio o caneco, dona Victoria.

*Luto para Maradona: aos 81 anos, de parada cardíaca consequente de insuficiência respiratória, morreu Dalma Salvadora Franco, a Dona Tota, sua mãe. Atualmente técnico nos Emirados Árabes, Don Diego pegou um voo para a Argentina com urgência assim que soube do infortúnio. Ao mesmo tempo aconteceram homenagens na Argentina, como um minuto de silêncio antes do segundo tempo de Independiente x Olimpo.

*Judô: Brasil encerrou o Grand Prix em Amsterdã com três medalhas, sendo uma prata, de Ketleyn Quadros até 57 kg, e dois ouros, um de Maria Suelen Altheman acima de 78 kg e outro com Thiago Camilo até 90 kg, o ouro dele conquistado com nada mais, nada menos do que cinco ippons. Com o sósia brasileiro de Steve Guttenberg não tem "perhaps", como diria minha mãe.

*Taekwondo: Natália Falavigna está na Olimpíada de Londres. Ela ganhou vaga na seletiva pan-americana, realizada no México, ao derrotar na final a nativa Maria Del Rosário Espinoza. Outro representante do Brasil nos Jogos de 2012 será Diogo Silva. Natália é da categoria acima de 67 kg e Diogo da abaixo de 68 kg. Boa sorte para eles!

*Com 25/17, 25/18, 16/25 e 25/16, o Brasil venceu os EUA por 3 x 1, pela Copa do Mundo de vôlei masculino. Terceira de 11 partidas rumo à Olimpíada será na próxima madrugada, contra a Itália.

*Reconheço: descuidei dos Jogos Parapan-Americanos. Muita coisa por acompanhar, noticiário do futebol e do vôlei ganhando prioridade, outros assuntos idem, resultado: fiquei bem por fora mesmo, admito com um pouco de vergonha. Mas vale registrar a vitória do Brasil no quadro de medalhas em Guadalajara, reprisando o ocorrido em 2007, no Rio de Janeiro. Foram 81 ouros, 61 pratas e 55 bronzes, contra 51 ouros, 47 pratas e 34 bronzes dos EUA. E é como eu disse na única outra menção ao evento feita nesta coluna: as medalhas e suas cores são meros detalhes. Neste evento, rigorosamente todos são vencedores por mostrarem que há vida apesar de alguns empecilhos.

E atenção, pessoas!

Chegou aquele momento mais matrimoniado do que fazer a vontade da esposa para não ficar mal na foto com ela em casa: "Sintonia PB", antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Evidentemente, abri me referindo ao William Bonner fardado de Vasco na tribuna de honra de São Januário, junto com Fátima Bernardes e Roberto Dinamite. Acho que ele pensou que fosse mais negócio escapar de ver São Paulo x América para não fazer do seu time a terceira vítima seguida da "sina do 'Jornal Nacional'". Se fosse ele no último sábado, a derrota são-paulina seria tão certíssima quanto nos dois sábados anteriores o Botafogo perder no dia que a Carla Vilhena apresentou e o Fluminense perder quando a Ana Paula Araújo. E mais: se enfrentasse o Atlético Goianiense no sábado, o Flamengo teria perdido. A apresentação foi da Christiane Pelajo...

*Nesta segunda-feira, Renato Machado apareceu pela primeira vez no "Bom Dia Brasil" desde a saída do jornal, agora já correspondente da Rede Globo em Londres. Um lord se sentindo em casa.

*Dia para cuidar a estreia do "Tema Quente", o novo jornalístico da RedeTV! entre 18h15 e 19h, com Kennedy Alencar de segunda a quinta e com Amanda Klein às sextas-feiras.

*Outra dica que vale ver é José Luiz Datena no centro do "Roda Viva", às 22h na TV Cultura de São Paulo e à 0h na TV Brasil do Rio de Janeiro. Será interessante vê-lo neste programa.

*Leio na Keila Jimenez que o SBT informou já saber onde colocará seu sinal no Ceará a partir de 2012, quando a TV Jangadeiro retornará para a Rede Bandeirantes, mas que só divulgará isso após Fevereiro. Entendo...

*Pois sábado a Record estreou entre 12h e 13h o "The Love School", programa da TV da Igreja Universal, cujos apresentadores são o casal Cristiane e Renato Cardoso - ela é filha do Edir Macedo - e que discute casamentos, relacionamentos amorosos e afins, com direito ao casal e seus convidados dançando uma música romântica no encerramento em um palco escuro (mamãe de Deus... Saudade dos bailes no "Em Nome do Amor" do Silvio Santos ao som de Julio Iglesias). Passou em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Bahia, Brasília e mais algumas outras regiões, enquanto outras mantiveram sua programação local neste período. Leio no NaTelinha que a Record marcou 2,6 pontos no "Ipobre" de Sampa City neste período, por pouco ganhando dos 2,3 da Cultura, mas evidentemente atrás dos 5,7 do SBT e dos 12,4 da Globo. Sem noção isso, na boa.

*Aqui no Rio Grande do Sul, o "Balanço Geral" foi exibido entre 13h e 13h45, ficando isolado como opção de jornalismo local nesta faixa. Antes, era exibido entre 12h15 e 13h, concorrendo com parte do "Jornal do Almoço", aos sábados exibido entre 12h e 12h30 por depois virem as séries de dramaturgia regional até 12h50 (nos outros dias da semana, o "Balanço" começa às 12h45, quando está acabando o "JA"). Assim, o noticiário da RBS TV ficou sozinho como alternativa de informação do Estado em seu horário, pois aos sábados não há jornalismo local em SBT, Band e Pampa na hora do almoço. Comentei isso com uma boa amiga atuante por lá e ela, surpresa por exibirem programa da IURD na principal concorrente, só respondeu assim: "por isso a audiência estava boa!" Claro: ao público habitual da RBS se juntou o da Record, órfão do seu jornal local naquele horário.

*Leio no Flávio Ricco que mais uma atriz que estava na Record retorna para a Globo: Ana Carolina Dias, que na Record participou de uma das edições de "A Fazenda" e que na Globo foi Carú, a secretária gostosa do Marcelo Airoldi em "Páginas da Vida", agora será chefe da equipe feminina de "maridos de aluguel" da Griselda em "Fina Estampa".

*Curiosidade: na próxima madrugada, a "Sessão Brasil" da Globo (que mostrará "Bossa Nova", com Antônio Fagundes e Amy Irving) não será exibida na grade fuso devido ao Brasil x Itália da Copa do Mundo de vôlei masculino. Na programação que segue o horário de Brasília, o filme começará às 2h15. Já na grade fuso, que adianta em uma hora a grade com exceção do "Jornal Nacional", a série "Sob Medida" (Drop Dead Diva) encherá espaço às 2h15 locais (3h15 de Brasília) até o vôlei. Ah: quando digo 2h15 locais é claro que é na maioria dos Estados sem horário de verão, pois em quatro áreas do Norte o horário local será 1h15.

*Patrícia Kogut deu nota 0 em seu blog para Daniela Albuquerque, por ela denominada "aquela que recebeu uma massagem de um ET" (hahahahahahaha!!!!!!!), que dia desses mostrou no "Manhã Maior" algumas receitas para se livrar da inveja e aproveitou para contar que, na infância, apanhou muito de espada de São Jorge. Perguntou a Kogut quem quer saber disso. Quem mandou ela ser a mulher do dono da RedeTV!, né?

*Por falar em RedeTV!, em cortesia do Maurício Stycer, vejam aqui uma conversa inacreditável de Amaury Jr. em seu programa com a cantora Bebel Gilberto. Gosto da filha do João, mas cantando e não assim como aparece.

*Falando em música, infelizmente uma mudança brusca de levada para algo muito sério e chato: viram quem está com um câncer de fígado? Robin Gibb, que formou com Barry e o falecido Maurice os Bee Gees. Atualmente residente no Reino Unido, o cantor teve sua doença divulgada neste domingo pela imprensa britânica. Os relatos sobre sua saúde não são muito animadores. Que porcaria de novidade.

*E o que é que acontece que, de repente, parece que o câncer resolveu contaminar e até levar uma grande quantidade de gente conhecida? Ontem esta doença tirou a vida, aos 78 anos, de Adriano Reys. Ator marcante da televisão a partir da década de 70, ficou mais lembrado pelo público das últimas duas décadas por atuar em várias novelas da Rede Globo. Uma delas está no ar, "Mulheres de Areia", no "Vale a Pena Ver de Novo". O canal Viva já reprisou duas produções com participação dele: "Quatro Por Quatro" e "Vale Tudo". E em breve ele novamente será revisto quando iniciar a reprise de "Barriga de Aluguel". Nos anos 2000, Adriano fez apenas quatro novelas: "Kubanacan" e "A Lua Me Disse", ambas na Globo; "Paixões Proibidas", na Bandeirantes; e sua última, "Promessas de Amor", na Record, em 2009. Ator de boa presença no vídeo, agora fica nas nossas memórias. Descanse em paz.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna, torcendo demais para que essa praga desgraçada chamada câncer pare de fazer tanto mal a tantas pessoas.

Bela do Dia: Aryane Steinkopf

Aryane Steinkopf, nova deusa do "Pânico na TV". Por mim, a RedeTV! poderia deixar este monumento extraordinário de loira como única panicat. Isto não é uma mulher. É o carro do ano que vale 5 milhões de dólares. É uma mansão com 85 quartos, 20 banheiros e cinco cozinhas. É um estádio cheio com 600 mil pessoas dentro e mais 200 mil fora. É a loura mais espetacular do ano, ainda mais depois do sensacional Paparazzo. Uma Playboy dela seria histórica.

Convivas

"Com certeza o Charles Tavares deve ter visto poucas vezes o Figueira jogar para dizer que o time não merece estar onde está por causa do 0 x 0 com o Flamengo." (Ademir Allysson)
Ademir mandou esta mensagem antes do 0 x 4 "aplicado" no Fluminense.

"Mais uma pífia atuação do Flamengo, com a grande colaboração de um Ronaldinho sem brilho, sem inspiração, sem transpiração, que não faz um gol há dois meses e, que ainda por cima, levou um chapéu em seu 50° jogo pelo Fla. Não entendo porque o cara não acorda para jogar o que sabe. Será que ele está assim porque uma parte do seu salário está atrasada? Será que ele não está feliz no Flamengo? Ele não deve estar nada contente com seu comandante, o 'profexô', que, de maneira discreta, tem jogado em seu colo a responsabilidade de decidir a favor do Fla. Então o mesmo deve ser feito com os outros jogadores rodados do time, como Léo Moura, que nada tem jogado e que todos sabem que a torcida só não pega em seu pé porque tem uma forte identificação com o clube, e Thiago Neves, que abusa de ser indolente. Como a diretoria se atreve a levar a sério a compra de seu passe por mais de 20 milhões de reais? E agora para completar, o 'profexô' disse que não pode assegurar que o Fla irá se classificar para a Libertadores. Ue, mas o 'projeto' não era esse? Então, na verdade o projeto só pode ser a Sul-A, já que a vaga para a Libertadores não virá. Se vier, o que adiantará? Mais uma eliminação patética igual às anteriores? Sobre o jogo de ontem e o de quinta, era para o time ter perdido ambos. No de quinta, o Figueirense foi absoluto e merecia ganhar de goleada, assim como o Atlético Goianiense merecia ter ganho fácil, principalmente no primeiro tempo. O Flamengo não faz gols há tres jogos, cadê a arrumação tática que o 'profexô' armou? Eu só vejo o padrão tático da desorganização." (Anderson Costa)
Fatos: curiosamente esta queda de rendimento do Ronaldinho acontece a partir da divulgação da história dos salários atrasados; e a queda no fim só reforça o que digo há tempos, de que Vanderlei Luxemburgo não é mais aquele.

"Michael Kamen também fez a versão orquestrada da música 'Dream On', do Aerosmith, quando eles se apresentaram em um VMA da MTV, e conduziu a orquestra do disco 'S&M', do Metallica." (Alexandre Rodrigues Alves)
Se referindo ao maestro que destaquei semana passada no "Clipe do Dia".

"Até que enfim o São Paulo jogou bem no segundo turno, com boa atuação do Fabuloso. O América vinha em ótima sequência, mas reagiu de forma tardia. *** Dificilmente o título escapa do Corinthians, pois o Vasco terá dois clássicos contra times da parte de cima da tabela, enquanto o Timão enfrenta um Figueirense abatido e um Palmeiras meia boca. *** Qual o motivo das quedas de rendimento de Flamengo e, principalmente, Botafogo? *** Algum dos quatro eliminados das quartas de final da Sul-Americana também possui vaga na Libertadores? Os times brasileiros realmente caíram do cavalo. *** Esse programa da IURD é até interessante, mas 12h é horário para notícias locais. *** Que bom que Tom Cavalcante saiu da Record. Resposta justa às mudanças constantes de programação, que deixam todos insatisfeitos. *** Não necessariamente eu desconheceria Jô Soares, mas sua repercussão na mídia e para nós, jovens, seria bem menor. E mesmo que não o conhecesse, não faria questão de saber quem ele é, tamanho meu desinteresse de saber mais sobre os atuais famosos, imagine sobre os antigos." (Charles Tavares)
Primeiro: não sei dizer sobre os quadrifinalistas eliminados. Segundo: já não passa mais "Record Notícias" aos sábados há um bom tempo, passava "Todo Mundo Odeia o Chris" - que agora foi para 7h às 8h. E terceiro: com todo o respeito, mas que comentário lamentável este último.

"Alex Silva, que se for embora amanhã não terá dito a que veio no Flamengo, deixou o gramado dizendo que a torcida não tem nada que vaiar e sim apoiar. Tá! Então, porque ele fica magoadinho, o torcedor não pode mais vaiar um time que não joga pedrinha em campo? Queria ele que o torcedor aplaudisse aquela incipiência exibida em Goiânia? Um time que não tem uma jogada ensaiada e cujos jogadores competem pra ver quem erra mais passes de dois metros? Definitivamente, esse time não está merecendo ir à Libertadores! Falta ao Flamengo, entre outras coisas, um atacante como Fred. E os tricolores vão se arrepender pelo resto da vida pelas derrotas para os mineiros Atlético e América em pleno Engenhão, da mesma forma que o Vasco deve estar lamentando os empates com Corinthians, São Paulo e Palmeiras. Acho que pintou o campeão ontem no Pacaembu. Mas não sei o que seria pior, se Corinthians ou Vasco campeão. Não dá pra melar o campeonato, não? *** Não é só no Rio de Janeiro! No Colosso do Arruda, também só dá Tupi!" (Clayton Moreira)

"Vi que Pelé pode não ver a final do Mundial pois tem cirurgia nos olhos marcada para o mesmo dia. A torcida do maior ídolo seria boa para o Santos. Por isso, antecipe ou adie a cirurgia, Rei." (Daniel Dorneles Nunes)
Ai, meus sais, meus sais...

"Não tivemos grandes surpresas, salvo a vitória do Ceará por 3 x 1 em pleno Olímpico e a goleada impiedosa do Fluminense. *** Que fase vive Fred! Na quarta-feira, marcou quatro gols. Ontem, quando não se esperava isso, marcou mais três. Nada menos que sete gols em menos de uma semana. Colou em Borges na artilharia do campeonato e, com o Fluminense brigando pelo título enquanto o Santos apenas aguarda o Mundial, poderá, sim, ultrapassar o até então soberano centroavante santista. *** Galo jogou bem, mas vacilou nos dois gols, o que foi crucial para a virada do Corinthians. No primeiro, Liedson apareceu livre para cabecear. No segundo, Adriano recebeu também livre pela esquerda, do jeito que gosta. Não vejo o título escapando do Parque São Jorge neste ano, mas... *** Seria uma tragédia e algo surpreendente se o Cruzeiro cair. Creio que ninguém, antes de o campeonato começar, sequer imaginava isso. E caso caia, teremos apenas o Atlético Mineiro - também não totalmente salvo - na Primeira. *** O Botafogo vai se mostrando o grande 'cavalo paraguaio' deste Brasileirão. É capaz de ficar até fora da Libertadores." (Eduardo Pfals)

"Essa rodada do Brasileirão está deixando todo mundo ansioso, tanto pela torcida por seus times quanto para o prognóstico das transmissões no próximo fim de semana, embora Corinthians e Vasco devam ser os privilegiados. Haja coração!" (Fernando Cesar)

Participe pelo papodebola@gmail.com. Sua opinião será registrada nas próximas colunas.

Clipe do Dia

Há exatos 36 anos, era lançado no Reino Unido "A Night At The Opera", possivelmente o maior álbum da história do Queen - e olha que foram muitos ótimos, se bem que sou suspeito pra falar por ser fã incondicional deles. Inevitável fugir do óbvio, mas uma excelência suprema de óbvio: curta aqui o classicão "Bohemian Rhapsody".

Arremate

Luís Fabiano fez mais gols pelo São Paulo. Mas Adriano fez mais pelo Corinthians. "Só" o aproximou do título.

"24 Horas" volta antes, muito antes, que os dois entrem em campo no próximo fim de semana!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia"), colunista do NaTelinha e apresentador da webrádio Voz do Futebol.

E-MAIL: papodebola@gmail.com

ACESSE TAMBÉM:
Na Telinha | Voz do Futebol

LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.

.

.


Confira as manchetes do Papo de Bola - o Site, o acompanhamento das rodadas de futebol e comentários diversos. Para ser mais um seguidor, clique aqui.
 
PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.