.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

8 de Novembro de 2011 - ANO 9, EDIÇÃO 80
A morte nocauteia "Smoking Joe"

O mundo do boxe está de luto nesta terça-feira. Nas primeiras horas da madrugada brasileira, soubemos do falecimento aos 67 anos, de um câncer no fígado diagnosticado há pouco mais de um mês, de Joe Frazier, o "Smoking Joe", que foi um dos maiores lutadores da história e carregou um currículo de 32 vitórias (27 por nocaute), 4 derrotas (3 por nocaute) e 1 empate, além do ouro olímpico em Tóquio 1964.

Na década de 70, Frazier fez história ao ser o primeiro boxer a derrubar o campeoníssimo Muhammad Ali. "A luta do século" foi realizada em 8 de Março de 1971 e opôs dois lutadores invictos: Frazier com 26 vitórias (23 por nocaute) e Ali com 31 vitórias (26 por nocaute). Porém, Joe estava à toda e Muhammad recém fazia seu terceiro combate após 3 anos e meio afastado dos ringues como punição por se negar a ser soldado dos Estados Unidos na guerra contra o Vietnã. Foi um duelo tão espetacular que personalidades estiveram em funções inusitadas: Frank Sinatra foi fotógrafo da revista Life e Burt Lancaster foi comentarista de uma rede de televisão. "Smoking Joe" manteve os cinturões dos pesados da Associação Mundial de Boxe e do Conselho Mundial de Boxe.

Depois, Ali venceria outras duas lutas contra Frazier: a segunda foi em 28 de Janeiro de 1974 e a terceira em 30 de Setembro de 1975. Esta aconteceu nas Filipinas e ficou marcada para sempre pelo título "Thrilla in Manila". Vencido na melhor de três, Joe Frazier pendurou as luvas para sempre. Mas o fez já tendo seu nome gravado na história do pugilismo em todos os tempos.

Para fãs de boxe que nunca tiveram a oportunidade de acompanhar, destaco a seguir os três embates entre estes gigantes dos ringues: o de 1971, ganho por Frazier, está aqui; o de 1974, revanche vencida por Ali, está aqui; e o de 1975, o tira-teima decisivo ganho pelo ex-Cassius Clay, está aqui. As três lutas estão publicadas na íntegra e são relíquias extraordinárias de eventos que até hoje são lembrados pela grandiosidade que tiveram.

A Segunda na terça

Chegamos à 34ª rodada da Série B, a última terça-feira de noitada com as 10 partidas simultâneas. A seguir, a projeção completa do que cada time precisa para se dar bem - e, para os ameaçados de rebaixamento, o alerta do que pode colocá-los em risco ao fim da rodada:

Portuguesa x Sport - Paulistas serão campeões com empate ou vitória. Pernambucanos chegarão ao G4 com vitória por dois ou mais gols de diferença somada a empate do Vitória e tropeço do Bragantino.

Náutico x Barueri - Pernambucanos livrarão 10 pontos do quinto colocado com vitória somada a derrotas de Bragantino e Americana, mais tropeços de Sport e Criciúma. Paulistas ficarão a 4 pontos do G4 com vitória somada a empate do Vitória e tropeços de Bragantino e Sport.

Criciúma x Ponte Preta - Catarinenses ficarão a 1 ponto do G4 com triunfo somado a empate na Bahia e tropeço do Bragantino. Paulistas livrarão 11 pontos para a quinta posição com vitória somada a derrotas de Bragantino e Americana, mais tropeço do Sport.

Americana x Vitória - Paulistas voltarão ao G4 com vitória somada a tropeço do Bragantino. Baianos seguirão no G4 com vitória e até empate, mas neste caso contando com tropeço do Bragantino e tropeço do Sport ou vitória deste por um marcador que iguale o saldo de gols e não supere os gols pró.

Salgueiro x Bragantino - Paulistas entrarão no G4 com vitória somada a empate na Bahia.

Goiás x São Caetano - Goianos ficarão a 3 pontos do G4 com vitória somada a empate na Bahia e tropeços de Bragantino e Sport. Paulistas tanto podem livrar 7 pontos de frente para a zona de risco com vitória somada a derrota do Icasa, quanto podem ficar a 1 ponto dela com derrota somada a vitória do Icasa e empate do ASA.

Boa Esporte x ASA - Mineiros estão na mesma situação ilustrada acima para o Barueri. Alagoanos ficarão 5 pontos distantes dos quatro últimos com vitória somada a derrota do Icasa, mas derrota sua e vitória cearense colocarão o ASA no grupo dos rebaixados.

Guarani x Icasa - Paulistas ficarão 9 pontos distantes do descenso com vitória e a 3 dela com derrota somada a empate do ASA. Cearenses sairão dos quatro últimos com vitória somada a derrota do ASA, mas ficarão 5 pontos atrás com derrota somada a triunfo alagoano.

ABC x Paraná - Potiguares estão na mesma situação ilustrada acima para o Guarani. Paranaenses ficarão a 2 pontos da zona de risco com derrota somada a vitória do Icasa e empate do ASA, mas se distanciarão 8 pontos com vitória sua e derrota cearense.

Duque de Caxias x Vila Nova - Goianos ficarão a 7 pontos de escapar com vitória somada a derrota do ASA e tropeço do Icasa, mas serão rebaixados perdendo, empatando e até mesmo vencendo (neste caso, somado a vitória do ASA).

Aos palpites desta terça-feira: Portuguesa 3 x 3 Sport, Náutico 3 x 1 Barueri, Criciúma 2 x 1 Ponte Preta, Americana 0 x 1 Vitória, Salgueiro 0 x 2 Bragantino, Goiás 2 x 1 São Caetano, Boa Esporte 2 x 1 ASA, Guarani 1 x 0 Icasa, ABC 2 x 0 Paraná e Duque de Caxias 1 x 0 Vila Nova.

A propósito: quem acompanhar Criciúma x Ponte Preta notará a montagem de um palco atrás de um dos gols. É porque o Heriberto Hulse receberá nesta quinta-feira a cerimônia de abertura dos Jogos Abertos de Santa Catarina, que vão até o dia 20 e mobilizarão todo o Estado em disputas de várias modalidades.

Curtinhas

*Absolutamente lamentável e condenável a agressão de alguns covardes que não posso tomar como representantes da imensa parcela digna e correta da fiel torcida do Corinthians ao trio de arbitragem da derrota para o América. É evidente que os apitantes mandaram mal demais no pênalti inexistente para o Coelho (que, além de ter sido fora da área, nem falta foi). Mas arbitragem no Brasil é aquilo: um dia a banca paga, no outro a banca recebe. O Timão tantas vezes foi favorecido pelo apito. Agora foi prejudicado. É do jogo. Ao invés de reagir violentamente contra os árbitros, estes desregulados deveriam ter a cuca nos eixos para protestar de maneira civilizada, mas incisiva e que pegasse fundo, contra o futebol fraco do líder do Campeonato Brasileiro, que praticamente atuou "em casa" contra o lanterna e, mesmo com tudo a favor, não soube se estabelecer por pura incompetência.

*Recebi a pergunta pelo Twitter e repasso aos amigos do Brasil: se Messi jogasse no Santos, seria o melhor do mundo e jogaria tudo que joga no Barcelona? Completo esta questão com outra: se atuasse no Barcelona, Neymar teria o status de melhor do mundo? Vou ousar na resposta até para provocar um bom debate: Messi faria mais pelo Santos e Neymar um pouco menos pelo Barcelona, mas o brasileiro seria o melhor pois teria o respaldo de um time que, onze por onze, é melhor - o que não necessariamente garante que, em eles se encontrando no Mundial, resulte em triunfo espanhol, pois os brasileiros podem chegar nas cabeças. Que acham?

*Leio na Gazeta Press que acontecerá na quinta-feira da semana que vem, em Nagoya, o sorteio do chaveamento do Mundial - portanto, cruzamentos informados em algumas páginas da web não devem ser levados em conta. Por enquanto, estão qualificados Santos, Barcelona, Monterrey, Al Sadd e Auckland City, faltando definir os campeões continental da África e nacional do Japão. Peixe jogará a semi de 14/12 e o Barça a de 15/12.

*Depois da derrota em casa para o Ceará, uma organizada do Avaí aprontou um quebra-quebra felizmente de proporções bem menores em relação à fúria dos causadores. Pois leio na Folha de S.Paulo que pessoas ligadas ao Leão pretenderiam levar o último jogo no Brasileirão - o clássico contra o Figueirense - para o mais longe possível de Florianópolis, para não acontecer na Ressacada a queda pra Série B e ida do maior rival para a Libertadores. Ish...

*Foi divulgada a tabela prévia do Campeonato Paulista de 2012, que terá a mesma fórmula absurda de 2011: 20 times, todos contra todos em turno único, quartas e semifinal em jogo único, decisão em ida e volta. Torneio vai de 21 de Janeiro a 13 de Maio. Duas novidades: time que atrasar salários poderá perder pontos; e as partidas das manhãs nos fins de semana não serão mais às 11h e sim às 10h. Primeira rodada terá XV de Piracicaba x Santos, Bragantino x Palmeiras, Corinthians x Mirassol, São Paulo x Botafogo, Portuguesa x Paulista, São Caetano x Ponte Preta, Guarani x Oeste, Catanduvense x Mogi Mirim, Comercial x Linense e Ituano x Americana.

*Datas dos clássicos entre os cinco grandes: Palmeiras x Portuguesa em 25 ou 26/1, Santos x Palmeiras em 4 ou 5/2, Corinthians x São Paulo em 11 ou 12/2, Portuguesa x Corinthians em 22 ou 23/2, Palmeiras x São Paulo em 25 ou 26/2, Santos x Corinthians em 3 ou 4/3, São Paulo x Portuguesa em 10 ou 11/3, São Paulo x Santos em 17 ou 18/3, Corinthians x Palmeiras em 24 ou 25/3 e Portuguesa x Santos em 31/3 ou 1/4. O derby de Campinas, Ponte Preta x Guarani, será em 24 ou 25/3, enquanto o Come-Fogo de Ribeirão Preto, Botafogo x Comercial, acontecerá em 28 ou 29/1.

*Federação da Suécia confirmou para 15 de Agosto de 2012 um amistoso contra o Brasil, que será uma reedição da decisão da Copa do Mundo de 1958 no mesmo palco onde ela aconteceu: o Rasunda, em Estocolmo, estádio que receberá neste o último de seus grandes jogos, pois depois será demolido para dar lugar a residências. Oportunidade histórica que não pode ser desperdiçada por quem puder conferir de pertinho.

*Vôlei: Fernanda Venturini volta às quadras esta noite, quando o Unilever estrear no Campeonato Carioca Feminino contra o Flamengo. Ela tem treinado há cinco meses para tanto. O time será dirigido por Hélio Griner pois Bernardinho está com a seleção masculina - que, aliás, viaja hoje para a França, onde ficará três dias antes de rumar ao Japão, onde chegará no dia 13 para, uma semana depois, estrear na Copa do Mundo.

*Brasil teve muitas dificuldades para vencer a Coreia do Sul por 3 sets a 2 (22/25, 25/18, 18/25, 25/13 e 15/8), pela quarta rodada da Copa do Mundo de vôlei feminino. Por precisar do tie-break, as brasileiras levaram apenas 2 pontos (e as sul-coreanas 1), o que não foi bom na corrida por uma das três vagas na Olimpíada. Próxima partida é na madrugada desta terça para quarta, contra a Sérvia.

E atenção, pessoas!

Chegou aquele momento mais gauchesco do que um casal ir em evento grã-fino com vestimenta típica de gaudério e prenda: "Sintonia PB", antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Foram divulgados ontem os finalistas da edição 2011 do Prêmio Press, promovido pela Revista Press para premiar os melhores do jornalismo do Rio Grande do Sul no ano. Foram mais de 257 mil indicações, resultando nos cinco indicados de cada categoria (dois do voto popular e três do voto específico entre jornalistas). Agora fica nas mãos de 30 endinheirados graudões do pedaço elegerem os ganhadores, que serão revelados no próximo dia 22, no Auditório Dante Barone da Assembleia Legislativa. A seguir, destaco os finalistas das categorias relativas ao rádio e à televisão:

Repórter de Rádio - Cid Martins, Felipe Chemale (Gaúcha), Diana Mendel (ABC de Novo Hamburgo), Fabiano Brasil e Martina Jung (ambos Bandeirantes). Brasil é específico dos esportes e os outros quatro são do geral.

Repórter de Televisão - Carolina Aguaidas, Wilson Rosa (ambos SBT), Cláudio Andrade (Band), Guacira Merlin e Rodrigo Lopes (ambos RBS). Curiosidade: com exceção de Guacira, todos também são apresentadores.

Comentarista de Televisão - João Garcia (Band), Lasier Martins (RBS), Luiz Carlos Reche (Record), Maurício Saraiva (RBS) e Ricardo Vidarte (SBT). Reche, Maurício e Vidarte são dos esportes, Lasier do geral - vez que outra dando pitacos esportivos - e Garcia é "via de mão dupla", pois fala de esportes no "RS Acontece" e no "Band Cidade" e é comentarista co-apresentador do "Boa Tarde RS".

Comentarista de Rádio (Troféu Ruy Carlos Ostermann) - Adroaldo Guerra Filho, Nando Gross (ambos Gaúcha), João Carlos Belmonte, Vinícius Sinott (ambos Guaíba) e João Garcia (Bandeirantes). Todos são esportivos e, deles, o único que também faz geral é Garcia, apresentador da "Manhã Bandeirantes".

Apresentador de Televisão - Carla Fachim (RBS/Globo), Edieni Ferigollo (SBT), Farid Germano Filho (Record), Lúcia Mattos (Band) e Magda Beatriz (Pampa/RedeTV!). Carla teve um grande ano no estúdio, fixa no "Bom Dia Rio Grande" e reserva imediata do "Jornal do Almoço". Edieni consolidou o "Jornal do SBT Rio Grande: Manhã", que começou com 10 minutos e posteriormente chegou aos 30 atuais. Lúcia continua sólida no "Band Cidade" e ganhou o semanal "Imóvel Class TV". Magda se estabeleceu como figura central a partir dos problemas de saúde que tiraram Clóvis Duarte do vídeo e resultaram em seu falecimento, hoje conduzindo o "Pampa News". E o "estranho no ninho" enquanto único homem, Farid tem resistido às seguidas mudanças de horário do "Rio Grande Record" e tido boa presença.

Apresentador de Rádio - André Machado (Gaúcha), Felipe Vieira, Ieda Risco (ambos Guaíba), Milton Cardoso (Bandeirantes) e Thiago Suman (O Sul). André ganhou mais tempo no ar há alguns meses com a extinção do "Gaúcha Entrevista" e antecipação horária e ampliação em meia hora do "Chamada Geral". Milton ganhou uma hora a mais nas noites com a migração de "Bandeirantes a Caminho do Sol" para "Band Repórter", além de agora estar também aos domingos. Felipe e Ieda, curiosamente, são os apresentadores do matinal "Guaíba Cidades". E Thiago é um dos apresentadores que seguram a comunicação 24 horas esportiva da O Sul AM, da Rede Pampa.

Locutor/Apresentador de Notícias (Troféu Milton Jung) - Antônio Carlos Niderauer, Denise Cruz (ambos Gaúcha), Maria Luiza Benitez, Ronaldo Berwanger (ambos Guaíba) e Nilton Fernando (Continental FM).

Programa de Rádio - "Band Repórter" (Bandeirantes), "Cafezinho" (Pop Rock), "Chamada Geral: 1ª Edição" (Gaúcha), "Guaíba Cidades" e "Pampa Saúde". O programa da Pop Rock é o tradicional bate-papo com piadas duas vezes por dia, o da Pampa é de entrevistas sobre medicina e os outros três tratam do factual, o da Guaíba no meio da manhã, o da Gaúcha no fim da mesma e o da Bandeirantes no fim de noite.

Programa de TV - "Balanço Geral" (Record), "Conversas Cruzadas" (TVCOM), "Jornal do Almoço" (RBS), "Pampa News" e "Jornal do SBT Rio Grande: Manhã". O da Record sustenta sua presença no carisma do gordinho Alexandre Mota e é consolidado no início da tarde. O da TVCOM sempre gera boas repercussões pelos debates principalmente sobre assuntos políticos e econômicos do Estado. O tradicional da RBS teve como grande mudança neste ano a apresentação solo (só Cristina Ranzolin ou só Carla Fachim) e um quadro fixo com um entrevistado falando sobre um determinado assunto. O da Pampa apenas foi renomeado, pois é o programa de Clóvis Duarte, mantido após o desaparecimento dele. E o do SBT, como falei mais acima, começou com 10 minutos, depois passou a 15, a 20 e agora tem 30.

Jornalista do Ano - Felipe Vieira (Rádio Guaíba), Giovani Grizotti (RBS TV), Luiz Carlos Reche (TV Record, Ulbra TV, Rádio Guaíba e Correio do Povo), Milton Cardoso (Rádio Bandeirantes e TV Assembleia) e Roberto Brenol Andrade (Jornal do Comércio).

*É claro que, se nada de anormalmente inesperado acontecer, este Papo de Bola se fará presente para mais esta ocasião sempre muito boa e aqui muito destacada ao longo dos 8 anos destes escritos.

*Leio no Comunique-se que Adalberto Piotto explicou que saiu da Rádio CBN, onde apresentava o "CBN Total" entre 14h e 17h para as quatro emissoras próprias (São Paulo, Rio, BH e Brasília) e boa parte da rede, por entender que não tinha mais para onde crescer dentro da emissora. Sua saída, registrou, foi sem problemas e nada impede que, futuramente, ele regresse. Sua saída não tem relação com negociações com outras rádios - ou seja: é um profissional qualificado disponível no mercado. Até que algo novo apareça, Piotto se dedicará à produção de documentários, tendo definido o título do primeiro projeto: "Orgulho de Ser Brasileiro". Agora é arranjar patrocinadores.

*O jornal "Band Minas" tem novidade desde esta segunda-feira: Daniel Fabris ganhou companhia na apresentação de Munyque Fernandes, que já era da Rede Bandeirantes e apresentava o "Band Cidade" na emissora do Triângulo Mineiro. Ela substitui Gisele Ramos, que segue na Band Minas e agora é repórter da equipe de esportes.

*A tomada da reitoria da USP por (falando de uma maneira bem gentil) estudantes rebeldes estava para acabar na noite desta segunda-feira, mas a Polícia não os retirou do local. Acabou sobrando para quem? Para jornalistas. Leio no Estadão que um empurra-empurra resultou em uma pedra arremessada contra a câmera de Marcos Vinícius, do SBT, pedra esta que atingiu de raspão a cabeça de Fábio Fernandes, cinegrafista da Record, da qual outro cinegrafista, Alexandre Borba, teve a alça da câmera puxada e consequentemente queda do equipamento. Vândalos agrediram a chutes Cristiano Novaes, da agência CPN, cuja câmera fotográfica foi tomada e depois devolvida. Sobrou até para Maria Paula Limah, repórter do SBT. Um dos desordeiros a abordou e deu vários tapas contra seu microfone. Mas ela avisou no Twitter que estava tudo bem, até para evitar maiores preocupações.

*Leio no Flávio Ricco sobre mudanças diretivas na Record em dois Rios: no Rio de Janeiro, o jornalismo é assumido por Givanildo Menezes, pois Orlando Loureiro foi para a Anhanguera/Globo de Goiás; e aqui no Rio Grande do Sul, Givanildo (que, brincando, Alexandre Mota sempre chamou de "Givanilson" no "Balanço Geral") é sucedido por Vânia Lain, que já estava na casa como editora-chefe de noticiários regionais.

*Falei na coluna de ontem do óculos usado por Renata Vasconcellos na chamada do "Bom Dia Brasil" dentro do "Globo Rural". No fim da tarde, adicionei um link de foto printada deste momento. Mas sabe que não é novidade a lindíssima aparecer assim? Vejam aqui (postada por surfador01) uma participação dela no jornal da Ana Paula Campos da mesmíssima maneira que a vi nesta segunda-feira. É que para mim deu de ser novidade isso...

*Leio na Patrícia Kogut que, na última sexta-feira, na Grande São Paulo, o "SPTV" da Globo perdeu por 9 pontos a 8 para o "Bom Dia e Cia.", do SBT. Crianças e adolescentes mostrando sua força em uma faixa onde o jornalismo tem duas opções, sendo a outra o "Record Notícias", além da via esportiva do "Jogo Aberto" na Bandeirantes.

*Leio no NaTelinha que, em anúncio para o mercado publicitário, o SBT destacou um crescimento de audiência de 6,4% em São Paulo no período dos Jogos Pan-Americanos, contra 3,3% de redução da Record. Provocação do anúncio, que veem aqui: "Segundo o Ibope, no mês do Pan quem ganhou medalha de ouro foi o SBT."

*Dei uma olhada ontem em boa parte do "Roda Viva", da TV Cultura, que teve Jô Soares no seu centro. Antes de mais nada: Jô se mostrou bem agradável como entrevistado, respondendo numa boa a todas as perguntas. Outro ponto importante: Mário Sérgio Conti me soou discreto na apresentação, mas isso de uma maneira positiva, por permitir mais destaque aos jornalistas entrevistadores por ele não ter uma figura centralizadora tão forte quanto Marília Gabriela, a quem sucedeu. Além disso, ainda bem que o cenário voltou ao espírito clássico, não remetendo mais ao "Canal Livre" da Band. Só que é tudo excessivamente branco, falta cor para dar um pouco de vida ao ambiente.

*Leio em O Globo que, pela segunda vez em 37 anos, Roberto Carlos não terá um show inédito na programação de fim de ano da Globo. A primeira foi em 1999 por decorrência da morte da esposa Maria Rita. A de agora é porque a emissora preferiu reapresentar o show gravado em Jerusalém e exibido em Setembro. Mas o Rei estará presente nas vinhetas de ano novo, para as quais gravou "Um Novo Tempo" com grande parte do elenco global. A propósito disso, leio na Mônica Bergamo que, na gravação das vinhetas, quando entrou no cenário do Projac e percebeu que os artistas e jornalistas ficariam atrás dele, em degraus, Roberto disse para o diretor Jayme Monjardim que não estava certo ele cantar de costas para "todos esses meus ídolos". Adivinha se ele não recebeu uma salva de palmas do tamanho de sua representatividade para a música popular brasileira?

*Leio no Flávio Ricco que o canal Fox atingiu uma marca histórica em 18/10: a estreia da nova temporada "The Walking Dead" rendeu 1,47 ponto de audiência, maior dos canais pagos na faixa das 22h e recorde da Fox no Brasil em todos os tempos. 1,47 ponto, para o universo da TV paga, é muita coisa.

*A saideira é mais uma da sua, da minha, da nossa "ídala" das gafes, Daniela Albuquerque, mais conhecida por "Medúsia Toddynho". Essa ganhou primeiro lugar no "Top Five" do "CQC" e veem aqui (postada por cqcblogs). Ela inventou de contar a história de um contato seu com um extraterrestre, que fez uma massagem muito gostosa em suas costas e que tinha uma perninha muito fina - que a ex-jogadora Milene Domingues perguntou se "não era malhada". Convenhamos: me admira Daniela não ter percebido o que de fato foi, que só não digo aqui pois tá demais na cara. Ela é um fenômeno! E não digo isso necessariamente de uma maneira positiva.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna, se eu não estiver ocupado me divertindo com mais uma pisada na bola da esposa do dono da RedeTV!.

Bela do Dia: Daniela Pinheiro

Daniela Pinheiro, repórter da revista Piauí, uma das jornalistas que entrevistou Jô Soares no "Roda Viva" de ontem, na TV Cultura. Não, este nome não é estranho. É esta moça que fez a famosa entrevista com Ricardo Teixeira, onde ele disse que "c... de montão" para os críticos e denuncistas da CBF. Eu não imaginava que ela fosse tão bonita assim, até coloquei o Jô em segundo plano (risos). Daniela, que é brasiliense, tem um jeito "mulherão com MU maiúsculo" que me soa como se fosse uma quase-sósia loira da ex-apresentadora esportiva (e eterna voz deste PB) Débora Meneses. Curti muito!

Convivas

Ontem não registrei as mensagens dos amigos do Brasil por problemas técnicos (leia-se "técnico-físicos": não aguentei acordado mais duas horas e meia e "capotei" por sete horas consecutivas, sono necessário para não "pifar"). Mas a seguir publico as mensagens dos últimos dias.

"A Veja Rio desse mês traz Boni na capa. Ele faz algumas revelações, mas acho que não diferentes do que já tinha dito naquele 'Roda Viva'." (Amauri Raimundo)
Não vi a entrevista dele no programa da TV Cultura, mas vi a matéria que tu indicastes e, de fato, não há grandes revelações ou mesmo algo de tão significativamente inédito nela presente.

"Ceará vencer o Avaí fora de casa foi o mais surpreendente do fim de semana, pois não costuma ganhar de ninguém fora de casa e o Avaí, em casa, dificulta muito a vida de seus adversários. *** Parecia que o Cruzeiro daria um baile no Flamengo, que não via a bola, parecia aquele time sem arrumação tática, sem técnica e sem vontade que estamos vendo na maioria das partidas do returno. Felizmente, isso não se concretizou. O rubro-negro estava jogando de maneira burocrática até o primeiro gol do Cruzeiro. Alex Silva, que cometeu pênalti, não tem jogado bem e, em 13 jogos, levou 6 cartões amarelos. Amparado pela torcida, o Flamengo começou a jogar bola nas figuras de Thomás, Thiago Neves, Deivid e Muralha. Que pena que Ronaldinho Gaúcho não estava no mesmo nível dos quatro citados. Thomás tem uma das características que mais gosto em jogadores técnicos, que é correr em linha reta, partindo para cima dos adversários, com muito pique e sabendo o que fazer com a bola. Thiago Neves, que nas partidas anteriores estava mais para vagalume, fez ótima dobradinha no 3° e 4° gols com Muralha, que finalmente fez uma boa partida na marcação e, melhor ainda, nesses dois lançamentos, não sendo esta sua característica principal. O gol por cobertura foi bonito, mas não plástico porque Fábio, numa falha descomunal, entregou a bola de bandeja, facilitando o arremate. E goste a torcida ou não, Deivid é o artilheiro do Flamengo neste Brasileirão, com 15 gols. *** Na absoluta maioria das vezes, quando o Flamengo jogou no Paraná, voltou com a sacola recheada de gols. A lógica indica que perderá para o Coritiba, com boas chances de levar uma goleada. Será pessimismo de minha parte ou o histórico prova que tenho razão neste meu pensamento? *** Cruzeiro e Palmeiras estão muito mal, tendo desempenho de times rebaixados. No returno, o time mineiro fez 7 pontos e o time paulista fez 9, ambos com 1 vitória em 14 jogos. Um deles irá cair. Embora o Palmeiras tenha mais pontos do que o Cruzeiro, vejo o time paulista com ambiente mais pesado e tabela mais ingrata do que a do time mineiro. Isso pode acabar fazendo a diferença no final das contas." (Anderson Costa)
Primeiro: não acho que o Flamengo leve goleada no Couto Pereira. Pode sim perder para o Coritiba, mas não acho que sofra, por exemplo, um escore semelhante ao aplicado no Cruzeiro. E segundo: não vai dar tempo do Palmeiras ser candidato ao descenso, tá com uma margem razoável de pontos para salvá-lo.

"O São Paulo definitivamente não quer disputar a Libertadores 2012. Duas chances pra conquistar uma vaguinha já foram pro espaço, e a terceira, com a derrota pro Bahia de virada, escapou de vez. Faltou planejamento nesse ano. *** Como tu me dissestes uma vez, futebol e lógica não combinam. O Corinthians tinha tudo a favor pra uma vitoria tranquila, mas a apatia e nervosismo do time, mais o erro capital do arbitro, ajudaram pra derrota. *** A punição entre os jogadores do Ceara e do Flamengo mostra o poder de influencia que os times de maior mídia possuem sobre os outros e como a justiça está cada vez mais escassa no esporte. *** Qual a relação da TV Cultura com a TV Brasil? *** Porque que na Globo os desfiles das escolas de samba do RJ são mostrados pra todo o Brasil, mas o de SP não é? *** Mas vão insistir nessa historia do Rafinha Bastos? Não tão levando isso a sério, né? Poxa, conseguiram passar do ridículo pro tosco nessa historia toda." (Charles Tavares)
Sobre Cultura e TV Brasil: não há relação entre elas, apenas um que outro programa de uma passa também na outra.

"Respondendo novamente ao Marco Silva: se falei em limites, foi por saber que estavam providenciando segurança especial para Ronaldinho no Rio Grande. Pensei se estariam planejando atentar contra a vida dele. Uma coisa é ir ao estádio para vaiar e expor a contrariedade de um amor não-correspondido que se transformou em ódio. Protestar é um direito inalienável do torcedor que pagou ingresso, contanto que não resulte em ofensas que infrinjam a lei. Já outra coisa bem diferente é jogar pedra em ônibus e atirar objetos no gramado. Qualquer incitação à violência deve ser repudiada e tenazmente combatida. Com isso, espero estar virando a página deste assunto, pois a vida anda pra frente. *** O Botafogo deu um mole colossal ao perder em casa para o time do Figueira; o Cruzeiro jogou como time que quer ser rebaixado e o Flamengo, que nada tinha a ver com isso, passou por cima como sempre deveria fazer com adversários que estão abaixo dele na tabela e não pode tirar Thomás do time; o Santos nitidamente tirou o pé contra o Vasco pois, com um pouco mais de seriedade, teria feito 4; na disputa pra ver quem comete o maior vacilo, o Inter deu adeus ao campeonato ao perder em casa para o Fluminense, que nem precisou do Fred; tava óbvio demais o Corinthians dar de 3, de 4 ou de 5, mas esse time do Tite não tem condição de ser campeão, ainda que, a julgar pelos vacilos que cada time já cometeu nesta temporada, é de se perguntar quem é que tem condição, e alguém só vai ganhar porque não tem outro jeito! *** Todo mundo, menos eu, achava que o Corinthians ia passar por cima do América com roda e tudo! Fui o único a apostar numa vitória do Coelho. Se não me engano, o Vasco também era líder quando foi lá e apanhou de 4. *** A morte do câmera Gelson Domingos nos faz pensar no que leva um jornalista a enveredar pela cobertura policial. A gana desenfreada por notícias pode acabar resultando mesmo é no infausto que acometeu o cinegrafista. Será que os repórteres topariam correr tais riscos se não existissem os policialescos televisivos vespertinos? Talvez não houvesse demanda. Bem faço em não dar audiência a esse festival de miséria humana! *** Creio que Ronaldo quis dizer, na frase que te embaralhou, o seguinte: pior que o erro propriamente dito é a falta de humildade de seu autor em reconhecê-lo. Está certo o Ronaldo." (Clayton Moreira)
Você não entendeu nada, Clayton. Eu não quis dizer que não entendi o que o Ronaldo disse e sim fiz uma brincadeira descontraída com o uso repetido da palavra "erro" e variantes em uma só frase.

"Boston recebeu jogos da Copa do Mundo em 1994, mas a cidade não tem cultura de futebol. Não tem nem mesmo clube, ao contrário, por exemplo, de Nova York com Red Bulls e o resgatado Cosmos. Gre-Nal em Boston seria sob temperatura bem baixa, pode ser literalmente uma Boston. *** Tassiana Dunamis já tinha participado do primeiro Musa do Brasileirão, em 2006. Faria muito sucesso na Playboy ou na Sexy." (Daniel Dorneles Nunes)
Primeiro: se referindo ao possível Gre-Nal do Campeonato Gaúcho nos Estados Unidos, do qual falei na coluna de ontem. E segundo: se referindo à "Bela do Dia" do último sábado.

"Fico feliz pelo Tupi, que tem tudo pra surpreender o Santa Cruz. Tenho certeza que a taça vai pra Juiz de Fora. *** Parece que jornalista virou profissão de risco mesmo. Semana passada derrubaram a Monalisa Perrone no ar, depois mataram um câmera da Band e agora ameaçaram a Maria Paula Limah na USP. Quando teremos mais segurança pros que levam a notícia até nós? Cada vez mais chego à conclusão de que nós, brasileiros, não sofremos o que tínhamos de sofrer na mão desses idiotas." (Flávio Barbosa)
Sobre Tupi x Santa Cruz: se refere à decisão da Série D do Brasileirão.

"Muito boa a rodada para o Galo, que abriu 5 pontos para o primeiro time da zona de rebaixamento, justamente o maior rival. *** Respeito sua opinião, mas não sou contra o América mandar a partida contra o Corinthians em Uberlândia. O time está quase rebaixado, sem estádio próprio no momento, com média de 1.500 torcedores na Arena do Jacaré, renda com patrocínio e televisão baixa. Nada mais justo que procurar uma renda alternativa, o que deu certo, pois a renda de R$ 961.210,00. *** Tá faltando anunciantes para a Band colocar 'Popcorn TV' e 'Minuto Musical' no meio de sua programação? *** A única diferença entre o Paparazzo e as revistas Playboy e Sexy é o nu frontal, já que as fotos de Aryane Steinkop estão para lá de sensuais." (Hugo Leonardo Souza Pinto)
Primeiro: sim, o América lucrou uma grana daquelas, mas o "mando invertido" rendia um cenário muito mais favorável ao Corinthians, daí a aposta quase geral na vitória dele. Segundo: em qual Band isso? Digo, por onde você a vê? Canal aberto, TV paga, enfim? E terceiro: o Paparazzo não costuma ter nudez completa, quanto mais - falando um português bem claro - bunda de fora. É exceção isso no excelente ensaio da Aryane.

"O Vasco tem todo o direito de mandar os jogos no seu estádio, mas igualmente deve ser responsável pela segurança do evento. No entanto, para este Campeonato Brasileiro, isto é casuísmo. Depois de dividir o público com todas as equipes, agora quer mandar no seu estádio, que, por questões de segurança e acessibilidade, só vai conseguir oferecer 10% dos ingressos aos seus adversários. Isto é golpe e anti-ético, ainda mais considerando-se que o Vasco assinou um documento comprometendo-se a oferecer as mesmas condições oferecidas pelos seus adversários. É claro que não devemos esperar ética dos dirigentes do futebol brasileiro, mas é isto que ocorre. Se o Vasco quiser mandar os clássicos ano que vem, que mande, mas avise antes do início do campeonato para que a divisão do ingresso seja mais justa. A divisão igual do apoio da torcida também é um prejuízo técnico para o mandante e não apenas o local do jogo. O Vasco foi beneficiado no turno com a divisão dos ingressos e a possibilidade de contar com o maior apoio das torcidas. Além disso, dividiria a renda, como foi feito no Engenhão? Este ponto ninguém comenta. Para relembrar: quando Maracanã e Engenhão estavam abertos em 2009, o Botafogo avisou antes do jogo do primeiro turno que mandaria o clássico contra o Flamengo no Engenhão, com proporção de ingressos 90/10. No Maracanã, então, o Flamengo fez a mesma proporção 90/10. Isto é ético, correto e, acima de tudo, legítimo. O Botafogo acabou abrindo mão da divisão 90/10 no segundo turno pois não tinha mais chances no campeonato e o Flamengo brigava pelo título, e o Botafogo optou pela renda pois com mando não há divisão de renda, o que também é um problema dele. Se for feito antes do início, que o Vasco use do seu legítimo direito de mandar os clássicos em São Januário. No atual campeonato não dá mais. *** O povo do Gre-Nal até está acostumado a temperaturas mais frias no inverno. Boston é uma cidade linda e aconchegante, mas será que vale o prejuízo técnico de viajar 15 horas só pra chegar lá e jogar com temperaturas negativas e quem sabe neve pra ganhar um trocado? O mesmo raciocínio vale para os demais clássicos. Espero que o meu Flamengo não caia nessa furada, mas do jeito que é a saga para conseguir um dinheiro, não duvido que os clássicos sejam de fato realizados lá. *** Infelizmente estava na cara que aconteceria isso com o repórter cinematográfico da Band. E nada vai mudar na busca desenfreada pela audiência. Programas como 'Brasil Urgente' tem uma audiência considerável, o que significa que, para emissoras menores como Band e Record, vale a pena colocar a vida dos seus profissionais em jogo para conseguir imagens do mundo cão. *** Se o conteúdo do GBN for de qualidade semelhante ao do 'Conta Corrente' da Globo News, é melhor nem gastar tempo/dinheiro produzindo o novo canal." (João Arruda)

"Já reparou que no site da CBF consta o Corinthians x Palmeiras da última rodada como a ser realizado no dia 3/12? Porque o Timão jogaria um dia antes de todos os outros clubes?" (João Pedro Martins da Silva Viegas)
Não vai acontecer isso, é um tremendo erro de digitação no site da CBF. Todas as partidas da última rodada serão simultâneas. No máximo puxarão para sábado uma ou duas cujos duelistas não tenham absolutamente nenhuma interferência sobre qualquer outro confronto.

"Depois da derrota ridícula e tosca de domingo, quero que o Cruzeiro caia sem ganhar mais nenhum jogo até o fim do campeonato, com direito a goleada no último jogo. Quero esse time desgraçado - o time e não o clube -, que Zezé vendeu até não poder mais, foi mal reposto e agora largado às traças, afunde até a lama mais fétida, no buraco mais negro. Que vão pra segunda divisão, mas não esperem que eu a assista. Não só não assisto, mas não ouço, não leio e não quero nem saber. Que se explodam todos os canalhas que, derrota após derrota, vêm falar em 'apagão', em 'pensar no próximo jogo', em 'a vida continua' e toda asneira que passa pelas cabeças ocas de gente ordinária que finge se preocupar, mas só quer saber de tomar um bom banho no vestiário e sair por aí nas suas BMWs X6. Que vão todos assar no fogo do inferno. Que desapareçam de nossas vidas de vez, mas que um dia paguem pelo que fazem com milhões de pessoas, que nunca na vida terão o padrão de vida luxuoso que esses biltres têm, mas que sofrem pelo clube sem nada poder fazer. *** Entendi o negócio da Record na Sky. Será que ele pegam o mesmo sinal da parabólica analógico? Esse sinal dá chuvisco em antenas parabólicas comuns. São visíveis nas cores fortes." (Marcos Tony)
Desabafos azuis à parte, respondendo sobre a Record: não, não tem chuvisco de imagem pois nitidamente não é a mesma imagem captada da parabólica comum. A programação é a mesma dela, mas o sinal com certeza é enviado da matriz da emissora para a central da Sky, o que garante a muito boa qualidade da imagem.

"Sábado assisti no 'Caldeirão do Huck' um desfile com as Musas do Brasileirão, muito rápido, mas pelo pouco que assisti, votaria nas de América e Avaí - ou seja: a tabela do Brasileiro precisa é ser invertida! *** Márcio Gomes apresentou semana passada o 'Globo Notícia', ao contrário do normal, quando Fátima Bernardes faz este programete e o 'Jornal Nacional'. Não sei se é definitivo, mas se for, seria melhor este pequeno telejornal na apresentação de Renata Capucci ou Ana Paula Araújo." (Marcus Rovani Prado Maglioni)

"O Brasileirão é, sem dúvida, o campeonato mais difícil do mundo. Em qual campeonato o lanterna pode jogar de forma equilibrada contra o líder? Um Corinthians que recebe 100 milhões e um America que recebe 9 milhões da TV? Fantástico esse Brasileirão. Não arrisco um ganhador. O America, que pena, esta rebaixado, mas é um bom time. Nesse Brasileirão, os ruins não são tão ruins assim e os bons não são tão bons. Palmeiras e Cruzeiro são de longe os piores times do segundo turno. Acho uma vergonha um time grande ser rebaixado, com tanta estrutura e grana. Incompetência geral." (Mayron Cesar de Souza)

"Fui no jogo do Flamengo. Que show da torcida. Casa cheia, vitória espetacular e de goleada e a voz indo pro espaço (risos). *** Na entrevista ao Cléber Machado na semana retrasada, Leão disse que ninguém quer ser campeão. E concordo plenamente. Time que quer ser campeão não pode perder pontos bobos para times que não lutam por nada ou cumprem tabela. Corinthians e Vasco são exemplos. Sem desmerecer o América, mas quem quer ser campeão não pode perder partidas assim. Isso mostra o quanto o futebol mexe com o coração e a emoção dos torcedores. Flamengo, Fluminense e Figueirense estão, sim, na briga pelo campeonato. Será que haverá cavalo paraguaio nesta reta final de Campeonato Brasileiro?" (Pablo Souza)
Se tiver, tem que ser muito zoado por tal "proeza".

"É muito bom quando um time ganha jogando com raça, na superação, dando tudo de si. Mas ainda acho que mais importante é jogar bem, ter padrão de jogo e esquema tático. Isso aconteceu com o Corinthians quando ganhou na raça do Avaí, mesmo com um jogador a menos. Até fiquei entusiasmado, pensando que agora ia, mas não foi. Não jogou nada contra o lanterna do campeonato, é verdade que teve um pênalti mal marcado contra si, mas isso não é desculpa. Não teve uma mísera chance de gol, ficou tocando a bola na intermediaria e não tinha ninguém com capacidade de dar um passe que pudesse resultar alguma coisa, tanto que deu três chutes a gol. Isso é uma vergonha para um time que é o líder do campeonato. Com esse futebol, não é que não vai ser campeão; não pode é ser campeão." (Paulo Henrique Gonçalves)

"O corte de Kaká mostra um bom senso por parte do Mano Menezes, que cometeria um erro monstruoso ao colocá-lo contra o Gabão. Kaká é o melhor jogador do Brasil e não pode se dar ao luxo de ser titular contra duas seleções capengas tendo como companheiros Bruno César, William, Jonas e Hulk. Tem que esperar o momento certo para lançá-lo no time, contra times de respeito. No momento, a principal esperança do Brasil é Kaká, e o bom senso indica calma com ele, que acabou de vir de contusão e ainda está se readaptando ao Real Madrid e ao futebol europeu. Sendo um atleta consagrado, não são necessários testes para se provar que é o melhor jogador do Brasil. Seria melhor que ele voltasse só na Olimpíada, carregando o time de Neymar, Alexandre Pato, Leandro Damião, Lucas e Paulo Henrique Ganso - desde que o Real Madrid concorde, claro. Mas pelo excesso de meias que o time merengue tem, uma liberação não seria tão problemática, acho." (Ricardo Haertel)

"Nem vi tanta diferença da transmissão da Band no Grupo de Acesso do Rio para as transmissões que a CNT fazia. Mas se em 2012 os desfiles continuassem com a Band a coisa seria melhor, já que passou a investir mais no Rio nos últimos meses e até conta com um helicóptero agora. Claro, já em 2011 teve o diferencial da Band ter transmitido os desfiles no canal digital - não sei se em HD -, coisa que a CNT não tinha e continua sem ter. *** No canal digital, a RedeTV! só mostra programas mostrados gerados em HD. O único independente mostrado é o excelente 'Olhar Digital', que desde que passou a ir ao ar no canal digital ganhou aquele selo 'RedeTV! HD' no canto superior da tela. Em compensação, o 'RJ Notícias' não é mostrado pois não é gerado em HD. Até hoje a estrutura da emissora no Rio se limita a uma sala no Shopping Rio Sul, bem diferente da antecessora Manchete, que tinha muito mais estrutura, usava o Rio como cabeça da rede e tinha uma programação bem superior." (Victor Faria)

Participe pelo papodebola@gmail.com. Sua opinião será registrada nas próximas colunas.

Clipe do Dia

Hoje completa 40 anos o lançamento de "Led Zeppelin IV", álbum que traz tesouros sensacionais como "Stairway To Heaven", "Rock and Roll", "Going to California" e o destacado aqui: "Black Dog".

Arremate

Esta noite, teremos festerê rubro-verde em São Paulo e tristeza colorada em Goiânia.

"24 Horas" volta depois que acabar a rodada da Série B!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia"), colunista do NaTelinha e apresentador da webrádio Voz do Futebol.

E-MAIL: papodebola@gmail.com

ACESSE TAMBÉM:
Na Telinha | Voz do Futebol

LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.

.

.


Confira as manchetes do Papo de Bola - o Site, o acompanhamento das rodadas de futebol e comentários diversos. Para ser mais um seguidor, clique aqui.
 
PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.