.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

13 de Outubro de 2011 - ANO 9, EDIÇÃO 56
O time do Loco ganhou do time do bando de loucos

Se vencesse ontem no Municipal de Sampa City, o Corinthians teria aberto uma frente razoável sobre o Vasco, suficiente para assegurar a liderança até o fim de semana desse o que desse, e frearia um adversário direto. Mas a noite foi do Botafogo, embora sem facilidades.

Começou no gol muito mal anulado pelo Alessandro Rocha Matos. De repente ele tá cansado de trabalhar e, pra ganhar uma folguinha extra, resolveu aprontar uma barbeiragem sem noção para ganhar um belo gancho de um mês ou coisa que o valha. Mas os cariocas não baixaram a guarda e abriram os trabalhos com Loco Abreu, que voltou da seleção uruguaia direto pras redes da Série A, e aumentaram no chute do Maicosuel desviado em Moradei. Os paulistas quase marcaram com Paulo André, Alex e Paulinho. Mas a noite não era mesmo do Coringão. Quando Renan não defendia, Marcelo Mattos salvava, Paulinho e Leandro Castan que o digam. A coisa dificultou com a exclusão do Side Show Bob (cujo apelido é Cortês), que rendeu um sustaço no chute do Alex no travessão. Mas mesmo se submetendo à forte (mas descerebrada) pressão dos donos da casa, o Fogão resistiu e segurou 3 pontos preciosíssimos, ainda mais que tá chegando o jogo pendente contra o Santos.

Renan foi o goleiro do Glorioso pois o voo fretado da Seleção que trouxe jogadores dos clubes atrasou, daí Jefferson não chegar em tempo. Por conta disso, também Ronaldinho não jogou. O Palmeiras foi um temporal só, com direito à clara divisão de jogadores de um lado apoiando João Vitor versus Felipão e diretoria colocando em dúvida a origem da agressão sofrida pelo jogador, ao invés de apoiar um funcionário do clube, o que gerou atritos com Kléber, que não viajou com a equipe. Mesmo com tudo isso e ainda a saída de Marcos Assunção no tempo primeiro por contusão no ombro, além de atuar ante sua gente, o Flamengo cochilou pra burro. A partida não foi boa. De arrancar suspiros, mesmo, só aquela bizarrice dos três gols perdidos em uma só oportunidade, o discutível gol do Thiago Neves (achei que o impedido Jael influenciou) e o empate do Maikon Leite. Nas circunstâncias, um resultadaço dos paulistas, que jogaram direitinho apesar de toda esta turbulência.

Também não foi legal o encontro de São Paulo e Internacional em Barueri. Os tricolores tiveram alguns bons momentos na etapa inicial e os colorados dominaram a etapa final. Como não gosto de placar zerado (e é aquilo que sempre digo lá no Twitter: futebol sem gol é igual a namoro sem beijo, cadeia sem bandido, ônibus sem passageiro, prato sem comida, rádio sem som, livro sem capa, telefone sem linha e faroeste sem caubói), talvez 1 x 1 ficasse legal. Mas 0 x 0 não foi propriamente inverídico, não. São-paulinos empataram à tarde pelo Nacional e, à noite, souberam que a LDU eliminou da Sul-Americana o atual campeão Independiente mesmo levando 1 x 0 por ter feito 2 x 0 na ida, agora aguardando eles, desde que façam sua parte a partir de quarta que vem, no "Claptubi" (essa é nova), contra o Libertad.

O Grêmio murchou a face de sua torcida em pleno Monumental. Isto é: o Figueirense teve uma atuação muito boa e chegou à trinca vitoriosa com muitos méritos. Lá atrás, Wilson fez sua parte impedindo André Lima e duas vezes Marquinhos de marcar. Quando não defendeu, teve a sorte de um chutaço de Marquinhos e um escanteio do Douglas serem detidos pelos postes. Lá na frente, Wellington Nem foi um capeta em forma de guri, mas os dois primeiros gols saíram com Aloísio e Elias, o deste na mão de gelatina do Victor. Isso tudo foi antes do intervalo. Depois dele, Wilson não impediu Edcarlos de diminuir, mas Wellington Nem continuou impossível. Fez um grande gol ao deixar Gilberto Silva e Victor comendo poeira e, somando a tentativa por cobertura no tempo primeiro às do tempo segundo, deixou de marcar mais quatro gols. Visitantes indesejadíssimos os comandados do Jorginho. Antes do Tricolor, bateram Santos, Cruzeiro, Atlético Mineiro e Corinthians em suas canchas.

A partida mais divertida não só da tarde, mas de toda a rodada até aqui, foi na Ressacada. Avaí e Atlético Goianiense criaram um monte de chances de gol cada, mas no primeiro tempo o Leão só aproveitou uma com William Batoré e o Dragão aproveitou duas da virada, com Anselmo e um portento espetacular de Vitor Júnior, não só por deixar "cinquenta" adversários e mais o goleiro Felipe na saudade, mas também pelo calcanhar de Bida no início. Se este gol fosse um rosto de mulher, equivaleria à saudosa princesa Grace Kelly. Felipe e Márcio continuaram sem qualquer folga no segundo tempo, o jogo era aberto. Márcio brilhou ao defender pênalti muito existente batido por William, mas no último minuto foi marcada outra penalidade - fora da área - e Batoré chutou a bola com tanta raiva e fúria que parecia um pai arrebentando as fuças de um engraçadinho que maltratasse sua filha. Sorri eu pela peleja animadíssima, mas não sorriram os times pelo resultado a eles ruim em seus objetivos.

Com público maior que no clássico contra o Atlético (cerca de 200 pessoas a mais, mas nada que atingisse quatro dígitos), o América conseguiu um improvável quatrilho que dá um pequeno sopro de esperança para fins de fuga do descenso - mas só pequeno também, 7 pontos que está atrás do Cruzeiro. O Coelho saiu ganhando em lance que, vendo uma vez e em imagem de Internet sem muita perfeição, me pareceu escorregão de Gilson e não toque de Leandro Chaves nele. Fábio Júnior fez sua primeira fatura após 4 meses. Não era um confronto de tantas chances de gol, mas dentre estas poucas algumas eram do Ceará. Para terem ideia: apesar do escore folgado para os mineiros, o segundo gol só saiu aos 20 do segundo, no chute de fora do Rodriguinho, e o terceiro a 11 minutos do fim, com Gilson. Não chegou a preocupar tanto o tento do Felipe Azevedo e o do Léo foi mais para fazer saldo. Resultado muito perigoso para os alvinegros, dependendo do que rolar esta noite.

E falei do Cruzeiro, que continua numa draga miserável e - por mais que este seja um dos times mais fracos dele em muitos anos - incompreensível, pois no mínimo na turma da Sul-Americana tinha que estar posicionado. Nos 45 minutos iniciais, ele e o Bahia não fizeram grandes coisas, a chatice predominou. Momento mais destacado foi o quase gol contra do Souza, salvo pelo Marcelo Lomba. Raposa foi superior nos 45 minutos finais, fazendo o irmão da Gabriele ser uma figura importante em pelo menos quatro tentativas. Por sua vez, Fábio fechou o alvo em cabeceio de Fahel. "Oxadas" as duas esquadras, menos ruim o escore para o Tricolor, mais distante dos quatro últimos. No pós-jogo, Joel Santana reclamou de alguém (não sei quem) que disse na TV que o Cruzeiro estava na situação em que está por causa dele, sendo que foi o único técnico de quatro só neste Brasileirão com quem os azuis obtiveram vitórias. Agora são 10 jornadas consecutivas sem triunfos. É muita coisa!

No frigir dos ovos, quem curtiu a quarta-feira foi o Vasco, que recuperará a liderança se derrotar o Atlético Paranaense. Verdade, os dois vem de derrotas fora de casa por 3 x 0 e a partida é em Curitiba, mas a classificação espelha bem a diferença de nível das duas equipes, além do extra-campo colocar mais dificuldades para o Furacão, não só pelas saídas de Madson e do gerente Paulo Rink, mas agora por pegarem Morro Garcia no antidopagem da final do Campeonato Uruguaio, quando jogava pelo Nacional. No outro duelo RJ x PR, Fluminense precisa ganhar do Coritiba e torcer para o Vasco no máximo empatar para ficar a 4 pontos da liderança. E lá embaixo, o Atlético Mineiro é obrigado a passar pelo Santos, mas tem Guilherme e Bernard como dúvidas por contusões em um recreativo. "Complicativo", isto é.

Uma do Nordeste

Enquanto acontecia o Campeonato Brasileiro, tinha decisão de torneio estadual: a Copa Unimed (ou Copa Fares Lopes, o que dá no mesmo), segunda competição do Ceará. Horizonte chegou ao bicampeonato com 4 x 2 sobre o Guarani de Juazeiro do Norte e assegurou presença na Copa do Brasil de 2012.

Rumo à Eurocopa 2012

UEFA sorteou as repescagens que definirão os últimos quatro classificados: Portugal x Bósnia, Turquia x Croácia, República Tcheca x Montenegro e Estônia x Irlanda.

Curtinhas

*Retornado ao Botafogo contra o Corinthians, Herrera reclamou do futebol brasileiro pela suspensão ser com três cartões amarelos, o que acha absurdo em um campeonato com 38 rodadas. Mais justo ele acha que seria se fossem cinco amarelos, igual à maior parte do mundo. Concordam ou discordam do tangueiro?

*No dia em que comemorou seus 102 anos, o Coritiba ganhou de presente a confirmação de sua sequência de 24 vitórias seguidas entre Fevereiro e Maio deste ano no Guinness Book. Processo para reconhecimento da marca levou quatro meses e renderá uma cerimônia oficial neste domingo, onde um representante do livro dos recordes estará presente e o Coxa será homologado o time que mais venceu partidas consecutivas por torneios diferentes no mundo. Parabéns aos alviverdes!

*Leio no IG Esporte que, além de patrocinar as camisas de praticamente todos os clubes de futebol do Brasil (tá, exagerei muito nessa, mas que parece isso, parece), o banco BMG agora quer para 2014 um clube próprio na Série A do Brasileirão, na qual anuncia em 9 dos 20 times deste 2011. Ideia é comprar um time que esteja na Série B e não tenha muita torcida, para evitar reações em caso de troca de cidade. Fichas 1, 2 e 3 para Americana, Boa Esporte e Barueri, é meu óbvio palpite.

*Deputados estaduais haviam aprovado por 92 x 1 uma lei que liberava a volta das bandeiras com mastro nos estádios de São Paulo, banidas há 15 anos. Mas Geraldo Alckmin vetou a lei, justificando que os torcedores poderiam usar os mastros das bandeiras em desordens violentas. Qual a opinião dos prezados sobre isto?

E atenção, pessoas!

Chegou aquele momento mais pan-americano do que estar em Guadalajara e ter uma conta que só pode ser paga em dois bancos brasileiros com filiais por lá, mas um faliu e o outro entrou em greve (trocadilho sem vergonha, sei, mas agora já foi): "Sintonia PB", antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Ontem, aconteceram em várias cidades do Brasil passeatas denominadas Marcha Contra a Corrupção. A de São Paulo gerou um desabafo chateado, via Twitter, da repórter Veruska Donato, da Globo. Ela e sua equipe não sofreram agressões físicas, mas foram atacados verbalmente por manifestantes.

*Contou a repórter que uma estudante perguntou se queria pintar o rosto, aí disse que estava trabalhando e que já tinha feito isso na época dos caras pintadas, e recebeu de resposta um "vai tomar no..." Veruska disse que protestos contra a corrupção são legítimos, nascidos da sociedade e para necessidade da sociedade, e que há pessoas sérias nos movimentos, mas que é preciso pregar a saída de quem achar que democracia se combate com alvos e não com ideologias. E arrematou que, como brasileira que é contra a corrupção, que ganha salário por seu trabalho e que acordou às 4 da manhã para exercê-lo, quer ser respeitada.

*Apenas no meio da tarde eu soube, pelo Twitter do Luiz Bacci, que também o "RJ Record" não foi exibido nesta quarta-feira, a exemplo do "SP Record". Ou seja: tanto São Paulo quanto Rio de Janeiro viram a programação especial de feriado completa, entre 12h e 20h - além do bloco Rio do "Hoje em Dia" não ter sido exibido por seguirem na rede com o especial dedicado à final de "A Fazenda". "A Múmia", filme exibido às 18h para paulistas e cariocas, passou para todo o país pela Record do canal 7 da Sky, enquanto a rede aberta recebeu "Os Batutinhas", que acabou às 19h25 para os demais noticiários locais.

*Sim, o SBT exibiu o episódio temático de Dia da Criança do "Chaves", mas não na data em si e sim na terça-feira, na sessão das 18h. Ontem, quem mostrou "Chaves" foi a emissora carioca, saindo da rede às 11h30 para preencher tempo até começar o "SBT Rio", transmitido normalmente no feriado - diferentemente do ontem cancelado "Balanço Geral" na Record.

*Leio no Daniel Castro que o SBT pode se tornar a nova "casa do carnaval" na TV. Além de já mostrar a folia de Salvador neste 2011, deverá mostrar em 2012 também as festas de Recife e Olinda. E está avançada uma negociação para a TV do Patrão receber da Globo a cessão dos desfiles das campeãs de São Paulo e Rio de Janeiro, além do grupo de acesso carioca, na sexta e no sábado (dias em que a Plim-Plim mostra o grupo principal paulistano). Estes desfiles sairiam da Bandeirantes. Será?

*Leio na Keila Jimenez que a Globosat está armando para o começo de 2012 o lançamento de um canal infantil de nome curioso: Gloob. É uma mistura do nome do barulho de uma bolha com uma troca de letras no nome da Globo. Ideia do Gloob é investir pesado em animações brasileiras e brigar por grandes títulos infantis.

*Fiquemos de olho nos colunistas especializados e nos grandes portais. Segundo os noticiários dos últimos dias, é hoje que sairá uma decisão sobre o enrosco do Rafinha Bastos com a Bandeirantes.

*Nesta quarta para quinta, "O Astro" teve um capítulo de 25 minutos em bloco único, 5 minutos a mais que o normal deste dia da semana. Possivelmente consequência das durações diferenciadas dos dois capítulos anteriores, afetados pelos amistosos da Seleção Brasileira, o que provoca reedições para melhor encaixe de ganchos.

*A saideira: enquanto Adriano Imperador jogou meia hora e não passou de uma boa cabeçada na derrota do Corinthians para o Botafogo, a "imperatriz" Joana Machado ganhava duas milhas de "dilmas" da final da "Fazenda". Macharedo, não contem mais com ensaio dela nua. Não por agora. Ela não precisará do dindim.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna, se eu não estiver confinado na quinta "Fazenda".

Bela do Dia: Desirée Oliveira

Desirée Oliveira, a Mulata Difícil da "Zorra Total", capa da Playboy e, segundo a coluna "Gente Boa" de O Globo, estrela da Imperatriz no desfile das escolas de samba do Rio em 2012 (o tema será Jorge Amado). Desirée será Gabriela Cravo e Canela, reproduzindo a lendária cena do telhado na novela da Globo. Oh, Senhor, que mulher é esta? Uma tentação que não acaba mais.

Convivas

"Com a vitória sobre o México, Ronaldinho vai enganar um pouco mais na Seleção, sempre caído pelo lado esquerdo e não fazendo grande coisa. David Luiz é um Lúcio mais estabanado. Ao menos foi bom ver Marcelo e Hulk, figuras que podem continuar atuando. *** Guiñazu e D'Alessandro são jogadores que faltam ao São Paulo: um combatente no meio e um cara que desequilibra do meio para a frente. Título fica complicado se o time não vence em casa. *** De que adianta estender a Copa do Brasil se as datas dos Estaduais não diminuem? Não quero que eles acabem, mas 23 datas é muito. *** Certamente teremos um 'grupo da morte' na Euro, já que Ucrânia e Polônia serão cabeças-de-chave, junto de Holanda e Espanha, e já temos Itália, Alemanha e Inglaterra classificadas. Uma das 3 gigantes cairá no grupo ou de Holanda ou Espanha. Alemães, espanhóis e holandeses são os favoritos nesse momento. *** Vi na ESPN que Mazinho tentou fazer com que os filhos jogassem no Brasil, mas não encontrou apoio na CBF, que não os convocou para seleções menores, e os filhos decidiram defender a Fúria. *** Ainda que os atletas da NBA mostrem uma consciência coletiva um pouco maior do que a dos atletas daqui, é triste essa briga por mais grana na liga mais rica do mundo do basquete. *** Concordo com sua opinião sobre telejornais noticiarem coisas de 'reality shows', que de reality não tem nada. Só lembro da Globo tocar no assunto 'BBB' em um 'Globo Repórter' sobre pessoas que 'realizaram seu sonho', onde entrevistaram um desses ganhadores. Na Record e no SBT a coisa é mais descarada, mas todos estão errados. *** Lamentável essa exibição de estupro na TV da Paraíba. Assim como os próprios crimes, essas pragas de programas policialescos se espalham pelo interior do país, o que é profundamente lamentável, ainda mais que nenhuma concessão de TV foi cassada após a exibição dessas atrocidades. *** O 'Jornal das 10' da Globo News, ainda que com viés extremamente 'norte-americano', é uma boa opção, ainda mais por ser o único apresentado todos os dias. *** Ciro Bottini foi esperto ao ficar no Shoptime e ser estrela, ao invés de ir para outro canal e ser apenas coadjuvante. *** Esse 'Amazônia' da Record seria um 'No Limite' turbinado por apoio empresarial? *** Também lembro das séries na 'Sessão Aventura' no fim da tarde. Poderiam voltar com ela. *** As pessoas conseguem ser mórbidas muitas vezes. O CD mais vendido do ano na Inglaterra é da Adele. É inegavelmente uma ótima cantora, mas é indiscutível a semelhança da voz dela com a da Amy Winehouse. Ela teria essa vendagem toda se não tivesse acontecido a tragédia com Amy? *** Dica para 'Bela do Dia': Cristina Scabbia, vocalista da banda Lacuna Coil." (Alexandre Rodrigues Alves)

"Uma das coisas que mais gosto é o 'Clipe do Dia', e o do dia 3 - Jive Bunny, 'That's What I Like' - sem dúvida foi um dos melhores. Fiquei impressionado. Como Chubby Checker dança. Acho que hoje em dia dificilmente se encontra quem cante e dance tão bem. É de uma agilidade tremenda, o cara dança muito, mas muito mesmo. Belíssimo clipe." (Antônio Raimundo Rodrigues Neto)

"Os lances capitais do jogo do Brasil foram as defesas do Jefferson, melhor jogador em campo, se não poderia ter virado goleada. Além disso, ficou provado que o Brasil ainda persiste em jogadas individuais. Uma hora isso vai falhar e a Seleção vai se lascar. Mas por outro lado, mostrou o poder de superação que havia dentro dela, sendo capaz de derrotar os mexicanos. *** A Record parece que não tem programas de entretenimento, pois vai falar de um assunto tão banal quanto é esse reality num telejornal. Tá parecendo o 'SBT Brasil'. *** O SBT teve boa iniciativa nesse 'Feriadão', mas de novo sem colocar 'Chaves'? Qual critério usam pra escalar um programa ou outro? E será que esse 'Feriadão' vai se repetir nos próximos de Novembro? *** Ja começa a ficar chata essa novela do Rafinha Bastos. Acho que ele ja recebeu sua punição, não sendo necessária uma possível demissão. Detestei a atitude do Ronaldo de 'tomar as dores' do seu sócio. Como diria Romário: ele, calado, é um poeta." (Charles Tavares)

"Para o Flamengo, a pior coisa que poderia ter acontecido foi esse entrevero da torcida do Palmeiras com João Vítor. Os atletas, loucos para ver Felipão pelas costas, resolveram jogar ontem para mostrar que não têm medo de torcedor, que têm honra e tal. Junte-se a isso o fato de que o Flamengo, sempre que entra em campo com a obrigação de ganhar, acaba se enrolando. Resultado: mais um empate bobo na conta, assim como fora contra Bahia, Ceará, Figueirense, Inter... *** Vi as derradeiras cenas de Ellen Roche em 'O Astro'. Mesmo sabendo tratar-se de ficção, é uma tremenda falta de imaginação o sujeito que tem essa 'gostosa clássica' nas mãos atirá-la não numa cama e sim no poço de um elevador. A deusa queria um milhão de dólares? Pagava logo, ora, pois ela certamente vale bem mais do que isso! Nua, vestida, não importa! Ellen é simplesmente um colosso! E mesmo na ficção, a morte de uma mulher bonita sempre causa uma certa consternação. Fico particularmente chocado quando tomo conhecimento pela imprensa da morte violenta de mulheres bonitas. *** Não vejo como coisa de outro mundo a menção ao último capítulo de 'A Próxima Vítima' no 'Jornal Nacional' pois ali era um caso excepcional, visto que a novela ultrapassara as fronteiras do vídeo e estava influindo no comportamento das pessoas. Aí acho válido! *** Algo que passou batido nas reportagens que vi ou li sobre José Vasconcelos foi seu lado compositor. Ele é autor da letra de 'Nick Bar', lançada em 1951 por Dick Farney e parceria com o genial multi-instrumentista Aníbal Augusto Sardinha, o Garoto, autor de 'Gente Humilde'. Conta-se que, pelos idos de 1953, quando José despontava como rei do stand up décadas antes do termo ser inventado, Portugal foi enfrentar a Áustria, em Viena, pelas Eliminatórias da Copa da Suíça. Levou uma sapatada de 9 a 1! Zé falou num show que Portugal sofrera tantos gols porque o seu goleiro atuava de costas. Nome do arqueiro: Costa Pereira." (Clayton Moreira)

"O Atlético Paranaense tem mais pontos que o Avaí, mas a derrota desanimou. É muito triste o Furacão ter jogadores como Manoel, Cléber Santana e Paulo Baier, para ficar nos principais, sem conseguir em momento algum sequência de vitórias. É o que me faz pensar assim. Bons jogadores reunidos não necessariamente formam um bom time, assim como jogadores esforçados se dedicam muito a cada jogo e conseguem boa campanha. *** Além do jovem Campbell, outro jogador costarriquenho chamou atenção, ao menos pelo nome: Azofeifa. Continuando na linha nomes curiosos: a Venezuela venceu a Argentina com gol de Amorebieta. *** Perto de sexta, o Brasil jogou mais, mas não muito. O México não fez muito, mas a partir do gol esteve melhor. Vencemos, mas seguimos sem padrão de time, sem ser capaz de animar a torcida. O Gabão pode ser goleado e, enganosamente, acharemos que vamos evoluir." (Daniel Dorneles Nunes)
Tá, você justificou sobre o Atlético. E o Avaí? No quê ele é tão melhor para você vê-lo como talvez salvo e os paranaenses já rebaixados? Ontem tua tese perdeu um pouco de força com o mero empate em casa. E se hoje o Atlético ganhar, como fica seu pensamento?

"Quem diria: o futebol carioca salvou a Seleção Brasileira! Jefferson, que defendeu o pênalti no fim do primeiro tempo, é do Botafogo; Ronaldinho, que marcou o gol de empate, joga no Flamengo; e Marcelo, que fez o gol da virada, foi revelado pelo Fluminense. Só faltou Dedé trancando a zaga no lugar do David Luiz. Isso mostra a excelente fase do futebol do Rio hoje." (Daniel F. Silva)
"O Rio de Janeiro continua lindo..."

"Acho que tu precisas comprar um óculos urgentemente, pois dizer que não foi pênalti domingo passado em cima do Diego Rosa foi demais para a minha cachola (risos). O lance foi claro, ele foi calçado e teve toque do jogador do Inter. Em todas as câmeras se viu isso. Foi muito pênalti. Mas tudo é questão de opinião, né? *** Se houver essa alteração da Copa do Brasil em 2013, será ótimo para todos os clubes. Será que nossos dirigentes vão começar a 'pensar' um pouquinho?" (Fabiano Dias)
Calçado? Não reparei neste lance por baixo, admito. Cuidei foi o contato deles por cima, não houve nenhum esbarrão de peito com peito ou algo assim. Mas vou rever este lance.

"Sem dúvida a vitória do Botafogo foi importante, mas Alessandro Rocha Matos quase estragou tudo. Anulou um dos gols mais legais que já vi. Até uma criança cega viu que foi posição legal no gol do Marcelo Mattos. Dizem que exagero, mas este senhor tem que ser punido severamente, porque cometeu o maior crime desse Brasileirão. *** Quer dizer que Maria Paula Limah está no SBT? Eu já sabia que ela tinha saído da RedeTV!, mas vamos ver como ela se sai na emissora do Silvio. Acredito que, qualquer sábado desses, ela vai estar na bancada do SBT Brasil. Tenho certeza disso." (Flávio Barbosa)
Tava indo tudo bem até entrares nisso que falo do exagero que encerra o senso de seriedade, isso de "maior crime desse Brasileirão".

"O título 'Mãe do Ano' acho que deveria ser considerado no ano em que nasce o bebê, casos da Luciana Ávila, Cristina Lyra e Rosana Jatobá. *** Patrícia Costa vem substituindo à altura a beleza da Thalita Oliveira. *** Se Ticiana Vilas Boas apresentar a previsão do tempo de saia, como foi na segunda-feira, ninguém vai notar a falta do Ricardo Boechat. *** A Band cuidou muito mal do caso Rafinha Bastos, isso tudo por se tratar de um cara que tem dinheiro. Sem Rafinha, o 'CQC' não será o mesmo. *** Muito bons o 'Clipe do Dia' e o 'Momento Raridade Rara' com Renato Russo. Faltou o clipe de 'Perfeição', o mais trabalhado pela tecnologia da época. Renato é um compositor raro, que sabia traduzir a linguagem dos jovens nos anos 80. Sua inteligência vai além do tempo, tanto que suas canções de 25 anos atrás se encaixam perfeitamente no contexto político e social do país. Como uma música dele diz: 'É tão estranho... Os bons morrem jovens...'" (Hugo Leonardo Souza Pinto)
Primeiro: por mim, o título vale bastando ter engravidado. E se engravidar em um ano e dar à luz no outro, concorre nos dois (eh, eh). Segundo: Boechat? Quem é Boechat? (risos) E terceiro: o tema referido é "Love In The Afternoon", até alguns meses atrás ouvido nas tardes da Globo por estar na trilha de "O Clone".

"Os dois males maiores da história do Brasil, que são a causa de todos os demais, são os 388 anos de escravidão somados aos 21 anos de regime militar. Esse dois ingredientes trouxeram à pátria uma ideia de nação para poucos endinheirados vivendo às custas de um povo pobre, negro e escravo suando bicas para custear as barbaridades dessa elite que se vê nos dias de hoje em todas as camadas de nossa sociedade. São Paulo, por ser a maior e mais rica unidade da federação, não poderia estar fora deste contexto, já que faz parte deste Brasil. O futebol, símbolo máximo de nossa alma e única coisa que conseguiu unir este país-continente, nos mostra claramente essas desgraças cotidianas. Tudo isso para falar das imbecilidades do caso João Vitor no Palmeiras, que hoje me lembra uma Itália 'Made in Berlusconi': envelhecida, atrasada e decadente. Não fosse a Parmalat, nos últimos 35 anos o Palestra teria erguido um glorioso Campeonato Paulista. Juvenal Juvêncio acusa Andres Sanchez - do qual tenho restrições - de falar o que fala por 'não ter o mobral concluído. É aquela coisa: pobre não pode ser nada importante por aqui, Itaquera não pode ter estádio pois é muito distante (o Morumbi é igualmente longe, mas por ali habitam os maiores PIBs individuais da pátria) e tem gente 'ralé' habitando (parece que a elite acha que aqui na Zona Leste só se anda de cipó, as pessoas se vestem de Tarzan e Jane, e que o bicho de estimação típico é a Chita). Fala dos negócios nada claros da diretoria alvinegra, e aí lanço uma pergunta: se a Globo é 'gangster', quem é 'amigo do gangster' é o quê? Falo de uma Federação Paulista omissa, que pensa que em um Estado com 40 milhões de habitantes e mais de 600 municípios só existam 4 times, que simplesmente assassinou o futebol do interior - que já teve 4 times jogando Libertadores, inclusive chegando em fases agudas - e aceitou a aberração da invenção dos times itinerantes. E depois não entendem porque o Rio será tricampeão brasileiro, provavelmente com o terceiro time diferente (acho que o título fica entre Vasco e Botafogo)." (Israel Martins)

"Rafinha Bastos parece querer ser a versão tupiniquim do Charlie Sheen: fazer 'comédia' através de polêmica de teor sexista. *** Sobre a justificativa do superintendente da afiliada da Rede Record na Paraíba de que o fato deve ser mostrado por mais trágico que seja por ser a realidade, digo que não lembro de ter visto em algum telejornal da Record que o MPF tá denunciando Edir Macedo por evasão de divisas. Parafraseando a Revolução dos Bichos: parece que alguns fatos são mais 'reais' do que outros (risos). Retiro a minha observação caso a Record tenha dado a notícia e eu não tenha acompanhado. Mas pelo que sei, não deram um pio." (Marco Silva)
Não falaram mesmo.

"A televisão aberta tá deixando muito a desejar. Telejornais e programas esportivos passando de segunda a sexta, mas não no sábado, é uma palhaçada. Aqui em São Paulo não passam 'Record Notícias' e 'SP Record' no sábado. Só Globo e Gazeta são opções de quem precisa ver o que acontece na cidade de segunda a sábado. O SBT tá com uma preguiça de não passar programas em feriados, e a Record tá fazendo igualzinho. *** Demorou para a estreia da Mariana Godoy no 'Jornal das 10'. Terá grande audiência a Globo News." (Rafael Pereira da Silva)
Você esqueceu de mencionar a Bandeirantes, que tem o "SP Acontece" aos sábados depois do "Jornal da Band" - e este de sábado um telejornal local mesmo, e não debate esportivo igual é de segunda a sexta. E até poucos meses atrás tinha "Record Notícias" também aos sábados, mas acabou devido ao problema das horas extras do qual os colunistas especializados tem falado há algum tempo.

"André Santos foi afastado por Mano por errar num gol da Alemanha. David Luiz terá o mesmo destino pelo gol que marcou pelo México? *** Qual o sentido de Hernanes entrar aos 46 do segundo tempo? Por que ele aceitou essa humilhação? *** Ramires é tão ruim para não ter vaga na Seleção, com candidatos do naipe de Ralf, Elias e Fernandinho? *** Com Jonas e Hulk como referências no ataque, não era melhor jogar sem centroavantes ou mesmo deixar Fred jogar os 90 minutos? *** Será que Mano convocará Daniel Alves contra o Gabão, mesmo sabendo que ele está suspenso?" (Ricardo Haertel)
Primeiro: Hernanes não foi o primeiro e nem será o último jogador a entrar em campo depois dos 45 do segundo tempo, seja na Seleção Brasileira, em qualquer outra seleção do mundo ou em todo e qualquer clube do planeta. Pergunta ingênua essa sua, amavelmente dizendo, pois algo assim é mais antigo que o nascimento dos nossos pais e avôs. Não acho legal mesmo, evidente que não, mas daí a ser algo tão inédito a ponto de fazeres tal questionamento também não. E segundo: se Mano quiser ele contra o Egito, por que não? Ele não foi bem contra o México, claro, mas ainda é um bom jogador.

Participe pelo papodebola@gmail.com. Sua opinião será registrada nas próximas colunas.

Clipe do Dia

Um cantor que gosto demais completa hoje 70 anos: o grande Paul Simon, cinco décadas de uma vitoriosa carreira tanto solo quanto na inesquecível dupla com Art Garfunkel. Paul lançará no dia 24 deste mês o álbum "Songwriter", que terá 32 canções escolhidas pessoalmente por ele para um balanço de suas principais composições. Preciso fazer um especial turbinado para a ocasião. Difícil, por mim entrariam no mínimo 10 temas. Mas deixei por cinco, todos ótimos e pegando uns famosões e outros curiosos:

Aqui está, de 1968, "Mrs. Robinson" em apresentação ao vivo. É o maior de vários clássicos de Simon & Garfunkel, muito em parte por causa de Dustin Hoffmann e Anne Bancroft, dupla principal do filme "A Primeira Noite de Um Homem".

Aqui está, de 1981, "Wake Up Little Susie" no concerto no Central Park, em Nova York. Simon e Garfunkel mandaram bem demais na versão do tema dos Everly Brothers.

Aqui está, de 1982, "Hearts and Bones". A letra desta canção faz referência a Carrie Fisher, a eterna Princesa Léa da saga "Guerra nas Estrelas", com quem Paul foi casado por apenas 11 meses.

Aqui está, de 1986, "You Can Call Me Al", pop oitentista bom demais cujo clipe tem a participação premium de Chevy Chase.

E aqui está, de 1990, "Obvious Child", mágica união de Paul com o Olodum, unindo sua ótima levada folk rock ao som excepcional da batucada dos baianos.

Arremate

Amanhã começa o Pan. Porta-bandeira do Brasil será Hugo Hoyama, 14 medalhas nos Jogos, 9 delas de ouro.

"24 Horas" volta antes que comece a cerimônia de abertura em Guadalajara!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia"), colunista do NaTelinha e colaborador do Voz do Futebol.

E-MAIL: papodebola@gmail.com

ACESSE TAMBÉM:
Na Telinha | Voz do Futebol

LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.

.

.


Confira as manchetes do Papo de Bola - o Site, o acompanhamento das rodadas de futebol e comentários diversos. Para ser mais um seguidor, clique aqui.
 
PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.